Resseguro em evidência e Encontro da Lojacorr são destaques na Revista JRS 2561

Confira a edição 224 da publicação mensal

O JRS busca fomentar conhecimento e a cultura do seguro no Brasil. Há quase 20 anos, este objetivo é perseguido por uma equipe assídua, que visa inovação e novas formas de trazer sempre a melhor informação sobre este universo, conectando os profissionais do setor e mostrando ao público a relevância social existente por trás de uma proteção securitária.

Esta edição apresenta justamente isso. Vivemos a era do compartilhamento e o mercado segurador demonstrou isso em diversas oportunidades, como na 6ª Convenção Nacional da Rede Lojacorr e no 8º Encontro de Resseguro do Rio de Janeiro. Este último, com cobertura especial, garantida pela Icatu Seguros, a maior seguradora independente nos segmentos de Vida e Previdência do Brasil.

Aprecie e ajude a disseminar os nossos conteúdos e faça parte dessa história. Porque aqui o Seguro é Sem Mistério!

Onsurance não está autorizada a comercializar produtos de seguros, diz Susep 3611

Onsurance não está autorizada a comercializar produtos de seguros, diz Susep

Novidade gerou polêmica no mercado brasileiro

Uma startup brasileira tem tomado o noticiário por possibilitar a contratação de seguros para automóveis na modalidade pré-paga. Para ativar ou desativar a proteção veicular basta utilizar o Facebook e pagar pelo tempo utilizado. Trata-se de um sistema de inteligência artificial com atendimento feito por robô virtual no Facebook Messenger. Se faltar conexão, o cliente ainda pode ligar na central de atendimento da empresa.

Essa novidade, no entanto, gerou algumas controvérsias no mercado brasileiro de seguros. Na última semana, por exemplo, a Superintendência de Seguros Privados (Susep) emitiu uma nota informando que a brasiliense Onsurance não está autorizada a comercializar produtos de seguros pela autarquia. “Da mesma forma, a empresa não está constituída como uma corretora de seguros registrada na Susep”, informou a nota.

Entre os critérios e regras preestabelecidos pela Susep para operação comercial de uma companhia seguradora estão a constituição de sociedades anônimas, estabelecimento de capital mínimo requerido para a operação, fiscalização em relação às condições legais para eleição dos seus administradores, supervisão da saúde financeira das companhias e, no âmbito dos produtos, as condições para o pagamento de indenizações, por exemplo.

Antes da contratação de qualquer proteção securitária, a Susep orienta os consumidores que realizem uma pesquisa sobre a empresa para certificar que ela está autorizada a operar neste endereço.

Rock in Rio 2019: Prudential do Brasil terá parede de escalada com 9 metros de altura 2818

Rock in Rio 2019: Prudential do Brasil terá parede de escalada de 9 metros de altura

‘Escalada Prudential Rock’ promete uma experiência radical e divertida para o público, que cumprirá jornada de subida, chegada ao mirante com visão privilegiada do evento e descida por tobogã que termina em uma piscina de bolas

A seguradora Prudential do Brasil, a maior independente do país no ramo de vida, preparou uma atração de peso para marcar a sua estreia como seguradora oficial do Rock in Rio 2019: a “Escalada Prudential Rock”, um paredão de escalada de nove metros de altura, que promete uma experiência radical, divertida, inesquecível e com toda segurança para o público durante os dias do festival.

A “Escalada Prudential Rock estará localizada na Cidade do Rock, próximo ao palco New Dance Order. A ativação da companhia reúne três momentos especiais: escalada, chegada ao mirante com a visão privilegiada de todo o festival e descida por um tobogã que termina em uma piscina de bolas.  Ao longo da trajetória, o público que se aventurar na atração ainda contará com o “Photo Tour”, que registrará os participantes em cinco momentos diferentes.

Em seguida, será gerado um vídeo personalizado, o qual a pessoa poderá compartilhar nas suas mídias sociais, mostrando toda a sua performance. Quem cumprir as etapas da ‘Escalada Prudential Rock’ ganhará, ainda, um brinde especial da empresa: uma bolsa inflável que funciona também como almofada para descansar entre um show e outro.

“A Escalada Prudential Rock, além de levar uma experiência inédita de aventura e diversão para público presente, traz para o festival os atributos da nossa marca, o Rochedo de Gibraltar, símbolo de força, solidez e proteção. Por meio da atração e de outras ativações especiais que preparamos para o Rock in Rio, conversaremos com novos públicos, principalmente os jovens, que em grande parte não conhecem a importância de contar com a proteção do seguro de vida no planejamento financeiro, diante dos imprevistos da vida. Será uma grande oportunidade de iniciar essa aproximação, de forma alegre, leve e descontraída”, destaca a gerente de Marketing da Prudential do Brasil, Fernanda Riezemberg.

Nesse sentido, além da ‘Escalada Prudential Rock’, a companhia também terá uma outra atração pra lá de animada durante o festival: uma bateria profissional na área VIP do evento, a qual o público presente no espaço poderá tocar e registrar os momentos de diversão tirando fotos.

