Generali traça novo plano estratégico para acelerar o crescimento 556

Reprodução

Companhia revela novo plano estratégico de três anos para investidores

O Conselho de Administração da Assicurazioni Generali S.p.A (“Generali” ou o “Grupo”), presidido por Gabriele Galateri di Genola, aprovou o novo plano estratégico de três anos da Generali, o Generali 2021: Reunindo Forças para Acelerar o Crescimento.

O plano está alinhado à ambição declarada do Grupo de ser um parceiro vitalício para os clientes, oferecendo soluções inovadoras e personalizadas graças à sua rede de distribuição inigualável. Sua meta é liderar o setor europeu de seguros para pessoas físicas, profissionais e PMEs, construindo uma plataforma global concentrada em gestão de ativos e buscando oportunidades em mercados de alto potencial.

A Generali hoje é líder em seguros na Europa, com 63 bilhões de euros em prêmios e tem a capacidade de alavancar uma poderosa rede de distribuição que inclui mais de 150 mil agentes e vendedores em seus principais mercados. Após uma completa e bem-sucedida recuperação financeira (2012-2015) e operacional (2016-2018), a Generali apresentou o melhor desempenho técnico e operacional, alcançando um índice combinado de P&C de 92,8% e uma margem de novos negócios em seguro de Vida de 39,2% em 2017. A Generali também lançou com sucesso uma estratégia concentrada em gestão de ativos em 2017, com 487 bilhões de euros em Ativos Sob Gestão. A Generali está no caminho certo para alcançar todas as metas financeiras e industriais para 2018.

A estratégia Generali 2021 continuará a evolução dos negócios e está centrada em torno de quatro principais convicções diferenciadoras:

  • Os mercados de seguros europeus continuarão atraentes.A alta acumulação de recursos privados apoiará a venda de produtos de Vida e Gestão de Ativos, enquanto as tendências demográficas e a redução nos gastos públicos impulsionarão o desenvolvimento de serviços de aposentadoria, saúde e bem-estar.
  • Os mercados de Varejo e PME estão impulsionando o crescimento rentável. Os clientes de varejo desempenharão um papel fundamental nos negócios de seguros futuros, ao passo que o segmento de pequenas e médias empresas é uma oportunidade essencial nos mercados centrais, como a Itália e a Alemanha.
  • Uma oferta integrada de Seguros e Gestão de Ativos é fundamental para os clientes em todo o mundo.Os clientes estão buscando produtos integrados de Vida e Gestão de Ativos para proteger e aumentar seus ativos, à medida que mudanças macro e demográficas estão aumentando a demanda por soluções inovadoras de P&C e Saúde. Essa integração reflete a mudança do foco de “produtos” para “clientes” e de “proteção e indenização” para “prevenção e manutenção”.
  • Distribuição física fortalecida e não substituída por plataformas digitais. As redes de distribuição física continuarão sendo uma vantagem competitiva no setor, uma vez que são cada vez mais habilitadas por ferramentas digitais, o que permitirá maior satisfação do cliente, produtividade e eficiências.
Philippe Donnet é CEO do Grupo Generali
Philippe Donnet é CEO do Grupo Generali

Comentando o anúncio, o CEO do Grupo Generali Philippe Donnet afirmou que: “Hoje, a Generali revela uma estratégia ambiciosa – o Generali 2021 – que acelerará o crescimento do Grupo e entregará retornos superiores aos nossos acionistas. A nossa principal ambição é tornar-se um parceiro vitalício para os nossos clientes, oferecendo soluções inovadoras e personalizadas graças a uma inigualável rede de distribuição.

