Recorde de calor em abril movimenta QG do JRS no Litoral: confira o Giro do Mercado 250

As manchetes desta segunda-feira, dia 18 de abril de 2016

Recorde de calor em abril movimenta QG do JRS no Litoral

13041402_10209553657147750_8080275523728468907_o

O tempo seco e as altas temperaturas dominaram o final de semana no Rio Grande do Sul. Em Porto Alegre a temperatura se aproximou dos 36º. No Vale dos Sinos, o calor foi ainda maior e beirou os 37º. Clima favorável para que, mais uma vez, a integração tomasse conta do QG do Grupo JRS Comunicação na Praia de Rainha do Mar, em Xangri-lá (RS). Alberto Müller, diretor regional da Yasuda Marítima, trouxe a família para acompanhar sua participação no programa Seguros Sem Mistério. Durante a entrevista, Müller comentou o excelente momento vivido pelo Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul (SindSeg-RS), do qual foi presidente interino.

Escola Nacional de Seguros inaugura novo endereço em São Paulo

img_fale_com_o_corretor

A Escola Nacional de Seguros inaugurou seu novo endereço em São Paulo, em 28 e março. Localizado na Rua Augusta, 1.600, no bairro Consolação, o novo espaço concentrará todas as atividades administrativas e letivas da Escola na capital paulista. Ao todo são 28 salas de aula, biblioteca, laboratório de informática e auditório para 160 pessoas espelhados pelos nove andares do edifício que passou por completa reforma. Considerado um marco para a instituição, a inauguração do novo endereço pretende fortalecer o trabalho desenvolvido pela instituição em prol do mercado segurador.

Começa primeira turma da nova etapa do Programa “Porteiro Amigo do Idoso” no estado de SP

3

Nesta segunda-feira, 18 de abril, começam as primeiras turmas da nova etapa do programa “Porteiro Amigo do Idoso” no estado de São Paulo. Iniciativa pioneira do Grupo Bradesco Seguros, o programa visa a capacitar os profissionais que lidam diariamente com moradores longevos a oferecer soluções e cuidados adequados às suas necessidades. As aulas, inteiramente gratuitas, serão realizadas nos dias 18, 19 e 20 de abril, entre 13h e 17h, simultaneamente, na cidade de São Paulo e Ribeirão Preto. A iniciativa já capacitou cerca de 450 porteiros na capital e mais de 600 no interior do estado.

Esta é a primeira de uma série de 10 turmas – com até 25 alunos cada – que serão realizadas na cidade de São Paulo, até abril do ano que vem. Os interessados podem se inscrever neste site. Em Ribeirão Preto, serão realizadas mais duas turmas este ano: entre os dias 23 e 25 de maio e de 21 a 23 de junho – sempre de 13h às 17h.

SulAmérica lança portal para médicos

bigstock-medicine-doctor-working-with-m-43167979

A SulAmérica acaba de lançar um canal digital voltado exclusivamente para médicos e profissionais da saúde. O portal oferecerá conteúdo técnico e informativo sobre medicina e saúde, além de artigos, pesquisas sobre saúde populacional e diretrizes da SulAmérica. O objetivo é incentivar o intercâmbio de conhecimento entre a equipe médica especializada da SulAmérica e os atuais e potenciais médicos referenciados. Além de conteúdo, o médico tem à disposição alguns serviços como consulta à rede de prestadores por meio de geolocalização, cadastro para recebimento da newsletters e acesso a informações sobre benefícios e descontos exclusivos que a companhia oferece para referenciados. Os profissionais de saúde também podem, por meio da plataforma, indicar pacientes para o Programa Saúde Ativa, conjunto de iniciativas de promoção à saúde e ao bem-estar. É possível, ainda, sinalizar interesse em ser um prestador. Confira aqui.

