SulAmérica sorteia seis automóveis a corretores parceiros de todo o Brasil 1129

SulAmérica - Campanha PRA Corretor

Corretora de Blumenau foi a vencedora da Região Sul

A SulAmérica sorteou seis Renault Kwid a corretores de seguros parceiros de todo o Brasil, na noite desta terça-feira (13), referente à etapa nacional do PRA Corretor, campanha de incentivo aos profissionais da corretagem promovida pela seguradora. Em Porto Alegre (RS), executivos da companhia e corretores estiveram reunidos para acompanhar o sorteio em transmissão ao vivo e simultânea para todas as sucursais.

A grande ganhadora da Região Sul foi a Corretora Estrela e Darwin, da cidade de Blumenau (SC), sorteada pelo vice-presidente comercial André Lauzana.

“O maior prêmio e o maior reconhecimento é a parceria de vocês corretores”, destacou Lauzana.

No final da próxima rodada, serão escolhidos os destaques que vão a Rússia com o time de campeões SulAmérica.

Confira todas as imagens – PRA Corretor em Porto Alegre (RS):

Planetun aplica inteligência artificial ao setor de seguros, em solução inédita 812

Grupo fechou parceria com o IBM; Novidade foi lançada na última terça, em São Paulo (SP)

Um ano desafiador como 2019 exige soluções inovadoras. Uma iniciativa inédita do Grupo Planetun utiliza inteligência artificial para facilitar o momento da vistoria. Inicialmente, a aplicação visa dar agilidade ao seguro de automóvel, mas segundo o CEO e Sócio Fundador da Planetun, Henrique Mazieiro, o recurso também pode ser integrado para outros tipos de apólice.

Henrique Maziero é CEO e sócio-fundador do Grupo Planetun
Henrique Mazieiro é CEO e sócio-fundador do Grupo Planetun

“Estamos trazendo essa novidade, transformando nosso produto de auto vistoria e tornando-o muito mais interativo. Isso resolve um grande problema, pois, apesar do aplicativo ser um sucesso, um bom percentual (30%) das fotos enviadas pelos clientes não podem ser aproveitadas pelas seguradoras, pois muitas vezes ele não sabe e, em minha opinião, nem precisa se preocupar com isso”, explica Mazieiro. A inovação foi lançada em parceria com o IBM, na última terça-feira (12), em São Paulo (SP).

A plataforma Watson em um ambiente cloud faz a validação em tempo real das imagens enviadas pelos segurados. “Ele mostra se temos uma foto de carro, se o veículo está ligado, se a angulação da foto está correta, o que vai direcionando o cliente em como registrar as imagens. Isso significa redução de custo e tempo na hora da vistoria, que pode ser concluída entre 6 horas e um dia. Cabe destacar ainda a praticidade e a comodidade que essa solução traz, uma vez que o cliente não precisará se locomover para fazer a vistoria”, revela.

A ideia da Planetun foi melhorar a experiência do cliente e dos usuários do aplicativo aproveitando ao máximo o que a mobilidade permite nos dias de hoje.

“Antes o cliente teria de agendar a aguardar, em algum horário incerto, a visita do vistoriador. Foram mais de 180 mil usos da aplicação em 2017. Fazemos ainda inspeção residencial, comércio e serviços, que também terão em breve essa solução de inteligência artificial”, diz Mazieiro.

O módulo de antifraude capta todas as informações das fotografias enviadas pelo segurado. “Isso propicia justamente saber se as imagens já foram utilizadas em algum outro momento por alguma outra seguradora em nosso sistema”, afirma.

Henrique Mazieiro conta que a Planetun não sentiu a desaceleração da economia brasileira, em crise há alguns anos. “Isso acontece justamente porque nossas soluções são baseadas em redução de custo e melhoria de processos, o que vem de encontro ao que as empresas estão buscando nos dias de hoje”, completa.

Além da insurtech, o Grupo Planetun também oferece facilidades ao backup das seguradoras, no ramo de serviços com apoio e suporte a diversos produtos. “É preciso despertar para o futuro. Quem ainda não é nosso parceiro pode entrar em contato conosco que, certamente, iremos atender com qualidade”, finaliza.

Energia solar cresce 198% entre moradores do Rio Grande do Sul em 2018 292

Energia solar cresce 198% entre moradores do Rio Grande do Sul em 2018

Número de consumidores que instalaram placas para geração elétrica mais que dobrou em relação a 2017

Depois de anos sofrendo com os constantes aumentos na conta de luz, tudo indica que 2018 foi, finalmente, o ano em que os brasileiros acordaram para a solução do problema: energia solar.

O número de consumidores que instalaram placas solares para geração elétrica mais que dobrou em relação a 2017 e cresceu 18 vezes em relação a 2012, ano em que a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) criou as regras da geração distribuída.

Através do uso das placas solares, inversor e demais equipamentos dos sistemas fotovoltaicos, esses consumidores conseguem gerar sua própria energia pela luz do sol e, assim, economizar até 95% na conta de luz por 25 anos, vida útil das placas.

A tecnologia é, segundo uma pesquisa do Ibope, o sonho de consumo de 89% dos brasileiros. É grande a procura por tudo sobre energia solar e, segundo a projeção oficial da ANEEL, até 2024 a luz solar será a fonte elétrica de 886.700 brasileiros.

No Rio Grande do Sul, terceiro estado com mais sistemas instalados, a história não foi diferente. O crescimento foi de impressionantes 198,58% em relação ao número de 2017, saltando de 2.470 sistemas para 7.375 conectados à rede ao final de 2018.

São vários fatores favoráveis para essa expansão da tecnologia, começando pela consecutiva queda dos preços dos equipamentos e mão de obra, até a oferta de linhas de financiamento que permitem, em alguns casos, pagar o valor da parcela com a economia obtida na conta de luz.

Com milhões de consumidores de energia elétrica e um ótimo potencial para a geração solar, como indicou o Atlas Solar lançado no final de 2018 pelo Governo do Estado, o Rio Grande do Sul deverá continuar como um dos líderes do segmento pelos próximos anos.

D’Or Consultoria recebe presidente da SulAmérica em suas novas instalações 222

Novas instalações da empresa ficam na Avenida Presidente Juscelino Kubitscheck, em SP

O diretor da D’Or Consultoria, Bruno Iannuzzi, o presidente da SulAmérica, Gabriel Portella, e o CEO da D’Or Consultoria, Bruno Blatt / Divulgação
O diretor da D’Or Consultoria, Bruno Iannuzzi, o presidente da SulAmérica, Gabriel Portella, e o CEO da D’Or Consultoria, Bruno Blatt / Divulgação

O presidente da SulAmérica, Gabriel Portella, visitou o novo escritório da D’Or Consultoria, em São Paulo, na última sexta-feira, 8 de fevereiro. O líder da companhia foi recebido pelo CEO da D’Or Consultoria, Bruno Blatt, e pelo diretor Bruno Iannuzzi. As novas instalações da empresa ficam na Avenida Presidente Juscelino Kubitscheck, 1830, um dos mais recentes centros financeiros da capital.

Segundo Blatt, “o escritório paulista está situado numa região de fácil acesso para os nossos funcionários e clientes. Além disso, são instalações bem mais amplas e modernas, com salas de reuniões mais tecnológicas, outbacks centrais para reuniões rápidas e que envolvam menos pessoas, cabines telefônicas privadas para ligações que exijam silêncio e/ou sigilo e um espaço para descontração com mesa de sinuca e videogame. São 1.800 m² projetados de acordo com os objetivos da D’Or de oferecer o melhor ambiente de negócios para os seus colaboradores, parceiros e segurados”.

RS: Roubos de veículos caem 31% em Porto Alegre e 25% no Estado 305

RS: Roubos de veículos caem 31% em Porto Alegre e 25% no Estado

Dados de janeiro foram divulgados ontem pela Secretaria de Segurança Pública

A capital gaúcha registrou 550 roubos de veículos em janeiro, o número é 31% que os 796 registrados em 2018. No Rio Grande do Sul a queda foi de 25%, 1.183 casos ante 1.580 no ano passado.

A Brigada Militar lançou a Operação Avante em janeiro do ano passado, visando combater esse tipo de crime. A inteligência passou a utilizar os dados estatísticos para o direcionamento de policiais para locais com maiores índices de roubos e outros crimes.

Em 2016 o Rio Grande do Sul era o quarto Estado do País no número de veículos roubados. Em 2014, segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Porto Alegre foi a capital que liderou o ranking.

Aulas em escolas públicas são suspensas após forte chuva no RJ 198

Aulas em escolas públicas são suspensas após forte chuva no RJ

Rede pública de ensino não vai funcionar; Algumas escolas particulares também não abrem

Uma frente fria provoca chuva de moderada a forte no Estado do Rio de Janeiro desde o começo da manhã desta quarta-feira (13). Segundo a Rádio Jovem Pan, a situação coloca o RJ em estado de alerta. Aulas na rede pública e parte da particular foram suspensas. A recomendação é para que os fluminenses evitem colocar lixo para fora de casa.

O maior volume de chuvas aconteceu nos bairros localizados na Zona Norte e no Centro da capital carioca. Em São Cristóvão o volume chegou a 85,2mm. Na Zona Sul, o Jardim Botânico registrou 65,2mm.

Na semana passada as chuvas mataram sete pessoas. Naquela ocasião, a chuva chegou a 165,6mm na Rocinha. As fatalidades foram causadas por deslizamentos e também foram registradas na comunidade do Vidigal.