Queniano e brasileira vencem a etapa Campinas do Circuito da Longevidade, promovido pel​o Grupo Bradesco Seguros 1429

Abel Kiprop Mutai e Jenifer do Nascimento Silva conquistam o primeiro lugar na disputada prova de 6 km

Abel Kiprop Mutai foi o campeão da etapa Campinas do Circuito da Longevidade, promovido pelo Grupo Bradesco Seguros – patrocinador e segurador oficial dos Jogos Rio 2016. Em um domingo (24/7) ensolarado na Lagoa do Taquaral, o fundista venceu a corrida de 6 km com o tempo de 17’15”. No pelotão feminino, o primeiro lugar foi da paulista, de Osasco, Jenifer do Nascimento Silva, com 18’57”, que na corrida anterior, em Sorocaba, no começo do mês, ficou em segundo.

A prova de Campinas foi uma das mais disputadas da temporada 2016 do Circuito da Longevidade. Logo atrás de Kiprop Mutai, chegou o catarinense Jean Carlos Dolberth Machado, com 17’19”. Na cola, dois segundos após, o atleta Bradesco Seguros Damião Ancelmo de Souza fechou o percurso em terceiro com 17’21”. Completaram o pódio masculino Ederson Vilela Pereira (17’26”) e Cezídio Neto (17’35”).

Entre as mulheres não foi diferente. O segundo lugar ficou com a mineira Klediane Barbosa Jardim, com 18’59”, dois segundos atrás da grande vencedora. Completaram o pódio feminino Marcela Cristina Gomez Cordeiro (19’09”), Rosangela Raimunda Pereira Faria (19’17”) e Noreen Jebichii Kimutai (21’03”).

Após a corrida, saiu o grupo da caminhada, com participantes vindos de diversos municípios da região. Ao todo, mais de 4 mil pessoas participaram da etapa Campinas do Circuito da Longevidade. A dupla de mascotes dos Jogos Rio 2016, Vinicius e Tom, marcou presença no evento, acompanhada de Ginga, do Time Brasil. Além de interagir com o público, os três deram a largada da prova de corrida e da caminhada. Vinicius e Tom estão presentes no uniforme de participação do Circuito, reforçando que a marca Bradesco Seguros é a seguradora oficial e patrocinadora dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Para os inscritos, foram oferecidos teste de pisada, avaliação física, massagem e bicicletário. Por meio de um equipamento de última geração, os interessados tiveram acesso a uma série de dados sobre sua condição física e receberam orientações de profissionais especializados para potencializar o treino e ganhar mais qualidade de vida. Já no teste da pisada, os participantes foram orientados a utilizar o tênis mais adequado ao seu passo. Todas as etapas do Circuito da Longevidade contam, também, com um bicicletário especial do “Movimento Conviva”, uma inicia tiva do Grupo Bradesco Seguros para incentivar a convivência harmoniosa entre ciclistas, motoristas, motociclistas e pedestres.

Este foi o nono ano consecutivo que Campinas recebeu o Circuito da Longevidade, criado em 2007 com o objetivo de sensibilizar o público para a prática de atividade física como um dos pilares para a conquista da longevidade com saúde, bem-estar e qualidade de vida. O Circuito da Longevidade é promovido pelo Grupo Bradesco Seguros na Bahia, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Desde a primeira edição, o evento já foi realizado em 19 cidades, reunindo mais de 350 mil inscritos. A próxima etapa do Circuito será em 4 de setembro, no Rio de Janeiro.

*Informações de Diferencial Mkt.

Fundação BB e parceiros definem as finalistas do Prêmio de Tecnologia Social 271

Fundação BB e parceiros definem as finalistas do Prêmio de Tecnologia Social

Iniciativas finalistas são de 13 estados brasileiros e de três países da América Latina

As 24 tecnologias sociais finalistas no Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologias Sociais de 2019 já são conhecidas. As iniciativas brasileiras que concorrem à premiação final são dos estados de Alagoas, Amazonas, Ceará, Distrito Federal,Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Santa Catarina e Sergipe. Já as do exterior, que disputam na categoria internacional são da Guatemala, Colômbia e República Dominicana.

As finalistas foram selecionadas considerando-se a efetividade, inovação, sistematização da tecnologia e a interação com a comunidade. As vencedoras serão anunciadas no evento previsto para acontecer em outubro. As tecnologias sociais que promovem a igualdade de gênero e o protagonismo e empoderamento da juventude receberam um bônus de 5% na pontuação total obtida na classificação.

