CNseg promove evento que foca em novas tecnologias para o setor de seguros 761

Insurance Meeting CNseg

12º Insurance Service Meeting e o 3º Encontro de Inteligência de Mercado foram marcados pelo debate sobre o setor de seguros na era digital

Nos dias 7 e 8 de novembro, São Paulo foi palco de um dos maiores encontros para debater o futuro do mercado segurador do país. Sediado no Transamérica Expo Center, o 12º Insurance Service Meeting e o 3º Encontro de Inteligência de Mercado reuniram mais de 400 profissionais interessados nos temas abordados.

JRS no 12º Insurance Service Meeting

O presidente da Confederação Nacional de Seguros (CNseg), Marcio Coriolano, destacou em vídeo na abertura do evento a importância dessa discussão. “A era digital, sucedendo outras eras disruptivas – como a fabril, a mecânica e a eletrônica -, já é uma realidade e alcança o mercado segurador de forma absolutamente impactante. O Insurance Service Meeting já se firmou com um dos mais importantes fóruns do mercado segurador. Mais do que um resultado de tecnologia, o momento da sociedade contemporânea é fruto da vontade do novo consumidor”, declarou.

A palestra de abertura foi apresentada por Renato de Castro, expert em cidades inteligentes da SmartUp Consulting Firm, embaixador de Smart Cities do TM Fórum de Londres e membro do conselho de administração da ONG Leading Cities de Boston. Castro salientou a importância e a urgência da utilização de Inteligência Artificial nas operações de seguro com base em quatro pilares: “Estudo com foco no cliente, para que o resultado seja mais assertivo; Simplicidade, para que o consumidor tenha o empoderamento de resolver suas próprias demandas rapidamente e sem complicações; Parcerias e investimentos em Startups e Spinoffs; e, por fim, Predição, com o objetivo de diminuir os riscos e atuar ativamente na prevenção de sinistros”, ressaltou o profissional.

O evento também debateu a otimização de processos por meio do RPA (Robotic Process Automation), em que um único sistema é capaz de cruzar dados de maneira inteligente e assertiva, permitindo que os colaboradores voltem seus esforços para a parte estratégica do negócio. Marco Dearo, diretor da Delloite, apontou a ferramenta como uma das saídas mais acessíveis e práticas quando se pensa em tecnologia com aplicabilidade imediata.

“O RPA tem o funcionamento a partir de sistemas já existentes, agilizando muito mais a transformação tecnológica”, afirma Dearo.

Ainda focado na disrupção do atual cenário o evento trouxe a discussão do emprego da tecnologia do blockchain no setor segurador. Gustavo Paro, diretor de Vendas da R3, debateu que essa nova transação digital irá transformar a indústria seguradora de forma ainda mais intensa que a financeira.

Em “Como Prosperar no Digital”, painel que contou com Tom King, diretor da Pegasystem, como palestrante, foi debatido o caminho digital dos mais diversos processos no mercado segurador e a importância das empresas olharem para este assunto como tema prioritário. “Uma empresa não se transforma em digital no primeiro dia. São passos que precisam ser dados continuamente para chegar a um resultado satisfatório e eficaz”, completa King.

Segundo dia

Abrindo o painel no segundo dia de evento, o palco do 12º Insurance Service Meeting sediou a palestra “Desmistificando a Inovação no Setor”. Cristiano Barbieri, diretor de Inovação Analytics e Tecnologia da SulAmérica, ressaltou que o comportamento do consumidor mudou com o surgimento das novas tecnologias nos últimos 10 anos, o tornando mais questionador. Complementando, Cibele Cardin, CIO da Chubb Seguros, pontuou que o impacto da inteligência artificial afeta o consumidor de modo geral, e como o seguro poderá ser muito mais preventivo do que reativo com o uso correto e bem aplicado das novas tecnologias. Curt Zimmermann, diretor de TI da Bradesco Seguros, acrescentou ao debate a importância das grandes empresas seguradoras apoiarem o surgimento de novas tecnologias para suprir a alta demanda do mercado.

Fabio Luis Marras, CTO & Distinghished Engineer da IBM, liderou o painel sobre “IA: você sabe com quem está falando?” e apontou que num futuro próximo teremos a IA em todas as partes, insights mais profundos com o cliente e a personalização em escala. “Minha visão é que as seguradoras no Brasil passaram por uma evolução nos últimos anos e vêm buscando melhorias contínuas no sentido de adoção de novas tecnologias”.

O vice-presidente de Pesquisa da Gartner, Cassio Dreyfuss, destacou no painel “Transformação Digital: O Desafio não é apenas tecnológico”, que a “transformação digital é uma jornada que tem como pilares a mudança de cultura das pessoas, nos padrões de trabalho e no modelo de negócios”. O diretor de Supervisão de Conduta da Susep também participou do debate e declarou que hoje o órgão trabalha em frentes como o “alinhamento com representantes da indústria de seguros, com as autoridades que permeiam o setor e na aproximação de insurtechs”, concluiu.

A palestra de encerramento do evento contou com a participação de Cezar Taution, head Digital Transformation da Kick Ventures, que pontou sobre as novas fronteiras do seguro e da era digital. “Hoje temos alguma dificuldade em perceber que não é apenas uma tecnologia que causa a disrupção e sim a convergência de diversas tecnologias”.

Taution ressaltou que “hoje a inteligência artificial é um guarda-chuva com um conjunto de ciências que impacta a sociedade e os modelos de negócio. No setor de seguros é necessário olhar atentamente para a importância da solidificação das parcerias entre essas empresas e as insurtechs que podem alavancar o avanço tecnológico deste mercado”.

3º Encontro de Inteligência de Mercado

Paralelamente ao 12º Insurance Service Meeting, também foi realizado, no Transamérica Expo Center, em São Paulo, o 3º Encontro de Inteligência de Mercado.

JRS no 3º Encontro de Inteligência de Mercado

Para o debate “Análise de Impacto Regulatório”, Patrícia Pessôa Valente, sócia da PVMP Advogados, lembrou que esse já é um tema antigo de discussão no mundo mas novo ainda no Brasil devido a questões econômicas, históricas e culturais que impediram seu avanço na mesma velocidade por aqui. Por ser um assunto recente, ainda há dificuldade de entendimento sobre sua finalidade. Mas essa é uma ferramenta de melhoria de eficiência da gestão pública e Patrícia acredita que “devemos dar uma mais atenção aos impactos sociais e não olharmos apenas aos econômicos que podem decorrer da regulação”.

Flávio Abdenur, fundador da SLQ Soluções Quantitativas, discutiu o tema “Inteligência Artificial e o Futuro do Trabalho”. Nessa palestra, foi traçado um panorama sobre a evolução das tecnologias ao longo dos anos e identificado que o tempo dessa evolução é cada vez menor enquanto a dependência gerada aumenta em grande escala.

O painel “As novas gerações e o seguro”, liderado por Luis Rasquilha, CEO da Inova Consulting, debateu a rapidez da transformação tecnológica nas últimas duas décadas, o relacionamento das diversas gerações com tais transformações e oportunidades e desafios para as seguradoras nesse cenário. Rasquilha salientou que o mercado segurador necessita manter o foco na análise profunda das preferências dos clientes e do seu momento de vida para oferecer produtos e serviços mais assertivos.

Segundo dia

O encontro realizou a mesa redonda “O Desafio da Retomada do Crescimento da Economia e o Mercado Segurador”. O economista e professor da PUC-Rio, Luiz Roberto Cunha, alertou que o mercado precisar ter um olhar atento para o presente com o objetivo de entender o futuro. Alexandre Leal, diretor técnico da CNseg, salientou que a Confederação tem como um de seus projetos o Programa de Educação em Seguro, implementado em diferentes canais da instituição, cujo objetivo principal é informar e educar diversos públicos. O superintendente de produtos de seguros do Banco Santander e presidente da Comissão de Inteligência de Mercado da CNSeg, Alex Körner, destacou que os desafios como novas formas de pagamento e adequação de modelos de produtos às novas realidades dos consumidores fazem parte de um movimento a ser discutido pelo setor.

Na segunda palestra do evento, “Ciência de dados Oportunidades no Mercado Segurador”, os professores da PUC-Rio, Gustavo Robichez, Rafael Nasser e Hélio Lopes traçaram um panorama da ciência do comportamento e da psicologia do consumo. Para Lopes o projeto de ciência de dados é um ciclo onde a definição de tarefas é a parte mais importante para que haja uma entrega consistente. Nasser complementou que informações são úteis para mapear e predizer riscos, mas é necessário ler, traduzi-las e aplicá-las de forma inteligente com o objetivo de ajuda na tomada de decisão. Robichez concluiu o debate dizendo que “é importante refletir quais as indagações sob a perspectiva do atual cenário do seguro e que dados são o novo petróleo”.

Grupo Bradesco Seguros faz parte do time campeão do Troféu JRS 2019 1766

Bradesco Seguros no Troféu JRS

Maior grupo de seguros da América Latina marca presença em noite especial do setor

O maior grupo segurador da América Latina também estará presente no Troféu JRS 2019. A 17ª edição do evento tem estimativa de receber mais de 1 mil pessoas no Centro de Eventos Casa do Gaúcho, em Porto Alegre (RS). A Capital Gaúcha pode ser considerada também a capital brasileira do seguro nesta grande noite, que marca carreiras e desenvolve oportunidades.

O time campeão que faz toda a mágica acontecer é integrado pela Bradesco Seguros, que criou uma série de produtos capazes de proteger você e sua família em várias circunstâncias e em diversos segmentos, como Seguro Auto, Saúde, Dental, Capitalização, Seguros de Vida, Planos de Previdência Privada e Ramos Elementares (onde se inclui Seguro Residencial e todo o patrimônio acumulado tanto quanto pessoa física como jurídica, no caso dos empreendedores).

Com uma moderna estrutura de atendimento, formada por centrais de atendimento telefônico, canais digitais e via internet, além de dependências próprias, corretores ativos e uma rede de Agências do Banco Bradesco, o Grupo Segurador foi pioneiro na implantação de uma Ouvidoria, canal de comunicação que tem o objetivo de solucionar eventuais problemas.

O Grupo Bradesco Seguros também tem promovido ações que contribuem para a conscientização sobre questões socioambientais corporativa e estimulado práticas que visam o consumo consciente de água, energia e gestão de resíduos.

Saiba mais sobre o Troféu JRS 2019 no hotsite especial.

“Foco, resiliência e humildade” são as principais características do Corretor do Futuro 1234

Profissionais da corretagem de seguros participaram de imersão em disrupção e troca de experiências

Mais de 250 profissionais do mercado fluminense de seguros participaram, nesta quarta-feira, de um dia intenso de troca de experiências, diálogo e disseminação de conhecimento. A segunda edição do Corretor do Futuro foi promovida pela Kuantta Consultoria e contou com o apoio de Allianz, Porto Seguro, Tokio Marine, SulAmérica e Aruana Seguradora.

Henrique Brandão é presidente do Sincor/RJ
Henrique Brandão é presidente do Sincor/RJ

“Nós vendemos sinistro. Neste momento é que o cliente toma conhecimento da importância do nosso mercado. Foco, resiliência e humildade são as principais características do Corretor do Futuro”, destacou Henrique Brandão, presidente do Sindicato dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro.

Rodrigo Rosa é Consultor Financeiro
Rodrigo Rosa é Consultor Financeiro

O Consultor Financeiro Rodrigo Rosa apresentou estratégias para expansão de resultados e das vendas de forma descontraída. “Primeiro é preciso mudar o mindset. Livros, cursos, vídeos e otimização de tempo e energia me ajudaram a converter e canalizar isso tudo em vendas”, revelou.

Já Gerente Comercial da Porto Seguro, unidade Barra da Tijuca, Marcelo Gonzalez, abordou os desafios do papel de liderança no mercado segurador. “A pesquisa de clima é muito importante para traçar o perfil das corretoras de seguros. Será que o time dessas empresas pode ser responsável por colocá-las no futuro? Como está o engajamento desses colaboradores?”, questionou.

Flavio Rewa é Diretor Regional para o Rio de Janeiro e Espírito Santo da Allianz Seguros
Flavio Rewa é Diretor Regional para o Rio de Janeiro e Espírito Santo da Allianz Seguros

O Diretor Regional para o Rio de Janeiro e Espírito Santo da Allianz Seguros, Flavio Rewa, foi o responsável por apresentar o novo posicionamento da companhia na região. “Vemos grandes oportunidades no Rio de Janeiro, uma boa experiência para o cliente consolida um pensamento sobre produto ou serviço e queremos estar ao lado dos profissionais para desenvolver tudo isso”, argumentou. Quem também participou deste momento especial foi o especialista em gerenciamento de riscos, Gustavo Mello. Mello apresentou uma visão ímpar sobre como o planejamento é um dos maiores aliados do profissional da corretagem de seguros na garantia de excelência e satisfação dos clientes.

