Como as emoções afetam nossas escolhas alimentares? 306

Como as emoções afetam nossas escolhas alimentares?

Terapeuta do Emagrecimento fala sobre o tema e dá dicas para comermos com mais consciência

Você sabia que a sua alimentação pode estar sendo afetada pelos seus sentimentos? E que, talvez, esses sentimentos – estresse, ansiedade, depressão – estejam dificultando hábitos mais saudáveis e até a perda de peso? Segundo a psicóloga clínica, especialista em saúde focada em emagrecimento, nutrição emocional e comportamental, Dra. Daiana Peixé, nossas emoções afetam nossas escolhas porque o ser humano é guiado por duas forças: a busca pelo prazer e o medo da dor.

A consequência disso, é nossa tendência em optar por alimentos que estejam associados ao prazer, ao afeto, alimentos que preencham aquela determinada necessidade emocional, e se não estivermos atentos, isso pode causar não só o ganho de peso como também outros problemas relacionados a má alimentação.  “É por isso que as nossas emoções afetam tanto as nossas escolhas, inclusive alimentares. Se não estamos bem emocionalmente, automaticamente vamos buscar alternativas que ajudem a melhorar aquela situação, e na grande maioria das vezes a opção escolhida é por um prazer imediato, que não é tão saudável”, avalia a terapeuta.

Vamos usar aqui o seguinte exemplo: Você chega em casa após um dia cansativo de trabalho e pede uma pizza. Automaticamente, seu cérebro associa esse ato a algo bom, como uma “recompensa”, sendo assim, da próxima vez que você chegar em casa cansado, sua mente pedirá automaticamente por aquela recompensa. De acordo com a Dra. Daiana, são essas escolhas emocionais que acabam fazendo com que a pessoa entre em um ciclo vicioso de dopamina e serotonina, atrelando imediatamente aquele alimento ao prazer. “Isto acontece porque quando pensamos em determinado alimento, seja ele doce ou fritura (nossas escolhas mais comuns), temos uma descarga da dopamina, que é o prazer imediato, seguido de uma descarga de serotonina, que é o prazer de recompensa”, explica.

E por que o nosso cérebro entende isso como “recompensa”? Simples. Ao escolher a pizza, para compensar – mesmo que inconscientemente – a dor e o cansaço, e ainda ter o prazer imediato ao saborear, você acaba criando um hábito. Ou seja, automaticamente o seu cérebro vai atrelar a pizza a uma “recompensa” quando seus dias forem cansativos. Isso serve para explicar aquele seu desejo enorme por alimentos ricos em açúcar e fritura. “É por causa desse ciclo de recompensa que as pessoas criam hábitos de comer um doce após o almoço, um chocolate quando se sentem tristes, uma coxinha para aliviar o estresse. É graças a este “prazer” que o nosso cérebro cria uma imagem e associa aquilo a algo bom. O grande problema, ocorre quando temos a queda da dopamina, pois, esse ciclo inicia novamente, tornando algo incontrolável”, complementa.

Se você está com tal problema, a primeira coisa a ser feita para melhorar este cenário, é identificar a situação pela qual você está buscando aquele alimento, se é por necessidade física ou se é emocional. Isto feito, é preciso desenvolver novos hábitos, os quais vão ter o mesmo efeito de prazer causado pelo ciclo de dopamina e serotonina. Caso você venha a ter muita dificuldade, o aconselhado é procurar ajuda de um especialista.  “É importante ter consciência quando você sente fome, parar e se perguntar se você está realmente sentindo aquilo. Se a resposta for sim, tente analisar se é uma fome “física”, que precisa ser saciada para nutrir o seu corpo, ou se é fome “emocional”, aquela que você nutre a sua alma. Nem sempre é fácil ter essa consciência, muitas vezes precisamos de ajuda, e o ideal é sempre procurar um especialista para te orientar”, finaliza Daiana.

