Neo Executiva comemora 8 anos e dobra operação 9278

Parceiros de negócios prestigiaram momento

“No último ano obtivemos uma expansão muito grande em todo território nacional”, contou Luis Henrique Bueno em entrevista ao Seguro Sem Mistério realizada na festa de confraternização da Neo Executiva Corretora de Seguros, realizada no final do mês de dezembro, em Porto Alegre (RS). O executivo comemorou os excelentes resultados que brindam os 8 anos de história da empresa, que dobrou de tamanho em números, segundo afirma Zênio Costa: “No próximo ano pretendemos aperfeiçoar nossa área operacional durante o primeiro semestre para seguir o ritmo de expansão para todo o Brasil no segundo”, disse.

Parceiros de mercado, executivos de seguradora, estipulantes e toda equipe que faz o dia a dia da Neo participaram de momentos especiais.

O balanço da parceria iniciada em 2017 é mais do que positivo para a Sancor Seguros. “Continuamos com ainda mais força em 2018. Da companhia o público pode aguardar por novidades em processos e produtos diferenciados, com foco em facilidades para clientes e corretores de seguros. O último ano foi fantástico, obtivemos um crescimento de 90% no ramo de Seguro de Pessoas. Isso nos traz o desafio de crescer ainda mais em 2018, neste que é um dos principais focos da seguradora no País”, contou Rafael Leonel, Gerente Comercial Nacional de Seguro de Pessoas da Sancor Seguros.

No mesmo sentido, a Seguros Unimed comemora os resultados da parceria com a Corretora de Seguros. “Estamos vindo com novidades para o próximo ano, principalmente na área de Vida, Previdência e Benefícios em geral”, explicou Ana Lúcia Araújo, que representou a companhia na oportunidade.

O elevado nível dos clientes da Neo Executiva Corretora de Seguros foi destacado por Alcides Neto, Gerente Regional da Caixa Seguradora Odonto. “São clientes muito importantes, como o Sindicato dos Oficiais de Justiça. Esperamos que essa parceria seja duradoura, com certeza. Nosso maior crescimento tem sido registrado na Região Sul”, completou.

O evento contou ainda com a presença de representantes da Previsul Seguradora.

Confira todas as imagens – Confraternização de 8 anos da Neo Executiva


Fusão da Susep com a Previc fica para depois 739

Fusão da Susep com a Previc fica para depois

O motivo da desistência da equipe de Paulo Guedes não foi informado

A equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, teria desistido da ideia de fusão entre a Superintendência de Seguros Privados (Susep) e a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc). As informações foram publicadas por Valor Econômico e pelo colunista Lauro Jardim, de “O Globo”.

Veja também: Fusão da Susep com a Previc é vista com bons olhos por especialistas

As autarquias atuam na regulação e fiscalização de seguradoras e fundos de pensão, respectivamente. Entre os possíveis motivos está a transferência de toda a estrutura funcional do Rio de Janeiro (RJ) para Brasília (DF). A iniciativa era estudada em função da redução de gastos e para evitar a sobreposição de funções.

A Confederação Nacional das Empresas de Seguro (CNSeg) pede “cautela” em relação ao assunto. Marcio Coriolano, lembrou que a fusão das duas superintendências não é uma discussão nova. Para ele, a medida atenderia ao pressuposto de maior sinergia no setor público, mas sua efetividade dependerá do modelo escolhido. “Os administradores públicos, às vezes, não enxergam a complexidade”, disse ele.

Coriolano explicou que a Previc é “monolinha”, ou seja, voltada para a regulação dos fundos de pensão fechados. A Susep, por seu turno, teria maior diversidade atuação — a agência é responsável pelo controle e fiscalização dos mercados de seguro, previdência privada aberta, capitalização e resseguro.

