Inscrições para o Circuito da Longevidade Bradesco Seguros em Porto Alegre (RS) estão abertas 727

Circuito da Longevidade

Confira as principais notícias do dia no #GirodoMercado desta quinta-feira, 14 de abril

Inscrições para o Circuito da Longevidade Bradesco Seguros em Porto Alegre (RS) estão abertas

CircuitodaLongevidadeBradescoSegurosPOA

No dia 1º de maio, Porto Alegre receberá etapa do Circuito da Longevidade Bradesco Seguros 2016. São 6k de corrida, com largada às 8h, e 3k de caminhada, com largada prevista para as 9h, no Parque Marinha do Brasil. As inscrições vão até o dia 27 de abril, com valores de R$ 10,00 para caminhada de todas as faixas etárias e R$ 20,00 para corrida para até 49 anos (sendo, acima dessa idade, R$ 10). Os kits serão entregues no próprio parque no sábado (30), das 9h até as 17h. Inscreva-se neste link.

4º Seminário Direitos & Deveres do Consumidor de Seguros

4seminariodireitosedeveres20162

Representantes de seguradoras, poder Judiciário e órgãos de defesa dos consumidores reúnem-se em 29 de abril, em Porto Alegre, no 4º Seminário Direitos & Deveres do Consumidor de Seguros, realizado pelo Instituto Nacional de Educação do Consumidor e do Cidadão (INEC), com apoio da CNseg. O evento, que acontecerá na Plenária Mercosul da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), debaterá temas como a judicialização da Saúde Suplementar e a sustentabilidade do sistema, a capitalização e o direito do consumidor, as novidades regulatórias do seguro viagem e o recentemente aprovado seguro popular de automóveis, entre outros. A abertura do evento terá a participação do diretor geral Executivo da CNseg, Marco Barros e a palestra de abertura será ministrada pelo Diretor de Pesquisas e Projetos do IDP e professor de Direito do Consumidor, Ricardo Morishita. Já a presidente da FenaSaúde, Solange Beatriz Palheiro Mendes, participará do painel sobre Saúde Suplementar. Os interessados em participar do Seminário, que tem as inscrições gratuitas, podem contactar os organizadores pelo telefone: (51) 3465.9086 ou pelo e-mail: circulacao@consumidorteste.com.br. As vagas são limitadas. A programação completa pode ser conferida neste link.

GBOEX é destaque no Prêmio Segurador Brasil

O presidente da Entidade, Ilton Roberto de Oliveira Brum, também será homenageado na categoria 'Executivo Destaque'.
O presidente da Entidade, Ilton Roberto de Oliveira Brum, também será homenageado na categoria ‘Empreendedor Brasil’.

No dia de hoje (14), o GBOEX receberá em São Paulo, o prêmio Segurador Brasil na categoria Entidades Abertas de Previdência Complementar Sem Fins Lucrativos, como ‘Destaque do Mercado’, pela sua representatividade no segmento. Na ocasião, o diretor presidente do GBOEX, Ilton Roberto de Oliveira Brum, também será homenageado com o troféu ‘Empreendedor Brasil’, por sua importante trajetória profissional no setor. O evento, que ocorrerá em sua 13ª edição, reúne importantes executivos do mercado de seguros brasileiro. Os premiados são resultado de uma análise realizada a partir do desempenho das empresas e profissionais do mercado de seguros. Confira aqui a programação completa.

Vergilio e Bittar participam de evento da ASSAL

Robert Bittar, da Escola Nacional de Seguros.
Robert Bittar, presidente da Escola Nacional de Seguros.

Os presidentes da Fenacor, Armando Vergilio, e da Escola Nacional de Seguros, Robert Bittar, irão participar da XVII Conferência sobre Regulação e Supervisão de Seguros na América Latina IAIS-ASSAL, que será realizada no Rio de Janeiro, entre os dias 18 e 20 de abril. O evento vai discutir as principais tendências da regulação do mercado na região e temas como resseguro e intermediação. Armando Vergilio estará no painel que discutirá o tema “Regulação e Supervisão de Intermediários”, no dia 20 de abril, às 09 horas. Já Robert Bittar, que também é vice-presidente da Fenacor, será um dos participantes do painel “Conduta do Mercado”, no mesmo dia, às 16h30min.

