Capitalização paga R$ 6 milhões por dia útil 707

Mantenha-se bem informado com o #GirodoMercado desta quarta-feira, 30 de abril

Capitalização paga R$ 6 milhões por dia útil

cofreporquinho

Somente no primeiro mês do ano, o setor de capitalização distribui mais de R$ 119 milhões em prêmios para clientes de todo Brasil. Por dia útil, o valor é equivalente a R$ 6 milhões. De acordo com dados da FenaCap, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul lideram o ranking de clientes contemplados para no período. O volume das reservas técnicas, valores acumulados pelos clientes, também teve bons resultados, com avanço de 2,9%, excedendo os R$ 30 bilhões. Os resgates somaram R$ 1,489 bilhão, registrando um crescimento de 14,77% na comparação com janeiro de 2015. “O título de capitalização está cada vez mais presente na vida das pessoas, seja como solução para a conquista da disciplina financeira, para a garantia locatícia, para o exercício da filantropia ou para incremento de outros segmentos econômicos”, ressalta o presidente da FenaCap, Marco Antonio Barros. Ainda de acordo com o executivo, a diversificação de produtos é um fator importante para a consolidação dos títulos de capitalização como solução de negócios com sorteios.

Palestras marcam lançamento de MBAs em quatro cidades

habilitacaocorretores

A Escola Nacional de Seguros irá promover, nesta semana, palestras gratuitas em Brasília (DF), Salvador (BA), Goiânia (GO) e Porto Alegre (RS), para lançar os MBAs Gestão de Seguros e Resseguro e Gestão Jurídica do Seguro e Resseguro nessas cidades. Na capital federal, o evento foi ontem (29), com o especialista em Direito Administrativo dos Negócios, Daniel Schmitt, debatendo o tema “Processo Administrativo Sancionador (PAS) no Mercado de Seguros Privados”. “Sustentabilidade do Setor de Saúde Suplementar: Desafios e Perspectivas” será o assunto abordado pelo especialista em Regulação de Saúde Suplementar, Samir Martins, hoje (30), em Salvador, às 16h. Em Porto Alegre (RS), o tema debatido será “Novas Tecnologias e seus Impactos no Mercado de Seguros”, também hoje, às 18h30. A palestra será ministrada pelo doutor em Direito Público, Wilson Engelmann. Fechando a programação, o sócio da Correcta Consultoria, Bruno Kelly, irá apresentar a palestra “Seguro Rural, Desmistificando o Ramo”, no dia 31 de março, às 18h30, em Goiânia. Inscrições e informações sobre as palestras estão disponíveis neste link. E para detalhes e inscrições nos MBAs o endereço basta acessar este link.

Segurada da União Seguradora recebe prêmio de capitalização

uniaopremio280316

Além do seguro de vida, a União Seguradora, empresa do Grupo Aspecir, oferece Plano de Capitalização Vida Flex. Optando por este, o segurado concorre todos os sábados a uma premiação, através da extração da Loteria Federal. A ganhadora da última rodada foi a senhora Adriana de Barcellos Serra. O cheque foi entregue pelas mãos do diretor comercial da empresa, João Lock, na tarde da última segunda-feira (28). Presentes no evento, representando a União Seguradora estavam Antônio Nazario Coutinho da área técnica e João Carlos Lock, diretor comercial. Além da premiada, o gerente de negócios do Servicoop, Cristiano Costa, o diretor da Benefícios Maurício Junqueira e o diretor jurídico da Servicoop Andre Luiz Meira.

 

FenSeg lança cartilha “Entenda o Seguro Habitacional: orientações para o Consumidor”

cartilhafenseg

A FenSeg acaba de lançar cartilha “Entenda o Seguro Habitacional: orientações para o Consumidor ”, a quarta publicação da série “Entenda o seu Seguro”, desenvolvida pela Federação, em parceria com as suas comissões internas. Nesta edição, o seguro habitacional é abordado a fim de esclarecer pontos e desmitificar questões importantes relacionadas ao produto. Seguindo a premissa da comunicação como ferramenta de aproximação, a FenSeg investiu em uma linguagem clara e objetiva para que segurados e interessados em adquirir um seguro possam se informar. Além de esclarecimentos básicos sobre o seguro habitacional, a cartilha também trata de questões como coberturas obrigatórias e danos cobertos, trazendo ainda um glossário explicando os termos técnicos que, devido ao uso corrente dentro deste mercado, foram utilizados ao longo do texto. A publicação pode ser conferida neste link.

