Posse da nova diretoria do Sindseg-RS ocorre dia 14 624

Informe-se sobre as principais notícias do dia no #GirodoMercado desta segunda-feira, 11 de abril

Posse da nova diretoria do Sindseg-RS ocorre dia 14

GuacirBueno

A posse da diretoria eleita em fevereiro do Sindicato das Seguradoras do rio Grande do Sul (Sindseg-RS) acontece na próxima quinta-feira (14) em coquetel comemorativo no Instituto Ling, às 20h. A ocasião também marca o início da gestão de Guacir Bueno a frente do Sindicato. Bueno afirma que a ideia é dar sequência ao trabalho que vinha sendo feito nas últimas gestões. Nascido em Porto Alegre no dia 30 de novembro 1955, no hospital São Francisco, Guacir formou-se no Curso de Formação de Oficiais da Brigada Militar em 1976 e em Administração de Empresas pela PUCRS, em 1988. Foi Tenente Coronel da Brigada até 1997 e, em 2000, fundou a Associação de Servidores da Área de Segurança Portadores de Deficiência no Rio Grande do Sul (Asasepode), a qual preside até hoje. Em 2008 iniciou na MBM Seguro de Pessoas, onde hoje é presidente do conselho de administração. Também é vice-presidente do Clube Farrapos e conselheiro fiscal do Secraso-RS.

Sincor-SP divulga programação do XVII Conec

XVIIConec

O Sindicato dos Corretores de Seguros no Estado de São Paulo definiu a programação do XVII Conec, que acontece de 6 a 8 de outubro, no Palácio das Convenções do Anhembi, em São Paulo. Em sintonia com o tema do evento, “Aprender, Empreender e Ser Corretor: o caminho seguro da distribuição”, o Palácio das Convenções do Anhembi contará com três auditórios: Aprender, Empreender e Ser Corretor, nos quais serão apresentados palestras e fóruns voltados à discussão de questões relevantes ao setor de seguros e ao aprimoramento profissional da categoria. Em paralelo ao evento, acontecerá a Exposeg, a feira de negócios que reúne as principais seguradoras e empresas relacionadas ao ramo. No local, os corretores de seguros poderão ter acesso direto às companhias, estabelecendo relacionamento com os executivos do mercado, além de tomar conhecimento de novos produtos e serviços. Através do site do Sincor-SP é possível ter acesso à programação completa das palestras, debates, sorteios e shows, além dos demais conteúdos relacionados ao evento. A programação prevê também uma série de atividades e palestras para o público feminino. Para encerrar o encontro, em alto astral, além do tradicional jantar, está programado um show com o cantor Michel Teló. O valor para o Congresso será reajustado a partir do dia 15/04, por isso, o Sincor-SP alerta os corretores a fazerem as inscrições até a data.

Susep explica situação atual do Seguro Dpem

23012012feriasIG098

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) vem trabalhando junto ao mercado supervisionado e ao Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) na tentativa de retomar com a maior brevidade possível a oferta do Seguro DPEM. No entanto, desde 31 de março deste ano, este seguro deixou de ser ofertado, apesar da edição da Circular nº 530, que alterou os valores da tarifação, tornando mais condizente com a realidade dessa operação, tendo como objetivo viabilizar a comercialização do seguro. Além da Circular, foi editada também a Medida Provisória 719, de 29 de março de 2016, que trouxe várias melhorias à Lei nº 8.374, de 1991, que dispõe sobre o Seguro DPEM, como a criação de fundo especial para cobertura de vítimas de embarcações inadimplentes e não identificadas, a ser gerido pela Agência Brasileira Gestora de Garantias e Fundos Garantidores (ABGF). A Medida Provisória também torna sem efeito a exigência de apresentação do Seguro DPEM no ato da inscrição das embarcações, bem como em eventuais vistoriais e inspeções por parte da Marinha do Brasil, quando não houver, no mercado, sociedade seguradora que ofereça o seguro. Com relação as indenizações às vítimas das embarcações que possuam o Seguro DPEM vigente, serão realizadas normalmente pela seguradora que subscreveu os riscos. Quanto às vítimas de embarcações não identificadas, ou que não possuam o Seguro DPEM, não haverá neste momento nenhum tipo de indenização.

