Relator dá parecer favorável a processo de impeachment de Dilma 525

Esta e outras manchetes do dia no Giro do Mercado

Relator dá parecer favorável a processo de impeachment de Dilma

dilma-capa

O relator da comissão especial do impeachment da Câmara dos Deputados, Jovair Arantes (PTB-GO), apresentou nesta quarta-feira (6) parecer favorável à abertura do processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff. A leitura do parecer, de 128 páginas, levou quase cinco horas e terminou às 20h44. Concluída a leitura, deputados favoráveis ao afastamento de Dilma levantaram cartazes com os dizeres “Impeachment já” enquanto parlamentares contrários portavam cartazes com a inscrição “Impeachment sem crime é golpe”. Os parlamentares pró-impeachment cantaram o Hino Nacional enquanto os governistas gritavam: “Golpistas, golpistas!”.

Bradesco pode fechar acordo com a Swiss Re

school-of-business_0

A Bradesco Seguros está em negociações exclusivas e avançadas com a Swiss Re para uma joint venture na área de grandes riscos, segundo apurou o Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado. Detalhes ainda estão sendo discutidos, mas já estaria definido que o controle (60%) da empresa, conforme fontes, ficará com a sócia suíça e os outros 40% com a seguradora do Bradesco.

O valor do negócio teria ficado entre R$ 500 milhões e R$ 600 milhões. O pagamento se dará em troca de ações por ativos. No fim, a Bradesco Seguros, que entrará com os ativos, ficará com 40% da Swiss Re Corporate Solutions. A expectativa, de acordo com as mesmas fontes, é que o anúncio deva acontecer até em maio. Já há, inclusive, um contrato de memorando assinado. Com valor estimado em cerca de R$ 800 milhões, o ativo, que é cobiçado há anos pelo setor, foi ofertado a outras multinacionais, como as japonesas Tokio Marine e Yasuda Marítima, as alemãs HDI e Munich Re e a norte-americana AIG. Procuradas pela reportagem, a Bradesco Seguros e a Swiss Re não comentaram.

MBM realiza encontro de corretores no Paraná

reunião-de-negocios

O MBM Seguro de Pessoas promoveu um encontro com corretores na manhã de 04 de abril, na filial Paraná. O evento reuniu os profissionais para um café da manhã e uma conversa para apresentar o novo seguro CVRS – Clube Vida MBM e a Campanha de Vendas. Com abrangência nacional, o produto tem o diferencial de proporcionar ao segurado a participação em um clube de vantagens, que garante ofertas e descontos em lojas de eletrônicos, cinemas e teatros, entre outros. A modalidade foi pensada para oferecer a qualidade dos seguros do MBM com vantagens adicionais. A Campanha de Vendas vai presentear os corretores que venderem o novo seguro (CVRS) com uma viagem com acompanhante para Porto de Galinhas, em Pernambuco. A campanha tem vigência até o dia 03 de outubro de 2016. Os corretores foram recepcionados pela gerente da Filial, Isabel Cristina Dias Honório.

Instituto Brasileiro de Direito do Seguro lança três livros simultaneamente

635873821517718970351055939_Stack-of-books-great-education

O Instituto Brasileiro de Direito do Seguro (IBDS) e a Editora Roncarati lançam simultaneamente na próxima quarta-feira (13), a partir das 18h30, na Livraria da Vila da Alameda Lorena, três obras que traçam panoramas aprofundados sobre a legislação do setor de Seguros no Brasil. Um dos livros — “Anais do 1º Congresso Internacional de Direito do Seguro” — traz as análises e debates ocorridos durante o evento promovido pelo Conselho da Justiça Federal e pelo Superior Tribunal de Justiça em 2014. Outro livro que será lançado no evento do dia 13 é o “Contrato de seguro de acordo com o Código Civil brasileiro”, de autoria de Ernesto Tzirulnik, Flávio Queiroz e Ayrton Pimentel. A terceira obra é “Seguro de riscos de engenharia: instrumento do desenvolvimento”, de Ernesto Tzirulnik. Os livros visualizados abaixo – serão vendidos na noite de autógrafos e posteriormente estarão disponíveis no site da editora Roncarati.

