Quais riquezas de cada profissional uma equipe de vendas precisa? 459

Alberto Júnior elenca categorias de membros de uma equipe

Neste artigo procurei dividir com vocês o que na prática realmente funciona e como é possível ter resultados extraordinários quando encontramos uma equipe com pessoas “ricas” e especiais de alguma forma.

Uma equipe de sucesso tem a necessidade de pessoas com experiências completamente diferentes, em mercados diferentes também, pois cada situação será tratada de uma forma e funcionará como base para agregar conhecimento… Essa “banca de soluções” poderá trazer rapidez na tomada de decisão quando necessário.

Você precisa ter o vendedor “abre estradas” na sua equipe, aquele que vai abrir cada novo negócio que será lançado, ele precisa ser um profissional que não se preocupa em cuidar do detalhe, e sim testar e verificar na prática quais as reais necessidades, riscos e condições para se obter sucesso na jornada.

O “grandioso pavimentador”. Esse será o profissional que acabará promovendo um trabalho do tipo pós-venda e é com esse tipo de perfil que o seu cliente / produto será atendido e tratado da melhor forma possível.

O típico estrategista, que mesmo com menos atividades, consegue atingir os resultados fazendo apenas o necessário sem inventar o que não faz sentido para ser lembrado como o inovador, o que não é o objetivo nesse perfil.

Aquele que chamo de Rei das “antas”, que na equipe acaba influenciando negativamente os fracos e faz da maneira mais rápida com que sejam todos desligados para a equipe ser reconstruída com quem realmente faz acontecer.

Os “sem palavras”, que não respondem a nada para a própria equipe e faz com que a equipe aguce seus instintos de como este faz para ter sucesso, testando e se autodesafiando.

O psicólogo da equipe, que onde e da forma que for, está sempre ajudando o líder a resolver pequenos problemas pessoais sem que para isto o líder gaste tempo com poucas coisas. Este profissional está inserido em todas as equipes e na maioria das vezes circula por todos os ambientes da empresa de alguma forma.

O famoso E.T., que faz de qualquer jeito, porém sempre dá certo no final. Este é o típico caso de um “ser iluminado”, e sabe por quê? Todos acabam ouvindo e recebendo dicas e fazem por acreditar que não é possível ele conseguir. Funciona muito bem como alavanca de profissionais e normalmente é o mais “estranho” da turma.

Não vou citar aqui mais alguns que acredito possam até ser lógicos, mas estes fazem com que a base da equipe seja estabelecida e preparada para quaisquer desafios. Cuide, pois cada um tem um tipo de faixa etária, na maioria das vezes alinhadas ao produto que vendem, e que da mesma forma possui um tipo de segurança que faz com que a equipe se sinta mais confiante.

Chega de esperar para construir uma equipe de sucesso, vá em frente e faça acontecer, pois você pode muito mais.

Mercado de seguros propõe marco regulatório e ampliação de novos produtos 415

Carta de Conjuntura do Sincor-SP

Confira os detalhes da mais recente Carta de Conjuntura do Sincor-SP

Em sua mais recente Carta de Conjuntura, que reúne números e projeções do mercado de seguros, o Sindicato dos Empresários e Profissionais Autônomos da Corretagem e da Distribuição Seguros do Estado de São Paulo (Sincor-SP) apresenta uma série de propostas ao próximo presidente da República para a melhora das atividades do setor. As sugestões, formuladas pela Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), visam promover a inclusão social, desenvolver novos produtos, promover o equilíbrio financeiro e o fortalecimento do modelo regulatório.

Segundo o documento do Sincor-SP, os seguros arrecadam anualmente R$ 460 bilhões e pagam aos consumidores aproximadamente R$ 280 bilhões em indenizações. O setor também dispõe de ativos para garantir os riscos assumidos, da ordem de R$ 1,2 trilhão – equivalentes a 25% da dívida pública brasileira –, montante que o posiciona entre os grandes investidores institucionais do país. Com movimento de receitas que já representam 6,5% do PIB brasileiro, o setor tem potencial para crescer ainda mais, diz a Carta.

Entre as propostas, estão a criação de novos produtos nas áreas de saúde, de vida (Universal Life) e de previdência (Prevsaúde); iniciativas para blindagem das reservas técnicas, além de coibir o exercício irregular da atividade seguradora; promoção da Reforma da Previdência pública; novas formas de regulação, de remuneração e de reajuste na área de saúde; e um novo marco regulatório no mercado de capitalização e ampliação de novos produtos na área de seguro garantia.

