José Coelho é o novo presidente do Clube da Pedrinha (RS) 530

Executivo foi escolhido por aclamação

Os membros do Clube da Pedrinha em Seguros do Rio Grande do Sul escolheram por aclamação José Coelho, executivo da EDR Serviços Técnicos no Rio Grande do Sul, como novo presidente. A decisão foi anunciada nesta segunda-feira, no encontro mensal da entidade, realizado no Restaurante Casa do Marquês, em Porto Alegre (RS).

“Estou muito honrada em promover a eleição para o próximo mandato de nossa confraria. O Clube da Pedrinha, como todos sabem, reúne diversos executivos com um objetivo em comum: conciliar, encantar e trazer nossas experiências e vivências para melhorar nosso mercado”, comentou Yara Bolina, presidente do clube por dois mandatos. “Tive a grata satisfação de ser reeleita e dando continuidade ao trabalho teremos José Coelho encabeçando este grupo”, anunciou.

Clube alia lúdico e paixão pelo futebol à responsabilidade social

Na oportunidade, foi realizado o anúncio da doação de R$ 1.635 ao Lar Professora Nancy, localizado em Canoas (RS). O valor foi arrecadado pela campanha interna de arrecadação, que une o lúdico e a paixão existente nos gaúchos pelos dois principais times de futebol (Grêmio e Inter) à ações de responsabilidade social. Um site regional especializado em publicações sobre seguros foi homenageado na figura do jornalista Ivan Netto. O comunicador Gustavo Doria Filho ainda recebeu o título de “Pedrinha Honorário”.

A atual gestão promoveu importantes parcerias e consolidou boas relações tanto com o mercado, como com entidades representativas. Yara ainda agradeceu à todos os confrades e amigos do mercado segurador que ofereceram, segundo ela, “sustentabilidade à gestão”. “Trouxemos inovações e promovemos transformações importantes em nosso regulamento, tanto é, que estamos sendo exemplo para a implantação de outras entidades, como o Clube da Pedrinha de Santa Catarina”, ressaltou. “Isso muito nos encanta, porque servir de exemplo só reafirma que estamos fazendo o certo”, completou.

Recém eleito, o presidente José Coelho lembrou cinco anos em que atua no clube. Em entrevista ao repórter Filipe Tedesco, Coelho comentou ter sido indicado a conhecer os pedrinhas pelo colega Paulo Hostyn. “Na época Carlos Alberto Rossi Dolabela estava assumindo o Clube da Pedrinha. Na sequência, João Lock deu uma cara nova e hoje estamos aqui, em um clube com reuniões mensais que atraem o mercado segurador. Queremos seguir neste caminho, afinal, o clube está aberto à todos”, disse o novo comandante.

“Ficarei muito feliz se conseguir manter este nível de congraçamento entre colegas, trazendo felicidade e um bom relacionamento com os integrantes. Será uma grande realização”, estimou José Coelho.

ANSP aborda a lei de proteção de dados e os impactos no setor de seguros 348

ANSP

Debate conta com três painéis

A Academia Nacional de Seguros e Previdência realizará, no dia 29 de novembro, mais uma edição do Café com Seguro, que debaterá o tema “A lei de proteção de dados e os impactos no setor de seguros”. O evento, que acontecerá no auditório do Sindseg-SP, tem como objetivo abordar a lei geral da proteção de dados pessoais (Lei n° 13.709/2018) e seus reflexos em toda a cadeia da indústria de seguros.

O debate terá três painéis e contará com a apresentação, composição da mesa e moderação do diretor da ANSP, Rafael Ribeiro do Valle; a abertura do presidente da ANSP, João Marcelo dos Santos.

O primeiro painel abordará a Lei e “compliance”: como se adaptar? Como palestrante, Paulo Eduardo Lilla, Doutor e Mestre em Direito Internacional pela USP, especialista em direito e tecnologia da informação pela Escola Politécnica da USP (PECE/POLI/USP). Possui extensão em direito digital aplicado pela FGV/EDESP, é membro do Instituto dos Advogados de São Paulo (IASP), do Instituto Brasileiro de Estudos sobre Concorrência, Consumo e Comércio Internacional (IBRAC), da Associação Brasileira de Direito da Tecnologia da Informação e das Comunicações (ABDTIC) e da “International Association of Privacy Professionals” (IAPP).

Em seguida serão colocados em debate os aspectos trabalhistas da lei por Alexandre Magalhães, especialista em Direito Empresarial pela Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (EMERJ). Logo após, Maria Fernanda Hosken Perongini, apresentará os agentes de tratamento na Lei no terceiro painel. A palestrante é mestre em propriedade intelectual e inovação pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), com extensão em proteção de dados (IDP/SP), professora de propriedade intelectual no LLM e de direito empresarial pela FGV e membro da Associação Brasileira de Propriedade Intelectual (ABPI),

A coordenação dos Trabalhos é do Ac. Edmur de Almeida, diretor de Fóruns Acadêmicos da ANSP, coordenador das comissões técnicas dos seguros de crédito, garantia e finança locatícia do SINCOR-SP e da FENACOR; e Ac. Voltaire G. Marensi, coordenador da cátedra de Direito do Seguro.

O evento é gratuito, mas as vagas, limitadas. As inscrições podem ser feitas até o dia 26 de novembro pelo e-mail eventos@anspnet.org.br ou pelos telefones (11) 3333-4067 e (11) 3661-4164.

Affinity Seguro participa do Festuris Gramado e patrocina festa de abertura com parceiros 339

Affinity Seguro

Evento aconteceu entre os dias 8 e 11 de novembro

A Affinity Seguro participou, mais uma vez, do Festival de Turismo de Gramado, entre os dias 8 a 11 de novembro. Desta vez, ela foi uma das patrocinadoras da festa de abertura junto com uma série de empresas parceiras. “Esse é um evento muito importante no cenário do turismo brasileiro e fazemos questão de participar a cada ano. Um momento de encontro com os profissionais do setor e essencial para reforçar nosso posicionamento de trabalhar apenas no B2B”, explica o diretor geral da Affinity, José Carlos Menezes.

A solenidade de abertura acontece no Palácio dos Festivais, nesta quinta, dia 8, às 20h. A cerimônia contará com mais de mil profissionais e a participação dos ministros do turismo do Brasil, Vinícius Lummertz, e do Uruguai, Lilian Kichichian.

Quem passar pela feira poderá encontrar a equipe da Affinity em diferentes pontos: no stand em conjunto com a MGM Operadora, no Espaço Luxury e no stand da Incomum Operadora. “Vamos estreitar laços já consolidados, além de conquistar novos parceiros. Assim como a Affinity, que possui bases espalhadas por todo o país, o Festuris tem a vantagem de ter todos os estados da federação participando, e mais de 15 mil profissionais da indústria. Uma grande oportunidade de negócios”, afirma Luiz Américo, gerente GSA da empresa, que vai liderar a equipe.

Completam o time da Affinity os executivos de contas que atendem a região Sul do país: Sandra Vieira, Ricardo Melo e Belmar Guedes (embaixadores do Festuris) e Sócrates Moreira.

Ação

As pessoas que visitarem os stands dos parceiros da Affinity (Bee Happy, Incomum Operadora, Personal Operadora e Espaço Luxury) irão concorrer a uma capa de mala da Affinity.

A Affinity cresceu 30% no primeiro semestre deste ano e a meta da empresa é fechar 2018 com incremento total de 40% no faturamento. Em 2017, o crescimento foi de 43% em relação a 2016.

Divulgação
Divulgação

Como o corretor de seguros deve aproveitar as datas comemorativas para vender mais 306

Vendas em datas comemorativas

Aprenda a fazer isso de uma forma muito simples

Todo mundo que trabalha com a comercialização de algum produto ou serviço sabe que é interessante contar com datas comemorativas para vender mais.

No Brasil, possuímos muitas datas comemorativas, tanto religiosas como épocas do ano em que acontecem férias coletivas, ou mesmo campanhas ganham mais visibilidade. São exatamente essas datas que devemos aproveitar.

Todo mundo que trabalha com a comercialização de algum produto ou serviço sabe que é interessante contar com datas comemorativas para vender mais.

No Brasil, possuímos muitas datas comemorativas, tanto religiosas como épocas do ano em que acontecem férias coletivas, ou mesmo campanhas ganham mais visibilidade. São exatamente essas datas que devemos aproveitar.

Quer alguns bons exemplos? Simples: em dezembro inicia o verão em nosso país e com a estação vem as férias coletivas de final de ano, e datas comemorativas como Natal e Réveillon.

Isso significa que, essa é uma época em que muitas pessoas viajam com a família, logo, é uma excelente época para vender seguros viagem, seguro auto e muitos outros serviços.

Neste artigo, você entenderá melhor como o corretor de seguros deve aproveitar as datas comemorativas para lucrar mais.

Datas comemorativas em que é possível ampliar as vendas de seguro

Geralmente um corretor de seguros não trabalha apenas com um tipo de produto, ou seja, um mesmo profissional pode vender seguro auto, residencial, de vida, de bens como eletrônicos, etc.

Com essa grande abrangência de produtos, fica mais fácil conquistar clientes e ter boas vendas. Mas, quando esses profissionais fazem o uso de datas comemorativas para impulsionar suas vendas, os resultados podem ser ainda melhores.

Por exemplo, estamos passando pelo mês ‘Outubro Rosa’, onde as campanhas referentes ao combate e a prevenção do câncer de mama são mais intensas.

No próximo mês teremos o “Novembro Azul”, que aborda a importância da prevenção do câncer de próstata. O que isso significa? Significa que este é um excelente período para oferecer produtos como seguro de vida ou assistência saúde para seus clientes.

Aproveite para usar as campanhas em evidência, para ilustrar aos seus clientes a importância de contar com esses produtos e serviços.

Assim como o exemplo dado no início do texto, referente as festas de final de ano e viagens, podem ser usadas na oferta de serviços como seguro auto, visto que geralmente essas pessoas viajam mais de carro nessa época, com toda a família a bordo.

Logo, poder contar com uma segurança e assistência maior caso o carro apresente problemas é um excelente negócio. E não se preocupe, pois, se seus clientes estão planejando uma viagem para mais longe no final de ano, você pode oferecer o seguro viagem.

Datas comemorativas como dia das mães, dos namorados ou dos pais também podem ser usadas para vender planos de saúde para proteger quem se ama, ou mesmo seguros de vida que garantam o bem-estar de quem é importante na vida de seus clientes.

Enfim, existe uma infinidade de possibilidades quando o assunto é aproveitar as datas comemorativas para vender mais. Procure investir em e-mail marketing e campanhas através de meios de comunicação digitais para chegar até seus possíveis clientes, use a criatividade e boas vendas.

AIG conclui aquisição da Glatfelter 762

AIG

Transação recebeu todas as permissões regulamentares

A American International Group, Inc. (AIG) anunciou, nesta terça-feira (6), a conclusão da aquisição do Grupo de Seguros Glatfelter (“Glatfelter”). A transação, que foi anunciada pela primeira vez em 21 de setembro de 2018, foi finalizada após receber todas as permissões regulamentares e atender todas as condições.

Como parte da AIG, a Glatfelter agrega ao negócio programas especializados de alta qualidade, um histórico comprovado de fortes resultados de subscrição e um programa próprio de tecnologia de gestão que deve acelerar o posicionamento estratégico da área de Seguros Gerais da AIG.

“A forte cultura de subscrição da Glatfelter e a equipe de gerenciamento altamente experiente, especializada em programas norte-americanos, nos ajudarão a oferecer produtos sustentáveis e crescimento rentável, para que possamos continuar a criar valor para os nossos acionistas”, disse Brian Duperreault, presidente e CEO da AIG. “Estamos muito felizes em receber a Glatfelter como parte da AIG”.

Para o CEO de Seguros Gerais da AIG, Peter Zaffino, “a aquisição da Glatfelter é uma excelente adequação estratégica para nós. Estamos ansiosos para trabalhar com Tony Campisi e sua equipe para expandir nossos planos de negócio e entregar valor diferenciado aos nossos clientes e parceiros”.

Lucro da SulAmérica cresce 55% e chega a R$ 234,6 milhões no terceiro trimestre 1059

Receitas aumentam 10,8% e atingem R$ 5,3 bilhões no mesmo período

A SulAmérica (B3: SULA11), maior seguradora independente do País, registrou aumento de 55% em seu lucro líquido no terceiro trimestre de 2018 quando comparado ao mesmo período de 2017, chegando a R$ 234,6 milhões. No acumulado do ano, o lucro foi de R$ 511,4 milhões, 41,8% superior ao alcançado nos primeiros nove meses do ano anterior. As receitas totais no trimestre cresceram 10,8%, chegando a R$ 5,3 bilhões, frente ao registrado no mesmo período de 2017. O acumulado do ano foi de R$ 15,2 bilhões, 13,1% superior no comparativo com igual período do ano anterior.

“A SulAmérica provou mais uma vez sua força e capacidade de continuar crescendo com rentabilidade neste terceiro trimestre de 2018. Continuamos totalmente focados em melhorar o nível de serviço para nossos segurados, investindo em novas tecnologias e aprimorando nossos processos. Continuamos também com um rígido controle de despesas, com o índice de despesas administrativas permanecendo em patamar estável, apesar do investimento permanente no lançamento de novos serviços e produtos, na melhoria da experiência do cliente e em iniciativas de inovação e digitalização”, afirma o presidente da SulAmérica, Gabriel Portella.

O segmento de seguro saúde e odontológico foi um dos responsáveis por impulsionar os resultados do período. A base de segurados em planos coletivos teve aumento de 12,7% neste terceiro trimestre quando comparado com o mesmo trimestre do ano passado, e chegou a 3,2 milhões de membros – um aumento líquido de 363 mil vidas. As receitas operacionais do segmento seguiram na mesma direção e alcançaram R$ 4 bilhões no trimestre, 12,4% superior no comparativo com o terceiro trimestre de 2017. As carteiras de planos coletivos tiveram bom desempenho, com crescimento em todas as modalidades: odontológico (30,8%), PME (22,8%) e empresarial/adesão (9,3%). Houve expansão de 41% na margem bruta em relação ao mesmo período de 2017, explicado pelo aumento de receitas e controle da sinistralidade, cujo índice ficou em 78,9%, melhora de 1,9 p.p. em relação ao mesmo trimestre do ano passado. Já no acumulado do ano, a sinistralidade ficou em 80,9%, representando índice 1,2 p.p. melhor que no acumulado de 2017, levando a um crescimento da margem bruta de 28,5% em relação aos nove primeiros meses de 2017, chegando a R$ 1,1 bilhão.

O sucesso no controle da sinistralidade nos últimos períodos é resultado, principalmente, de um trabalho focado na excelência em gestão de sinistros e promoção de saúde e bem-estar. Além disso, a companhia também tem investido em iniciativas de coordenação de cuidado que consistem em prestação de assistência ao segurado e na colaboração entre todos os participantes da cadeia de saúde suplementar para obter resultados assistenciais mais seguros e eficazes, com maior satisfação dos beneficiários.

O segmento de seguro de automóveis manteve o ótimo desempenho dos trimestres anteriores e registrou receitas operacionais de R$ 905,9 milhões no terceiro trimestre de 2018, 7,1% superior ao mesmo período do ano passado. A margem bruta alcançou R$ 166,7 milhões, um crescimento importante de 59,5% no comparativo com o mesmo período do ano anterior. No acumulado do ano, o crescimento da margem bruta de automóveis foi de 107,4% em relação aos nove primeiros meses de 2017, chegando a R$ 423,3 milhões. Esses resultados positivos podem ser explicados pelas melhorias contínuas dos processos e das ferramentas de subscrição somadas à adequação dos níveis de exposição a riscos e de um ambiente mais positivo, seja no aspecto da inflação, como da segurança pública em algumas regiões.

A frota segurada manteve o caminho de recuperação neste terceiro trimestre, tendo crescido 2,2% em relação ao trimestre anterior e 8% no comparativo com o terceiro trimestre do ano anterior, alcançando 1,6 milhão de veículos. Essa trajetória reforça a recuperação da frota segurada, em resposta aos esforços comerciais em parceria com os corretores parceiros. No acumulado dos primeiros nove meses do ano, a SulAmérica detinha a 4ª posição com 9,7% de market share do total de prêmios emitidos, de acordo com dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep).

As receitas operacionais de vida e acidentes pessoais apresentaram crescimento pelo segundo trimestre consecutivo, atingindo R$ 126,1 milhões no trimestre, aumento de 9,1% em relação ao mesmo período do ano anterior. A sinistralidade do segmento foi de 45,7%, 1,6 p.p. menor do que no mesmo período comparativo do ano passado. O crescimento de receitas e os ganhos nas linhas de despesas levaram a uma expansão significativa da margem bruta, que totalizou R$ 15,6 milhões, mais de quatro vezes superior em relação ao apresentado no terceiro trimestre do ano passado. As reservas de previdência privada tiveram um crescimento de 12,4% na comparação com o terceiro trimestre de 2017, alcançando R$ 6,9 bilhões. Já as receitas operacionais tiveram aumento de 3,1% no trimestre, tendo sido conduzidas nesse caminho principalmente pelo crescimento no produto VGBL, que compensou a queda nas contribuições do segmento tradicional.

O segmento de capitalização registrou receitas de R$ 13,3 milhões no terceiro trimestre deste ano, aumento de 6,5% com relação ao mesmo período do ano passado. A margem bruta teve um crescimento de 17,3%, atingindo R$ 6,2 milhões.

Com R$ 38 bilhões em ativos sob sua gestão ao final do terceiro trimestre deste ano, a SulAmérica Investimentos registrou um aumento de 3,2% quando comparado a igual período de 2017, ajudado pelo maior volume de ativos próprios da seguradora (10,5%) e de reservas de previdência privada (12,4%). O crescimento das receitas com taxa de administração (23,4%) impulsionou o crescimento de 25,6% nas receitas operacionais. A margem bruta do segmento acompanhou o ritmo e apresentou ganho de 29,2% quando comparado com o terceiro trimestre de 2017, chegando a R$ 11,1 milhões.