Previsul apresenta a nova Campanha de Incentivo em Porto Alegre (RS) 9479

Previsul apresenta a nova Campanha de Incentivo em Porto Alegre (RS)

Premiação deste ano é uma viagem para Dubai

Nesta quarta-feira (23), a Previsul Seguradora apresentou a nova Campanha de Incentivo de Vendas 2019 “Sou + Previsul – Dubai: Experiência Completa, emoção nas alturas”, em Porto Alegre (RS). Até março, a Previsul passará por 27 cidades em 12 estados para apresentar a campanha.

Mais do que incentivo, a Previsul Seguradora aposta no reconhecimento do esforço dos corretores em alcançar cada vez melhores resultados. A companhia está em constante evolução e busca sempre oferecer mais vantagens e benefícios ao corretor, seu principal parceiro na comercialização dos seguros.

“Os corretores são nossos parceiros diários na ampliação da presença da Previsul em todos os cantos do Brasil. Por isso nada melhor do que reconhecer esse esforço com uma viagem para um dos lugares que mais cresce e gera negócios no mundo: Dubai, nos Emirados Árabes Unidos”, afirma a Diretora de Negócios e Marketing, Andréia Araujo, citando a nova Campanha de Incentivo de Vendas 2019 “Sou + Previsul – Dubai: Experiência Completa, emoção nas alturas”.

Trata-se da 6ª edição das Campanhas de Incentivo da seguradora. “Desde a primeira edição trazemos uma proposta com muita clareza, que é oferecer uma experiência ímpar aos nossos parceiros. Nosso trabalho só existe em função do Corretor de Seguros”, completa Andreia. “Viemos com uma ideia de uma Previsul muito mais completa e, por isso, estamos dando nossos primeiros passos em outros produtos como Odonto, Residencial e Empresarial”, finaliza.

Em 2018, a Previsul Seguradora cresceu mais de 20%. O patamar anima o Presidente, Renato Pedroso. “Temos orgulho de pertencer ao Rio Grande do Sul e termos evoluído muito ao longo desses 112 anos”, afirma ao ressaltar as melhorias e foco no digital da companhia. “Hoje é possível acompanhar 100% de um sinistro totalmente de forma digital. Nosso propósito é ser a seguradora digital do Corretor de Seguros”, conta Pedroso ao demonstrar prestígio aos mais de 5 mil Corretores parceiros da Previsul.

Além disso, desde o último ano, o programa de pontos “Clube Sou + Previsul” possibilita a troca de pontos por prêmios mensais mediante a produção.

Com 112 anos de atuação, a Previsul Seguradora é referência em seguro de pessoas no Brasil. Está presente em 12 estados brasileiros, com aproximadamente 30 pontos de atendimento em todo o país, que oferecem todo o suporte para o corretor, principal parceiro da Previsul.

*Colaborou: Literal Link Comunicação Integrada.

Cleverson Veroneze: liderar em tempos de pandemia 484

Cleverson Veroneze é Superintendente Comercial da Bradesco Seguros em Porto Alegre (RS) / Foto: Arquivo Pessoal

Superintendente Comercial da Bradesco Seguros em Porto Alegre detalha trajetória de sucesso

Seu esporte favorito é o mountain bike. É um ritual de final de semana pegar a bicicleta, recrutar dois ou três amigos e ir para o mato pedalar, não importa o nível de dificuldade do trajeto. Ele também adora passear com as filhas, ainda crianças, e não nega um convite para passar o dia num hotel fazenda. Nas pausas para leitura ou para assistir a vídeos no YouTube, a preferência do momento do Superintendente Comercial da Sucursal Porto Alegre da Bradesco Seguros, Cleverson Veroneze, são os conteúdos inspiradores. “O ser humano não pode ficar parado, ele precisa experimentar coisas novas, deixar de lado o medo de dizer não e superar as crenças limitantes”, descreve.

Nota-se pelas predileções do executivo a aptidão para sair das zonas de conforto. E essa característica pessoal tem refletido há mais de 15 anos na sua atividade profissional. Seu mais recente desafio está completando um ano e meio, neste começo de semestre. No início de 2020, ele aceitou o convite para assumir a sucursal da capital gaúcha, com a missão de buscar o reposicionamento da unidade dentro do Grupo Bradesco. E os resultados positivos já estão aparecendo. Porto Alegre conquistou, no primeiro semestre de 2021, o 1º lugar na Campanha Talentos de Seguros e passou a ocupar a 5ª posição entre as 64 sucursais da companhia, no território nacional. Para completar, a unidade teve, no mais recente ranking interno da Bradesco, três gerentes incluídos na lista dos 20 melhores da seguradora no país.