Essa visão estratégica clara e diferenciada nos fortalece para consolidarmos a liderança na Europa em clientes de varejo e de pequenas e médias empresas, expandir operações em mercados de alto potencial e desenvolver uma plataforma global de gestão de ativos. Ao mesmo tempo, a Generali continuará se concentrando em gerar e gerenciar capital para financiar oportunidades de crescimento em mercados-chave e impulsionar a inovação e a transformação digital onde quer que operemos. Graças a este conjunto de ações, a Generali alcançará entre 6 e 8% de crescimento médio anual de lucro por ação ao longo do horizonte do plano.

Estamos ansiosos para implementar este novo plano estratégico, sabendo que o nosso histórico de entrega, impulsionado por nossos talentosos colegas e sustentado por nossa forte marca e cultura de sustentabilidade a longo prazo, garantirá seu sucesso”.

Como parte do Generali 2021, o Grupo está empenhado em entregar Lucro Crescente por Ação, com uma meta de Taxa de Crescimento Anual Composta de 6% a 8% para o período 2018-21. Haverá uma série de fatores positivos para essa meta, incluindo maior rentabilidade principal dos negócios de seguros e gestão de ativos da Generali, maior eficiência com uma meta adicional de redução de despesas de 200 milhões de euros em mercados maduros até 2021, gerenciamento ativo de despesas de juros e redistribuição de capital para apoiar iniciativas de crescimento rentável.

A Generali também está empenhada em entregar retornos mais altos aos acionistas por meio de um dividendo sustentável e crescente, apoiado por uma meta de remuneração de 55% a 65% durante o período do plano. A rentabilidade atraente será entregue através de um retorno médio das ações pretendido de mais de 11,5%.

O Generali 2021 será apoiado por três facilitadores-chave que conduzirão a execução do plano:

  • Capacitar pessoas para o futuro.A Generali continuará promovendo uma cultura inovadora e centrada no cliente, capacitando líderes globais e talentos diversos. Operando como uma organização ágil e adaptável, com 100% de smart work, a Generali ajudará a equipe a adquirir novas habilidades digitais (meta de 50% até 2021), premiando a excelência e a criação de valor sustentável.
  • Nova promessa da marca. A Generali garantirá uma experiência da marca consistente e diferenciada, construída em torno da promessa de se tornar um parceiro vitalício para seus clientes. A Generali tem como objetivo o melhor Net Promoter Score de relacionamento entre os participantes internacionais europeus.
  • Compromisso contínuo com a sustentabilidade.O Generali 2021 está alinhado com os compromissos de sustentabilidade do Grupo, que também se compromete a cultivar produtos verdes e sociais de varejo de 7 a 9% e alocar 4,5 bilhões de euros para investimentos verdes e sustentáveis até 2021. As principais iniciativas com forte presença em sustentabilidade incluem um esquema de Consumidor Responsável e os prêmios Enterprize para PMEs sustentáveis.

Generali 2021 – Resumo da Estratégia

O Generali 2021 baseia-se em três pilares estratégicos que incluem iniciativas a fim de contribuir para o alcance das metas financeiras do Grupo:

1º Pilar – Crescimento Rentável

FORTALECER A LIDERANÇA NA EUROPA: CONSOLIDAR A POSIÇÃO Nº 1

  • Consolidar a liderança na Itália e na Alemanha
  • Promover uma recuperação bem-sucedida na França
  • Invista em mercados e segmentos em crescimento (Europa Central e Oriental, saúde, benefícios, assistência)
  • Lançar novos empreendimentos

FOCO EM MARCADOS DE SEGURO DE ALTO POTENCIAL: TAXA DE CRESCIMENTO ANUAL COMPOSTA DE 15% A 25% EM LUCRO 2018- 21 

  • Entregar crescimento rentável na Ásia e América Latina
  • Atualizar a oferta do segmento de PME
  • Aumentar as capacidades de benefícios trabalhistas
  • Desenvolver proposição de serviço de seguro com valor agregado

DESENVOLVER UMA PLATAFORMA GLOBAL DE GESTÃO DE ATIVOS: TAXA DE CRESCIMENTO ANUAL COMPOSTA DE 15% A 20% EM LUCRO 2018-21

  • Torne-se uma franquia global a partir de uma forte base europeia
  • Continuar expandindo a plataforma de produtos multilojas
  • Investir em distribuição e marketing
  • Acelerar a expansão com aquisições disciplinadas

2º Pilar – Gestão de Capital e Otimização Financeira

AUMENTAR A GERAÇÃO DE CAPITAL: > GERAÇÃO DE CAPITAL ACUMULADA DE 10,5 BILHÕES DE EUROS EM 2019-21

  • Melhorar a participação de produtos Vida com menores níveis de investimento
  • Aumentar as receitas baseadas em taxas e negócios de P&C, saúde e proteção
  • Implantar estratégia de alocação de capital ativo para maximizar o Retorno sobre o Capital Empregado

APRIMORAR A REMESSA DE DINHEIRO: +35% DO DINHEIRO ACUMULADO ENVIADO PARA A HOLDING 2019-21

  • Melhorar a geração de caixa em entidades operacionais
  • Aumentar o nível de remessas de capital fungível para a holding

REDUZIR O NÍVEL DA DÍVIDA E O CUSTO: REDUÇÃO DA DÍVIDA DE 1,5 A 2,0 BILHÕES DE EUROS ATÉ 2021; REDUÇÃO DE 70 A 140 MILHÕES DE EUROS EM DESPESA DE JUROS BRUTA ANUAL ATÉ 2021 

  • Redução na quantidade física de dívidas em geral
  • Redução no custo de financiamento contínuo

3º Pilar – Inovação e Transformação Digital

INICIATIVAS INTERNAS ESTRATÉGICAS DE INVESTIMENTO TOTAL DE 1 BILHÃO DE EUROS 2019-21 TORNAR-SE UM PARCEIRO VITALÍCIO PARA OS CLIENTES

  • Oferecer flexibilidade maximizada por meio da oferta modular de produtos
  • Expandir a cobertura da proposta de assistência abrangente 24 horas por dia, 7 dias por semana
  • Dar suporte aos clientes com consultoria 360°

PERMITIR A TRANSFORMAÇÃO DIGITAL DA DISTRIBUIÇÃO

  • Lançar a plataforma de mobilidade por toda a Europa
  • Desenvolver ecossistemas B2B2C
  • Digitalizar o relacionamento entre agente e cliente

TRANSFORMAR E DIGITALIZAR O MODELO OPERACIONAL

  • Continuar a simplificação do processo e da organização
  • Aumentar a automação e a inteligência artificial em operações essenciais
  • Aumentar a participação de políticas digitais de ponta a ponta

Liberty Seguros leva mais de 40 corretores a Campus Party 288

Liberty leva mais de 40 corretores a Campus Party e seleciona projeto vencedor de Hackathon

Companhia ainda escolheu projeto vencedor de Hackathon

A fim de reforçar a importância da inovação em sua estratégia, a Liberty Seguros esteve entre as patrocinadoras da edição de 2019 da Campus Party, um dos maiores eventos de tecnologia e inovação do Brasil. Entre os dias 13 e 16 de fevereiro, a seguradora promoveu diversas atividades em seu estande e ao redor da feira, que foram desde palestras e workshops a um hackathon com mais de 150 pessoas inscritas. Além disso, a seguradora também levou um grupo de funcionários de diversas áreas da companhia e um grupo de clientes para aproveitarem o evento.

“Foi muito gratificante participar da Campus Party este ano, onde pudemos aprender com os participantes e destacar a importância da inovação para a companhia, apresentando aos campuseiros nossas iniciativas, desafios e formas de trabalhar”, conta Silvio Eduardo de Andrade, superintendente de inovação da Liberty Seguros.