Eleição da nova diretoria da Aconseg-RJ será em 5 de maio

Person voting

A Aconseg-RJ convoca os associados a comparecerem à próxima Assembleia Geral Ordinária da entidade, quando serão realizadas as eleições para a diretoria 2016/2018. A votação será em 5 de maio, das 12h às 14h, na sede da associação. No dia, ainda haverá uma prestação de contas referente ao mandato da atual gestão até março de 2016. “Durante nossa gestão vencemos muitos desafios, enfrentamos mudanças e passamos por uma das maiores crises econômicas que o país já atravessou. Ainda assim, o saldo final foi bastante positivo. Fortalecemos o papel das assessorias e conseguimos o reconhecimento do mercado de que as filiadas da entidade foram responsáveis por 30% a 40% da produção das seguradoras, em alguns casos. A nossa sede funciona a todo vapor, abrigando treinamento, cursos e palestras para aprimorar os conhecimentos dos nossos corretores. Espero que os sucessores desta diretoria possam dar continuidade a este trabalho.”, diz Olívio Américo, presidente da entidade.

*Com informações de Escola Nacional de Seguros, CDN, Diferencial Editoração e VTN Comunicação.

Qual a relação da diabetes com a saúde bucal? 287

Diabetes

Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) responde essa pergunta

A diabetes, doença caracterizada pelo aumento da glicose no sangue, afeta mais de 8% da população brasileira, segundo a última pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde. Diante deste cenário, os profissionais da área estão cada vez mais alertas para identificar e tratar pessoas com o problema, incluindo o cirurgião-dentista.

De acordo com a literatura médica, pacientes com diabetes têm alto risco de desenvolver problemas bucais por conta do descontrole da glicemia e interferência na produção salivar. Desta forma estão mais suscetíveis a infecções.

A gengivite e a periodontite, estágio mais avançado da inflamação na gengiva, inclusive com perdas ósseas, são os problemas mais comuns entre os diabéticos. “As doenças periodontais podem alterar o nível glicêmico nesses pacientes, embora essas mudanças não sejam suscetíveis apenas a diabéticos”, acrescenta a cirurgiã-dentista e presidente da Câmara Técnica de Pacientes com Necessidades Especiais (CT PNE) do CROSP, Adriana Zink.

Distúrbios de cicatrização e alterações fisiológicas, que reduzem a capacidade imunológica, aumentando a probabilidade de infecções, também são observados em pacientes com diabetes.

Essa condição exige que diabéticos sejam tratados de forma interdisciplinar. Portanto, todos os profissionais da saúde envolvidos devem conversar para proporcionar melhor qualidade de vida possível.

Cuidados especiais antes do tratamento

Antes de realizar procedimentos odontológicos é recomendada a solicitação de alguns exames laboratoriais como glicemia, hemograma, hemoglobina glicada e o radiográfico. Eles é que indicarão se o diabético apresenta alguma descompensação.

“Caso ele esteja descompensado, o profissional avaliará se há necessidade imediata do atendimento e também sobre o ambiente mais adequado para o tratamento, entre ambulatório ou hospital”, explica a presidente da CT de PNE.

Ao procurar pelo profissional da saúde bucal, o mais recomendado é recorrer ao cirurgião-dentista especialista em PNE, embora o clínico-geral também tenha em sua formação o preparo para o atendimento do paciente com diabetes.

Quando o paciente não sabe que tem diabetes…

O cirurgião-dentista pode ajudar a identificar um paciente diabético. Para tanto, o profissional deve cruzar os dados coletados na anamnese (entrevista) com os obtidos pela análise clínica, além de solicitar exames laboratoriais.

Durante a avaliação é importante que o profissional da odontologia leve em consideração alterações como hipoplasia (desenvolvimento defeituoso dos tecidos) e hipocalcificação do esmalte, diminuição do fluxo, aumento da acidez e da viscosidade salivar.

Outros incômodos relatados pelos pacientes como boca seca, sensação de ardência, presença de aftas, lesões, hálito cetônico, náuseas e vômitos também não devem ser ignorados na consulta. “Depois de tudo, a indicação para uma consulta ao endocrinologista será muito importante”, destaca a cirurgiã-dentista.

Para manter a saúde em dia

Para evitar a progressão e agressividade da doença periodontal, comum em diabéticos, a recomendação é redobrar os cuidados com a higiene utilizando a escova, pasta de dente e fio dental. As visitas preventivas ao cirurgião-dentista também auxiliarão no controle da saúde bucal e da possível descompensação do diabetes.

“Todo paciente com comprometimento sistêmico, como o diabetes, deve ter uma rotina de visitas preventivas ao consultório odontológico para garantir a saúde integral”, alerta Adriana Zink.

CCS-RJ promove almoço com André Lauzana, da SulAmérica 168

Encontro acontece no próximo dia 22 de novembro, no Centro do Rio

André Lauzana é Vice-Presidente Comercial da SulAmérica
André Lauzana é Vice-Presidente Comercial da SulAmérica

Direção e associados do Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro (CCS-RJ) estarão reunidos no dia 22 de novembro, para o próximo almoço mensal da entidade.

O evento terá como convidado especial o Vice-Presidente Comercial da SulAmérica, André Lauzana, que assumiu o cargo em abril deste ano, após obter notáveis avanços à frente da vice-presidência de Capitalização da companhia, que continua a exercer. O executivo já está há sete anos na seguradora, tendo começado como diretor financeiro.

O encontro será no restaurante Aspargus, no Centro do Rio, a partir das 12h30min.

Lançada em SP a Latin American Compliance & Investigation League (LACIL) 391

Compliance

Evento reuniu especialistas de 11 países para o desenvolvimento das práticas na região

TozziniFreire Advogados, pioneiro em Compliance e Investigação, anuncia a criação da Latin American Compliance & Investigation League (LACIL). Esta iniciativa, que conta com a participação de grandes players da área, tem como objetivo desenvolver um fórum de debates relativos a Compliance.

O primeiro encontro de escritórios de países da América Latina integrantes da liga foi realizado nos dias 8 e 9 de novembro, em São Paulo, e reuniu 11 países. Durante dois dias, representantes de escritórios de advocacia da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, México, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela discutiram temas como “Investigações governamentais”, “Melhores práticas e tendências locais”, “Governança corporativa em investigações internas – como evitar conflitos”, “Acordos multilaterais e cooperação internacional”, “Os imprevistos na contratação e monitoramento de terceiros na América Latina”, “Programas de conformidade global e desafios locais” e “Olhando para o futuro: o papel das instituições financeiras para prevenir e combater a corrupção”.

Divulgação
Divulgação

Segundo Shin Jae Kim, sócia responsável pela área de Compliance e Investigação, nos últimos cinco anos a operação Lava Jato e outras investigações lançadas, bem como a entrada em vigor da Lei nº 12.846/2013 (a Lei Anticorrupção Brasileira), provocaram um desenvolvimento acelerado da prática de Compliance e Investigação e, agora, a onda está chegando aos países vizinhos. “Somos hoje protagonistas em vários temas que até então tinham pouca repercussão”, enfatiza Shin.

A sócia acrescenta que a ideia de criação do grupo LACIL, uma iniciativa não exclusiva, vem ao encontro da necessidade de nivelar os conhecimentos e práticas, já que as questões envolvidas são cada vez mais extraterritoriais. “A partir da LACIL 2018 iniciaremos um ciclo de reuniões anuais para discutir o panorama da área, além de compartilhar conhecimentos e as melhores práticas implantadas entre os escritórios dos países da América Latina”, complementa.

Sobre o momento atual que vive o Brasil em relação a Compliance e Investigação, a sócia explica que o país alcançou um patamar de maturidade considerável. “O Brasil está saindo do chamado Estado de Direito Sancionador, aquele que pune, para o Consensual, em que se busca um acordo por meio de medidas preventivas”, explica a advogada.

No que diz respeito ao cenário na América Latina, de acordo com Giovanni Paolo Falcetta, sócio na área de Compliance e Investigação de TozziniFreire Advogados, é possível observar avanços significativos nos últimos anos. “Há, sem dúvida, uma evolução em curso e os escritórios de advocacia em países como Argentina, Brasil, Colômbia e Peru têm apresentado atuação mais independente, com legislação e práticas próprias; no entanto, há ainda um caminho a ser percorrido, por isso queremos criar esse hub de troca de informação e cooperação entre países”, diz Giovanni.

