Terceirização na hora do sinistro pode resultar em grande redução de custos administrativos 705

Daniel Bortoletto é CEO da Regula Sinistros

Corretoras de Seguros podem economizar até 58% com as soluções da Regula Sinistros

Existe um consenso cada vez mais crescente nas rodas de discussão dos profissionais da corretagem de seguros e parceiros de negócios: o profissional da corretagem precisa dedicar total atenção às vendas e ao que realmente é importante. Seguindo essa visão, a Regula Sinistros desenvolveu uma solução que possibilita uma redução de até 58% nos custos administrativos de uma corretora de seguros.

Quem explicou isso, em reunião da Câmara dos Corretores de Seguros do Estado de São Paulo, foi o executivo Daniel Bortoletto, CEO da Regula Sinistros. “O Corretor de Seguros é o canal legítimo de distribuição de seguros no Brasil. Esse profissional está tão atarefado, com outras atribuições, que acaba deixando de focar nas vendas”, conta. “Nós acreditamos muito nas pessoas. O Brasil está muito mal posicionado em índices de atendimento e pós-venda. Está bem claro que o brasileiro está carente de atendimento. Nosso papel é gerar encantamento ao segurado sinistrado, fidelização de clientes para os corretores de modo a gerar tempo para que este profissional possa gerar novos negócios”, complementa ao abordar o ‘custo de oportunidade’ que impera entre os operadores do setor.

O encontro, realizado na última segunda-feira (29), no Circolo Italiano, em São Paulo (SP), Bortoletto destacou as vantagens da terceirização de algumas etapas, visando o foco total no andamento do negócio. “Sou entusiasta da desburocratização e redução de custos de forma inteligente. É preciso priorizar investimentos com foco em vendas e no cross selling ao mesmo tempo em que a dedicação de recursos deve ser remanejada de acordo com os projetos mais relevantes do ponto de vista estratégico da empresa”, argumenta.

Contar com especialistas em todas as etapas da operação propicia um grande salto em produtividade no dia a dia de uma empresa. “É possível otimizar o tempo tanto de gestores, como de profissionais. Isso possibilita o direcionamento de capital humano com foco na expansão do negócio de forma estruturada”, revela Daniel Bortoletto.

Segundo o CEO da Regula Sinistros, é necessário analisar o cenário do setor de seguros, foco no público e segmento que se quer concentrar esforços, mensuração de clientes e indicadores de desempenho. Na visão de Daniel Bortoletto, toda e qualquer interação do cliente com a empresa é um termômetro para fomentar indicadores de desempenho. “Nos índices de reclamação, divulgados pela CNseg, ao menos 60%, das 144 mil reclamações em 2017, são sobre atendimento e acompanhamento de sinistros. “Em todos os ramos a regulação de sinistros é um grande desafio. Nossos pacotes são voltados para Automóvel, Vida, Ramos Elementares, Fiança, Responsabilidade Civil, DPVAT e Transportes”, complementa Bortoletto ao revelar o desejo de disponibilizar soluções também para o nicho de saúde suplementar.

É possível ainda simular de que forma a Regula Sinistros pode gerar redução de custos e otimização de tempo através dessa calculadora. “Nossos pacotes visam a fidelização da parceria, focamos na satisfação dos clientes, que nos retornam feedbacks através do próprio WhatsApp”, segue Daniel Bortoletto ao destacar a recente parceria fechada com a Rede Lojacorr, que possui mais de 1.300 corretores, e com o Grupo Sustentare, que atua no Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

O CEO da Regula Sinistros é enfático ao dizer que não fará a introdução de robôs na operação. “Assim não é possível encantar”, concluiu.

Osmar Bertacini é um dos grandes ícones do mercado brasileiro de seguros
Osmar Bertacini é um dos grandes ícones do mercado brasileiro de seguros

Ícone do mercado brasileiro de seguros, Osmar Bertacini ressalta o aperfeiçoamento do atendimento das seguradoras na hora de um processo de sinistro. “Isso é fundamental, pois é o cartão de visita das companhias. Além de propiciar agilidade é fundamental libertar o profissional da corretagem para que ele seja um produtor”, diz ao fazer referência a Aconseg-SP, que reúne assessorias em seguros visando facilitar o trabalho dos operadores do mercado.