Por fim, a Prudential do Brasil também pensou em muita música boa para fazer parte de toda essa atmosfera rock e criou um perfil oficial no Spotify, serviço de streaming de música, podcasts e vídeos mais popular e usado do mundo. A playlist “Prudential Rocks” reunirá sucessos de algumas das bandas que irão tocar no festival. A seguradora fará ainda toda cobertura da sua ativação no festival nas suas mídias sociais.

“As marcas são parte fundamental do Rock in Rio e, a cada ano, têm se empenhado em entregar atrações cada vez melhores, levando, com isso, a experiência do nosso consumidor a patamares mais altos que os anteriores. A Prudential do Brasil, que faz sua estreia no festival como nossa seguradora oficial, promete ativações que vão surpreender o público, assim como os outros novos parceiros. Este ano, teremos na Cidade do Rock uma explosão de novos conteúdos, estamos muito ansiosos”, finaliza Rodolfo Medina, vice-presidente de Parcerias&Marketing do Rock in Rio.

Evento debate Diversidade e Inclusão em Seguros, no Rio e em SP 447

Evento debate Diversidade e Inclusão em Seguros, no Rio e em SP

Encontros acontecem nos dias 24 e 26 de setembro, respectivamente

A Associação das Mulheres do Mercado de Seguros (AMMS) terá participação relevante no “Festival Dive In para Diversidade e Inclusão em Seguros”, que será dividido em duas etapas, a primeira em São Paulo e a outra no Rio de Janeiro, nos dias 24 e 26 de setembro, respectivamente. Essa será a quinta edição do “Festival Dive In”, evento global que tem por missão promover ações positivas para a diversidade em ambientes corporativos, a partir da utilização de ferramentas que facilitem o processo de inclusão. Em 2018, participaram mais de nove mil pessoas em 27 países e 50 cidades. Este ano, será ainda maior, realizada em 67 cidades e 33 países, com o tema central #impactinclusion ’O impacto da inclusão’.

Neste contexto se insere o “AMMS no Dive IN Festival”, que será realizado nos auditórios da Escola Nacional de Seguros (ENS) de São Paulo na próxima terça-feira (dia 24) e Rio de Janeiro, na quinta-feira (26). O tema central do debate será o “Impacto das políticas de diversidade as organizações – casos práticos”. Poderão participar profissionais do mercado, de todos os gêneros.

As inscrições para o evento na capital paulista podem ser feitas neste endereço eletrônico. Os palestrantes serão os seguintes: Maria Helena Monteiro – Diretora de Ensino da Escola Nacional de Seguros, Maristella Ianuzzi – Consultora da ONU Mulheres. Além dessas profissionais, o evento contará com os painelistas: Juliana Zan – Superintendente de RH da Tokio Marine Seguradora, Francisco Caiuby Vidigal Filho – CEO Sompo Seguros, Antônio Trindade – CEO da Chubb e Presidente da Federação Nacional de Seguros Gerais – FenSeg, Cristina Rezende – CFO AGCS (Allianz Global Corporate & Specialty) e Mathias Jungen – CEO America Latina da Swiss Re Resseguros.

Programação:

17h30 – Credenciamento e Welcome Drink
18h00 – Abertura Oficial
18h10 – Mulheres no Mercado de Seguros no Brasil – 3º Estudo –
Palestrante: Maria Helena Monteiro
18h30 – A Importância da Igualdade de Gênero para o Mercado e Como
Aplicar Mais Diversidade nas Empresas – Palestrante: Maristella Ianuzzi – ONU Mulheres
19h00 – Painel com a participação das instituições do Mercado apresentando suas políticas, projetos e ações inclusivas – Casos Práticos
20h15 – Coquetel em Comemoração a um ano do Lançamento da AMMS com
Divulgação do Novo Material Institucional
21h15 – Encerramento

O evento terá quatro patrocinadoras “Black” (Chubb, IRB Brasil Re, Swiss RE e Tokio Marine); um “Platinum” (Bethe B.com); seis “Gold” (Austral Re, Liberty, Liberty Mutual Re, Marsh Mc Lennan, Mattos Filho e Sompo Seguros); cinco “Silver” (Allianz, Fator, THB, Travelers e Willis Towers Watson); e nove “Bronze” (ASAS, Capsicum Re, DR&A Advogados, FairFax Brasil, Icatu Seguros, Matthews Daniel, Sedgwick, Somus e Trench Rossi Watanabe).

Encontro debate tendências econômicas e propostas para melhorar saúde suplementar 806

Encontro debate tendências econômicas e propostas para melhorar saúde suplementar

Serão apresentadas pesquisas inéditas que trazem retrato da economia circular e dos planos de saúde empresariais no Brasil

Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Serviço Social da Indústria (SESI) vão reunir representantes empresariais e de governo na terça-feira, dia 24 de setembro, no World Trade Center, em São Paulo, para dois eventos que debaterão e trarão resultados inéditos sobre tendências em economia circular e melhorias no sistema de saúde suplementar no Brasil. O presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, participará da abertura dos seminários. Confira os detalhes:

Encontro Economia Circular e a Indústria do Futuro

Promovido pela CNI, com patrocínio do Instituto C&A e apoio da Nespresso, o evento reunirá especialistas brasileiros e estrangeiros que debaterão tendências em relação a esse novo modelo econômico. O governador do Estado de São Paulo, João Dória; e o embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez, confirmaram presença na abertura do evento. Entre os temas que serão debatidos estão a melhoria no ambiente regulatório para a transição à economia circular e caminhos para a indústria brasileira desenvolver novos negócios. A economia circular é uma tendência mundial que engloba ações que resultam no aumento da vida útil de produtos e materiais, a partir do uso mais eficiente de recursos naturais.

No encontro, será divulgada a primeira pesquisa sobre economia circular com abrangência nacional. O levantamento da CNI usou amostra de 1.261 empresas industriais da área correlacionada ao tema, escolhidas de forma aleatória, considerando a abrangência nacional. O campo foi feito com 170 indústrias.

Data: terça-feira, 24 de setembro
Horário: 9h às 17h
Local: WTC Events Center (Av. das Nações Unidas, 12.551, São Paulo)
Confira a programação: neste endereço.

II Seminário Internacional SESI de Saúde Suplementar

Promovido pelo SESI, o evento pretende analisar tendências da área por meio de experiências internacionais bem-sucedidas. Entre os especialistas, está Lindsay Martin, diretora executiva do Institute for Healthcare Improvement (IHI), que é referência na coordenação de coalizões empresariais para melhorar a qualidade dos serviços de saúde e otimização dos custos nos Estados Unidos. Outro especialista presente é Luiz Pérez Moreno, que coordenou uma revolução no sistema de saúde de Porto Rico testando modelos inovadores com foco em prevenção, gestão de casos complexos e de alto custo. Também estará presente o presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar, Leandro Fonseca.

No evento, será divulgada o Diagnóstico de Saúde Suplementar nas Empresas Industriais, realizada pela FSB Pesquisa, que traz um retrato dos custos, modelos atuais e tendências em relação aos planos de saúde empresariais. Foram ouvidos 1.006 gestores de empresas de médio e grande porte no período de 5 de agosto a 4 de setembro.

Data: terça-feira, 24 de setembro
Horário: 10h às 17h20
Local: WTC Events Center (Av. das Nações Unidas, 12.551, São Paulo)
Confira a programação: neste endereço.

Capitalização cresce 12% em sete meses, segundo FenaCap 726

Capitalização cresce 12% em sete meses, segundo FenaCap

Receita dos produtos atingiu R$ 13,6 bilhões entre janeiro e julho

O segmento de Títulos de Capitalização, produtos que conjugam soluções financeiras com sorteios, registrou uma receita de R$ 13,6 bilhões entre os meses de janeiro a julho. O valor representa um

Marcelo Farinha é presidente da FenaCap / Divulgação
Marcelo Farinha é presidente da FenaCap / Divulgação

crescimento de 12,7% em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são Federação Nacional de Capitalização (FenaCap), que representa as empresas de capitalização no Brasil.

O presidente da FenaCap, Marcelo Farinha, comentou a onda de crescimento do segmento: “O momento de baixa taxa de juros e a necessidade de criar uma reserva financeira para emergências, coloca os Títulos de Capitalização como um produto que impulsiona o planejamento financeiro de acordo com os objetivos dos consumidores”, analisa o executivo.

Reservas, prêmios e resgates

Ainda de acordo com os dados divulgados pela FenaCap, as reservas técnicas – que correspondem aos recursos de títulos de capitalização ativos – somaram R$ 30,5 bilhões, um crescimento de 4,0%, considerando o mesmo período do ano passado. Foram pagos R$ 671 milhões a clientes sorteados, e R$ 10 bilhões foram devolvidos sob forma de resgates antecipados e finais.

Títulos de capitalização: soluções para vários perfis de clientes

Instrumento de Garantia – Substitui a figura do fiador nas transações de aluguel de imóveis e serve de garantia para operações financeiras e  contratos de qualquer natureza.
Filantropia Premiável – O consumidor cede o direito de resgate da sua reserva para uma instituição filantrópica previamente credenciada pelas empresas de capitalização e participa de sorteios.
Popular – Permite que o consumidor adquira um título de valor acessível com direito ao resgate de até 50% do valor pago e concorra a muitos prêmios ao longo da vigência.
Tradicional – O objetivo dessa modalidade é a formação de uma reserva, de maneira programada, por um prazo previamente conhecido e valor pré-determinado. Dá direito a participar de sorteios e ao resgate de 100% do que foi pago, atualizado pela TR, ao fim do prazo de vigência.
Incentivo – Nessa modalidade, uma empresa de varejo, por exemplo, adquire uma série exclusiva de títulos e cede aos seus clientes o direito a participar de sorteios.
Compra Programada – Essa modalidade permite a acumulação mensal vinculada à aquisição de bens duráveis com sorteio de prêmios.