Pesquisa inédita revela que gaúchos preferem dança, museus e teatro 6775

Gaucho

Porto Alegre tem acesso à cultura acima da média das capitais

A capital do Rio Grande do Sul tem acesso cultural acima da média das 12 maiores metrópoles brasileiras, de acordo com a pesquisa Cultura nas Capitais, divulgada nacionalmente na terça-feira (24). Porto Alegre tem os melhores índices de ida a cinema (70%) e a saraus (21%) entre as cidades pesquisadas, e o percentual de quem foi a dez atividades culturais supera a média das demais capitais.

A leitura de livros (69%) é a segunda atividade cultural mais praticada na capital gaúcha, atrás apenas da ida a cinema. Shows (52%) e feiras de artesanato (48%) também são algumas das opções culturais mais acessadas na cidade, que se destaca nas festas regionais. Dentre as festas populares, citadas por 39% dos entrevistados, a Semana Farroupilha atrai 25% dos moradores, numa demonstração da força das festas regionais em Porto Alegre. Assim como em todas as outras capitais pesquisadas, as festas juninas lideram o quesito festas populares, com índice de frequência de 55% em Porto Alegre.

A pesquisa também destaca que 39% dos moradores de Porto Alegre foram a pelo menos seis atividades culturais nos 12 meses anteriores à realização do levantamento. Além de Porto Alegre, também fizeram parte do estudo Belém, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís e São Paulo.

Desenvolvido pela JLeiva Cultura & Esporte, responsável pela análise dos dados, e pelo Datafolha, a cargo do levantamento de campo e processamento das informações, o estudo abordou 621 moradores de Porto Alegre, entre 14 de junho e 27 de julho de 2017, sobre suas práticas culturais ao longo dos 12 meses anteriores.

Espaços mais frequentados

Outro ponto abordado pelo estudo foram os espaços culturais mais conhecidos e frequentados. O Centro Cultural Usina do Gasômetro, também conhecido como Usina, lidera o quesito – 88% já esteve no local. Os números mostram, ainda, que 71% da população da capital gaúcha já foi à Casa de Cultura Mario Quintana, e 94% já ouviram falar do local. O Auditório Araújo Vianna também já foi visitado por 66% dos moradores, e 91% sabem da existência do espaço.

Reprodução
Reprodução

Livro e plataforma digital interativa

Os dados detalhados e as principais conclusões da pesquisa estão compilados na publicação Cultura nas Capitais: como 33 milhões de brasileiros consomem diversão e arte, lançado nesta terça-feira (24). O livro contém 180 infográficos e análises assinadas por especialistas de 15 temas abrangidos pelo estudo: Tempo livre, Acesso e Prática, Educação, Renda, Gênero, Idade, Religião, Cor da Pele, Cultura e Tecnologia, Música, Artes Visuais, Artes Cênicas, Audiovisual, Políticas Públicas e Cidades.

Todas essas informações estão também disponíveis para acesso público e gratuito nesse site. A plataforma interativa permitirá ainda o cruzamento livre de dados compilados, servindo como importante ferramenta de análise para o usuário.

Cultura nas Capitais é uma realização da JLeiva Cultura & Esporte, do Ministério da Cultura, do Governo Federal e do Governo do Estado de São Paulo, com patrocínios do Instituto CCR e da Braskem e apoio da ProAc ICMS do Estado de São Paulo, da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura e da Fundação Roberto Marinho.

Metodologia

A pesquisa da JLeiva Cultura & Esporte ouviu 10.630 pessoas com idade a partir de 12 anos, entre os dias 14 de junho e 27 de julho de 2017. As pessoas foram abordadas pessoalmente em pontos de fluxo. O questionário, com 55 perguntas, traçou um panorama dos hábitos culturais dos moradores de 12 capitais brasileiras, apontando as atividades mais e menos praticadas.