Prudential do Brasil expande em Minas Gerais

crescimentografico

Dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep) mostram que, com crescimento de 28% no ano de 2015 apenas em Minas Gerais, a Prudential do Brasil é a primeira colocada entre as empresas do mercado de Planos Individuais de Seguros de Pessoas nesta região. A companhia alcançou 58,6% de market share nesta praça. O estado conta com seis unidades comerciais da seguradora, que atendem mais de 88 mil segurados e ainda registrou um aumento de 18% em números de clientes no ano de 2015. Ao todo, a Prudential do Brasil, que teve lucro líquido de R$ 121,4 milhões, no ano de 2015, possui um total de 27 unidades espalhadas pelo país.

*Informações de Sincor-SP, Escola Nacional de Seguros, CNseg e assessorias de imprensa das empresas citadas.

SEGASP Univalores anuncia aquisição de importante corretora do eixo Minas Gerais e Rio de Janeiro 3215

Hamilton Morgado, sócio-diretor da SEGASP Univalores; José Luiz Feital, sócio-diretor da Field; César Carloni, sócio-diretor da SEGASP Univalores; Rômulo Marques, sócio-diretor da Field; Maurinho Lovalho e Emerson Soares, sócios-diretores da SEGASP Univalores, além de Wilson Feitosa, superintendente do Grupo SEGASP / Divulgação

Operação possui foco em negócios consultivos

Seguindo o planejamento de se apresentar também fisicamente próximo de seus Corretores Parceiros nas regiões estratégicas pelo volume de negócios e novas oportunidades, a SEGASP Univalores acaba de adquirir a Field Corretora de Seguros, importante corretora focada em negócios consultivos, principalmente nos ramos de vida individual, previdência e consórcio, presente em Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Com a aquisição, a Field Seguros passa a ser SEGASP Univalores com toda a sua estrutura de plataforma, conceito e soluções, qualificando ainda mais a estrutura, com escritórios nas respectivas praças, liderados pelos novos sócios José Luiz Feital e Rômulo Marques, ambos reconhecidos no mercado, membros Top of the Table do MDRT, com dez anos de experiência em venda consultiva de seguros, junto do seu competente time de colaboradores. Para o Diretor Executivo da SEGASP Univalores, Emerson Soares, chegar com estrutura física nas duas cidades nos ajudará a dar ainda mais apoio aos corretores, com toda a capacidade de formação técnica, produtos, back office e soluções tecnológicas, como o ambiente unificado de negócios recentemente lançado.

Os modelos de aquisição e fusão não são novidades para o Grupo SEGASP, que há três anos adquiriu a For Life Corretora, de São Paulo, e mais recentemente fez fusão com a então líder de negócios no segmento vida individual, Univalores. “Em ambos os modelos o resultado foi a otimização dos resultados, maior influência junto as companhias seguradoras pelos volumes das operações, maior capacidade de formação de corretores consultores e, consequentemente, novos produtos e tecnologia para os corretores vinculados a estrutura”, concordam os sócios-diretores do Grupo SEGASP, Hamilton Morgado e César Carloni, ambos com mais de 40 anos no mercado de seguros.

Entre os produtos distribuídos aos Corretores, destacam-se na estrutura SEGASP Univalores os seguros de vida individuais resgatáveis, como o Bién Vivir, da MAPFRE; o Vida Horizonte, da Icatu, exclusivamente distribuído por corretores vinculados a estrutura; e os produtos da Prudential, através de parceria inédita da seguradora para distribuição além do seu canal via Life Planners. Previdência Privada, Consórcio, Câmbio e Responsabilidade Civil também estão no portfólio de produtos SEGASP Univalores para os Corretores e seus Clientes.

“Nossa missão é formar e capacitar corretores para vendas consultivas, entregar estrutura de apoio back office independentemente do tamanho do Corretor, disponibilizar produtos das melhores companhias seguradoras para esse perfil de profissional, e proporcionar acesso à tecnologia plugada às seguradoras que facilitem a venda e o controle de seus negócios”, conclui Emerson Soares.