Lei do Desmonte: mais dois eventos em maio

autopecas

As capitais de Tocantins (Palmas) e de Goiás (Goiãnia) receberão o seminário “Lei do Desmonte, Acidentologia e Vitimação no Trânsito” nos dias 10 e 12 de maio, respectivamente. A inscrição, gratuita, será aberta nos próximos dias. Serão mais duas oportunidades para os profissionais locais debateram a importância da Lei do Desmonte no processo de regulamentação do seguro popular de veículos, da qual é a principal base de sustentação. Os seminários serão promovidos pela Fenacor com o apoio Escola Nacional de Seguros, Fenseg, Sincor-TO e Sincor-GO, Seguradora Líder e Observatório do Trânsito. Autor do projeto que resultou nessa lei, quando exercia mandato de deputado federal por Goiás, o presidente da Fenacor, Armando Vergilio, aponta, entre outros benefícios, a esperada redução da violência no trânsito, especialmente no que se refere aos latrocínios e roubos e furtos de veículos. “A cada ano, são roubados mais de 500 mil veículos no Brasil. Menos de 60% são recuperados. A grande maioria vai para as oficinas irregulares de desmanches”, diz Vergílio. Nesses seminários serão discutidas a formulação, a estruturação e a aplicabilidade da Lei do Desmonte, além de questões como os custos para a sociedade em decorrência dos acidentes viários e como prevenir e mitigar essas perdas.

*Com informações de CNseg e Fenacor.

Setor de seguros cresce dois dígitos pelo segundo mês consecutivo 1170

Setor de seguros cresce dois dígitos pelo segundo mês consecutivo

Setor movimenta R$ 174,8 bilhões (sem Saúde e DPVAT) de janeiro a agosto

No ano até agosto, o setor segurador repetiu um crescimento na casa de dois dígitos pela segunda vez seguida. A taxa avançou 11,5%, atingindo R$ 174,8 bilhões (sem Saúde e sem DPVAT) nos oito primeiros meses do ano, comparando-se ao acumulado de janeiro a agosto de 2018.

“Com esse resultado, o crescimento da arrecadação setorial – sem DPVAT e sem Saúde – já se encontra praticamente na média entre a projeção pessimista e a otimista para o ano de 2019 (5,3% a 8,7%)”, assinala Marcio Coriolano, presidente da CNseg, em editorial da nova Conjuntura CNseg.

A receita de agosto, de R$ 23,9 bilhões, caiu 6,2%* sobre a de julho (sem Saúde e DPVAT), mas registrou forte expansão de 13%, na comparação com agosto de 2018. Na média móvel dos últimos 12 meses encerrados em agosto, o setor de seguros avançou 6,9%, para R$ 258,9 bilhões.

Mais uma vez, a análise constata crescimento sem uniformidade entre as diversas carteiras de negócios, refletindo os efeitos do ciclo da economia e as preferências dos clientes. No acumulado de oito meses, o segmento de Cobertura de Pessoas cresceu 14,5%, com forte contribuição da expansão dos Planos de Acumulação VGBL e PGBL, de 15,2%, e dos Planos de Vida – Risco, de 15,6%. A evolução do segmento de Danos e Responsabilidades continua mais contida no ano: 5,4%. Neste segmento, o ramo Patrimonial, de significativa participação relativa, está entre os destaques, com crescimento de 12,8% no período. Outras contribuições de dois dígitos, pela ordem, foram dos ramos de Seguros Marítimos e Aeronáuticos, de Crédito e Garantias, de Responsabilidade Civil e o Seguro Rural. O segmento de Títulos de Capitalização subiu 11,5% na base de oito meses acumulados, permanecendo na casa de dois dígitos.

(*) Anualização: setembro/2018 a agosto/2019 sobre setembro/2017 a agosto/2018

Marcio Coriolano, da CNseg: há sinais positivos de reação do setor segurador 821

Marcio Coriolano é presidente da Confederação Nacional de Seguros Gerais (CNseg)

Presidente da CNseg participou da abertura do 21º Congresso Nacional dos Corretores

Caudatário dos fundamentos econômicos, o setor de seguros enfrenta uma conjuntura desafiadora, mas dá cada vez mais sinais positivos de reação. Essa foi a mensagem-chave apresentada pelo presidente da Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), Marcio Coriolano, em discurso na solenidade inaugural do 21º Congresso Nacional dos Corretores, aberto nesta quinta-feira (10) à noite – o evento encerra-se no sábado, na Bahia.

Marcio Coriolano assinalou que as reformas estruturais encaminhadas pelo Executivo e Legislativo são transformações inéditas e seus resultados tendem a se materializar a médio prazo para o setor. Ele disse que o equilíbrio fiscal e a sustentabilidade da economia, além da estabilidade política e solidez das instituições, são premissas importantes para criar um novo ambiente de negócios, não só para os seguros, como para todas as atividades produtivas.

O presidente da CNseg disse que o setor já pode comemorar alguns dos avanços da sociedade. “Refiro-me especialmente ao empenho geral para fazer avançar as reformas estruturais, das quais a trabalhista, a previdenciária e a tributária ganharam ênfase privilegiada, com grande impacto futuro sobre o sistema securitário privado. Nessa direção, temos planos, projetos e programas claros e aderentes à nova realidade”, lembrou.