Para o presidente do Sincor-SP, Boris Ber, a expectativa de crescimento, com o surgimento de novos produtos, mostrará com mais força o papel da entidade em preparar os corretores para esses novos serviços. “Frente aos riscos que as obras de grande porte têm sofrido diante da crise político-econômica, o setor de seguros pode ser um agente para alavancar a infraestrutura no País, oferecendo mais proteção a essas obras. Seguros como os de Responsabilidade Civil, E&O (Error and Ommissions), D&O (Directors and Offices Liability Insurance) e Seguro Cyber Risks ganham força, e todo apoio governamental será fundamental para a nova fase”, exemplifica Ber.
Em outras frentes de propositura, o presidente da entidade também menciona a previsibilidade da mediação com passo inicial na resolução de conflitos envolvendo apólices de seguros. “Quando observamos um cenário onde o Tribunal de Justiça de São Paulo julgou cerca de 25 mil processos contra planos de saúde, nos primeiros nove meses de 2018, vemos a mediação como um caminho que pode minimizar esses pleitos na Justiça”, comenta Ber.

A publicação do Sincor-SP destaca que em 2015 e 2016 os números da economia do País foram ruins, mas que em 2017 e no início de 2018 alguns indicadores mostraram recuperação. A alta só não foi maior devido a fatores como a greve dos caminhoneiros, o desemprego e proximidade das eleições. A expectativa agora é que, definido o próximo presidente, as coisas se equilibrem e comecem a entrar em um ritmo de desenvolvimento.

A despeito da instabilidade econômica, os ramos típicos de seguros (por exemplo, automóvel, pessoas, residencial, empresarial etc.), sem considerar as operações de saúde suplementar, apresentam variação acumulada de mais 6% no faturamento até agosto na comparação com o mesmo período de 2017. O valor é influenciado pela queda da receita do seguro DPVAT. Caso o ramo fosse excluído nos dois períodos citados, teríamos um valor maior, já que a variação acumulada passaria de 6% para 7%. Já nos produtos do tipo VGBL, um produto com características mais financeiras, de acumulação, houve queda em 2018, quando comparado ao mesmo período do ano anterior.

Outros números positivos vêm da receita de resseguro local, com um faturamento de R$ 5 bilhões até julho – alta de 7% em relação ao ano passado – e da receita de capitalização, que registrou o mesmo faturamento e alta, mas até agosto. No total, as seguradoras faturaram até agosto R$ 12,7 bilhões, contra R$ 11,2 bilhões no mesmo período do ano passado, uma alta de 14%. O patrimônio líquido das companhias, no entanto recuaram 7%, passando de R$ 88 bilhões para R$ 82,2 bilhões.

Na Carta, ainda dedica espaço ao seguro de automóvel, o principal produto da maioria das corretoras. Segundo a entidade, os prêmios pagos no ramo chegam a R$ 38 bilhões ao ano. O mercado também é bem diversificado, 25 seguradoras têm um faturamento acima de 0,2% do total e as cinco primeiras faturam menos de 60% de tudo que é ganho pelo setor. O estudo conclui que o veículo continua sendo o grande sonho do brasileiro e a infraestrutura do País em transportes públicos é precária para que o consumo tenha uma desaceleração importante. Por outro lado, a entidade destaca que os aplicativos de motoristas vêm aumentando e que, a longo prazo, isso pode representar uma ameaça ao ramo.

Confira a Carta de Conjuntura.

Franquia de exames especializados deseja expandir para Porto Alegre (RS) 394

Saúde

Rede de laboratórios realiza cerca de 800 exames todos os meses

Com seis franquias em todo o país, a rede CRM Líquor, deseja agora expandir suas atividades na cidade de Porto Alegre.

“Temos interesse em expandir para Porto Alegre e o nosso principal objetivo é democratizar o exame de líquor com diagnóstico preciso em todo o país”, conta Dr. Rene Pimenta, fundador da rede CRM Líquor.

Para adquirir a franquia CRM Líquor, o candidato precisa ser médico com formação em neurologia, neurocirurgia, infectologia ou patologia clínica. Com investimento inicial a partir de R$ 100 mil, de acordo com o idealizador do CRM Líquor, o faturamento vai depender do potencial da região e do volume de exames, mas pode chegar a um valor superior a R$ 110 mil mês.

Vale salientar que a empresa desenvolveu três modelos de negócios para adequar a franquia em todas as regiões do país. Atualmente existem o modelo Coleta, onde o franqueado fica responsável por realizar o exame de líquor e enviar para a matriz em São Paulo. O modelo standard segue o mesmo padrão, mas caso o médico já tenha um consultório, a franquia pode se instalar no ambiente já utilizado pelo médico. O terceiro modelo, CRM Líquor Total, já conta com a coleta e análise in loco, além do software e estrutura da franqueadora.

Por que o Seguro de Transporte de Cargas é tão importante para PMEs? 472

Porto Seguro

Pequenas e médias empresas são responsáveis por 70% da carteira do Porto Seguro

O seguro transportes de cargas, responsável por cobrir danos e garantir a segurança da mercadoria desde o embarque até a chegada ao destino, pode ser contratado por empresas transportadoras – para garantir a segurança da carga de terceiros que estão sob sua responsabilidade – ou pelo dono da carga, que deseja transportá-la com mais garantia.