União Seguradora patrocina Destaques do CVG/RS 628

O Diretor Comercial da União Seguradora, João Lock / Divulgação

Noite de reconhecimento acontece nesta sexta-feira, em Porto Alegre

A União Seguradora, empresa do Grupo Aspecir, informou em nota enviada à redação que sente-se honrada em ser uma das patrocinadoras do evento Destaques do Mercado de Seguros de Vida e Benefícios do Rio Grande do Sul. Os reconhecidos serão apresentados no dia 27 de setembro, a partir das 20h30min. O evento é promovido pelo Clube de Seguros de Vida e Benefícios do Rio Grande do Sul (CVG/RS) e acontece na Associação Leopoldina Juvenil, na Capital Gaúcha.

A festa conta com uma votação conduzida com seriedade e transparência, além de organização impecável. “Será uma noite para reconhecer executivos e empresas do nosso segmento e uma honra para nós do Grupo Aspecir”, finaliza o Diretor Comercial da União Seguradora, João Lock.

Mais de 1,4 mil pessoas debateram o papel da liberdade no desenvolvimento econômico do Brasil 714

Mais de 1,4 mil pessoas debateram o papel da liberdade no desenvolvimento econômico do Brasil

Evento, promovido pelo Instituto de Formação de Líderes de Belo Horizonte (IFL-BH), abordou o tema “Caminho para a prosperidade” e contou com importantes nomes da política e da economia

O 10° Fórum Liberdade Democracia, realizado pelo Instituto de Formação de Líderes de Belo Horizonte (IFL-BH), reuniu aproximadamente 1,4 mil pessoas na última segunda-feira, no Palácio das Artes, para falar sobre a importância e o papel da liberdade no desenvolvimento econômico do país. E, outros 100 mil internautas acompanharam a programação do evento pela web. Entre os destaques do evento, estava o ministro da economia, Paulo Guedes, que compartilhou seus os passos no trabalho que vem desempenhando para recuperar a econômica do Brasil.

Quem deu início à programação foi o presidente do IFL-BH, Lucas Vidigal. Sobre “O caminho para a prosperidade”, que foi o tema central dessa edição, ele afirmou que “passa pela interação voluntária de empresas e indivíduos, visando a produção, a inovação e a geração de riqueza. Já insistimos demais no planejamento social, agora é a vez da liberal-democracia,” destacou.

Em seguida, o chefe do poder executivo estadual, Romeu Zema, subiu ao palco para fazer um balanço dos primeiros meses da sua gestão e falar sobre suas expectativas para o futuro. “Quero ser o governador de Minas que mais vai perder poder durante seu mandato. Quero perder todas as estatais, já perdi nove secretarias. Eram 21 e ficaram 12. E ainda quero perder muito mais. Porque o poder não é do estado, o poder pertence a vocês, ao povo”, declarou Zema.

O evento recebeu três painéis temáticos para abordar o tema central sob diversas perspectivas. O primeiro, “Promessas”, abordou as origens do liberalismo e da sua aplicação no Brasil. Os palestrantes foram o coordenador do curso de Relações Internacionais do IBMEC-MG, Adriano Gianturco; Eduardo Wolf, doutor em Filosofia pela USP, professor e pesquisador do Laboratório de Política, Comportamento e Mídia da PUC-SP e editor da coluna Estado da Arte, do jornal O Estado de S. Paulo; e o presidente do Instituto Mises Brasil e CEO da Ivm editora, Helio Beltrão.

O segundo, “A Renovação no Parlamento”, que discutiu o papel do legislativo na retomada do desenvolvimento econômico, contou com participação do deputado federal Kim Kataguiri, do DEM; da deputada estadual Laura Serrano, do NOVO-MG; e do cientista político e Diretor-Executivo do Instituto Legislativo Brasileiro do Senado Federal, Márcio Coimbra.

Por fim, o painel “Agenda de Liberdade”, apresentou medidas objetivas, para a sociedade e o governo, com relação aos próximos passos na construção de uma sociedade mais livre e próspera. Os convidados foram o economista internacional, Carlos Primo Braga; o Cientista Político, Professor do Insper de São Paulo e Colunista da Folha de São Paulo, Fernando Shuller; e a Vice Presidente Executiva do grupo Sada, Daniela Medioli.

