Insurtechs: Você precisa saber mais sobre o assunto! 2086

Futuro dos negócios passa pela transformação tecnológica

Estamos vivendo uma era de grandes transformações. Seja para gestão de negócios ou para ganho de performance, a tecnologia é forte aliada no desenvolvimento de soluções completas aos mais variados nichos de clientes, cada vez mais bem informados e conscientizados sobre a importância de proteger sua vida e seus bens. O assunto ainda ganha uma reportagem especial na Revista JRS de março.

Agensel e Fator Seguradora unem forças para fazer acontecer 408

Parceria entre Agensel e Fator Seguradora

Assessoria aposta em soluções diferenciadas para expansão do seguro no Rio Grande do Sul

Com 45 anos de mercado, a Agensel fez uma acentuada base de corretores de seguros em todo o Estado do Rio Grande do Sul. Com foco em um crescimento sólido, a Assessoria em Seguros agora é parceira da Fator Seguradora. Quem explica é o executivo principal da Agensel, Djalma Jardim. “Agora é o momento de dar continuidade ao trabalho que já fazemos ao longo desses 45 anos. Queremos apostar nos ramos diferenciados”, conta.

“Somos movidos a negócios. Nosso cliente é o corretor. Aqui ele certamente encontrará parceria para fazer negócios. Com a Agensel, os profissionais da corretagem podem ter certeza que serão bem recebidos e que farão grandes operações conosco”, completa Djalma Jardim.

O diretor comercial da Agensel, Maurício Jardim, reforça a perspectiva de que o mercado de seguros está em franca transformação. “O nicho de segmentos está mudando e trabalhamos com os corretores pequenos e médios. Esse tipo de profissional está sempre focado no Automóvel, aí sobra os ramos de Vida e Previdência. Por isso apostamos na Fator Seguradora, pois realmente representa uma possibilidade de aumento de ganhos para o corretor. Muitas vezes os corretores não trabalham com esse tipo de nicho por não dominá-lo e aí é que entramos, a Agensel está sempre disponível para solucionar qualquer tipo de problemas”, evidencia.

Fator Seguradora e Agensel fecham parceria com visão de sucesso
Fator Seguradora e Agensel fecham parceria com visão de sucesso

Maurício Jardim ainda reforça que, desde 1973, todas as parcerias da Agensel sempre foram duradouras. “Sabemos como é o mercado. Buscamos resultados, crescimento e uma produção sadia, pois é bom para o corretor, para a seguradora e também para a assessoria”, afirma. “Estamos sempre aumentando nossa base de corretores, nas visitas em que fazemos questionamos se aquele segurado do ramo de automóvel, por exemplo, não se encaixa em uma apólice de Responsabilidade Civil Profissional. Quanto mais produtos forem ofertados aos clientes, mais eles serão fidelizados. Com isso, a chance de perder uma renovação cai muito”, reitera o executivo.

Com foco nos corretores de seguros, caso algum consumidor final entre em contato com a Agensel será imediatamente indicado para um corretor parceiro da empresa. “Somente um profissional especializado vai saber qual o melhor produto para garantir proteção ao consumidor. Estamos atentos em todos os processos, de ponta a ponta, para garantir que tudo ocorra da melhor forma possível”, garante Maurício Jardim.

João Lagranha, Gerente Comercial Regional da Fator Seguradora, reforça a credibilidade da Agensel ao longo dos 45 anos de história da empresa. “Propomos colocar nossos produtos nas mãos de pessoas que irão fazer o negócio acontecer. A Fator conta com produtos diferenciados, nas linhas de Responsabilidade Civil, D&O e também estamos entrando no canal Property, a partir de dezembro. Para nós é uma oportunidade brilhante disponibilizar nossos produtos à esses corretores de seguros”, evidencia.

Com 10 anos no mercado brasileiro, a Fator Seguradora está em processo de franca expansão em todas as regiões. “Contamos com operações no Nordeste, Centro-Oeste e na Região Sul, onde estou à frente do processo de parcerias com outras assessorias. A companhia é voltada para os segmentos de Garantia, Responsabilidade, como o RC, por exemplo. Contamos com um portal em que o corretor pode fazer cotação e a transmissão direto, na ponta. Afinal, agilidade é muito importante para nossos parceiros. Trabalhamos ainda com Riscos de Engenharia, na parte da construção civil pesada, além de Riscos Diversos na modalidade linha amarela”, diz Lagranha.

Com o intuito de promover treinamentos e disseminar informações para os corretores de seguros, a Fator Seguradora quer oferecer algo a mais aos profissionais da base. “É preciso fazer o cross-selling das informações. A carteira de RC Profissional, que abrange aproximadamente 40 atividades, é muito importante, para exemplificar. Nossa perspectiva para 2019 é de grande mudança para o Brasil, entendemos que mais negócios vão surgir e eles precisarão de garantias. Com a Agensel a Fator Seguradora estará muito bem representada”, estima João Lagranha. “A companhia está se moldando, cada vez mais, no digital. A parceria com a Agensel significa um ponto muito importante no avanço da Fator no Rio Grande do Sul. São mais de 45 anos de experiência no mercado. Não é qualquer empresa que tem isso hoje. São profissionais extremamente gabaritados e com condições de representar o nome da Fator no atendimento das demandas dos corretores. Isso é muito importante”, finaliza.

Parceria entre Agensel e Fator Seguradora – Galeria de imagens:

Jornada do CVG/RS orienta profissionais do mercado 480

Momento marcou primeiro evento sob a gestão da nova diretoria

O CVG/RS realizou, na última quinta-feira (29), a V Jornada de Seguros e Benefícios. A oportunidade teve a presença de mais de 200 profissionais de mercado em um dia inteiro de palestras sobre as temáticas inovação e tecnologia, além de contar com espaço dedicado à companhias expositoras para facilitar a rede de contatos entre os participantes. “Preparamos este dia especialmente para impactar positivamente o conhecimento e a troca de experiências de cada um”, comentou a presidente do Clube, Andreia Araújo.

A psicóloga especialista no viés econômico Luciane Fagundes falou sobre situações que levam as pessoas a tomarem determinadas decisões. Através dessa compreensão, a palestrante demonstrou aos corretores abordagens para vender ainda mais. “As pessoas tem medo de riscos, mas não conseguem tomar nenhuma decisão quanto a isso, e é neste cenário que vocês auxiliam elas”, destacou.

O atuário Sergio Rangel refletiu sobre a gamificação no mercado de seguros. Para ele, essa é uma ferramenta que o segmento pode fazer uso de maneira inteligente. “Pequenas intervenções mudam o comportamento das pessoas e ajudam a tomar as melhores decisões”, explicou.

O vice-presidente da Icatu Seguros, César Saut, refletiu sobre as oportunidades nas áreas de vida e previdência. Ele realizou uma relação com a economia brasileira, demonstrando que há espaço para o crescimento profissional da categoria. “O mercado de seguros precisa ser mais disruptivo, os operadores precisam se envolver cada vez mais e sempre procurar maneiras de inovar”, disse. O corretor de seguros mineiro Rogério Araújo trouxe dicas baseadas em sua própria vivência. “O corretor deve sempre não só buscar oportunidades, mas também criá-las e isso é possível acreditando, investindo e aplicando suas ideias”, argumentou.

O membro de honra do Million Dolar Round Table, JP Bottecchia, contou sua história de vida, baseada em muita persistência. Dando um toque especial ao evento, que trouxe novas perspectivas sobre o setor aos participantes.

Galeria de imagens – V Jornada de Seguros e Benefícios do CVG/RS:

Sustentabilidade como vetor estratégico para os negócios 402

Sustentabilidade

Olhar estratégico considera também os aspectos ambientais, sociais e de governança corporativa

A incorporação de critérios de sustentabilidade à estratégia das empresas foi um dos grandes marcos do processo de evolução mundial. Esse olhar estratégico a partir de um contexto mais amplo, que envolve não apenas o desempenho econômico-financeiro, mas considera também os aspectos ambientais, sociais e de governança corporativa, há muito tempo vem ganhando força, tanto no ambiente corporativo como na esfera pública.