Ele destacou medidas que estão recuperando o protagonismo da livre iniciativa, como a Lei 13.784, a da liberdade econômica, sem falar nas diretrizes e medidas das áreas econômica, agrícola e a de infraestrutura do governo, para desregulamentar, desburocratizar e incentivar o investimento privado.

Para ele, as iniciativas reformistas estão de acordo com o clamor de mudanças exigidas pela sociedade. “Todo esse ambiente de debates e iniciativas reformistas vão ao encontro das expectativas de mudanças. Aqui, no nosso setor, sabemos bem sobre o novo consumidor, as suas preferências e o seu inédito protagonismo. E temos sido ativos em nos ajustar ao novo momento e perspectivas do Brasil, algo que impõe mudanças de mentalidades, de modelos e de práticas de nossos negócios”, declarou.

Lembrando que o mercado acumula crescimento de 11,5% até agosto – dois dígitos só observado no antecedente de 2015 – ele chamou a atenção para a forte evolução de ramos de alcance social, como o de Vida Risco e o Residencial.

Concluindo, frisou que a harmonia entre as seguradoras e corretores é indispensável para assegurar a transformação sustentável do País “Mudando paradigmas, unindo competências, integrando funções, ajudaremos o nosso país a alcançar o seu melhor destino”.

GBOEX lança kit pós-venda digital para associados 622

GBOEX lança kit pós-venda digital para associados

Associado agora tem opção de receber documentos via e-mail

O GBOEX – Previdência e Seguro de Pessoas – acaba de lançar mais uma facilidade para os seus associados: o kit pós-venda digital. Agilidade e praticidade para os novos clientes e para os corretores de seguros parceiros. O associado tem agora a opção de receber todos os documentos do seu plano GBOEX por e-mail, como por exemplo, cartão do associado, certificado e carta pós-venda com as informações do plano contratado.

“O processo é automático. O novo associado contrata o serviço e logo recebe o material por e-mail. Mais fácil de consultar, além de ser uma prática mais sustentável”, explica a Superintendente de Marketing do GBOEX, Ana Maria Pinto. Importante ressaltar que esta modalidade é permitida para as formas de pagamento débito em conta e consignação.

Para o corretor, além de contar com as campanhas e ações de incentivo da empresa, quanto mais ágil for o processo das contratações, mais rápido ele tem acesso aos dados do sistema para a gestão da sua carteira e também contabiliza seus pontos nas campanhas, como a Desafio. “Nossos corretores são muito devotados à empresa e entregam o seu melhor. Temos orgulho desta parceria, por isso procuramos sempre facilitar e agilizar o seu trabalho”, comenta Ana Maria Pinto.

A empresa usa os recursos oferecidos pela tecnologia para simplificar o sistema, mas reforça continuamente a importância do atendimento personalizado de seus associados. “O GBOEX completou 106 anos este ano e está sempre aprimorando e modernizando seus processos, buscando muitas vantagens para o associado sem deixar de lado seus maiores diferenciais: a credibilidade de seus produtos e serviços e a excelência no atendimento ao associado e ao corretor”, salienta Ana Maria.

Para mais informações, entre em contato com a Unidade GBOEX mais próxima ou acesse este site.

CNseg lança glossário do seguro 1176

CNseg lança glossário do seguro

Iniciativa integra o Programa de Educação em Seguros, criado para disseminar o conhecimento e a consciência securitária

Um novo glossário do seguro, criado, desenvolvido e publicado pela Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), está disponível no portal da entidade, contribuindo para a ampliar a compreensão dos principais conceitos do setor e das características de seus produtos.

A iniciativa busca disseminar a cultura do seguro entre os mais variados públicos e é relevante em prol da educação em seguros, ação fundamental para empoderar o consumidor e qualificar suas escolhas. “O glossário enquadra-se entre as ações que estão sob o guarda-chuva do Programa de Educação em Seguros. São iniciativas que oferecem conteúdo para incrementar o conhecimento do consumidor, dos órgãos de defesa do consumidor e dos poderes executivo, legislativo e judiciário sobre o setor segurador”, assinala com entusiasmo o presidente da CNseg, Marcio Coriolano, ao chamar a atenção para a relevância do glossário.

A nova publicação digital objetiva contemplar todos os produtos ofertados pelos segmentos de seguros, como os de Danos e Responsabilidades, Coberturas de Pessoas, Saúde Suplementar e Capitalização. Disposto em seções, com amistosa construção gráfica, o glossário detalha as principais características de cada tipo de seguro, as suas coberturas principais e adicionais, os riscos excluídos, amplitude de capitais segurados, formas de contratação etc.