Adriano Gianturco, Eduardo Wolf, Lucas Vidigal e Helio Beltrão / Foto: Carlos Olímpia
Adriano Gianturco, Eduardo Wolf, Lucas Vidigal e Helio Beltrão / Foto: Carlos Olímpia

Premiações

No evento, o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, SEDGG/ME, Paulo Uebel, foi homenageado com o “Prêmio Liberdade”. Em seu discurso de agradecimento, ele falou sobre a importância da liberdade na busca pelo caminho para a prosperidade. “De todos os modelos existentes, o único sustentável é o que respeita as liberdades individuais”, declarou.

David Feffer, presidente da Suzano Holding e Chairman do Conselho de Administração da Suzano S.A, foi premiado na categoria “Liberdade Empresarial” . Ao receber o prêmio, David falou sobre a importância da nova geração na construção de um país mais justo. “Precisamos de cidadãos conscientes e líderes engajados guiando nossos caminhos e pensando nas mais diversas soluções para os nossos problemas”, afirmou.

Liberdade da década

O responsável por encerrar o evento foi o Paulo Guedes, que subiu ao palco para receber o Prêmio Liberdade da Década, honraria concedida, pela primeira vez, em um evento do IFL-BH. Durante o discurso de agradecimento, o ministro garantiu recursos a Minas Gerais e afirmou que a democracia brasileira não corre riscos. Guedes falou sobre como os ideais de liberdade tem guiado seus esforços na tentativa de garantir o crescimento no país. “Geralmente os liberais são chamados para reconstruir”, enfatizou.

Mulheres conquistam 25,9% dos cargos de liderança no mercado segurador, diz ENS 1026

Terceira edição do Estudo Mulheres no Mercado de Seguros do Brasil foi lançado durante evento da AMMS

A Escola Nacional de Seguros divulgou na noite desta terça-feira (24), em São Paulo, a terceira edição do Estudo Mulheres no Mercado de Seguros do Brasil. Os números revelam novidades animadoras. As mulheres conquistaram 25,9% dos cargos executivos das seguradoras no Brasil. No nível de gerência, elas são 46,5%. No caso de coordenação elas são a maioria: 54,4%.

A pesquisa foi realizada com mais de 80% da força de participação do mercado segurador no Produto Interno Bruto brasileiro. Foram 436 executivas entrevistadas, de 23 seguradoras, que contam com 28 mil funcionários. “Precisamos trabalhar essa questão de diversidade. Este é o terceiro estudo e ele é realizado a cada três anos. Quando comecei a trabalhar no mercado havia pouca representatividade feminina. Sempre era a única mulher nos times dos quais participava, aprendi a ser uma executiva com a vida. Hoje em dia a gente vê que as coisas estão mudando, mais lentamente do que gostaríamos, mas evoluindo em nível mundial”, comentou a Diretora de Ensino Técnico da Escola Nacional de Seguros, Maria Helena Monteiro.

Reprodução
Reprodução

A Associação das Mulheres do Mercado de Seguros (AMMS) ainda promoveu uma conversa sobre “A Importância da Igualdade de Gênero para o Mercado e Como Aplicar Mais Diversidade nas Empresas”. “A ONU Mulheres tem como um dos grandes projetos o projeto ganha ganha. Este projeto tem como um de seus princípios o empoderamento das mulheres, de forma que elas tornem-se representativas no aspecto econômico. Isso evidencia ao mercado que é importante que homens e mulheres possuam igualdade em diversas questões. Isso não é um mérito da área de seguros. Existem áreas que melhoraram muito, mas nas áreas de liderança o número de mulheres ainda é muito baixo. Este é um grande desafio, não podemos desperdiçar todos estes talentos”, explicou Maristella Ianuzzi, representante da ONU Mulheres.

“Estamos reforçando a importância para que todas as empresas seguradoras se envolvam neste trabalho de empoderamento das mulheres. Queremos comemorar um grande mercado das seguradoras, todas signatárias”, enfatizou Maristella.

