Relator dá parecer favorável a processo de impeachment de Dilma 404

Esta e outras manchetes do dia no Giro do Mercado

Relator dá parecer favorável a processo de impeachment de Dilma

dilma-capa

O relator da comissão especial do impeachment da Câmara dos Deputados, Jovair Arantes (PTB-GO), apresentou nesta quarta-feira (6) parecer favorável à abertura do processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff. A leitura do parecer, de 128 páginas, levou quase cinco horas e terminou às 20h44. Concluída a leitura, deputados favoráveis ao afastamento de Dilma levantaram cartazes com os dizeres “Impeachment já” enquanto parlamentares contrários portavam cartazes com a inscrição “Impeachment sem crime é golpe”. Os parlamentares pró-impeachment cantaram o Hino Nacional enquanto os governistas gritavam: “Golpistas, golpistas!”.

Bradesco pode fechar acordo com a Swiss Re

school-of-business_0

A Bradesco Seguros está em negociações exclusivas e avançadas com a Swiss Re para uma joint venture na área de grandes riscos, segundo apurou o Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado. Detalhes ainda estão sendo discutidos, mas já estaria definido que o controle (60%) da empresa, conforme fontes, ficará com a sócia suíça e os outros 40% com a seguradora do Bradesco.

O valor do negócio teria ficado entre R$ 500 milhões e R$ 600 milhões. O pagamento se dará em troca de ações por ativos. No fim, a Bradesco Seguros, que entrará com os ativos, ficará com 40% da Swiss Re Corporate Solutions. A expectativa, de acordo com as mesmas fontes, é que o anúncio deva acontecer até em maio. Já há, inclusive, um contrato de memorando assinado. Com valor estimado em cerca de R$ 800 milhões, o ativo, que é cobiçado há anos pelo setor, foi ofertado a outras multinacionais, como as japonesas Tokio Marine e Yasuda Marítima, as alemãs HDI e Munich Re e a norte-americana AIG. Procuradas pela reportagem, a Bradesco Seguros e a Swiss Re não comentaram.

MBM realiza encontro de corretores no Paraná

reunião-de-negocios

O MBM Seguro de Pessoas promoveu um encontro com corretores na manhã de 04 de abril, na filial Paraná. O evento reuniu os profissionais para um café da manhã e uma conversa para apresentar o novo seguro CVRS – Clube Vida MBM e a Campanha de Vendas. Com abrangência nacional, o produto tem o diferencial de proporcionar ao segurado a participação em um clube de vantagens, que garante ofertas e descontos em lojas de eletrônicos, cinemas e teatros, entre outros. A modalidade foi pensada para oferecer a qualidade dos seguros do MBM com vantagens adicionais. A Campanha de Vendas vai presentear os corretores que venderem o novo seguro (CVRS) com uma viagem com acompanhante para Porto de Galinhas, em Pernambuco. A campanha tem vigência até o dia 03 de outubro de 2016. Os corretores foram recepcionados pela gerente da Filial, Isabel Cristina Dias Honório.

Instituto Brasileiro de Direito do Seguro lança três livros simultaneamente

635873821517718970351055939_Stack-of-books-great-education

O Instituto Brasileiro de Direito do Seguro (IBDS) e a Editora Roncarati lançam simultaneamente na próxima quarta-feira (13), a partir das 18h30, na Livraria da Vila da Alameda Lorena, três obras que traçam panoramas aprofundados sobre a legislação do setor de Seguros no Brasil. Um dos livros — “Anais do 1º Congresso Internacional de Direito do Seguro” — traz as análises e debates ocorridos durante o evento promovido pelo Conselho da Justiça Federal e pelo Superior Tribunal de Justiça em 2014. Outro livro que será lançado no evento do dia 13 é o “Contrato de seguro de acordo com o Código Civil brasileiro”, de autoria de Ernesto Tzirulnik, Flávio Queiroz e Ayrton Pimentel. A terceira obra é “Seguro de riscos de engenharia: instrumento do desenvolvimento”, de Ernesto Tzirulnik. Os livros visualizados abaixo – serão vendidos na noite de autógrafos e posteriormente estarão disponíveis no site da editora Roncarati.

