Não coloque em risco a saúde do motor 1184

Não coloque em risco a saúde do motor

Confira artigo de Cláudio Moysés, gerente geral de Qualidade da PSA Groupe e diretor-executivo do Instituto da Qualidade Automotiva (IQA)

Existem muitos produtos que são vendidos no mercado como líquido de arrefecimento, mas na verdade não passam de água com corante e podem conter elementos prejudiciais ao motor, portanto o consumidor precisa tomar alguns cuidados na hora de fazer a manutenção do veículo e comprar este item tão importante, que é responsável por manter o motor em temperatura ideal de funcionamento, entre outros benefícios.

É fundamental seguir a recomendação do manual do fabricante e utilizar somente produtos de origem confiável deste líquido, que é composto por água desmineralizada e aditivo à base de etileno glicol. Assim, o consumidor tem a segurança de comprar um produto que entrega a proteção adequada conforme especificação de uso e garante a preservação da vida útil do motor.

Algumas montadoras já trabalham com líquidos long life, que duram a vida inteira do veículo, então o motorista não precisa se preocupar em fazer a troca, a não ser que haja vazamento ou alguma contaminação do sistema. Já outras montadoras recomendam fazer trocas do líquido de arrefecimento, de acordo com quilometragem, a partir de produtos homologados.

Alguns brasileiros têm o hábito de completar o reservatório com água da torneira, o que é prejudicial, pois a composição da mistura deve conter água desmineralizada para proteger os componentes metálicos da corrosão e evitar a formação de incrustações, que podem causar entupimentos e, em consequência, superaquecimento do motor.

Assim, colocar água da torneira no circuito de arrefecimento põe em risco a saúde do motor, pois a água pode conter sais minerais como cloro, flúor e cálcio que, se acumulados em certas regiões do motor, aceleram o processo de oxidação e desgaste de partes metálicas e mangueiras. Em especial o cloro presente na água pode reagir com o alumínio das peças.

Se o consumidor completar apenas com água, a porcentagem da mistura também irá diminuir e perder eficiência, uma vez que um dos objetivos do etileno glicol é garantir que a água não evapore. Assim, a mistura perde capacidade de não evaporar, que é observada com a rápida queda de nível, além de perder as características de proteção do motor e das borrachas.

Geralmente, os painéis de instrumentos dos veículos alertam caso comece a baixar o nível e aumentar a temperatura. Se continuar em funcionamento mesmo com os alertas, o carro terá problemas com o superaquecimento do motor, como dano à junta do cabeçote, que pode demandar uma retífica ou a troca deste importante item avariado.

No Brasil, a certificação do líquido de arrefecimento ainda é voluntária, mas o mercado já apresentou demanda ao Inmetro para que esta seja regulamentada, com a finalidade de evitar que produtos piratas sigam em circulação no mercado.

Para não colocar em risco o patrimônio, a recomendação é que o motorista escolha sempre produtos avaliados e testados pelo Instituto da Qualidade Automotiva (IQA), que realiza uma gama de ensaios em líquido de arrefecimento, conforme as especificações das normas ABNT NBR, o que garante segurança ao consumidor.

Todo o trabalho é realizado em laboratório químico próprio, que está localizado no Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS), a 100 km de São Paulo. O laboratório possui equipamentos de última geração para realizar ensaios químicos em líquido de arrefecimento, assim como Arla 32, líquido de freios, baterias e pilhas.

O IQA é um organismo de certificação sem fins lucrativos especializado no setor automotivo, criado e dirigido por Anfavea, Sindipeças, Sindirepa e outras entidades do setor e governo. Parceiro de organismos internacionais e acreditado pela Coordenação Geral de Acreditação (CGCRE) do Inmetro, o Instituto atua em certificação de serviços automotivos, produtos e sistemas de gestão, assim como publicações técnicas, treinamentos e ensaios de laboratório.

