Descubra como migrar da loja física para o e-commerce 1435

Descubra como migrar da loja física para o e-commerce

Confira artigo de Rafael Reolon, diretor de expansão da SetaDigital

É possível listar boas razões para iniciar um projeto de e-commerce. Há quem diga, por exemplo, que toda a estrutura de uma loja, da vitrine ao escritório, passa a funcionar dentro de um computador, e que milhares de clientes estão online. Isso nos leva a imaginar que eles aguardam ansiosamente a publicação de uma nova loja virtual para devorarem os estoques, não é mesmo?

Entretanto, não é tão simples assim obter sucesso neste meio. Para guiar o plano de sucesso da sua loja, vamos navegar no encantador varejo digital, que estimula as marcas a se reinventarem, por meio de uma importante pergunta: estou preparado para abrir uma filial com um modelo de negócio diferente e desafiador?

Inaugurar um comércio eletrônico, apesar de parecido com um físico, envolve um modelo de negócio distinto. Isso porque o planejamento elenca outros requisitos, a inauguração envolve novas decisões, a demanda por tecnologias tende a aumentar, os investimentos têm outras finalidades e o processo de venda é completamente diferente. Em resumo: pessoas, processos e tecnologias de um e-commerce divergem da operação de uma loja física.

A venda, em um comércio eletrônico, inicia em um catálogo de produtos bem organizado, que depende das descrições ricas de informação, chega ao carrinho de compras, passa pela aprovação do pagamento, separação da mercadoria, expedição do pedido e, finalmente, chega ao consumidor. Esse processo leva alguns dias, o que significa que o espaço de tempo para se relacionar com os clientes é maior no e-commerce.

É tudo muito desafiador, mas para se sobressair neste meio, existem alguns crucias primeiros passos. Primeiro, é necessário entender os seus diferenciais e, para isso, listar os pontos fortes da sua loja física, como o atendimento de qualidade, uma vitrine atraente, agilidade no processo de compra, novidades e produtos exclusivos, entre outros.

Listados? Então, vamos para o próximo passo, que é projetar a aplicação destes atributos no seu comércio eletrônico:

  • Atendimento de qualidade: mantenha este requisito no e-commerce e, para isso, explique todos os detalhes dos produtos que estiver oferecendo e, também, envie para o seu cliente, via e-mail ou mensagem de texto, o acompanhamento do seu pedido e, assim, abra um canal para que ele possa se comunicar. Um processo que humaniza e aproxima o consumidor;
  • Loja bonita e vitrine atraente: invista nos recursos visuais do seu site, no design, bem como nas facilidades para torná-lo atrativo e proporcionar uma boa experiência de consumo ao seu cliente. Aposte, também, nos anúncios;
  • Agilidade na compra: proporcione uma experiência rápida e assertiva. E, o mais importante, jogue limpo com o consumidor, sendo claro sobre o processo de entrega em seu e-commerce e os dias que demorarão para que o produto chegue em determinada localidade. Isso evita alguns descontentamentos por parte dos clientes;
  • Novidades e produtos exclusivos: atualize, imediatamente, a sua loja eletrônica com as mercadorias novas que chegaram na física e organize alguns descontos apenas para as compras realizadas no e-commerce, isso estimula o tráfego dos consumidores.

Analisando estes passos, você concluirá que no âmbito do varejo digital, os conceitos estão interligados e o elo é a tecnologia. Portanto, para garantir a produtividade da sua loja virtual e eliminar retrabalhos, é muito importante possuir um sistema de gerenciamento que se comunique com a plataforma de e-commerce. O objetivo é automatizar uma série de rotinas e processos que, sem a conexão das informações, precisariam ser feitos de forma manual. Pronto, agora, você está mais preparado para se desafiar no mundo do e-commerce!

*Rafael Reolon é diretor de expansão da SetaDigital, companhia de Tecnologia da Informação especializada no setor calçadista.