8 passos para você criar novos hábitos alimentares

  1. Decida qual ciclo você prefere seguir: o do prazer da comida ou da vida saudável;
  2. Tenha consciência sobre sua fome emocional; avalie o ato, mostrando os ganhos imediatos e secundários de cada decisão;
  3. Faça substituições saudáveis.
  4. Aprenda a mudar sua relação com o alimento que o fez entrar nesse ciclo.
  5. Ria! Rir ajuda a aumentar os níveis de dopamina. Veja filmes de comedia, se divirta mais.
  6. Treine sua consciência alimentar.
  7. Visualize sempre as recompensas imediatas e tardias de suas escolhas.
  8. Se não estiver conseguindo, procure ajuda.

Para mais informações sobre a profissional acesse este site ou a página oficial no Instagram.

OdontoPrev realiza plantio de árvores em parque de Carapicuíba 420

OdontoPrev realiza plantio de árvores em parque de Carapicuíba

Dia da Árvore, em 21 de setembro, terá evento especial e plantio de mudas no Parque Gabriel Chucre

Neste Dia da Árvore (21 de setembro), o Parque Gabriel Chucre, em Carapicuíba (SP), vai ficar mais arborizado! A OdontoPrev, que tem sua sede na região, em parceria com a Secretaria Estadual do Meio Ambiente, vai promover um evento para o plantio de mudas de árvores de mais de dois metros de altura.

A escolha das mudas já crescidas foi feita junto a uma consultoria especializada, para que a plantação seja bem sucedida. “Escolhemos essa praça porque hoje ela tem poucas árvores e, talvez por isso, atraia poucos frequentadores. Nosso trabalho só começa agora, pois, ao longo do próximo ano, faremos a manutenção para que as mudas cresçam e se tornem lindas árvores”, explica Camila Von Muller, superintendente de Estratégia Digital e Marketing da OdontoPrev.

O evento de plantio é destinado aos colaboradores da empresa, seus familiares e moradores do entorno do parque. Além de acompanhar o plantio das mudas, os participantes poderão tirar fotos em frente a um jardim vertical com vasos que poderão ser levados para casa, assistir à apresentação da Orquestra Sinfônica da Legião da Boa Vontade (LBV), instituição social apoiada pela OdontoPrev, e aproveitar o Espaço Kids e Espaço Pet.

A OdontoPrev promove ações de sustentabilidade há mais de 30 anos e já ultrapassou em 20% a meta de compensação das emissões de carbono de sua operação nos últimos 10 anos.

Serviço:

Data: 21 de setembro (sábado)
Horário: 8h às 13h
Local: Parque Gabriel Chucre
Endereço: Av. Consolação, 505 – Vila Gustavo Correia, Carapicuíba (SP)
Entrada gratuita

Icatu Seguros: entre as melhores empresas em Satisfação dos Clientes do Brasil 1143

Icatu Seguros: entre as melhores empresas em Satisfação dos Clientes do Brasil

Ranking avaliou mais de seis mil empresas nos mais diversos segmentos

Especialista em pessoas, a Icatu Seguros está pela 3° vez entre as 100 melhores empresas do Brasil em Satisfação dos Clientes. Elaborado pelo Instituto MESC, o ranking avaliou mais de seis mil empresas nos mais diversos segmentos, a partir da opinião de mais de 250 mil clientes.

Para a gerente de Relacionamento da Icatu, Geovana Ramalho, o resultado mostra que a companhia está no caminho certo atuando em projetos para aprimorar a jornada do cliente. “Somos uma seguradora de pessoas e o cliente é o foco central do nosso negócio. Estamos cada vez mais coletando, analisando e agindo com prontidão nos feedbacks dos clientes, capturados em toda jornada de relacionamento que possui conosco. A ampliação de canais digitais para melhor prover conveniência aos nossos clientes também tem sido uma de nossas prioridades”, explica.

Há outro detalhe especial que contribui para este resultado: a Icatu Seguros também foi escolhida pelo quinto ano consecutivo como uma das melhores empresas para trabalhar no Brasil, no ranking Great Place to Work. “Queremos dar a melhor experiência para os clientes e o bom ambiente de trabalho e o clima organizacional são essenciais para essa entrega”, avalia Geovana.

