Mobilidade e a revolução das insurtechs 9881

Celular

Especialista analisa transformações tecnológicas

Nos últimos 30 anos, o mundo vem passando por uma grande revolução tecnológica. Prova disso é o advento da mobilidade, que através de dispositivos como os smartphones, notebooks e tablets, permite que agora estejamos conectados o tempo todo. Hoje, utilizando essas ferramentas, conseguimos acessar notícias em tempo real, trabalhar e resolver burocracias em poucos clicks.

Porém, alguns anos atrás todas essas facilidades eram bem limitadas. Quem nunca precisou salvar documentos naquele disquete de 3,5 polegadas ou esperou horas para se conectar na internet discada? Em apenas 20 anos evoluímos desse cenário lento e instável para a era da alta velocidade.

Agora, estamos vivendo uma transformação em que tudo que anteriormente precisava ser instalado para funcionar, está migrando para a nuvem. E esse avanço cada vez maior da tecnologia está mudando a forma como realizamos praticamente tudo: compras, fotos, pesquisas, pagamentos.

Para se ter uma ideia, uma pesquisa realizada em 2016 revelou que dobrou o número de acessos à internet sem o uso de computadores. Isso porque muitas pessoas que até pouco tempo não tinham acesso às redes, hoje estão conectadas através dos smartphones. Se pensarmos que o Brasil tem atualmente 220 milhões de celulares inteligentes ativos e 209 milhões de habitantes, temos mais de um celular por pessoa. Ou seja, o futuro com certeza será 100% móvel.

E foi refletindo e acompanhando todas essas mudanças que o mercado de seguros vem desenvolvendo novas soluções que buscam atender as necessidades desses novos clientes digitais. As insurtechs, inclusive, chegam justamente para suprir antigas ineficiências do setor com o uso da tecnologia. Aqui na Planetun, por exemplo, criamos produtos que levam mais agilidade e praticidade aos consumidores, melhorando a sua experiência. Como é o caso dos aplicativos web, que trazem uma série de vantagens, e não precisam ser instalados no celular, ocupando espaço da memória. Todo o processo é feito através de tokens (e-mail, SMS e chats), ou seja, estamos falando de mais autonomia, comodidade e segurança.

Com todos os benefícios e avanço da mobilidade, o mercado segurador, assim como todos os demais setores, também vem se adaptando a essa nova era digital. O uso das novas tecnologias não somente traz vantagens para os usuários finais, como também inova processos antigos, aumentando os ganhos e reduzindo os custos.

Portanto, acredito que esse cenário será o padrão de agora para o futuro. De um lado, o mercado implementando tecnologia em seus processos e, de outro, os consumidores ganhando com a mobilidade, já que resolver um problema que antes era tão burocrático, como contratar um seguro, agora pode ser feito na palma da mão.

*Por Henrique Mazieiro, diretor executivo e sócio fundador da Planetun, insurtech que desenvolve soluções disruptivas para o mercado de seguros e automotivo.

Grande maioria dos beneficiários de planos de saúde está satisfeita com serviços 658

Grande maioria dos beneficiários de planos de saúde está satisfeita com serviços

Pesquisa do Ibope realizada em parceria com o IESS mostra ainda que a oferta do benefício influencia a escolha do emprego

Cerca de 80% dos beneficiários estão satisfeitos com os serviços oferecidos pelos planos de saúde no País. Esse é um dos principais resultados de pesquisa realizada pelo IBOPE em parceria com o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), divulgada esta semana. O levantamento ouviu 3,2 mil pessoas entre os dias 29 de abril e 17 de maio de 2019. Essa é a terceira edição do estudo, realizado desde 2015. O índice de satisfação com os serviços é o mesmo registrado no levantamento de 2017 e superior ao de quatro anos atrás.

A diretora-executiva da Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde), Vera Valente, destacou a importância dos planos de saúde para a população brasileira. “A pesquisa mostra, mais uma vez, que quem tem plano de saúde privado se sente satisfeito e bem atendido. O desafio é criar mecanismos, baseados na lei, que permitam que muito mais pessoas possam ter seu plano, seja individual, seja coletivo, com maior acesso à saúde de qualidade”, afirmou.

A aprovação aos serviços aumenta à medida em que são utilizados. Do total de beneficiários que precisaram de internação nos últimos 12 meses, 83% se sentiram muito satisfeitos ou satisfeitos.

A taxa de recomendação é também bastante alta, chegando a 80%. E o desejo de continuar com a contratação do serviço aumenta de acordo com a idade, saltando de 60%, para aqueles com menos de 35 anos, para 74% entre os que têm mais de 65 anos.

A percepção de qualidade do serviço vem crescendo. O atendimento é o principal motivo de satisfação com os planos de saúde para 55% dos entrevistados, ante 24% registrados na pesquisa de 2015. Em relação aos canais de atendimento, 75% consideraram que as informações obtidas foram suficientes.

