Seguro de vida é foco de reuniões da Mapfre pelo RS 9722

Caxias do Sul e Lajeado sediaram primeiros encontros do ano

Wagner Torres Rodrigues, da diretoria geral de riscos de pessoas do Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre / Filipe Tedesco – JRS

“O máximo que a medicina pode fazer pelo seu cliente é prolongar a vida dele, já você pode garantir que a vida dele seja vivida com qualidade”. Foi com esta frase que Wagner Torres Rodrigues, da diretoria geral de riscos de pessoas do Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre, procurou sensibilizar o público atento de corretores de seguros sobre a importância da comercialização do seguro de vida. Os encontros aconteceram na terça-feira (30) nas cidades gaúchas de Caxias do Sul e Lajeado.

Mundialmente, os seguros são divididos em duas linhas de negócios: o que é vida e o que não é. No Brasil, isso não acontece, sendo mais claro realizar a divisão entre o que é produto automóvel e o que não é. “O que é vida arrecada mais de dois trilhões de dólares no mundo todo. E podemos pensar que dentro de cada automóvel tem pelo menos uma vida, então os corretores tem mais possibilidades de oferta”, lembrou.

O executivo da seguradora destacou que a perda de um ente querido conta com dois impactos que podem acontecer: a perda emocional e/ou perda financeira. “O corretor é o provedor de soluções que pode evitar que diversas coisas aconteçam”, destacou. Para isso, Wagner ensinou aos corretores um modelo que promete em oito minutos, através de seis perguntas, resultar em uma contratação de seguro de vida:

“Devemos ajudar as pessoas a tomarem decisões que sejam benéficas para elas”.

O diretor territorial Rio Grande do Sul da Mapfre, Sandro Pinto de Moraes / Filipe Tedesco – JRS

O diretor territorial Rio Grande do Sul da Mapfre, Sandro Pinto de Moraes, e a gerente especialista da companhia, Katiane Frigulha, acompanharam os dois momentos. Eles reforçaram a importância da região de Caxias de Sul, que está em sexto lugar no ranking nacional da seguradora em vendas de vida, e da Wállerius Corretora de Seguros, de Lajeado, que é uma das maiores corretoras do Brasil, com mais de 20 mil clientes e milhares de apólices.

Confira todas as imagens – Encontros Regionais da Mapfre no RS:

O diretor territorial Rio Grande do Sul da Mapfre, Sandro Pinto de Moraes / Filipe Tedesco – JRS

Programa Seguro Sem Mistério estampa nova ação do JRS em Porto Alegre 360

Atração de TV chega a mais de 21 cidades do RS; Campanha reforça presença do JRS no Estado

Programa Seguro Sem Mistério estampa nova ação do JRS em Porto Alegre
Programa Seguro Sem Mistério estampa nova ação do JRS em Porto Alegre

Em um percurso de mais de 200km diário será divulgada a marca do programa Seguro Sem Mistério nas ruas do Rio Grande do Sul. Em ação especial, JRS reforça presença no Estado, divulgando a atração veiculada em mais de 21 cidades do Rio Grande do Sul, através dos canais 520 e 526 da NET.

A apresentadora e editora-chefe da agência de comunicação, Júlia Senna, estampa a nova peça publicitária. O programa Seguro Sem Mistério na TV vai ao ar em edição inédita todos os domingos, a partir das 11h30min. Nas segundas e terças, o programa vai ao ar a partir das 13h30min. Já nas quintas, o SSM é apresentado a partir das 16h30min. Às sextas, a atração vai ao ar a partir das 9h e aos sábados, a partir das 14h.

Com quase 15 anos no ar, o programa traz diversas entrevistas em conteúdos especiais produzidos pelos jornalistas do JRS. No verão, uma campanha especial chamou a atenção dos veranistas e reuniu diversos players e especialistas do setor de seguros durante toda a temporada. Com direção geral de Jota Carvalho, apresentação de Júlia Senna, reportagens de William Anthony, imagens de Matheus Pé e edição de Filipe Tedesco, o programa é referência nacional em informações sobre o mercado de seguros, previdência e capitalização.

Além dos horários especiais de apresentação na televisão, o Seguro Sem Mistério conta com edições na íntegra no canal do JRS no YouTube e na seção de vídeos da página oficial do JRS no Facebook.