Previsul Seguradora realiza Encontro Comercial com equipe de todo Brasil 1058

Previsul Seguradora realiza Encontro Comercial com equipe de todo Brasil

Objetivo do evento foi capacitar e motivar equipe para construírem, juntos, os resultados do próximo ano

Para celebrar as conquistas de 2019 e preparar a equipe para o ano de 2020, a Previsul realizou, na última semana, o Encontro Comercial. Durante quatro dias, mais de 50 colaboradores de todo o Brasil participaram de uma série de palestras e workshops de autoconhecimento, inovação e tecnologia. Com o tema “Nós Construímos Juntos 2020”, o encontro teve como base o Excelência, programa criado para gerar maior alinhamento e impulsionar a equipe rumo à evolução dos objetivos comerciais, visando atingir resultados sólidos e contínuos.

Segundo a diretora de Negócios e Marketing, Andréia Araújo, a Previsul é uma empresa focada em inovação. “Estamos acompanhando as mudanças do mercado e colocando os insights em prática. Mas, para obtermos os resultados, precisamos de uma equipe forte, unida e preparada. Entendemos que isso só é possível aliando capacitação de habilidades pessoais e treinamento técnico de produtos e ferramentas. Por isso, durante todo o ano trabalhamos lado o técnico por meio de webnarios e, neste encontro, focamos no comportamento pessoal”, diz, citando a dinâmica dos casulos, realizada durante o encontro. Nesta atividade, os colaboradores vivenciaram workshops sobre autoconhecimento, experimentação (inovação) e tecnologia. “Esses workshops são importantíssimos para desenvolver as habilidades da equipe comercial. Nós somos pessoas que atendem pessoas. Precisamos desenvolver nossas habilidades humanas para entregar um melhor resultado”, destaca Andréia.

Andréia Araújo é diretora de Negócios e Marketing da Previsul Seguradora / Divulgação
Andréia Araújo é diretora de Negócios e Marketing da Previsul Seguradora / Divulgação

Outros destaques do encontro foram a palestra de vendas e motivação com Gabriel Machado, e a de engajamento e estímulo para a equipe com Marcio Libar.

Na quinta-feira (5), a Previsul realizou sua tradicional festa de encerramento com todos os colaboradores para comemorar as conquistas do ano. Com o tema “Fazendo o futuro acontecer”, a festa teve show de dupla sertaneja e uma pista de dança com show de luzes. Os colaboradores que completaram aniversário de empresa também foram homenageados.

Com 113 anos de atuação, a Previsul Seguradora é referência em seguro de pessoas no Brasil. Está presente em 12 estados brasileiros, com aproximadamente 30 pontos de atendimento em todo o país, que oferecem todo o suporte para o corretor, principal parceiro da Previsul.

Em parceria com a Chevrolet, HDI oferece desconto no seguro dos novos Onix 870

Fábio Leme é Vice-Presidente Técnico da HDI Seguros / Divulgação

Benefício para assinantes da tecnologia OnStar vai até o dia 31 de dezembro

A HDI Seguros, 5ª maior seguradora do segmento automotivo, está oferecendo um desconto exclusivo no seguro automotivo aos novos modelos do Onix, recém-lançados pela Chevrolet. O benefício abrange ambas as versões Hatch e Sedan (Plus e Plus Black) dos veículos, que contam com novas funcionalidades da tecnologia OnStar, que proporcionam maior segurança e uma melhor experiência de uso dos carros, tanto em movimento, quanto parados.

O benefício é válido até o dia 31 de dezembro e estão contemplados os seguintes produtos do portfólio da seguradora para o ramo automotivo: HDI Auto Perfil, HDI Fit, HDI Flex e Auto Funcional. As coberturas dos produtos protegem o veículo em sinistros que envolvem colisão, incêndio, roubo e furto, tendo como principal característica a possibilidade de adequá-las ao estilo de vida do segurado.

