Sincor-RJ realiza palestra sobre vendas na internet 1999

Vendas pela internet

Participação é gratuita para corretores associados

No dia 13 de junho, acontece mais um debate no auditório do Sincor-RJ, das 9h às 12h, com o tema “Como a internet e as redes sociais podem ajudar a sua corretora a vender mais”. O evento conta com a apresentação do Diretor de Ensino e Tecnologia, Sócio da Moby Corretora de Seguros e Professor da Escola Nacional de Seguros, Arley Boullosa; e do Palestrante da Kuantta Consultoria, Marcelo Crisóstomo

Durante a apresentação, será possível obter conhecimentos sobre ferramentas usadas no Facebook Ads, no Google Adwords, no Instagram e no WhatsApp Marketing. Para se inscrever, é só entrar em contato com o Sincor-RJ através do telefone (21) 3505-5900 ou através deste site. Para os corretores associados à participação é gratuita. Já para não sócios, a inscrição custa R$ 20,00 por pessoa.

Como as startups estão transformando as empresas tradicionais? 460

Confira artigo de Henrique Maziero, fundador e CEO do Grupo Planetun

Confira artigo de Henrique Maziero, fundador e CEO do Grupo Planetun

Que as startups são modelos de negócios escaláveis tentando inovar com o desenvolvimento de soluções em um cenário de incertezas não é novidade. A reflexão da vez é que, esses empreendedores disruptivos vem transformando não só o nicho em que atuam, mas também todo um setor de mercado anteriormente tradicional e dotado de velhas práticas.

Com o avanço da tecnologia, a chegada da geração millennials ao mercado de trabalho e a mudança na forma como as pessoas consomem os mais diferentes tipos de produtos, as corporações tradicionais tiveram que se adaptar para continuarem competitivas. O novo consumidor demanda um conjunto de agilidade, mobilidade e conveniência, que não pode passar despercebido e deve ser cada vez mais incorporado pelos negócios.

No entanto, implementar mudanças e transformar o legado de uma instituição tradicional não é tarefa das mais simples, por isso um movimento que passou a acontecer foi as grandes empresas buscarem as novatas, que já nasceram com essa veia de inovação e tecnologia, para adotar novas soluções e aprimorar seus processos. Prova disso é que, hoje, já existe uma ampla gama de startups que atuam exclusivamente no segmento B2B, oferecendo recursos para modernizar setores até então mais enraizados.

Uma pesquisa feito pela GE Global Innovation Barometer com executivos seniores de 23 países demonstra essa transformação: 81% reconheceram o crescimento da cultura de startups e concordaram que essa é uma forma de estabelecer sistemas inovadores dentro das organizações. Outro estudo, realizado pelo Harvard Business Review, apontou que 43% das empresas pesquisadas, de diversos setores, estão conseguindo resultados positivos em seus negócios com investimentos em transformação digital.

Uma das principais aplicações tecnológicas que vem sendo inserida nos negócios das grandes companhias é a Inteligência Artificial (IA), tecnologia que se expandiu e fortaleceu em paralelo ao movimento de crescimento das startups no mercado. O objetivo é aprimorar a relação entre empresas e clientes.

Cada vez mais conectado e atento as mudanças ocorridas no comportamento do consumidor, o setor tradicional de seguros é um dos que está apostando nas soluções digitais para atender as novas demandas e se manter competitivo. No caso da Inteligência Artificial, a ideia é levar mais qualidade, segurança e agilidade para os processos, inovando em um ambiente complexo de sistemas, nos quais as seguradoras estão inseridas.

A IA é capaz de substituir esforços repetitivos e manuais, que consomem tempo e recursos deixando de agregar valor ao negócio, por processos automatizados, o que aprimora os serviços das seguradoras de diferentes formas. Entre as vantagens estão um processo mais rápido, melhor experiência do usuário, redução de custos, maior competitividade no mercado e estímulo à inovação.

Visto que o cenário é de transformações, o que percebemos é que não só as startups têm muito a aprender com a experiência das já bem-sucedidas e consolidadas organizações, como as empresas tradicionais também estão cada vez mais engajadas em se inspirar na dinâmica de inovação dessas pequenas disruptivas.

*Por Henrique Mazieiro, fundador e CEO da Planetun, insurtech que desenvolve soluções disruptivas para o mercado de seguros e automotivo.

Capemisa promove melhorias no cotador para PMEs visando atender corretores parceiros 445

Ação visou tornar solução mais prática, clara e objetiva

O cotador de seguros de vida da Capemisa Seguradora para pequenas e médias empresas foi ajustado para se tornar mais prático, claro e objetivo na formalização das propostas e conclusão das apólices. Lançado em abril, ele passou a ser uma das principais ferramentas de otimização da rotina de corretores parceiros, que puderam avaliar o funcionamento e contribuir com sugestões de melhorias. O produto também foi avaliado e traz novidades com a ampliação do capital segurado para as coberturas de Doenças Graves e Diária de Incapacidade Temporária.