ISB Brasil traz novidades para o Troféu Pinhão de Ouro 2019 602

ISB Brasil traz novidades para o Troféu Pinhão de Ouro 2019

Proposta corporativa e com visão para o networking marcará o evento de premiação

O Instituto Superior de Seguros e Benefícios Brasil (ISB Brasil) traz novidades para a 15ª edição do Troféu Pinhão de Ouro 2019, que reconhecerá os destaques do mercado paranaense de benefícios. Os profissionais e empresas concorrem nas seguintes categorias: Seguradoras e Operadoras do ano (Vida, Previdência, Saúde, Dental), Profissional do Ano (Vida, Previdência, Saúde, Dental, Benefícios Interior), Corretor do Ano (Vida, Previdência, Saúde, Dental, Benefícios Interior), Assessoria de Benefícios do Ano, Administradora de Saúde e Dental e Personalidade do Mercado.

Os vencedores serão conhecidos no dia 7 novembro, em Curitiba, em evento realizado na Fiep. “A escolha do espaço é reflexo da nova proposta que estamos implementando para o evento, que é gerar uma proximidade entre o universo segurador e os mais diversos setores, entre indústrias, comércio e sindicatos”, explica o diretor de marketing do ISB Brasil, Luiz Alexandre Varani, ressaltando que outro destaque neste ano são os lounges de vivência na entrada. “Estamos esperando 400 pessoas para o maior evento de networking do mercado de seguros e benefícios”, diz.

O primeiro lote de convites já está sendo vendido exclusivamente para associados.

Divulgação
Divulgação

Critérios de avaliação

Cada categoria conta com um critério de votação: as seguradoras, operadoras, assessorias e o profissional do ano serão escolhidos pelos corretores de seguros. As Administradoras de saúde e dental serão eleitas pelos corretores e seguradoras. Já os corretores, serão escolhidos pelas seguradoras, assessorias, operadoras e administradoras.

A pesquisa será realizada em parceria com a Tema Pesquisas e Harvest Inovação, que segue uma metodologia específica, com ligações telefônicas. “Ano passado, mudamos a metodologia de coleta dos dados da votação. Isso trouxe muito mais confiabilidade e transparência nos resultados. Por isso, manteremos a pesquisa da mesma forma neste ano”, destaca César Oliveira, presidente do ISB Brasil.

O ISB Brasil realiza palestras, cursos, seminários, pesquisas, mentoria e mediação, promovendo o desenvolvimento do mercado de seguros e a atualização dos profissionais que atuam no segmento.

Saiba mais detalhes sobre o Instituto neste endereço.

Serviço:

Troféu Pinhão de Ouro 2019
Data: 07 de novembro
Hora: 19h30min
Local: Centro de Eventos da Fiep – Avenida Comendador Franco, 1341
Vendas: Celular/Whatsapp: (41) 99283-5927 / Telefone: (41) 3232-6453 / E-mail: contato@isbbrasil.org.br

*O primeiro lote é exclusivo para associados do ISB Brasil que buscam convites adicionais. Os associados já possuem dois convites que serão enviados em breve.

Amil lança nova grade de produtos 517

Amil lança nova grade de produtos

Lançamento marca nova fase da empresa, que busca a retomada de clientes

Nesta terça-feira, dia 15 de outubro, a Amil, maior operadora de planos de saúde do Brasil, lança em São Paulo sua nova grade de produtos. Em um evento voltado para 400 corretores, a empresa quer marcar sua nova fase, com intensificação do relacionamento com o canal e produtos ainda mais acessíveis. O objetivo é retomar o crescimento de vendas e reforçar a entrega do cuidado certo aos clientes, conforme posicionamento da marca desde 2018.

“Estamos lançando uma grade de produtos disruptiva, que busca oferecer mais por menos. Muito mais que o tamanho da rede, estamos investindo na oferta de uma série de serviços realmente diferenciados. Desde um plano regional com preço acessível e atendimento de urgência nacional, até um plano com os melhores hospitais do país, coberturas além das obrigatórias e seguro internacional. Segurança, acesso, comodidade e qualidade é o que estamos disponibilizando ao mercado”, conta Carolina Lorenzatto, diretora de Produtos da Amil.