Segundo o Superintendente Comercial, a sucursal também tem se reposicionado da porta para fora, reengajando boa parte dos 1.300 corretores de seguros cadastrados, que estão voltando a operar de forma assídua com a companhia em Porto Alegre. Aliás, engajamento é uma palavra-chave da atuação do Veroneze gestor. “Dentro de uma equipe, é essencial ter pessoas com propósitos. Antes de ter experiência, ela precisa querer muito. Se o profissional não gosta do que faz, nem cabe seguir em frente. O movimento se dá através dos propósitos”, frisa. 

O executivo aponta a comunicação direcionada, clara e assertiva e a habilidade de compartilhar experiências como outros pilares da gestão de equipes. “Precisamos estar abertos a aprender de forma contínua, algo que ficou acentuado em tempos de pandemia, em decorrência dos contatos remotos”, enfatiza, frisando a importância de pessoas que tenham atitude, sobretudo, a atitude de colocar em prática o que é aprendido e planejado dentro de uma organização.

É bom ressaltar que a atitude a qual o executivo se refere não é confundida, por ele, com sacrifício ou sobretrabalho. “Não adianta a pessoa ficar fazendo tarefas até a 1 hora da madrugada, porque ela tem que estar descansada no dia seguinte”, exemplifica, dando uma amostragem do perfil que ele desenvolveu como líder. “Ser líder já é um desafio”, diz. “E, com as mudanças geradas pela pandemia, o desafio ficou dobrado. Não podemos estar ao lado das pessoas. Qual a saída: liderar como um exemplo”, enfatiza, citando como referencial o protagonista do filme Coração Valente, na cena em que levanta a bandeira em frente ao pelotão de liderados e passa a mostrar como se luta, em prol da vitória. 

Como Superintendente, Veroneze revela que busca sempre manter uma relação de confiança com a equipe e parceiros, na intenção de compartilhar as responsabilidades. E, ao descrever como constrói esse relacionamento, o executivo olha para trás e se considera um homem de sorte, em “ter tido bons gestores durante a carreira, podendo aproveitar oportunidades de absorver o que de melhor cada um dos gestores pôde oferecer”. 

Além disso, ele relata que o trabalho em diferentes unidades da Bradesco o possibilitou ter vivência sistemática com aquele que ele considera o principal distribuidor de seguros: o corretor de seguros. “Conheci muita gente visitando os corretores de seguros, numa experiência continuada a qual recorro durante a missão de desenvolver pessoas, de deixar um legado de relacionamentos”, sintetiza.

Porto Alegre é a nona sucursal em que Veroneze atua no papel de gestor e a oitava como superintendente. Ele começou na seguradora em Maringá, mas, poucos anos depois, começaram as mudanças de sede, dentro da companhia: Itajaí-SC (gerente de Produção), Ponta Grossa-PR (superintendente), Londrina-PR (gerente) e Curitiba (superintendente da Rede). O Rio Grande do Sul foi-lhe apresentado através do município de Passo Fundo, a partir do qual, como superintendente de Mercado, atendeu todo o oeste e noroeste gaúcho, por três anos, até assumir a mesma função em Cascavel, sendo responsável pela área comercial, desta vez, de todo o oeste do Paraná. 

Fazendo uma ligação dos fatos que marcaram a linha do tempo dentro da Bradesco Seguros com as preferências esportivas e de entretenimento do entrevistado, podemos inferir que a assunção de Cleverson Veroneze à gestão de uma das principais unidades da seguradora no Brasil é considerada por ele, sem dúvida, uma nova oportunidade de estreitar relacionamentos e buscar a diferenciação profissional. Os números que retratam o desempenho da sucursal mostram que a oportunidade vem sendo bem aproveitada. Com certeza, as trilhas de mountain bike têm sido uma forma de extravasar a animação com o atual desafio.

CSP-MG promove debate sobre tendências do mercado de Seguro de Vida 314

CSP-MG promove debate sobre tendências do mercado de Seguro de Vida

Evento, que acontece na quarta (28), conta com a presença de Bernardo Castello, diretor da Bradesco Vida e Previdência

Em sequência à série de encontros ‘Conhecer para proteger’, o Clube de Seguros de Pessoas de Minas Gerais (CSP-MG) promove nesta quarta-feira (28), das 9h30min às 11h30min, o “XI Workshop 2021”, em plataforma online. Com o objetivo de ampliar o debate sobre proteção e tendências do mercado de Seguro de Vida, o evento contará com a presença de Bernardo Castello, diretor da Bradesco Vida e Previdência, e dos executivos João Carlos Lock, da União Seguradora, e Maurício Tadeu Barros Morais, da Ways Gestão Empresarial.

Para Bernardo Castello, a transformação digital continuará a desempenhar papel cada vez mais fundamental no relacionamento com os clientes. “Mesmo após o fim da pandemia, o mercado de seguro de vida deve prosseguir avançando na integração dos canais físicos e digitais. Precisamos desenvolver e aprimorar recursos capazes de envolver efetivamente os consumidores, proporcionando uma experiência ágil, intuitiva e personalizada, a fim de estimular o tão necessário crescimento do segmento”, afirma.

O propósito do encontro é apresentar as principais novidades em termos de produtos, processos, modelos de negócios e estratégias de vendas. A realização por meio eletrônico permitirá a participação de profissionais do setor e corretores de seguros de todo o País.

CNseg destaca que mercado segurador cresceu 41,1% nos cinco primeiros meses do ano 388

CNseg destaca que mercado segurador cresceu 41,1% nos cinco primeiros meses do ano

Segunda onda da Covid-19 trouxe maior impacto para a saúde, mas a mobilidade de pessoas não acompanhou esse impacto

A edição nº 49 da Conjuntura CNseg, publicação produzida pela Confederação Nacional das Seguradoras, faz uma avaliação sobre o que esperar da economia brasileira até o final do ano e apresenta o desempenho dos seguros até maio. No Brasil, os efeitos da segunda onda da Covid-19 foram consideravelmente piores que os da primeira em questão de saúde pública. Entretanto, a mobilidade da população foi menos afetada, o que é atestado por dados de diversas fontes, como o Google Mobility Report. A menor adesão às medidas de isolamento, restringindo pouco as atividades econômicas, ajudou o Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre do ano, que cresceu 1,2%. A julgar pelos índices de confiança, após o susto da segunda onda que os fez cair nos primeiros meses do ano, o segundo trimestre deve continuar a ser de recuperação.

Mundialmente, a retomada das atividades ocorreu com cadeias de produção ainda desorganizadas, o que resultou em pressões de preços por causa da escassez localizada e pelo aumento de demanda por commodities, o que pode perdurar por alguns meses, até que a reorganização e reação da oferta melhorem. A publicação da CNseg avalia que, sob determinadas condições, choques temporários podem reverberar em prazos mais longos, e é contra esses efeitos secundários que as autoridades monetárias, em geral, procuram atuar.

A Conjuntura CNseg aborda em profundidade o desempenho do setor de seguros, que apresentou crescimento de 41,1% em maio com relação ao mesmo período de 2020, sem Saúde e DPVAT. Em valores nominais, a arrecadação foi de R$ 24,7 bilhões. A recuperação mais forte foi em Cobertura de Pessoas que cresceu 24,6% em 2021. Em maio, o segmento de Danos e Responsabilidades arrecadou o montante de R$ 6,7 bilhões. O seguro Automóvel, que representa 40% do segmento, avançou menos, mas importantes 14,1% sobre o mesmo mês do ano anterior. No acumulado do ano, essa arrecadação cresceu 5,8%, acompanhando alguma recuperação da venda de veículos novos, com 26% de aumento no número de emplacamentos nos cinco primeiros meses de 2021 em relação ao mesmo período do ano anterior.

A publicação destaca que o Seguro Habitacional foi um dos que menos sentiu os efeitos da pandemia e continuou a crescer. Em maio, o avanço foi de 13,9%. Os Seguros de Crédito e Garantia tiveram queda pelo terceiro mês consecutivo, com recuo de 13,1% em maio, mas, no acumulado do ano, o resultado é positivo com leve crescimento de 1,8%. O Garantia Estendida cresceu quase 150%. Os Planos de Vida Risco movimentaram R$ 4,2 bilhões em prêmios no quinto mês do ano e o Seguro Prestamista arrecadou R$ 1,4 bilhão. Os Planos de Acumulação atingiram R$ 11,5 bilhões em contribuições em maio e avançaram em 66,5% o volume de contribuições. A arrecadação dos planos da Família VGBL foi de R$ 10,7 bilhões, um avanço de 71,9%. O segmento de Capitalização fechou o mês de maio em alta de 17,8%.

HDI Seguros: aumento na produção e na venda de motos aquece mercado 423

HDI Seguros: aumento na produção e na venda de motos aquece mercado

HDI Moto oferece proteção e tranquilidade para quem é amante das duas rodas

Quem está de olho nas tendências de mobilidade já observou que a moto tem se tornado protagonista na vida dos brasileiros que querem economia, versatilidade e praticidade na hora de se locomoverem. Na semana do Dia do Motociclista, comemorado em 27 de julho, a indústria recebe boas notícias com o reaquecimento da produção e da venda de motos.

Dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) apontam que as vendas de motos no primeiro semestre deste ano totalizaram 517.154 unidades, representando um aumento de 47,7% em relação ao mesmo período do ano passado (350.141). Segundo a entidade, somente no mês de junho, foram produzidas 105.450 unidades, 35% a mais do que em junho de 2020 (78.130).

“O cenário de mobilidade no Brasil vem mudando e ficando cada vez mais diverso. Com isso, as pessoas ganham um leque de opções para percorrer a sua jornada diária, o que nos proporciona muitas oportunidades de negócios. No caso da moto, a HDI traz uma proteção completa que vai desde peças até a indumentária de proteção do motociclista, o que mostra preocupação tanto com quem roda sobre duas rodas há muito tempo quanto com aqueles que, devido ao cenário atual, escolheram esse meio para locomoção”, observa Marcelo Moura, Diretor de Automóvel e Massificados da HDI.

A seguradora oferece para clientes com motocicletas de 300 cilindradas até 450 cilindradas, scooters e modelos a partir de 500 cilindradas o HDI Moto, produto com cobertura para danos parciais ou indenização integral por colisão, incêndio, roubo e furto em todo o território nacional e contra terceiros. O seguro ainda traz assistência com opção de guincho 24 horas sem limite de quilometragem, serviços de despachante em caso de sinistro, lavagem e higienização, troca de pneu, pane seca e chaveiro.

O HDI Moto também oferta coberturas adicionais como a reposição da indumentária de proteção – capacete, macacão, bota, jaqueta e demais acessórios – a garantia do valor de motocicleta 0 km, o pagamento de despesas extras que estejam diretamente relacionadas ao veículo em caso de indenização integral e a extensão da cobertura da motocicleta em países das Américas do Sul, Central e do Norte.

Seguradora destaca potencial dos seguros de transportes 593

Seguradora destaca potencial dos seguros de transportes

Companhia lista as oportunidades no segmento e realiza treinamento para corretores

O segmento de seguros de transportes vem registrando crescimento entre 2020 e 2021, o que pode ser explicado pelo aumento nas importações e exportações e a retomada gradativa da atividade econômica no Brasil. De acordo com a Superintendência de Seguros Privados (Susep), os seguros de transportes nacionais tiveram crescimento de mais de 30% no acumulado até maio de 2021.

Ao mesmo tempo que o segmento de transportes é um dos mais rentáveis do mercado, conta hoje com poucos especialistas no setor – o que representa uma oportunidade para os corretores que desejam expandir suas carteiras. Para alavancar os negócios nessa frente, a Liberty Seguros tem um portfólio diversificado de produtos de transportes, que registraram um crescimento de mais de 21% na companhia em 2020.

A companhia disponibiliza hoje o Transporte Nacional e Internacional, com opções de apólice avulsa ou por averbação, o Transporte Fácil, e o Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga. E, entre os diferenciais da seguradora para corretores, há serviços como o faturamento automático das apólices, a opção de cotador avulso na ponta, contratação online para pequenos clientes, um chat para dúvidas, atendimentos especializados nas áreas de Subscrição e Sinistro.

As coberturas da Liberty estão disponíveis para clientes como os das apólices de Affinity, Empresas de Vida em Grupo e Frotas, e garantem a proteção de diversos tipos de produtos, como para cargas fracionadas ou fechadas de mercadorias com valores determinados por viagem de acordo com o tipo de risco e a operação do segurado, ou seja, diversas opções para pequenos empreendedores, com base no CNAE.

“O segmento de seguros de transportes é extremamente importante para o mercado de seguros, por isso, a Liberty trabalha para oferecer cada vez mais opções que atendam às necessidades dos consumidores desse nicho”, afirma Rafael Citelli, Vice Presidente de Produtos e Analytics da Liberty Seguros, Marcos Siqueira. “Por não ter muitos especialistas espalhados pelo país, muitos clientes acabam ficando desamparados ou até sem saber da importância do produto, e o nosso objetivo é capacitar e informar os parceiros para que eles enxerguem as oportunidades de negócios em transportes”, completa.

A companhia realizou, nesta semana, um webinar para corretores com foco no segmento e contou com a participação de Marcos Siqueira, Diretor de Transporte, Frota e Resseguro da Liberty Seguros e do professor da Escola de Negócios e Seguros (ENS), Vanderlei Moghetti, além de corretores parceiros que trabalham com produtos de transportes – e tem como objetivo educar os participantes sobre o setor. O webinar está disponível na plataforma de treinamento Liberty, que pode ser acessada no Meu Espaço Corretor.