Divulgação
Divulgação

Para o sócio, outro ponto de destaque a favor da criação da LACIL a ser observado é que a experiência em Compliance e Investigação do Brasil também apresenta um modelo semelhante ao dos países da América Latina. “Temos alguns países com limitações, povos e culturas relativamente parecidos, o que favorece esta troca de experiências e pode, inclusive, ser um primeiro passo para estabelecer parâmetros em toda a América Latina”.

Confira aqui os participantes desta primeira edição:

Argentina – Allende & Brea
Argentina – Beccar Varela
Argentina – Marval, O’Farrell & Mairal
Bolívia/Uruguai/Equador/Paraguai – Ferrere
Brasil – FeldensMadruga
Brasil – Maeda, Ayres & Sarubbi
Brasil – TozziniFreire Advogados
Chile – Carey
Chile – Cariola Díez Pérez-Cotapos
Colômbia – Posse Herrera Ruiz
México – Creel, García-Cuéllar, Aiza y Enríquez
México – Galicia Abogados
México – Sánchez Devanny
Paraguai – Gross Brown
Peru – Rodrigo, Elías & Medrano Abogados
Uruguai – Guyer & Regules
Venezuela – D’Empaire Reyna Abogados

Pioneirismo e reconhecimento 2018

Pioneiro na criação da área de Compliance e Investigação (em 2006), TozziniFreire foi o único escritório brasileiro classificado como Band 1 pelo Chambers Latin America 2019. A classificação se manteve pelo segundo ano consecutivo.

Três sócios da área também foram recomendados por sua atuação de destaque: Shin Jae Kim (Band 1), Giovanni Paolo Falcetta (Band 2) e Renata Muzzi Gomes de Almeida (Band 3).

A equipe é destacada pelo guia como uma “prática amplamente reconhecida pela habilidade na implementação e desenvolvimento de programas de compliance, além da condução de investigações internas. Altamente conceituada pela notável experiência na representação dos principais players das indústrias automotiva, de saúde e farmacêutica em investigações de grande escala e de alta sensibilidade. Colabora estreitamente com escritórios internacionais de primeira linha dos EUA, Europa e Ásia em investigações anticorrupção de múltiplas jurisdições”.

TozziniFreire teve, ainda, 48 recomendações individuais e 29 áreas de prática reconhecidas pelo Chambers Latin America. O guia abrange um total de 20 jurisdições que englobam, além do Brasil, México, América Central e Caribe (Cuba, República Dominicana e Porto Rico), assim como países de língua espanhola da América do Sul.

CNseg divulga Carta do Seguro com resultados do setor 733

Análise de mercado - Carta do Seguro CNseg

Decréscimo médio geral do mercado foi de 0,9%, em relação ao mesmo período do ano passado

A Susep divulgou os dados do mercado de seguros até setembro de 2018. Com o ciclo econômico ainda baixo, e considerando o novo
padrão de concorrência e as diferentes preferências por proteção manifestadas pelos consumidores, o desempenho médio do setor segurador torna opaca a dinâmica intrassetorial. Ou seja, deixa de revelar o desempenho comparativo entre os dois grandes segmentos do mercado – Ramos Elementares e Coberturas de Pessoas – e entre os diversos ramos de seguros abrigados nesses grupos.

Comparando-se os nove meses de 2018 com idêntico período do ano passado, o decréscimo médio geral do mercado foi de 0,9%. Entretanto, para adequada comparação, é preciso desconsiderar o DPVAT, já que teve tarifa reduzida por decisão dos órgãos reguladores.

Retirado esse seguro, o decréscimo é de 0,2%, virtualmente um estado de estabilidade em termos nominais. Já ao serem segregados segmentos e ramos de seguros, tem-se um melhor quadro da resposta do setor segurador e das forças de distribuição de produtos às preferências de pessoas, famílias e empresas.

Assim, destacam-se os ramos de seguros com desempenho acima de dois dígitos, que são o seguro Rural e o seguro de Transportes
(15,1%) e o ramo Patrimonial Massificados (14,4%). Perto de dois dígitos, figuram o seguro de Crédito e Garantias (9,8%), o seguro de
Responsabilidade Civil e os Planos de Vida Risco, ambos com 9,5%.