A pesquisa também mostra como a oferta do benefício de um plano de saúde influencia a decisão de aceitar ou não uma nova oportunidade de trabalho. A quase totalidade dos entrevistados (97%) indicou que é muito importante que as empresas ofereçam planos de saúde aos seus colaboradores.

O desemprego é a principal razão alegada pelos entrevistados para deixar de utilizar os serviços dos planos de saúde. “O acesso a um plano de saúde privado está diretamente relacionado a emprego e renda”, disse Valente. “Como não temos perspectivas de geração expressiva de novos empregos no curto e médio prazo, é importante buscarmos caminhos de viabilidade para a volta da oferta de planos individuais”, alertou. Segundo a pesquisa, essas novas alternativas poderiam atender a 73% dos entrevistados que hoje não contam com um plano de saúde, mas gostariam de contratar o serviço.

Governo vai enviar à Câmara PEC com sistema de capitalização 583

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Confirmação foi realizada pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse no sábado (10) que o governo vai enviar “nas próximas semanas” à Câmara dos Deputados proposta de emenda à Constituição (PEC) que institui o modelo de capitalização no sistema previdenciário. A capitalização é um sistema em que cada trabalhador tem uma conta individual de Previdência.

Onyx afirmou que a equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, está finalizando a proposta. “Ali está o grande futuro do Brasil. Não apenas na questão previdenciária, mas preponderantemente como instrumento e alavanca de ampliar a poupança interna e trazer, assim, a libertação do Brasil do capital externo” disse Onyx, antes de participar do evento Marcha para Jesus, que teve a presença do presidente Jair Bolsonaro.

O ministro afirmou ainda que defende a contribuição patronal na capitalização, mas destacou que a equipe econômica ainda está trabalhando na proposta. “Eu defendo, por exemplo, que tenhamos optativamente ou fundo de capitalização ou poupança individual para a aposentadoria”, acrescentou. “É a Lei Áurea para o Brasil, na minha visão, do Brasil econômico a PEC da capitalização”.

O sistema de capitalização integrava a proposta de reforma da Previdência enviada pelo governo federal em fevereiro, mas o relator da PEC na Comissão Especial da Câmara, deputado Samuel Moreira (PMDB-SP), retirou esse item do seu parecer.

CVG-RJ presta homenagem ao presidente do Sincor-RJ, Henrique Brandão 711

Henrique Brandão é Presidente do Sincor-RJ / Arquivo JRS

Evento comemorativo acontece no dia 27 de agosto

A diretoria executiva e o conselho consultivo do CVG-RJ irão reunir os seus associados, beneméritas e entidades parceiras para um almoço em homenagem ao presidente do Sincor-RJ, Henrique Brandão.

“Além de ser o líder dos corretores de seguros do nosso Estado por mais de 20 anos, reeleito para mais um mandato, Henrique Brandão tem levado ao Sincor-RJ várias ações de treinamento da categoria, através de sua diretoria de ensino. Criou recentemente a Comissão das Mulheres Corretoras de Seguros, visando valorizar o contingente feminino cada vez mais numeroso e atuante. Trata-se de um parceiro de longa data que muito tem feito para dignificar o profissional da corretagem de seguros fluminense”, afirma o presidente do CVG-RJ, Octávio Perissé.

O evento comemorativo será realizado no dia 27 de agosto, ao meio-dia, no restaurante da Associação Comercial do Rio de Janeiro, Rua da Candelária, número 9, 14º andar, Centro.

Vagas limitadas a 200 convidados.

Seguro de vida ajuda no planejamento financeiro familiar 592

Seguro de vida ajuda no planejamento financeiro familiar

Livre de inventário, seguro é um aliado no processo e valor da indenização pode ser usado para cobrir custos

Por que contratar um seguro de vida? Os motivos são inúmeros: proteção financeira para família e pessoas que dependem de você, ajuda a manutenção do padrão de vida em caso de invalidez ou doenças graves que o impeçam de exercer sua atividade profissional e o processo de sucessão de bens – já que o valor da indenização pode ser liberado rapidamente, livre de impostos e taxas.

Em um inventário– processo de transferência de bens para sucessores ou herdeiros – três grandes despesas devem ser consideradas, o Imposto sobre Transmissão “Causa Mortis” e Doação (ITCMD), os honorários advocatícios as custas processuais (no caso de inventário judicial) ou as taxas de cartório (no caso de inventário extrajudicial) que serão calculadas de acordo com o valor total dos bens.

O valor do imposto varia de um Estado para outro do Brasil, sendo em São Paulo de 4%. Já os honorários dos advogados correspondem a, no mínimo, 6%, de acordo com a Tabela de Honorários da OAB/SP. O valor das custas processuais e taxas de cartório também são definidas no âmbito estadual.

“Independentemente da situação, é importante saber que a transferência de bens é um processo caro, e em alguns casos, os gastos podem ultrapassar em 20% do valor dos bens. O seguro de vida é um aliado nesse processo, já que garante o valor da indenização que pode ser utilizado para cobrir esses custos”, explica Karina Massimoto, superintendente de seguros de Vida da Brasilseg, uma empresa BB Seguros. “Quando uma indenização é paga, ela deve ser declarada no IR, mas não há incidência de imposto” complementa Karina.

