“Mais um ano de espera”, avalia economista do Banco Santander 1069

"Mais um ano de espera", avalia economista do Banco Santander

Luciano Sobral analisou perspectivas, incertezas e oportunidades para a economia no biênio 2019-2020

Sobral participou de café da manhã organizado pela Euler Hermes, em São Paulo
Sobral participou de café da manhã organizado pela Euler Hermes, em São Paulo

Você certamente já ouviu falar sobre a “década perdida”, termo para descrever o período de dificuldade financeira na América Latina da década de 1980. Acontece que estamos vivendo mais uma dessas fases. A pior crise econômica já enfrentada pelo Brasil deve ser superada apenas entre 2022 e 2023, “quando acontecerá a recuperação do índice do Produto Interno Bruto (PIB) Per Capta ao nível em que estavam anteriormente, este índice caiu quase 10% entre 2013 e 2017”, explicou Luciano Sobral. O economista do Banco Santander analisou perspectivas, incertezas e oportunidades para o biênio 2019-2020.

O ajuste fiscal é colocado como principal ponto para fomentar um crescimento mais expressivo da economia. O mercado dá plenos sinais de frustração. “A previsão de crescimento para este ano chegou a ser de 3%, agora caiu para pouco mais de 1%”, reforçou Sobral. O especialista traça este como “mais um ano de espera”. “Em 2018 ainda haviam fatores externos, como a influência da crise na Argentina e até mesmo a greve dos caminhoneiros”, completou.

Um ponto crucial, analisado pelo economista, é de que o “governo se perde em outras discussões e a tramitação da reforma previdenciária não avança”. Ou seja, mais uma vez fica evidenciada a necessidade da urgente aprovação da reforma do Regime Geral de Previdência Social. “As empresas estão aguardando para voltar a investir ou contratar. Se o emprego não cresce a economia patina”, evidenciou ao lembrar que o acesso ao crédito está crescendo. “O que falta é demanda para o crédito, as pessoas não querem se endividar. O nível de endividamento já recuou”, afirmou.

Mas existe uma luz no fim do túnel. “Se tudo der certo vamos crescer de 2,5% a 3% em 2020. É um índice muito relevante considerando a situação do Brasil”, traçou Luciano Sobral ao lembrar que o saldo da balança comercial está caindo. “Os investimentos que são feitos são, em grande parte, as multinacionais injetando dinheiro em suas sucursais. O juros em mínima histórica dificulta a redução do câmbio para algo próximo aos R$ 3. Com menos dólar entrando no País, a projeção é que a moeda passe a R$ 4,30 em 2020”, justificou.

Setores que apresentam maior risco para a economia

Já Felipe Tanus, Risk Director da Euler Hermes, líder mundial em seguro de crédito e especialista em seguro garantia, analisou 19 setores da economia. “Nossas projeções estão em linha com o que apresentou o Luciano Sobral, mas alertamos para o nível sensitivo de alguns setores, como o de construção e o têxtil, como principais riscos setoriais. A ideia é que já se vejam pontos positivos a partir do 4º trimestre. Outros pontos a serem atacados são o baixo nível de governança corporativa e a informalidade. A retomada depende da retomada do emprego e da confiança do consumidor”, avaliou.

O CEO da Euler Hermes no Brasil, Rodrigo Jimenez, também participou do momento. O encontro foi realizado no Octávio Café, nesta quarta-feira, na Zona Oeste da capital paulista.

Rodrigo Jimenez, CEO da Euler Hermes no Brasil, também participou do momento
Rodrigo Jimenez, CEO da Euler Hermes no Brasil, também participou do momento

Questão fiscal impede crescimento maior

Um corte ainda mais profundo na taxa de juros é impossibilitada com a inflação dos alimentos. “Isso deve ficar ainda mais acentuado, de acordo com a dimensão dos problemas com a produção de proteína suína na China. Brasil, Canadá e outros países produtores não possuem capacidade para absorver a demanda do mercado chinês”, exemplificou o economista do Banco Santander.

Outro ponto relevante, na visão de Sobral, trata sobre o desafio fiscal. “O endividamento vai chegar a 81% ou 82% do PIB, mesmo com a reforma. Previdência é a despesa que mais cresce e sobra muito pouco dinheiro para o governo central resolver os problemas do Brasil. A questão da relação entre ativos e inativos no regime previdenciário só tende a piorar”, projetou ao enfatizar que a situação do governo “já foi pior”, em relação a aprovação nas mudanças propostas pelo economista Paulo Guedes, em apreciação no Congresso Nacional.

Na opinião do especialista, a aprovação do tema deve acontecer entre o final de agosto e o começo de setembro. “Considero a agenda econômica correta, baseada na reforma, desestatização e na questão tributária”, finalizou.