Delegacias da Região Sul e Fronteira Oeste do Sincor-RS promovem palestra

globalbusiness

Os delegados do Sincor-RS na Zona Sul e Fronteira Oeste/Uruguaiana, Emilio Nunes Neto e Celso Folle, convidam os colegas para a palestra de Kátia Manangão com o tema: Planejamento estratégico e comunicação integrada para corretoras de seguros. Será nos dias 12 de abril em Pelotas e 13 de abril em Livramento. A palestrante vai detalhar as principais referenciais do planejamento estratégico para estruturar ou reorganizar negócios no mercado segurador; as etapas e a dinâmica do processo; quais públicos envolver. Como construir cenários, definir posicionamento e traçar diretrizes que nortearão as atividades da empresa.

*Com informações de G1, Estadão, MBM, Editora Roncarati e Sincor-RS

Lojacorr defende corretagem empreendedora 1089

Lojacorr defende rede de corretores empreendedores

Convenção Nacional da empresa reúne mais de 1.200 participantes em Curitiba

O CEO da Rede Lojacorr, Diogo Arndt Silva.

A inovação e maneiras de entender o novo consumidor tem sido temas fortemente debatidos no mercado de seguros nos últimos anos. Essa também é uma preocupação constante da Rede Lojacorr, conforme ficou evidenciado na cerimônia de abertura da sua 6ª Convenção Anual, que ocorre 21 e 22 de março em Curitiba (PR) e reúne 1.200 participantes entre corretores de seguros e parceiros.

Desde a última convenção, que aconteceu em 2017, a Lojacorr cresceu quatro vezes mais, segundo o CEO Diogo Arndt Silva. “É tempo de transformação e a Lojacorr supera diariamente as nossas expectativas”, destacou. “Nosso objetivo no início era alcançar 100 corretores em Curitiba e região e hoje temos mais de 1.100 corretores em 21 Estados e em 51 unidades espalhadas pelo Brasil”, detalhou.

De acordo ele, a missão dos corretores de seguros de levar proteção ao brasileiro é nobre. “A transformação não está na tecnologia, está nas pessoas, em suas atitudes, e o nosso maior papel como líderes de mercado é encorajar as pessoas a experimentarem, a verem novas formas de consumo”, comentou. Enxergar a figura do corretor de seguros como empreendedor seria fundamental para essa prática. “A maior parte dos projetos e das pessoas não fracassam, elas desistem. E a persistência tem que estar imbuído nos nossos objetivos”, disse.

Em 2017, a empresa que Diogo preside reuniu uma equipe multidisciplinar para realinhar seu planejamento estratégico tendo em vista que se transformou em uma rede de empreendedores. “Quando percebemos que somos novos líderes e empreendedores, pensamos em como criaríamos um ecossistema de soluções para auxiliar cada vez mais a distribuição de seguros através dos corretores”, explicou.

O momento reforça a crença de grandes líderes de mercado de que somente os corretores podem levar efetivamente as melhores proteções aos clientes. “Por intermédio de relações humanas, seremos capazes de levar proteção à parcela da sociedade que ainda não tem acesso, pois muito mais do que vender apólices, queremos proteger as pessoas”, comentou. Valores como transparência seriam fundamentais. “Sabemos que ainda existe um caminho muito grande a percorrer, mas seguimos caminhando, buscando inovar e crentes nos nossos valores, como transparência, que gera colaboração e, com ela, inovação”, afirmou.

A primeira palestra da Convenção ficou a cargo do administrador Max Gehringer.