Principais dúvidas sobre a declaração do Imposto de Renda 287

Principais dúvidas sobre a declaração do Imposto de Renda

Agora é possível corrigir questões em até 24h após submissão de formulário

Até o dia 30 de abril, os contribuintes devem informar à Receita Federal seus rendimentos referentes ao exercício de 2018. Qualquer erro ou omissão de informações pode fazer com que o declarante caia na malha fina. Além disso, a multa para aqueles que não fizerem a declaração ou entregá-la fora do prazo será de, no mínimo, R$ 165,74.

Entre as novidades deste ano, está a obrigatoriedade de declaração do CPF de dependentes e a possibilidade de saber se o formulário enviado entrou na malha fina em cerca de 24 horas e, posteriormente, corrigi-lo. Com o objetivo de auxiliar no processo de declaração do Imposto de Renda, Davidson Souza, professor de Ciências Contábeis do Centro Universitário FMU, integrante da rede internacional de universidades Laureate, esclarece as principais dúvidas sobre o tema.

  1. Quais documentos preciso ter para fazer a declaração?

Informes de rendimentos de instituições financeiras, inclusive corretora de valores; informes de rendimentos de salários, pró labore, distribuição de lucros, aposentadoria, pensão etc.; informes de rendimentos de aluguéis de bens móveis e imóveis recebidos de instituições jurídicas; informações e documentos de outras rendas recebidas no exercício, tais como rendimento de pensão alimentícia, doações, heranças recebida no ano, dentre outras; – resumo mensal do livro caixa com memória de cálculo do carnê-leão; – DARFs (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) do carnê-leão.

  1. Perdi o recibo da última declaração. O que eu faço?

É possível gerar um código de acesso junto ao Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal da FMU, ou comparecer em uma das unidades da Receita Federal, ou ainda, por meio de certificado digital.

  1. Quem paga aluguel pode abater imposto?

Os valores declarados a título de aluguel não serão dedutíveis, apenas compõem o hall de possibilidades de pagamentos a serem informados à Receita Federal.

  1. Devo declarar a herança que recebi?

Todo o acréscimo patrimonial acima de R$ 300.000,00 deve obrigatoriamente ser informado, embora sejam incentivados a declaração de bens em valores inferiores.

  1. Peguei um empréstimo no banco o ano passado, devo declarar essa quantia?

Todo e qualquer empréstimo deve ser lançado em aba própria como dívidas e ônus reais, respeitado o código interno do programa do imposto de renda

  1. Tenho que pagar Imposto de Renda na venda de imóvel?

Depende. Deve ser apurado primeiramente se houve ou não ganho de capital, sendo este a diferença positiva entre o valor que comprou e que alienou determinado bem. Para tanto, recomenda-se a utilização de programa da RFB denominado de Ganho de Capital para, posteriormente, ser importado para o programa de ajuste anual.

  1. Quem pode ser meu dependente?

Basicamente, filhos e enteados, esposa ou companheira no qual conviva há mais de 5 anos ou com quem tenha filhos. Também enteados e filhos com até 24 anos, desde que frequentem o ensino superior, dentre outros casos previstos na lei.

  1. Quais gastos abatem Imposto de Renda?

Aqueles relativos à saúde (médico, dentista, etc.), desde que comprovados documentalmente, gastos com educação (ensino fundamental 1, 2, médio e curso de graduação e pós-graduação), entre outros.

  1. Onde informo meu financiamento?

Na aba dívidas e ônus reais.

  1. Posso atualizar o valor do meu imóvel?

Não. Deve ser mantido o valor de aquisição, sendo permitido apenas a integração de outros valores desembolsados relativos ao mesmo bem. Por exemplo: algum bem financiado.

  1. Estou morando fora do Brasil, preciso fazer a declaração?

Deve fazer a declaração de saída definitiva, respeitando as particularidades da legislação.

  1. Como faz para declarar carro e moto?

Ambos são informados como bens e direitos, em código próprio.

  1. Fui desligado da empresa, preciso declarar o valor da rescisão?

A rescisão deve ser declarada de acordo com o informe. Constitui um rendimento isento.

  1. Sou casado (a). Preciso fazer declaração conjunta?

Depende. O programa permite que faça tanto apartado quanto de forma conjunta. É recomendável que o contribuinte simule a forma mais benéfica.

Entre 18 de março e 26 de abril, estudantes do curso de Ciências Contábeis do Centro Universitário FMU auxiliarão o público gratuitamente no preenchimento e envio da declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física de 2019.  Os atendimentos acontecerão com a supervisão de professores e apoio técnico de profissionais da Receita Federal do Brasil. O serviço é gratuito e aos interessados solicita-se apenas a doação de 2 kg de alimento não perecível, que serão doados a entidades assistenciais.

Orientação gratuita para a declaração de Imposto de Renda

Centro Universitário FMU
Data: entre 18 de março e 26 de abril
Horário: das 16h30min às 18h30min
Campus: Avenida da Liberdade, 749 – Térreo –  Global Office / NAF
Contribuição: 2 kg de alimento não perecível (exceto sal e açúcar)

Sudamerica Vida patrocina 60 anos do Clube dos Seguradores da Bahia 179

Sudamerica Vida patrocina 60 anos do Clube dos Seguradores da Bahia

Comemoração acontece no dia 26 de abril

Recentemente autorizada para operar no segmento de pessoas, a Sudamerica Vida filiou-se a Associação Nacional das Microsseguradoras (ANM). A companhia foi a primeira a garantir presença através de patrocínio aos 60 anos do Clube dos Seguradores da Bahia, que será comemorado no dia 26 de abril, a partir das 19h, no Hotel Fiesta.

São aguardados mais de 250 corretores de seguros, além de personalidades de mercado em uma confraternização diferenciada. “O Luciano Fracaro, presidente da Sudamerica, e o Diretor Comercial, David Novloski, são amigos da Bahia, acreditam em nosso mercado, nos prestigiam sempre, além de serem profissionais de altíssimo nível. O Clube dos Seguradoras da Bahia agradece a confiança e prestigio”, enfatiza Fausto Dórea, presidente da entidade baiana.

São Paulo passa a oferecer Graduação Tecnológica em Gestão de Seguros 177

São Paulo passa a oferecer Graduação Tecnológica em Gestão de Seguros

Em apenas dois anos, alunos se tornam aptos para cargos de gestão no mercado de seguros

A Escola Nacional de Seguros acaba de receber parecer favorável do Ministério da Educação (MEC) para oferta da Graduação Tecnológica em Gestão de Seguros em São Paulo (SP). A primeira turma do curso na capital paulista está prevista para o segundo semestre deste ano.

Para o diretor de Ensino Superior da Escola, Mario Pinto, o lançamento do curso no maior centro de negócios do País é estratégico. “Atualmente, São Paulo responde por mais de 40% de tudo o que é gerado pelo setor, e abriga as principais seguradoras, grandes corretoras e outras importantes empresas e entidades que atuam direta ou indiretamente com seguros. Acreditamos que há uma demanda reprimida por formação superior específica para gestores dessas companhias”, explica.

O curso oferece formação superior em apenas dois anos e prepara os alunos para cargos de gestão no mercado. O foco é no desenvolvimento de aptidões técnicas voltadas para o segmento de seguros, capacitando os egressos para o gerenciamento de equipes e funções administrativas.

Para mais informações os interessados devem acessar este site, que já aceita inscrições de interesse.

Seguros SURA marca presença no HSM HR Conference 2019 170

Seguros SURA marca presença no HSM HR Conference 2019

Encontro entre especialistas de RH acontece nesta terça, em SP

Seguindo sua estratégia de gerar competitividade para pessoas e empresas por meio do desenvolvimento do talento humano, a Seguros SURA estará presente no HSM HR Conference, um encontro entre especialistas na área de Recursos Humanos, que acontecerá amanhã, em São Paulo.

A edição deste ano traz o tema “Você está preparado para assumir o papel de designer de experiências?, e para a Seguros SURA, será mais uma oportunidade para aprimorar suas ações focadas em conectar as pessoas.

“Prestar atenção no lado humano e proporcionar um ambiente para o desenvolvimento das pessoas seguindo os valores e missões da companhia, é um dos pilares para gerar a melhor experiência possível. As empresas que investem em pessoas desenvolvem habilidades e competências que geram excelência, e é isso que aplicamos no nosso dia a dia”, explica Marcelo Biasoli, diretor de estratégia, negócio e marketing da Seguros SURA no Brasil.

A Seguros SURA é patrocinadora ouro do HSM HR Conference e também apoiará outros encontros promovidos pela HSM durante este ano. “A Seguros SURA se identifica com a abordagem dos eventos realizados pela HSM e acredita no propósito de promover e compartilhar conhecimento”, finaliza Marcelo.

O HSM HR Conference será realizado no Villa Blue Tree, em São Paulo, das 9h às 17h30.