Um painel ainda apresentou políticas, projetos e ações inclusivas de instituições do mercado de seguros com casos práticos. Participaram: Juliana Zan – Superintendente de RH da Tokio Marine Seguradora, Francisco Caiuby Vidigal Filho – CEO Sompo Seguros, Antônio Trindade – CEO da Chubb e Presidente da Federação Nacional de Seguros Gerais – FenSeg, Cristina Rezende – CFO AGCS (Allianz Global Corporate & Specialty) e Mathias Jungen – CEO America Latina da Swiss Re Resseguros.

Auditório da Escola Nacional de Seguros em São Paulo ficou lotado
Auditório da Escola Nacional de Seguros em São Paulo ficou lotado

Uma das captadoras de apoio para a AMMS é a Bethe B Comunicação. “Este evento, que também acontece no Rio de Janeiro (no dia 26 de setembro, também na sede da Escola Nacional de Seguros, faz parte de uma iniciativa internacional. Ainda para este ano todo o projeto de branding e comunicação da AMMS será remodelado para trazer essa imagem de diversidade e inclusão, além desses eventos que colaboram com a autoconfiança da mulher neste mercado, algo que trata-se de um desafio diário para todas nós”, resume a Diretora Executiva, Izabel Barbosa.

As ações foram em alusão ao Dive In, um movimento mundial que debate inclusão e diversidade, entre os dias 24 e 26 de setembro. A iniciativa surgiu através da inglesa Lloyds. O momento também comemorou um ano de lançamento da AMMS, com um coquetel que marcou o lançamento do novo material institucional da entidade.

O Estudo completo está disponível neste endereço.

Capitalização cresce 12% em sete meses, segundo FenaCap 746

Capitalização cresce 12% em sete meses, segundo FenaCap

Receita dos produtos atingiu R$ 13,6 bilhões entre janeiro e julho

O segmento de Títulos de Capitalização, produtos que conjugam soluções financeiras com sorteios, registrou uma receita de R$ 13,6 bilhões entre os meses de janeiro a julho. O valor representa um

Marcelo Farinha é presidente da FenaCap / Divulgação
Marcelo Farinha é presidente da FenaCap / Divulgação

crescimento de 12,7% em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são Federação Nacional de Capitalização (FenaCap), que representa as empresas de capitalização no Brasil.

O presidente da FenaCap, Marcelo Farinha, comentou a onda de crescimento do segmento: “O momento de baixa taxa de juros e a necessidade de criar uma reserva financeira para emergências, coloca os Títulos de Capitalização como um produto que impulsiona o planejamento financeiro de acordo com os objetivos dos consumidores”, analisa o executivo.

Reservas, prêmios e resgates

Ainda de acordo com os dados divulgados pela FenaCap, as reservas técnicas – que correspondem aos recursos de títulos de capitalização ativos – somaram R$ 30,5 bilhões, um crescimento de 4,0%, considerando o mesmo período do ano passado. Foram pagos R$ 671 milhões a clientes sorteados, e R$ 10 bilhões foram devolvidos sob forma de resgates antecipados e finais.

Títulos de capitalização: soluções para vários perfis de clientes

Instrumento de Garantia – Substitui a figura do fiador nas transações de aluguel de imóveis e serve de garantia para operações financeiras e  contratos de qualquer natureza.
Filantropia Premiável – O consumidor cede o direito de resgate da sua reserva para uma instituição filantrópica previamente credenciada pelas empresas de capitalização e participa de sorteios.
Popular – Permite que o consumidor adquira um título de valor acessível com direito ao resgate de até 50% do valor pago e concorra a muitos prêmios ao longo da vigência.
Tradicional – O objetivo dessa modalidade é a formação de uma reserva, de maneira programada, por um prazo previamente conhecido e valor pré-determinado. Dá direito a participar de sorteios e ao resgate de 100% do que foi pago, atualizado pela TR, ao fim do prazo de vigência.
Incentivo – Nessa modalidade, uma empresa de varejo, por exemplo, adquire uma série exclusiva de títulos e cede aos seus clientes o direito a participar de sorteios.
Compra Programada – Essa modalidade permite a acumulação mensal vinculada à aquisição de bens duráveis com sorteio de prêmios.