34 desmanches ilegais foram interditados no Rio Grande do Sul desde fevereiro 447

Ação conjunta reduziu roubo e furto de veículos em 10,6%

Locais
Dois desmanches foram interditados na manhã de hoje, em Porto Alegre. Filipe Tedesco/JRS

Foi deflagrada na manhã desta quinta-feira, 18, a 19ª fase da operação que visa barrar a ação dos desmanches ilegais no Rio Grande do Sul. Dois estabelecimentos foram interditados na Zona Leste de Porto Alegre.

Ao todo, 34 locais irregulares foram interditados desde fevereiro deste ano, quando a operação começou a ser realizada. 30 pessoas foram presas em flagrante e 1.500 toneladas de sucata apreendida e encaminhadas para trituração. “De lá para cá é perceptível a queda no roubo e furto de veículos, principalmente na Região Metropolitana e em Porto Alegre. Uma redução de 10,6% em comparação com o segundo trimestre do ano passado”, conta a capitã Marta França Moreira, da SSP-RS. Marta alerta que a população não deve fomentar este mercado, atrelado a outros tipos de crimes, como maus tratos a animais e fortemente ligado aos famosos puxadores de carros. “Em outra oportunidade, encontramos R$ 10 mil separados para distribuição direta aos puxadores”, conta ao incentivar as denúncias através do site do Detran-RS ou nos demais órgãos como a BM (190) e Polícia Civil (197).

kkkk
1,5 tonelada de sucata já foi apreendida e triturada. Filipe Tedesco/JRS

Um dos proprietários foi intimado a prestar esclarecimentos por operar empreendimento potencialmente poluidor, sem licenciamento ambiental. A expectativa dos coordenadores da força-tarefa é de que sejam encaminhadas para trituração cerca de 70 carcaças de veículos.

“Em aproximadamente 70% das vistorias acabam ocorrendo prisões em flagrante por receptação de peças roubadas”, conta o delegado Adriano Nonnenmacher de Souza, do DRV/DEIC.

Nove municípios já receberam edições da Operação Desmanche: Porto Alegre, Gravataí, Viamão, Sapucaia do Sul, Canoas, Novo Hamburgo, Montenegro, São Sebastião do Caí e Alvorada.

Lei dos Desmanches

A Lei Federal 12.977 (Lei dos Desmanches) entrou em vigor em 20 de agosto de 2015, com o objetivo de combater a recepção de veículos roubados. Desde esta data, somente podem atuar no comércio de peças usadas empresas registradas no Detran/RS. Essas empresas devem seguir uma série de requisitos e incluir cada uma das peças à venda no sistema informatizado, vinculando-as à nota fiscal e à placa do veículo de origem. O Rio Grande do Sul possui hoje 212 empresas de desmanches registradas. O consumidor pode consultar estes estabelecimentos no site do departamento.

Força-tarefa

A força-tarefa foi designada pelo governador José Ivo Sartori para atuar na fiscalização dos estabelecimentos ilegais. Cada um dos órgãos envolvidos tem uma função específica nas operações. A Secretaria da Segurança Pública coordena o trabalho do grupo e também define os alvos, através do Setor de Inteligência.

O Instituto-Geral de Perícias tem a função de identificar peças roubadas e atua na parte criminal das operações, juntamente com a Polícia Civil, que também efetua as prisões. O Detran/RS autua administrativamente as empresas e coordena todo o trabalho de apreensão da sucata e sua destinação para reciclagem. A Brigada Militar, por fim, faz a segurança de toda a operação com agentes do Batalhão de Operações Especiais (BOE).

Seguro

O valor do seguro automotivo na região metropolitana de Porto Alegre é um dos mais caros do Brasil. Reflexo da violência. Aproximadamente 60% do preço é composto pelo roubo e furto de veículos.

“Lamentavelmente, quem acaba pagando essa conta é o consumidor. Porque as seguradoras repassam [o valor] no custeio da apólice para aqueles que adquirem os seguros”, afirmo Ricardo Pansera, presidente do Sindicato de Corretores de Seguros do Rio Grande do Sul em recente entrevista.

