Giro: Maranhão anula processo de impeachment 292

Confira as notícias no #GirodoMercado desta segunda-feira, 09 de maio

Maranhão anula processo de impeachment

waldirmaranhaodeputado

O presidente interino da Câmara dos Deputados, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), anulou nesta segunda-feira as sessões do dias 15, 16 e 17 de abril, quando os deputados federais aprovaram a continuidade do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Ele acatou, em parte, pedido feito pela Advocacia-Geral da União (AGU). A informação é da presidência da Câmara e, na prática, anula a conclusão do processo de impedimento na Câmara, que deverá ser retomado. Os mercados financeiros reagem negativamente à notícia.

Graduação em Administração concede isenção na primeira mensalidade

habilitacaocorretores

Candidatos à Graduação em Administração e Seguros da Escola Nacional de Seguros podem ganhar isenção na primeira mensalidade. Para isso, precisam se inscrever no processo seletivo, agendar a prova de redação para 14 de maio e, se aprovados, efetuar matrícula até 20 de maio. O benefício será concedido aos 20 primeiros matriculados. No último Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), aplicado pelo Ministério da Educação (MEC), o bacharelado alcançou a nota máxima 5, em São Paulo (SP), e 4, no Rio de Janeiro (RJ). Além disso, o curso ficou posicionado entre as três melhores faculdades de Administração nas duas cidades, após divulgação dos resultados do Índice Geral de Cursos (IGC), do Inep/ MEC. O curso garante uma formação acadêmica diferenciada ao ir além da grade tradicional de Administração, incluindo disciplinas sobre seguros e previdência. A mensalidade é de R$ 860,00 na capital paulista e de R$ 785,00, na fluminense. Alunos transferidos de outras instituições de ensino ou que já possuam diploma de ensino superior têm bolsa de 30%. Mais informações estão disponíveis no www.profissaosegura.com.br.

Presidentes de três comissões da CNseg têm mandatos renovados

bussines

O Conselho Diretor da CNseg ratificou, em reunião realizada no dia 28 de abril, os nomes de Vladimir Freneda, da Assurant, de Maria de Fátima Mendes de Lima, do Grupo Segurador Banco do Brasil e MAPFRE, e de Silas Rivelle Júnior, da Seguros Unimed, para para serem reconduzidos à presidência das comissões da CNseg de Relações de Consumo, de Sustentabilidade e Inovação e de Ouvidoria, respectivamente, com mandato de 2016 a 2019.

Aplicativo Bradesco Saúde agora disponível para Android

bradesco-seguros

Buscando sempre facilitar o dia a dia de seus segurados, a Bradesco Saúde acaba de lançar a versão para Android do aplicativo Bradesco Saúde, antes disponível apenas para aparelhos iOS. Com o aplicativo, o segurado pode ter acesso a todos os detalhes de seu plano contratado e, em caso de emergências, o segurado pode visualizar a versão eletrônica de seu cartão com todos os seus dados armazenados. Com o aplicativo, poderá também verificar e acompanhar o status de reembolso solicitados, localizar clínicas, farmácias e médicos referenciados, além de ter acesso ao calendário de vacinação. Para utilizar o aplicativo, o segurado precisa baixá-lo por meio do Google Play (plataforma Android) ou a App Store (iOS) de seu próprio aparelho.

AEF apresentará resultado de programa no Ensino Fundamental

educação-financeira

A Associação de Educação Financeira do Brasil (AEF-Brasil) aproveitará a realização da 3ª Semana Nacional de Educação Financeira (de 16 a 22 de maio) para apresentar os Resultados da Avaliação de Impacto do Programa Piloto de Educação Financeira no Ensino Fundamental, iniciativa da Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF), coordenada pela entidade. O evento será no próximo dia 18 e será apresentado no São Paulo Expo Exhibitionand Convention Center, em São Paulo. O Brasil é um dos poucos países do mundo que possui uma Estratégia Nacional de Educação Financeira, mobilização multissetorial em torno da promoção de ações de educação financeira no Brasil. A estratégia foi instituída como política de Estado de caráter permanente, e suas características principais são a garantia de gratuidade das iniciativas que desenvolve ou apoia e sua imparcialidade comercial. A ENEF foi criada em 2010 e, por meio da articulação de oito órgãos e entidades governamentais e quatro organizações da sociedade civil, constituem o Comitê Nacional de Educação Financeira. Na ocasião, o Banco Mundial, parceiro da AEF-Brasil, fará uma exposição dos resultados do programa, único e pioneiro no País. Também nessa plenária serão mostradas experiências de Educação Financeira avaliadas pelo Banco Mundial em outros países. O objetivo principal dessas exposições é o de mostrar a relevância de se trabalhar a temática da Educação Financeira em sala de aula, visando a escalabilidade da Política de Estado.

*Informações de CNseg, Escola Nacional de Seguros e assessorias das empresas citadas.