O estudo procura entender como algumas variáveis demográficas, sociais, econômicas e comportamentais (sexo, idade, escolaridade, renda, estado conjugal, presença de filhos, cor e religião) influenciam a vida cultural da população, aproximando ou afastando os moradores do cinema, do teatro, do circo, de shows de música e de outras atividades culturais. A pesquisa também explora a forma pela qual o brasileiro se relaciona com o audiovisual, as artes cênicas, as artes visuais e a música. Além de perguntas sobre as motivações e barreiras que aproximam e afastam as pessoas de algumas atividades, o estudo também traz questões que avaliam o impacto das novas tecnologias e a forma pela qual a população escolhe as suas atividades culturais.

Para melhor interpretar os resultados, a JLeiva Cultura & Esporte analisou as respostas utilizando um modelo de regressão – equações que estimam as relações entre as variáveis de uma pesquisa. O objetivo foi compreender com mais precisão o impacto de cada característica dos respondentes (como sexo, idade e religião) na frequência às atividades culturais. Com essa metodologia, conseguiu-se uma abordagem inédita sobre acesso à cultura no Brasil.

No conjunto das 12 capitais, a margem de erro da pesquisa é de 1 ponto percentual, para mais ou para menos. Nos resultados de cada município, a margem varia de 2 a 4 pontos.

Santander abre 1,1 mil vagas de estágio em empresas-clientes 322

Santander abre 1,1 mil vagas de estágio em empresas-clientes

Desde 2016, o Programa Universitário-Empresas contemplou 3.210 universitários

O Santander Brasil abre 1,1 mil oportunidades de estágios em pequenas e médias empresas-clientes do Banco em todo o País. O estágio tem duração de quatro meses e carga horária de quatro horas/dia. Uma bolsa auxílio-estágio será paga pelas empresas-clientes do banco e o Santander apoiará com uma bolsa de estudos para ajudar os participantes no pagamento da mensalidade da faculdade, material didático e/ou outros custos relacionados.

A disponibilidade de vagas faz parte do Programa Universitário-Empresas, que teve início em 2016, por uma iniciativa do segmento Negócios & Empresas em parceria com o Santander Universidades. Já foram contemplados 3.210 universitários e mais de 8 mil empresas se inscreveram para participar do programa no período.

“Queremos aproximar nossos clientes aos grandes centros de ensino e de pesquisa do tecnológica do Brasil. Ao mesmo tempo que apoiamos a formação prática dos estudantes por meio de sua preparação para o mercado de trabalho”, afirma José Teixeira, diretor de Empresas e Governos & Instituições do Santander Brasil. O Programa Universitário-Empresas faz parte do Programa Avançar, oferta não-financeira que tem como objetivo apoiar o crescimento das pequenas e médias empresas, clientes e não-clientes.

“No ano passado, tivemos quase 62 mil universitários inscritos, aumento de 14% ante o número de 2017 e 50% dos contemplados acabaram sendo efetivados ou tiveram seus contratos renovados diretamente com as empresas-clientes, o que comprova o sucesso da ação e incentivo para sua continuidade”, ressalta Steven Assis, Head do Santander Universidades.

As pequenas e médias empresas-clientes do Banco que desejam ter um estagiário podem se inscrever no site do Santander Negócios & Empresas, na aba Construindo Equipes > Programa Universitário-Empresas, onde também encontrarão os critérios de elegibilidade para participação.

Já os universitários interessados, que podem ser de qualquer curso e região do País, deverão consultar as vagas e se candidatar no aplicativo Santander Universitário, disponível em iOS e Android, a partir de 04 de fevereiro. A Universia, empresa do Grupo Santander, atuará como agente integrador no Programa e terá como papel principal auxiliar as partes no processo administrativo do estágio.

O Santander Brasil é um dos líderes em financiamento a PMEs no País. Registra crescimento de 10,1% em sua carteira de crédito em setembro de 2018 ante o mesmo período de 2017, somando um montante de R$ 36,269 bilhões.

O Banco também é a empresa privada que mais investe em apoio à educação no mundo (Relatório Varkey / UNESCO-Fortune 500), por meio do Santander Universidades, com mais de 1.200 acordos de colaboração com universidades e instituições acadêmicas em 21 países. Desde 2002, a entidade destinou mais de €1.6 milhões de euros a iniciativas e programas acadêmicos.

Soluções inovadoras deixam corretoras de seguros mais competitivas 182

Soluções inovadoras deixam corretoras de seguros mais competitivas

Fidelização ajuda na manutenção do negócio

A Cashback Solutions, solução global que entrega a possibilidade de uma PME criar seu próprio programa de fidelidade de forma diferenciada a um bom custo-benefício, comercializa soluções para o mercado de seguros e deixa as corretoras que apostam em soluções de fidelização mais competitivas. A Cashback Solutions faz parte da maior comunidade internacional de compras Cashback World e possui negócios ativos em todas as regiões do País.

A solução permite que a corretora tenha um sistema que roda todo em plataforma web sem vínculo a meios de pagamentos; proporciona integração com CRM e ferramentas de comunicação com os clientes. Também oferece benefícios atrativos, como o Bônus de Marketing, no qual a empresa fatura também engajando seus clientes a realizarem compras em outras empresas parceiras da comunidade global da Cashback World. Além disso, a empresa ganha visibilidade por participar de um programa global com muitas oportunidades B2B.

“O mercado de seguros poderá oferecer diferentes experiências para os clientes com a Cashback Solutions, é uma oportunidade de ir além e inovar. E o consumidor, além de ter o patrimônio protegido, poderá desfrutar de benefícios de compras como o Cashback – até 5% do valor da compra de volta depositado na própria conta bancária e Shopping Points que podem ser resgatados em ofertas exclusivas na forma de bens ou serviços específicos (Shopping Points Deals) ao fazerem parte da Cashback World”, explica o diretor geral da myWorld – operadora Cashback World no Brasil, Davi Damazio.

Entre as corretoras de seguro que já são clientes da Cashback Solutions está a Weeseg Tecnologia, corretora que está há 30 anos no mercado em São José dos Campos e buscava algo novo para oferecer aos seus clientes. “Fazer um seguro é algo que considero muito analógico para os dias atuais; meu desejo era oferecer algo a mais para os meus clientes e por isso busquei por uma empresa que pudesse me apoiar nesta missão”, afirma José Roberto, proprietário da Weeseg Tecnologia. “Quando conheci a Cashback Solutions vi que meus clientes teriam acesso a benefícios reais e isso foi o que me motivou”, afirma o executivo.

A Weeseg também viu sua receita crescer ao ver seus clientes fazendo compras em outras Empresas Parceiras que estão inseridas na comunidade. “Hoje a receita da minha empresa advém não somente da venda de seguros, mas também, do consumo dos Afiliados que chegaram à comunidade de compras por meio da Weeseg”.

“Eu estava buscando um programa de fidelidade que oferecesse mais do que um mero carimbo em cartões de papel. A Cashback Solutions permitiu oferecer o Cashback e assim, devolver dinheiro para os clientes, que agora estão também conectados a uma comunidade global de compras que é a Cashback World”, finaliza.

Susep autoriza Santander e HDI a operar seguradora digital de automóveis 483

Susep autoriza Santander e HDI a operar seguradora digital de automóveis

Negócio deve iniciar com R$ 15 milhões de capital social

No Diário Oficial da União (DOU) do último dia 11 de janeiro a Superintendência de Seguros Privados (Susep) concedeu autorização para operação da Santander Auto. A seguradora, totalmente digital, vai operar no seguro de danos em todo território nacional.

O capital social da Santander Auto é de R$ 15 milhões e o controle acionário e a ingerência efetiva dos negócios são realizados pela HDI Seguros e pelo Banco Santander (Brasil). A joint venture já havia recebido o sinal verde do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) em abril de 2018.