Hackathon Liberty Seguros

Vencedores Hackathon
Vencedores Hackathon

Ao longo da semana, a seguradora ofereceu oito atividades diferentes em seu estande e nos diversos palcos da feira, dentre elas, o Hackathon Liberty Seguros. A ação, que propôs aos campuseiros o desafio de criarem uma solução gratuita para ajudar os corretores em início de carreira a terem mais sucesso em seus negócios contou com 160 inscritos, 36 finalistas e 12 ganhadores – 4 em primeiro lugar, 4 em segundo e 4 na terceira posição.

O projeto vencedor consiste em um atendimento virtual personalizado e gratuito para corretores no início de suas carreiras, que pode ajudá-los a eliminar parte do trabalho operacional diário e se dedicar a demandas mais estratégicas, como prospecção de clientes, relacionamento e outras atividades que irão fortalecer o seu negócio.

Palestra sobre robotização e automação

SIlvio Eduardo Andrade
SIlvio Eduardo Andrade

Além do hackathon e dos workshops, os campuseiros também puderam se aprofundar no tema de robotização e automação na palestra realizada por Silvio Eduardo de Andrade, superintendente de inovação da Liberty Seguros. Durante a explicação, o executivo se aprofundou no assunto e em como empresas de diversos setores estão implementando essas tecnologias em seus processos de forma a ajudar funcionários a organizar e otimizar suas tarefas diárias.

A apresentação contou com a presença dos participantes do evento e cerca de 10 mil pessoas assistiram ao streaming ao vivo na página do Facebook da seguradora.

MetLife anuncia novo Gerente Regional da filial Campinas 139

MetLife anuncia novo Gerente Regional da filial Campinas

Com vasta experiência no negócio de seguros, Fernando Nóvoa assume a gerência comercial da região

O executivo Fernando Nóvoa / Divulgação
O executivo Fernando Nóvoa / Divulgação

Fernando Nóvoa acaba de assumir a gerência regional comercial da MetLife para a filial de Campinas. Nóvoa será responsável pelo desenvolvimento de negócios do canal corretor na região e pela liderança da equipe, que atua em várias cidades do interior de São Paulo.

Antes de integrar a equipe MetLife, Nóvoa passou por grandes companhias e adquiriu vasta experiência no mercado de seguros ao longo da sua carreira.

A MetLife é uma das principais empresas de serviços financeiros do mundo, provendo seguros, anuidades, benefícios para funcionários e gerenciamento de ativos para ajudar seus clientes individuais e institucionais a enfrentar um mundo em constante mudança. Fundada em 1868, a MetLife opera em mais de 40 países e é líder de mercado nos Estados Unidos, Japão, América Latina, Ásia e Oriente Médio.

Tokio Marine define estratégia para atuação em Grandes Riscos em 2019 168

Tokio Marine define estratégia para atuação em Grandes Riscos em 2019

Equipes das áreas técnicas e comercial estiveram reunidas por dois dias para alinhamento

Felipe Smith, Diretor Executivo de Produtos Pessoa Jurídica da Tokio Marine / Divulgação
Felipe Smith, Diretor Executivo de Produtos Pessoa Jurídica da Tokio Marine / Divulgação

Os gestores dos Produtos Pessoa Jurídica da Tokio Marine estiveram reunidos com as lideranças da área Comercial para alinhamento da estratégia de atuação conjunta em 2019. O encontro foi realizado em Nazaré Paulista, no interior de São Paulo, e reuniu 60 pessoas para integração, troca de informações e definição do plano de negócios para este ano, incluindo a discussão sobre lançamento de novos produtos e serviços. Atualmente, a Tokio Marine é a quarta maior seguradora de Grandes Riscos do País.

“Ao contrário de algumas Companhias que saíram desse mercado nos últimos anos, nós temos apetite e uma grande expertise para atender as demandas do segmento. Com a perspectiva de retomada do crescimento econômico, certamente haverá uma demanda relevante para seguros relacionados a infraestrutura, como saneamento básico, mobilidade urbana, transporte, energia, etc. Estamos bastante otimistas em relação a este mercado e resolvemos nos reunir com a área comercial para definir metas e objetivos para 2019”, afirma o Diretor Executivo de Produtos Pessoa Jurídica, Felipe Smith.

