Precisamos falar sobre previdência 341

Confira a edição 189 da Revista JRS

Aos poucos, avançam as discussões sobre previdência no Brasil. Antes de entrarmos no tema é muito importante entender que nosso País segue uma tendência econômica de endividamento do Estado para incentivar o crédito e o consumo. Isso gera uma taxa de juros mais alta, inflação e potencializa o efeito de crises econômicas. A maioria das pessoas segue a mesma receita, principalmente com a facilidade para obtenção de crédito registrada nos últimos anos. As dívidas crescem, enquanto as reservas para o futuro não.

O que está em discussão, principalmente após a posse interina de Michel Temer na Presidência da República, é a reforma da Previdência Social Pública. Com base atuarial e legislação desatualizadas e desconsiderando a maior longevidade do brasileiro, o atual regime está fadado à falência. A informalidade, dada a alta carga tributária para os pequenos e médios empresários do Brasil, é um dos principais obstáculos para a sobrevivência do Instituto Nacional do Seguro Social, o INSS.

Considerações Jurídicas e Oportunidades de Carreiras são temas de aula especial na FAAP 483

Divulgação

Apresentação aconteceu no último dia 25 de outubro

No último dia 25, na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), foi realizada uma aula magna organizada pela Comissão Jovem da AIDA Brasil. Com o tema “Seguros: Considerações Jurídicas e Oportunidades de Carreira“, o objetivo da apresentação foi mostrar aos jovens o quão abrangente e oportuno pode ser ingressar no mercado de seguros, além de propiciar uma visão geral sobre conceitos básicos de seguros.

O evento teve como expositores, Bárbara Bassani, presidente da Comissão Jovem e José Carlos Van Cleef de Almeida Santos, vice-presidente e, como debatedora, Juliana Mara, 2º vice-presidente da Comissão do Jovem Advogado. A abertura ficou a cargo da Naila Nucci, professora e coordenadora de Atividades Pedagógicas da FAAP. Para a presidente da Comissão Jovem, a aula pode levar aos jovens da graduação de direito a importância da AIDA Brasil e do Direito de Seguros.

“Queremos fazer com que esses jovens, assim como nós, tenham o real interesse por seguros, comecem a frequentar o mercado e sejam os jovens do futuro do seguro brasileiro”, conclui Bárbara.

Esteio (RS) recebe a 2ª Festa do Cavalo 602

Festa do Cavalo, em Esteio (RS)

Evento tem patrocínio da Icatu Seguros e Rio Grande Seguros e Previdência

Acontece entre os dias 1º e 4 de novembro a segunda edição da Festa do Cavalo. O evento conta diversas provas de Laço, com mais de R$ 80 mil em prêmios. Além disso, oferece vários shows, espaço kids e tem entrada gratuita.

O evento é realizado no Parque de Exposições Assis Brasil e conta com patrocínio da Icatu Seguros e Rio Grande Seguros e Previdência.

ANSP debate Previdência Social 588

Divulgação

Encontro aconteceu no dia 23 de outubro, no Sindicato das Seguradoras de SP

As alterações e impactos da previdência social foram os tópicos discutidos no Café do Seguro, promovido pela ANSP, que aconteceu no dia 23 de outubro, no Sindseg-SP. Em pauta, abordou-se, também, o cenário e perspectivas da Previdência Social, bem como as tendências do mercado.

João Marcelo dos Santos, presidente da Academia, fez a abertura do evento. Para ele, a reforma é necessária. “Nosso papel é discutir isso sempre que possível, ajudando o país, o setor e as pessoas que, em última instância, serão as beneficiadas por esse sistema de Previdência”, afirma.

Mediando a programação, Magali Zeller, coordenadora da Cátedra de Ciência Atuarial entende que esse tema gera reflexões sobre uma possível Previdência Sustentável. “Hoje, isso não é possível em função por nossa Previdência Social estar associada a muitos outros benefícios tendo eles o mesmo fundo de recurso”, explica.

Hélio Zylberstajn, economista e professor, iniciou o primeiro painel falando sobre uma disruptura. De acordo com ele, é preciso duas reformas: uma para os que ingressarão no mercado de trabalho e outra para os que já estão. “Quem for entrar, contará com novas regras, um sistema novo, equilibrado e que reduz os encargos sobre o salário. Ao mesmo tempo, precisamos mudar os parâmetros do que existe hoje, se não, o país quebra”, acredita.

No segundo momento, a atuária Claudia Campestrini explanou sobre Previdência Complementar Fechada. A palestrante entende que esse veículo financeiro auxilia na capitalização de fundos para uma aposentadoria melhor. “Diante de um INSS deficitário e de um Estado Democrático de Direito que, provavelmente, não poderá suportar o orçamento da previdência da forma como ela é estruturada hoje, os fundos de pensão vêm com esse propósito”, garante.

Entidade Aberta de Previdência Complementar foi o tema discutido por Miguel Leôncio Pereira, Acadêmico da ANSP e atuário. O convidado também apresentou a característica dos produtos existentes e sua evolução. “O país está em uma discussão sobre a Reforma da Previdência Social e a Previdência Privada faz parte da solução dessa questão”, acredita.

Por fim, a coach executiva e de carreira Rosana Sá falou sobre o impacto do componente emocional na comunicação. Para ela, o tema é relevante nas relações humanas e tem relação direta com a disseminação de Seguros e Previdência. “Muitos de nós não temos Previdência por falta de uma comunicação efetiva e muitos dos segmentos não tem suas próprias proteções e previdências como deveriam ter”, explica.

Essa edição do Café com Seguro foi coordenada por Edmur de Almeida, diretor de Fóruns Acadêmicos da ANSP e coordenador das comissões técnicas de seguros de crédito, garantia e fiança locatícia do SINCOR-SP e da FENACOR, e Magali Rodrigues Zeller, coordenadora da Cátedra de Ciência Atuarial da ANSP. A abertura do evento e a composição da mesa ficaram a cargo do Acadêmico e Diretor da ANSP, Rafael Ribeiro do Valle, e as dúvidas e apontamentos sob coordenação de Pedro Antonio Franceschini.

Troféu JRS 2018 reconhece grandes nomes do mercado brasileiro de seguros 1812

Profissionais, empresas e instituições foram agraciados na última sexta-feira (19)

A noite da última sexta-feira, 19 de outubro, foi especial para os mais de 1 mil convidados da cerimônia anual de reconhecimentos aos profissionais, empresas e entidades do setor de seguros promovida pelo JRS. O Troféu JRS 2018 ainda promoveu duas categorias com votação online, o Troféu Seguros e Corretagem, realizado pelo terceiro ano consecutivo. As vencedoras na votação popular foram a tricampeã HDI Seguros (Seguradora) e a Wichmann e Bidon Corretora de Seguros (Corretora).

O evento contou com Seguro de Eventos da Berkley Brasil, que disponibilizou as coberturas RD Equipamentos e Responsabilidade Civil durante a festa. O Grupo MBM foi responsável por apólice de Seguros para Acidentes Pessoais. Já a Gente Seguradora, ofereceu atendimento em unidade móvel que ficou de prontidão até o momento final da festa.

Sob comando da equipe do JRS, a noite do seguro em Porto Alegre ainda sorteou diversos kits de espumantes da Cave di Pozza. Outro grande destaque foi a participação de um robô, oferecido pela Ramos Assessoria. As comemorações foram até as primeiras horas do sábado, marcando mais um momento de descontração, integração entre os atores do setor, networking e relacionamento.

Confira todas as imagens: