Seguradores acreditam no futuro da corretagem no Brasil 600

Lideranças debateram sobre o tema em palestra do XVII Conec


Os corretores de seguros lotaram o auditório principal do 17º Conec na manhã da quinta-feira (07) para escutar Edson Luis Franco da

gabrielportellasulamerica
Gabriel Portella, presidente da SulAmérica. (William Anthony/JRS)

Zurich Seguros, Fabio Luchetti da Porto Seguro, Francisco Vidigal Filho da Sompo Seguros, Gabriel Portella da SulAmérica, José Adalberto Ferrada da Tokio Marine, Marcos Eduardo Ferreira do Grupo Segurador Banco do Brasil e MAPFRE, Pérez Jaime da Allianz e Randal Zanetti da Bradesco Seguros, falaram sobre o futuro da corretagem de seguros no Brasil.

Foi unanimidade que o ramo é promissor. “Eu acredito no seguro, no Brasil, no desenvolvimento deste mercado”, afirmou Portella. “O corretor de seguros e a intermediação que promove fortalecerão cada vez mais o ramo com as novas tecnologias e novos consumidores”, disse Edson Franco.

Os executivos não se esquivaram em dizer que o mercado brasileiro ainda precisa se modernizar em alguns aspectos e que estes detalhes devem ser encarados de frente. Para Fábio Luchetti, as seguradoras têm atuado bastante no tema que envolve vários aspectos políticos e jurídicos. “Particularmente, acho que poderíamos fazer mais em relação a esse assunto”, opinou.

franciscovidigalfilho
Francisco Vidigal Filho, presidente da Sompo Seguros. (William Anthony)

Muitas dessas iniciativas, garante o diretor presidente da Zurich Brasil, ocorrem pela recusa de algumas companhias em aceitar determinados nichos. “O que podemos fazer juntos? Acho que o mercado no Brasil tem que se modernizar. Existem alguns problemas que temos que atacar de frente. Vamos empurrando com a barriga determinados pontos e o próprio mercado começa a criar suas próprias soluções”, avaliou. Para ele, este é um tema que depende muito do órgão regulador, porque é quem assegura a assimetria de competitividade. “Mas acho que também temos que olhar para dentro de casa e ver o que estamos fazendo e poderíamos fazer diferente”, recomendou Franco.

“Quando a gente fala de cooperativa é algo ilegal, à margem da legalidade. Tem que combater”, defendeu Ferrara. “O corretor de seguros tem futuro. Podem existir novas formas de procurar seguros, mas o corretor sempre vai ter espaço. Nós acreditamos muito neste mercado”, destacou Vidigal Filho.

Clube das Gurias comemora o Dia Internacional da Mulher 757

Clube das Gurias comemora o Dia Internacional da Mulher

Entidade reuniu profissionais do mercado na última quarta, 13

O Clube das Gurias do Rio Grande do Sul reuniu profissionais do mercado na última quarta-feira (13) em alusão ao Dia Internacional da Mulher. No auditório da Escola Nacional de Seguros, no centro da Capital gaúcha, a coach Débora Garcia animou o público falando sobre prosperidade e consciência.

O momento foi oportuno para arrecadar materiais de higiene corporal que serão encaminhados a Confrasol.

Encontro Especial – Clube das Gurias:

“Havia diálogo naquela época, algo que sinto falta atualmente”, afirma ex-ministro Pedro Malan 761

Ele se refere à transição entre FHC e Lula em 2003; Autor participou de sessão de autógrafos em Porto Alegre

O ex-ministro da Fazenda Pedro Malan esteve na Capital gaúcha nesta terça-feira (12) durante sessão de autógrafos do seu primeiro livro, de nome “Uma certa ideia de Brasil”. Na oportunidade, ele comentou alguns aspectos a respeito da conjuntura econômica e política dos últimos 15 anos no país.

Ele participou ativamente da transição entre os mandatos de Fernando Henrique Cardoso e Lula. “Havia diálogo naquela época, algo que sinto falta atualmente”, comentou. “Me sucedeu Antonio Palocci com uma equipe muito boa e foi fundamentalmente uma continuação da política macroeconômica do que FHC já vinha fazendo”, complementou. Em sua análise, “o Governo Lula se beneficiou de um contexto internacional extremamente favorável, de uma política macroeconômica não petista e de uma herança não maldita no legado de administrações anteriores”.

Para Malan, as dificuldades do país precisam ser vistas de forma aprofundada. “Existe muito a percepção de que algo que precisa ocorrer e uma vez estando no lugar, se resolve o resto; mas não é assim, o Brasil é um país extraordinário e complexo”, disse. Seu livro traz uma reflexão através de artigos que foram escritos mês a mês. “Não é alguém que está em 2019 e escreveu sobre os últimos 15 anos com esse benefício, ele foi escrito com um artigo por mês no calor da hora”, afirma ao salientar que o primeiro é de junho de 2003.