Valmir Rodrigues, Diretor Executivo Comercial da Tokio Marine / Divulgação
Valmir Rodrigues, Diretor Executivo Comercial da Tokio Marine / Divulgação

Entre os temas discutidos pelas equipes estão o aprimoramento de processos para garantir ainda mais agilidade na contratação do seguro, da cotação à emissão, além do desenvolvimento de novas soluções e produtos para Pequenas, Médias e Grandes Empresas. As informações compartilhadas no encontro vão nortear a inovação da carteira e propiciar mais oportunidades de negócios.

Para o Diretor Executivo Comercial, Valmir Rodrigues, a reunião foi fundamental para os planos da Companhia de continuar sendo uma referência na oferta de seguros de Grandes Riscos. “A sinergia entre as áreas técnica e comercial é fundamental para que possamos oferecer, cada vez mais, atendimento de excelência aos nossos Corretores, Assessorias e Clientes, por meio da oferta de produtos e serviços customizados”, conclu Rodrigues.

Seguro auto: o que fazer após uma colisão 228

Seguro auto: o que fazer após uma colisão

Acidentes de trânsito resultam em mais de 50 milhões de feridos por ano

Durante o verão, muitas pessoas pegam estrada para viajar nas estradas federais. Segundo dados do Observatório Nacional de Segurança Viária, divulgado em 2018, os acidentes de trânsito resultam em mais de 50 milhões de feridos a cada ano.

Normalmente, no momento do incidente, até mesmo as pessoas que contam com o seguro de carro não sabem como devem agir e a quem recorrer. Visando esclarecer eventuais dúvidas dos segurados, o diretor do Porto Seguro Auto, Jaime Soares, traz o passo a passo do que deve ser feito.

1 – Tente conduzir o seu carro para o acostamento

Em casos de acidentes leves, sem vítimas, tente, se possível, conduzir seu automóvel para um lugar mais seguro da via, de preferência o acostamento. “Muitas vezes, o segurado acredita que só será ressarcido se ele acionar a seguradora no local exato do acidente. O que não é verdade. Portanto, preserve a vida de todos os envolvidos e leve o carro para um local mais tranquilo”, explica Jaime Soares. Caso não seja possível retirar o veículo da via, saia do veículo e sinalize o acidente com o triângulo a 30 metros da traseira do veículo.

2 – Acione o Samu, Polícia e Seguradora/Corretor

Em casos de acidente com vítimas ou transtornos com terceiros, é importante que o Samu seja o primeiro acionado e, também, a polícia para conduzir a situação. Após isso, o cliente deve acionar o guincho. Os segurados do Porto Seguro Auto podem fazer isso por meio do Aplicativo Porto Seguro Auto (disponível gratuitamente na Apple Store ou Google Play), pelo link SOS Porto Seguro ou pelo telefone 0800 727 0800.É importante saber que o cliente pode contar com o suporte do seu Corretor a todo momen! to, que o ajudará na intermediação com a seguradora.

3 – Guincho

A seguradora encaminhará o guincho que estiver mais próximo ao local do acidente, para prestar todo o suporte ao segurado, tirará as fotos para registrar o ocorrido e encaminhará o veículo para a vistoria e análise do sinistro. É importante ressaltar que não pode haver nenhuma alteração aos danos causados.

4 – Abertura de Aviso de Sinistro

Após o socorro e passado o susto do acidente, o cliente deverá abrir um aviso de sinistro na seguradora, que pode ser realizado também pelo aplicativo Porto Seguro Auto ou pelo endereço eletrônico ou mesmo contar com o apoio do Corretor nesse procedimento. Vale lembrar a importância de o cliente ter contratado a cobertura de acidentes Pessoais de Passageiros e a Cobertura RCF-V para os casos de sinistro. Confira como funciona cada uma delas:

APP – Acidentes Pessoais de Passageiros

O seguro paga indenização aos passageiros e ao motorista, ou aos seus beneficiários, caso eles sofram lesão corporal ou diante de uma fatalidade em um acidente de trânsito.

RCF-V – Responsabilidade Civil Facultativa Veicular

Mais conhecida como Cobertura de Danos à Terceiros, garante o reembolso de um valor a ser pago por conta de danos causados a outras pessoas envolvidas no acidente, sejam eles materiais ou pessoais.

MDS Brasil anuncia Paulo Loureiro como Diretor de Filiais 193

Arquivo/MDS

Executivo, que acumulará a operação no Rio de Janeiro, assume novo cargo na companhia

A MDS Brasil, referência global em seguros, resseguros e consultoria de riscos, anuncia a promoção de Paulo Loureiro a Diretor de Filiais da companhia. Há um ano no cargo de Diretor de Regional do Rio de Janeiro, o executivo tem se destacado pelo perfil versátil, que transita entre atividades comerciais, iniciativas de relacionamento com clientes e liderança próxima das equipes. A partir de agora, Paulo passa a acumular a função com o acompanhamento e gestão dos heads regionais Eduardo de Paranaguá (Sul e Minas Gerais) e Leandro Bonilha (Nordeste).

Trata-se de uma posição nova na MDS Brasil e que visa intensificar o alinhamento estratégico em todas as regiões nas quais a empresa tem presença, de forma a compartilhar suas melhores práticas, seus valores, cultura e diferenciais, sempre com respeito às características e culturas locais.

Juntos, os líderes terão a oportunidade de somar o potencial das regiões Rio de Janeiro, Nordeste, Sul e Belo Horizonte e dar continuidade em ações de expansão – a exemplo da inauguração do novo escritório de Blumenau –, para ampliar a projeção da MDS ao redor do Brasil, conquistar e atender cada vez mais clientes do país.

“Este é um movimento interessante para potencializar a atuação da MDS nas diferentes regiões, especialmente nas mais novas, e trabalhar na retenção e ampliação da base de clientes nas praças nas quais a companhia já está consolidada”, explica Paulo Loureiro. Para o executivo, uma de suas missões é mostrar que a MDS Brasil vai muito além de uma corretora, é uma consultoria de risco que dispõe de uma série de serviços e soluções para atender sob medida às necessidades do diferentes perfis de clientes.

Com nove escritórios em importantes cidades brasileiras, a MDS registrou crescimento de 18% em receita no país e 25% em resultado em 2018. Para 2019, a projeção da companhia é seguir com esse ritmo de crescimento e aposta no alto potencial de todas as regiões, em especial as operações mais recentes (Minas Gerais e Nordeste) para obter esse desempenho.

Sobre a MDS: MDS é um grupo multinacional que atua na área da corretagem de seguro e resseguro e consultoria de riscos. É líder de mercado em Portugal, está entre os maiores no Brasil e presente também em Angola, Moçambique e Espanha. Mundialmente, a companhia opera através da Brokerslink – uma empresa fundada pelo grupo e que gere uma rede de brokers presente em mais de 100 países, totalizando cerca de 10.000 profissionais de seguros. Em resseguro, a organização atua no Brasil, em Portugal e na África com a marca MDS RE. A RCG – Risk Consulting Group é a empresa referência em análise de riscos, controle de perdas, plano de continuidade de negócios e enterprise risk management. Através da HighDome, uma Protected Cell Company (PCC), o grupo oferece soluções alternativas de transferência de riscos ao mercado tradicional de seguros. Por fim, o grupo tem participação relevante na 838 Soluções, empresa pioneira no desenvolvimento de ferramentas para a gestão automatizada de Benefícios e Benefícios Flexíveis.