Mas, afinal, o que é sustentabilidade? Essa é uma questão que poderia ser respondida de diversas maneiras. Mas me concentrarei em apresentar esse conceito de um jeito simples e objetivo: sustentabilidade é uma forma de preparar a organização para o futuro, demonstrando ao mercado que a empresa possui uma visão de longo prazo e orienta seus investimentos nessa direção.

Para Michael Porter, professor da Harvard Business School e uma das maiores autoridades mundiais em estratégia competitiva, a maneira mais poderosa para se resolver um problema da sociedade é fazê-lo por meios sustentáveis, gerando lucro e criando um modelo de negócios. Não basta apenas realizar uma doação filantrópica, é preciso responder a uma necessidade com serviços que podem ser sustentados a partir de um modelo de negócio que gere valor compartilhado.

As demandas atuais da sociedade exigem, cada vez mais, que as empresas adotem, por meio dos seus produtos e serviços, um posicionamento ético e responsável dos pontos de vistas financeiro, social e ambiental. Nesse contexto, a sustentabilidade deixa de ser apenas um modismo para se consolidar como um desafio global para empresas, governos e sociedade, gerando um grande diferencial competitivo.

Mas a simples adoção de uma miscelânea de táticas e ações isoladas não compõe uma atuação estratégica sustentável. A sustentabilidade deve fazer parte do posicionamento estratégico da empresa, orientando suas ações e decisões.

Uma estratégia de sustentabilidade no setor de seguros passa, necessariamente, por compreender os temas críticos (sociais, ambientais e de governança corporativa) nas principais cadeias de valor para as quais a organização oferece suas soluções de transferência de risco. A ideia aqui é focar estrategicamente nas questões ‘materiais’, ou seja, aquelas de maior impacto sobre a capacidade da empresa de gerar valor para seus clientes e acionistas, produzindo inovações nos produtos e serviços.

Percebendo a importância do cenário, o mercado de seguros se movimentou para consolidar a cultura da sustentabilidade, com o lançamento, em junho de 2012, do PSI – Principles for Sustainable Insurance (Princípios para Sustentabilidade em Seguros).

Esta, que é uma iniciativa do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente/Iniciativa Financeira – UNEP/FI, em parceria com a Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg), tem contribuído para a formação de uma nova consciência entre as empresas do setor.

Os princípios não foram desenvolvidos para serem obrigatórios. Por isso, cabe à indústria seguradora arregaçar as mangas e adotar essas práticas em seu dia a dia, em busca de um segmento mais responsável, transparente, consciente e preparado para o gerenciamento de riscos e o desenvolvimento de soluções sustentáveis para o setor.

O grande desafio é disseminar uma cultura de prevenção, por meio do seguro, para educar a população e garantir o seu acesso aos produtos. Esta é uma atitude sustentável. É preciso levar informação para a sociedade, engajando as pessoas e as empresas para a construção de um novo cenário, mais inclusivo.

Uma empresa sustentável zela pela qualidade ética e transparente das relações com os seus públicos; incorpora interesses legítimos das partes envolvidas em seus planos estratégicos; considera o impacto de suas ações no meio ambiente e identifica estratégias para reduzi-los; e, principalmente, assume um posicionamento e não apenas uma postura legal ou puramente filantrópica.

A experiência mostra que as grandes iniciativas podem começar por aquilo que, à primeira vista, parece pequeno, rotineiro. Sim, é preciso pesquisar e inovar para a sustentabilidade. Mas também é preciso manter os gastos corriqueiros como essenciais – cortar custos desnecessários, economizar recursos como água e energia, usar frente e verso do papel, reciclar, reduzir resíduos, otimizar processos logísticos e, fundamentalmente, educar para a cultura do seguro.