Capemisa Seguradora integra time campeão do Troféu JRS 2019 349

Capemisa Seguradora no Troféu JRS 2018 / Arquivo JRS

Mais de 1 mil pessoas participam da grande noite do seguro, em Porto Alegre (RS)

Os grandes nome do mercado brasileiro de seguros desfilam para um público de mais de 1 mil pessoas em uma noite mágica, que consagra Porto Alegre (RS), como a capital brasileira do seguro na oportunidade. Operadores, executivos, empresas e entidades recebem honrarias especiais. Durante o evento também serão conhecidas a Seguradora e a Corretora de Seguros destaque do ano de 2019, na opinião do público. Trata-se da 4ª edição do Troféu Seguros e Corretagem, uma nova modalidade incluída entre os reconhecimentos.

Quem não poderia ficar de fora é a Capemisa Seguradora, uma das maiores companhias de seguros do Brasil. Com mais de 55 anos dedicados ao mercado de Seguros, Previdência e Capitalização, a companhia é especialista em vida. Entre os produtos ofertados ao mercado, os Seguros de Vida e de Acidentes Pessoais destacam-se, com perfis diferenciados, para atender todos os tipos de clientes: sejam pessoas físicas, sejam jurídicas.

Além disso, a seguradora demonstra todo seu compromisso social, que, desde a sua criação, tem como maior representante a obra do Lar Fabiano de Cristo. Reconhecido internacionalmente pela Unesco, o projeto atua diretamente para ajudar famílias em situações de dependência econômica e social, desde 1958.

Saiba todos os detalhes sobre o Troféu JRS 2019 no hotsite especial.

Previsul Seguradora reforça time de patrocinadores do Troféu JRS 2019 767

Renato Pedroso é presidente da Previsul Seguradora / Arquivo JRS

Grande festa do seguro acontece no mês de outubro, na Capital Gaúcha

Mais de 1 mil pessoas participam da 17ª edição do Troféu JRS. Em 2019, a grande noite do seguro acontece no dia 25 de outubro, no Centro de Eventos Casa do Gaúcho. Além dos tradicionais reconhecimentos aos profissionais, entidades, empresas e parceiros de negócios destaques em nível nacional do setor de seguros, o público elege Seguradora e Corretora de Seguros destaque do 4º Troféu Seguros e Corretagem, uma categoria especial onde o público é quem escolhe os vencedores.

A Previsul Seguradora empresta todo seu prestígio para esta grande confraternização, que possibilita networking e o fomento de grandes negócios. Fundada em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, em 1906, a companhia passou por diferentes administrações até o ano de 2013, quando passou a integrar o Grupo Caixa Seguradora ― esta, uma empresa controlada pela holding francesa CNP Assurances, maior seguradora de pessoas da França.

Hoje, com mais de 112 anos, a Previsul é referência em seguro de pessoas no Brasil. Com atuação nacional, a seguradora está presente em 12 estados brasileiros, contando com 8 sucursais e 11 escritórios. A matriz está localizada em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Saiba mais sobre a 17ª edição do Troféu JRS no hotsite especial.

Grupo Bradesco Seguros faz parte do time campeão do Troféu JRS 2019 1830

Bradesco Seguros no Troféu JRS

Maior grupo de seguros da América Latina marca presença em noite especial do setor

O maior grupo segurador da América Latina também estará presente no Troféu JRS 2019. A 17ª edição do evento tem estimativa de receber mais de 1 mil pessoas no Centro de Eventos Casa do Gaúcho, em Porto Alegre (RS). A Capital Gaúcha pode ser considerada também a capital brasileira do seguro nesta grande noite, que marca carreiras e desenvolve oportunidades.

O time campeão que faz toda a mágica acontecer é integrado pela Bradesco Seguros, que criou uma série de produtos capazes de proteger você e sua família em várias circunstâncias e em diversos segmentos, como Seguro Auto, Saúde, Dental, Capitalização, Seguros de Vida, Planos de Previdência Privada e Ramos Elementares (onde se inclui Seguro Residencial e todo o patrimônio acumulado tanto quanto pessoa física como jurídica, no caso dos empreendedores).

Com uma moderna estrutura de atendimento, formada por centrais de atendimento telefônico, canais digitais e via internet, além de dependências próprias, corretores ativos e uma rede de Agências do Banco Bradesco, o Grupo Segurador foi pioneiro na implantação de uma Ouvidoria, canal de comunicação que tem o objetivo de solucionar eventuais problemas.

O Grupo Bradesco Seguros também tem promovido ações que contribuem para a conscientização sobre questões socioambientais corporativa e estimulado práticas que visam o consumo consciente de água, energia e gestão de resíduos.

