TJ-SE libera WhatsApp 863

Confira as manchetes desta terça-feira

Brasileiros ficaram 24 horas sem aplicativo

Reprodução
Reprodução

ATUALIZADO (14h24min): O WhatsApp conseguiu reverter uma liminar que bloqueava o aplicativo de mensagens em todo o Brasil por 72h no início da tarde desta terça-feira. A empresa havia pedido reconsideração sobre a decisão anterior, que havia negado a primeira liminar. A decisão é do desembargador Osório Araújo Ramos Filho. As operadoras já estão sendo comunicadas sobre o fim do bloqueio.

NOTÍCIA ORIGINAL: O desembargador Cezário Siqueira Neto negou a liminar do mandado de segurança impetrado pelo WhatsApp Inc e manteve o bloqueio do aplicativo de mensagem instantânea para clientes de Tim, Oi, Vivo, Claro e Nextel pelo período de 72 horas, iniciado às 14h da segunda-feira (2). A decisão do recurso foi publicada às 0h30 desta terça-feira (3) durante o Plantão do Judiciário do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE) e confirmada pela assessoria de comunicação do órgão nesta manhã. Na decisão, o desembargador plantonista negou a liminar porque entendeu que existem possibilidades técnicas para o cumprimento da ordem judicial da quebra de sigilo das mensagens do WhatsApp.

Lucro do Itaú Unibanco recua para R$ 5,18 bilhões no 1º trimestre de 2016

Reprodução
Reprodução

O Itaú Unibanco anunciou há pouco ter registrado lucro líquido de R$ 5,184 bilhões no primeiro trimestre de 2016 – abaixo dos R$ 5,698 bilhões referentes aos três últimos meses do ano passado e dos R$ 5,733 bilhões verificados no mesmo trimestre de 2015.

Indústria cresce em março, mas fecha trimestre com maior baixa desde 2009

Reprodução
Reprodução

A produção da indústria brasileira cresceu 1,4% em março, na comparação com o mês anterior, segundo informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça. O avanço é o maior desde janeiro de 2014, quando chegou a 1,8%. No entanto, no primeiro trimestre deste ano, a indústria acumula um recuo de 11,7%. Segundo a pesquisa, essa é a maior retração – para o período – desde 2009, quando a atividade fabril caiu 14,2%. Em 12 meses, o indicador sofreu redução de 9,7%, a maior desde outubro de 2009, quando chegou a 10,3%.

Essor abraça campanha do Maio Amarelo, por um trânsito mais seguro

Divulgação
Divulgação

A Essor começa o mês engajada no movimento internacional Maio Amarelo, que tem como objetivo conscientizar a população mundial para o alto índice de acidentes automobilísticos. Com a campanha “Essor e Maio Amarelo: Juntos por um Trânsito Mais Seguro”, a seguradora vai mostrar o quanto pequenas atitudes podem fazer com que ruas e estradas se tornem lugares melhores e mais seguros.

As ações serão feitas por meio das redes sociais e deste endereço, criado especialmente para a campanha, durante todo o mês. Além da comunicação digital, haverá ainda uma fase presencial, que vai ser realizada no dia 25 de maio, véspera do feriado de Corpus Christi, em algumas rodoviárias da região Sul. Quem assina a campanha é a Agência Capella.

Mondial Assistance anuncia novo diretor comercial

Fábio Lucato
Divulgação

Fábio Lucato é o novo diretor comercial da Mondial Assistance, líder global em serviços de assistência 24 horas. Formado em Engenharia pela Escola de Engenharia Mauá, com pós-graduação em Negociações Internacionais pela FAAP e MBA em Gestão de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas, Fábio atua há 10 anos nas áreas Comercial, Financeira e Marketing, ocupando cargos de diretoria. O executivo, que tem passagens por grandes empresas do setor como Flytour American Express Business Travel, Credifibra e GVI Promotora de Vendas, irá se reportar diretamente ao CEO da companhia, Vincent Bleunven.

*Com informações de G1, VTN e Virta Comunicação.

Últimos dias para garantir desconto de 30% em cursos 690

Programas são integralmente ministrados em plataforma digital

Ainda é possível aproveitar a oportunidade para se desenvolver profissionalmente por valores acessíveis. Esta é a última semana da promoção Turbine sua Carreira, promovida pela ENS, que oferece cursos selecionados de extensão e técnicos online com 30% de desconto.