Delegacias da Região Sul e Fronteira Oeste do Sincor-RS promovem palestra

globalbusiness

Os delegados do Sincor-RS na Zona Sul e Fronteira Oeste/Uruguaiana, Emilio Nunes Neto e Celso Folle, convidam os colegas para a palestra de Kátia Manangão com o tema: Planejamento estratégico e comunicação integrada para corretoras de seguros. Será nos dias 12 de abril em Pelotas e 13 de abril em Livramento. A palestrante vai detalhar as principais referenciais do planejamento estratégico para estruturar ou reorganizar negócios no mercado segurador; as etapas e a dinâmica do processo; quais públicos envolver. Como construir cenários, definir posicionamento e traçar diretrizes que nortearão as atividades da empresa.

*Com informações de G1, Estadão, MBM, Editora Roncarati e Sincor-RS

Seguros Sura integra time campeão do Troféu JRS 2019 931

Seguros Sura integra time campeão do Troféu JRS 2019

Companhia participa da grande noite do seguro, em 25 de outubro

No dia 25 de outubro de 2019 uma noite especial consagra mais um ano de muito trabalho, esforço e dedicação de operadores, executivos, corretores e entidades representativas e prestadores de serviço do setor de seguros. Mais de 1 mil pessoas participam da grande festa, onde além de muita descontração, networking e até mesmo negócios, são reconhecidos os nomes de destaque do mercado nacional no ano vigente.

Quem não poderia ficar de fora é a Seguros Sura. A companhia chegou ao Brasil em 2016, como parte do processo de expansão da companhia que está presente em 9 países da América Latina. Aliando bem-estar, competitividade e sustentabilidade, a seguradora faz forte gestão de tendências e riscos, o que permite ampliar visibilidade dos negócios e aproveitar novas oportunidades de negócios.

A Seguros Sura, que agora integra o time campeão de patrocinadores da 17ª edição do Troféu JRS, atua com foco nos Seguros de Bens Pessoais, Pessoas, Transportes, Frotas de Automóveis, Seguros para PMEs (Vida em Grupo, Empresarial, RC e Frotas), além do Seguro Residencial, Mobilidade e para Automóveis. A empresa emprega diretamente 300 colaboradores em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Campinas, Ribeirão Preto, Sorocaba, Vitória, Salvador e Goiânia, que atendem todo o território nacional

Saiba todos os detalhes do Troféu JRS 2019 no hotsite especial.

Troféu JRS acontecerá na Casa Vetro, em Porto Alegre (RS) 13445

Troféu JRS acontecerá na Casa Vetro, em Porto Alegre (RS)

Encontro acontece no dia 25 de outubro

O tão esperado 25 de outubro está cada dia mais próximo e o Troféu JRS também está de casa nova. A Casa Vetro receberá os ilustres convidados do mercado segurador em uma edição totalmente especial do evento.

A décima sétima edição do Troféu JRS segue sua premissa de valorizar empresas, profissionais e entidades que são referência para o mercado nacional de seguros. “Este ano foi uma vontade nossa transformar a cara do evento, trazer um ambiente completo e planejado para atender com a mesma receptividade de sempre nossos parceiros e amigos. A Casa Vetro tornará a noite do dia 25 ainda mais especial, com a premiação dos grandes destaques e uma gastronomia especial”, destaca a diretora do JRS, Ana Carvalho.

A cerimônia começa a partir das 20h30min e acontece na Av. Veríssimo de Amaral, nº 110 – Jardim Europa – Porto Alegre / RS.

MAPFRE tem novas lideranças em quatro regiões 2559

MAPFRE tem novas lideranças em quatro regiões

Alternância nas lideranças faz parte da estratégia de mobilidade dos executivos da companhia

A MAPFRE anuncia quatro mudanças em seu quadro de diretores territoriais. A alternância nas lideranças faz parte da estratégia de mobilidade dos executivos da companhia e visa contribuir com o crescimento profissional dos colaboradores, bem como promover trocas de experiências que contribuam para resultados cada vez mais sustentáveis.

