“Consumidor está cada vez mais atento à proteção”, conta diretor comercial regional da SulAmérica 390

1º Congresso de Corretores do Nordeste reuniu principais lideranças locais

Entre a última quinta e sexta-feira, aconteceu a primeira edição do Congresso de Corretores de Seguros do Nordeste. Com o tema “Os desafios do setor de seguros e o fortalecimento do mercado na região”, o evento foi organizado pelos Sindicatos dos Corretores de Alagoas, Bahia, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Sergipe. Rio Grande do Norte foi o grande anfitrião.

Na sexta-feira, dia 10, Mario Ferrero, diretor de massificados, vida e saúde, da Allianz Seguros, participou do painel “O futuro do ramo auto e as oportunidades em ramos elementares”. “Estamos investindo fortemente no Nordeste porque queremos atender os corretores e os segurados com mais eficiência e, assim, solidificar e alavancar negócios. Temos a expectativa ainda de diversificar a carteira e alcançar participação de mercado regionalmente em algumas linhas de produtos, pelo menos, igual a que temos no restante do país”, afirma Ferrero.

Para Ricardo Zhouri, diretor regional da Allianz em Minas Gerais e no Nordeste, a região está no centro da estratégia de negócios. “O Nordeste, em 2015, alcançou mais de R$ 20 bilhões em prêmios. Das sete filiais que abrimos entre o segundo semestre do ano passado e o início de 2016, cinco estão localizadas na região. Em 2015, entraram em funcionamento as unidades de Teresina e Aracaju e nos últimos meses foram inauguradas as de São Luis, João Pessoa e Maceió. Com isso, passamos a estar presentes com operação própria nos nove estados”.

Murilo Riedel, vice-presidente técnico da HDI, também participou do painel. O diretor das regionais Norte e Nordeste da companhia, Paul Canarin, também comentou a relevância da oportunidade promovida pelas entidades de mercado. “A região do Nordeste é extremamente importante para o mercado segurador e queremos contribuir para que cresça ainda mais. É essencial para o setor que os corretores e as companhias seguradoras estejam em sintonia para aprimorar serviços e entender as necessidades dos clientes”.

Para a SulAmérica, a região é considerada estratégica, tendo apresentado crescimento consistente e recebido investimentos por parte da companhia. No primeiro trimestre deste ano, a carteira de saúde e odonto cresceu 14%, mesmo patamar de expansão de Capitalização e Vida e Acidentes Pessoais.

“É com muita satisfação que participamos deste primeiro congresso, uma iniciativa bastante positiva dos sindicatos de corretores da região. O evento trará informação e conhecimento, e nos aproximará ainda mais dos nossos parceiros comerciais”, afirma o vice-presidente comercial da SulAmérica, Matias Ávila.

O diretor comercial da Regional Norte e Nordeste da SulAmérica, José Henrique Pimentel, conversou com nossa reportagem:

Nos últimos anos, podemos perceber que o consumidor está mais consciente em relação às coberturas securitárias. Você também percebe isso nas regiões Norte e Nordeste?

Certamente. O consumidor tem estado cada vez mais atento à questão da proteção, e uma das causas dessa conscientização é a atuação das entidades do setor, que têm investido em processos educativos e se aproximado do consumidor. Cada vez mais as pessoas conhecem os benefícios do seguro e os corretores estão se aprimorando como consultores de proteção para todos os momentos da vida dos clientes.

Vale lembrar que estamos falando de um mercado subpenetrado e com grandes oportunidades de expansão. Acreditamos muito no potencial da região e neste ano já inauguramos seis filiais – Natal (RN), Maceió (AL), João Pessoa (PB), São Luís (MA), Teresina (PI) e Petrolina (PE) -, além de otimizar nossa operação em Aracaju (SE).

A crise econômica que atinge nosso país também funciona como impulso para o crescimento da área de seguros?

O processo de conscientização acontece também em momentos de crise, pois o cliente sabe que justamente em um cenário desafiador não pode abrir mão da proteção. Ficar sem o automóvel para trabalhar ou sofrer o impacto de uma conta médica no orçamento são acontecimentos indesejados em todas as épocas, e mais ainda em momentos que pedem atenção redobrada às finanças. No caso das PMEs isso é bastante evidente. Temos seguros empresariais para diversas atividades de pequenos e médios empreendimentos a um valor baixo, e que evita grandes transtornos no caixa da empresa.

