Prudential é patrocinadora oficial da Seleção Brasileira de Escalada Esportiva 1164

Prudential é patrocinadora oficial da Seleção Brasileira de Escalada Esportiva

Pela primeira vez, em Tóquio 2020, o esporte fará parte da programação dos Jogos Olímpicos

A Prudential do Brasil, a maior seguradora independente do país no ramo de vida, acaba de anunciar o patrocínio oficial à seleção brasileira de Escalada Esportiva. O evento de celebração da parceria aconteceu na última quinta-feira (25), na Casa de Pedra, em São Paulo e contou com a presença de atletas do time Brasil, representantes da companhia e da Associação Brasileira de Escalada Esportiva (ABEE), entidade responsável pela gestão do esporte no país.

A Escalada fará parte, pela primeira vez, da programação dos Jogos Olímpicos, a partir de Tóquio 2020, e esse incentivo permitirá aos atletas melhores estruturas para treinamentos, uniformes e logística em viagens durante as competições.

Essa é a primeira vez que a Prudential do Brasil patrocina uma equipe esportiva, assim como a seleção brasileira de Escalada Esportiva recebe este tipo de apoio de uma empresa privada. A novidade faz parte do novo momento da seguradora no país, na busca de uma ampliação do reconhecimento da marca e aproximação com novos públicos que ainda não tenham conhecimento sobre a importância da proteção do seguro de vida no planejamento financeiro pessoal e familiar.

De acordo com a vice-presidente de Marketing & Digital da Prudential do Brasil, Aura Rebelo, a escolha da Escalada Esportiva para o patrocínio tem tudo a ver com a companhia.  “Nossa marca é o rochedo de Gibraltar, símbolo de força, segurança e proteção – atributos que também são indispensáveis nesse esporte. Além disso, a companhia está há mais de 20 anos protegendo vidas e acompanhando a superação de desafios, sendo um apoio importante para os clientes no momento de virar a página e dar um novo passo para o futuro.” A executiva complementa: “Quando um atleta chega no topo, não é o fim, é apenas a conclusão de mais uma etapa da sua jornada. Uma nova visão de horizonte vai se abrir e ele irá traçar seu próximo objetivo. Assim é a vida”.

Para Janine Cardoso, diretora de Planejamento Geral da Associação Brasileira de Escalada Esportiva, entidade responsável pela gestão do esporte no Brasil, o patrocínio acontece em um momento fundamental para a seleção brasileira, que se prepara para campeonatos importantes como o Mundial do Japão e o Pan-Americano dos EUA, ambos com seletivas que garantem vagas nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

“A Escalada Esportiva vive um momento muito especial, já que entramos pela primeira vez para o calendário dos Jogos Olímpicos. O esporte, historicamente, não tem tradição no país e essa será uma oportunidade de apresentar a Escalada para o público de forma mais aprofundada. Por isso, contar com o apoio da Prudential do Brasil, patrocinando a equipe brasileira e contribuindo para o crescimento e melhor preparação dos atletas nas competições, principalmente no Pan-Americano do ano que vem, o qual possui seletivas para as Olimpíadas, não tem preço. É um prazer ter a companhia iniciando a construção de um trabalho de fortalecimento do esporte junto conosco”, finaliza.

Sobre o esporte

A Escalada Esportiva, historicamente, não é um esporte no qual o Brasil tenha tradição e, por muitos anos, funcionou em caráter amador no país.  A estreia como modalidade olímpica mudou esse cenário, acelerando a profissionalização. Hoje, a Associação Brasileira de Escalada Esportiva (ABEE) é reconhecida como membro do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e tem um orçamento 40 vezes maior do que o recebido em 2017.

Com esse início de popularização, a ideia é que o esporte ganhe cada vez mais visibilidade e receba mais investimentos na base, além da construção de mais locais de ponta para treinamentos dos atletas no país.

Conheça alguns dos atletas

Felipe Ho

Paulista, 20 anos de idade. Pratica escalada desde os 6 anos, quando descobriu o esporte escalando um muro pequeno na escola. O primeiro título nacional veio na modalidade Dificuldade, em 2015, quando tinha apenas 16 anos. De lá para cá foram três títulos, incluíndo o Brasileiro de Dificuldade 2018. Internacionalmente, Felipe já participou de etapas da Copa do Mundo, Campeonato Mundial, Mundial Juvenil e Pan-Americano. Sua maior conquista no exterior foi o 5º lugar na Dificuldade, no Pan-Americano Juvenil. Hoje faz parte do time Brasil de Escalada e é um dos atletas que representa o Brasil no Mundial de Escalada em agosto.

Thais Makino

Paulista, 30 anos de idade. Começou a escalar aos 10 anos, junto com os pais e a irmã. Aos 11 já estava competindo. Em 2003, com 15 anos, ganhou sua primeira etapa de Brasileiro e, desde então, vem acumulando títulos, como o de 2018, onde conquistou a vitória em todas as três modalidades olímpicas: Boulder, Dificuldade e Velocidade, ficando também com o título combinado do ano. Já participou de etapas da Copa do Mundo, Mundial e Pan-Americano e é uma das atletas do time Brasil de Escalada que estará representando o Brasil no Mundial de Escalada em agosto.

Jean Ouriques

Mineiro, 32 anos de idade. Começou a escalar aos 9 anos, junto com toda a família. Aos 11 já participava de competições e logo vieram os títulos. Primeiro os títulos mineiro e, em seguida, os títulos nacionais. Jean já conseguiu se consagrar Campeão Brasileiro de Escalada nas três modalidades olímpicas: Dificuldade, Boulder e Velocidade. Em 2018 ficou com o título combinado. Faz parte do time Brasil de Escalada e, internacionalmente, já representou o Brasil em Copas do Mundo, Campeonato Mundial e Pan-Americano. Já conseguiu o segundo lugar na maior competição de escalada da América Latina, o Master de Boulder no Chile.

Patrícia Antunes

Mineira, 32 anos. Pratica Escalada desde os 22 anos, quando conheceu o esporte. Em pouco tempo, já passou a participar de competições e, desde então, não parou mais. Patrícia já foi campeã brasileira de Escalada na modalidade Boulder e vice-campeã brasileira na modalidade Dificuldade. Já representou o Brasil em etapas da Copa do Mundo e o Campeonato Mundial. Faz parte do time Brasil de Escalada.

Seguro de vida é aliado dos profissionais autônomos 563

Seguro de vida é aliado dos profissionais autônomos

Ninguém sabe quando vai ter um imprevisto

Um acidente de carro, o diagnóstico de uma doença grave, uma internação na UTI. Ninguém sabe quando vai ter um imprevisto, mas, se alguma dessas situações acontecer, o seguro de vida pode ser um aliado, desmitificando a ideia de que que o produto só tem utilidade nos casos de morte.

Tendo em vista o aumento do número de empreendedores, microempresários e profissionais autônomos nos últimos anos, a contratação do seguro se faz ainda mais importante a quem não tem carteira assinada, especialmente se o profissional autônomo for o provedor de sua família. Isso porque trabalhar por conta própria exige do profissional autônomo um planejamento financeiro que compense a ausência dos benefícios oferecidos pela iniciativa privada ou cargo público, como uma renda fixa, aposentadoria e cobertura do INSS em caso de afastamento do trabalho por acidente ou invalidez.

Com uma renda mensal flutuante, um dos maiores desafios do profissional autônomo é cobrir todas as suas necessidades de seguro.

“Além das coberturas tradicionais para casos de acidente que podem incorrer em uma invalidez ou mesmo morte, existem coberturas que podem cobrir as despesas médico hospitalares (Cobertura DMHO) e até pagar um valor fixo por dia de internação hospitalar (Cobertura DIH), garantindo para o segurado uma renda extra que pode ser utilizada inclusive para auxiliar nas despesas para o tratamento de sua saúde que, para o caso de autônomos, é uma ótima alternativa durante a fase de restabelecimento. O ideal é que o profissional que não tem a contribuição compulsória contrate um seguro de vida para garantir renda em caso de doença ou acidente que o afaste do trabalho. Os seguros de vida tradicionais, acidentes pessoais, incapacidade temporária ou prestamista (que cobre dívidas em caso de morte, invalidez e até perda de renda do segurado) oferecem uma espécie de colchão que protege o segurado e a sua família em situações imprevistas”, explica Karina Massimoto, superintendente executiva de Seguros de Pessoas da Brasilseg, uma empresa BB Seguros.