*Colaborou Laura Xavier, da Secretaria de Segurança Pública.

Planos odontológicos registram 1,7 mi novas contratações em 12 meses 761

ANS divulgou números da saúde suplementar e planos odontológicos referentes a agosto

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) disponibilizou dados atualizados do setor de planos de saúde relativos ao mês de setembro. O destaque é dos planos odontológicos, que registrou 1,7 milhão a mais de novas contratações em relação ao mesmo mês de 2017. Ao todo foram registrados 24.053.977 beneficiários.

Nos planos de assistência médica, o setor contabiliza 47.341.036 beneficiários, mantendo estabilidade em relação ao mesmo período do ano anterior. No recorte por estado, 17 registraram crescimento no número de beneficiários em planos de assistência médica (em números absolutos) no período de um ano.

A ANS ressalta que os dados podem sofrer modificações retroativas em função das revisões efetuadas mensalmente pelas operadoras.

Confira nas tabelas abaixo os números de beneficiários por tipo de contratação do plano e por UF

Divulgação

Divulgação

Divulgação

Autoglass conquista Prêmio Época Reclame Aqui pela 3ª vez consecutiva 693

Prêmio Época Reclame Aqui

Empresa conquistou posição de destaque através do voto popular

A Autoglass recebeu pelo terceiro ano consecutivo o Prêmio Época Reclame Aqui como a melhor empresa para o consumidor. “É com muito orgulho e satisfação que anunciamos esse reconhecimento”, informou nota enviada à redação de JRS.

Prêmio Época Reclame Aqui
Divulgação

Em evento realizado no dia 29 de outubro, em São Paulo, a empresa conquistou o 1º lugar na categoria Peças e Acessórios Automotivos, através do voto popular.

O prêmio, considerado o Oscar do Atendimento, recebeu mais de 8 milhões de votos este ano. A Autoglass foi escolhida por mais de 18 mil votantes. Além da Autoglass, outras cinco empresas concorriam ao prêmio na categoria indicada, que recebeu aproximadamente 75 mil votos.

Autoglass no Prêmio Época Reclame Aqui
Autoglass no Prêmio Época Reclame Aqui

“Receber este prêmio pela terceira vez me deixa muito orgulhoso, pois demonstra o trabalho de toda uma empresa engajada em ser solução para os nossos clientes. O nosso esforço e dedicação com o cliente tem surtido efeito positivo, e isso reflete na conquista do Prêmio Época Reclame Aqui”, comenta Eduardo Borges, vice-presidente da Autoglass.

Corretora contrata profissional em Porto Alegre (RS) 619

Corretora contrata profissional

Seleção acontece até o dia 12 de novembro

A Pazinato Seguros, localizada na região central de Porto Alegre (RS), contrata profissional para atuar em horário comercial, de segunda à sexta, das 8h30min às 12h e das 13h30min às 18h. Entre os benefícios estão vale transporte, vale refeição, cesta alimentação conforme cláusula dissídio da categoria e seguro de vida.

Entre os requisitos estão experiência comprovada em cálculos de seguros, encaminhamento de sinistros, disponibilidade de horários, pró-atividade, ser detalhista e focar em organização, ter experiência em operações com o sistema Windows, Office, Internet e afins, além de ser um profissional comunicativo, ter excelentes relações interpessoais, ser persistente, responsável e manter a pontualidade.

A seleção acontece até o dia 12 de novembro de 2018 e o salário é de R$ 1.500,00. Gostou? Envie currículo para francisco@pazinatoseguros.com.br.

Seguros SURA reconhece papel da gerente comercial Fabiana Mello 761

Fabiana Mello, gerente comercial da Seguros SURA, durante cerimônia do Troféu JRS 2018

Profissional conquistou posição de destaque no 16º Troféu JRS

A noite do dia 19 de outubro, no Centro de Eventos Casa do Gaúcho, em Porto Alegre (RS), ainda repercute no mercado brasileiro e internacional de seguros. A Seguros SURA, por exemplo, reconheceu o papel fundamental de seus colaboradores no desenvolvimento de uma grande empresa. “Por isso, parabenizamos Fabiana Rodrigues Barboza de Mello, nossa Gerente Comercial, por ser homenageada com o 16º Troféu JRS, na categoria Gerente Destaque”, disse comunicado publicado em uma rede de profissionais.