Omar Ajame é CEO da TEx Tecnologia
Omar Ajame é CEO da TEx Tecnologia

Disrupção e inovação também foram o foco das apresentações. O CEO da TEx Tecnologia, Omar Ajame, foi convicto em afirmar que o futuro não está definido. “Somos os criadores do Teleport e do Nimble, soluções que otimizam a operação das corretoras de seguros. O ritmo de inovação tende a continuar em franca aceleração, afinal, os consumidores estão cada vez mais exigentes e impacientes. As grandes empresas de tecnologia elevaram o nível dos negócios”, resumiu ao comemorar a marca de 20 companhias seguradoras parceiras.

Jose Luiz Dubourcq representou a Tokio Marine Seguradora
Jose Luiz Dubourcq representou a Tokio Marine Seguradora

A nova realidade do mercado de corretagem de seguros foi apresentada por Jose Luiz Dubourcq, que representou a Tokio Marine Seguradora na ocasião. “A companhia conta com mais de 140 anos de experiência e os esforços estão concentrados nos pilares do empreendedorismo digital, foco nas vendas, marketing digital e gestão eficiente”, ressaltou ao destacar o BrokerTech, plataforma da Tokio Marine que atua na capacitação e inclusão dos profissionais da corretagem neste ambiente da era digital.

Fernando Coelho é Diretor Comercial da Marsh/JLT Brasil
Fernando Coelho é Diretor Comercial da Marsh/JLT Brasil

Fernando Coelho, Diretor Comercial da Marsh/JLT Brasil, enfatizou o prestígio em trocar experiências com os parceiros do Rio de Janeiro. “Apresentamos algumas ações que são utilizadas pela companhia. Em nível mundial o grupo está investindo bastante energia no capital humano, para extrair de cada um que tem de melhor de cada colaborador. O foco está no diálogo e na otimização de recursos, sempre lembrando de compliance, processos e transparência”, completou.

O professor José Renato de Miranda
O professor José Renato de Miranda

Autor de obras como Egoísmo Saudável, Empresa Familiar – é sim – um Bom Negócio e Gestão & Marketing como uma agressiva solução para levar a sua empresa ao futuro, o Diretor da Consultoria de Impacto, José Renato de Miranda, enalteceu que a importância das relações humanas em um momento de hiperestimulação desencadeada pela tecnologia. “Nós não estamos conseguindo conviver conosco. Esta convivência depende do amadurecimento das relações, do diálogo e do entendimento. A tecnologia é solucionadora, decide, produz, cria e comercializa. Ainda somos humanos e somos parte da natureza”, comentou o especialista, considerado um dos 100 melhores palestrantes do Brasil.

Marco Antonio Gonçalves é Vice-Presidente do Conselho Consultivo da Mongeral Aegon
Marco Antonio Gonçalves é Vice-Presidente do Conselho Consultivo da Mongeral Aegon

A apresentação mais aguardada do dia foi a de Marco Antonio Gonçalves, Vice-Presidente do Conselho Consultivo da Mongeral Aegon. “A empresa o tempo todo busca se modernizar e criar todo ambiente necessário e adequado para que o corretor de seguros possa estar junto conosco. Um modelo de muito sucesso, que desenvolve profissionais, e agora enfatiza no acolhimento dos especialistas em corretagem na companhia. Este evento motiva muito sobre a troca de ideias, estamos construindo o futuro no presente e debater é importante para a construção de caminhos mais promissores para os corretores, seguradora e segurados”, explicou.

Arley Boullosa é Diretor da Kuantta Consultoria e de Ensino Técnico do Sincor-RJ
Arley Boullosa é Diretor da Kuantta Consultoria e de Ensino Técnico do Sincor-RJ

Responsável pela Kuantta Consultoria e Diretor de Ensino Técnico do Sincor-RJ, o professor Arley Boullosa demonstrou que o encontro superou todas as expectativas. “Aqui foram apresentados temas que despertam o interesse dos profissionais. Um dia de imersão como esses tem de ter um conteúdo muito bom. Temos reunido toda a semana corretores para trocar experiências, o profissional do futuro quer parcerias e aprender com o outro para avançar”, finalizou o também founder da Dino Marketing Digital e da Resolve Sinistro.

Em novembro acontece a terceira edição do Corretor do Futuro. Agora, o foco está no planejamento de estratégias para acelerar os resultados dos profissionais da corretagem.

2ª edição do Corretor do Futuro – Todas as imagens

Corretores da Previsul Seguradora vivenciaram dias de muita tecnologia e inovação em São Francisco, nos Estados Unidos 1026

Corretores da Previsul Seguradora vivenciaram dias de muita tecnologia e inovação São Francisco, nos Estados Unidos

Viagem foi a premiação final da Campanha Sou + Previsul de 2018

Dez corretores da Previsul Seguradora tiveram uma experiência com muita inovação e tecnologia na última semana. Eles viajaram para São Francisco e Vale do Silício, nos Estados Unidos como premiação da Campanha de Incentivo de Vendas 2018, “Sou + Previsul – É você corretor, no centro da inovação”. O presidente, Renato Pedroso, e a diretora de Negócios da Previsul Seguradora, Andréia Araújo, acompanharam o grupo. Esta é a 5ª viagem organizada pela Previsul como premiação aos corretores que mais se destacam em vendas no ano.

Divulgação
Divulgação

A programação foi estruturada de maneira a proporcionar novas experiências para os corretores. “Em nossas viagens, buscamos oferecer um diferencial para o corretor: uma experiência única, com tudo preparado com muito carinho. Este destino foi escolhido por estar alinhado com a proposta da Previsul em ser uma seguradora digital, inovadora e com foco no futuro”, afirma Renato. Um dos grandes destaques da viagem foi a visita ao polo do Google, no Vale do Silício.

Andréia comenta que já está no ar a Campanha de Incentivo de Vendas 2019, “Sou + Previsul – Dubai: Experiência Completa, emoção nas alturas”, que premiará os 10 corretores com melhor desempenho em vendas novas emitidas durante o ano com uma viagem para Dubai, destino completo, que vai do deserto ao grande centro urbano, passando por praias lindíssimas. “Temos como meta oferecer todos os anos uma experiência ainda melhor ao nosso corretor. Com certeza, a viagem para Dubai será inesquecível. Deixo meu convite a todos os corretores a trabalharem com a Previsul e, quem sabe, estarem entre os 10 ganhadores da campanha deste ano”, diz.

Divulgação
Divulgação

A Previsul Seguradora possui 112 anos de atuação e é referência em seguro de pessoas no Brasil. Está presente em 12 estados brasileiros, com aproximadamente 30 pontos de atendimento em todo o país, que oferecem todo o suporte para o corretor, principal parceiro da Previsul.

Últimos convites para a 3ª Feijoada do CVG/RS com desconto especial 798

Evento de integração do mercado gaúcho está marcado para o sábado, 25

Quem deixou para última hora para adquirir convites para a 3ª Feijoada do CVG/RS ainda tem tempo. O Clube de Seguros de Vida e Benefícios do Rio Grande do Sul disponibilizou um lote extra com desconto especial de 50% no valor do ingresso.

O evento, alusivo ao Dia Continental do Seguro, acontecerá no salão social do Grêmio Náutico Gaúcho, em Porto Alegre, no sábado (25 de maio). “Ampliamos ainda mais o espaço do nosso evento para que ele conte com a presença de ainda mais profissionais de mercado, pois este se trata de um momento especial de integração para todos”, destaca o diretor financeiro e de planejamento do CVG/RS, Fábio Souza.

Este ano, o momento contará com camisetas especiais, música sob a responsabilidade da Roda de Samba do CVG/RS,  culinária especial e muitas surpresas. Além disso, conceituadas marcas apostam na ação. Agrifoglio Vianna Advogados Associados, CJosias e Ferrer Advogados Associados, Icatu Seguros, KSA Corretora de Seguros e Previsul Seguradora patrocinam o grande dia.

Grandes marcas patrocinam a 3ª Feijoada do CVG/RS
Grandes marcas patrocinam a 3ª Feijoada do CVG/RS

Feijoada do CVG/RS

25 de maio às 12h
Grêmio Náutico Gaúcho (Avenida Praia de Belas, 1948) – Porto Alegre/RS
Estacionamento pela Rua Barbedo, 250
Traje: Esporte
Valor especial do convite (já com 50% de desconto): R$ 50
Para adquirir: (51) 3286-3104 com a secretária Bruna Baptista

84% dos porto-alegrenses deixaram de beber e dirigir para usar aplicativos de mobilidade 720

84% dos porto-alegrenses deixaram de beber e dirigir para usar aplicativos de mobilidade

Levantamento realizado pelo Datafolha revela que aplicativos se tornaram o transporte favorito dos gaúchos na hora de sair para beber

Pesquisa do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV) mostra que 84% da população de Porto Alegre que consome bebida alcoólica passou a usar apps de mobilidade ao invés de dirigir. O índice é maior do que a média nacional, de 68%, também identificada pelo levantamento realizado pelo Datafolha com o apoio da Uber. O objetivo da pesquisa é chamar a atenção para a campanha do Maio Amarelo, iniciativa global que tem como objetivo a sensibilização em relação à segurança no trânsito e redução de acidentes.

Dados da EPTC divulgados neste ano apontam que o número de mortos em acidentes de trânsito caiu 42% em Porto Alegre de 2013 para 2018. O levantamento do Datafolha na região metropolitana identificou que 92% das pessoas acreditam que aplicativos de mobilidade ajudaram na diminuição de mortes no tr! ânsito e 84% entendem que muitas pessoas deixaram de beber e dirigir porque agora podem utilizar os apps.

A pesquisa mostrou que os aplicativos já são a opção preferida dos moradores da região metropolitana de Porto Alegre quando saem para consumir bebida alcoólica, presentes na respostas de metade dos entrevistados. Carro ou motocicleta própria aparece com 19% de preferência e o transporte público surge em terceiro lugar, com 10%.

Segundo o Datafolha, para 72% da população da região, no passado as pessoas bebiam e dirigiam por falta de opção de transporte. Atualmente, segurança é o motivo pelo qual 62% dos moradores de Porto Alegre escolhem os aplicativos, seja por medo de assaltos ou acidentes envolvendo bebida e direção. A média nacional para esse dado é de 50%.

De acordo com o levantamento, 85% dos moradores da região metropolitana de Porto Alegre acreditam que os aplicativos de transporte deixaram o trânsito mais seguro.

Segundo a pesquisa, em Porto Alegre 54% da população afirma consumir bebida alcoólica mesmo que de vez em quando – índice acima da média nacional apurada pelo Datafolha, de 45%. As estatísticas da EPTC apontam que a maioria dos acidentes fatais na cidade ocorrem aos sábados, dia em que é o consumo de bebida tende a ser maior.

Dados da pesquisa Datafolha*:

  • Entre os porto-alegrenses que consomem bebida alcoólica, 84% deixaram de utilizar carro próprio para utilizar apps de transporte quando bebem. A média nacional é de 68%.

  • 92% dos porto-alegrenses concordam que aplicativos de mobilidade ajudaram na diminuição de mortes no trânsito.

  • O meio de transporte preferido para ir a festas, bares e comemorações são os apps de transporte com 50% da preferência, seguido por carro ou motocicleta própria com 19% e o transporte público com 10%.

  • 85% dos moradores da região metropolitana de Porto Alegre acreditam que os aplicativos de transporte deixaram o trânsito mais seguro

  • 84% dos porto alegrenses concordam que muitas pessoas pararam de beber e dirigir para usar os aplicativos de mobilidade

  • Para 72% da população da região, no passado, as pessoas bebiam e dirigiam por falta de opção de transporte

  • Segurança é o motivo pelo qual 62% dos moradores de Porto Alegre escolhem os aplicativos, seja por medo de assaltos ou acidentes envolvendo bebida e direção. A média nacional para esse dado é de 50%.

*Resposta múltipla

  • Entre a população metropolitana de Porto Alegre, 54% afirma que consome bebida alcoólica mesmo que de vez em quando. A média nacional é de 45%.

Confira mais detalhes da pesquisa nacional do Datafolha na página do Observatório

*A pesquisa Datafolha entrevistou 3.531 pessoas entre os dias 2 e 10 de abril de 2019 e tem margem de erro de 2 pontos percentuais. Além de Porto Alegre, o levantamento teve abrangência nacional, incluindo capitais, cidades de outras regiões metropolitanas e cidades do interior, de diferentes portes, em todas as Regiões do Brasil.