Ao mesmo tempo, a publicação responde às dúvidas mais frequentes dos consumidores, oferecendo um guia prático para auxiliar as suas escolhas. Até agora estão disponíveis sete capítulos, compreendendo os Seguros de Automóveis, Saúde Suplementar, Títulos de Capitalização, Garantia Estendida, Responsabilidade Civil, Transportes e Habitacional.

Bradesco Seguros celebra o Dia da Longevidade com eventos em São Paulo 957

Bradesco Seguros celebra o Dia da Longevidade com eventos em São Paulo

Diálogos da Longevidade e Truck da Longevidade levaram reflexões e dicas sobre como conquistar uma vida longa e saudável

Para celebrar o dia 1º de outubro, a Bradesco Seguros realizou dois eventos na cidade de São Paulo. No primeiro, uma edição especial dos Diálogos da Longevidade, reuniu dois especialistas para falar sobre como equilibrar a saúde da mente com a do corpo para viver mais e melhor: a Dra. Elisa Harumi Kozasa, pesquisadora do Instituto do Cérebro do Hospital Israelita Albert Einstein, e o nutricionista Daniel Cady, especialista em nutrição esportiva e funcional. Já o Truck da Longevidade, instalado na Praça Oswaldo Cruz, em São Paulo, ofereceu exames de saúde à população da cidade durante todo o dia.

Diálogos da Longevidade – O que dizem os especialistas

Uma provocação da Dra. Elisa deu início à discussão na 4ª edição dos Diálogos da Longevidade: “As pessoas estão vivendo, em média, 20 anos a mais do que há 50 anos. O que vamos fazer com esses 20 anos extras?”

Ela explicou que manter a saúde do cérebro é essencial e revelou os pilares para manter a mente saudável durante toda a vida. O primeiro é fazer exercícios, pois a atividade física aumenta o fluxo sanguíneo para o cérebro e o protege das demências”. A alimentação também tem um papel importante, especialmente a dieta mediterrânea, que privilegia o consumo de vegetais e gorduras saudáveis, como as das castanhas, do azeite de oliva e dos peixes.

Na lista também figuram itens como fazer avaliações constantes de saúde e estudar, ou seja, desafiar a mente com aprendizados novos, como matemática ou um idioma, para melhorar a atenção e a memória.

Por fim, Elisa recomenda fazer atividades junto a outras pessoas, pois estudos indicam que essa socialização reduz problemas com a memória, e dormir bem. Outras dicas como meditar e fazer yoga estão na lista de boas práticas que a Dra. recomenda. “São as escolhas que determinam a longevidade saudável”, concluiu.

Na sequência, o nutricionista Daniel Cady falou sobre os segredos das pessoas mais longevas do mundo. Ele apresentou à plateia as cinco cidades, em diferentes continentes, conhecidas como “zonas azuis”, onde as pessoas vivem mais do que a média global.

“Uma das coisas que esses povos têm em comum é uma alimentação com comida de verdade”, apontou o especialista. A maior parte dessas pessoas, aponta Cady, segue a mesma dieta mediterrânea que faz bem ao cérebro.

Segundo o nutricionista, uma alimentação balanceada é aquela em que 65% das calorias diárias vêm dos carboidratos, 20% são obtidas das gorduras e 15% das proteínas. Ele ressaltou também que o ideal é ter uma dieta em que 95% dos alimentos sejam de origem vegetal e 5% de origem animal.

Por fim, ele apresentou à plateia o conceito do “hara hachi bu”, ou seja, “coma até se sentir 80% satisfeito ou satisfeita” – uma boa reflexão sobre a saciedade.

Para ele, o importante não é cuidar do corpo para parecer bem aos outros e nas redes sociais. “Cuidar do corpo vai além disso: é estar bem para você e com você”, finalizou.

Truck da Saúde

Quem passou pela praça Oswaldo Cruz, em São Paulo, no dia 1º de outubro, pôde aproveitar para dar aquela verificada em como anda a saúde, no Truck da Longevidade, da Bradesco Seguros, onde foram oferecidas medições de glicemia, de pressão e bioimpedância durante todo o dia.

Quem passasse pelos exames ganhava também uma foto com o tema da ação e um laço rosa, marcando o início do mês de conscientização da prevenção e combate ao câncer de mama.

Entre as 328 pessoas atendidas, havia gente de todas as idades, preocupados com a saúde, interessados na foto ou curiosos para conhecer o tal exame da bioimpedância, que avalia a composição corporal, estimando a massa magra, massa muscular, gordura corporal e água, entre outros dados sobre o estado nutricional da pessoa.