Tanto a cobertura DMHO quanto a DIH têm facilidade no pagamento da indenização. No caso da cobertura de DIH, o segurado receberá o valor da diária contratada somente comprovando a internação por acidente, sem necessidade da comprovação da renda familiar. Na cobertura DMHO, basta o segurado comprovar o acidente e encaminhar as notas fiscais para reembolso.

“São seguros com valores acessíveis por mês, que normalmente ainda contam com assistências que dão suporte no dia a dia com serviços para sua moradia, seu carro ou outros”, afirma a executiva.

Atualmente, a Brasilseg oferece seguros que oferecem coberturas para doenças graves e acidentes pessoais. O de doenças graves, um dos mais contratados, possibilita, em casos de câncer, infarto ou AVC, que o segurado receba a indenização de uma única vez. Já o de acidentes possui uma cobertura exclusiva de Acessibilidade Física, cujo valor de indenização pode ser utilizado para a realização de tratamentos, com médicos especializados, por exemplo, ou para a realização de modificações na casa, no carro ou no dia-a-dia que permitam ou facilitem a mobilidade e tragam maior qualidade de vida permitindo que segurado se adapte a nova condição.

O produto BB Proteção, por exemplo, custa R$ 6,49/mês e, além da cobertura de morte acidental e invalidez por acidente, inclui serviços emergenciais de assistência como chaveiro, encanador e eletricista, auxílio-funeral e, para o automóvel, em casos de pane seca, troca do pneu e o serviço de motorista amigo, por meio do qual o segurado tem seu carro entregue em sua residência e utiliza táxi, se não tiver em condições de dirigir.

Já os produtos BB Seguro Vida Completo, BB Seguro Vida Mulher Mais e BB Seguro Vida Estilo contam, além das coberturas de acidentes, com outras mais completas, como por exemplo a de Doenças Graves, que assegura o pagamento de indenização em caso de diagnóstico de câncer primário, infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral (AVC), cirurgia coronariana, insuficiência renal crônica e transplante de órgãos vitais. O principal diferencial desta cobertura é que não se trata de reembolso de despesas ou adiantamento do capital de morte, mas sim um valor contratado entre R$ 10 mil e R$ 100 mil pago em vida ao segurado quando confirmado o diagnóstico da doença.

“Tratam-se de doenças de alto custo que, embora cobertas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), nem sempre estão cobertas pelos planos de saúde privado e quase sempre exigem do segurado ou de familiares o desembolso de altos valores com remédios. Nesse sentido, o valor da indenização pode cobrir ou colaborar com o pagamento parcial das despesas decorrentes do tratamento ou até mesmo a contratação de cuidadores”, explica Karina.

Em parceria com a Chevrolet, HDI oferece desconto no seguro dos novos Onix 684

Fábio Leme é Vice-Presidente Técnico da HDI Seguros / Divulgação

Benefício para assinantes da tecnologia OnStar vai até o dia 31 de dezembro

A HDI Seguros, 5ª maior seguradora do segmento automotivo, está oferecendo um desconto exclusivo no seguro automotivo aos novos modelos do Onix, recém-lançados pela Chevrolet. O benefício abrange ambas as versões Hatch e Sedan (Plus e Plus Black) dos veículos, que contam com novas funcionalidades da tecnologia OnStar, que proporcionam maior segurança e uma melhor experiência de uso dos carros, tanto em movimento, quanto parados.