Para atender aos diferentes tipos de empresas e setores, o Porto Seguro Transportes oferece soluções personalizadas para as Pequenas e Médias Empresas, que representam 70% da carteira da seguradora.

Para as PMEs, o mais importante é conseguir um seguro que possa ser personalizado e tenha agilidade na contratação, pois isso permite ao empresário oferecer uma solução completa ao seu cliente, seja o dono da carga ou a pessoa que tenha adquirido e precisa recebê-la em segurança. “Um exemplo é a possível contratação do seguro para transporte de cargas avulsas, nacionais ou internacionais (disponível ao proprietário da mercadoria), que é oferecido pelo Porto Seguro Transportes”, afirma Jarbas Medeiros, superintendente do produto.

No Porto Seguro Transportes, o contratante possui coberturas para capotagem, colisão ou tombamento do veículo, incêndio, raio ou explosão, desmoronamento ou queda de terra, entre outras. Além disso, é possível contratar, coberturas para roubo e despesas diretas e exclusivamente vinculadas às operações de transporte. Como benefício, há o guincho 24h, assistência à carga e sistema próprio de averbação.

Para contratar, é importante procurar um Corretor de Seguros e entender as opções disponíveis que mais se adequam ao perfil da sua empresa.

Autoglass conquista Prêmio Época Reclame Aqui pela 3ª vez consecutiva 693

Prêmio Época Reclame Aqui

Empresa conquistou posição de destaque através do voto popular

A Autoglass recebeu pelo terceiro ano consecutivo o Prêmio Época Reclame Aqui como a melhor empresa para o consumidor. “É com muito orgulho e satisfação que anunciamos esse reconhecimento”, informou nota enviada à redação de JRS.

Prêmio Época Reclame Aqui
Divulgação

Em evento realizado no dia 29 de outubro, em São Paulo, a empresa conquistou o 1º lugar na categoria Peças e Acessórios Automotivos, através do voto popular.

O prêmio, considerado o Oscar do Atendimento, recebeu mais de 8 milhões de votos este ano. A Autoglass foi escolhida por mais de 18 mil votantes. Além da Autoglass, outras cinco empresas concorriam ao prêmio na categoria indicada, que recebeu aproximadamente 75 mil votos.

Autoglass no Prêmio Época Reclame Aqui
Autoglass no Prêmio Época Reclame Aqui

“Receber este prêmio pela terceira vez me deixa muito orgulhoso, pois demonstra o trabalho de toda uma empresa engajada em ser solução para os nossos clientes. O nosso esforço e dedicação com o cliente tem surtido efeito positivo, e isso reflete na conquista do Prêmio Época Reclame Aqui”, comenta Eduardo Borges, vice-presidente da Autoglass.

Obra mostra como ser um vendedor de sucesso e chama atenção de membros do MDRT 1132

“Vendedor C.O.U.G.A.T.I.” foi um dos grandes destaques do MDRT Day Brazil

O autor Alberto Júnior marcou presença no MDRT Day Brazil, realizado no último dia 25 de outubro, em São Paulo (SP). Além de ser um dos grandes nomes do mercado brasileiro de seguros de vida, o especialista é MCC State responsável por toda a Região Sul do Brasil do Million Dollar Round Table (MDRT). A organização reúne os profissionais de sucesso no ramo de seguros de vida em nível mundial.

Veja ainda: “Aproveite seu tempo da melhor forma possível”.

“Vendedor C.O.U.G.A.T.I.” apresenta como desenvolver as competências necessárias a um vendedor de sucesso. Entre as técnicas apresentadas pela obra, única a ser comercializada no evento, estão a otimização de tempo com foco em mais resultados e na prestação de um serviço muito melhor aos clientes. Alberto Júnior ainda traz reflexões e exercícios interativos para que o leitor consiga visualizar o perfil de profissional que é no momento, de forma que possa projetar suas metas futuras.

Alberto Júnior é uma das grandes referências em vendas de seguro de vida em nível internacional
Alberto Júnior é uma das grandes referências em vendas de seguro de vida em nível internacional

Considerado um case de sucesso, Alberto também é autor de “A Lógica – Como faturar milhões com Seguro de Vida”. Ao todo, mais de 300 exemplares dessa obra foram distribuídas aos participantes do MDRT Day Brazil. Já com “Vendedor C.O.U.G.A.T.I.” foram efetuadas quase 100 vendas, um número considerado espetacular, diante dos mais de 300 participantes do congresso, realizado no Maksoud Plaza Hotel.

E mais: Cobertura especial do JRS no MDRT Day Brazil.

As leituras enriquecedoras e que agregam valor aos profissionais do seguro no Brasil estão disponíveis para envio imediato e por um valor promocional. Para adquirir “Vendedor C.O.U.G.A.T.I.”, clique aqui. Já para adquirir “A Lógica – Como faturar milhões com Seguro de Vida”, clique aqui.