Saiba mais sobre o Troféu JRS 2019 no hotsite especial.

“Foco, resiliência e humildade” são as principais características do Corretor do Futuro 1269

Profissionais da corretagem de seguros participaram de imersão em disrupção e troca de experiências

Mais de 250 profissionais do mercado fluminense de seguros participaram, nesta quarta-feira, de um dia intenso de troca de experiências, diálogo e disseminação de conhecimento. A segunda edição do Corretor do Futuro foi promovida pela Kuantta Consultoria e contou com o apoio de Allianz, Porto Seguro, Tokio Marine, SulAmérica e Aruana Seguradora.

Henrique Brandão é presidente do Sincor/RJ
Henrique Brandão é presidente do Sincor/RJ

“Nós vendemos sinistro. Neste momento é que o cliente toma conhecimento da importância do nosso mercado. Foco, resiliência e humildade são as principais características do Corretor do Futuro”, destacou Henrique Brandão, presidente do Sindicato dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro.

Rodrigo Rosa é Consultor Financeiro
Rodrigo Rosa é Consultor Financeiro

O Consultor Financeiro Rodrigo Rosa apresentou estratégias para expansão de resultados e das vendas de forma descontraída. “Primeiro é preciso mudar o mindset. Livros, cursos, vídeos e otimização de tempo e energia me ajudaram a converter e canalizar isso tudo em vendas”, revelou.

Já Gerente Comercial da Porto Seguro, unidade Barra da Tijuca, Marcelo Gonzalez, abordou os desafios do papel de liderança no mercado segurador. “A pesquisa de clima é muito importante para traçar o perfil das corretoras de seguros. Será que o time dessas empresas pode ser responsável por colocá-las no futuro? Como está o engajamento desses colaboradores?”, questionou.

Flavio Rewa é Diretor Regional para o Rio de Janeiro e Espírito Santo da Allianz Seguros
Flavio Rewa é Diretor Regional para o Rio de Janeiro e Espírito Santo da Allianz Seguros

O Diretor Regional para o Rio de Janeiro e Espírito Santo da Allianz Seguros, Flavio Rewa, foi o responsável por apresentar o novo posicionamento da companhia na região. “Vemos grandes oportunidades no Rio de Janeiro, uma boa experiência para o cliente consolida um pensamento sobre produto ou serviço e queremos estar ao lado dos profissionais para desenvolver tudo isso”, argumentou. Quem também participou deste momento especial foi o especialista em gerenciamento de riscos, Gustavo Mello. Mello apresentou uma visão ímpar sobre como o planejamento é um dos maiores aliados do profissional da corretagem de seguros na garantia de excelência e satisfação dos clientes.

Omar Ajame é CEO da TEx Tecnologia
Omar Ajame é CEO da TEx Tecnologia

Disrupção e inovação também foram o foco das apresentações. O CEO da TEx Tecnologia, Omar Ajame, foi convicto em afirmar que o futuro não está definido. “Somos os criadores do Teleport e do Nimble, soluções que otimizam a operação das corretoras de seguros. O ritmo de inovação tende a continuar em franca aceleração, afinal, os consumidores estão cada vez mais exigentes e impacientes. As grandes empresas de tecnologia elevaram o nível dos negócios”, resumiu ao comemorar a marca de 20 companhias seguradoras parceiras.

Jose Luiz Dubourcq representou a Tokio Marine Seguradora
Jose Luiz Dubourcq representou a Tokio Marine Seguradora

A nova realidade do mercado de corretagem de seguros foi apresentada por Jose Luiz Dubourcq, que representou a Tokio Marine Seguradora na ocasião. “A companhia conta com mais de 140 anos de experiência e os esforços estão concentrados nos pilares do empreendedorismo digital, foco nas vendas, marketing digital e gestão eficiente”, ressaltou ao destacar o BrokerTech, plataforma da Tokio Marine que atua na capacitação e inclusão dos profissionais da corretagem neste ambiente da era digital.

Fernando Coelho é Diretor Comercial da Marsh/JLT Brasil
Fernando Coelho é Diretor Comercial da Marsh/JLT Brasil

Fernando Coelho, Diretor Comercial da Marsh/JLT Brasil, enfatizou o prestígio em trocar experiências com os parceiros do Rio de Janeiro. “Apresentamos algumas ações que são utilizadas pela companhia. Em nível mundial o grupo está investindo bastante energia no capital humano, para extrair de cada um que tem de melhor de cada colaborador. O foco está no diálogo e na otimização de recursos, sempre lembrando de compliance, processos e transparência”, completou.