Fabio Lessa é Diretor Comercial da Capemisa Seguradora / Divulgação
Fabio Lessa é Diretor Comercial da Capemisa Seguradora / Divulgação

No que diz respeito à parte tecnológica, o sistema ficou mais intuitivo e fácil de usar. Ganhou pop-ups que alertam sobre regras do produto, como adesão compulsória, limites de idade e necessidade de atualização do endereço do segurado, que pode ser preenchido manualmente ou importado de abas anteriores do próprio sistema.

“As considerações de corretores sobre o novo PME foram levadas em conta, o que mostra como a Capemisa valoriza o relacionamento com esses profissionais e está sempre atenta às demandas do mercado. A partir das avaliações, promovemos melhorias para o produto e o cotador de forma a atender às expectativas do cliente e às necessidades do corretor”, afirma o diretor Comercial, Fabio Lessa.

O cotador também preenche automaticamente valores mínimos e máximos para cada cobertura, dependendo da escolha do usuário. Foram incluídas ainda caixas de texto, mensagens de alerta e funcionalidades que demonstram as especificidades de cada cobertura. Para o caso de pendências, o corretor será alertado por e-mail, após validação das propostas. Algumas cláusulas de contratação também foram reformuladas para facilitar o entendimento.

Rafael Amaral é Diretor Técnico da Capemisa Seguradora / Divulgação
Rafael Amaral é Diretor Técnico da Capemisa Seguradora / Divulgação

“Os processos são constantemente revistos para garantir a satisfação dos nossos corretores parceiros e contribuir para o aumento de sua produtividade. As melhorias adotadas no cotador do PME certamente vão otimizar o trabalho e reduzir o tempo de resposta para aceitação das apólices”, explica o diretor Técnico da Capemisa, Rafael Amaral.

Pentagonal Seguros divulga balanço das atividades e comemora expansão 353

Divulgação

Empresa ainda integra lista da Forbes como uma das maiores corretoras do Brasil

Como primeira franqueadora na área de seguros no Estado do Rio de Janeiro, a Pentagonal Seguros foi fundada em 2001 pelos sócios Alessandro Lequerica e Bernard Biolchini, ex-executivos de uma multinacional do mercado de franquias. A companhia possui presença em 11 Estados do Brasil.

Como parte do Grupo Pentagonal, que também engloba franquias e o mercado imobiliário, a empresa esteve em 2018, pelo terceiro ano consecutivo, na lista da Forbes Brasil, como uma das maiores corretoras do país. A corporação também expandiu para o Paraná e o Rio Grande do Sul, através de unidades em Maringá e Erechim.

O processo de inovação foi constante em 2018. O modelo de inédito de franquia Pentagonal Partner foi criado com objetivo de facilitar a transição de carreira do empreendedor que está encaixado no mercado e deseja ampliar sua atuação de forma segura e com menos riscos, com plano de gestão com pleno suporte operacional para sua implantação e acompanhamento constante. Com baixo investimento inicial e capital de giro reduzido, há uma consultoria de campo aos franqueados com apoio operacional em diversos tipos de negócios, tendo amplo relacionamento nas principais companhias de seguros, como aspecto facilitador para resoluções imediatas.

O Grupo Pentagonal conta com franquias no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso, Sergipe, Pernambuco, Ceará, Alagoas, Tocantins, Rio Grande do Sul e Paraná.

O CEO do Grupo Pentagonal e especialista em blockchain, Bernard Biolchini, avalia as atividades de expansão tecnológica dos negócios, tendo como prioridade maior interação com o setor de seguros, focando no investimento em pesquisas como fonte de inovação, processo de planejamento estratégico e na expansão de novas franquias.

“Além de atuar com o mercado de seguros, franquias e o setor imobiliário, temos a consciência que a tecnologia está presente em todas as vertentes do cotidiano. Percebemos que as insurtechs estão cada vez mais presentes nos desafiando a reflexão sobre as tendências que surgem a cada momento, tendo como prioridade o envolvimento em pesquisas de desenvolvimentos de novos projetos tecnológicos que serão postos em prática no próximo ano”, declarou Biolchini.

O projeto de qualificação do suporte no atendimento as franquias em 2018 gerou um balanço positivo, contando com a abertura de mais duas unidades na Região Sul. Além de ser citada pela Forbes, em 2018 foi emitida uma faixa de R$ 18 milhões em seguros de automóveis, além de contar com outros ramos, como Saúde, Vida, Residencial, Condomínio, Viagem, Fiança Locatícia, Responsabilidade Civil, entre outros.

A Pentagonal Seguros através do executivo Bernard Biolchini, participou de palestras e Workshops realizados em 2018: Corretor do Futuro, a fórmula do sucesso, promovido pela Kuantta Consultoria;Palestra sobre a Tecnologia no Mercado de Seguros, promovida pelo Sincor-RJ; e do 1° Encontro dos Corretores de Seguros da Zona Oeste, promovido pelo Sincor-RJ.