Pedro Barbato Filho é presidente da Câmara dos Corretores de Seguros do Estado de São Paulo
Pedro Barbato Filho é presidente da Câmara dos Corretores de Seguros do Estado de São Paulo

O presidente da Câmara dos Corretores de Seguros do Estado de São Paulo, Pedro Barbato Filho, enaltece o vasto crescimento da Regula Sinistros nesse primeiro ano de atividades. “Esse empreendedor merece todo sucesso, pois é um merecedor. Nossa entidade está sempre à disposição e esse crescimento e sucesso serão cada vez maiores, certamente”, afirma. “Trata-se de um serviço extramente importante para o nosso setor”, finaliza ao demonstrar satisfação em comandar, com maestria, a 45ª edição da Tribuna Livre da CamaraCor-SP.

Regula Sinistros na 45ª Tribuna Livre da Câmara dos Corretores de SP:

Valor do seguro obrigatório cairá 63,3% em 2019 835

CNSP autoriza redução no valor do Seguro Obrigatório

Tarifa para automóveis particulares passará de R$ 41,40 para R$ 12

Os motoristas pagarão menos seguro obrigatório em 2019. O Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), vinculado ao Ministério da Fazenda, aprovou, no último dia 13, a redução média de 63,3% do valor do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos (DPVAT) no próximo ano.

As reduções ocorrerão de forma diferenciada conforme o tipo de veículo. Automóveis particulares, táxis e carros de aluguel, veículos ciclomotores e máquinas de terraplanagem, tratores, caminhões, pick-ups, reboques e semirreboques terão o DPVAT reduzido em 71%. No caso dos automóveis particulares, a tarifa cairá de R$ 41,40 para R$ 12.

Os ônibus, micro-ônibus e lotações terão o seguro reduzido em 79%. Já o seguro para as motocicletas e motonetas, que concentram a maior parte dos acidentes de trânsito que demandam o acionamento do DPVAT, cairá menos e ficará 56% mais barato.

Combate a fraudes

Em nota, o Ministério da Fazenda informou que a redução dos prêmios tarifários foi possível porque o montante de recursos acumulados atualmente é superior às necessidades do DPVAT. A pasta atribuiu a sobra de recursos ao combate às fraudes, que levou a uma redução significativa dos sinistros, e à rentabilidade das reservas do fundo que compõe o seguro.

O ministério informou ainda que os percentuais de redução variaram de acordo com o tipo de veículo para reduzir o subsídio às motos. Apesar de concentrarem 74% das indenizações, as motocicletas correspondem a apenas 27% da frota nacional.

Em relação aos veículos de transporte coletivo, a redução foi proporcionalmente maior porque o Conselho Nacional de Seguros Privados quis privilegiar os meios de transportes coletivos, que oferecem menos riscos em relação aos meios de transporte individuais.

Segundo a Fazenda, as reservas são mais que suficientes para garantir a solvência de longo prazo do Seguro DPVAT, que paga indenizações em torno de R$ 2 bilhões por ano.

O ministério também destacou melhorias na gestão da Seguradora Líder, administradora do seguro obrigatório, o que aumentou o rigor com as indenizações e reduziu os gastos com o DPVAT.

Corretores da Baixada Fluminense participam de confraternização 433

Momento aconteceu na última terça-feira, 11 de dezembro

Uma proposta despretensiosa do corretor e ex-presidente do CCS-RJ, Jayme Torres, para um encontro dos profissionais da Baixada Fluminense acabou se transformando num evento de sucesso. Cerca de 60 corretores de seguros participaram além de representantes das companhias.

Divulgação
Divulgação

Realizado na terça-feira, dia 11 de dezembro, no restaurante do Patronato, em Nova Iguaçu, as seguradoras presentes – Bradesco, Mapfre, Porto Seguro, Sompo, SulAmérica e Tokio Marine – levaram brindes para sorteio entre os corretores. E a CarGlass também sorteou três vouchers para reparo de veículos com pequenas avarias.

“A ideia de reunir os corretores da Baixada recebeu uma adesão maciça, inclusive dos seguradores. Superou as nossas expectativas e se transformou numa surpresa agradável, destacando o espírito de união e comunhão de anseios e expectativas da nossa categoria”.

O presidente da Associação dos Corretores de Seguros da Baixada Fluminense, ACBF, Roberto Cabral, presente ao evento, recebeu pedidos dos corretores para que o almoço seja repetido nos próximos anos. “No que depender de nós”, disse o dirigente da Baixada, “será realizado”.

Natal e Maceió ganham filiais da Icatu Seguros 679

Icatu Seguros quer ampliar atuação na região Nordeste

Companhia quer ampliar atuação na região Nordeste

Para ampliar sua atuação no Nordeste com produtos de Vida, Previdência e Capitalização, a Icatu Seguros inaugura duas novas filiais na primeira quinzena de dezembro. A companhia está investindo em escritórios em Natal, no Rio Grande do Norte, e em Maceió, em Alagoas, atenta ao potencial da região. Em 2018, o mercado nordestino registra um crescimento médio de 8%, em comparação ao ano anterior, e a Icatu Seguros já alcança 15% de aumento no faturamento da companhia nessa região. No que diz respeito à base de clientes de Vida, Previdência e Capitalização, por exemplo, Natal teve um aumento de 170% neste último ano, impulsionado sobretudo pelos seguros de Vida em Grupo.

As novas unidades terão estrutura para receber corretores, parceiros e clientes. Em Natal, a gerente da filial será Christiane Lemos, que acumula mais de 20 anos de experiência no mercado segurador. Já em Maceió, Matheus Vasconcelos comandará o escritório. Especialista em Previdência, ele está há seis anos na Icatu e tem como objetivo estimular as discussões na região sobre a importância de se poupar desde cedo para manter a qualidade de vida na aposentadoria.

Inauguração

A filial de Natal foi inaugurada na última terça-feira, dia 12 de dezembro, e a de Maceió acontece nesta quarta, dia 13. O presidente da Icatu Seguros, Luciano Snel, participou das inaugurações e fez uma palestra sobre cenário e tendências de mercado aos convidados, entre eles representantes do Banco do Nordeste, Sicredi, corretores e parceiros.

Este ano, a Icatu Seguros também inaugurou filiais em Rio Preto, interior paulista, e Porto Velho, em Rondônia. No Rio de Janeiro e em Brasília, os escritórios foram remodelados e ganharam espaços maiores, oferecendo mais conforto aos clientes, corretores e parceiros. A filial de Vitória, no Espírito Santo, também ganhará um novo endereço ainda este ano, considerando seu ritmo de crescimento e a atuação da companhia na região.

MBM Seguros reúne colaboradores em convenção 345

Convenção MBM Seguros

Encontro foi realizado em Porto Alegre (RS), na matriz da companhia

Nos dias 5, 6 e 7 de dezembro, foi realizada a Convenção MBM 2018, em Porto Alegre (RS), na matriz da seguradora. O encontro reuniu representantes das filiais sediadas nos Estados da Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo, além do Rio Grande do Sul.

Durante os três dias, os colaboradores dialogaram sobre as ações realizadas no ano de 2018 e sobre as metas para 2019. “A convenção teve o objetivo de promover o encontro com todos os gerentes das filiais do MBM para alinhar estratégias de negócios para o próximo ano”, comenta Luiz Eduardo Dilli Gonçalves, diretor comercial do MBM.

O evento contou com a palestra da Personal Trainner e Health Coach, Giovana Boldrini, sobre Inteligência Emocional e um passeio no Barco Cisne Branco pelas principais ilhas do Guaíba.

Grupo MBM marca presença em confraternização com corretores de SP 204

MBM Seguros participa de evento em SP

Momento aconteceu no dia 29 de novembro, na Casa Bisutti

O MBM Seguros participou da festa de confraternização de final de ano de uma importante entidade do setor de seguros de vida em grupo de São Paulo, no dia 29 de novembro, na Casa Bisutti, na capital paulista. O diretor comercial do MBM, Luiz Eduardo Dilli Gonçalves, o superintendente comercial, Alexsander Kaufmann, juntamente com o gerente da filial SP, César Cordeiro estiveram presentes no evento que reuniu autoridades e personalidades do setor, além de associados da entidade.

O evento celebrou os acontecimentos de 2018 e marcou o início da gestão eleita para o biênio 2019/2020, onde César Cordeiro foi eleito como diretor de Relações com o Mercado. “Nos últimos dois anos fui diretor de Seguros da entidade e no próximo biênio assumirei como diretor de Relações com o Mercado”, comenta César. “O momento atual é propício para o aprimoramento das carteiras de vida. Tenho certeza que o Clube vai oferecer ao mercado mecanismos que visam melhorias dos resultados”, complementa.

O diretor comercial, Luiz Eduardo Dilli Gonçalves, falou da importância da instituição em questão. “Este evento só reforça o relevante trabalho desenvolvido pela entidade no Estado de São Paulo. Agradecemos à colaboração com o MBM Seguros e desejamos muito sucesso à nova diretoria do clube”.

A filial do MBM de São Paulo está localizada na Rua Doutor Bráulio Gomes, 25, conjunto 205 (próximo ao metrô Anhangabaú). Os telefones são (11) 3231-1223 e (11) 3231-1691.