Confira a programação do XXVI Congresso da Copaprose

congresso-copaprose11-04-2016_11-45-05

Está tudo pronto para o XXVI Congresso Panamericano de Produtores de Seguros da Copaprose Brasil 2016, que a Fenacor e a Copaprose irão promover nos dias 20, 21 e 22 de abril, no Windsor Hotel Atlântica, Avenida Atlântica, 1.020 – Copacabana, Rio de Janeiro. A comissão organizadora já aprovou, inclusive, a programação do evento,que está disponível neste link. O Congresso Panamericano de Produtores de Seguros terá como tema central “Para onde caminha o Seguro na América Latina?”. O evento se propõe a promover uma reflexão sobre as perspectivas do mercado de seguros e, particularmente, dos produtores, intermediários e corretores de seguros, nos próximos anos, diante de um cenário econômico instável e de profundas mudanças na sociedade. Esse debate tem como base o papel que cabe aos intermediários, produtores e corretores de seguros no processo de extensão de uma ampla rede de proteção securitária, que ampare e resguarde a vida, a saúde e o patrimônio das pessoas, a continuidade das empresas e as grandes obras, públicas e privadas. Durante o evento, será possível trocar experiências com profissionais da América Latina, Portugal e Espanha, além do indispensável network. A inscrição pode ser feita no site.

BrasilCap distribui mais de R$ 28 milhões em março

cofreporco

A Brasilcap, empresa líder do mercado de capitalização, distribuiu, no mês de março de 2016, R$ 28,6 milhões em prêmios para 2.222 títulos de todo o Brasil. Os estados em que o Ourocap mais realizou sonhos e projetos de vida dos seus clientes foram São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, nesta ordem. E o mês de abril já começou muito bem para os clientes Ourocap. No sorteio de 2 de abril, 472 clientes foram contemplados com títulos Ourocap 20 Anos, Ourocap Torcida Brasil, Ourocap Torcida e Parcela Premiável, que somaram R$ 4,5 milhões em prêmios. Destaque para a premiação de R$ 200 mil do Ourocap Torcida Brasil, que saiu para um cliente da agência BB Presidente Vargas, no Centro do Rio de Janeiro. No sorteio ainda saíram 15 prêmios de R$ 100 mil e nove de R$ 50 mil para clientes com Ourocap, distribuídos por todas as regiões do país. Também foram contemplados cinco clientes que possuem o produto Parcela Premiável, comercializado nas agências BV Financeira do Grupo Votorantim. Eles ganharam, cada um, R$ 74 mil, R$ 63 mil, R$ 53 mil, R$ 42 mil e R$ 35 mil. De janeiro a março de 2016, a Brasilcap já distribuiu mais de R$ 74 milhões em prêmios para cerca 7,7 mil títulos pelo Brasil, mantendo os excelentes resultados do mesmo período de 2015. Desde 1995, ano em que o produto começou a ser comercializado, o título de capitalização já distribuiu aproximadamente R$ 1,67 bilhão para 546,3 mil clientes.

*Com informações de Sincor-SP, Susep, Fenacor e assessorias de imprensa das empresas citadas.

SindSeg/RS recebe parceiros no Acampamento Farroupilha 1115

Piquete Portal do Rio Grande reuniu operadores

O Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul (SindSeg/RS) preparou uma noite especial na terça-feira, 10. Parceiros e amigos da entidade foram recebidos no Piquete Portal do Rio Grande, no Acampamento Farroupilha em Porto Alegre.

Tradicionalmente, o maior evento alusivo à cultura tradicionalista gaúcha, que comemora a Revolução Farroupilha, reúne os operadores do mercado segurador nesta época do ano. “A nossa diretoria deliberou de este ano fazer esse encontro aqui no lugar mais genuíno da preservação das tradições culturais dos gaúchos, pois consideramos importante esse momento para acolhermos todos nossos parceiros que interagem com nosso Sindicato e que fazem acontecer o seguro aqui no nosso Estado”, destaca o presidente do SindSeg/RS, Guacir Bueno.

Ourocap oferece benefícios exclusivos na Semana do Brasil 312

Ourocap oferece benefícios exclusivos na Semana do Brasil

Entre os dias 6 e 15 de setembro, compra de títulos Ourocap dará direito a bônus para uso com transporte, combustível, telefonia e lazer

A Semana do Brasil – evento criado para estimular a economia e aquecer as vendas – oferece boas oportunidades para o setor de capitalização. O período entre os dias 6 e 15 de setembro traz um estímulo a mais para quem quer planejar as finanças, com chance de conquistar a independência financeira por meio de premiação nos sorteios. Que o digam os clientes da Brasilcap, empresa de capitalização da BB Seguros. Eles terão benefícios exclusivos na aquisição do Ourocap.