2019, para ele, será um ano crítico em vários sentidos. “O nosso problema está na área fiscal, mas temos problemas de curto, médio e longo prazo; o Brasil, quer nós tenhamos sucesso ou fracassemos nessa empreitada, nós seremos cada vez mais um estudo global”, acredita.

“Uma certa ideia de Brasil: Entre passado e futuro”, de Pedro Malan, contou com a promoção do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Rio Grande do Sul (IBEF-RS) e patrocínio da Icatu Seguros e Rio Grande Seguros e Previdência. Em sua primeira sessão, os exemplares já foram esgotados.

Fotos: Matheus Henrique Pé/JRS

Encontro dos Pedrinhas em Seguros é energizante 394

Julio Cesar Rosa foi o convidado especial da primeira reunião de 2019

Julio Cesar Rosa foi o convidado especial do primeiro encontro do Clube da Pedrinhas em Seguros (RS). A reunião foi realizada nesta segunda-feira, 11, e reuniu diversos operadores do mercado segurador.

Reconhecido pela atuação frente a companhias de seguros e também na Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), Rosa conversou com os integrantes da entidade sobre sua vida pessoal e também profissional. O Restaurante Casa do Marquês, na Capital gaúcha, foi energizado pela emoção que norteou a apresentação deste grande ícone do setor. Um dos destaques foi a sua mãe, Dona Zelinda, que por 20 anos trabalhou no Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul (Sindseg/RS).

Na apresentação, Julio Rosa contou o caminho que percorreu até ser convidado para trabalhar por uma década na Generali, aos 22 anos. “Me sentia em casa, tinha confiança e respeito dos colegas”, comentou.

O painelista da noite ainda ajudou no crescimento da Paulista Seguros, hoje Liberty, onde foi gerente-geral no Rio Grande do Sul e atuou por 20 anos. “Outro convite honroso foi na HDI, onde trabalhei 16 anos. Foi ali que pensei que iria me aposentar de vez, mas após a minha saída, por conta do estatuto da empresa, muitas outras coisas aconteceram”, prosseguiu o também ex-presidente do Sindseg-RS durante 6 anos. Na sequência, Julio Rosa foi convocado para um posto executivo na FenSeg. “Essa passagem pela Federação trouxe novos conhecimentos e só agregou positivamente. Ela consagrou a minha trajetória e eu só tenho a agradece”, destacou.

Confira as imagens:

Previsul Seguradora vai levar Corretores de Seguros para Dubai 1020

Campanha “Sou + Previsul 2019” foi lançada, em São Paulo (SP)

Com planos de expandir ainda mais suas operações no principal centro financeiro do País, a Previsul Seguradora promoveu o lançamento da Campanha de Incentivo de Vendas 2019 “Sou + Previsul – Dubai: Experiência Completa, emoção nas alturas”, em São Paulo (SP). O anúncio, que reuniu Corretores de Seguros, Executivos e Diretores da companhia, foi realizado na terça-feira (22), no Sky Hall Terrace Bar.

Andreia Araujo é Diretora de Negócios e Marketing da Previsul Seguradora
Andreia Araujo é Diretora de Negócios e Marketing da Previsul Seguradora

Os profissionais da corretagem que mais se destacarem esse ano irão para Dubai, nos Emirados Árabes, um dos destinos mais luxuosos do mundo. “A proposta não é oferecer apenas uma viagem, mas uma experiência completa”, explica a Diretora de Negócios e Marketing da Previsul Seguradora, Andreia Araujo.

Dubai é, hoje, uma das cidades mais imponentes do mundo e que passou por uma grande transformação nos últimos 50 anos. De um simples entreposto comercial com pequenas construções à beira do Golfo Pérsico, a cidade transformou-se em um dos destinos mais populares e desejados no Oriente Médio, com algumas das mais incríveis atrações do mundo.

Veja também: Previsul apresenta nova campanha institucional.

“A escolha do destino reflete a característica em comum entre Dubai e a Previsul: ambas não param de crescer e buscam constantemente oferecer o que há de melhor. A Previsul está sempre se movimentando para criar novos produtos e novas ferramentas para o corretor ter ainda + oportunidades de negócios. Para tornar-se ainda + completa, neste ano, teremos a ampliação da atuação para os ramos residencial e empresarial no primeiro trimestre, com ainda mais novidades ao decorrer do ano. Por isso, garantiremos uma experiência incrível para nossos corretores”, explica Andreia.

O lançamento na capital paulistana também deve-se ao fato de que metade dos profissionais que viajarão para o Vale do Silício, em maio, é da região. A viagem é fruto da campanha de incentivo do ano passado.

“Sabemos o quão complicado é sair de seus locais de trabalho para participar de um evento. Estamos sempre à disposição dos Corretores e que tenhamos um ano de 2019 de muita prosperidade, paz e tranquilidade”, enfatiza Andreia.

Renato Pedroso é Presidente da Previsul Seguradora
Renato Pedroso é Presidente da Previsul Seguradora

O Presidente da Previsul, Renato Pedroso, comemora os resultados do ano passado. Em 2018, a empresa cresceu aproximadamente 20% na emissão de prêmios. “Isso nos deixa entre as seguradoras que mais cresceram no ano passado. A Previsul só é completa por ter o Corretor de Seguros”, afirma.

Entre as novidades da companhia para 2019 está a inauguração de uma sucursal em Campinas (SP), além de outras 6 cidades do Estado. “São Paulo representa cerca de 45% de toda a produção do mercado nacional”, completa Pedroso.

“A Previsul mudou porque entregou inovações. É a única seguradora que disponibiliza cotador e contratação online de Seguro de Vida em Grupo”, finaliza Renato Pedroso.

Entenda como funciona a campanha

Serão premiados os dez corretores com melhor desempenho em novas vendas emitidas durante a campanha (1 de janeiro a 31 de dezembro de 2019). Cada corretor terá direito a levar um acompanhante. Esta é a primeira vez que a Previsul leva os corretores para uma viagem fora do continente americano – nas últimas premiações os profissionais embarcaram para Las Vegas, Cancún e São Francisco e Vale do Silício.

Além disso, desde o último ano, o programa de pontos “Clube Sou + Previsul” possibilita a troca de pontos por prêmios mensais mediante a produção dos corretores. É mais uma maneira de presentear os corretores pelo empenho e dedicação com a companhia.

Para saber mais, o Corretor deve acessar o Portal do Corretor da Previsul, através do site da seguradora.

Confira todas as imagens – Lançamento da Sou + Previsul em São Paulo (SP):

*Colaborou: Literal Link Comunicação e Júlia Senna.

QG do JRS no litoral gaúcho é palco de grandes reflexões sobre o setor de seguros 331

Executivos abordam produtos, inovação e desafios do mercado para 2019

O ano começou com grandes reflexões sobre o setor de seguros, previdência e capitalização no QG do JRS no litoral gaúcho. Localizada na Praia de Rainha do Mar, em Xangri-lá (RS), a casa de verão recebe diversos ícones do mercado todos os finais de semana. Os encontros são realizados há quase 15 anos.

“As coisas ruins sempre nos fazem mais fortes, resistentes e resilientes”, declarou Guacir Bueno, presidente do Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul (Sindseg/RS). Neste sentido, diversos operadores analisaram dados, informações e expectativas para um ano de grandes desafios como 2019.

“Que nós consigamos operar ainda melhor todas as nossas operações, com comprometimento ainda maior com a essência do nosso trabalho que é o consumidor”, deseja Bueno. “As pessoas que consomem seguro merecem e tem de ter todo o nosso cuidado e preocupação com a qualidade em tudo que nós oferecemos”, completou.

Divulgação/JRS
Divulgação/JRS

A função social do seguro foi enaltecida por Alberto Müller, diretor comercial da Sompo Seguros na Região Sul. “Para o futuro, o mercado de seguros está se preparando muito com novas tecnologias, produtos e serviços muito diferenciados. O setor, de uma forma geral, está se abrindo e tem uma prateleira de produtos muito interessante, não só no Seguro Automóvel, que sempre foi importante, mas o Seguro de Responsabilidades, que tem crescido muito no Brasil”, explicou. “Esse é um seguro que em países de fora do Brasil tem uma procura muito grande e as seguradoras estão preparadas para oferecer este tipo de produto também”, analisa.

Já Rubens Oliboni, diretor regional da HDI Seguros no Rio Grande do Sul, comentou a nova formatação da seguradora, agora com foco total em mobilidade. “Queremos ser a seguradora daquilo que você precisa para se locomover, seja fisicamente ou através de informações, Nos associar com a Grin, que é a empresa que fornece patinetes e virou moda em São Paulo, foi um primeiro passo para subir a escada que é longa e bastante extensa no sentido de nos tornarmos realmente a seguradora da mobilidade. É um começo muito legal em termos de proteção ao meio ambiente, de não poluição e nessa linha que vamos trabalhar nossos produtos, de atender basicamente tudo que tenha a ver com mobilidade para as pessoas”, disse.

Por fim, Gilson Bochernitsan, diretor Região Sul da SulAmérica Seguros, lembrou da importância de se contratar um Seguro Viagem para o período de veraneio. “Na Região Sul e basicamente no Rio Grande do Sul, janeiro, fevereiro e até o fim do carnaval é uma época que as pessoas realmente procuram o Litoral, o gaúcho procura seu descanso e férias por aqui. Para nós da SulAmérica é muito importante estar próximo do consumidor, inclusive contamos com produtos que contemplam esse desejo de viajar, como o SulAmérica Viagem”, finalizou.

Os encontros no QG do JRS no litoral continuam durante o mês de março. Diversas promoções e ações visam impactar um número cada vez maior de pessoas em todas as estações do ano.