Os programas são integralmente ministrados em plataforma digital e dispõem de conteúdo atualizado e interativo. Com isso, os alunos podem estudar em casa e têm autonomia para estabelecer o ritmo de estudo mais conveniente.

São 25 cursos extensão contemplados, que abordam temas como Contabilidade Gerencial, Gestão de Resseguro, Previdência Privada, Seguros de Transportes, Marketing de Serviços, Saúde Suplementar, Gestão Organizacional e Seguros de Pessoas entre outros. O investimento é a partir de R$ 133,00, variando de acordo com o programa escolhido. Para participar é necessário ensino superior completo.

Já os 15 cursos técnicos que fazem parte da promoção oferecem conhecimentos sobre assuntos como Capitalização, Direito do Seguro, Estratégias de Comercialização, Mercado Financeiro, Responsabilidade Civil Geral, Seguro Rural e Seguros de Riscos de Engenharia. Há programas com investimento a partir de R$ 73,00 e o pré-requisito é ensino médio completo.

Os valores com desconto valem até 30 de maio. Demais informações sobre a promoção podem ser consultadas no hotsite descubra.ens.edu.br/turbine, onde é possível realizar inscrições.

Assistência 24h da Gente Seguradora pelo WhatsApp 707

Mais um avanço que a Gente concretiza no mercado, com foco na agilidade e excelência do atendimento

Com foco na agilidade e na excelência do atendimento, a Gente Seguradora oferece mais uma comodidade, dessa vez ligada ao relacionamento com o cliente.

A partir de agora, o solicitação da Assistência 24 horas também poderá ser feita via WhatsApp.

Simples e prático, basta adicionar o número 51 99993-1300 a sua lista de contatos e enviar a sua mensagem, complementando com os dados solicitados pelo atendimento.

Sompo Seguros apresenta novas diretorias de produtos 740

Novidade visa atender aos planos de investimentos em soluções de serviços de fomentar oportunidades de negócios para corretores de seguros

A Sompo Seguros, como parte de sua estratégia de investimentos em soluções para incrementar a experiência do segurado e fomentar o desenvolvimento de negócios para os parceiros corretores de seguros, anunciou a nova estrutura organizacional, que entra em vigor em 1 de junho. As linhas de produtos foram reorganizadas dentro de novas Diretorias Técnicas a fim de atender aos planos de lançamentos de produtos e serviços para conquistar market share em diferentes ramos do seguro.

“A Sompo Seguros tem investido fortemente na consolidação de sua estratégia nos anos recentes, alinhada à Sompo Internacional, com o objetivo de ofertar uma gama completa de produtos e serviços aos corretores e clientes. Para atender à dinâmica do mercado brasileiro, que está mais desafiadora a cada dia, estruturamos um planejamento estratégico em que nossos diretores técnicos estarão com foco em grandes áreas de negócios. Com isso, ganhamos ainda mais agilidade no desenvolvimento de novas soluções, conseguimos identificar tendências, além de estreitar ainda mais nosso relacionamento com os parceiros corretores de seguros”, ressalta Adailton Dias, diretor Executivo de Produtos e Resseguro da Sompo Seguros.

Por meio da iniciativa, Rogério Santos, que era responsável pelo ramo Automóvel e que, entre outras iniciativas capitaneou em 2019 o lançamento do Sompo Auto, o novo seguro Automóvel da companhia; assume a Diretoria de Massificados. Ele tem como desafio reforçar ainda mais a atuação da Sompo Seguros no segmento de massificados, abrangendo os ramos Automóvel (Individual), Empresarial/Lucros Cessantes (com Limite Máximo de Garantia até R$ 50 milhões), Residencial, Condomínio, Habitacional, Penhor Rural, Benfeitorias e RD Equipamentos.

“Venho de uma experiência de relacionamento muito próximo dos corretores de seguros por também já ter atuado na área comercial. E essa característica, no segmento de massificados, é importante porque trabalhamos com as necessidades de cobertura e assistência de uma ampla parcela de consumidores. Estar no dia-a-dia do corretor vai nos ajudar a apresentar nossas ideias e captar percepções para cada iniciativa que estivermos planejando. Nossa cumplicidade com o corretor de seguros nessa nova estrutura reforça a já consolidada política de Portas Abertas da companhia”, analisa Rogério Santos, diretor de Seguros Massificados da Sompo Seguros.