Cenário positivo coloca País no radar de negócios de resseguradoras 399

Cenário positivo coloca País no radar de negócios de resseguradoras

8º Encontro de Resseguro do Rio de Janeiro contará com cerca 700 participantes

A previsão de crescimento do PIB – 2,5% neste ano- e o otimismo em torno da aprovação das reformas estruturais colocam o Brasil no radar de novos negócios das resseguradoras e brokers de seguros, tendo em vista “as perspectivas de incorporação de amplas camadas da população aos mercados de consumo, da prevenção de riscos e da proteção de patrimônios, rendas, vida e saúde”, conforme palavras do presidente da CNseg, Marcio Coriolano.

Este cenário macro mais promissor também está entre os fatores que poderão fazer o 8º Encontro de Resseguro do Rio de Janeiro, principal evento de resseguro do calendário da América do Sul, receber o público máximo nesta edição: 700 pessoas. Tendo como tema central “Resseguro: Apoiando o Desenvolvimento”, o Encontro será realizado pela Confederação das Seguradoras (CNseg) e Federação Nacional das Empresas de Resseguros (Fenaber), em abril (8 e 9), na cidade do Rio de Janeiro.

O presidente da CNseg, Marcio Coriolano, acredita que, dado o crescimento contínuo de negócios entre seguradoras e resseguradoras, o encontro anual de resseguros amplia ano a ano sua audiência. “As perspectivas promissoras do mercado segurador brasileiro são um importante atrativo para resseguradores e especialistas internacionais”, sublinha Coriolano.

O presidente da Federação Nacional das Empresas de Resseguros (Fenaber), Paulo Pereira, ressalta que o Encontro é uma oportunidade ímpar de promover uma imersão do mercado mundial de resseguros. “A começar da pauta temática, da seleção dos palestrantes, todo o esforço dos envolvidos na organização é no sentido de promover o setor de resseguro mundial e demonstrar sua importância para o desenvolvimento da economia, tendo em vista os riscos volumosos suportados pelas resseguradoras em todo o mundo. O Brasil é um dos mercados mais promissores para a expansão de resseguros e operações de brokers nos próximos anos”, comenta Pereira.

Na pauta do evento, temas como as oportunidades geradas para o mercado segurador pelas cidades inteligentes; as perspectivas de expansão das coberturas de cyber risk, sobretudo com o advento da Lei de Proteção de Dados brasileira.

Hoje 142 resseguradoras estão autorizadas a operar no Brasil – 16 locais (sediadas no Brasil), 40 admitidas (sediadas no exterior, com escritório de representação no Brasil) e 86 eventuais (estrangeiras sediadas no exterior, sem escritório de representação no país), que aceitam riscos de um mercado segurador robusto, cuja projeção de prêmios em 2018, com seguros e planos de saúde suplementar, é da ordem de R$ 445 bilhões. E garantido por provisões técnicas e reservas financeiras livres correspondentes a R$ 1,2 trilhão. Para se inscrever, acesse este endereço.

Jornalista Angela Cunha se despede da CNseg 304

Profissional atuou por 28 anos na Confederação

Jornalista Angela Cunha se despede da CNseg
Jornalista Angela Cunha se despede da CNseg

“Estou encerrando um ciclo de 28 anos de trabalho na CNseg, para iniciar um outro, voltado para realizações pessoais”, anunciou a então superintendente de Comunicação da entidade, Angela Cunha.

Em seu comunicado, ela conta que “teve a oportunidade de acompanhar a evolução da CNseg e de poder contribuir para a profissionalização da sua estrutura organizacional e para a ampliação e o fortalecimento dos seus canais de comunicação”, tendo como objetivo primordial levar informação relevante e qualificada aos públicos de interesse da Confederação.

Por tudo isso, ela agradece o privilégio de ter conhecido e convivido com todos os colegas da CNseg e do mercado. “Tenho muito carinho, respeito e admiração por todos vocês e pelo trabalho de cada um”. Os novos contatos da jornalista são acunha82@yahoo.com.br e (21) 99466-9034.

Setor de seguros consolida diversificação dos seus segmentos 364

As Coberturas de Pessoas também foram decisivas para o comportamento diversificado do mercado no ano.

Destaques são os ramos com crescimento acima de dois dígitos

O setor de seguros fecha 2018 com arrecadação de R$ 245,6 bilhões em prêmios, informa a nova edição da Conjuntura CNseg que acaba de ser publicada pela Confederação das Seguradoras. “O ano que passou consolidou a visão de um mercado de seguros em franca diferenciação entre os seus segmentos. Há o que se comemorar no desempenho de um setor segurador maduro”, afirma Marcio Coriolano, presidente da CNseg.

Exemplo disso é o segmento de Danos e Responsabilidades com arrecadação de prêmios – sem DPVAT- de R$ 70,1 bilhões, alta de 8,1% (nominal). Com crescimento acima de dois dígitos, vale destacar a evolução dos ramos de Transportes (16,1%), Rural (11,4%), Crédito e Garantias (10,6%), Responsabilidade Civil (10,3%) e Patrimonial (10%).

“Foram os novos protagonistas da procura por proteção pela sociedade”, assinala Coriolano.