O benefício é válido até o dia 31 de dezembro e estão contemplados os seguintes produtos do portfólio da seguradora para o ramo automotivo: HDI Auto Perfil, HDI Fit, HDI Flex e Auto Funcional. As coberturas dos produtos protegem o veículo em sinistros que envolvem colisão, incêndio, roubo e furto, tendo como principal característica a possibilidade de adequá-las ao estilo de vida do segurado.

A atual versão da tecnologia OnStar, que equipa os novos Onix oferece funcionalidades em cinco pilares: Emergência e Segurança; Acesso Remoto; Saúde do Veículo; Comportamento de Direção; e Navegação. Na matriz de Emergência e Segurança, especificamente, o motorista conta com o resguardo das soluções Resposta Automática de Acidentes, que monitora o veículo, mesmo quando guiado por terceiros, e auxilia automaticamente o usuário em casos de acidente; e Road Service, assistência gratuita e 24 horas, que atende ao motorista em todo o Brasil e também em Argentina, Uruguai e Paraguai.

“O Onix é o carro mais vendido do mercado brasileiro há quatro anos e o dado mais recente divulgado pela Fenabrave, de novembro, mostra que o veículo registrou um volume cerca de 114% superior em vendas, em relação ao segundo colocado no período”, afirma Fábio Leme, Vice-Presidente Técnico da HDI Seguros. “Para atender de forma satisfatória esse contingente, potencializamos o custo-benefício do produto, disponibilizando aos motoristas a inteligência matemática por trás da solução”, explica o executivo.

Os seguros da HDI podem ser pagos por boleto bancário ou cartões de débito e crédito, com a flexibilidade de parcelamento em até 10 vezes.

Rede de Convênios GBOEX oferece várias opções para celebrar o Natal 601

Rede de Convênios GBOEX oferece várias opções para celebrar o Natal

Descontos em parceiros podem chegar até a 40%

Divulgação
Divulgação

O clima de Natal já está tomando conta. É um momento de confraternização, de carinho e felicidade, quando muitos gostam de presentear a família e os amigos. Para essa data tão celebrada, a Rede de Convênios do GBOEX ajuda seus associados, oferecendo várias opções de parceiros com descontos de até 40% e outras promoções. Entre os conveniados, estão lojas virtuais e físicas, para quem busca lembranças de Natal para adultos e crianças, como roupas, acessórios, brinquedos, artigos para o lar, entre outros, bem como agências, hospedagem e opções de lazer, para quem vai curtir o feriado.

Tudo fica mais fácil com os parceiros da Rede de Convênios: para quem vai viajar, a Movida oferece 10% na locação de automóveis; para as melhores surpresas de Natal, a Netshoes oferece 15% de desconto em compras; Electrolux com até 40% de desconto; Centauro com 17% de desconto e Ricardo Eletro com até 10% de desconto. Para quem busca uma opção diferente, as cestas comemorativas também são uma ótima opção para a data, que podem ser encontradas em parceiros como a Cestas Micheli, Don Benito e Giuliana Flores, com desconto de até 15%. E para encantar os pequenos, o associado conta com a BRINQUEDOS ESTRELA que oferece 20% de desconto na loja online e com a MPM SHOP, com 15% nas compras feitas pelo site.

A lista completa de conveniados pode ser acessada no site da Rede de Convênios ou por meio do aplicativo oficial do programa, disponível para smartphones com sistema Android e iOS.

Para mais informações, entre em contato pelos e-mails convenios@gboex.com.br e rede_convenios@gboex.com.br, ou pelos telefones (51) 3215.8091 / 3215.8092.

GBOEX – Quando você tem tudo fica bem.

Affinity Seguro Viagem fará treinamento gratuito em São Paulo 791

Affinity Seguro Viagem fará treinamento gratuito em São Paulo

Capacitação acontece nesta quarta, dia 11, no auditório da empresa na capital paulista

Nesta quarta-feira, dia 11 de dezembro, a Affinity Seguro Viagem vai realizar o último treinamento de 2019 voltado aos corretores de seguro de São Paulo. A empresa vai abordar as novidades lançadas nos últimos meses, incluindo a prorrogação da Black Friday até 31 de janeiro e a campanha Show de Prêmios, que vai sortear um total de R$ 200 mil a agentes e corretores ao longo de 2020.

“O principal objetivo destes encontros, além de estreitar o relacionamento, é criar a possibilidade de informar e detalhar as novidades, expondo todos os benefícios de vender os diversos planos de seguro viagem que a empresa oferece, apresentando suas mais variadas ferramentas, possibilitando o corretor de seguro cotar, comparar e emitir a apólice totalmente online. Todos os corretores que participarem do nosso treinamento ganharão um link de compras para divulgar seu trabalho nas mídias sociais”, explica a gerente do Canal Corretor, Elisandra Morel.

O executivo de contas exclusivo para o atendimento ao “Canal Corretor”, Egídio Verza, será responsável por conduzir a apresentação. A capacitação contará ainda com a presença de Luiz Henrique Miranda, sócio da AmiGO! Comunicação Integrada, que vai abordar o tema “Como gerar vendas nas redes sociais”, assunto que, na visão de Elisandra, é de extrema importância nos dias atuais.

“Contrariando o que diz o mercado, estar nas mídias sociais é a melhor forma de ser visto e, consequentemente, ser lembrado. As vendas online causam muita discussão, sejam elas de seguro viagem ou de qualquer outro produto. Poucos profissionais gostam e veem positivamente esta prática. É preciso ter em mente que as redes sociais podem servir como mecanismo para deixar o trabalho do consultor de vendas ainda mais evidente. Este profissional vai se destacar no seu meio justamente por encontrar a solução para os problemas de seus clientes, oferecendo muito mais do que produtos e serviços, mas um atendimento personalizado de acordo com o perfil de cada um. O Consultor não vende preço, ele vende valor”, define a executiva.

Somente neste ano o Canal Corretor da Affinity capacitou mais de 2 mil profissionais e cresceu cerca de 60%, superando metas estabelecidas pela equipe. “Sabemos que divulgar e ser um profundo conhecedor dos seus produtos ainda são as melhores formas de vender mais e ter sucesso nos negócios”, avalia Morel.

O evento acontece no auditório da Affinity na capital paulista. Para participar o corretor de seguro deverá entrar em contato através do e-mail ou ligar para (11) 974968847.

Serviço:

Encontro Affinity Seguro Viagem – Canal Corretor
Quando: dia 11 de dezembro
Onde: Auditório Affinity Seguro | Avenida São Luis, 170 – Centro – SP
Horário: Início às 10:00 e término às 12:30 horas

Saiba trabalhar no crescimento da sua marca para 2020 873

Saiba trabalhar no crescimento da sua marca para 2020

Expectativa de crescimento de 2,4% para o próximo ano deve movimentar a economia

Mesmo em um cenário de crise, o Brasil registrou um crescimento no número de empresas. Em 2018, o país fechou com 2,5 milhões de novos empreendimentos formalizados, a maior alta registrada desde 2010.

Para o ano de 2020, espera-se um crescimento de 2,4%, que ajudará na movimentação da economia.

No entanto, mesmo com perspectivas favoráveis, o sucesso das empresas depende de inúmeros fatores, que irão influenciar diretamente na sobrevivência dos empreendimentos no mercado. De cada 4 novos negócios abertos, 1 fecha antes de completar 2 anos.

Um dos maiores desafios enfrentados pelos novos empreendedores e pelo empresariado é a dificuldade no planejamento estratégico, principalmente no setor de marketing. 

Por essa razão, separamos algumas dicas para trabalhar o crescimento das marcas no ano de 2020, que podem ser usadas para um pequeno projeto de livraria, até para grandes empreendimentos.

3 Dicas para trabalhar com o planejamento estratégico em marketing

O planejamento estratégico, também conhecido como “Plano de Negócios”, é um documento não obrigatório, mas extremamente importante para empresas que desejam alcançar sucesso, reconhecimento e ter prevalência no mercado. 

Com ele, é possível nortear os objetivos do seu negócio, metas e organizar melhor as ideias, para avaliar riscos financeiros, administrativos e de gestão.