Já João Carlos França de Mendonça que, entre outras iniciativas, esteve à frente do lançamento de produtos como seguros Agrícola, Habitacional, E&O e D&O na diretoria de Commercial Lines, assume a Diretoria de Corporativos. Ele fica responsável pela supervisão dos seguros corporativos, consolidando a posição de destaque da Sompo Seguros nos ramos Riscos Nomeados e Operacionais, Riscos de Engenharia, Riscos de Petróleo, Responsabilidade Civil Geral, E&O, D&O, Garantia, Fiança Locatícia, Empresarial/Lucros Cessantes (com Limite Máximo de Garantia acima de R$ 50 milhões e negócios com resseguro facultativo), RD Compreensivo de Veículos e Agrícola.

“Contamos com um corpo técnico qualificado, experiente e multidisciplinar com conhecimento não só do segmento de seguros, mas dos setores econômicos que atendemos. Com isso, propiciamos condições para que corretores de seguros tenham mais oportunidades de negócios e os segurados tenham agilidade no atendimento, para que possam se dedicar mais tempo aos seus empreendimentos. Esse é um dos fatores que faz com que a Sompo esteja entre as empresas de melhor desempenho nos rankings em algumas de nossas linhas de produto.”, avalia João Carlos França de Mendonça, diretor de Seguros Corporativos da Sompo Seguros.

A essas duas diretorias, soma-se a Diretoria de Transporte e Frota, que continua sob comando de Adriano Yonamine; segmento em que a Sompo Seguros lançou soluções inovadoras de consultoria em gerenciamento de riscos, além de uma estrutura exclusiva de monitoramento de cargas de reconhecida eficiência. Essas iniciativas contribuíram para a Sompo Seguros alcançar a liderança do segmento de Seguro de Transportes.

Já o segmento de Pessoas também segue sob o comando da superintendente Técnica de Vida, Diana Araújo Estevão. Esse ramo é um dos que apresenta crescimento mais expressivos e a Sompo Seguros ampliou seu leque com soluções voltadas aos seguros de Vida Individual (Individual e Vida Top Mulher) e Coletivos (Empresarial e PMEs), com opções de contratação para atender diferentes realidades dos segurados. Com isso, a carteira que representava cerca de 5% do portfólio da Sompo Seguros anos atrás, atualmente alcança uma representatividade de 11%.

Pandemia intensifica a transformação digital 517

Empresas iniciam projetos de ecommerce, meios de pagamento e modelagem de crédito com inteligência artificial em tempo record como saída para a crise

A pandemia do Covid-19 modificou totalmente o cenário no varejo brasileiro e vai exigir rápida adaptação com soluções que não serão usadas apenas durante a crise. Elas virão para ficar. O uso de novas tecnologias, como Inteligência Artificial e Machine Learning, tendem a se intensificar, com o intuito de impulsionar vendas pelos canais digitais.

“Uma das frases que mais tenho escutado no setor é que as últimas seis semanas têm sido equivalentes a seis meses do período anterior à pandemia. Isto mostra que existe um nível de aceleração no uso da tecnologia a favor do varejo ou a favor do público consumidor que nunca foi tão intenso”, aponta Rodrigo Cunha, diretor de Novos Negócios da Neurotech.

Para Edrei Costa, Diretor Comercial da Conductor, a jornada digital ganhou prioridade em linhas gerais. Segundo ele, um dos indícios deste fenômeno foi uma aceleração incrível na ativação de aplicativos por parte de clientes que possuem cartões private label. A explicação é que através deste instrumento o cliente conseguiu acesso a toda uma gama de serviços que permitem a ele fazer de forma digital tudo o que faria indo até as lojas.

Costa contou ainda que a própria Conductor adiantou o lançamento de um produto em parceria com a Neurotech justamente porque identificou a necessidade de responder imediatamente a essa demanda por serviços digitais por parte dos clientes. Trata-se de um robô inteligente de atendimento associado ao WhatsApp que interage em toda a jornada do consumidor, fazendo todas as perguntas, respondendo de forma automática, ´pedindo documentos, submetendo dados aos motores no final do processo até chegar ao final, se o cliente for aprovado, liberando o cartão ou a conta digital. “O lançamento dessa ferramenta não estava previsto para esse ano”, disse.