A regra é simples. Na compra de um plano mensal do Ourocap PM 48 a partir de R$ 100 através do App BB, terminais de autoatendimento ou site do BB, os clientes receberão um voucher que estará disponível em ambiente criado especialmente para a Promoção Semana do Brasil BB Seguros, no portal da Livelo (www.livelo.com.br).

Cada título ou soma por CPF de R$ 100 a R$ 300 mensais, dará direito a vouchers de R$ 50 a R$ 150 que poderão ser utilizados com combustível, transporte por aplicativo, recarga de celular ou ingressos de cinema. Serão contemplados os primeiros 10 mil títulos contratados, respeitando-se o limite de três vouchers por CPF.

“A promoção criada para a Semana do Brasil traz a marca da versatilidade do Ourocap e contribui para estimular a economia nacional. Além do incentivo à programação financeira para a realização de planos e objetivos de vida, o cliente terá benefícios inéditos com transporte, telefonia, combustível e lazer, lembrando ainda a possibilidade de ganhos com os sorteios”, afirma o diretor Comercial da Brasilcap, Euzivaldo Vivi Reis.

Susep visualiza transformações do mercado brasileiro de seguros 618

Susep visualiza transformações do mercado brasileiro de seguros

Conseguro 2019 aconteceu entre os dias 4 e 5 de setembro

Tecnologia, crescimento, inclusão social e disrupção. É assim que a Superintendência de Seguros Privados (Susep) vê o futuro do mercado segurador. “Essa base vai nos dar um grande impulso. E é isso que o setor precisa buscar”, afirmou Solange Vieira em sua palestra “Brasil – Já começa a dar certo”, durante a Conseguro, que aconteceu em Brasília, entre os dias 4 e 5 de setembro.

Em TI, a Susep designou uma diretoria para enfatizar a importância do tema. “Todos nós estamos correndo para nós adaptar. A Susep, como todo órgão do governo tem limitações, mas estamos avançando. A apólice eletrônica é a tônica”, disse.  A inclusão social, segundo ela, é uma meta inclusive que beneficia muito o governo. Segundo ela, no Brasil, a participação do seguro público é maior do que o privado. “Temos de rever isso, trazendo para a iniciativa privada proteções como o seguro desemprego e também parte dos que procuram o SUS por estarem sem acesso a saúde suplementar”.

Ela afirmou que não basta a Susep lançar o desafio de pensar em com os produtos privados, como o seguro desemprego e saúde, podem ser mais eficiente do que no governo. ”Só que não adianta a Susep fazer a provocação, regulamentar, como fizemos com a circular que permite peças genuínas no conserto de automóveis para baratear o seguro, e o setor ficar temoroso de ofertar produtos. O governo está disposto a encolher, mais para isso o setor tem de estar disposto a crescer e correr riscos. E isso vale também para o seguro de crédito e exportação, uma pauta importante do ministério da Economia”, acrescentou.

Solange tem como lema a transparência. “Estamos trabalhando duro para isso. Queremos mais coberturas e concorrência, com qualidade no atendimento e novos produtos”, enfatizou. Desde que chegou na Susep, no início do ano, ela já assinou três decretos e criou quatro diretorias. “Estamos avançando, como mostra a ultima normativa que aprova os seguros intermitentes. Ninguém tem dúvidas de que o setor é um dos principais investidores institucionais do pais, com reservas de R$ 1 trilhão. Seguro é um instrumento importante. Se não funcionamos, o setor público se sobrecarrega. De modo a desonerar o estado e buscar um maior bem estar social com isso”, ressalta.

Ainda buscando entender o funcionamento do mercado segurador do Brasil, comparando-o com o mundo, Solange disse ter duas certezas: há muito potencial para o setor crescer e é preciso trabalhar melhor a educação da população sobre risco.  No tema concorrência, a Susep tem buscado incentivar as seguradoras a elevar a qualidade dos serviços prestados e redução dos preços praticados. Ela apresentou um estudo comparando o Brasil com o mundo em taxas de administração e de corretagem. “Estamos muito acima do que vemos no mundo e precisamos melhorar esses dois indicadores”.

Solange citou duas ações de transparência que visam melhorar a concorrência. A primeira foi divulgar um ranking de fundos previdenciários, com as taxas cobradas pelas companhias, e que já está disponível no portal da autarquia. O outro, sobre reclamações de clientes contra seguradoras, deve ser publicado em 30 dias.

Ele ressaltou a importância das empresas agirem dentro de práticas em conformidade com a regulamentação. “As que agirem com condutas inadequadas precisam ser excluídas para não contaminarem todo o mercado”, finalizou.

