“Meu pai me ensinou tudo que sei”, conta Renato Pedroso 926

Novo presidente da Previsul Seguradora conta detalhes da transição da companhia para o Grupo Caixa

A personalidade sempre atenciosa de Renato Pedroso impressiona quem o conhece pela primeira vez. Presidente da Previsul Seguradora desde fevereiro deste ano, o executivo possui um histórico de relacionamento de dez anos com a companhia, atuando na área jurídica, na diretoria de negócios e agora à frente da companhia.

Desde que o Grupo Consulfac, o qual é comandado por seu pai, Ernesto Pedroso, adquiriu a Previsul em 2006, Renato mostra-se altamente engajado nas questões do mercado segurador. Na época, a seguradora completaria 100 anos, o que tornava as expectativas da família Pedroso ainda maiores. “Faz dez anos que estou envolvido com a Previsul. Lembro muito bem que em 2006 realmente era um desafio muito grande. Com o tempo, fomos desenvolvendo uma forma de pensar junto à seguradora, e então ela conseguiu se desenvolver de forma muito positiva, principalmente mostrando ao corretor que ele é o nosso único canal de vendas”, detalha em entrevista exclusiva concedida ao Grupo JRS.

Foi graças à valorização dos corretores de seguros que, segundo ele, foi possível aumentar o volume de vendas significativamente, colocando a seguradora entre as 25 maiores da época em seguro de pessoas. “Graças a Deus, hoje em dia, não paramos de crescer no ranking. No ramo prestamista, por exemplo, já estamos entre as 15 maiores seguradoras do Brasil, com players de mercado muito importantes”, completa.

A Previsul Seguradora estava no auge do seu desenvolvimento quando foi vendida para o Grupo Caixa. De 2008 a 2012, chegava a emitir R$ 5 milhões por mês. Na época da troca de controle acionário, emitia R$ 12 milhões só no segmento vida e, já não contava mais apenas com 400 corretores parceiros mas, sim, com mais de 2.200. “Isso mostra que já estávamos no caminho certo, principalmente focando no segmento vida. Com a entrada da Caixa Seguradora tudo mudou, pois além de ter o aval de um grupo segurador que é um dos maiores do mundo, o que traz uma solidez ainda maior para a marca de 109 anos, nos ajudou a enriquecer nosso portfólio, já que acabamos tendo sinergia com outras empresas do grupo e a Caixa trabalha de odonto a ramos elementares. O que nos oportuniza a ter know how em outras frentes que a Previsul possa abrir”, conta.

Além disso, o Grupo Caixa optou por respeitar a independência e autonomia da Previsul. “Quando adquiriram 70% das ações da empresa, a Caixa entendeu que tínhamos profissionais que realmente entendiam do negócio, de trabalhar com a frente corretor e do ramo vida de forma profunda”, revela.

Com 32 anos, Renato Pedroso faz parte de um seleto grupo de jovens que estão à frente de grandes empresas no Brasil. Ele acredita que muito se deve ao fato do Grupo Caixa possuir uma gestão que não tem medo de apostar em diferentes talentos e inovar. “A minha promoção com apenas 32 anos me enche de emoção, mas também mostra para o Grupo como um todo e também para o mercado que o jovem acaba por entender alguns meandres da inovação e consegue trazer alguns pontos diferenciados”, salienta.

Em sua gestão, o executivo aposta em tecnologia e relacionamento. “O que está mudando de verdade são as formas de comercialização e as formas de relacionamento com o nosso consumidor final, então temos que dar estes mecanismos para o corretor através de ferramentas tecnológicas e também não perder essa proximidade, que é fundamental em qualquer relação de consumo”, enfatiza.

Toda caminhada de Renato Pedroso, não só dentro da Previsul Seguradora, mas também em sua vida pessoal e profissional, está atrelada a Ernesto Pedroso. É a ele que Renato atribui seu sucesso: “Meu pai me ensinou tudo que sei. Eu posso dizer que com ele eu aprendi a ousadia, não ter medo de arriscar e não ter medo de defender nosso ponto de vista”.

Previsul Seguradora lança atendimento via WhatsApp para corretores 1608

Serviço “Previsul Soluciona”, que já atendia via e-mail e telefone, atenderá via WhatsApp, facilitando ainda mais o trabalho em home office

Em constante evolução no mercado, a Previsul Seguradora traz mais uma novidade para seus corretores: agora o WhatsApp é mais um canal de atendimento da Previsul Soluciona. Em tempos de home office, contar com ferramentas digitais faz toda a diferença.

A central é exclusiva para atendimento ao corretor já cadastrado na Previsul e resolve dúvidas operacionais, como parcelas de prêmios em aberto, status de cotação, recibo e pagamento de comissão, emissão de apólice, alteração de alíquota, relatórios de sinistralidade, recibo de pagamento de sinistro, entre outras. O atendimento via telefone e e-mail também continuam sendo feitos normalmente.

Segundo o presidente Renato Pedroso, essa novidade é mais um movimento da Previsul buscando oferecer as melhores soluções aos seus parceiros, os corretores de seguros. “A Previsul Soluciona é uma central de atendimento que criamos especialmente para facilitar a vida do corretor. Já tínhamos excelentes feedbacks por meio do atendimento via e-mail e telefone. Agora, com esse novo canal, que é o WhatsApp, queremos proporcionar mais autonomia e facilidade ao nosso parceiro, principalmente neste momento tão delicado em que a grande maioria está trabalhando de forma remota”.

Os corretores também podem contar com o Portal do Corretor para realizar serviços como: emissão de 2ª via de certificado, fatura e apólice, movimentações de vidas, consultar status e recibos de comissões, entre outros. Além disso, para fomentação de novos negócios, seguem contando com o atendimento dedicado da equipe comercial.

Com 113 anos de atuação, a Previsul é referência como seguradora Multirriscos no Brasil. Está presente em 12 estados brasileiros, com aproximadamente 30 pontos de atendimento em todo o país, que oferecem todo o suporte para o corretor, principal parceiro da Previsul.

Previsul autoriza indenização em casos de Coronavírus 3593

Seguradora decidiu autorizar o pagamento, ainda que de acordo com as normas regulatórias o risco de pandemias seja excluído

A Previsul é a primeira seguradora a se posicionar e indenizará segurados que tiverem perdas ocasionadas pelo COVID-19, mais conhecido como Coronavírus. Serão indenizadas as coberturas de seguro decorrentes de morte de qualquer causa, internações e rendas por incapacidade que contenham cobertura de doença, ocasionadas pelo novo vírus, respeitando as condições dos seguros, os prazos de carência e franquia (se houver), ainda que de acordo com as normas regulatórias o risco de pandemias seja excluído.

“Assegurar pessoas é o que fazemos há mais de 110 anos. Considerando o momento crítico que vivemos no país e entendendo que o seguro tem um importante papel social, é nosso dever, como seguradora, colaborar para amenizar as perdas de nossos segurados”, afirma o presidente, Renato Pedroso.

Em caso de dúvidas, os corretores podem entrar em contato com a Previsul Soluciona pelos telefones 3003-8533 (capital e cidades metropolitanas) e 0800 878 9100 (demais localidades) ou pelo e-mail soluciona@previsul.com.br (Atendimento de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 18h, Exceto feriados nacionais).

 

Campanha Sou + Previsul 2020 levará corretores para a África do Sul 3807

Evento de lançamento aconteceu na quinta-feira, dia 12, em São Paulo

O presidente da Previsul Seguradora, Renato Pedroso, anunciou o destino.

A África do Sul, com suas paisagens fabulosas e um misto de culturas africanas, europeias e orientais, é o destino escolhido para a premiação da nova Campanha de Incentivo de Vendas 2020 “Sou + Previsul: Destino só pra quem é fera”. A campanha e suas novidades foram apresentadas na última quinta-feira (12), para cerca de 500 corretores e parceiros, em evento realizado em São Paulo.

“O corretor é nosso principal parceiro e parte fundamental da nossa busca por oferecer sempre as melhores soluções. É pensando em proporcionar mais facilidade e oportunidades de negócio para ele que a Previsul está sempre investindo, seja em ferramentas digitais e ampliação de portfólio ou, ainda, em campanha de incentivo. A Sou + Previsul é uma forma de reconhecer a confiança desses parceiros, tão importantes para a companhia”, afirmou o presidente, Renato Pedroso.

Este é o 7º ano consecutivo da campanha Sou + Previsul, que tem trazido novidades em todas as edições. Já foram destinos: Punta Cana, Chile, Las Vegas, Cancun, São Francisco e Vale do Silício e Dubai.

Entenda como funciona a campanha

A campanha Sou + Previsul conta com uma dinâmica com premiações mensais e também uma premiação final, na qual os dez corretores com melhor desempenho em novas vendas emitidas durante a campanha (1 de janeiro a 31 de dezembro de 2020) ganham uma viagem para a África do Sul. Cada corretor terá direito a levar um acompanhante.