O planejamento estratégico integra os diferentes setores da empresa, incluindo o RH, a contabilidade, a produção e o marketing. 

Mais ainda, para o crescimento de uma marca, é fundamental ter foco em divulgação, compreendendo as características do mercado, o público-alvo e organizando campanhas de fortalecimento da empresa.

Pensando nisso, separamos algumas dicas que podem ajudar no crescimento da sua marca para 2020, com destaque para o planejamento estratégico em marketing.

1. Esteja presente no mundo digital

Hoje em dia, é difícil pensar a vida sem internet. Procuramos praticamente tudo online e conseguimos uma grande quantidade de informações.

As empresas, portanto, não podem ficar de fora da nova realidade de mercado, que integra o real e o virtual.

Só no Brasil, temos 132 milhões de usuários ativos no Facebook mensalmente, como divulgado pela própria plataforma. No Instagram, 85% das pessoas usam o aplicativo para conhecer novos produtos/serviços. 

O Messenger tem mais de 20 bilhões de mensagens trocadas entre empresas e usuários, perdendo apenas para o Whatsapp, com 102 milhões de mensagens corporativas.

Diante disso, o planejamento estratégico em marketing para 2020 exige a presença no mundo digital. 

Imagine o caso de um fornecedor de grama que possui uma pequena loja no centro da cidade. 

Mesmo com uma cartela de clientes fixos, ele pode alcançar mais pessoas se divulgar seu negócio online, ou até mesmo ampliar o fornecimento de produtos, atendendo em outras localidades.

A internet não impõe barreiras geográficas e isso contribui para o aumento da lucratividade das empresas. 

Além disso, as pessoas começam a conhecer mais sobre o seu produto/serviço, pois procuram por ele na internet, obtendo informações relevantes e compreendendo mais sobre os valores da marca.

2. Produza conteúdo de qualidade

Essa dica está diretamente ligada à presença no mundo digital. Devido à grande quantidade de informações disponíveis online, a sua empresa deve se destacar da concorrência ao oferecer um conteúdo relevante e de qualidade.

Por conta disso, é importante fornecer dados concretos aos usuários, bem como resoluções assertivas e objetivas para que o público conheça o seu produto/serviço.

Por exemplo, ao buscar por limpeza de couro automotivo na internet, o usuário não deseja se deparar logo de cara com um anúncio ou uma publicidade com ofertas, preços e um discurso sensacionalista. 

Ao contrário, ele quer informações sobre como realizar essa higienização, quais produtos usar e os principais cuidados.

No cenário descrito acima, uma empresa especializada em limpeza de estofados automotivos pode valer-se dessas informações e fornecê-las aos usuários.

Depois, ela poderá destacar os diferenciais do serviço e o porquê os leitores ganham ao contratar um profissional.

Além de captar a atenção de mais pessoas, a produção de conteúdo relevante ajuda na autoridade da sua marca e, como consequência, a empresa ganha reconhecimento.

Portanto, o planejamento estratégico de marketing deve conter especificações objetivas sobre o tipo de conteúdo a ser produzido, as principais plataformas de divulgação e como será a elaboração das campanhas publicitárias voltadas à internet.

3. Analise as métricas e dados das campanhas

O planejamento estratégico não é imutável. Ele pode sofrer alterações, inclusive é recomendado que as empresas façam mudanças e inovações, quando necessário. No marketing, não é diferente.

As plataformas digitais são ótimas fontes para se obter dados das campanhas publicitárias online, sendo possível avaliar quais estratégias foram positivas ou negativas. 

Por exemplo, uma empresa de reforma comercial pode conseguir mais clientes se investir em blogs, ao invés de redes sociais. Essa informação é crucial para nortear o planejamento estratégico e elaborar novos projetos para crescimento da marca.

Na análise de dados e métricas no marketing, é importante:

  • Verificar quais campanhas foram mais efetivas;
  • Verificar quais as plataformas mais usadas pelos clientes;
  • Analisar o tráfego e quantidade de visitantes no site;
  • Perceber a porcentagem de clientes oriundos da internet.

A partir disso, a empresa pode definir melhor quem são os seus clientes ideais e, com isso, elaborar um planejamento estratégico personalizado, mais assertivo e direcionado.

Na prática, podemos exemplificar com uma franquia de limpeza de mármore branco, que tem como principais clientes as pessoas das classes A e B.

Ao elaborar um planejamento estratégico em marketing, a empresa deverá levar em consideração as especificações da classe A e B e, desse modo, produzir um conteúdo segmentado, com uma linguagem voltada para essas pessoas. 

As chances de conversão de clientes é muito maior em comparação com outras empresas que não possuem um público-alvo definido (é aquela história, quando se quer atingir todo mundo, acaba não atingindo ninguém!).

Por essa razão, é fundamental analisar periodicamente os resultados das campanhas, pois a empresa poderá visualizar na prática quais ações têm sucesso.

O crescimento da marca também depende da integração dos setores

Não adianta nada ter um projeto em marketing se a empresa também não definir seus objetivos, metas e limites para os colaboradores. 

O planejamento estratégico também orienta as diretrizes do seu negócio, sendo importante para a criação de uma cultura organizacional e para o sucesso do empreendimento.

Por exemplo, uma empresa de instalação de elevadores residenciais tem um objetivo bem definido: oferecer equipamentos somente para casas, sem atender indústrias ou comércios. 

Sendo assim, o planejamento estratégico deve descrever com clareza a atividade principal, para que todos os setores ofereçam o serviço com direcionamento.

Ademais, todos os setores da empresa precisam conhecer os objetivos, metas e valores para uma integração completa dos departamentos. 

Um negócio bem organizado consegue aumentar a produtividade, otimizar processos, ter uma comunicação clara e eficiente, além de melhorar os lucros, afetando diretamente no crescimento da marca.

Para estimular essa cultura organizacional, o planejamento estratégico deve conter algumas premissas, como:

Definição de lideranças

Os líderes são os principais responsáveis pela manutenção de um clima agradável no ambiente de trabalho, bem como pela transmissão de valores e dos objetivos da empresa. 

Portanto, eles devem compreender todo o planejamento estratégico e abrir as portas para um diálogo efetivo com os colaboradores.

Imagine que um negócio especializado no conserto de gerador de energia está apresentando uma queda no lucro nos últimos três meses. 

O líder deve avaliar as estratégias utilizadas em cada um dos setores e, assim, identificar possíveis falhas que contribuíram para os resultados negativos.

Ou seja, a definição de lideranças é uma maneira assertiva de gestão. Por isso, muitas empresas estão apostando em líderes, em um organograma menos engessado e na comunicação aberta.

Estabelecimento de metas reais

Ter ambição não é uma falha no mundo corporativo. É necessário ter perspectivas para o futuro, pois elas contribuem para aumentar a dedicação e o empenho nos negócios. 

Contudo, ao estabelecer metas no planejamento estratégico é preciso não fugir da realidade, identificando os cenários favoráveis e desfavoráveis, bem como as ações possíveis de execução.

Por exemplo, uma empresa de sonorização de ambientes fechados tem como meta ampliar sua atuação no mercado, oferecendo outros sistemas de automação residencial (iluminação, controle de temperatura, entre outros). 

Contudo, para isso, o empreendimento deverá investir uma grande quantidade de capital, para aquisição das tecnologias.

Se o investimento for em dólar e o preço de conversão estiver muito alto, a empresa pode sofrer as consequências e, com isso, ter uma lucratividade negativa. 

Por isso, o planejamento estratégico deve estabelecer metas reais, em conformidade com o mercado, a economia e a própria condição da empresa.

O estabelecimento de metas cumpríveis também é uma maneira de estimular o trabalho dos colaboradores, que se sentem mais empenhados quando alcançam bons resultados.

Vale lembrar que o planejamento estratégico pode ser modificado e, assim, ao atingir uma meta, a empresa pode pensar em novos propósitos.

*Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.