Posse da nova diretoria do Sindseg-RS ocorre dia 14 231

Informe-se sobre as principais notícias do dia no #GirodoMercado desta segunda-feira, 11 de abril

Posse da nova diretoria do Sindseg-RS ocorre dia 14

GuacirBueno

A posse da diretoria eleita em fevereiro do Sindicato das Seguradoras do rio Grande do Sul (Sindseg-RS) acontece na próxima quinta-feira (14) em coquetel comemorativo no Instituto Ling, às 20h. A ocasião também marca o início da gestão de Guacir Bueno a frente do Sindicato. Bueno afirma que a ideia é dar sequência ao trabalho que vinha sendo feito nas últimas gestões. Nascido em Porto Alegre no dia 30 de novembro 1955, no hospital São Francisco, Guacir formou-se no Curso de Formação de Oficiais da Brigada Militar em 1976 e em Administração de Empresas pela PUCRS, em 1988. Foi Tenente Coronel da Brigada até 1997 e, em 2000, fundou a Associação de Servidores da Área de Segurança Portadores de Deficiência no Rio Grande do Sul (Asasepode), a qual preside até hoje. Em 2008 iniciou na MBM Seguro de Pessoas, onde hoje é presidente do conselho de administração. Também é vice-presidente do Clube Farrapos e conselheiro fiscal do Secraso-RS.

Sincor-SP divulga programação do XVII Conec

XVIIConec

O Sindicato dos Corretores de Seguros no Estado de São Paulo definiu a programação do XVII Conec, que acontece de 6 a 8 de outubro, no Palácio das Convenções do Anhembi, em São Paulo. Em sintonia com o tema do evento, “Aprender, Empreender e Ser Corretor: o caminho seguro da distribuição”, o Palácio das Convenções do Anhembi contará com três auditórios: Aprender, Empreender e Ser Corretor, nos quais serão apresentados palestras e fóruns voltados à discussão de questões relevantes ao setor de seguros e ao aprimoramento profissional da categoria. Em paralelo ao evento, acontecerá a Exposeg, a feira de negócios que reúne as principais seguradoras e empresas relacionadas ao ramo. No local, os corretores de seguros poderão ter acesso direto às companhias, estabelecendo relacionamento com os executivos do mercado, além de tomar conhecimento de novos produtos e serviços. Através do site do Sincor-SP é possível ter acesso à programação completa das palestras, debates, sorteios e shows, além dos demais conteúdos relacionados ao evento. A programação prevê também uma série de atividades e palestras para o público feminino. Para encerrar o encontro, em alto astral, além do tradicional jantar, está programado um show com o cantor Michel Teló. O valor para o Congresso será reajustado a partir do dia 15/04, por isso, o Sincor-SP alerta os corretores a fazerem as inscrições até a data.

Susep explica situação atual do Seguro Dpem

23012012feriasIG098

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) vem trabalhando junto ao mercado supervisionado e ao Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) na tentativa de retomar com a maior brevidade possível a oferta do Seguro DPEM. No entanto, desde 31 de março deste ano, este seguro deixou de ser ofertado, apesar da edição da Circular nº 530, que alterou os valores da tarifação, tornando mais condizente com a realidade dessa operação, tendo como objetivo viabilizar a comercialização do seguro. Além da Circular, foi editada também a Medida Provisória 719, de 29 de março de 2016, que trouxe várias melhorias à Lei nº 8.374, de 1991, que dispõe sobre o Seguro DPEM, como a criação de fundo especial para cobertura de vítimas de embarcações inadimplentes e não identificadas, a ser gerido pela Agência Brasileira Gestora de Garantias e Fundos Garantidores (ABGF). A Medida Provisória também torna sem efeito a exigência de apresentação do Seguro DPEM no ato da inscrição das embarcações, bem como em eventuais vistoriais e inspeções por parte da Marinha do Brasil, quando não houver, no mercado, sociedade seguradora que ofereça o seguro. Com relação as indenizações às vítimas das embarcações que possuam o Seguro DPEM vigente, serão realizadas normalmente pela seguradora que subscreveu os riscos. Quanto às vítimas de embarcações não identificadas, ou que não possuam o Seguro DPEM, não haverá neste momento nenhum tipo de indenização.

Confira a programação do XXVI Congresso da Copaprose

congresso-copaprose11-04-2016_11-45-05

Está tudo pronto para o XXVI Congresso Panamericano de Produtores de Seguros da Copaprose Brasil 2016, que a Fenacor e a Copaprose irão promover nos dias 20, 21 e 22 de abril, no Windsor Hotel Atlântica, Avenida Atlântica, 1.020 – Copacabana, Rio de Janeiro. A comissão organizadora já aprovou, inclusive, a programação do evento,que está disponível neste link. O Congresso Panamericano de Produtores de Seguros terá como tema central “Para onde caminha o Seguro na América Latina?”. O evento se propõe a promover uma reflexão sobre as perspectivas do mercado de seguros e, particularmente, dos produtores, intermediários e corretores de seguros, nos próximos anos, diante de um cenário econômico instável e de profundas mudanças na sociedade. Esse debate tem como base o papel que cabe aos intermediários, produtores e corretores de seguros no processo de extensão de uma ampla rede de proteção securitária, que ampare e resguarde a vida, a saúde e o patrimônio das pessoas, a continuidade das empresas e as grandes obras, públicas e privadas. Durante o evento, será possível trocar experiências com profissionais da América Latina, Portugal e Espanha, além do indispensável network. A inscrição pode ser feita no site.

BrasilCap distribui mais de R$ 28 milhões em março

cofreporco

A Brasilcap, empresa líder do mercado de capitalização, distribuiu, no mês de março de 2016, R$ 28,6 milhões em prêmios para 2.222 títulos de todo o Brasil. Os estados em que o Ourocap mais realizou sonhos e projetos de vida dos seus clientes foram São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, nesta ordem. E o mês de abril já começou muito bem para os clientes Ourocap. No sorteio de 2 de abril, 472 clientes foram contemplados com títulos Ourocap 20 Anos, Ourocap Torcida Brasil, Ourocap Torcida e Parcela Premiável, que somaram R$ 4,5 milhões em prêmios. Destaque para a premiação de R$ 200 mil do Ourocap Torcida Brasil, que saiu para um cliente da agência BB Presidente Vargas, no Centro do Rio de Janeiro. No sorteio ainda saíram 15 prêmios de R$ 100 mil e nove de R$ 50 mil para clientes com Ourocap, distribuídos por todas as regiões do país. Também foram contemplados cinco clientes que possuem o produto Parcela Premiável, comercializado nas agências BV Financeira do Grupo Votorantim. Eles ganharam, cada um, R$ 74 mil, R$ 63 mil, R$ 53 mil, R$ 42 mil e R$ 35 mil. De janeiro a março de 2016, a Brasilcap já distribuiu mais de R$ 74 milhões em prêmios para cerca 7,7 mil títulos pelo Brasil, mantendo os excelentes resultados do mesmo período de 2015. Desde 1995, ano em que o produto começou a ser comercializado, o título de capitalização já distribuiu aproximadamente R$ 1,67 bilhão para 546,3 mil clientes.

*Com informações de Sincor-SP, Susep, Fenacor e assessorias de imprensa das empresas citadas.

Rede Lojacorr conta com delegação de 130 profissionais de seguros no 18º Conec 896

Divulgação

Foi a segunda participação da maior rede de Corretoras de Seguros no maior evento de seguros da América Latina

A Rede Lojacorr, maior rede de Corretoras de Seguros do Brasil, participou pela segunda vez com estande no Congresso dos Corretores de Seguros (Conec), o maior evento do setor de seguros na América Latina. O evento foi uma iniciativa do Sindicato dos Corretores de Seguros de São Paulo (Sincor-SP), e busca promover relacionamentos comerciais e aperfeiçoamento técnico dos especialistas responsáveis pela distribuição de seguros no Brasil.

Realizado a cada dois anos, a 18ª edição do congresso aconteceu de 27 a 29 de setembro, no Expo Transamerica, em São Paulo, reunindo cerca de 10 mil profissionais neste que foi “O maior Conec de todos os tempos”, segundo a divulgação. Na edição anterior, o evento reuniu 6.600, no Anhembi, e para crescer, foi transferido para espaço muito maior, possibilitando acomodar o público recorde de 10 mil pessoas.

