Ciberataques deixam mundo em alerta 1430

Como o mercado de seguros lida com este tipo de risco? Veja na RevistaJRS #202

Publicidade

Hoje em dia todos estamos adaptados ao uso da tecnologia para as mais diversas possibilidades. Agora, a internet das coisas e a realidade virtual deixam de parecer algo distante e, cada vez mais, questões relacionadas a segurança digital preocupam desde o jovem internauta ao executivo sênior de grandes corporações.

A edição 202 de JRS evidencia que estas questões não são apenas projeções ou preocupações momentâneas. Estamos muito próximos de viver mais uma grande ‘revolução’, que deve transformar radicalmente a forma como consumidores e prestadores de serviços se relacionam.

Aproveite para aplicar algumas destas percepções no seu dia a dia. Esteja à frente do seu tempo e perceberá a diferença.

Susep autoriza Santander e HDI a operar seguradora digital de automóveis 489

Susep autoriza Santander e HDI a operar seguradora digital de automóveis

Negócio deve iniciar com R$ 15 milhões de capital social

No Diário Oficial da União (DOU) do último dia 11 de janeiro a Superintendência de Seguros Privados (Susep) concedeu autorização para operação da Santander Auto. A seguradora, totalmente digital, vai operar no seguro de danos em todo território nacional.

O capital social da Santander Auto é de R$ 15 milhões e o controle acionário e a ingerência efetiva dos negócios são realizados pela HDI Seguros e pelo Banco Santander (Brasil). A joint venture já havia recebido o sinal verde do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) em abril de 2018.

Você devia conhecer os brokers de resseguros 201

Você devia conhecer os brokers de resseguros

Confira artigo de Renato Cunha Bueno

Na cadeia de negócios do nosso mercado, somente o corretor de seguros e o broker de resseguros são facultativos, o segurado, seguradora e o ressegurador estão em todos os negócios.

Em geral, o corretor se viabiliza em riscos maiores ou mais complexos, a partir de seu network profissional e de sua capacidade de entregar o que o cliente precisa em termos de cobertura, preço e, principalmente, serviço.

A especialização e o acesso a seguradoras e seus canais de distribuição ajudam muito, porém, certamente todo corretor teve ou terá à sua frente uma oportunidade de um bom negócio com a promessa de um bom prêmio cujo serviço não está preparado para entregar. Isso apode acontecer por diversas razões, como: dificuldade de encontrar seguradora interessada, preço, conhecimento técnico ou até mesmo tempo e foco para buscar a solução.

É aí que “as onças podem beber água”, pois o corretor levanta uma oportunidade para o broker – que não deve ter interesse na corretagem da apólice na ponta – e o broker retribui ajudando o corretor a encontrar cobertura para riscos difíceis com preços competitivos além de seguradoras interessadas no negócio.

Quando as peças se alinham desta forma, como elos da corrente de negócios, é mais fácil ganhar e mais difícil perder um negócio, até porque fica mais simples entender o processo de formação de preço.

O Brasil conta hoje com cerca de 20 brokers. Meu conselho aos colegas é:

“Se tiver uma oportunidade deste tipo, procure um broker, não esquecendo de que ele geralmente precisa de pelo menos um mês de prazo para trabalhar e desenvolver o melhor negócio. Melhor ainda é procurar um destes profissionais antes da tal oportunidade aparecer para entender como funciona e quando o resseguro facultativo ajuda, além, é claro, de estabelecer uma forma de acesso a este tipo de solução”.

*Renato Cunha Bueno, sócio-diretor da ARX Re Corretora de Resseguros e coordenador da Comissão Grandes Riscos e Resseguros do Sincor-SP.

MetLife é seguradora destaque entre as 50 empresas mais amadas do Brasil 522

MetLife é seguradora destaque entre as 50 empresas mais amadas do Brasil

Metlife é a 42ª mais amada, sendo a única seguradora no ranking das companhias mais bem avaliadas pelos profissionais na plataforma Love Mondays

A MetLife, uma das principais empresas de serviços financeiros no mundo, acaba de ser eleita uma das empresas mais amadas do Brasil pelos seus funcionários, com a nota de satisfação geral de 4,1, segundo o ranking 2019 publicado pela Love Mondays, com destaque especial para o quesito de remuneração e benefícios.

A classificação é realizada de acordo com a nota das avaliações espontâneas e anônimas registradas na plataforma pelos próprios profissionais das empresas, considerando os seguintes aspectos: remuneração e benefícios, oportunidade de carreira, cultura da empresa e qualidade de vida. O ranking “A Mais Amada” da Love Mondays está em sua quarta edição.

“Fico muito feliz com o reconhecimento pelos nossos funcionários e ex-funcionários, o que só nos motiva ainda mais a continuarmos nosso trabalho para proporcionar um ambiente de trabalho com diversidade, agradável, produtivo e desafiador para que nossos talentos se desenvolvam e sintam-se felizes em estarem conosco. O prêmio é mais uma comprovação de que estamos em um bom caminho” comenta Raphael de Carvalho, presidente da MetLife.

Criado em 2016, o ranking é composto por duas listas: as 50 Grandes Empresas Mais Amadas e as 30 PMEs Mais Amadas. Para ser elegível ao ranking das grandes empresas, é preciso ter mais de 501 funcionários globalmente e somar pelo menos 50 avaliações entre 1º de janeiro e 30 de novembro de 2018; para as PMEs, são consideradas empresas com menos de 500 funcionários e o número mínimo exigido é de 15 avaliações no período.

Para chegar aos ambientes de trabalho mais amados, considera-se a nota média de satisfação geral atribuída pelos usuários do Love Mondays. As notas vão de 1 a 5, sendo 1 muito insatisfeito e 5 muito satisfeito. Neste ano, foram consideradas mais de 153 mil avaliações.

Susep altera prazo de recadastramento para as sociedades corretoras 366

Susep altera prazo de recadastramento para as sociedades corretoras

Processo foi interrompido em fevereiro de 2018

O Superintendente da Superintendência de Seguros Privados (Susep), Joaquim Mendanha, alterou o prazo de recadastramento das sociedades corretoras. As empresas devem efetuar o recadastramento a cada 3 anos.

Em 2019, as corretoras de seguros devem atualizar as informações de seu registro perante a autarquia, entre os dias 1º de julho e 31 de dezembro deste ano. O processo foi interrompido em fevereiro de 2018, o prazo inicial era 1º de março daquele ano.

A medida ocorreu em função “do aprimoramento do sistema interno de recadastramento da autarquia. Tão logo as adequações no sistema sejam realizadas, a Susep informará a nova data para o início do processo”, disse a autarquia em comunicado.

Ikê Assistência coleciona conquistas diante do mercado de seguros 509

Ikê Assistência coleciona conquistas diante do mercado de seguros

Empresa recebeu diversos reconhecimentos em 2018 e não mede esforços para estar ao lado dos clientes

A Ikê Assistência começa 2019 com o pé direito. A empresa fechou recentemente um acordo com a Porto Seguro, sempre com foco na qualidade dos serviços prestados aos consumidores brasileiros. A gigante do México agora fornece os serviços de assistência para a carteira de Vida e Previdência de uma das maiores seguradoras do mercado nacional.

Ainda em 2018, a Ikê Assistência conquistou pelo segundo ano consecutivo a posição de Destaque em Assistência 24h, pelo Clube Vida em Grupo Rio de Janeiro (CVG-RJ). A CEO Marusia Gomez disse que o reconhecimento demonstra os esforços para viabilizar serviços e produtos de excelência. “Fico muito feliz por com essa homenagem. Temos trabalhado muito ao longo dos últimos anos e esse é o resultado estamos colhendo”, disse na oportunidade.

Com a missão de tornar a vida muito mais fácil e tranquila, a Ikê ainda recebeu o selo Great Place to Work (GPTW), além de ter ingressado no clube Top+América.