Abaixo a lista com todas finalistas

Cidades Sustentáveis e/ou Inovação Digital

  • Origens do Brasil – Instituto Manejo e Certificação Florestal e Agrícola – Imaflora de Piracicaba (SP);
  • Arquitetura na Periferia – Instituto de Assessoria a Mulheres e Inovação – IAMÍ de Belo Horizonte (MG);
  • Auditoria Cívica na Saúde – Instituto de Fiscalização e Controle – Brasília (DF);

Educação

  • Vamos encurtar essa história? – Erem Frei Orlando – Itambé (PE);
  • Escola Ativa – Instituto Esporte & Educação – São Paulo (SP);
  • Tecnologias Sociais e Formação em Ciências da Natureza de Educadores do Campo – Universidade Federal de Viçosa – Viçosa (MG);

Geração de Renda

  • A trama do algodão que transforma – Cooperativa Central Justa Trama – Porto Alegre (RS);
  • CLOC (Criatividade – Lógica – Oportunidade – Crescimento) – Instituto de Pesquisas em Tecnologia e Inovação – Santa Luzia do Itanhy (SE);
  • Turismo de Base Comunitária: melhorando vidas e preservando o meio ambiente – Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (IDSM) –Tefé (AM);

Meio Ambiente

  • Plantando Águas – The Green Initiative – São Paulo (SP);
  • Sistema Miyawaki de restauração de ecossistemas na Amazônia – Instituto Amigos da Floresta Amazônica – Asflora – Benevides (PA);
  • Reúso de Resíduos Vítreos de Aterros Sanitários: meio ambiente e renda – Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Campus Toledo – Toledo (PR);

Premiações Especiais

Gestão Comunitária e Algodão Agroecológico

  • A trama do algodão que transforma Cooperativa Central Justa Trama – Porto Alegre (RS)
  • O Algodão Agroecológico Gerando Renda e Conhecimento no Curimataú Paraibano – Associação de Apoio a Políticas de Melhoria da Qualidade de Vida, Meio Ambiente e Verticalização da Produção Familiar – Remígio (PB);
  • Algodão Agroecológico no Fortalecimento da Agricultura Familiar e Associativismo – Associação de Desenvolvimento Educacional e Cultural de Tauá – Tauá (CE);

Mulheres na Agroecologia

  • Programa Educacional de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável – PEADS – Serviço de Tecnologia Alternativa – Ibimirim (PE);
  • Pitanga Rosa: agroecologia, saúde e qualidade de vida – Associação Pitanga Rosa – Chapecó (SC);
  • Mulheres Protagonistas no Beneficiamento de Produtos Agroecológicos – Cooperativa Agropecuária de Alagoas – Flexeiras (AL);

Primeira Infância

  • Programa Municipal de Aleitamento Materno – PRÓ-MAMÁ – Prefeitura Municipal de Osório – Osório (RS);
  • Programa Primeira Infância Ribeirinha (PIR) – Fundação Amazonas Sustentável – Manaus (AM);
  • Visitação domiciliar na primeira infância – Secretaria da Saúde – Porto Alegre (RS);

Categoria Internacional

  • Las compras públicas para un modelo territorial de comunidades indígenas Maya-Ch´orti´ – Asociación para el desarrollo integral de productores del Área Ch´orti´ – Chiquimula – Guatemala;
  • Programa Ondas Atlántico para la generación temprana de vocaciones cientificas – Universidad Simón Bolívar – Barranquilla – Colômbia;
  • Escuelas Ambientalmente Sostenibles y Cultura 3R – Instituto Nacional de Bienestar Estudiantil (INABIE) – Santo Domingo – República Dominicana.

A premiação deste ano foi aberta a entidades sem fins lucrativos, como instituições de ensino e de pesquisa, fundações, cooperativas, organizações da sociedade civil e órgãos governamentais de direito público ou privado, legalmente constituídas no Brasil e países da América Latina e do Caribe.

As finalistas brasileiras concorrem a R$ 700 mil em prêmios divididos entre as categorias nacionais, sendo R$ 50 mil para o primeiro colocado, R$ 30 mil para o segundo e R$ 20 mil para o terceiro de cada uma das categorias. As três iniciativas do exterior que compõe a categoria Internacional foram identificadas como tecnologias sociais que possam ser reaplicadas no Brasil e que constituam efetivas soluções para questões relativas a Cidades Sustentáveis e/ou Inovação Digital; Educação,Geração de Renda e Meio Ambiente.

Todas as finalistas ganharão um troféu e um vídeo retratando a iniciativa. Além disso, serão convidadas a participar do Encontro de Tecnologia Social, a ser realizado em Brasília (DF), antecedendo a noite de premiação. Elas também passaram a fazer parte do Banco de Tecnologias Sociais (BTS).

