Os cinco pontos de atenção em compliance para 2019 459

Os cinco pontos de atenção em compliance para 2019

Confira artigo do especialista Jefferson Kiyohara

Passadas as eleições, podemos acompanhar pelos noticiários que as ações das autoridades contra a corrupção e crimes financeiros permanecem, assim como se fortalecem as ações a favor do respeito à diversidade e nas relações pessoais no ambiente de trabalho. Ganha cada vez mais relevância a temática segurança de informações e privacidade de dados.

Neste sentido, destaco os cinco principais pontos de atenção em compliance para as empresas no próximo ano. A lista contém temas macros, que vão impactar os programas de compliance nas organizações em 2019. O risco de reputação se faz presente, e por isto a importância do tema ter a devida atenção pelos executivos e líderes responsáveis por Programas de Compliance, de modo que as ações de prevenção e mitigação sejam tomadas.

Abaixo, conheça os cinco pontos de atenção listados para o próximo ano:

1 – Segurança de informações e privacidade de dados

O mundo virtual faz parte do mundo real. Dados se tornaram um ativo valioso, sendo base de muito modelos de negócios. A diferença é que o valor da informação se tornou maior com a lei 13.709/18, conhecida como Lei Geral de Proteção de Dados. Ela traz regras de consentimento, obrigações na proteção de dados, diretrizes para segurança de informação e reporte de incidentes, sanções que as organizações podem sofrer na ordem de 2% do faturamento até o limite de 50 milhões de reais, entre outros.

Neste contexto, é fundamental que os executivos das organizações busquem ações de conscientização sobre a nova lei e patrocinem o diagnóstico sobre qual será o impacto nos negócios. Posteriormente, é fundamental promover as melhorias necessárias, pois a lei passará a vigorar em fevereiro de 2020, o que na prática coloca 2019 como o ano para a adoção das novas práticas. E é essencial prever os recursos e orçamento para que isto aconteça, uma vez que dados pessoais é algo presente em todas as organizações.

2 – Ampliação do universo de riscos de compliance

O combate à corrupção continua, bem como a promoção da cultura ética e o combate ao assédio. Vimos movimentos importantes de pactos setoriais anticorrupção se consolidando em 2018, e outros devem tomar forma em 2019. E tal movimento deve ser incentivado e ampliado. Mas não há como restringir a atuação dos Programas de Compliance a apenas estes temas. O universo de riscos de compliance abrangido pelo Programa deve ser ampliado. Além do tema segurança de informações e privacidade de dados, questões como prevenção à lavagem de dinheiro, práticas concorrenciais, e outros devem entrar no radar, inclusive como resultado do mapeamento de riscos de compliance realizado.

Contudo, vale lembrar que pesquisas recentes mostram que mais da metade das empresas nunca realizaram um mapeamento de riscos de compliance. Neste caso, este primeiro e importante passo deve ser realizado.

3 – Promoção de ações de respeito à diversidade e de combate ao assédio

É muito importante a parceria das áreas de RH e Compliance das organizações para promover um ambiente de trabalho saudável e respeitoso. Uma recente pesquisa da ICTS Outsourcing mostra um aumento das denúncias de assédio moral nos últimos anos, que pode ser explicado pela maior conscientização dos colaboradores, empoderamento dos mesmos, regras claras providas pelas empresas através do código de ética e a adoção de ferramentas como o canal de denúncias.

Identificar e tratar estes casos, permite que uma empresa obtenha economia mensurável ao evitar a judicialização, numa média de quase 21 mil reais por processo, de acordo com esta mesma pesquisa.

Para isto, não basta realizar ações pontuais de comunicação, ou treinamentos que sejam vistos como obrigação pelos colaboradores. As ações devem ser efetivas e recorrentes. Um bom diagnóstico pode ser obtido através do processo de auditoria de cultura de compliance, prática ainda pouco adotada pelas empresas no Brasil.

E é preciso ir além da questão de prevenção ao assédio. Pesquisa da McKinsey and Co publicada no início de 2018, mostra a correlação entre diversidade e resultados. Sem a promoção de respeito e empatia no ambiente de trabalho, não será possível promover a diversidade, tampouco otimizar os resultados esperados. Num mercado competitivo, as organizações não podem se dar ao luxo de perder talentos, nem de desperdiçar recursos.