Fusão da Susep com a Previc é vista com bons olhos por especialistas 1023

Fusão da Susep com a Previc é vista com bons olhos por especialistas

Mudança visa eficiência na fiscalização e supervisão do setor de seguros

A fusão entre a Superintendência de Seguros Privados (Susep) e a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) foi vista com bons olhos pelo mercado. A proposta inicialmente surgiu em dezembro, ainda no governo de transição do ex-presidente Michel Temer para o atual presidente, Jair Bolsonaro. Especialistas acreditam que a atual estrutura – Susep e Previc separadas – foi útil quando o mercado financeiro e de capitais não estava sedimentado. As informações são do jornal Correio Braziliense.

Para Roberto Luis Troster, ex-economista chefe da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e da Associação Brasileira de Bancos (ABBC), a iniciativa é boa.  “Traz mais eficiência na fiscalização e supervisão do setor. Vamos ver como será executada”, assinala. “Previc e Susep juntas tornarão mais eficiente o setor de fundos de pensão. Com a diretriz da autoridade monetária, os cotistas sentirão mais segurança, principalmente se for aprovada no Congresso a autonomia do Banco Central”, reforçou.

Ainda ao jornal, o economista Carlos Eduardo de Freitas, ex-diretor do BC, fez ressalvas. “A união de Previc e Susep não é negativa, se ficaram sob as ordens do BC. Mas colocar todos juntos é perigoso. O BC tem carreira própria e concurso público”, afirmou. Já a junção dos órgãos também com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), como chegou a ser cogitado em um primeiro momento, foi rechaçada por Freitas. “Previdência e Saúde são completamente diferentes. Não dá para ficar brincando de organograma. É preciso focar no problema fiscal e nas reformas tributária e da Previdência”, enfatizou.

Veja também: Fusão da Susep com a Previc fica para depois

A Associação dos Servidores da Previc (Asprevic) lembra que a possibilidade de fusão entre as autarquias começou a ser cogitada em 2016, com a transferência da Previc para o Ministério da Fazenda. O posicionamento deve-se aos aspectos relacionados “à eficiência administrativa, sinergia entre os órgãos em termos de macroprocessos, competências correlatas e consonância com os modelos de supervisão organizacionais internacionalmente adotados”, informa nota divulgada pela Asprevic.

“Vemos como adequada a aproximação com a Susep, uma vez que as suas atividades finalísticas e a sua carreira envolvem similaridades técnicas inegáveis em relação àquelas exercidas pela Previc, representando, assim, a possibilidade de fusão, um ganho efetivo para a sociedade na busca por um Estado mais enxuto e eficiente”, conclui o posicionamento da entidade.

Autoridades do seguro abrem a temporada no QG JRS Litoral 2019 538

Autoridades do seguro abrem a temporada no QG JRS Litoral 2019

Presidente e vice-presidente do Sindseg/RS participaram de gravação do Seguro Sem Mistério Especial

Há mais de uma década o Grupo JRS promove ações especiais no veraneio, faça a chuva ou faça sol. Este final de semana não foi diferente, o QG do JRS na praia de Rainha do Mar, em Xangri-lá (RS), recebeu autoridades e referências do setor de seguros. Guacir de Llano Bueno, presidente, e Alberto Müller, vice-presidente do Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul (Sindseg/RS), marcaram presença ao lado das esposas, Simone e Lívia. Em destaque também as seguradoras dos executivos, MBM Seguros e Sompo Seguros.

Ambos deram boas vindas a 2019 e inauguraram a série de eventos que toma conta do litoral gaúcho, bem como ações especiais que inclui peças publicitárias, unidade móvel nas rodovias do RS e a gravação especial do programa Seguro Sem Mistério na TV. A atração é apresentada diariamente no Canal Bah!TV e conta com edições inéditas aos domingos, a partir das 11h30min.

Milhões de veranistas são impactados pela campanha especial #VerãoSuperSeguro, promovida pelo JRS com o intuito de promover o verão mais seguro de todos os tempos. E o verão mais seguro também contou com o suculento churrasco gaúcho e o famoso salmão, preparados pelo diretor do JRS, Bruno Carvalho.

Ao SSM TV, Bueno e Müller destacaram a importância da indústria do seguro e do Grupo JRS na disseminação de informações sobre o setor em todas as épocas do ano.

Verão 2019 fica muito mais seguro com ações especiais do JRS 1027

Verão 2019 fica muito mais seguro com ações especiais do JRS

Peças de publicidade, promoções e grandes encontros no litoral marcam mais uma temporada

O Verão 2019 chegou com tudo. As temperaturas estão nas alturas e a animação para mais uma ação especial do JRS também.

O mercado de seguros já sabe. Os finais de semana são no QG do JRS no Litoral Gaúcho, na Praia de Rainha do Mar, em Xangri-lá (RS). Tudo começa com as presenças de Guacir de Llano Bueno, presidente do Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul (Sindseg/RS), além de Alberto Müller, vice-presidente do Sindseg/RS. Ambos os representantes da entidade sindical participam do encontro acompanhado de suas esposas. A presença especial de Julio Cesar Rosa, com recente passagem pela Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), completa o time que dá início aos momentos especiais em mais uma temporada de veraneio.

Divulgação/JRS
Divulgação/JRS

Tudo isso só é possível graças a um time campeão de apoiadores, que têm suas marcas expostas para os quase 1 milhão de motoristas que circulam pela Estrada do Mar, nos caminhos para o Litoral Norte do Rio Grande do Sul. São dois outdoors que marcam a versão deste ano da campanha especial de verão. Um deles é garantido pela Icatu Seguros, maior seguradora independente do Brasil em Vida, Previdência e Capitalização. O outro, conta com exposição de HDI Seguros, Previsul Seguradora, GBOEX, SulAmérica, Capemisa Seguradora, MBM Seguros, Autosul Express, Neo Executiva Corretora de Seguros, Supermercado Avenida, Cave di Pozza Espumantes, Ramos Assessoria e Sultec Vistorias.

Além de tudo, a unidade móvel do JRS continua circulando pelas principais rodovias da Grande Porto Alegre e Litoral Gaúcho. Tudo isso para levar a informação segura para mais de 26 municípios do RS através dos canais 20 e 26 da NET Rio Grande do Sul, no Canal Bah!TV.

Unidade móvel do JRS/Divulgação
Unidade móvel do JRS/Divulgação

Tem grandes novidades. Muitas promoções vão surgir durante todo o trimestre nas redes sociais do JRS e muitas surpresas serão apresentadas aos nossos leitores de São Paulo e região.

Gênero não pode mais definir preço do seguro na Califórnia 573

Gênero não pode mais definir preço do seguro na Califórnia

Estado americano proíbe que seguradoras cobrem preços de seguro diferentes baseado no gênero do segurado

O departamento de seguros da Califórnia proibiu que seguradoras discriminem o gênero para definir o valor das apólices de seus segurados. A “Proposition 103” bane o que define como ‘preços injustos’ e ‘discriminatórios’. Agora, o histórico pessoal do cliente deve ser levado em consideração, como anos de carteira e quantidade de quilômetros rodados anualmente por cada motorista.

O comum é que elas obtenham preços menores para o seguro. Isso deve acabar no Estado americano. Agora, não se sabe se os homens pagarão menos ou se as mulheres devem ficar com os seguros mais caros. “Ficou claro que o fator gênero, uma característica nata, que foge ao controle do motorista, deve ser eliminada das apólices”, disse o advogado da Consumer Watchdog, Danny Sternberg.

Preço do seguro varia

Testes da Federação dos Consumidores dos Estados Unidos mostraram que em alguns mercados mulheres poderiam ter seguros mais baratos. Em outros, as mulheres pagam até mais caro. A Califórnia descobriu também que o efeito do gênero do segurado varia de acordo com a localização.

A “Prop 103” deverá entrar em vigor em julho, forçando um novo cálculo para o preço dos seguros em todo o estado.

*Com informações de Estadão.