As Coberturas de Pessoas também foram decisivas para o comportamento diversificado do mercado no ano. “Com receitas de R$ 41,5 bilhões, os Planos de Risco do Segmento de Pessoas, alcançaram crescimento de 9,4%, com forte contribuição do Seguro Prestamista, na esteira da alavanca do crédito pessoal e de empresas”, explica o presidente.

Para 2019, a perspectiva de desempenho do setor é positiva. “A taxa projetada de crescimento do PIB de 2,5%, após uma sequência de fraca evolução da economia, ao lado de medidas liberalizantes (reformas estruturais, a começar a da Previdência, privatizações, concessões, desregulamentação etc.), abre caminho para incorporar – democrática e produtivamente – amplas camadas da população aos mercados de consumo, da prevenção de riscos e da proteção de patrimônios, rendas, vida e saúde”, sublinha Coriolano.

Para ele, “abrem-se, portanto, possibilidades de um novo protagonismo do setor segurador, na sequência das reformas estruturais, tornando o setor mais efetivo em proteger negócios e pessoas e retroalimentar o crescimento por meio da aplicação de seus ativos garantidores, que já alcançam R$ 965 bilhões, ou ativos de mais de R$ 1,3 trilhão, quando consideradas as reservas não vinculadas”.

MetLife é seguradora destaque entre as 50 empresas mais amadas do Brasil 635

MetLife é seguradora destaque entre as 50 empresas mais amadas do Brasil

Metlife é a 42ª mais amada, sendo a única seguradora no ranking das companhias mais bem avaliadas pelos profissionais na plataforma Love Mondays

A MetLife, uma das principais empresas de serviços financeiros no mundo, acaba de ser eleita uma das empresas mais amadas do Brasil pelos seus funcionários, com a nota de satisfação geral de 4,1, segundo o ranking 2019 publicado pela Love Mondays, com destaque especial para o quesito de remuneração e benefícios.

A classificação é realizada de acordo com a nota das avaliações espontâneas e anônimas registradas na plataforma pelos próprios profissionais das empresas, considerando os seguintes aspectos: remuneração e benefícios, oportunidade de carreira, cultura da empresa e qualidade de vida. O ranking “A Mais Amada” da Love Mondays está em sua quarta edição.

“Fico muito feliz com o reconhecimento pelos nossos funcionários e ex-funcionários, o que só nos motiva ainda mais a continuarmos nosso trabalho para proporcionar um ambiente de trabalho com diversidade, agradável, produtivo e desafiador para que nossos talentos se desenvolvam e sintam-se felizes em estarem conosco. O prêmio é mais uma comprovação de que estamos em um bom caminho” comenta Raphael de Carvalho, presidente da MetLife.

Criado em 2016, o ranking é composto por duas listas: as 50 Grandes Empresas Mais Amadas e as 30 PMEs Mais Amadas. Para ser elegível ao ranking das grandes empresas, é preciso ter mais de 501 funcionários globalmente e somar pelo menos 50 avaliações entre 1º de janeiro e 30 de novembro de 2018; para as PMEs, são consideradas empresas com menos de 500 funcionários e o número mínimo exigido é de 15 avaliações no período.

Para chegar aos ambientes de trabalho mais amados, considera-se a nota média de satisfação geral atribuída pelos usuários do Love Mondays. As notas vão de 1 a 5, sendo 1 muito insatisfeito e 5 muito satisfeito. Neste ano, foram consideradas mais de 153 mil avaliações.

CNseg e Fenaseg divulgam editais de aviso de registro de chapa para as próximas eleições 308

O atual presidente da CNseg, Marcio Serôa de Araujo Coriolano

Com chapa única concorrendo, Marcio Coriolano deve ser reconduzido à presidência da CNseg para mais um mandato

Foram publicados em 27 de dezembro de 2018, no Diário Oficial da União, os editais de aviso de registro de chapa da CNseg e da Fenaseg para a eleição do próximo Conselho Diretor e do próximo Conselho de Representantes, respectivamente.

Os documentos informam que foi registrada uma chapa única para concorrer às eleições da Confederação das Seguradoras e da Federação Nacional das Seguradoras, para o mandato de 30/4/2019 a 29/04/2022.

O atual presidente da CNseg, Marcio Serôa de Araujo Coriolano, apresenta-se como candidato à reeleição. A chapa da CNseg traz, ainda, como 1º vice-presidente, Jayme Garfinkel, e, como vice-presidentes, Gabriel Portella Fagundes Filho, Mário José Gonzaga Petrelli e Vinicius José de Almeida Albernaz e, como vice-presidentes natos, Antonio Eduardo Márquez de Figueiredo Trindade, Jorge Pohlmann Nasser, Marcos Renato Coltri e João Alceu Amoroso Lima, que foram eleitos presidentes das Federações que integram a CNseg, conforme já divulgado.

Os editais informam, também, que o prazo para impugnação de chapa ou de candidatos expira em 03/01/2019, inclusive, podendo ser feita na secretaria da CNseg, das 9 às 17h.

Clique aqui para ler a íntegra do edital da CNseg

Clique aqui para ler a íntegra do edital da Fenaseg