Nesta edição o Prêmio Fundação BB de Tecnologia Social tem a parceria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Instituto C&A, Ativos S/A e BB Tecnologia e Serviços, além da cooperação da Unesco no Brasil e apoio da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Ministério da Cidadania, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Banco de Tecnologias Sociais

O BTS é uma base de dados online que reúne atualmente 1.110 metodologias certificadas por solucionarem problemas comuns às diversas comunidades brasileiras nas áreas de: Alimentação, Educação, Energia, Habitação, Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Renda e Saúde. Acesse este endereço para conhecer.

Confira a lista das 24 Finalistas aqui

Confira a lista das 123 Certificadas aqui

Bradesco Seguros disponibiliza novo site do Clube de Vantagens para facilitar navegação de usuários 348

Bradesco Seguros disponibiliza novo site do Clube de Vantagens para facilitar navegação de usuários

Programa oferece promoções e ofertas especiais em mais de 500 mil produtos de estabelecimentos conveniados e lojas online

A Bradesco Seguros apresenta o seu novo site do Clube de Vantagens Bradesco Seguros, que foi reestruturado para oferecer a melhor experiência de navegação e facilitar o acesso a todas as ofertas e promoções especiais. Com design simples, objetivo e funcional, o segurado pode encontrar o que deseja, entre as centenas de produtos oferecidos, com mais facilidade.

A home do site foi pensada com o objetivo de destacar as principais novidades, ofertas e produtos disponibilizados pelos mais de 400 parceiros de diferentes áreas como viagens, restaurantes, farmácias, pet, produtos infantis, utilidades domésticas, eletrônicos entre outros produtos e serviços. A página atualmente conta com mais de cinco milhões de visitas.

Pioneiro no mercado segurador, o Clube promove descontos atrativos para os clientes da Bradesco Seguros nos grupos de Previdência, Vida, Residencial, Saúde, Dental, Capitalização e Cartão de crédito da seguradora. No aplicativo, com o serviço de geolocalização e filtro inteligente, o cliente aproveita os benefícios em suas áreas de interesse.

Além da internet, o Clube de Vantagens também está disponível no aplicativo Bradesco Seguros. Lá também é possível consultar promoções e realizar compras de forma rápida e prática.

Seguro Rural garantiu R$ 2 bilhões de reparo em perdas no campo 392

Seguro Rural garantiu R$ 2 bilhões de reparo em perdas no campo

Seguradora alerta para proteção voltada a safra de grãos do verão

O agronegócio é um dos principais pilares da economia do país, fundamental para o projeto de segurança alimentar do Governo Federal. Neste contexto, contar com o Seguro Rural é essencial para manter a produção, reduzindo o impacto de possíveis intempéries climáticas.

Para o produtor que planeja para próxima safra de verão de grãos, plantando, por exemplo, soja, milho, arroz, este é o momento ideal de contratar o seguro rural. Além de proteger a lavoura desde o início, ter uma apólice garante tranquilidade ao produtor.

Segundo a Superintendência de Seguros Privados (Susep), um montante de aproximadamente R$ 2 bilhões em indenizações foi pago pelas seguradoras que ofereceram produtos agrícolas na safra 2018/2019. “A última safra foi difícil em função da seca no Paraná e na região Centro-Oeste, que afetou principalmente a soja e o milho. Já o excesso de chuvas no final do ciclo no Rio Grande do Sul causou prejuízos à safra de arroz”, comenta a superintendente de Seguros Agrícolas da MAPFRE, Catia Rucco Rivelles.

A executiva usa dados da última safra de uvas na região Sul – quando só a companhia foi responsável em pagar R$ 65 milhões em indenizações aos produtores, que sofreram com chuvas de granizo – para demonstrar a importância desta modalidade de seguro. “Lavouras são verdadeiras indústrias a céu aberto, com poder de regular a economia desde os ganhos diretos do agricultor ao preço que o alimento chega à mesa do consumidor”, pontua.

Maior subvenção deve atrair novos segurados

A notícia de que o Governo Federal aumentará em 170% o valor dos recursos destinados ao Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural deve contribuir na expansão dos seguros voltados ao campo. O valor disponível deve chegar a R$ 1 bilhão a partir do ano que vem e poderá ser obtido por mais agricultores, ampliando o acesso à apólice e, por consequência, a área plantada segurada em 15,6 milhões de hectares, de acordo com as estimativas do Plano Safra 2019/2020.

O incremento é visto com grande expectativa pelo mercado segurador e pela a MAPFRE, que possui o portfólio mais amplo do segmento, oferecendo proteção para mais de 60 culturas diferentes. “É uma iniciativa importante para a continuidade e a sustentabilidade da atividade rural. Muitos países se fortaleceram no agronegócio por meio deste tipo de incentivo governamental. Na companhia esperamos uma procura 30% maior que nos anos anteriores”, avalia Catia.

Consórcio segue como opção para adquirir imóvel no exterior 293

Consórcio segue como opção para adquirir imóvel no exterior

Produtos personalizados, prazos e taxas mais atrativas são os diferenciais da MAPFRE

Os brasileiros interessados em adquirir imóveis nos Estados Unidos e em Portugal, agora, podem utilizar consórcios para realizar esse sonho. Desde março deste ano, a MAPFRE Consórcios, empresa associada à BR Consórcios, comercializa o produto com a taxa de administração e prazos reduzidos.

De acordo com o Banco Central (BACEN), só em 2018, foram contabilizados US$ 6 bilhões em remessas de brasileiros para compras de imóveis no exterior. A novidade foi pensada justamente para atender a esse público. “Apesar de parecer um objetivo distante, a aquisição de uma casa no exterior por meio do consórcio segue a mesma lógica do produto convencional, havendo apenas algumas particularidades de acordo com cada pais”, explica Patricia Siequeroli, diretora da MAPFRE Consórcios.

Segundo a executiva, usar o consórcio para a compra de imóvel no exterior garante tranquilidade ao comprador. “Na MAPFRE, as cartas de crédito são comercializadas de R$ 75 mil a R$ 600 mil que podem ser destinados à aquisição de qualquer imóvel. Por isso, oferecimentos o máximo de conforto ao cliente nas questões relacionadas a processos, documentos, certificados e todas as burocracias que envolvem a compra de uma casa”, finaliza.

Diferenciais do Consórcio MAPFRE

O consórcio da MAPFRE também pode ser utilizado para construir, reformar, ampliar ou quitar financiamento próprio. A contemplação é feita por oferta de lance (fixo ou livre) ou por sorteio, de acordo com o Regulamento Interno.

Um dos maiores diferenciais da MAPFRE Consórcios é o relacionamento da administradora com o consorciado, oferecendo um atendimento personalizado e orientando em todo o processo da compra até a aquisição do bem. O contato com cliente é feito via telefone, e-mail, SMS e webchat.

Confira os passos para adquirir um imóvel no exterior por meio do consórcio MAPFRE:

  1. Definir o valor do imóvel pretendido. A parcela total não pode ultrapassar mais do que 30% de toda a renda bruta mensal;
  2. Planejar despesas para os próximos meses e anos para que a carta de consórcios não complique o orçamento da família;
  3. Fazer o consórcio do valor parcial ou integral do imóvel pretendido;
  4. Apresentar um imóvel no Brasil como garantia real após ser contemplado;
  5. Negociar seu imóvel no exterior, contando com a assessoria de profissionais conveniados à administradora e qualificados para atuação no mercado americano ou português;
  6. Por fim, realizar os pagamentos do consórcio.

Aspecir Previdência completa 82 anos com os melhores resultados do mercado 535

Aspecir Previdência completa 82 anos com os melhores resultados do mercado

Empresa é líder nacional em Previdência Complementar com rentabilidade garantida

Divulgação
Divulgação

O maior fundo previdenciário de renda fixa no período de 12 meses, segundo a Superintendência de Seguros Privados (Susep), nasceu em 17 de julho de 1937. A Aspecir Previdência é uma das raras empresas brasileiras de previdência privada que se mantém em sua forma original de atuação. Completando 82 anos, é uma alternativa diferente às soluções tradicionais apresentadas pelas companhias previdenciárias ligadas a bancos e seguradoras independentes.

Só nos últimos seis meses, a empresa apresentou um crescimento de 12,66% do fundo ASPECIR PRGP FI RF PREV., o que representa 411,96% de rentabilidade relativa ao CDI no ano e um superávit acumulado até maio deste ano de R$ 7.386.848,00.

A Aspecir conta com uma equipe de profissionais especializados em consultoria financeira nas áreas de Previdência Complementar, Seguros de Vida e Empréstimos Consignados. É uma assistência qualificada na busca de segurança, planejamento financeiro e rentabilidade.

Líder nacional em Previdência Complementar com rentabilidade garantida, a Aspecir Previdência está presente em todo território brasileiro e tem por objetivo a subscrição de planos de pecúlio, aposentadoria, seguros de vida, acidentes pessoais, seguro prestamista, auxílio funeral, encaminhamento de pedidos de indenização do seguro DPVAT e a concessão de Assistência Financeira aos participantes, atendendo aos servidores públicos federais, estaduais e municipais, ativos, inativos, aposentados e pensionistas, bem como, aos clientes do segmento empresarial, oferecendo produtos diferenciados e de simples contratação.

Ao completar 82 anos, a empresa parabeniza os seus colaboradores e parceiros, sem os quais não teria atingido a marcas tão significativas.

Arquivo JRS
Arquivo JRS