Todos aqueles ramos do segmento de Ramos Elementares, e mais os de Vida Risco, parecem refletir o comportamento cauteloso de famílias e empresas de se colocarem ao abrigo da proteção securitária em momento de ameaças contra o patrimônio acumulado, ameaças do desemprego, garantias dos empréstimos tomados, bem como a resiliência de atividades econômicas contracíclicas, como a agroindústria e o carregamento de obras ainda da época do ciclo econômico alto.Na outra ponta do desempenho, os Planos de Acumulação em Cobertura de Pessoas permanecem afetados pelo ambiente de volatilidade de ativos concorrentes. O decréscimo do VGBL já chegou a 9,4%, enquanto o PGBL viu reduzir a sua arrecadação em 2,2%, muito embora o patrimônio acumulado de ambos ainda seja superlativo. Pela sua magnitude na arrecadação global do setor segurador, são esses dois produtos de caráter previdenciários que influenciam a média negativa do mercado.

Como de praxe, alinham-se, abaixo, os gráficos de desempenho dos grandes segmentos dos seguros, desta vez em médias de 12 meses móveis. O que apenas referenda as diferentes contribuições das linhas de negócio dos seguros.

Reprodução
Reprodução

Confira a Carta do Seguro, da CNseg, na íntegra.

SulAmérica promove oficinas para autodesenvolvimento de colaboradores 272

Carreira

CarreiraCon reúne profissionais de diferentes áreas para falar sobre carreira

A SulAmérica promove entre os dias 12 e 14, na sede de Pinheiros, em São Paulo, a 2ª edição da CarreiraCon – uma verdadeira jornada que favorece o aprendizado e reflexão sobre o autodesenvolvimento profissional em um mundo que está em constante mudança. O espaço é destinado à experimentação de diversos conteúdos e ferramentas, para que cada colaborador possa ter um aprendizado holístico, incluindo workshops com técnicas de clown, roda de conversa entre mulheres, experiência na rede social do LinkedIn; palestras sobre transformação digital e técnicas para construir e promover sua marca pessoal, movimentam os três dias de simpósio

Em seu segundo ano, a CarreiraCon contou com a participação de 2.500 pessoas na matriz da seguradora, no Rio de Janeiro, no final de outubro, e a expectativa é que a dose se repita em São Paulo, com programação voltada a assuntos que vão desde habilidades profissionais à agilidade emocional, passando por dicas de como trabalhar sua marca pessoal e autocoaching. Além de orientações de como fazer melhor uso de uma rede social, fornecidas pelo gerente de relacionamento do LinkedIn, Leandro Sacramento, há também espaço para aplicar o conhecimento na prática na ação do Social Experience: uma vivência com fotógrafos e maquiadores disponíveis para registrar novas fotos de perfil profissional.

“Promover a CarreiraCon é uma grande satisfação para todos nós, assim conseguimos mostrar para nossos colaboradores, de forma mais leve e divertida, como eles não só podem, como devem, ser os donos de suas próprias carreiras. Por isso, preparamos uma programação que foge do convencional”, explica a diretora de Capital Humano e Sustentabilidade da SulAmérica, Patricia Coimbra. “É preciso mostrar as competências que cada pessoa pode trabalhar sem depender do seu gestor para enfrentar um mundo que nos demanda constante transformação e adaptação às novas tecnologias”.

A própria Patricia integra o time dessa edição e falará sobre desafios e trajetórias das mulheres no mercado de trabalho, além de também participar da conversa sobre transformação digital, ao lado de Alexandre Putini, superintendente de estratégia digital, inovação e tecnologia da seguradora. Márcio Ballas, Benito Guidi, Camila Carvalho, Hamilton Henrique, Fernanda Mendonça e Murilo Gun são outros profissionais que trarão todas suas técnicas e conhecimentos para compartilhar com os colaboradores da companhia.

Embora o evento seja realizado presencialmente, os conteúdos também serão disponibilizados digitalmente para que os funcionários que não estiverem em nenhuma das duas unidades possam aproveitar a chance de impulsionarem suas carreiras.