Para o administrador Max Gehringer, que comandou a primeira palestra da Convenção, a grande profissão até o século XIX era a de agricultor, do século XX empregado e a do século XXI é empreendedor. “O que nós fazemos em nossa carreira é continuar correndo atrás do que vai nos diferenciar e vejo aqui uma plateia de empreendedores”, disse. “O que precisa para ser empreendedor, primeiramente, é não tomar a decisão de ser empreendedor pelo motivo errado, um bom motivo é enxergar uma oportunidade e um futuro”, defendeu.

Neste sentido, empresas como a Lojacorr estão a frente, uma vez que busca inovar sem perder a essência humana. “Não dá para conseguir confiança através da tecnologia, nós olhamos no olho de outra pessoa e conversamos com ela pessoalmente”, alertou. “O empreendedor brasileiro é um teimoso, pois a lei e a burocracia não ajudam, e mesmo assim ele não só insiste, como persiste com as suas ideias”, frisou.

6ª Convenção Nacional Lojacorr – Imagens do primeiro dia

Como declarar o Seguro DPVAT no Imposto de Renda 305

Como declarar o Seguro DPVAT no Imposto de Renda

Indenizações possuem o benefício de isenção de rendimento

O ano começou com tudo. As férias, o verão e o carnaval ficaram para trás e chegou a hora de fazer a Declaração Anual do Importo de Renda. Muitas são as dúvidas nesse momento, mas primeiramente é preciso entender que todo valor recebido como compensação por alguma perda também precisa ser declarado, de acordo com a Seguradora Líder, que administra o consórcio do Seguro DPVAT.

Nesse sentido, além do DPVAT, entram indenizações oriundas de sinistros cobertos por uma apólice de seguro ou até mesmo proventos de ações judiciais, por exemplo. No caso do Seguro DPVAT existe o benefício de isenção de rendimento, ou seja, não é necessário pagar nenhum imposto sobre o ganho. Como o próprio nome diz, a informação deve ser incluída na linha 26 (Outros) na parte de “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis” do Imposto de Renda, de acordo com o que determina o Decreto nº 3.000/1999 e na Instrução Normativa RFB Nº 1.500/2014, Art. 11.

Também entram nesse requisito itens como o rendimento da caderneta de poupança, indenização de seguro por roubo e seguro-desemprego. Em caso de morte, a indenização paga pelo DPVAT é de R$ 13,5 mil. O mesmo valor também pode ser pago em caso de invalidez permanente e o reembolso de despesas médico-hospitalares, o DAMS, pode chegar a R$ 2,7 mil.

XP Seguradora chega ao mercado com produtos de alta performance e gestão ativa 756

XP Seguradora chega ao mercado com produtos de alta performance e gestão ativa

Com foco inicial nos fundos de previdência privada, iniciativa visa estimular a concorrência no setor

Depois de ajudar na recente revolução do mercado de investimentos no país, o Grupo XP agora se prepara para inovar a forma como os brasileiros planejam a sua aposentadoria. Com o objetivo de oferecer as melhores opções em previdência privada, a XP Seguradora chega ao mercado para oferecer produtos próprios de alta performance e com gestão ativa. Neste primeiro momento serão lançados cerca de vinte e cinco fundos com planos PGBL e VGBL para clientes pessoa física, alocados nas mais diversas estratégias que vão desde renda fixa aos mandatos multimercados, geridos pelas principais gestoras independentes do país. O objetivo é criar uma grade de produtos previdenciários que, sob a ótica de alocação, atendam os clientes em função do seu momento de vida e apetite de risco.

“A discussão em torno da reforma da previdência tem provocado um fenômeno interessante: a autoanálise dos brasileiros em relação à aposentadoria. Esse movimento é importante porque indica um amadurecimento financeiro por parte da população”, avalia Roberto Teixeira, Sócio responsável pela XP Seguradora. “Queremos oferecer veículos inéditos no mercado para clientes que já não aceitam mais investir em fundos previdenciários que cobram taxas elevadas e entregam baixa performance”, afirma Teixeira.