O professor José Renato de Miranda
O professor José Renato de Miranda

Autor de obras como Egoísmo Saudável, Empresa Familiar – é sim – um Bom Negócio e Gestão & Marketing como uma agressiva solução para levar a sua empresa ao futuro, o Diretor da Consultoria de Impacto, José Renato de Miranda, enalteceu que a importância das relações humanas em um momento de hiperestimulação desencadeada pela tecnologia. “Nós não estamos conseguindo conviver conosco. Esta convivência depende do amadurecimento das relações, do diálogo e do entendimento. A tecnologia é solucionadora, decide, produz, cria e comercializa. Ainda somos humanos e somos parte da natureza”, comentou o especialista, considerado um dos 100 melhores palestrantes do Brasil.

Marco Antonio Gonçalves é Vice-Presidente do Conselho Consultivo da Mongeral Aegon
Marco Antonio Gonçalves é Vice-Presidente do Conselho Consultivo da Mongeral Aegon

A apresentação mais aguardada do dia foi a de Marco Antonio Gonçalves, Vice-Presidente do Conselho Consultivo da Mongeral Aegon. “A empresa o tempo todo busca se modernizar e criar todo ambiente necessário e adequado para que o corretor de seguros possa estar junto conosco. Um modelo de muito sucesso, que desenvolve profissionais, e agora enfatiza no acolhimento dos especialistas em corretagem na companhia. Este evento motiva muito sobre a troca de ideias, estamos construindo o futuro no presente e debater é importante para a construção de caminhos mais promissores para os corretores, seguradora e segurados”, explicou.

Arley Boullosa é Diretor da Kuantta Consultoria e de Ensino Técnico do Sincor-RJ
Arley Boullosa é Diretor da Kuantta Consultoria e de Ensino Técnico do Sincor-RJ

Responsável pela Kuantta Consultoria e Diretor de Ensino Técnico do Sincor-RJ, o professor Arley Boullosa demonstrou que o encontro superou todas as expectativas. “Aqui foram apresentados temas que despertam o interesse dos profissionais. Um dia de imersão como esses tem de ter um conteúdo muito bom. Temos reunido toda a semana corretores para trocar experiências, o profissional do futuro quer parcerias e aprender com o outro para avançar”, finalizou o também founder da Dino Marketing Digital e da Resolve Sinistro.

Em novembro acontece a terceira edição do Corretor do Futuro. Agora, o foco está no planejamento de estratégias para acelerar os resultados dos profissionais da corretagem.

2ª edição do Corretor do Futuro – Todas as imagens

Corretores da Previsul Seguradora vivenciaram dias de muita tecnologia e inovação em São Francisco, nos Estados Unidos 1116

Corretores da Previsul Seguradora vivenciaram dias de muita tecnologia e inovação São Francisco, nos Estados Unidos

Viagem foi a premiação final da Campanha Sou + Previsul de 2018

Dez corretores da Previsul Seguradora tiveram uma experiência com muita inovação e tecnologia na última semana. Eles viajaram para São Francisco e Vale do Silício, nos Estados Unidos como premiação da Campanha de Incentivo de Vendas 2018, “Sou + Previsul – É você corretor, no centro da inovação”. O presidente, Renato Pedroso, e a diretora de Negócios da Previsul Seguradora, Andréia Araújo, acompanharam o grupo. Esta é a 5ª viagem organizada pela Previsul como premiação aos corretores que mais se destacam em vendas no ano.

Divulgação
Divulgação

A programação foi estruturada de maneira a proporcionar novas experiências para os corretores. “Em nossas viagens, buscamos oferecer um diferencial para o corretor: uma experiência única, com tudo preparado com muito carinho. Este destino foi escolhido por estar alinhado com a proposta da Previsul em ser uma seguradora digital, inovadora e com foco no futuro”, afirma Renato. Um dos grandes destaques da viagem foi a visita ao polo do Google, no Vale do Silício.

Andréia comenta que já está no ar a Campanha de Incentivo de Vendas 2019, “Sou + Previsul – Dubai: Experiência Completa, emoção nas alturas”, que premiará os 10 corretores com melhor desempenho em vendas novas emitidas durante o ano com uma viagem para Dubai, destino completo, que vai do deserto ao grande centro urbano, passando por praias lindíssimas. “Temos como meta oferecer todos os anos uma experiência ainda melhor ao nosso corretor. Com certeza, a viagem para Dubai será inesquecível. Deixo meu convite a todos os corretores a trabalharem com a Previsul e, quem sabe, estarem entre os 10 ganhadores da campanha deste ano”, diz.

Divulgação
Divulgação

A Previsul Seguradora possui 112 anos de atuação e é referência em seguro de pessoas no Brasil. Está presente em 12 estados brasileiros, com aproximadamente 30 pontos de atendimento em todo o país, que oferecem todo o suporte para o corretor, principal parceiro da Previsul.