O executivo em 2018 desenvolveu em seis meses de trabalho, a primeira cripto moeda corporativa do Brasil para plataformas de Contratos Inteligentes. Trata-se do CPZ, um Token ERC20 no Blockchain da Etherenum, com 1 milhão de moedas emitidas.

Andre Gregori e Cadu Sarkovas falam sobre a digitalização do mercado de seguros 655

Thinkseg

Tema será abordado em webinar, nesta quarta-feira, a partir das 14h30min

Os desafios de enfrentar um mercado conservador para levar inovação e produtos mais exclusivos e diferenciados ao consumidor. Esse será o tema abordado no segundo Webinar do Grupo Thinkseg, que será realizado amanhã, 12, quarta-feira, às 14h30min. O ex-sócio do BTG Pactual Andre Gregori, CEO e fundador do Grupo Thinkseg, e o seu sócio e co-fundador Carlos Eduardo (Cadu) Sarkovas, irão contar sobre a trajetória e os planos da primeira insurtech totalmente digital do Brasil, a Thinkseg.

Em 2016, Gregori decidiu mergulhar no mundo do empreendedorismo para criar a Thinkseg, movido pelo anseio de levar disrupções ao mercado de seguros, que era resistente a mudanças e investimentos em tecnologia. Para isso trouxe ao seu time o ex-diretor da área corporativa da Bradesco Seguros, Cadu Sarkovas, para juntos enfrentarem diversos desafios ao revolucionarem a forma como os consumidores contratam seguros no Brasil.

Em parceria com as principais seguradoras, a Thinkseg oferece produtos construídos e precificados de forma justa e inédita no mercado, pensando não apenas no perfil, mas também no comportamento de cada cliente. No último dia 5, durante o evento Insurance Day, a empresa anunciou o lançamento de um produto totalmente inovador, que utilizará telemetria e inteligência artificial para precificar o seguro de forma dinâmica.

Este é o segundo webinar realizado pelo Grupo Thinkseg, que promoverá uma série na qual tornará esses bate-papos em encontros mensais. Cada edição abordará um assunto diferente, contando inclusive com a participação de convidados especiais, entre eles empreendedores, agentes do mercado e usuários para discutir cases, tendências e desafios de forma inusitada.

Quer saber mais sobre essa história de sucesso? Então inscreva-se no Webinar aqui neste link.

Serviço:

Webinar: Digitalização do Mercado de Seguros, com Andre Gregori e Cadu Sarkovas
Data: 12/12/2018
Horário: 14h30min.
Inscrições gratuitas: neste endereço.

Seguros Unimed é a 2ª melhor seguradora do País, segundo Estadão Melhores Serviços 2018 326

Seguros Unimed

Em ranking realizado pelo jornal O Estado de S. Paulo, companhia conquistou relevante posição na categoria Seguro Saúde

A Seguros Unimed é a segunda melhor seguradora de Saúde do País, de acordo com o ranking ‘Melhores Serviços’, divulgado no último dia 7, pelo jornal O Estado de S. Paulo. Entre os destaques citados pela publicação estão o cuidado com o cliente durante toda a vida, programas de promoção à saúde da companhia e o aplicativo Canguru, que acompanha a gestante durante todo o pré-natal.

O diretor-presidente da Seguros Unimed, Dr. Helton Freitas, ressaltou a importância de a empresa ser destacada na categoria Seguros Saúde. “Esse reconhecimento mostra que estamos no caminho certo em entregarmos um bom serviço aos nossos clientes. Estamos aprimorando nossa eficiência assistencial e cuidando da jornada do paciente. Reflete também os progressos da Companhia no modelo de gestão conquistado ao longo de 2017 e deste ano”.

A publicação frisou esse diferencial da seguradora, com destaque para os programas e para a rede credenciada. Além disso, o jornal deu ênfase para o programa Cuidando de Perto, que tem como premissa cuidar do paciente crônico. “As gestantes têm acesso a um app direcionado, formatado para checar se os exames e os acompanhamentos estão sendo feitos corretamente e também para promover a interação com outras gestantes”, apontou a publicação. O aplicativo Canguru tem entre os objetivos: incentivar o parto normal, identificar e prevenir situações de risco à saúde da mãe e do bebê, estimular hábitos saudáveis durante a gestação, e tirar dúvidas, a qualquer momento do dia.

O ranking

Essa é a quarta edição do ranking, divulgada pelo Estadão, em parceria com a Blend New Research – HSR. Mais de seis mil pessoas foram entrevistadas, entre 28 de setembro e 6 de outubro, gerando 76.221 avaliações. São 32 categorias, com premiação para as três melhores empresas avaliadas de cada setor.

O jornal explicou que o ranking traz um cenário dos critérios mais importantes na avaliação dos entrevistados. “Batizado de Índice de Experiência Estadão (IXE), o indicador permite definir as mais bem colocadas em cada um dos setores e todas que se destacaram no estudo recebem um selo pela qualidade dos serviços”, diz a publicação.