A atual versão da tecnologia OnStar, que equipa os novos Onix oferece funcionalidades em cinco pilares: Emergência e Segurança; Acesso Remoto; Saúde do Veículo; Comportamento de Direção; e Navegação. Na matriz de Emergência e Segurança, especificamente, o motorista conta com o resguardo das soluções Resposta Automática de Acidentes, que monitora o veículo, mesmo quando guiado por terceiros, e auxilia automaticamente o usuário em casos de acidente; e Road Service, assistência gratuita e 24 horas, que atende ao motorista em todo o Brasil e também em Argentina, Uruguai e Paraguai.

“O Onix é o carro mais vendido do mercado brasileiro há quatro anos e o dado mais recente divulgado pela Fenabrave, de novembro, mostra que o veículo registrou um volume cerca de 114% superior em vendas, em relação ao segundo colocado no período”, afirma Fábio Leme, Vice-Presidente Técnico da HDI Seguros. “Para atender de forma satisfatória esse contingente, potencializamos o custo-benefício do produto, disponibilizando aos motoristas a inteligência matemática por trás da solução”, explica o executivo.

Os seguros da HDI podem ser pagos por boleto bancário ou cartões de débito e crédito, com a flexibilidade de parcelamento em até 10 vezes.

Copom deve fazer novo corte na taxa de juros no início de 2020 521

Copom deve fazer novo corte na taxa de juros no início de 2020

Confira análise do economista-chefe da Porto Seguro Investimentos, José Pena

O Banco Central (BC) inicia hoje (10), a última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) de 2019 e a nossa expectativa é de uma redução de 0,55 ponto percentual na taxa. As atenções estão concentradas na sinalização de que o Copom poderá dar sobre seus próximos passos. O Banco central deve deixar a porta aberta para uma eventual última redução na reunião de fev/2020, que então levaria a Selic para 4,25%.

Embora o IPCA esteja surpreendendo nestes últimos meses de 2019, essa alta está concentrada em poucos itens (carnes, energia elétrica e jogos de azar), que não refletem uma excessiva pressão de demanda interna, o que se fosse o caso, justificaria uma postura mais cautelosa do Copom. Os núcleos de inflação seguem em patamares bastante confortáveis (próximos do piso do intervalo que contém a meta de inflação, considerando os 12 meses terminados em novembro).

Além disso, as expectativas, apuradas pelo levantamento Focus, seguem ancoradas. Na verdade, as projeções para 2020 seguem abaixo (3,60%) do centro da meta (4,00%) para o próximo ano. Diante de todos esses fatores, me parece justificável e recomendável que o Copom mantenha amplo grau de liberdade para decidir em fevereiro sobre a Selic, evitando se comprometer desde já com um movimento que deve ocorrer em quase 2 meses.

Os juros para os tomadores de crédito seguem caindo lentamente e por isso há espaço para quedas adicionais nas diversas linhas de crédito mesmo que o Copom eventualmente sinalize o encerramento do atual ciclo monetário a partir da reunião desta semana.

Interesse por seguros contra ataques cibernéticos aumenta, mas contratação ainda é baixa 1030

Interesse por seguros contra ataques cibernéticos aumenta, mas contratação ainda é baixa

Modalidade garante a responsabilidade de eventuais prejuízos decorrentes de incidentes com consequente vazamento ou roubo de dados

A sofisticação e o aumento de volume de ataques cibernéticos vêm fazendo com que empresas de todos os portes e de todos os setores da economia busquem informações sobre seguros para proteger dados de terceiros e evitar prejuízos na operação. No último ano, a Deal notou aumento de 55% na procura deste tipo de seguro, porém, percebeu que mesmo ciente dos riscos que correm, a maioria das empresas ainda adia a contratação e não trata essa modalidade de seguro como prioridade.

As consequências desse comportamento são graves. Toda empresa que administra dados e informações de terceiros, tanto de clientes, quanto de funcionários e fornecedores, é responsável pela integridade dessas informações e pode ser severamente impactada caso algum vazamento de dados ocorra. Deste modo, o seguro cibernético torna-se um aliado importante para as organizações e está de acordo com a programação de adequações que serão necessárias com a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), que entrará em vigor em agosto de 2020.