Critérios

O Ranking das Melhores Empresas em Satisfação do Cliente do Instituto MESC avalia seis mil empresas em 42 segmentos de mercado. A pesquisa utiliza a metodologia do Pentagrama da Satisfação do Cliente, que apresenta confiança estatística de 98%. Os entrevistados foram questionados sobre Valor, Atendimento e Execução dos produtos e serviços que compraram ou utilizaram nos últimos 12 meses. Além da pesquisa quantitativa, o Instituto MESC realizou um “cliente oculto” nos canais de atendimento da Icatu. Solução do problema, qualidade das informações passadas e sensibilidade do atendente foram pontos avaliados.

Dia do Cliente

Além do trabalho desenvolvido pelos Canais de Relacionamento, a Icatu aposta em iniciativas que reforçam os propósitos da marca e sua preocupação em oferecer conteúdos que inspirem as pessoas sonhar e construir um futuro melhor para si e sua família. Este ano, para celebrar o Dia do Cliente, a seguradora criou duas playlists especiais no Spotify, uma delas com a curadoria da gravadora Biscoito Fino, no ar desde 15 de setembro.

O canal terá conteúdo musical que representa a essência e a “brasilidade” da companhia, legitimada pela sua cultura de investimento na música nacional. Valores como liberdade, parceria e proteção foram o ponto de partida para a criação da programação do projeto, que representa as cinco regiões do Brasil, seus gêneros e estilos musicais. Basta acessar o perfil Icatu diretamente no Spotify.

SulAmérica é uma das vencedoras do Gaivota de Ouro 2019 393

SulAmérica é uma das vencedoras do Gaivota de Ouro 2019

Companhia foi destaque na categoria “Excelência Melhor Resultado na Carteira de Seguro Condomínio”

A SulAmérica é a vencedora do prêmio Gaivota de Ouro 2019, promovido pela Revista Seguro Total, na categoria “Excelência Melhor Resultado na Carteira de Seguro Condomínio”. Essa é mais uma importante recompensa para a galeria de prêmios da seguradora, que venceu, em diferentes segmentos, nos anos de 2012, 2016, 2017 e 2018.

A SulAmérica atribui a conquista à qualidade dos serviços em Condomínio e ao empenho e dedicação dos colaboradores e corretores de seguros, que se refletiram na satisfação dos clientes e, consequentemente, no reconhecimento que a companhia recebe do mercado.

Nicolas Keter e Viola Chemos vencem a etapa do Rio de Janeiro do Circuito da Longevidade 543

Nicolas Keter e Viola Chemos vencem a etapa do Rio do Circuito da Longevidade

Com a iniciativa, a Bradesco Seguros registra mais de R$ 3,6 milhões repassados a entidades desde que o Circuito da Longevidade foi criado

Cerca de seis mil atletas profissionais e amadores lotaram um dos principais cartões postais brasileiros, a Praia de Copacabana (RJ), na manhã de domingo (15) com a participação nas provas de corrida (6km) e caminhada (3km). Esse é o décimo primeiro ano consecutivo que os cariocas recebem uma temporada do Circuito da Longevidade, patrocinado pelo Grupo Bradesco Seguros.

A atleta de Uganda Viola Chemos foi a grande campeã da prova feminina, com o tempo de 19’52’’. Já entre os homens, o queniano Nicolas Keter subiu no lugar mais alto do pódio, com o tempo de 16’37’’. Os atletas Bradesco Seguros também conseguiram posições de destaque na etapa carioca: Damião Souza e Leandro Prates terminaram na quarta e quinta posições, respectivamente, com os tempos de 17’27’’ e 17’46’’.

Muitos atletas amadores também marcaram presença no Circuito da Longevidade com mais de mil pessoas participantes com mais de 50 anos de idade. Após a corrida de seis quilômetros, foi a vez de o grupo da caminhada suar a camisa, com participantes de diferentes idades vindos de diversas cidades do Brasil. Desde crianças em seu primeiro ano de vida a mais de cem atletas que já passaram dos 70 anos.