Deste público, 130 profissionais de seguros eram representantes da Rede Lojacorr. Literalmente vestindo a camisa da Rede, por toda a parte podia-se avistar a equipe com a camisa bordô. “Uma onda bordô invadiu o 18º Conec”, comenta Diogo Arndt Silva, presidente da Rede Lojacorr. A empresa contou ainda com estande personalizado, que utilizou o conceito institucional, com foco no fortalecimento da marca. O estande recebeu centenas de corretores de seguros e parceiros seguradores todos os dias.

Membros da diretoria puderam conversar com os participantes, trocar experiências, prospectar e contar a história da Rede Lojacorr de 22 anos de dedicação ao mercado de seguros. Durante o evento também foi entregue a 24ª edição da revista Corretora do Futuro. Além da realização da cobertura do evento em vídeo, com a divulgação diária dos melhores momentos.

Diogo Arndt da Silva, presidente da Rede Lojacorr, parabeniza a organização do evento. “É surpreendente o comprometimento e dedicação da diretoria do Sincor-SP que supera o evento a cada edição. Conseguiram não só atingir a ousada meta de reunir 10 mil pessoas no Conec, mas, principalmente, mantiveram a qualidade e cuidado em cada detalhe para todo este público. Foi muito gratificante para a Rede Lojacorr participar mais uma vez deste evento, e neste ano, ter levado uma grande delegação de 130 profissionais de seguros”.

O presidente do Sincor-SP, Boris Ber, declarou ser uma grande satisfação receber mais uma vez no Conec a Rede Lojacorr. “O Conec é reconhecido no setor por unir qualificação e relacionamento, imprescindíveis para o desenvolvimento não apenas dos corretores de seguros, como de todos os profissionais da indústria. Há um tempo deixamos de usar o nome Congresso Estadual dos Corretores de Seguros e mantivemos somente a sigla Conec, pois se tornou o evento do setor de seguros de todo o Brasil, assim como a Rede Lojacorr, que nasceu no Sul mas hoje abrange todo o País”, afirma o presidente do Sincor-SP, Boris Ber. “Sem dúvidas o Conec é uma ótima oportunidade para os executivos da Rede Lojacorr apresentarem seu modelo de negócios a corretores de seguros de todos os portes e localidades”.

Sancor Seguros dá autonomia ao segurado 791

Sancor Seguros no 18º Conec

Novidades foram apresentadas na 18ª edição do Conec

Já imaginou agilizar o sinistro dos seus clientes, e liberar o carro reserva na hora? Isso é possível graças a solução que a Sancor Seguros traz para seus segurados. Essa é uma das novidades que a companhia apresentou durante a 18ª edição do Congresso de Corretores de Seguros (Conec).

“Estamos sempre procurando trazer soluções que ajudem no dia a dia dos nossos segurados, e o Token de Regulação de Sinistros, é uma dessas soluções”, explica o diretor geral da companhia, Leandro Poretti. Ele afirma que até o lançamento deste novo produto o segurado, quando tinha um sinistro com seu veículo precisava aguardar a vistoria presencial.

Agora já no momento do ocorrido ele faz contato com a Sancor Seguros, e receberá, por SMS, um link para que ele mesmo faça a sua vistoria. “É muito fácil, é só seguir os passos indicados na tela, e já é liberado o carro reserva”, esclarece Poretti.

Outro segmento que também dispõe desta tecnologia é o de seguros residenciais. Em caso de quebra, ou pane elétrica, é só entrar em contato com a Central de Atendimento. “É fácil, ágil, prático e principalmente personalizado. Economizamos tempo e trazemos rapidez nas respostas. Afinal quem bate o carro, ou ainda sofre alguma avaria em sua residência já está vulnerável demais e o que menos quer é preocupar-se com burocracia”, finaliza o Diretor Geral.

Para receber seus parceiros a Sancor Seguros preparou um lounge e um stand especial dentro da estrutura do evento. Nestes espaços os participantes puderam recarregar seus celulares e também tiveram acesso aos materiais sobre os produtos da companhia, além de interagir com a marca e concorrer a prêmios e brindes durante os três dias do evento.

Setor de seguros quer mais espaço junto ao poder público 964

Representantes de entidades do setor defenderam a pauta durante painel do Conec

A política e o setor de seguros foram pauta de um dos painéis mais marcantes do 18º Conec, em São Paulo. “Estamos vivendo um momento muito importante da nossa história e democracia e ter um segmento dessa importância discutindo o seu futuro mostra que estamos avançando”, destacou o jornalista Ricardo Boechat, que mediou a conversa com outros representantes de entidades do seguro.