Com a aposentadoria de Sandorva Cosmo da Silva, que comandava a territorial de Ribeirão Preto (SP) e atuava na MAPFRE há 31 anos, Marcos Antônio da Silva Ferreira assume a regional do interior paulista. Anteriormente, Ferreira estava à frente dos negócios no Rio de Janeiro.

A Diretoria Territorial carioca passa a ser liderada por Waldemir Couto Fiorio Júnior, que está na companhia desde 2001 e ocupava o mesmo cargo no estado de São Paulo. Em seu lugar, assume Sandro Pinto de Moraes, antes diretor no Rio Grande do Sul.

Os gaúchos recebem Guilherme Bini, promovido a diretor Territorial. Ele possui 20 anos de experiência no mercado segurador, 13 deles dedicados à MAPFRE, onde iniciou sua trajetória como assessor comercial. Antes da recente promoção, Bini era gerente da Sucursal de Curitiba (PR).

Coriolano: Os momentos virtuosos que aguardam o mercado de seguros e o combate à proteção paralela 450

Coriolano: Os momentos virtuosos que aguardam o mercado de seguros e o combate à proteção paralela

Presidente da CNseg, participa do painel “Os caminhos para a retomada do crescimento e a reforma da Previdência”, no 21º Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros

Conceitos como desburocratização, desregulamentação, enxugamento e eficiência do Estado são mantras que, se materializados, poderão colocar o mercado segurador no protagonismo da recuperação econômica.

A mensagem acima foi transmitida pelo presidente da Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), Marcio Coriolano, em prognóstico apresentado, na sexta-feira (11), no painel “Os caminhos para a retomada do crescimento e a reforma da Previdência”, do 21º Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros, realizado na Bahia.

Ele lembrou que o novo ciclo de investimentos em infraestrutura no Brasil, a democratização do sistema financeiro, as novas fronteiras tecnológicas, a criação de um novo ambiente de negócios mais em linha com os padrões de economias liberais criam as precondições para alavancar o desenvolvimento e, em consequência, novos negócios para o mercado segurador.

Coriolano destacou o fato de a equipe econômica, em vez de apostar em uma “bala de prata”, como já ocorreu no passado, vem adotando medidas que historicamente o País precisava. Como exemplos, citou o ajuste fiscal e “a manutenção obsessiva dos fundamentos econômicos, ancorados em boas políticas fiscal, monetária e cambial, entre as ações do cordão sanitário criado que reúne as melhores práticas”.

O presidente da CNseg fez questão de lembrar um assunto no mercado que não está restrito e nem ficará restrita à Susep, mas que permeará todo o Executivo, o Legislativo e o Judiciário, que é o mercado paralelo oferecendo proteção. “A questão é muito grave. Não se trata de concorrência e de que é preciso que o nosso mercado formal de seguros se ajuste a preços. Essa concorrência não está se fazendo com base em cálculos técnicos, nem de margens nem de carregamentos, mas está se fazendo pela ausência absoluta de recolhimento de impostos aos cofres públicos, entre outras práticas danosas”, assinalou. Concluindo esse ponto, pediu que a Susep coordene, no Executivo, os instrumentos de combate ao mercado paralelo.

Em sua fala, Marcio Coriolano elogiou o papel relevante do corretor de seguros e deixou claro que sem esses profissionais – ao lado da adesão voluntária da sociedade brasileira aos diversos planos de seguros – não seria possível ao mercado manter sua resiliência durante os piores anos da crise ou do baixo crescimento, alcançando taxas sempre melhores que a do PIB, nem atingido os R$ 1,3 trilhão em ativos garantidores.

O painel contou também com a participação da superintendente da Susep, Solange Vieira. Ela ressaltou que independentemente de gostarmos ou não, o mundo está mudando muito rapidamente e nós precisamos também mudar nessa direção, utilizando a tecnologia como aliada. “No futuro, não existirá mais setor de vendas se o produto não estiver no celular e precisamos estar preparados para esse novo processo produtivo que se coloca”, afirmou. E para acelerar esse processo, disse que a apólice eletrônica e os seguros temporários e intermitentes serão importantes aliados.

Identificando o Estado como o maior segurador do Brasil, visto ser o fornecedor do seguro saúde (por meio do SUS), do seguro desemprego, do seguro de acidente de trabalho e de previdência, entre outros, afirmou que está na hora de se começar a incentivar o setor privado a suprir esses seguros. “O governo só deve estar onde o setor privado não consegue estar ou onde precisa estar por questões sociais”.

A superintendente da Susep identifica espaço para que a penetração do seguro chegue a dobrar em nosso País. E, para justificar, lembrou que, apesar de o PIB per capta brasileiro ser seis vezes menor que o dos Estados Unidos, o prêmio per capta é 12 vezes menor e um trabalho de educação securitária junto à população poderia muito contribuir para esse crescimento.

O secretário Especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, afirmou que, este ano, o Brasil alcançará um déficit em seu sistema previdenciário beirando R$ 300 bilhões e que há um nexo causal entre a reforma da Previdência e o crescimento econômico. E “quando há crescimento econômico, há crescimento de empregos, de renda e de negócios e o negócio do seguro se integra perfeitamente neste ambiente”, disse.

O secretário apresentou uma série de ações, além da reforma da Previdência, visando reduzir esse déficit e, assim, trazer benefícios à população e, sobretudo, aos mais pobres.

No debate, o presidente da FenaPrevi, Jorge Nasser, afirmou que a reforma da Previdência propiciará a diminuição da dívida pública e a retomada dos investimentos estrangeiros, destravando o crescimento do País. Entretanto, ele acredita que um dos maiores benefícios dessa discussão seja fazer a população entender que o Governo não opera milagres, como a falta de cultura sobre educação financeira leva a crer.

Afirmando que a reforma em curso é a possível, disse acreditar que será o primeiro grande passo para a transformação do sistema como um todo e para que seja retomada a crença dos brasileiros em nosso País.

Dirigindo-se aos corretores de seguro, afirmou que estes devem continuar acreditando na evolução do mercado segurador e na importante e indiscutível missão que têm de proteger.

Falando de tecnologia, Nasser defendeu que os processos digitais melhorarão os processos e o atendimento, gerando mais fluidez e conveniência. Entretanto, disse ele, continuaremos fundamentalmente analógicos na figura do corretor de seguros e seu contato indispensável com os clientes. “Enquanto houver o contato humano, continuaremos a precisar do corretor de seguros”, concluiu.

Também estiveram presentes no painel o presidente da Fenacor, Armando Vergílio; o presidente Sincor-Bahia, Wanderson Nascimento; o representante do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, Rogério Carvalho; o deputado federal, Lucas Vergílio; presidente da Escola Nacional de Negócios, Robert Bittar.

Grupo MBM participa do 21º Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros 491

Grupo MBM participa do 21º Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros

Encontro aconteceu entre 10 e 12 de outubro, na Bahia

O Grupo MBM esteve presente na 21ª edição do Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros, realizado nos dias 10, 11 e 12 de outubro de 2019, na Costa do Sauípe na Bahia.

Representando o MBM, estiveram presentes no evento o diretor comercial, Luiz Eduardo Dilli Gonçalves, o superintendente comercial, Alexsander Kaufmann, acompanhados da equipe comercial do Nordeste, Abenor Nogueira Junior da Filial Ceará, Antônio Daniel Mota da Filial Bahia e Rodrigo de Brito Rabelo da Filial Pernambuco.

“Este evento é o maior do setor de seguros do Brasil e, como nas edições anteriores, foram discutidos os principais assuntos de interesse dos corretores de seguros e do mercado. Sua programação foi rica em atividades das mais variadas, promovendo atualização e networking para todos seus participantes”, comenta Dilli.

Grupo MBM participa do 21º Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros
Grupo MBM participa do 21º Congresso Brasileiro dos Corretores de Seguros

O evento

O 21º Congresso Brasileiro de Corretores de Seguros aconteceu paralelamente ao 5º Congresso Brasileiro de Saúde Suplementar e a 20ª ExpoSeg – Feira de Negócios.

Esta edição teve um novo formato, mais exclusivo, visando uma experiência completa, conciliando atividades técnicas e de lazer para o congressista e toda a família.