Do lado da oferta, é preciso que a seguradora entenda o momento e o perfil do consumidor para disponibilizar produtos aderentes àquela necessidade. Pensando nisso, estamos lançando o SulAmérica Auto Compacto, um seguro inteligente que garante as principais coberturas com preço mais acessível e a reconhecida qualidade de serviços da companhia. É um produto que tem tido uma ótima aceitação por parte dos corretores e clientes.

Os ramos elementares representam qual importância para os números regionais da companhia?

Atualmente os ramos elementares respondem por 25% do resultado da companhia nas regiões Norte e Nordeste.

Como a SulAmérica lida com o atual momento dos planos de Saúde?

A SulAmérica se mantém otimista e aposta no potencial do segmento de saúde. Temos uma visão de negócios baseada na geração de valor no longo prazo e isso nos permite construir uma base sólida para alcançar resultados positivos. Nosso crescimento de 14% em Saúde e Odonto é reflexo de um trabalho focado tanto na retenção quanto em novos negócios.

Qual a importância de encontros como o Congresso de Corretores de Seguros do Nordeste?

Ficamos muito satisfeitos quando soubemos que este primeiro congresso estava sendo planejado. É uma iniciativa de extrema importância para incentivar o desenvolvimento dos negócios na região, tanto pelo conhecimento que dissemina quanto pelo relacionamento com corretores e demais parceiros que proporciona. Esperamos que o Conseg-NE tenha vida longa.

As entidades representativas, como os Sincors, por exemplo, são fortes aliados aos profissionais e operadores dos ramos de seguro?

Sem dúvida consideramos os corretores os nossos grandes parceiros de negócios e acreditamos na importância do fortalecimento do relacionamento com esse público. Portanto, vemos com muito bons olhos a atuação das entidades representativas desses profissionais. Ao longo dos nossos 120 anos de atuação, inovamos constantemente, buscando oferecer produtos sob medida e capacitação para que os corretores possam se tornar referência em soluções completas de proteção para seus clientes e aproveitar as oportunidades de novos negócios. Buscamos ouvir sempre as entidades representativas para entender os interesses dos nossos corretores.

*Agradecimentos especiais a Patrícia Boroski, da CDI Comunicação. Com informações de Virta e Ketchum Comunicação.

Tokio Marine facilita pagamento de Seguros de Automóvel 194

Luiz Padial é Diretor de Automóvel da Tokio Marine / Divulgação

Clientes podem, agora, optar pelo parcelamento em 12 vezes sem juros no cartão de crédito

A Tokio Marine, uma das maiores seguradoras do País, amplia as formas de pagamento para a carteira de automóvel, que contempla entre os principais produtos: Tokio Marine Auto, Tokio Marine Auto Clássico, Auto Roubo+Rastreador, Tokio Marine Auto Popular, Tokio Marine Caminhão e Auto Frota. A partir de agora, os clientes da seguradora poderão realizar o pagamento em 12 vezes sem juros no cartão de crédito em todo portfólio.

“Com mais essa opção de parcelamento, nossa intenção foi criar um conceito de mensalidade para que o consumidor possa encaixar ainda melhor o valor do seguro em seu orçamento. Vemos, portanto, de forma muito otimista as oportunidades de geração de negócios com mais esta facilidade”, explica Luiz Padial, Diretor de Automóvel da Tokio Marine.

A novidade do parcelamento é especialmente atrativa para o mercado do produto Auto Popular. Líder nesse segmento com 75% de market share, a Tokio Marine é a primeira seguradora a disponibilizar essa forma inédita de pagamento aos seus clientes e é também a única que oferece essa modalidade de seguro em todo o território nacional.