A Fort Brasil também acelerou seus processos de transformação digital como resposta rápida à pandemia. Segundo Juliana Freitas, fundadora da empresa, em apenas 3 dias foi desenvolvido um novo modelo de crédito internamente, para ajustar o sistema às necessidades do momento.

A crise econômica que assola o país desde que achegada da pandemia do Covid-19 tem acelerado a transformação digital do setor, visto que o isolamento social, exigido por questões de segurança e saúde públicas, levou o consumidor a dar mais preferência pelas plataformas online na hora de consumir bens e serviços. “No começo da pandemia, nós vimos os volumes de crédito desabarem de uma hora para a outra. Mas conforme o passar dos dias, de uma forma surpreendente, notamos que aos poucos o volume normal foi sendo retomado sem a mudança do status do isolamento. Isto deixou claro que o varejo estava se adaptando com cada um buscando o seu melhor formato”, destaca Cunha.

Segundo ele, a pandemia realmente deixará como legado um predomínio dos formatos digitais. Neste novo momento o varejo físico não vai desaparecer, mas será explorado muito mais para gerar experiência às pessoas. “Nas lojas os clientes poderão tocar no produto e ter uma relação mais intima, porém o fechamento da compra será feita online. O novo normal vai tornar comum o uso de bots para fomentar a compra de forma digital, mesmo que o consumidor esteja dentro da loja física”, finalizou.

Generali apresenta sólida rentabilidade dos negócios 682

Resultados são do 1º trimestre de 2020

O resultado operacional total foi de 1.448 milhões de euros graças à contribuição dos segmentos P&C (“não-vida”) e de Gestão de Ativos, que também inclui recentes aquisições, bem como da Holding e outros negócios.

A lucratividade técnica P&C melhorou, com o índice combinado de 89,5% (-2,0 pps); a lucratividade dos novos negócio de Vida continuou alta em 4,04% (-0,35 pps) e a receita da Gestão de Ativos continuou aumentando.

Já o total dos prêmios emitidos brutos permaneceu em 19,2 milhões de euros (+0,3%), com o desenvolvimento positivo do segmento P&C (+4,0%). No segmento de Vida, entradas líquidas totalizaram 3,1 bilhões de euros (-25,2%) e as provisões técnicas continuaram em 363,4 bilhões de euros (-1,6%), devido ao desempenho atual do mercado financeiro.

A Generali também conquistou uma sólida posição de capital do Grupo com Índice de Solvência Preliminar em 196%.

O lucro líquido do Grupo foi de 113 milhões de euros (744 milhões de euros no primeiro trimestre de 2019) e foi afetado em 655 milhões em net impairments em investimentos, devido ao impacto da Covid-19 no mercado financeiro, além da contribuição de 100 milhões de euros(2) alocados para o Fundo Extraordinário Internacional do Grupo para a emergência da pandemia. Não houve contribuição de alienações em comparação com um ganho de 128 milhões de euros no primeiro trimestre de 2019.

O lucro líquido afetado por redução ao valor recuperável de investimentos (Impairments). Esses são mudanças nos prêmios, as entradas líquidas de Vida e PVNBP (valor presente de novos prêmios de negócios) que foram apresentadas em termos equivalentes (em taxas de câmbio e escopo de consolidação constantes). houve também alterações nos resultados operacionais, investimentos próprios e provisões técnicas de Vida, que excluíram ativos alienados durante o mesmo período de comparação.

O CFO do Grupo Generali, Cristiano Borean, comentou: “Em um dos momentos mais difíceis e incertos das últimas décadas, com a emergência da Covid-19 o consequente forte impacto financeiro e na macroeconomia, nosso modelo de negócios garantiu a continuidade das operações do Grupo e nos permitiu manter nosso papel de Parceiro Vitalício dos nossos clientes. Isso também é resultado da crescente digitalização de nossos processos e produtos, uma rede de distribuição multicanal que aproveita uma rede de agentes e diversidade internacional. Os primeiros três meses do ano mostraram um bom desempenho e confirmaram a sólida posição de capital do Grupo. O lucro líquido foi afetado pelos impedimentos devido ao desempenho do mercado financeiro atual, resultado da pandemia”, disse.