“Percebemos o mercado tentando se habituar à LGPD e tentando conhecer melhor este tipo de seguro, mas ainda são poucas as empresas que já estão conscientes deste tipo de risco. Grande parte delas acredita que é melhor investir na segurança de dados com sistemas complexos, porém não percebem que o seguro é um complemento à segurança”, explica Rodrigo Kihara, diretor executivo da Deal Seguros.

O seguro cibernético garante a responsabilidade de eventuais prejuízos decorrentes de incidentes com consequente vazamento ou roubo de dados. Entre as principais coberturas temos custos de gerenciamento de crises, responsabilidade de mídia e internet, custos de defesa emergencial, violação de privacidade de informações pessoais ou corporativas, extorsão cibernética, multas e sanções administrativas e lucros cessantes.

O diferencial da Deal neste segmento é o conhecimento técnico e também das particularidades oferecidas pelas principais Seguradoras especializadas. Dessa forma, a corretora garante a melhor solução e a mais adequada à operação do Segurado. Os clientes da corretora contam com apoio desde a apresentação do produto até um eventual sinistro.

Equilíbrio: Icatu Seguros alia proteção e reserva financeira em seguro inédito no Brasil 1201

Luciana Bastos é diretora de produtos de Vida da Icatu Seguros / Foto: William Anthony (JRS)

Trata-se do primeiro produto no Brasil inspirado no Universal Life

A Icatu Seguros lança um seguro de vida inédito que traz uma nova perspectiva aos seguros de vida com acumulação e flexibilidade. O primeiro produto no Brasil inspirado no Universal Life, que representa 44% do mercado de seguros americano. (Fonte: LIMRA, 2018). O Equilíbrio chega ao mercado reunindo prêmio nivelado, contribuição flexível e reserva financeira com rentabilidade garantida em um só produto.

A seguradora, que é líder entre as independentes em Vida, Previdência e Capitalização, desenhou um produto com ampla flexibilidade para o cliente, seja na hora de escolher a vigência do seguro e na forma de contribuição: é possível pagar mensalmente, realizar aportes e trazer recursos de outros planos via portabilidade, essas contribuições compõem a reserva do cliente. Uma parte da reserva é utilizada para cobrir a proteção por morte, portanto o cliente pode ficar sem contribuir por um tempo, sem perder a proteção.

No Equilíbrio, os resgates podem ser parciais ou totais. Os resgates parciais são liberados à vista e não impactam no valor da indenização. Em caso de morte do segurado, além do capital segurado contratado, os beneficiários ainda recebem as reservas acumuladas.

Outro diferencial é que o valor das contribuições não aumenta com a idade, apenas é atualizado de acordo com a inflação. O produto possui o valor de proteção adequado para cada cliente e não possui limite máximo para definir o capital segurado a ser contratado.

“O Equilíbrio é um produto inovador, que já estudamos há algum tempo para lançar no Brasil. Enxergamos um excelente potencial de mercado, pensando em um público que tem necessidades exclusivas”, afirma Luciana Bastos, diretora de produtos de Vida da Icatu.

Vale lembrar que, segundo dados de mercado, apenas 19% dos brasileiros afirmam ter algum tipo de seguro de vida, enquanto a média global é de 32%, o que mostra o grande potencial que ainda pode ser conquistado nesse setor.

Este produto foi feito para clientes que gostam de ter flexibilidade na forma de pagamento e querem um produto completo e transparente. Por este motivo sua venda será totalmente consultiva e feita por profissionais especializados. “A atuação do corretor na venda desse tipo de produto é fundamental. Ele precisa realmente ser um especialista”, explica Luciana.

O processo de contratação do produto é 100% digital com realização de tele entrevista com profissionais qualificados para aceitação do seguro.

“O Equilíbrio é um lançamento que chega para revolucionar o setor, seja para o corretor que vai explorar um novo mundo de possibilidades de negócio, seja para o cliente que tem um alto nível de exigência e, muitas vezes, não encontra um produto que esteja alinhado com todas as suas necessidades de proteção e formação de reserva”, completa.

Lançamento dos novos produtos da Icatu Seguros – Imagens: