Justiça derruba liminar e Youse Seguros pode operar 919

Plataforma de vendas online da Caixa Seguradora afirma que atua em conformidade com a legislação

O juiz Alberto Nogueira, da 10ª Vara Federal de Brasília, derrubou hoje a liminar que proibia a venda de seguros por meio da Youse, plataforma de vendas online da Caixa Seguradora. A suspensão foi solicitada pela Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor) com a alegação de que a Youse é uma empresa apartada da Caixa, que estava rompendo a tradição do mercado de comercializar seguros por meio de corretores.

A briga entre a Caixa Seguradora e os corretores está provocando alvoroço no governo, sobretudo por ter o envolvimento direto da Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão responsável pela regulação e fiscalização do mercado segurador. A autarquia é vinculada ao Ministério da Fazenda.

De acordo com a Fenacor e o Sindicato dos Corretores de Seguros do Estado de São Paulo, a Youse vinha atuando de forma irregular e ilegal ao comercializar apólices de seguros mesmo sem ter a devida autorização do órgão regulador do mercado, a Superintendência de Seguros Privados (Susep).

“O Sincor-SP permanece sempre atento e mobilizado ao contínuo e incansável combate à ilicitude e ao crime que ameacem o setor de seguros, e, consequentemente levem o consumidor a ter uma decepção com o seguro”, afirma Camillo.

Em nota à Redação do Grupo JRS Comunicação, a Youse alega ser uma marca registrada e uma plataforma de vendas online da Caixa Seguradora. O posicionamento ainda afirma que a empresa opera em total conformidade com a atual legislação em vigor, é registrada na Susep e está autorizada a realizar vendas de seguros de automóvel, de vida e residência (produtos da Caixa Seguradora).

A assessoria da plataforma diz ainda que o processo de autorização de uma nova seguradora, pertencente ao grupo controlador Caixa Seguradora Holding, segue seu trâmite normal e ocorre de forma totalmente independente da atual operação da Youse.

PEGN destaca Alberto Júnior por faturar R$ 30 milhões com a venda de seguros de vida 712

PEGN destaca Alberto Júnior por faturar R$ 30 milhões com a venda de seguros de vida

CEO do Grupo Life Brasil chegou a trabalhar 16 horas por dia

A história de Alberto Júnior, que começou a empreender aos 15 anos, foi destaque pela Pequenas Empresas, Grande Negócios. O empresário é dono do Grupo Life Brasil, uma holding de diversas empresas que fatura R$ 30 milhões com seguros e outros serviços do setor.

“Alberto abraçou de vez as vendas porta a porta, função que exerceu até 2007. E não só vendendo seguros: o empresário foi vendedor de itens que foram desde enciclopédias a purificadores de água”, destaca a publicação.

O CEO do Grupo Life Brasil conta que chegou a trabalhar 16 horas por dia. Foram ao todo mais de oito mil visitas a potenciais clientes.

Atualmente todas as empresas da holding utilizam uma metodologia desenvolvida por Alberto, que oferece treinamento para colaboradores e franqueados. A taxa de conversão chegou a 54% em 2017, ante uma média de 21% no mercado segurador.

Lançado por Alberto em 2012, o livro “A Lógica – Como ganhar milhões com seguro de vida na prática”, que virou um best-seller do setor e foi lançado no exterior, foi validado pela Million Dollar Round Table (MDRT). Trata-se de uma associação comercial fundada em 1927, que agrega corretores de seguro de todo o mundo e é reconhecida internacionalmente.

O Grupo Life Brasil também chegou a figurar entre as 0,2% melhores do setor na lista da própria MDRT.

Alberto acredita que, uma das razões para o sucesso é fazer o que “ninguém tem coragem e fugir do óbvio”. Sua própria trajetória dá outro exemplo de como ele aplica essa filosofia: o empresário conta que, “quando não tinha onde vender, chegou até a vender dentro de presídios para os carcereiros, durante a madrugada”.