4 – Ampliação do uso de tecnologias

A adoção de soluções tecnológicas como aliadas dos Programas de Compliance continua. Os treinamentos e-learning e o uso de analytics nas auditorias são uma realidade, e devem continuar sua evolução de aplicação no próximo ano.

É visível os diversos e distintos níveis de maturidade existentes no quesito tecnologia nos Programas de Compliance das empresas que atuam no Brasil. O uso de algorítimos e soluções automatizadas nos controles internos é uma prática em evolução, e o RPA (robotic process automation) é ainda pouco disseminado, mas deve iniciar um movimento de adoção pelo Compliance a partir de 2019. A aposta na inteligência artificial continua, em especial no suporte à dúvidas sobre a aplicação de regras e na identificação de fraudes em potencial.

5 – Amadurecimento dos Programas de Compliance

Muitas das iniciativas iniciadas em 2013 e 2014 estão se consolidando, e se refletem em Programas que atingiram a maturidade em termos de existência dos elementos e de ter algum histórico em 2017 e 2018. Como consequência, a busca por ações de reconhecimento público cresceram em 2018, movimento que tende a continuar em 2019. São exemplos de reconhecimento a iniciativa Empresa Pró-Ética e a certificação ISO 37.001, de sistema de gestão antisuborno.

Contudo, vale destacar que por outro lado, 1 em cada 4,3 empresas ainda possuem baixo nível de maturidade. Parte das empresas deste grupo devem iniciar as ações em 2019, seguindo o movimento do mercado.

*Jefferson Kiyohara é líder da prática de riscos & compliance da Protiviti, consultoria global especializada em Gestão de Riscos, Auditoria Interna, Compliance, Gestão da Ética, Prevenção à Fraude e Gestão da Segurança.

Unimed Odonto cresce acima da média do mercado 309

Unimed Odonto cresce acima da média do mercado

Operadora de planos odontológicos do Sistema Unimed atingiu a marca de 400 mil clientes

O ano de 2018 foi marcado por resultados expressivos na Unimed Odonto, operadora de planos odontológicos do Sistema Unimed, cuja operação é gerida pela Seguros Unimed. Com foco na satisfação dos clientes, na qualificação da gestão e da assistência prestada e na inovação dos canais de relacionamento com beneficiários e dentistas parceiros, a Companhia ampliou sua carteira de clientes em 20,5% nos doze meses encerrados em novembro de 2018. No mesmo período, a expansão do mercado nacional foi de apenas 6,9%, segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). No total, já são mais de 400 mil vidas atendidas. Como resultado da diretriz de crescimento sustentável da Companhia, o faturamento cresceu 8,8% no ano, chegando a R$73,8 milhões. Por sua vez, o lucro líquido teve salto de 294,7%, fechando na casa de R$7,5 milhões.

“No último ano, ganhamos eficiência em nossa operação, estruturando o percurso assistencial do cliente, fortalecemos as parcerias com as cooperativas do Sistema Unimed e ampliamos a qualificação dos nossos colaboradores. Além disso, mapeamos a experiência dos clientes em nossos canais, por meio da nossa célula de inovação digital, e reformulamos nossas plataformas de serviços”, destacou o diretor de Clientes e Produtos da Seguros Unimed, Tajumar Custódio Martins, responsável pelos negócios do ramo odontológico da Seguradora.

Entre os diferenciais da operação estão o atendimento ágil, o uso da tecnologia para aprimorar a experiência dos clientes e parceiros, além de rede ampla e com abrangência nacional, constituída por mais de 21 mil opções de atendimento. As autorizações de tratamento são obtidas on-line e os procedimentos, em sua maioria, são aprovados na hora.

A operadora disponibiliza pesquisa de rede credenciada via SMS. De forma prática, o cliente pode enviar uma mensagem para o número 29012, informando o CEP do local em que deseja atendimento. Em instantes, três opções de dentistas são fornecidas. A consulta de especialistas também pode ser feita pelo aplicativo Guia Unimed Odonto, reformulado recentemente.

Os profissionais credenciados também contam com uma nova plataforma de serviço. Um aplicativo foi disponibilizado, em novembro de 2018, para agilizar o envio de documentações e imagens (como radiografias) à operadora, simplificando a rotina de trabalho.