Além disso, o programa de pontos “Clube Sou + Previsul” possibilita a troca de pontos por prêmios mensais mediante a produção dos corretores. É + uma maneira de presentear os corretores pelo empenho e dedicação com a companhia. Mensalmente, para os corretores com vendas novas emitidas a partir de R$1000, cada R$1 equivale a um ponto para trocar numa plataforma de resgate de pontos.

Em 2020, há algumas novidades: o teto mensal de pontos dobrou e agora são 20.000 por mês; os corretores inativos nos últimos 12 meses ou corretores recém-cadastrados que fizerem sua primeira venda nova a partir de R$ 1000, ganham pontuação bônus; os corretores que pontuarem todos os meses do trimestre ou do semestre, ganham pontos extras também; e os corretores que atingirem a meta de cotações emitidas via Cota+, ganham um prêmio.

Todos os corretores cadastrados na Previsul participam da campanha e podem acompanhar seu desempenho por meio do Portal do Corretor.

MAG Seguros apresenta soluções inteligentes aos corretores 2339

Companhia lançou produtos voltados para proteção financeira e bem estar

A MAG Seguros promoveu um workshop especial para anunciar as novidades da companhia. O evento ocorreu no Auditório Miguel Junqueira Pereira, junto a sede do Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul (SindSeg RS) e contou com a apresentação da Superintendente Comercial da companhia, Alejandra Stratta.

A executiva relembrou dados históricos da companhia e a alteração do nome Mongeral Aegon para MAG, ressaltando que a mudança se deve ao fato de que os colaboradores já chamavam a companhia carinhosamente de MAG, e que também a simplificação busca facilitar a comunicação com os clientes.

Uma das novidades apresentadas foi o MAG Finanças, que possui as funções de um banco virtual na forma de aplicativo para smartphone. Lançado em janeiro, o produto conta com facilidades como cartão de crédito internacional, por exemplo, mas está disponível somente para corretores cadastrados na companhia e funcionários. A empresa está realizando testes pretende lançar o produto para o público geral em breve.

O programa de formação de corretores oferecido pela MAG também trouxe novidades. O curso que é ministrado 50% presencial e 50% a distância, agora possui uma nova formação onde o aluno pode ficar 30 dias em sala de aula, intitulada Formação 3.0. O treinamento é composto pela parte teórica e a prática, onde os treinandos recebem monitoria full time dos gerentes comerciais.

A companhia, que possui mais de 40 produtos são voltados para os três riscos sociais que são Morte, Invalidez e Previdência, trouxe a grande novidade do dia com a criação de produtos voltados para o risco do Bem Estar. “O risco de Bem Estar nada mais é que ter a vida prejudicada por problemas de saúde. Por isso precisamos desse produto, pois precisamos ter atendimento em vida”, explicou Alejandra.

Criada em janeiro, a categoria de Bem Estar, trata especificamente de câncer e outras doenças graves, transplantes, diário de internação hospitalar, UTI e cirurgias. As coberturas possuem preços acessíveis para os clientes, e a MAG oferece a menor carência do mercado, de apenas 60 dias.

Para doenças graves, foi realizado melhorias no produto, possibilitando que o cliente o contrate em combos, pelos seguintes módulos: Doenças Graves Essencial, Doenças Graves Plus e Doenças Graves Premium.

Para cirurgia, o produto oferece pagamento de benefício para 917 procedimentos cirúrgicos. “Esse produto chega para preencher uma lacuna deixada pela oferta e alto custos dos planos de saúde no país”, afirmou a superintendente. Doenças como câncer, Mal de Alzheimer, Mal de Parkinson, entre outras doenças graves, a cobertura passa a ser mantida até os 80 anos, além de oferecer outras facilidades para o cliente.

Também foi apresentado a plataforma de venda digital, que visa facilitar a procura de informações de clientes, onde o corretor poderá fazer uma consultoria através dos dados do cliente já inseridos anteriormente.

Ao final do workshop foram divulgadas as informações sobre o Prêmio Galo de Ouro 2020, que levará os corretores de seguros ganhadores para a Austrália com todas as despesas pagas e mais 15 mil reais para gastar como quiser. Também foi realizado um sorteio que entregou cinco prêmios aos participantes.

Imagens: Filipe Tedesco/JRS

Guilherme Bini toma posse da presidência do SindSeg RS 1823

Evento foi marcado por homenagens e uma despedida emocionante de Guacir Bueno

O Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul tem uma nova direção. Guilherme Bini assume a presidência e substituirá Guacir Bueno nos próximos dois anos. Alberto Muller, diretor da Sompo Seguros, e Rubens Oliboni, diretor da HDI Seguros, assumem as vice-presidências. A cerimônia de posse aconteceu nesta quinta, dia 12, durante o Almoço do Mercado Segurador no Salão Nobre da Federasul, em Porto Alegre.