O presidente licenciado do Sindicato dos Corretores de Seguros de São Paulo (Sincor-SP), Alexandre Camillo, ressaltou a importância de se ter mais representantes do mercado de seguros nos cargos públicos para que os mesmos defendam as pautas inerentes ao setor que beneficiam a sociedade no fim das contas. O presidente da Escola Nacional de Seguros e da Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor), Robert Bittar, acrescentou ao raciocínio o que ele chama de educação securitária: “Falamos tanto em educar a população sobre, mas precisamos na verdade educar nossos políticos sobre essa indústria. Temos 350 projetos de lei versando o tema seguros e cerca de 99% são inócuos”.

O setor de seguros conta com 460 bilhões de reais que são arrecadados para proteger renda, futuro e saúde do brasileiro. “É o maior investidor institucional que o Brasil tem, maior formador de poupança e a importância que é dada pelos poderes da República é desproporcional a importância que o seguro tem para a sociedade”, defendeu o presidente da Confederação Nacional de Seguros (CNseg), Marcio Coriolano. “Temos que exigir que o setor de seguros passe a ocupar o centro das políticas públicas do país, que os projetos que interessem a nação através do setor segurador sejam vistos pelos três poderes”, complementou.

O superintendente da Superintendência da Seguros de Privados (Susep), Joaquim Mendanha, no entanto, disse que concorda em partes que o mercado tenha que ter mais espaço junto ao Governo. “Concordo em parte porque precisa haver também uma presença maior do setor ao Governo, ele tem que ser mostrado. O atual Governo tem dado bastante atenção ao setor e o caminho é a interlocução e diálogo”, afirmou. Para ele, o corretor tem um grande desafio com as características de consumo do novo consumidor. “Ele precisa cada vez mais acesso a produtos diferentes, através de ferramentas de acessibilidade e não se pode querer transferir tudo para o poder público e esperar todas as soluções dele, a iniciativa privada tem agilidade e conhece bem o seu produto”, comentou.

Sob a perspectiva do presidente do Sindicato das Seguradoras de São Paulo (SindSeg-SP), há três pontos que impactam o futuro e que devem ser observados com atenção: a longevidade, os novos riscos e a era digital. “Imaginem vocês esse impacto no seguro saúde e na previdência social, a longevidade vai nos levar a ter um planejamento muito importante e é preciso ver tudo isso com as políticas públicas”, exemplificou.

Administração profissional e empreendedora ditam nova fase do mercado de seguros 971

Evento recebe dez mil participantes em São Paulo

Já na abertura da 18a edição do Congresso dos Corretores de Seguros (Conec) nesta quinta-feira (27), representantes do mercado de seguros deixaram evidente que o segmento não só está atento às transformações, como também está preparado para elas. “A entidade segue apostando na administração profissional e no empreendedorismo, somos referência entre as entidades sindicais do país”, afirmou o presidente em exercício do Sindicato dos Corretores de Seguros de São Paulo, promotor do evento, Boris Ber.

Em 2018 o Conec recebe mais de dez mil participantes de todo o território nacional no Transamerica Expo Center, em São Paulo, e conta com a participação de seguradoras, empresas de assistência e entidades do setor. “Os corretores de seguros de todo o Brasil tornam este evento o que é, pois o Conec é um congresso de todos”, destacou. “Vivemos um mundo de mudanças que o Sincor SP enxerga como oportunidades, o que nos faz pensar em planejamento e, por isso, encaramos o desafio de fazer o maior evento de todos os tempos”, acrescentou ao lembrar que, este ano, a participação foi ampliada aos funcionários das corretoras de seguros.

Para a vice-presidente, Simone Martins, o Sincor SP tem sido uma grande plataforma de soluções para todos os corretores. “Me sinto extremamente orgulhosa de poder representar as mulheres empreendedoras e profissionais num segmento que antes tinha uma configuração diferente”, complementou. 

O seguro só é efetivo quando o elo entre seguradores, corretores de seguros e clientes segurados é forte. O presidente do Sindicato das Seguradoras de São Paulo, Mauro Batista, confia que o trabalho que as duas entidades trilham coincide com um momento de grande entusiasmo para o futuro. “De todas as relações de negócio o cliente é o alvo principal e ele precisa ser protegido, nós queremos segurados felizes e o corretor é o elo fundamental dessa instituição que caminha com otimismo”, comentou. “Qualquer desejo de mudança só temos esperança que ela seja benéfica e temos que refletir o que temos feito da nossa vida profissional e cidadã diariamente”, concordou o presidente da Escola Nacional de Seguros e da Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor), Robert Bittar.