Susep regulamenta seguro intermitente 531

Susep regulamenta seguro intermitente

Nova modalidade permite ao mercado de seguros oferecer produtos com cobertura por prazo definido

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) publicou, na última quinta-feira (29), a regulamentação que permite às seguradoras lançarem no mercado os produtos com prazo específico de vigência ou com período intermitente. As novas normas eram aguardadas com expectativa, uma vez que o mercado poderá agora apresentar aos consumidores produtos similares àqueles que estão disponíveis em países desenvolvidos, como os Estados Unidos. O novo mercado de seguro intermitente e as opções que devem ser oferecidas pelas empresas, a partir das normas instituídas pela Circular nº 592 da Susep, vai ser um dos temas da Conseguro, o evento mais esperado do mercado de seguros do país, que ocorre em Brasília, na semana que vem, entre nos dias 04 e 05 de setembro.

Essa nova categoria de seguro intermitente ou por prazo definido inclui, por exemplo, seguro de vida, de objetos rastreáveis e de imóveis. O produto funciona assim: no caso de celular, o seguro pode ser cobrado somente pelo período em que o usuário estiver em local público. No de residência, quando o proprietário alugar o apartamento ou a casa por temporada. Já o de vida, para quando o contratante estiver em viagens. Muitos brasileiros já experimentaram algumas dessas modalidades, como o seguro viagem no exterior.

O seguro intermitente é, normalmente, oferecido pela internet e contratado com menos burocracia. Sem a regulamentação, o seguro não podia ser comercializado no Brasil. Atualmente, o setor de seguros possui R$ 1,3 trilhão de ativos financeiros e, em 2018, sua receita foi superior a R$ 445 bilhões, equivalente a 6,5% do PIB nacional.

O especialista em seguros e membro do Comitê para América Latina da Society of Actuaries (SOA), Ronald Poon Affat, explica que, apesar das principais companhias de tecnologia já estarem instaladas no Brasil, havia a necessidade dessa regulamentação que, por ser mais flexível e personalizada, ajudará a atrair consumidores oferecendo produtos mais baratos. “A nova regulamentação vai facilitar a entrada de insurtechs (startups especializadas em seguros) estrangeiras para provocar uma mudança profunda no mercado tradicional” prevê Affat. O especialista é um dos palestrantes da Conseguro 2019.

Há demanda para o seguro intermitente, segundo estatísticas

Segundo dados do Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro, entre janeiro e julho de 2019, cerca de 27 mil pessoas tiverem celulares roubados ou furtados (10,8% a mais do que o mesmo período em 2018 ou 24,3 mil roubos e furtos). Desse total, 12,4% concentrou-se na Região Metropolitana. Já 701 residências foram roubadas este ano.

Serviço: Conseguro 2019 – As Novas Fronteiras do Desenvolvimento
Data: 4 e 5 de setembro
Horário: 8h (Credenciamento) | 9h às 18h30 (Conseguro 2019)
Local: Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB)
Endereço: St. de Clubes Esportivos Sul Trecho 2 Conjunto 63, Lote 50 – Asa Sul, Brasília

Diversas cidades de SP recebem o Dia do Bem Seguro 633

Diversas cidades de SP recebem o Dia do Bem Seguro

Ação social é impulsionada pelo Sindicato dos Corretores (Sincor-SP)

Para reafirmar o papel do corretor de seguros como agente do bem-estar social, o Sindicato de Empresários e Profissionais Autônomos da Corretagem e da Distribuição de Seguros do Estado de São Paulo (Sincor-SP) organiza o Dia do Bem Seguro em diversas cidades do Estado de São Paulo entre os meses de agosto e setembro.

As regionais organizam almoço ou jantar com o objetivo de arrecadar fundos para instituições beneficentes. A ação também utiliza recursos do Passaporte do Bem, realizado durante a 18ª edição do Conec, que aconteceu em setembro do ano passado. É possível acompanhar o calendário de ações no portal do Sincor-SP.

“Em outros anos aconteceram doações de padarias completas, cobertores, cestas básicas, entre outros itens de necessidade. Neste ano, promovemos os eventos e entregamos o dinheiro arrecadado à uma instituição da cidade. Com estas e outras ações, seguimos divulgando a importância da categoria e do setor de seguros, reforçando o papel do corretor como agente do bem-estar social, que trabalha pela coletividade”, ressalta o presidente do Sincor-SP, Alexandre Camillo.