“Quem consome seguro de vida? Quem está vivo”, Alberto Júnior.

Setor de seguros consolida diversificação dos seus segmentos 327

As Coberturas de Pessoas também foram decisivas para o comportamento diversificado do mercado no ano.

Destaques são os ramos com crescimento acima de dois dígitos

O setor de seguros fecha 2018 com arrecadação de R$ 245,6 bilhões em prêmios, informa a nova edição da Conjuntura CNseg que acaba de ser publicada pela Confederação das Seguradoras. “O ano que passou consolidou a visão de um mercado de seguros em franca diferenciação entre os seus segmentos. Há o que se comemorar no desempenho de um setor segurador maduro”, afirma Marcio Coriolano, presidente da CNseg.

Exemplo disso é o segmento de Danos e Responsabilidades com arrecadação de prêmios – sem DPVAT- de R$ 70,1 bilhões, alta de 8,1% (nominal). Com crescimento acima de dois dígitos, vale destacar a evolução dos ramos de Transportes (16,1%), Rural (11,4%), Crédito e Garantias (10,6%), Responsabilidade Civil (10,3%) e Patrimonial (10%).

“Foram os novos protagonistas da procura por proteção pela sociedade”, assinala Coriolano.

As Coberturas de Pessoas também foram decisivas para o comportamento diversificado do mercado no ano. “Com receitas de R$ 41,5 bilhões, os Planos de Risco do Segmento de Pessoas, alcançaram crescimento de 9,4%, com forte contribuição do Seguro Prestamista, na esteira da alavanca do crédito pessoal e de empresas”, explica o presidente.

Para 2019, a perspectiva de desempenho do setor é positiva. “A taxa projetada de crescimento do PIB de 2,5%, após uma sequência de fraca evolução da economia, ao lado de medidas liberalizantes (reformas estruturais, a começar a da Previdência, privatizações, concessões, desregulamentação etc.), abre caminho para incorporar – democrática e produtivamente – amplas camadas da população aos mercados de consumo, da prevenção de riscos e da proteção de patrimônios, rendas, vida e saúde”, sublinha Coriolano.

Para ele, “abrem-se, portanto, possibilidades de um novo protagonismo do setor segurador, na sequência das reformas estruturais, tornando o setor mais efetivo em proteger negócios e pessoas e retroalimentar o crescimento por meio da aplicação de seus ativos garantidores, que já alcançam R$ 965 bilhões, ou ativos de mais de R$ 1,3 trilhão, quando consideradas as reservas não vinculadas”.

Grupo NotreDame Intermédica anuncia abertura de filial e novo produto 512

Grupo NotreDame Intermédica anuncia abertura de filial e novo produto

Resultados do crescimento nos últimos anos e investimento da empresa focado no ABC Paulista foram apresentados

Cerca de 100 corretores participaram na manhã do último dia 27 de junho de um evento organizado pelo Grupo Notredame Intermédica, no Hotal Mercure, em Santo André. Durante o encontro, a empresa apresentou com exclusividade as novidades voltadas para a região do ABC, em especial a nova filial de 700 m², que será inaugurada em julho e estará localizada no Domo Corporate, na Rua José Versolato, nº 101, no Centro de São Bernardo do Campo.

Divulgação

Fernando Fornias, Diretor Comercial do GNDI para o ABC e Baixada Santista, lembrou que a nova unidade será estruturada com os principais departamentos e com um time de atendimento dedicado. “Tudo isso foi pensado com o intuito de facilitar o trabalho dos corretores do ABC. Agora nossos parceiros não precisarão mais se deslocar para a capital para realizar a entrega de propostas, participar de treinamentos ou até mesmo para atender seus clientes”, explicou Fernando Fornias.

Nos últimos dois anos, a região do ABC foi uma das que mais receberam investimentos do Grupo NotreDame Intermédica, conforme revelou José Carlos de Paula, Diretor Executivo da empresa. “Dos 9 Hospitais que adquirimos, 3 são do ABC: o Hospital São Bernardo, o Hospital Baeta Neves e o Hospital e Maternidade Intermédica ABC. Além disso, somos a única operadora a manter 20 Centros Clínicos em diferentes localidades do ABC. Tamanho investimento significa que acreditamos que estamos correndo uma maratona junto com os corretores, numa parceria que visa resultados sólidos e de longo prazo”, contou o executivo.

Para Carlos Lima Conceição, Diretor Secretário do Clube dos Corretores de Seguros do Grande ABC, essa proximidade entre o Grupo e os corretores facilita muito o dia a dia dos profissionais.“Contar com toda essa estrutura faz toda a diferença. Os investimentos em publicidade e divulgação da rede própria de atendimento e dos produtos também nos auxilia muito. É o que precisamos para aumentar ainda mais nossa produtividade e capacidade de vendas”, analisou.

Outro destaque do evento ficou por conta do lançamento oficial do Smart 200, considerado hoje o produto com o melhor custo-benefício do país. Desenvolvido sob medida para atender as necessidades das regiões do ABC e Baixada Santista, o Smart 200 permite que os clientes sejam atendidos na região, sem a necessidade de deslocamento para atendimento em Hospitais ou Centros Clínicos da capital ou do interior.

José Luiz Ambrosio, proprietário da Ambroseg Seguros, que atua há mais de 23 anos no mercado segurador, elogiou as recentes iniciativas da NotreDame Intermédica na região. “Enxergamos com muitos bons olhos esta nova iniciativa do Grupo NotreDame Intermédica de poder se instalar aqui no ABC e nos dar todo o suporte necessário. Este ano esta parceria já nos possibilitou fechar grandes negócios e entendo que as perspectivas para nós corretores são as melhores possíveis”, destacou.

Por fim, o Diretor Executivo do Grupo, José Carlos de Paula, anunciou o investimento da empresa em campanhas on e offline com o objetivo de auxiliar os corretores no processo de vendas. Ao todo, serão 179 pontos de mídia offline, entre bussdoors e outdoors, além de um investimento maciço em campanhas online.

Sincor-RJ realiza curso básico de Previdência Complementar 205

Sincor-RJ realiza curso básico de Previdência Complementar

Aulas serão ministradas pelo gestor da DDC Corretora

Nos dias 13 e 14 de fevereiro, das 9 horas às 11h30min, acontece mais um curso no auditório do Sincor-RJ, sobre Previdência Complementar. Quem vai ministrar as aulas, com o apoio do Diretor de Ensino, Arley Boullosa, é o Gestor da DDC Corretora, Daniel dos Anjos, que tem mais de 20 anos de experiência no mercado de seguros.

Os participantes terão a oportunidade de aprender sobre os conceitos fundamentais, a evolução da previdência social no Brasil, os princípios da previdência complementar, os sistemas complementares (entidades abertas, fechadas e com regimes próprios), tipos de planos previdenciários existentes no país (modelos de planos e práticas de mercado), tendências e evoluções.

 Para confirmar presença nos cursos, é só entrar em contato através do telefone (21) 3505-5900 ou pelo site www.sincor-rj.org.br. O curso é gratuito para associados e R$ 60,00 para corretores não-sócios.

CCS-RJ marca primeiro Café com o Mercado em 2019 276

CCS-RJ marca primeiro Café com o Mercado em 2019

Encontro acontece na próxima terça, 19

O Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro (CCS-RJ) vai realizar o seu primeiro “Café com o Mercado” na próxima terça-feira, dia 19 de fevereiro. O convidado será o diretor regional da Mapfre, Marco Antônio da Silva Ferreira. O executivo estará na sede do CCS-RJ, no Centro do Rio, a partir das 9h, para trocar ideias com os corretores associados.

Este será o primeiro evento realizado pela nova diretoria, eleita para o biênio 2019/2020. O grupo é formado por Fabio Izoton (presidente), Sonia Marra (diretora financeira) e Luiz Mario Rutowitsch (diretor secretário).