Marcio Coriolano, por sua vez, pontuou que o reconhecimento da contribuição do setor de seguros é desproporcionalmente menor que a sua importância. “Seguradoras, corretores e profissionais do segmento tem a tarefa comum de colocar a atividade de seguros no centro das políticas públicas”, crê o presidente da Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg). “O que o órgão regulador quer é que o mercado cresça e mais pessoas possam ter proteção de forma tranquila e os corretores tem papel fundamental nisso”, complementou o superintendente da Superintendência de Superintendência de Seguros Privados (Susep), Joaquim Mendanha. 

Além disso, na oportunidade, Alexandre Camillo, o vereador do Estado Police Neto e a diretoria executiva do Sincor SP marcaram presença na cerimônia de abertura. A feira de seguros (Exposeg) também teve sua abertura nesta quinta, com espaço para networking entre corretores e companhias no mesmo espaço.

A expectativa agora é para a sexta-feira (28), com palestras que abordarão o papel do mercado de seguros na construção do futuro, tendências, carros do futuro, acidentes, políticas e o panorama para um Brasil melhor. Diversos representantes e líderes de companhias participarão dos painéis, além do jornalista Ricardo Boechat e do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luis Roberto Barroso, que estão previstos para as palestras da parte da tarde.

18º Conec – Primeiro dia em imagens:

Transformações da indústria automobilística alertam seguradores e corretores 1558

Tema foi abordado em painel do Conec

“Há uma transformação acontecendo no seguro de automóvel que segue as transformações do mercado automobilístico”, afirmou o vice-presidente técnico da HDI Seguros, Fabio Leme. A declaração foi feita durante o painel ‘O Carro do Futuro e o Mercado de Seguros’ durante o 18º Conec.

A transformação da mobilidade transcende posições geográficas e, por isso, a importância de pensar diferente e estar sempre se reinventando atinge os dois setores de forma conjunta. “A Toyota se define como uma companhia de mobilidade e muitos perguntam porque segurar um carro autônomo se teoricamente ele não se envolveria em acidentes, mas não é bem assim, é preciso segurar as pessoas diante de uma possível falha”, disse o vice-presidente executivo da Toyota no Brasil, Miguel Fonseca.

Uma vez que os padrões de consumo e costume estão se alterando, a tendência é que a frota de seminovos continue caindo. Isso fará com que, consequentemente, seguradores e corretores enfrentem a saída de muitos clientes da carteira de automóveis. “Deve acontecer em dois ou três anos”, crê Leme. Como solução para este fenômeno, as seguradoras já estão desenvolvendo produtos simplificados. “Os corretores de seguros precisam nos ajudar a vender esses seguros, pois já aprendemos que não se vende da mesma forma que o produto tradicional”, defende.

A Porto Seguro é líder no segmento de seguro automotivo no Brasil. “Nós enxergamos essas mudanças, mas acredito que ainda há um tempo para que tudo isso de carro do futuro ocorra, se é que acontecerá da forma que pensamos”, confia o diretor geral da companhia, Rivaldo Leite. “Mesmo que a frota diminua, há uma oportunidade imensa para os corretores de seguros, que estão cada vez mais procurando outros negócios que no passado faziam menos ou nem fazia”, analisa.

Por outro lado, o CEO da Minuto Seguros, Marcelo Blay, percebeu que a humanização faz diferença significativa até mesmo em projetos que são voltados para o digital, como é o caso de sua empresa. “Quando começamos a nossa operação, percebemos que no fim o que fez a grande diferença foi o lado humano, através do contato que é feito, a simpatia e toda essa parte, que são o que de fato fecham o negócio”, analisa.

O mercado está sendo preparado para o uso de novas ferramentas e tecnologias para preparar novos produtos. Atenta às questões mobilidade, a HDI lançou recentemente um seguro residencial que conta com cobertura para roubo e furto de bicicleta. “O que entendemos na companhia é que não podemos nos conformar e precisamos desenvolver produtos que atendam de uma forma ou de outra as novas características do consumidor”, reforçou Fabio Leme.

18º Conec – Segundo dia em imagens: