Quatro passos para alcançar metas empresariais sustentáveis em 2018 12749

Confira artigo de Antonio Carlos Hencsey, líder de prática de Ética & Compliance da Protiviti

Um novo ano bate à porta e junto com ele são divulgadas as tão esperadas metas. Você já parou para pensar no impacto que esses números e expectativas organizacionais podem trazer para a gestão ética da sua empresa?

Se isso ainda não tinha passado pela sua cabeça, sugiro que você faça algumas reflexões para que a sua organização consiga os resultados esperados sem, porém, aumentar a probabilidade de ações ilícitas decorrentes de planejamento corporativo audacioso.

  • Comunique as metas de forma adequada

A maneira como as expectativas e objetivos da empresa para o próximo ano são apresentados fazem toda a diferença. Entusiasmo e desafio são fatores positivos para estimular as equipes a conseguirem superar os seus limites, porém é fundamental falar sobre o como se deseja alcançar esses números. Discursos ao estilo “missão dada é missão cumprida” devem obrigatoriamente ser acompanhados de diretrizes éticas claras, caso contrário as pessoas podem se preparar para o vale tudo da guerra sem prestar atenção nas melhores práticas do mercado.

  • Use dados de realidade para estipular as metas

O que você espera dos seus colaboradores é algo real ou é fruto de um pensamento ganancioso? Existe uma grande diferença entre vencer obstáculos e buscar o impossível. Por mais que em um processo de automotivação seja válido pensar que o impossível não existe, na prática ele é bastante real e desconsiderar questões sociais, econômicas ou operacionais ao traçar metas agressivas pode colocar em risco o posicionamento ético de profissionais. Ao desejar entregar o que é esperado, um colaborador pode manipular números ou usar atalhos para “alcançar o inalcançável”.

  • Ensine como se chega lá

Trabalhando com ética e compliance escutei muitos executivos de vendas reclamando da prática de gratificações ter sido proibida por boa parte das empresas. Eles dizem que isso impacta diretamente em suas vendas e que, por outro lado, as companhias para as quais trabalham estão cada vez mais agressivas desconsiderando esse fator. Tal ponto merece a atenção das organizações com os seguintes questionamentos: você ensina ao seu colaborador como obter seus resultados diante de cenários adversos? Qual é o suporte oferecido diante de novas realidades ou dificuldades? Cobrar sem dar as condições de obter o resultado pode aumentar o risco de fraude organizacional.

  • Observe o caminho e não só a reta final

Uma vez dadas as metas, acompanhe o trabalho da sua equipe. Verifique dificuldades, oriente os passos de acordo com o posicionamento ético esperado, ajude na identificação de saídas criativas. Os números devem ser o fim, mas de forma alguma o meio deve ser ignorado. Caso contrário, corre-se o risco de cairmos em uma armadilha, olhando exclusivamente para uma moldura financeira sem saber como os resultados foram construídos. Lembre-se das provas de matemática que você fazia na escola. Não é só a resposta final que importa, precisa-se observar toda a lógica do cálculo. Fique atento.

Icatu Seguros apoia Pedalando pela Vida 204

Evento organizado pela Ong ViaVida arrecada recursos em prol da doações de órgãos

Aconteceu no último dia 11 de novembro, a 7ª edição do Pedalando pela Vida. A concentração para a pedalada foi ao lado do Monumento do Expedicionário, no Parque Farroupilha, com largada às 10h.

A inscrição foi um item de leite, café ou óleo e haverá o sorteio de uma bicicleta.

Federações registram chapas que vão disputar eleição e, na CNseg, Marcio Coriolano é aprovado para novo mandato 254

Saiba quais as chapas registradas

As Federações representadas pela CNseg (FenSeg, FenaPrevi e FenaCap) registraram, no dia 7 de novembro, as chapas que vão disputar as eleições nas respectivas entidades, cumprindo normas estatutárias para o triênio 2019/2022. Na FenaSaúde, o registro da chapa ainda não foi deliberado, o que deverá ocorrer nas próximas semanas.

A definição do processo eleitoral nas Federações antecipa parte da configuração da futura diretoria da CNseg para o triênio 2019/2022. Isso porque os presidentes das Federações são vice-presidentes natos da CNseg.

O Conselho Diretor aprovou a recondução de Marcio Coriolano à Presidência da CNseg para novo mandato no período de abril de 2019 a março de 2022, cuja formalização ocorrerá na reunião de Conselho de Representantes em fevereiro de 2019. Confira abaixo a chapa registrada por cada Federação:

Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg)

Antonio Eduardo Márquez de Figueiredo Trindade substituirá João Francisco Silveira Borges da Costa.

Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi)

Jorge Nasser sucederá Edson Franco.

Federação Nacional de Capitalização (FenaCap)

Marcos Renato Coltri será reeleito.