De acordo com dados da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), o mercado de carros seminovos e usados registrou alta nos dois primeiros meses de 2019, com crescimento de vendas de 7,1%, na comparação com o mesmo período do ano anterior. “Quando olhamos para o segmento de seminovos, o nosso crescimento foi de 12,9% no primeiro bimestre de 2019, em decorrência de nosso amplo portfólio, principalmente nos produtos cujo apelo de preço é maior, como o Auto Popular. Em 2017, por exemplo, primeiro ano de comercialização do produto, 90% das contratações foram feitas por clientes que antes não haviam tido a oportunidade de adquirir um Seguro. Isto também é reflexo da alta deste mercado”, comenta Padial.

Com foco em veículos com mais de cinco anos, o produto inclui cobertura inicial de colisão e incêndio, para danos totais ou parciais, e assistência 24 horas completa. O diferencial do Tokio Marine Auto Popular é a possibilidade de reparos com peças novas compatíveis para itens que não sejam de segurança, o que viabiliza um preço significativamente mais competitivo. Para o caso de inexistência de uma peça nova compatível, o conserto será feito com as mesmas utilizadas no seguro tradicional, assim como é feito com os itens de segurança.

O Auto Popular já contempla 107 modelos de veículos, contabilizando mais de 2 mil versões. A modalidade é uma das quatro que a seguradora oferece para veículos de passeio na mesma base de cálculo, mais um dos diferenciais dos produtos da carteira de Auto. Em 2018, o ramo de Automóvel da Tokio Marine registrou alta de 8,4%, contra uma expansão de 3,2% do segmento, mantendo o histórico da seguradora de crescer mais que a média de mercado.

Chubb protegeu mais de 5 milhões de pessoas no carnaval brasileiro 175

Chubb protegeu mais de 5 milhões de pessoas no carnaval brasileiro

Destaque foi para cidades como SP, Rio, BH, Salvador, Recife e outras

A Chubb afirma que o poder público e os promotores de eventos têm demonstrado crescente conscientização ao assegurar vários direitos de cidadania da população durante o carnaval no Brasil. “Este ano, as nossas apólices protegeram a diversão de mais de 5 milhões de pessoas, ao garantir indenização em caso de danos corporais e morais durante o período de folia”, diz Juliana Santos, responsável pela área de seguros de Entretenimento da Chubb. De acordo com ela, os seguros adquiridos cobriram blocos de rua, camarotes e eventos em recintos fechados em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife e outras.

Juliana Santos é responsável pela área de seguros de Entretenimento da Chubb
Juliana Santos é responsável pela área de seguros de Entretenimento da Chubb / Divulgação

Conforme a executiva, as apólices da Chubb também protegeram profissionais envolvidos com a organização dos eventos, da montagem à desmontagem. O seguro também englobou prejuízos por danos a equipamentos, instrumentos musicais, objetos cenográficos e estruturas temporárias. Segundo Juliana Santos, os riscos mais frequentes no carnaval têm sido quedas, desmoronamento de estruturas, atropelamentos, choques elétricos, acidentes envolvendo carros alegóricos e danos a equipamentos, entre outros.

Sobre outros riscos que podem ser cobertos pelo seguro, Juliana cita o cancelamento, adiamento e interrupção do evento em virtude de condições climáticas, queda de estrutura, grande tumulto e outras causas. Esse seguro, de acordo com ela, pode garantir ao promotor o pagamento de várias despesas tais como locação de espaço, logística, alimentação, produção e muitas outras. “Por outro lado, é também possível segurar toda a receita do evento, incluindo o lucro”, conclui.

Zurich e Havan assinam parceria para seguros massificados 263

Zurich e Havan assinam parceria para seguros massificados

Seguradora suíça será responsável pela venda dos produtos de garantia estendida, seguro de roubo, furto e danos acidentais para celulares, além de seguro prestamista

A rede de varejo Havan assina contrato com a Zurich, líder do mercado brasileiro em seguros massificados, para ser sua seguradora oficial pelos próximos cinco anos. A Zurich será responsável pela venda dos produtos de garantia estendida, seguro de roubo, furto e danos acidentais para celulares, além de seguro prestamista, que cobre as parcelas das compras em caso de desemprego.