O evento teve início com homenagens a educadora Jane Manssur, que em um breve discurso se mostrou emocionada, e também entregou um voucher simbólico no valor de 3 mil reais para o diretor da Escola de Ensino Fundamental Brigadeiro Silva Paes. A doação arrecadada servirá para a aquisição de materiais escolares para alunos da escola.

Guacir Bueno também discursou, e lembrou dos desafios e conquistas dos seus dois mandatos, além de parabenizar seu sucessor. Em conversa com a equipe do JRS, Guacir Bueno fez um apanhado do que foi estar a frente do sindicato por dois mandatos. “Cumprimos ao longo desses quatro anos de modo adequado, participamos de uma lamentável CPI das seguradoras veiculares realizada na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul, que ao fim comprovou a idoneidade das atitudes das nossas seguradoras veiculares, já que nada foi provado. Participamos de momentos tumultuados como no final do ano passado, que houve a decisão governamental abrupta de suspensão da obrigatoriedade do seguro DPVAT, já recolocado. Mas tivemos neste período também muita satisfação de ter propiciado às nossas filiadas, momentos agradáveis, de cultura e qualificação das operações. Proporcionamos diversas palestras, workshops, divulgamos e compartilhamos conhecimento. Então posso comprovar neste período a capacidade, o comprometimento e a eficiência dos colaboradores do nosso sindicato”.

Bueno também deu as boas vindas ao novo presidente: “Estou passando o meu cargo ao Guilherme Bini com um sentimento muito agradável, com a alma lavada. Ele é uma pessoa altamente qualificada no mercado e tenho certeza que não lhe falta vontade e capacidade. Desejo muita sorte para Guilherme Bini”.

O agora ex-presidente da SindSeg-RS afirmou que vai descansar nos próximos meses, mas continuará presidindo uma entidade de pessoas com deficiência, e atuando como conselheiro no Grupo MBM, além de outras atividades. “Estarei sempre à disposição de todos os membros do nosso setor de seguros do estado, em especial ao nosso amado Sindicato das Seguradoras”, ressaltou Bueno.

Guilherme Bini possui 23 anos de experiência no mercado. Ele começou a sua carreira como digitador e movimentador de apólices de vida, passou pelas áreas de sinistro e atendimento de corretores, e como assessor comercial na Mapfre. Também ocupou o cargo de Gerente Especialista de Vida e Previdência, e cuidou da sucursal da companhia em Curitiba nos últimos seis anos. No ano passado assumiu a diretoria territorial da Mapfre no Rio Grande do Sul e no sul de Santa Catarina.

O novo presidente da SindSeg-RS também conversou com a nossa equipe e nos contou suas expectativas para assumir a gestão: “É uma alegria e um grande desafio estar à frente do SindSeg-RS, um dos sindicatos mais antigos do Brasil. Mas eu também vejo como uma grande oportunidade para disseminar o nome seguros para o nosso mercado consumidor e para os nossos profissionais. Vamos trabalhar muito pautados com as determinações da CNseg”.

Bini também disse ser um desafio estar à frente da gestão do sindicato em outro estado. Mas o paranaense afirmou estar se sentindo acolhido pelos colegas, e explicou a composição da sua chapa. “Nós pegamos os nossos principais parceiros, os presidentes e diretores que já estavam nas chapas anteriores. Conversamos com todos, e aqueles que nos apoiaram permaneceram na chapa”, comentou.

O novo presidente ressaltou também a importância da parceria entre os sindicatos do mercado segurador. “Tanto o SindSeg-RS quanto o Sincor-RS, são duas instituições e entidades importantes para o mercado, precisam estar lado a lado, pensando no crescimento do mercado”. afirmou, ao ressaltar que tem como meta principal a difusão do mercado de seguros.

O presidente do SindSeg-SC, Waldecyr Schilling, também estava presente no Almoço de Mercado Segurador, e falou sobre a importância da união dos sindicatos: “SindSeg de Santa Catarina é um sindicato, que tem como objetivo elevar o nome do seguro para todo o mercado, e em especial para o mercado do Sul. Paralelamente, os sindicatos dos três estado do Sul vamos trabalhar em conjunto e elevar ainda mais o seguro para o nosso mercado”.

Ronaldo Dalcin presidente do SindSeg Norte/Nordeste, deixou um recado emocionado para o amigo Guilherme Bini: “Quero desejar muito sucesso, eu sei que eu posso contar com esse mercado. Nós precisamos discutir e compartilhar boas práticas. Tenho certeza que nós faremos um trabalho de muita união e de muita união por parte da CNseg”.