Tokio Marine patrocina “Nunca Fomos Tão Felizes” e garante descontos aos segurados 486

Tokio Marine patrocina "Nunca Fomos Tão Felizes" e garante descontos aos segurados

Companhia reforça seu compromisso com o incentivo à cultura

A Tokio Marine, uma das principais seguradoras do País, amplia seu compromisso com o incentivo à cultura e em oferecer benefícios exclusivos para seus segurados, com o patrocínio de mais um espetáculo. A peça “Nunca Fomos Tão Felizes”, produzida pela Applauzo e Lugib, estará em cartaz entre 18 de janeiro e 17 de março, no Teatro Itália, e os clientes da Tokio Marine poderão prestigiar a apresentação com 50% de desconto.

“Nunca Fomos Tão Felizes” é um suspense que se passa no inverno de 1962. Na peça, o que era para ser um jantar de comemoração, se torna uma noite de verdades descobertas, que revelam a perturbadora face de cada um dos personagens.

Recentemente, outros grandes espetáculos teatrais contaram com o patrocínio da seguradora, como Chaplin, Lisbela e o Prisioneiro e Roque Santeiro, e o musical Elza, que inicia 2019 com novas apresentações confirmadas em Natal, no Recife e no Rio de Janeiro.

Os ingressos com desconto podem ser adquiridos pela internet ou na bilheteria do teatro e a carteirinha de segurado Tokio Marine deve ser apresentada no momento da compra ou no dia do espetáculo. O benefício é válido para até quatro ingressos inteiros.

Serviço

Peça: Nunca Fomos Tão Felizes
Data: de 18 de janeiro a 17 de março de 2019.
Local: Teatro Itália.
Endereço: Av. Ipiranga, 344 – República, São Paulo, SP.
Classificação: 12 anos.

Site para compra de ingressos: Clique aqui.
Texto e direção: Dan Rosseto.
Direção de produção: Fábio Câmara.
Elenco: Eduardo Martini, Larissa Ferrara, Luccas Papp, Mateus Monteiro e Nicole Cordery.
Realização: Applauzo e Lugibi.
Patrocínio: Tokio Marine.
Mais informações: Site do Teatro Itália.

MetLife é seguradora destaque entre as 50 empresas mais amadas do Brasil 521

MetLife é seguradora destaque entre as 50 empresas mais amadas do Brasil

Metlife é a 42ª mais amada, sendo a única seguradora no ranking das companhias mais bem avaliadas pelos profissionais na plataforma Love Mondays

A MetLife, uma das principais empresas de serviços financeiros no mundo, acaba de ser eleita uma das empresas mais amadas do Brasil pelos seus funcionários, com a nota de satisfação geral de 4,1, segundo o ranking 2019 publicado pela Love Mondays, com destaque especial para o quesito de remuneração e benefícios.

A classificação é realizada de acordo com a nota das avaliações espontâneas e anônimas registradas na plataforma pelos próprios profissionais das empresas, considerando os seguintes aspectos: remuneração e benefícios, oportunidade de carreira, cultura da empresa e qualidade de vida. O ranking “A Mais Amada” da Love Mondays está em sua quarta edição.

“Fico muito feliz com o reconhecimento pelos nossos funcionários e ex-funcionários, o que só nos motiva ainda mais a continuarmos nosso trabalho para proporcionar um ambiente de trabalho com diversidade, agradável, produtivo e desafiador para que nossos talentos se desenvolvam e sintam-se felizes em estarem conosco. O prêmio é mais uma comprovação de que estamos em um bom caminho” comenta Raphael de Carvalho, presidente da MetLife.

Criado em 2016, o ranking é composto por duas listas: as 50 Grandes Empresas Mais Amadas e as 30 PMEs Mais Amadas. Para ser elegível ao ranking das grandes empresas, é preciso ter mais de 501 funcionários globalmente e somar pelo menos 50 avaliações entre 1º de janeiro e 30 de novembro de 2018; para as PMEs, são consideradas empresas com menos de 500 funcionários e o número mínimo exigido é de 15 avaliações no período.

Para chegar aos ambientes de trabalho mais amados, considera-se a nota média de satisfação geral atribuída pelos usuários do Love Mondays. As notas vão de 1 a 5, sendo 1 muito insatisfeito e 5 muito satisfeito. Neste ano, foram consideradas mais de 153 mil avaliações.