Seguros Unimed é uma das 150 melhores empresas para se trabalhar no Brasil 304

Seguros Unimed

Seguradora está no Guia Você S/A 2018, que é uma das mais amplas e reconhecidas avaliações de clima organizacional do País

A Seguros Unimed está entre as 150 melhores empresas para se trabalhar no ranking da revista Você S/A, divulgado no último dia 6 de novembro, durante cerimônia realizada em São Paulo (SP).

A companhia ocupa a 133º posição no ranking geral da publicação e, por sua origem e foco estratégico no cooperativismo, figura entre as melhores no segmento de cooperativas financeiras.

Nos últimos dois anos, os principais saltos foram no Índice de Qualidade no Ambiente de Trabalho (IQAT), onde a Seguradora subiu 10,5 pontos, e nos pilares ‘Gestão do Perfil da Liderança’ e ‘Comunicação Interna’, nos quais avançou 12,5 pontos.

“Estar no anuário da Você S/A é motivo de muita satisfação para todo o grupo Seguros Unimed. É a confirmação do nosso propósito de cuidar da saúde física e financeira das pessoas, transformando realidades. E tudo isso começa dentro de casa, junto aos nossos colaboradores”, destaca Helton Freitas, presidente da Seguros Unimed.

Com parceria técnica da Fundação Instituto de Administração (FIA), o ranking foi lançado em 1996 e alcançou, nesta edição, o número recorde de 500 companhias inscritas. No total, mais de 247 mil empregados avaliaram o seu ambiente de trabalho. Um time de jornalistas foi destacado pela revista para visitar cerca de 300 empresas finalistas, com a missão de ouvir os colaboradores e verificar in loco a implementação das práticas de gestão de pessoas.

Bancos, seguradoras e empresas de bens de consumo utilizam inteligência artificial para risk & compliance 301

Risk & Compliance

Além de reduzir tempo e custos, plataforma traz informações precisas e altamente confiáveis, mitigando consideravelmente possíveis riscos e ameaças

O segmento de risk & compliance é uma das principais apostas da Neoway, maior empresa brasileira de Big Data Analytics e tecnologia aplicada a negócios. Após cinco meses do lançamento de seu produto de R&C, a nova solução já conta com a adesão de companhias de diversos setores como, bancos, seguros, telecom e bens de consumo. A meta é que, até o final do ano, o novo produto represente, pelo menos, 25% do faturamento total da companhia. O restante é composto pela plataforma de vendas & marketing.

“O potencial desse mercado é diretamente proporcional à sua complexidade. Um trabalho eficiente de diligência exige uma infinidade de pesquisas, que nem sempre são claras e de fácil acesso. Nosso produto otimiza tempo e reduz custos através da utilização de fontes confiáveis que apresentam informações relevantes e necessárias para colaboração deste processo. O intuito é fornecer os subsídios necessários para auxiliar os gestores em suas tomadas de decisões, tornando-as mais ágeis e eficazes, em uma única plataforma.”, comenta Jaime de Paula, CEO da Neoway.

O Confidence é um dos bancos que utiliza a solução de risk & compliance da Neoway. De acordo com Aretuza Sena, responsável pela área de compliance da instituição financeira, a escolha da plataforma se deu pelo fato da viabilidade da ferramenta em disponibilizar todas as informações numa única consulta. Ainda segundo Sena, essa característica trouxe mais agilidade na análise do prospect e a possibilidade de modelar, estatisticamente, os perfis de riscos. Com isso o Banco Confidence reduziu 30% o tempo de pesquisa na avaliação de riscos e diminuiu mais de 20% as solicitações de informações adicionais de prospects, clientes, parceiros e fornecedores.

A Pesquisa Maturidade do Compliance no Brasildivulgada recentemente pela KPMG, revela que:

1. identificar e monitorar aspectos de compliance e regulatórios;
2. obter uma matriz de riscos e indicadores;
3. a integração dos departamentos

São os principais desafios da área de diligência nas organizações. Além disso, o estudo, realizado com aproximadamente 450 organizações, aponta que 54% das empresas contam com um setor focado em compliance há menos de três anos e 9% afirmam que ele ainda nem existe.

“A Lei Anticorrupção reforçou a importância do compliance para as empresas. Isso porque caso cometa, ou esteja envolvida em práticas ilegais, a organização pode ser multada em até 20% do seu faturamento bruto, o que pode ser o fim para qualquer empresa. Com a nossa plataforma, é possível mitigar grande parte desses riscos”, finaliza De Paula.

Indo ao encontro dessas informações, o levantamento da Thomson Reuters aponta que as corporações têm um prazo de aceitação (onboarding) de 32 dias. O estudo diz ainda que o número de profissionais dedicados a KYC aumentou quatro vezes, entre 2016 e 2018, mas esse crescimento não tem se refletido na qualidade do serviço.

“A preocupação com R&C é recente e, devido à sua importância, tende a crescer exponencialmente. A plataforma de Neowayrisk & compliance traz todas as informações necessárias organizadas e de forma rápida, precisa e segura. Aqueles que adotarem nosso produto terão um diferencial estratégico enorme em suas mãos”, finaliza o executivo.