Com produtos a partir de R$ 94,00, a operadora quer se tornar ainda mais competitiva no segmento popular, lançando dois níveis de planos (Amil Fácil S60 e S80). Apesar de regional, o plano garante assistência de urgência e emergência nacionalmente e passa a ter uma abrangência de municípios maior. Com até 104 hospitais disponíveis na rede de atendimento, o plano Amil Fácil dá acesso ainda a unidades de atendimento com médico de família, parcerias para desconto em farmácias, serviços digitais de agendamento de consultas e exames por aplicativo e canal telefônico 24 horas para tirar dúvidas sobre saúde (Amil Ligue Saúde).

Já os planos de saúde intermediários (Amil S380, S450 e S750) têm como característica principal a cobertura em hospitais, maternidades e laboratórios de referência, com cobertura nacional e centros de especialidade em Oncologia, Cardiologia e Neurologia reconhecidos internacionalmente. Alguns exemplos de prestadores credenciados, variando conforme plano contratado, são os hospitais Samaritano (SP), Oswaldo Cruz (SP), Pró-Cardíaco (RJ), Perinatal (RJ), Beneficência Portuguesa (SP), Hospital Vitória (RJ) e Casa de Saúde São José (RJ), Hospital Nipo-Brasileiro (SP) e São Lucas (RJ).

Outros adicionais são os serviços de emergência médica domiciliar, cobertura de transplantes mais ampla do que a obrigatória e sessões de fonoaudiologia, RPG, escleroterapia e cirurgia oftalmológica refrativa sem limite de grau. Os clientes que adquirirem os planos dessa linha poderão optar, ainda, por incluir o serviço Amil Resgate e assistência para viagens internacionais.

Essas e outras coberturas estão previstas também nos planos Amil One (S2500 e S6500). Além dos serviços comuns aos outros planos, a linha premium da operadora oferece atendimento em hospitais de referência como Sírio Libanês (SP), Einstein (SP) e Samaritano (RJ), além de acesso a uma lista de médicos exclusiva, a Rede Black, da qual fazem parte alguns dos principais especialistas do país.

Outro diferencial é o atendimento virtual por vídeo-chamada através do celular ou tablete, para orientações médicas com profissionais do Einstein, disponível 24horas por dia, 7 dias por semana. Reembolso simplificado em até 24 horas, vacinas – inclusive as exigidas para viagens – check-up, coleta domiciliar e courier são outras vantagens. Seguro internacional de até US$ 300 mil e resgate domiciliar aéreo e terrestre nas cidades do Rio e São Paulo, além de transferência intra-hospitalar nacional completam os serviços exclusivos a esses planos.

Os produtos estão disponíveis para empresas de todos os portes a partir de dois beneficiários e alguns planos contam com a opção de coparticipação que podem deixar a mensalidade até 25% mais barata. “Acredito que essa é uma ótima novidade para o corretor. Para impulsionar ainda mais as vendas, lançaremos uma série de campanhas, mas sabemos que o melhor estímulo é termos um produto competitivo. Aliado a isso, estamos desburocratizando o processo de vendas, com menos papelada e mais informatização”, destaca Fabio Almeida, diretor de Vendas e Pós-Vendas da Amil.

Nesta quarta-feira, 16/10, será lançada a primeira campanha de incentivo da Amil após o lançamento da nova grade de produtos. A campanha “Seleção Premiada” sorteará 2 carros Gol 0KM, além de smartphones e notebooks. Os “corretores CPF” receberão cupons para concorrer aos prêmios a cada venda de plano médico e poderão participar aqueles que converterem a partir de 15 vidas no período de 16/10/2019 a 29/2/2020. Mais informações estarão disponíveis neste site.