Leonardo Pereira de Freitas fala sobre futuro do mercado de seguros 415

Reprodução

Apresentação do executivo aconteceu no último dia 28 de novembro, em Cuiabá (MT)

O diretor da Organização de Vendas do Grupo Bradesco Seguros, Leonardo Pereira de Freitas, foi um dos palestrantes do 2º Workshop do Mercado de Seguros do Estado de Mato Grosso, realizado em Cuiabá (MT), no último dia 28 de novembro. O evento foi organizado pelo Sindicato dos Corretores do Estado de Mato Grosso (Sincor-MT).

Em sua palestra, o executivo do Grupo Bradesco Seguros abordou ‘O futuro do mercado de seguros’. Um tema discutido em praticamente todos os grandes eventos envolvendo agentes do mercado segurador e corretores. Para Leonardo Freitas, o maior desafio atualmente é a adequada preparação para a transformação digital que está ocorrendo em grande velocidade nas relações de consumo, em especial no mercado de seguros.

“Precisamos nos antecipar a essa transformação, evoluindo na experiência do cliente, que é a razão de ser da nossa atividade. Nosso desafio é conquistar não apenas os clientes que estão na fronteira digital e os que fizeram essa travessia, mas, sobretudo, os que já nasceram do outro lado, pois eles são o futuro do nosso mercado”, acrescenta Freitas.

Segundo ele, o Grupo Bradesco Seguros tem trabalhado diariamente para desenvolver produtos capazes de aumentar a percepção de valor em seus clientes, diversificar sua atuação e ganhar escala.

O 2º Workshop do Mercado de Seguros do Estado de Mato Grossofoi realizado no Espaço Reali-Leila Malouf, em Cuiabá/MT.

Sodexo promove webinar sobre empatia e colaboração no ambiente de trabalho 420

Sodexo promove webinar sobre empatia e colaboração no ambiente de trabalho

Trata-se da 11ª edição do Conexões eNOVHub

A busca pela inovação tem se intensificado em meio às empresas que acompanham as novas tendências, motivadas pela constante evolução social e tecnológica. Com o objetivo de estimular o desenvolvimento de soluções e ideias inovadoras, a Sodexo Benefícios e Incentivos, referência em serviços que levam mais qualidade de vida às pessoas e organizações, realiza no dia 11 de dezembro, a partir das 12h, o 11° Conexões eNOVhub.

O encontro, realizado bimestralmente, acontece na sede da empresa, em Alphaville, Barueri e é direcionado aos parceiros e colaboradores da companhia, entretanto, o evento poderá ser acompanhado também pelo público por meio de uma transmissão ao vivo (live), que será realizada na página oficial da Sodexo no Facebook.

Esta é uma iniciativa que tem o objetivo de fomentar debates com especialistas de diversas áreas do conhecimento, inspirando os funcionários a inovar nas atividades do dia a dia e incentivando o desenvolvimento de soluções disruptivas focadas em qualidade de vida. Nesta edição, o evento contará com o palestrante Ives Alejandro Muñoz, professor e pesquisador do Grupo Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Ética e Felicidade do Instituto de Psiquiatria/Ambulim, da FMUSP.

“Os processos de Inovação aplicados em nossas políticas organizacionais são fundamentais para o bom desenvolvimento da companhia na busca pela qualidade de vida.  A partir disso, trabalhamos com o  conceito do Open Innovation, que atua em colaboração com agentes externos, como: parceiros, colaboradores, usuários e agentes externos. Dessa maneira, acreditamos que a troca de experiências proposta pelo eNOVhub contribui para um ambiente cada vez mais saudável e inovador”, afirma Juliana Cebalos, supervisora de Inovação da Sodexo Benefícios e Incentivos.

Serviço

11° Conexões eNOVhub
Data: 11 de Dezembro
Horário: 12h
Local: Sede Sodexo Benefícios e Incentivos – Alameda Araguaia, 1142 – Alphaville- Barueri/SP
Link da Transmissão: https://www.facebook.com/SodexoBrasil/.