Para mais informações, acesse este endereço.

Recife (PE) recebe o Circuito da Longevidade Bradesco Seguros 287

Circuito da Longevidade

Etapa acontece no dia 2 de dezembro, no Forte do Brum

A cidade de Recife receberá, em 2 de dezembro, mais uma etapa da temporada 2018/19 do Circuito da Longevidade Bradesco Seguros. O evento, realizado pelo segundo ano consecutivo na capital de Pernambuco, acontecerá num dos pontos turísticos mais visitados do município: o Forte do Brum e reunirá quatro mil pessoas nas provas de corrida (6 km) e caminhada (3 km). As inscrições poderão ser realizadas a partir de 12 de novembro pelo site.

Criado em 2007 com o objetivo de sensibilizar a população brasileira sobre a importância da atividade física para um futuro saudável, com qualidade de vida e bem-estar, o Circuito da Longevidade também passará por São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro, Campinas, Salvador, Porto Alegre e Brasília. A expectativa é reunir mais de 40 mil pessoas nesta temporada.

O valor equivalente ao da renda obtida com as inscrições será destinado a uma entidade de caráter assistencial da cidade. A ação se repete em todas as cidades por onde o Circuito da Longevidade é realizado. Desde que foi criado, mais de R$ 3 milhões já foram distribuídos.

Saiba mais sobre as provas de corrida e caminhada

Com participação da elite do atletismo brasileiro e mundial, a prova de corrida do Circuito da Longevidade Bradesco Seguros reunirá dois mil atletas, entre profissionais e amadores. Os cinco primeiros colocados, nos pelotões masculino e feminino de elite, recebem R$ 23 mil em prêmios, divididos da seguinte forma: R$ 5 mil (1º colocado), R$ 3 mil (2º colocado), R$ 2 mil (3º colocado), R$ 1 mil (quarto colocado) e R$ 500 (5º colocado), livres de impostos, além de troféus e medalhas. Desde o início do projeto, foi pago mais de R$ 1,8 milhão em premiações.

Já a caminhada contará com 1 mil participantes, sendo indicada às pessoas que ainda não praticam atividades físicas com regularidade. A prova mais democrática do Circuito, que reúne desde crianças a idosos, tem como objetivo ser o “pontapé” inicial na jornada no esporte, estimulando que todos possam correr em uma próxima oportunidade. Além disso, os longevos têm destaque especial na cerimônia de premiação: os cinco primeiros colocados são homenageados no pódio, com troféus e medalhas. Com essa ação, o Grupo Bradesco Seguros destaca e reconhece a jornada desses participantes que, por meio do exercício físico, conquistaram uma vida saudável.

O Circuito da Longevidade conta também com a participação de pessoas com deficiência, que marcam presença nas pistas com frequência. A elas, é reservada uma largada diferenciada, que acontece antes da oficial.

Kits de participação podem ser retirados um dia antes das provas

Todos os participantes inscritos na etapa Recife (PE) do Circuito da Longevidade poderão retirar os kits de participação na véspera das provas, no local do evento, das 9h às 17h. Na ocasião, e também na data da prova, os inscritos poderão realizar, gratuitamente, avaliação física e teste de pisada. Por meio de um equipamento de última geração, os interessados têm acesso a uma série de dados sobre sua condição física e recebem orientações de profissionais especializados para potencializar o treino e ganhar mais qualidade de vida. Já no teste da pisada, o participante é orientado a utilizar o tênis mais adequado ao seu passo. 

Todas as etapas do Circuito contam também com um bicicletário especial do “Movimento Conviva”, iniciativa do Grupo Bradesco Seguros para incentivar a convivência harmoniosa entre ciclistas, motoristas, motociclistas e pedestres. Os participantes que desejarem utilizar a bicicleta no deslocamento ao Forte do Brum poderão utilizar o equipamento.

Serviço:

Circuito da Longevidade Bradesco Seguros – etapa Recife (PE)
Data: 2 de dezembro de 2018.
Local: Forte do Brum.
Horário da largada: 8h (corrida) e 9h30 (caminhada).
Valores das inscrições: de R$30,00 (corrida) a R$7,50 (caminhada, meia). Confira os valores para cada faixa etária neste site.

Confira o calendário da temporada 2018/19 do Circuito da Longevidade Bradesco Seguros:

Cidade Data Local
Marília (SP) 21/10 Avenida das Esmeraldas
Ribeirão Preto (SP) 11/11 Parque Olhos D’Água
Recife (PE) 2/12 Forte do Brum
São Paulo (SP) 27/1 Parque da Independência
Curitiba (PR) a definir a definir
Rio de Janeiro (RJ) a definir a definir
Campinas (SP) a definir a definir
Salvador (BA) a definir a definir
Porto Alegre (RS) a definir a definir
Brasília (DF) a definir a definir