Corretora contrata profissional do ramo de seguros em São Paulo 504

Corretora contrata profissional do ramo de seguros em São Paulo

Disponibilidade do candidato deve ser para início imediato

Uma corretora de seguros de São Paulo contrata Analista de Seguros Jr. A especialidade do profissional deve ser em Ramos Elementares. Maiores detalhes e informações podem ser obtidos pelo WhatsApp (15) 981-870-712 ou pelo e-mail da Megaluzz Assessoria em comercial@megaluzz.com.br.

O candidato deve possuir disponibilidade para início imediato das atividades.

Reprodução
Reprodução

Saúde é uma só e não pode estar fragmentada entre SUS, saúde privada e saúde ocupacional, afirma especialista 380

Saúde é uma só e não pode estar fragmentada entre SUS, saúde privada e saúde ocupacional, afirma especialista

Para integrar a gestão da saúde é necessário ter uma visão mais ampla e redesenhar processos; discussão será feita durante o 22º Congresso UNIDAS, que acontece entre os dias 23 e 25 outubro

Um sistema de saúde eficiente está diretamente relacionado com o desenvolvimento do país. No Brasil, segundo o estudo Global Burden of Disease, de 2017, se perde 28 anos de vida produtiva por incapacidades e morte precoce a cada 100 habitantes em um cenário em que as empresas são responsáveis por 70% da cobertura em saúde privada. Mas de que forma a gestão da saúde corporativa pode ajudar a melhorar esse cenário? É essa discussão que Emmanuel Lacerda, gerente executivo de saúde do SESI (Serviço Social da Indústria), fará durante o 22º Congresso Internacional UNIDAS.

Para Emmanuel, a gestão do plano de saúde, da saúde ocupacional e do programa de promoção da saúde e qualidade de vida está fragmentada dentro das empresas, que, além do plano de saúde, também investem em programas como vacinação, gestões de absenteísmo, estresse, crônicos, entre outros.

“Integrar a gestão da saúde implica em ter uma visão mais ampliada do sistema, redesenhar processos e reduzir ineficiências, melhorando a qualidade e os resultados desse investimento. A gestão de saúde integral, eficiente e sustentável pelas empresas implica em menos mortes precoces e menos pessoas incapacitadas e excluídas do mundo do trabalho. Neste contexto, a saúde é um valor para as pessoas, para as empresas, para os governos e para a sociedade”, afirma.

Emmanuel acredita que o maior desafio do setor é a integração da saúde, tanto no âmbito do sistema, como da estratégia corporativa de saúde: “A saúde da pessoa é uma só e não pode estar fragmentada entre as estruturas do SUS, da saúde privada e da saúde ocupacional”.

“Do ponto de vista das empresas, é preciso transitar da saúde ocupacional e oferta de benefícios para um programa de saúde corporativa centrado na saúde integral do trabalhador e seus familiares. Para isso, é condição fundamental a integração e melhor gestão de dados, o redesenho das relações entre empresas e demais atores do sistema de saúde para aquisição de soluções que entreguem resultados que realmente importam às pessoas e o fortalecimento da atenção primária com ênfase em promoção da saúde e prevenção de incapacidades”, acrescenta.

Emmanuel acredita que alguns fatores como os custos diretos com a saúde, que crescem três vezes mais que a inflação, ameaçando a sustentabilidade do acesso a saúde privada; a carga dos auxílios doença e aposentadoria, que pressionam o sistema previdenciário; os índices de reabilitação e retorno ao trabalho, que são muito baixos; e o envelhecimento da população e a necessidade de prolongar a vida produtiva dos trabalhadores estão impulsionando a mudança no sistema de saúde tradicional, público e privado, e na gestão da saúde corporativa.

Em relação ao futuro dos planos de saúde, o especialista acredita que será necessário passar por uma maior e melhor gestão populacional da saúde orientada para resultados; maior engajamento de empresas, inclusive lideranças estratégicas, e de usuários no autocuidado, uso, suporte e controle social da saúde; uso de tecnologias para facilitar o autocuidado, o acesso, o diagnóstico e o acompanhamento em saúde e pela Atenção Primária à Saúde.

22º Congresso Internacional UNIDAS

O 22º Congresso Internacional UNIDAS, que é um dos mais importantes da área e fomenta as discussões do setor, reúne diversos profissionais da área da saúde, incluindo gestores de planos de saúde, dirigentes e executivos de instituições públicas e privadas, médicos, enfermeiros, acadêmicos, formadores de opinião e prestadores de serviços. Neste ano, 800 congressistas devem acompanhar as discussões.

Serviço

22º Congresso Internacional UNIDAS – A importância das Autogestões na Transformação do Setor de Saúde do Brasil
Palestra: O Futuro do Benefício Saúde na Visão das Empresa
25 de outubro, das 14h às 15h
Local: Hotel Bourbon Atibaia (SP)
Mais informações neste endereço

Inscrições abertas para o 5º Fórum FenaSaúde 556

Inscrições abertas para o 5º Fórum FenaSaúde

Evento em Brasília reúne representantes de diferentes segmentos da sociedade para discutir os novos rumos da saúde suplementar brasileira

Estão abertas as inscrições para o 5º Fórum FenaSaúde que acontece no próximo dia 24 de outubro, em Brasília. O cadastro gratuito é dirigido à toda a sociedade e pode ser feito neste site.

Com o tema “Novos Rumos da Saúde Suplementar”, o fórum propõe o debate de propostas de mudanças para garantir que mais brasileiros tenham acesso aos planos de saúde e que o setor alcance a sustentabilidade.  O Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, fará a abertura do evento com a palestra magna “O desafio da saúde suplementar na ampliação do acesso da população aos serviços de saúde”.

A mediação será feita por André Médici, economista sênior em Saúde do Banco Mundial, em Washington, e que participou do planejamento, desenvolvimento e implementação do Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil. O evento também reunirá palestrantes com diferentes perspectivas sobre o tema, como Rogério Marinho, secretário especial da Previdência Social do Ministério da Economia e ex-relator do PL 7.419/06, e Armínio Fraga, fundador do Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (IEPS) e ex-Presidente do Banco Central, entre outros nomes.

Análise e propostas

Para Vera Valente, diretor executiva da FenaSaúde, o diagnóstico sobre os problemas da saúde no Brasil é praticamente consensual entre operadoras, prestadores de serviço, contratantes, reguladores e legisladores. “Sabemos o que é preciso mudar para que mais brasileiros tenham acesso à saúde de qualidade e a agenda das operadoras inclui, por exemplo, a volta da oferta dos planos individuais, maior segmentação de coberturas e o incentivo à atenção primária”, destaca Vera.

A diretora executiva da FenaSaúde explica que o fórum será centrado na discussão da legislação que regulamenta o setor, a Lei 9656/98, que completou 20 anos de vigência. “Dividimos o fórum em dois momentos. O primeiro irá avaliar essa legislação após duas décadas, o que trouxe de benefícios e o que precisa ser aprimorado e modernizado. No segundo momento, apresentaremos as sugestões para manter a sustentabilidade da saúde suplementar e atrair novos beneficiários, garantindo não apenas o crescimento do setor, mas também o desafogamento do SUS”, diz.

As sugestões de mudanças são boas para o Estado, para as empresas e, principalmente para a população, que percebe no setor um atendimento de qualidade, diz Vera Valente. “Temos muitas coisas para fazermos juntos e nós da FenaSaúde queremos incentivar um grande debate em torno desses aperfeiçoamentos, envolvendo toda a sociedade brasileira. Por isso, convido a todos para que venham debater conosco os novos rumos da saúde suplementar no Brasil”, ressalta.

Serviço:

5º Fórum FenaSaúde “Novos rumos da saúde suplementar”
24 de outubro
9h às 18h30min
Centro de Eventos e Convenções Brasil 21 (SHS Quadra 06, Complexo Brasil 21, Brasília / DF)
Inscrições e programação neste site