Siga: Direitos e deveres do consumidor de seguros 525

Seminário reúne seguradoras, Judiciário e órgãos de defesa do consumidor em Porto Alegre

Acontece nesta sexta-feira, em Porto Alegre, o 4º Seminário Direitos & Deveres do Consumidor de Seguros, realizado pelo Instituto Nacional de Educação do Consumidor e do Cidadão (INEC), com apoio da Confederação Nacional das Empresas de Seguros (CNseg).

O evento aborda temas como a judicialização da saúde suplementar e a sustentabilidade do sistema, a capitalização e o direito do consumidor, as novidades regulatórias do seguro viagem e o recentemente aprovado seguro popular de automóveis, entre outros.

A abertura do evento conta com participação do diretor geral executivo da CNseg, Marco Barros e a palestra de abertura será ministrada pelo diretor de pesquisas e projetos do IDP e professor de direito do consumidor, Ricardo Morishita. Já a presidente da FenaSaúde, Solange Beatriz Palheiro Mendes, participa do painel sobre saúde suplementar.

Acompanhe nossa cobertura, realizada em tempo real:

Live Blog Seminário Direitos e Deveres do Consumidor de Seguros
 

Confira todas as fotos:
Direitos e deveres do consumidor de seguros

CCS-RJ promove almoço com André Lauzana, da SulAmérica 168

Encontro acontece no próximo dia 22 de novembro, no Centro do Rio

André Lauzana é Vice-Presidente Comercial da SulAmérica
André Lauzana é Vice-Presidente Comercial da SulAmérica

Direção e associados do Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro (CCS-RJ) estarão reunidos no dia 22 de novembro, para o próximo almoço mensal da entidade.

O evento terá como convidado especial o Vice-Presidente Comercial da SulAmérica, André Lauzana, que assumiu o cargo em abril deste ano, após obter notáveis avanços à frente da vice-presidência de Capitalização da companhia, que continua a exercer. O executivo já está há sete anos na seguradora, tendo começado como diretor financeiro.

O encontro será no restaurante Aspargus, no Centro do Rio, a partir das 12h30min.

CNseg divulga Carta do Seguro com resultados do setor 733

Análise de mercado - Carta do Seguro CNseg

Decréscimo médio geral do mercado foi de 0,9%, em relação ao mesmo período do ano passado

A Susep divulgou os dados do mercado de seguros até setembro de 2018. Com o ciclo econômico ainda baixo, e considerando o novo
padrão de concorrência e as diferentes preferências por proteção manifestadas pelos consumidores, o desempenho médio do setor segurador torna opaca a dinâmica intrassetorial. Ou seja, deixa de revelar o desempenho comparativo entre os dois grandes segmentos do mercado – Ramos Elementares e Coberturas de Pessoas – e entre os diversos ramos de seguros abrigados nesses grupos.

Comparando-se os nove meses de 2018 com idêntico período do ano passado, o decréscimo médio geral do mercado foi de 0,9%. Entretanto, para adequada comparação, é preciso desconsiderar o DPVAT, já que teve tarifa reduzida por decisão dos órgãos reguladores.

Retirado esse seguro, o decréscimo é de 0,2%, virtualmente um estado de estabilidade em termos nominais. Já ao serem segregados segmentos e ramos de seguros, tem-se um melhor quadro da resposta do setor segurador e das forças de distribuição de produtos às preferências de pessoas, famílias e empresas.

Assim, destacam-se os ramos de seguros com desempenho acima de dois dígitos, que são o seguro Rural e o seguro de Transportes
(15,1%) e o ramo Patrimonial Massificados (14,4%). Perto de dois dígitos, figuram o seguro de Crédito e Garantias (9,8%), o seguro de
Responsabilidade Civil e os Planos de Vida Risco, ambos com 9,5%.

Todos aqueles ramos do segmento de Ramos Elementares, e mais os de Vida Risco, parecem refletir o comportamento cauteloso de famílias e empresas de se colocarem ao abrigo da proteção securitária em momento de ameaças contra o patrimônio acumulado, ameaças do desemprego, garantias dos empréstimos tomados, bem como a resiliência de atividades econômicas contracíclicas, como a agroindústria e o carregamento de obras ainda da época do ciclo econômico alto.Na outra ponta do desempenho, os Planos de Acumulação em Cobertura de Pessoas permanecem afetados pelo ambiente de volatilidade de ativos concorrentes. O decréscimo do VGBL já chegou a 9,4%, enquanto o PGBL viu reduzir a sua arrecadação em 2,2%, muito embora o patrimônio acumulado de ambos ainda seja superlativo. Pela sua magnitude na arrecadação global do setor segurador, são esses dois produtos de caráter previdenciários que influenciam a média negativa do mercado.

Como de praxe, alinham-se, abaixo, os gráficos de desempenho dos grandes segmentos dos seguros, desta vez em médias de 12 meses móveis. O que apenas referenda as diferentes contribuições das linhas de negócio dos seguros.

Reprodução
Reprodução

Confira a Carta do Seguro, da CNseg, na íntegra.

Fator Seguradora comemora 10 anos de sucesso em noite especial 999

Companhia é especialista em seguros diferenciados e demonstra otimismo para os próximos meses

A noite da última quinta-feira (08) foi especial para os Colaboradores e Parceiros de Negócios da Fator Seguradora. O Vila Bisutti, localizado na Vila Olímpia (SP), foi palco das comemorações dos 10 anos da companhia, especialista em seguros diferenciados.

Luís Eduardo Assis é presidente da Fator Seguradora
Luís Eduardo Assis é presidente da Fator Seguradora

“É uma grande satisfação receber nossos Clientes, nossos Corretores, os nossos Resseguradores, Assessorias e todos os que apoiaram a empresa durante esses 10 anos de uma história de sucesso que vai se reproduzir no futuro em relações ainda mais sólidas para os próximos anos”, estimou contou Luís Eduardo Assis, presidente da Fator Seguradora.

A expectativa da empresa é que os investimentos em infraestrutura sejam retomados no Brasil nos próximos meses. “Nós nos especializamos em casos complexos e procuramos soluções extremamente elaboradas. O clima é de bastante otimismo e vemos um cenário favorável à retomada desses investimentos. Estamos à disposição para estabelecer um relacionamento que seja lucrativo para o Corretor e para a Seguradora. Acredito que o sucesso só vem através da parceria”, completa Assis.

Luciana Natividade é Diretora Comercial da Fator Seguradora
Luciana Natividade é Diretora Comercial da Fator Seguradora

“Me sinto fazendo parte dessa história e além de tudo a equipe da Fator, junto aos nossos parceiros que acreditaram e confiaram, são os grandes responsáveis por essa trajetória de sucesso. Acreditamos que o Corretor hoje precisa de agilidade, dinamismo e decisão na ponta. Lançamos diversas soluções, como uma ferramenta de cotação e emissão de RC Profissional para mais de 30 profissões e planejamos expandir isso ainda mais no próximo ano”, revela Luciana Natividade, Diretora Comercial da Fator Seguradora.

João Lagranha é Gerente Comercial Regional da Fator Seguradora
João Lagranha é Gerente Comercial Regional da Fator Seguradora

O Corretor de Seguros é um dos pilares da Fator Seguradora. “Temos diversos produtos já em desenvolvimento e diversos já disponíveis ao mercado. Conheçam nossas soluções que são muito interessantes, ainda mais com as funcionalidades do nosso Portal do Corretor”, revela João Lagranha, Gerente Comercial Regional da Fator Seguradora.

10 anos da Fator Seguradora – Todas as imagens:

Jogadores All Blacks Maori visitam escritório da AIG Seguros, em São Paulo 539

Jogadores All Blacks Maori visitam escritório da AIG Seguros, em São Paulo

Atletas interagiram com os colaboradores da companhia

Os All Blacks Maori, um dos times nacionais de rúgbi da Nova Zelândia patrocinados pela AIG, visitaram nesta sexta-feira (9) o escritório da AIG Seguros, em São Paulo (SP), e surpreenderam os funcionários.

Durante a manhã, os atletas interagiram com os colaboradores, compartilhando um pouco da cultura maori e técnicas de aquecimento pré-jogo.

Diretora da SulAmérica participa de debate voltado às mulheres do setor de seguros 449

Comissão traçou um panorama sobre a participação feminina no setor

A SulAmérica, maior seguradora independente do País, participou da 1ª Comissão Feminina do Sindicato dos Corretores e das Empresas Corretoras de Seguros, de Resseguros, de Vida, de Capitalização e de Previdência, do Estado do Rio de Janeiro (Sincor-RJ), no dia 31 de outubro, na sede da entidade.

A diretora Técnica e de Relacionamento com Clientes de Saúde e Odonto da companhia, Raquel Giglio / Divulgação
A diretora Técnica e de Relacionamento com Clientes de Saúde e Odonto da companhia, Raquel Giglio / Divulgação

A diretora Técnica e de Relacionamento com Clientes de Saúde e Odonto da SulAmérica, Raquel Giglio, reuniu-se com dezenas de corretoras independentes, donas de corretoras e assessorias sindicalizadas ao Sincor-RJ para um debate sobre o tema “Mulheres no Mercado de Seguros com o viés de empoderamento feminino”. O evento contou com a presença de mais de 50 convidadas do público feminino atuante no setor.

“É fundamental que as mulheres compartilhem entre si os desafios e as oportunidades que vivenciam em suas profissões, pois isso fortalece cada uma e o grupo como um todo. Para a SulAmérica é uma honra participar desse primeiro encontro, que sem dúvidas renderá bons frutos para o mercado”, avalia a executiva.