Saiba todos os detalhes: Troféu JRS 2018 reconhece grandes nomes do mercado brasileiro de seguros.

A cerimônia, um dos momentos mais aguardados pelo setor durante todo o ano, prestigia grandes empresas, profissionais e entidades do setor.

“Eu tinha conhecimento que seria uma das indicadas na premiação, mas não sabia que iria ganhar. Fiquei muito feliz pela conquista. É um prestígio. Receber o reconhecimento do mercado através da votação em um dos canais de comunicação mais respeitados no Sul gera um destaque na minha vida profissional. A SURA é uma empresa que valoriza, desenvolve e investe na capacitação e desenvolvimento de seus colaboradores, cada conquista nesse nível é a certeza de que estamos no caminho certo“, declarou Fabiana Mello.

“Parabéns, Fabiana e obrigado por toda a dedicação à Seguros SURA”, concluiu o comunicado da companhia.

Ameaças cibernéticas e segurança dos dados são temas de treinamento em Blumenau (SC) 571

Cibernético

Promovido pela AIG Seguros, encontro alertou sobre os riscos digitais que preocupam profissionais, executivos e empresas

Em 2017, as perdas com crimes cibernéticos no Brasil somaram US$ 22 bilhões e atingiram cerca de 62 milhões de brasileiros, de acordo com dados do Norton Security Report. E o Brasil é hoje o sétimo país mais visado do mundo a ataques hackers, segundo a Kaspersky. Por isso, empresas de diferentes portes e segmentos devem estar atentas às ameaças de fraude e violação de dados, principalmente agora com as regras da recém-aprovada Lei de Proteção de Dados Pessoais, que responsabiliza as organizações com penalidades e multas em caso de vazamento de dados.

Neste cenário, especialistas da AIG Seguros estiveram em Blumenau nesta última terça-feira (23) para um treinamento específico sobre os possíveis riscos, prejuízos e dimensão que as ameaças digitais podem trazer aos negócios e à reputação de uma empresa. Pioneira no lançamento do Seguro de Riscos Cibernéticos no Brasil, a AIG oferece o seguro que cobre diferentes situações em que as empresas se veem expostas aos crimes de vazamento de dados e ransomware (sequestro de dados).

O treinamento reuniu aproximadamente 50 corretores para assistir à apresentação de Tiago Lino, especialista da AIG Brasil em segurança cibernética. “O risco deste tipo de ataque atinge desde pequenos negócios que armazenam números de telefones e endereços, a aplicativos, grandes empresas e e-commerce que trabalha com dados bancários dos clientes. O encontro buscou oferecer atualização e capacitação aos corretores para que possam conscientizar seus clientes da importância de ferramentas protecionais e do seguro, já que todos podem ser alvos de ataques capazes de arruinar suas finanças e reputação”, conta Tiago.

Encontros como este têm o objetivo de esclarecer dúvidas, além de atualizar e aprofundar o conhecimento de corretores em relação ao mercado de seguros, de forma que possam oferecer o melhor serviço a seus clientes. “Ao trabalhar com o Seguro de Riscos Cibernéticos, mostramos aos nossos corretores parcerios uma oportunidade de diversificação de seu portfólio”, completa o especialista da AIG. Desde janeiro, a AIG já realizou quase 200 treinamentos, entre presenciais em várias cidades do País e on-line, que contaram com a participação de cerca de 2.200 corretores.

Reconhecida pelo mercado brasileiro pela inovação, excelência na gestão de sinistros e apoio aos clientes na recuperação das perdas, a AIG celebrará, em 2019, 100 anos de atuação no mundo e 70 anos no Brasil.