Durante o evento, foram oferecidos teste da pisada, avaliação física, massagem e aulões de dança. Por meio de um equipamento de última geração, os interessados tiveram acesso a uma série de dados sobre sua condição física e receberam orientações de profissionais especializados para potencializar o treino e ganhar mais qualidade de vida.

Já no teste da pisada, os participantes foram orientados a utilizar o tênis mais adequado ao seu passo. Todas as etapas do Circuito da Longevidade contam, também, com um bicicletário especial do “Movimento Conviva”, uma iniciativa do Grupo Bradesco Seguros para incentivar a convivência harmoniosa entre ciclistas, motoristas, motociclistas e pedestres.

Esporte com responsabilidade social

Toda a renda obtida com as inscrições é destinada a uma entidade de cunho assistencial indicada pela Prefeitura da cidade. A ação se repete em todas as cidades por onde o Circuito da Longevidade é realizado. Desde que foi criado, mais de R$ 3,6 milhões já foram distribuídos.

A próxima edição do evento já tem data marcada: 27 de outubro em Porto Alegre (RS). As inscrições poderão ser feitas em breve, pelo site Viva Longevidade. Criado em 2007, o projeto incentiva a pratica da atividade física a partir de corridas (6km) e caminhadas (3km), na prova diferentes gerações se encontram em busca dos mesmos objetivos: saúde e convívio social por meio do esporte. A expectativa é reunir mais de 40 mil pessoas na temporada 2018/2019.

Longevos homenageados no palco

Os mais longevos da corrida e da caminhada receberam troféus e homenagens no palco. Ari Velasques, de 95 anos, foi o participante mais longevo da etapa do Rio de Janeiro. Lucio Diniz, velho conhecido do Circuito, também esteve presente e está prestes a completar o marco de 800 corridas pelo Brasil. Só pela Bradesco Seguros, o atleta já correu mais de 90 vezes. Este mineiro, de 76 anos – que começou a correr após se aposentar, aos 55 – bancava do próprio bolso para correr em cidades como Ribeirão Preto até tornar-se, há 10 anos, um dos personagens mais populares do Circuito da Longevidade.

Resultado da Prova

Divulgação
Divulgação

Susep emite parecer jurídico sobre contratação direta de produtos de seguros 596

Susep emite parecer jurídico sobre contratação direta de produtos de seguros

Em carta-circular, a autarquia esclarece que, na venda de seguros por meio de bilhete, a comissão é opcional

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) enviou, nesta segunda-feira (16), ao mercado segurador, uma carta-circular esclarecendo a possibilidade de contratação direta de produtos de seguros via bilhete.

De acordo com parecer jurídico da Procuradoria Federal junto à Susep, em casos de contratação direta de seguros, o recolhimento de comissão é opcional. O parecer foi demandando à Procuradoria em virtude da norma de sandbox, que deverá ser colocada em consulta pública ainda este mês. O entendimento da Susep está em linha com os artigos 18 e 19 da Lei nº 4.594/64

O diretor da Susep Rafael Scherre explica que a ação da autarquia objetiva trazer segurança jurídica para o mercado e, consequentemente, ampliar a concorrência e a oferta de produtos de seguros aos consumidores. “A Susep está atenta aos processos de inovação tecnológica, o que implica diretamente em novas formas de contratação de seguros. Esse é mais um instrumento que visa o desenvolvimento do mercado, buscando oferecer opções e baratear o custo final dos produtos aos consumidores”, argumenta.

Segundo relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Brasil figura entre os países com a maior relação comissão/prêmio do mundo, com 9,77%, enquanto a Dinamarca é o país com a menor relação, com 0,9%. Os Estados Unidos registram 4,8%.

Os dados também apontam que o percentual de comissão em relação ao prêmio no Brasil sobe para 19,80% se for desconsiderado o VGBL, conforme demonstra o gráfico abaixo.

Com essa medida, espera-se que o preço do seguro ao consumidor final seja reduzido e que a base de pessoas seguradas no País aumente.

Divulgação
Divulgação

Confira a carta-circular na integra.