Vale lembrar que, nos termos do artigo 794 do Código Civil, a indenização paga aos beneficiários pelo seguro de vida não é considerada herança e, por isso, não está sujeita ao pagamento de eventuais dívidas deixadas pelo segurado.

“Por esse motivo, uma das vantagens do seguro de vida é a liberação da indenização independentemente do inventário, logo, sem a incidência do Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e com isenção do Imposto de Renda (alínea “d”, do inciso VII, do art. 35 do Decreto 9.580/2018)”, afirma a executiva.

Capemisa e Bandnews FM promovem evento de inovação para empreendedores 510

Capemisa e Bandnews FM promovem evento de inovação para empreendedores

Encontro, que acontece no próximo dia 13 de agosto, faz parte da estratégia criada pela Binder

A Capemisa Seguradora e a Rádio Bandnews FM, realizam no próximo dia 13 de agosto, no Rio de Janeiro, o Fórum Conexão PME – Inovação e Empreendedorismo, evento com foco em inovação nos negócios para o desenvolvimento dos micros, pequenos e médios empreendedores. Para estimular a geração de ideias e a troca de experiências sobre empreendedorismo, os empresários Pedro Salomão, da Rádio Ibiza, e Alfredo Soares, da VTEX, estarão presentes e servirão como inspiração.

Referências em empreendedorismo, ambos darão dicas para quem está investindo em um novo projeto e sugestões para o desenvolvimento e crescimento dos seus negócios. Haverá ainda um debate entre os palestrantes, mediado pela jornalista da Bandnews FM, Thais Dias.

O evento é resultado da estratégia proposta pela Binder para a Capemisa Seguradora com o objetivo de aproximar a companhia dos PMEs. Desenvolvido a quatro mãos com a área de projetos especiais e branded content do Grupo Band, o projeto engloba ainda boletins, engajamento nas redes sociais e outra agenda em novembro, com temas relacionados a liderança, gestão, bem-estar profissional e modernização de processos criativos.

O Fórum Conexão PME integra outras plataformas de conhecimento desenvolvido pela Binder para Capemisa Seguradora, destacadamente o blog “Especialista PME”, que está no centro deste projeto e funciona como um hub de conteúdos para o pequeno e médio empresário, onde ele pode buscar informações relevantes sobre empreendedorismo.

Para Lucas Daibert, diretor de atendimento da Binder, o evento é uma importante ferramenta para disseminar a imagem da Capemisa Seguradora e da Bandnews como parceiros de negócios desse público. “Vamos estreitar os laços entre a Capemisa e o Pequeno e Médio Empreendedor, levando até ele conteúdo verdadeiramente relevante, que o ajudará a refletir, mas também com lições práticas para seu dia a dia”, afirma.

Especialista em seguros de vida empresarial para pequenas e médias empresas, a Capemisa Seguradora trabalha com uma abordagem focada nas necessidades de seus clientes e eventuais riscos do negócio. “O mercado de PME tem um potencial extraordinário e somos parceiros desses empresários em seus desafios de negócios porque entendemos o que ele precisa e apresentamos soluções customizadas às suas necessidades”, explica Mariana Fagundes, gerente de marketing da Seguradora.

Segundo ela, o evento foi construído para trazer um conteúdo relevante e inspirar aqueles que têm vontade de empreender. “Os lugares são bastante disputados, e as inscrições foram um sucesso. Em poucas horas alcançamos 70% da lotação do espaço e em menos de 48h esgotaram-se as vagas”, conta Mariana.

O evento terá transmissão ao vivo pelas redes sociais da Rádio BandNews FM Rio. Além da live, o público pode conhecer mais sobre empreendedorismo e sobre o trabalho desenvolvido pelos palestrantes na série de boletins que vai ao diariamente na Rádio Bandnews FM. Todo conteúdo será integrado ao blog da Capemisa.

Sobre os palestrantes:

Pedro Salomão

Formado em Administração e pós-graduado em Sociologia Política e Cultural, montou seu primeiro negócio aos 21 anos e com um ano de atuação já atingiu seu primeiro milhão. Fundador CEO da Rádio Ibiza e autor dos livros “Empreendendo Felicidade” e “Lyderez”, Pedro já realizou mais de 750 palestras pelo país ressignificando o conceito de empreendedorismo.

Alfredo Soares

Head Global SMB da VTEX e fundador da XTECH COMMERCE & SOCIALROCKET, que em três anos, transacionou mais de R$ 547 milhões em vendas. É empreendedor com mais de dez anos de experiência em vendas e marketing. Alfredo é considerado um dos principais especialistas em e-commerce e vendas. Já realizou mais de 150 palestras nos últimos quatro anos em grandes eventos e organizações do Brasil.