Em 2019, a novidade será o lançamento do novo portal de serviços da Unimed Odonto, além de iniciativas para aprimorar a interação com os clientes e a rede credenciada.

Chubb nomeia novo Head de Travel Insurance para América Latina 257

Chubb nomeia novo Head de Travel Insurance para América Latina

Lucas Burón será responsável pelo impulsionamento do crescimento planejado no segmento

A Chubb nomeou Lucas Burón como Head de Travel Insurance para a América Latina, que será responsável por todas as atividades da carteira de seguro de viagem, incluindo impulsionar o crescimento planejado para o segmento, desenvolver os negócios, definir e executar a estratégia, fortalecer o relacionamento com os principais parceiros e manter a rentabilidade do negócio.

Lucas Burón chegou à Chubb em 2017, trabalhando na gestão de contas-chave, na renovação e aumento de parcerias, na maximização de receita e no desenvolvimento do negócio. Antes de ingressar na Chubb, trabalhou na AIG Travel Guard por mais de 6 anos, ocupando diversos cargos na Argentina e na Colômbia. Lucas é formado pelo Instituto Privado de la Câmara Argentina de Comércio, onde estudou Comércio Exterior. Atualmente faz MBA na BYU de Idaho.

A nomeação de Lucas Burón entrou em vigor em 1 de fevereiro de 2019 e ele se reportará diretamente a José Sosa, Vice-presidente sênior de A&H e Vida da Chubb América Latina e matricialmente à Alex Blake, Vice-presidente sênior e Head Global de Travel Insurance do Grupo Chubb.

Saúde: Revista JRS aborda artigo inédito sobre respiração 232

Saúde: Revista JRS aborda artigo inédito sobre respiração

Ato pode ser utilizado como uma poderosa ferramenta de autoconhecimento

A última edição da Revista JRS trouxe entre os seus artigos, uma coluna especial voltada para a saúde. A fisioterapeuta, com especialidade em Medicina Tradicional Chinesa, Respiração Oriental e Método Psicomportamental G.D.S, Joana Carvalho abordou o tema respiração como uma poderosa ferramenta de autoconhecimento. Confira:

Você já parou para refletir por onde andam os seus pensamentos? Passado, presente ou futuro?

Nós temos uma enorme tendência em ter pensamentos, na sua maioria, no passado e no futuro. Seja pensando no que já aconteceu, algo que foi bom ou ruim ou pensando no que está por vir, metas e objetivos. O que dificilmente fazemos é ficarmos atentos ao presente momento.

Projeção de pensamentos no passado e futuro geram angústia pelo que passou ou ansiedade pelo futuro que desejam conquistar. Para pensar no presente momento, e ao mesmo tempo ter planejamento para o futuro (de curto, médio e longo prazo) é preciso atenção plena em cada momento no presente.

Imagine qual seria o momento em que você consegue ter consciência de estar realmente no seu presente? Existe uma tendência de acharmos que estamos no nosso presente, mas na verdade estamos em uma pequena porcentagem dele e uma grande porcentagem em outro tempo.

Que momento, então, seria esse para estarmos no presente? Talvez quando respiramos? Depende da forma que você respira!

Se o seu estado emocional domina a sua respiração, então você não está no presente! Mas se a sua respiração administra seu emocional, eis o encontro de si próprio com o seu presente momento!

Quando eu penso e dirijo minha atenção para áreas do meu corpo que eu preciso sentir para realizar a experiência de respirar com atenção plena, ou seja, quando eu estou 100% no presente momento que estou vivenciando, eu estou no presente.

Aprendendo, entendendo e praticando o sentir da respiração, você é capaz de identificar o seu ritmo respiratório e, assim, desenvolve a aptidão de ser administrador(a) do seu ser.

Você se torna capaz de usar técnicas respiratórias para gerenciar as mais diversas situações. Seja uma possível crise de ansiedade, para se energizar num dia que se sinta cansado ou para relaxar a mente. E assim você cria uma atmosfera de equilíbrio em qualquer situação do seu dia, sendo no trabalho, estudo, lazer e diversas outras situações.

Encontrar o ritmo que o seu ser expressa através da sua respiração, melhora a sua qualidade de vida, dos que o cercam e do seu desenvolvimento em todas as áreas.

Você já observou de forma amorosa o ritmo da sua respiração?

@respirecomigo | respirecomigo@gmail.com

PEGN destaca Alberto Júnior por faturar R$ 30 milhões com a venda de seguros de vida 712

PEGN destaca Alberto Júnior por faturar R$ 30 milhões com a venda de seguros de vida

CEO do Grupo Life Brasil chegou a trabalhar 16 horas por dia

A história de Alberto Júnior, que começou a empreender aos 15 anos, foi destaque pela Pequenas Empresas, Grande Negócios. O empresário é dono do Grupo Life Brasil, uma holding de diversas empresas que fatura R$ 30 milhões com seguros e outros serviços do setor.

“Alberto abraçou de vez as vendas porta a porta, função que exerceu até 2007. E não só vendendo seguros: o empresário foi vendedor de itens que foram desde enciclopédias a purificadores de água”, destaca a publicação.

O CEO do Grupo Life Brasil conta que chegou a trabalhar 16 horas por dia. Foram ao todo mais de oito mil visitas a potenciais clientes.

Atualmente todas as empresas da holding utilizam uma metodologia desenvolvida por Alberto, que oferece treinamento para colaboradores e franqueados. A taxa de conversão chegou a 54% em 2017, ante uma média de 21% no mercado segurador.

Lançado por Alberto em 2012, o livro “A Lógica – Como ganhar milhões com seguro de vida na prática”, que virou um best-seller do setor e foi lançado no exterior, foi validado pela Million Dollar Round Table (MDRT). Trata-se de uma associação comercial fundada em 1927, que agrega corretores de seguro de todo o mundo e é reconhecida internacionalmente.

O Grupo Life Brasil também chegou a figurar entre as 0,2% melhores do setor na lista da própria MDRT.

Alberto acredita que, uma das razões para o sucesso é fazer o que “ninguém tem coragem e fugir do óbvio”. Sua própria trajetória dá outro exemplo de como ele aplica essa filosofia: o empresário conta que, “quando não tinha onde vender, chegou até a vender dentro de presídios para os carcereiros, durante a madrugada”.

“Quem consome seguro de vida? Quem está vivo”, Alberto Júnior.

Tokio Marine registra crescimento de 11,3% na Região Sul em 2018 321

Rogério Spezia é Diretor Comercial Varejo Sul da Tokio Marine / Divulgação

Regional registrou recorde histórico de Margem de Contribuição superior a R$ 90 milhões

Superação. Está é a palavra que define o desempenho da Diretoria Comercial Sul da Tokio Marine em 2018. A Regional emitiu R$ 632 milhões em prêmios no ano passado, o que representa um crescimento de 11,3% em relação a 2017 e, além disso, registrou pela primeira vez na História uma Margem de Contribuição superior a R$ 90 milhões. Foi um ano marcado pela intensificação do relacionamento com os quase 4 mil Corretores locais.

“A proximidade com os Corretores e Assessorias é uma parte fundamental do nosso trabalho e como fruto da estratégia de expansão da atuação no Sul, a Companhia abriu um novo escritório em Passo Fundo (RS), que já está atendendo 200 Parceiros de Negócios. Isso demonstra a confiança da Tokio Marine no potencial econômico da região. Para atingirmos os bons resultados no ano, destaco também o apoio da Matriz, essencial para encontrarmos soluções adequadas às demandas específicas em seguros dos estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina”, afirma o Diretor Comercial Varejo Sul da Tokio Marine, Rogério Spezia.

O trabalho dos Corretores atendidos pela Diretorial Sul resultou no crescimento de diversas carteiras. Um dos destaques foi o Seguro de Riscos Nomeados, que cresceu 59,6% em 2018. A Seguradora também registrou aumento de 29,6% nos prêmios dos Seguro Condomínio. Seguindo a tendência de crescimento, o Seguro Auto continuou com bons resultados, com aumento de 15,7% na Regional.

Para 2019, as perspectivas são de continuidade dos investimentos em Qualidade de Produtos e Serviços e abertura de mais um escritório no Sul, em Maringá (PR). “Agradeço aos Corretores e às Assessorias pela parceria e reafirmo nosso compromisso de ficar cada vez mais próximos neste ano. Continuaremos investindo em inovações tecnológicas para oferecer soluções ágeis e eficientes aos nossos Parceiros e Clientes. Já estamos pensando inclusive na abertura de outro ponto de atendimento na região”, conclui o Diretor Rogério Spezia.