Para garantir a escolha do melhor parceiro, a rede varejista teve a consultoria da MDS Brasil, referência global em seguros, resseguros e consultoria de riscos. O processo teve duração de quatro meses, envolvendo dez grandes seguradoras do mercado brasileiro. “A Havan tinha uma necessidade bastante específica e, com o nosso conhecimento do mercado, conseguimos trazer a parceria ideal para esta nova fase da rede”, afirma Thomaz Tescaro, diretor executivo de Varejo e Afinidades da MDS Brasil.

Para os próximos cinco anos, a parceria estima gerar R$ 2,4 bilhões em prêmios de seguros. De acordo com os atuais planos de crescimento da rede varejista, este valor pode ser superado antes do prazo. Com mais uma importante parceria com uma grande rede varejista, a Zurich consolida sua posição de liderança em seguros massificados no mercado brasileiro. “O acordo com a Havan está em linha com nossa estratégia global e compromisso de longo prazo com o Brasil, bem como com o desenvolvimento da indústria de seguros”, afirma Edson Franco, CEO da Zurich.

O empresário Luciano Hang, dono da Havan, diz que “a varejista vem, cada vez mais, tornando-se referência tanto em produtos, quanto em serviços. E a seguradora Zurich, como nosso novo parceiro, vai acelerar ainda mais a nossa expansão, fazendo com que a Havan atenda o seu cliente com muito mais agilidade”.

Comissão da Mulher do CCS-RJ promove evento 182

Comissão da Mulher do CCS-RJ promove evento

Tudo acontece nesta terça-feira, 19

A Comissão da Mulher do Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro (CCS-RJ) vai promover, nesta terça-feira, dia 19 de março, um evento para registrar o Dia Internacional da Mulher. As corretoras associadas vão se encontrar na sede da entidade para um café da manhã, bate papo sobre bem estar no ambiente de trabalho e um curso de automassagem para alívio do estresse com a terapeuta Shanti Braga.

Confira a programação completa:

9h café

9h30 Palestra de abertura: Inteligência emocional – Como lidar com as emoções no trabalho, com Sonia Marra

10 às 11h30 Curso de Automassagem para alívio do estresse, com a terapeuta Shanti Braga

Objetivos

  1. Promover a saúde e bem estar da mulher
  2. Guia para realização da automassagem
  3. Brindes: kit de cristais para harmonia

Reforma da Previdência é tema de palestra 182

Reforma da Previdência é tema de palestra

Evento será conduzido por Carlos Heitor Campani e Fábio Garrido, pesquisadores da Escola e do Coppead-UFRJ

Na próxima quinta-feira, 21 de março, a Escola Nacional de Seguros promoverá, no Rio de Janeiro (RJ), a palestra “Reforma da Previdência em Detalhes e seus Desdobramentos no Mercado de Previdência Complementar”. O evento será conduzido por Carlos Heitor Campani e Fábio Garrido, pesquisadores da Escola e do Coppead-UFRJ.

O encontro contará ainda com a participação do presidente da Comissão de Produtos da FenaPrevi, João Batista Mendes Angelo. Os especialistas explicarão os principais pontos da proposta do Governo para a Reforma da Previdência, com foco no Regime Geral (RGPS), mostrarão os possíveis impactos da reforma e indicarão as melhores opções para os brasileiros que visam garantir uma aposentadoria tranquila.

A palestra terá início às 19h e, para mais informações, os interessados devem acessar este site, onde também podem ser feitas inscrições gratuitas. As vagas são limitadas. A palestra também será transmitida ao vivo, por meio deste link.

Pós-graduação

A previdência será um dos temas de maior destaque neste ano no mercado e na Escola. Em São Paulo (SP), a Instituição ministrará a pós-graduação Previdência Complementar Aberta, que terá início dia 20 de maio e visa apresentar informações sobre o funcionamento, aspectos jurídicos, operações e riscos do mercado de previdência privada.

O investimento é de 5 parcelas de R$ 772,65 e, para participar, é necessário graduação completa ou incompleta, desde que haja experiência comprovada no mercado de seguros, a ser avaliada por análise curricular e entrevista com a coordenação do curso.

As matrículas devem ser efetuadas neste site, onde outros detalhes estão disponíveis.