A iniciativa visa ainda estimular a competição dentro do segmento, com a distribuição dos produtos da XP Seguradora e de outras seguradoras na plataforma aberta de previdência privada da XP Corretora de Seguros, pioneira na zeragem da taxa de carregamento dos planos na entrada e na saída. No médio prazo, os produtos originados pela XP Seguradora também deverão ser oferecidos por outras plataformas e corretores de seguros. Além disso, a empresa espera ampliar a sua atuação nesse mercado, contemplando outras classes de produtos além de previdência privada.

“Inovar na oferta de produtos e serviços é parte da estratégia do Grupo XP, uma vez que a concentração bancária em previdência privada é ainda muito alta. Trabalhamos com o conceito de curadoria para oferecer uma grade de fundos completa, composta por produtos relevantes e alinhados à expectativa de nossos clientes”, acrescenta.

A meta da XP Seguradora é oferecer aos clientes do Grupo XP os melhores fundos de Previdência Privada do mercado, permeados por soluções inovadoras em um mercado tradicionalmente analógico.

Segurança foi o grande tema do primeiro almoço mercado segurador gaúcho em 2019 312

Segurança foi o grande tema do primeiro almoço mercado segurador gaúcho em 2019

Encontro foi realizado nesta quinta-feira, em Porto Alegre (RS)

As similaridades entre a segurança pública e o mercado de seguros, no que tange a proteção de vida e patrimônio, dão ênfase à importância de alinhamento entre o Governo do Rio Grande do Sul e o Sindicato das Seguradoras do Estado (Sindseg/RS). Neste sentido, o primeiro almoço das seguradoras de 2019 recebeu Marcelo Gomes Frota, secretário adjunto da pasta, para representar o vice-governador e secretário de segurança, Randolfo Vieira Junior. Tudo aconteceu na quinta-feira, no Clube do Comércio, na Capital gaúcha.

Frota destacou a segurança como prioridade do governo de Eduardo Leite. “A ação reflete em outros setores. Sem investimentos em segurança pública não existe a garantia e confiabilidade necessárias para o setor privado investir”, explicou. “O ciclo da economia fica vinculado à isso e os demais setores são prejudicados no Estado”, comentou o secretário adjunto.

O almoço do Sindseg/RS é promovido há mais de 70 anos e trata-se de uma das tradições mais marcantes do mercado gaúcho de seguros.

Confira todas as imagens – Almoço do Mercado Segurador Gaúcho:

Confraria Feminina de Seguros realiza primeiro encontro, em Porto Alegre 553

Confraria Feminina de Seguros realiza primeiro encontro, em Porto Alegre

Grupo surgiu com propósito de união, fortalecimento e desenvolvimento da mulher no mercado

“Todas essas mulheres estão aqui por que quiseram. Estão por conta própria por que querem crescer, querem se fortalecer e querem algo a mais, querem mais espaço. Esse é o objetivo do grupo”, disse a executiva Estela de Moura Rey, durante o 1º Encontro da Confraria Feminina de Seguros. Tudo aconteceu nesta quarta-feira, no Restaurante Casa do Marquês, em Porto Alegre (RS).

A ideia surgiu com o intuito de fortalecer a representatividade feminina no setor de seguros. O grupo nasceu de uma conversa entre Estela e Marilze Benvenuti, há aproximadamente 3 anos. Fundada em novembro de 2018, a confraria conta com mais de 162 mulheres.

“Fomos maturando até chegar na formulação desse evento. O propósito do grupo é união, fortalecimento e desenvolvimento da mulher dentro do mercado de seguros por conta da troca de informação. Temos um grupo que fomenta a troca de informações, onde elas se ajudam, indicam e formam novos negócios em prol do desenvolvimento do mercado. Essa é a importância do grupo. Estamos nos fortalecendo para desenvolver o mercado”, explica Estela Rey.

“Existem pessoas aqui que estão começando e corretoras que estão atuando há mais de 37 anos. Essas mulheres não tem restrição alguma para ajudar a outra. Elas não tem medo de concorrência”, completa.

Confraria Feminina de Seguros – Imagens do Encontro: