ACREFI e GPTW divulgarão ranking das ‘Melhores Empresas para Trabalhar no Sistema Financeiro’ 738

ACREFI e GPTW divulgarão ranking das ‘Melhores Empresas para Trabalhar no Sistema Financeiro''

Ação inédita promove reconhecimento de boas práticas em gestão de pessoas

Boas práticas que incentivem um sistema financeiro saudável, ético, eficiente e que gere uma melhor experiência para toda a sociedade são condições essenciais para impulsionar o desenvolvimento econômico do País. Com a finalidade de incentivar um ambiente organizacional mais favorável ao colaborador, a ACREFI (Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento) e o GPTW (Great Place to Work) firmaram uma parceria na criação do ranking “Melhores Empresas para trabalhar no Sistema Financeiro”.

Divulgação
Divulgação

Os vencedores das categorias ‘bancos’, ‘serviços financeiros’, ‘cooperativas de crédito’ e ‘financeiras’ serão revelados na terça-feira (08/10), às 8h20min, em cerimônia realizada no Hotel Renaissance -SP (Al. Santos, 2233). O ranking foi desenvolvido pelo GPTW, que é autoridade global em pesquisa de clima organizacional, desde 1997, e responsável pela metodologia que classifica as 150 Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil, lista publicada anualmente pela revista Época Negócios, da Editora Globo. De forma inédita e pioneira, o GPTW, em parceria com a ACREFI, inauguram agora o Ranking das Melhores Empresas para Trabalhar do Sistema Financeiro.

Para o presidente da ACREFI, Hilgo Gonçalves, um ambiente harmonioso é importante para atrair e reter talentos, além de melhorar a experiência dos colaboradores e clientes. ““Um colaborador engajado ao propósito da empresa atende melhor e clientes mais bem atendidos tornam-se fiéis e geram relacionamentos duradouros, contribuindo com a conquista de resultados mais sustentáveis”, enfatizou Hilgo.

O GPTW foi fundado há mais de 25 anos nos Estados Unidos, por Robert Levering e Amy Lyman, e traz em sua marca o prestígio e o reconhecimento internacional por desenvolver as pesquisas das Melhores Empresas para Trabalhar em 60 países (América do Norte, América Latina, Europa, África, Oceania e Ásia), impactando mais de 12 milhões de funcionários todos os anos. Sua missão é construir uma sociedade melhor. “Ao transformar a qualidade dos ambientes de trabalho, podemos também transformar os valores e a maneira com que as pessoas se relacionam dentro e fora da empresa, contribuindo para a melhoria de nossa sociedade. Mais do que apenas uma crença, essa é a razão pela qual o GPTW existe”, ressalta Ruy Shiozawa, CEO do GPTW Brasil.

A sustentabilidade do crédito, bem como a Cidadania Financeira, incluindo o consumo consciente são pilares importantes da ACREFI. Essa parceria fortalece ainda mais esses preceitos, uma vez que ACREFI e GPTW trabalharão em conjunto com essas entidades para fortalecer ainda mais o sistema financeiro nacional. “Esse é um movimento importante que, sem dúvida, impacta positivamente no ambiente das corporações. 34 empresas fazem parte do ranking e, esse movimento inédito, promoverá um grande incentivo ao setor”, finaliza Hilgo.

Treinamento inédito apresentará evolução dos seguros na Índia 529

Treinamento inédito apresentará evolução dos seguros na Índia

ENS mantém convênios em instituições internacionais para programas de capacitação

Sabendo da importância da troca de conhecimentos entre profissionais brasileiros e renomados especialistas dos mercados de seguros mais desenvolvidos do mundo, a ENS mantém convênios com instituições internacionais para a realização de programas de treinamentos no exterior.

Em 2020, a Instituição oferecerá seis opções de cursos, com ofertas em Mumbai, Tel Aviv, Lisboa, Santiago, e duas opções em Londres. Com início em 9 de março, a cidade indiana será a primeira a receber profissionais brasileiros, que aprenderão sobre o programa “Dinâmicas do Crescimento na Índia – Um Mercado de Seguros em Rápida Evolução”.

Fruto de parceria inédita com o Insurance Institute of India (III), o programa proporcionará aos inscritos cinco dias de imersão em aulas teóricas sobre o crescimento da indústria de seguros indiana após a liberalização, como um ambiente regulatório visionário bem alinhado com a comunidade internacional ajuda na construção do mercado de vida, saúde, seguros gerais e resseguros em um país, a atual dependência do setor de seguros em relação aos intermediários – corretores, agentes, agentes corporativos, empresas de marketing de seguros, agregadores da Web, administradores de saúde terceirizados (TPAs), entre outros.

Além do aprendizado em sala de aula, os profissionais brasileiros também terão contato com exemplos práticos da indústria de seguros indiana e da região da SAARC, Associação Sul-Asiática para a Cooperação Regional, que inclui oito países da Ásia: Afeganistão, Bangladesh, Butão, Índia, Maldivas, Nepal, Paquistão e Sri Lanka, por meio de palestras e visitas às empresas locais.

Para participar é necessário investimento de US$ 950, podendo haver descontos para ex-alunos da ENS. Mais informações estão disponíveis no site da ENS, onde também é possível efetuar a matrícula.

“O curso nos abre o pensamento para analisar o setor de seguros e suas transformações sob a ótica e as tendências europeias”, disse Eduardo Ricci Fante, Sócio na Fante & Fante Corretora de Seguros há mais de 20 anos. O profissional falou sobre a experiência no Programa de Treinamento no Exterior “Inovação em Seguros – A Indústria em Transição”, que aconteceu entre 24 e 28 de junho, em Lisboa.

O corretor destacou os ganhos em sua vida profissional com a busca de conhecimentos em nível internacional. “Qualquer profissional do setor sabe que buscar por aprendizado, experiência e vivência internacional nos destaca no mercado e tudo isso nos foi proporcionado no curso. A oportunidade de estudar e estabelecer comparativos que promovam pensamento crítico para analisar o setor de seguros e suas transformações sob a ótica e as tendências europeias nos fez abrir o pensamento para novos elementos dada a mudança de padrões em que o mercado de seguros nacional está passando”, completa.

O executivo ressaltou também a importância do contato prático com os aprendizados. “Além de conteúdo e corpo de professores altamente capacitados e empoderados acerca dos temas trabalhados, o ponto forte foi a troca de experiência obtidas nas visitas técnicas feitas pelo grupo nas empresas e instituições do setor, onde pudemos ver, na prática, o real funcionamento do mercado de seguros de lá”, finaliza.

Além da opção indiana, o Programa de Treinamento no Exterior também segue com vagas abertas para outros cinco cursos. As opções estão disponíveis neste endereço.

Divulgados os finalistas do Prêmio Prudential Espírito Comunitário 837

Divulgados os finalistas do Prêmio Prudential Espírito Comunitário

Com recorde de inscritos distribuídos em 19 estados brasileiros, noite de premiação acontece em 10 de dezembro, no Teatro Prudential, no Rio

A Prudential do Brasil, a maior seguradora independente do país no ramo de vida, acaba de anunciar os dez finalistas do Prêmio Prudential Espírito Comunitário, projeto que tem o objetivo de incentivar e reconhecer jovens entre 14 e 19 anos que realizam iniciativas de trabalho no âmbito do voluntariado.

A edição deste ano, que pela primeira vez abriu espaço para jovens voluntários de todo o país, teve recorde de projetos inscritos: foram 1.638 – 52% a mais do que no ano passado, além de 19 estados participantes. Também foi a edição com mais meninas inscritas: 67% das iniciativas recebidas pela seguradora são comandadas por elas.

Os projetos concorrerão ao primeiro e segundo lugares na grande noite de premiação, dia 10 de dezembro, no Teatro Prudential, no Rio de Janeiro. Os jovens finalistas representam os estados do Rio de Janeiro (5), Pará (1), Bahia (1), São Paulo (1) e Goiás (2) e os critérios de seleção levaram em conta pontos como esforço, impacto social, desenvolvimento pessoal e inspiração. Os dois vencedores receberão medalhas de ouro e de prata, além de valores de R$ 25 mil e R$ 10 mil, respectivamente.

O Prêmio Prudential Espírito Comunitário já doou mais de R$ 70 mil para instituições filantrópicas. “Ampliar o projeto para todo o Brasil era um desejo da companhia há algum tempo e algo que os jovens vinham buscando”, afirma Marcia Fernandes, coordenadora de Marketing Institucional da Prudential do Brasil. “Termos alcançado recorde de inscritos na edição deste ano só reforça o potencial do Prêmio de inspirar e dar visibilidade para importantes iniciativas da cultura do voluntariado, que são realizadas em todo o Brasil. Estamos ansiosos para a noite de premiação”, finaliza.

O dinheiro deverá ser doado para instituições sem fins lucrativos para a qual realizaram a ação voluntária ou para alguma outra escolhida por eles. Também terão a oportunidade de participar da cerimônia do The Prudential Spirit of Community Awards, que acontecerá em Washington, nos Estados Unidos, em maio do ano que vem. O evento reunirá os vencedores dos prêmios realizados nas operações internacionais da Prudential nos Estados Unidos e em mais seis países.

Para Kézia dos Santos, medalha de prata na edição de 2018, o prêmio foi um divisor de águas. “Ganhar me mostrou que vale a pena ser voluntária. Nem sabia que existiam tantos projetos maravilhosos espalhados pelo mundo. Voltei de Washington com vontade de estudar, aprender novas línguas, conhecer novos lugares”, conta. “A viagem mostrou que posso ir além do que posso imaginar e que o mundo não é tão difícil de se alcançar quanto parece”, reflete a jovem, que criou o projeto “Viva Bem”, o qual promove palestras para conscientizar de que os maus hábitos podem ser a porta de entrada para algumas doenças.

Conheça aqui os dez finalistas da edição 2019 do Prêmio Prudential Espírito Comunitário.

Ituran lança sistema de rastreamento dual chip que otimiza custos de frotas 943

Ituran lança sistema de rastreamento dual chip que otimiza custos de frotas

Solução trará maior abrangência de sinal GPRS em nível nacional

A Ituran Brasil, líder global em rastreamento veicular, anuncia uma novidade ao mercado: a partir de novembro de 2019, todas as novas instalações através do canal Corporate, sairão com o novo sistema de rastreamento via GPRS, ou seja, com Canal dual operadora e sem qualquer custo adicional.

Os veículos de frota equipados com a solução Ituran terão maior abrangência de sinal ao rodar pelo Brasil o que, na prática, vai significar mais segurança e otimização de custos na gestão de frotas.

A solução Dual Operadora permite que o equipamento permaneça atuando com operadoras distintas e sempre com a melhor cobertura da região. Com um chaveamento automático, o equipamento sempre irá operar com a melhor intensidade de sinal da região. “Na prática, isso significa maior segurança para os nossos clientes, além de fornecer ainda mais opções para gestão logística”, afirma Claudio Vilar, Gerente Comercial Nacional da Ituran Brasil.

“Com esse sistema, a gestão de frota fica muito mais completa, permitindo que informações como desvios de rotas, ociosidade, uso indevido do veículo e custos desnecessários deixem de ser captadas por conta de uma região que não dispõe de sinal de uma determinada operadora telefônica”, afirma Vilar.

Para ele, a boa gestão de custos através de rastreamento e compartilhamento de dados é muito vantajosa para as frotas, uma vez que é possível aferir informações precisas que impactam no custo final. “O sistema permite traçar rotas que demandem menos gastos com combustível, pneus e outras partes do carro. A economia para uma frota de tamanho médio, por exemplo, acaba sendo muito mais significativa”, afirma.

Devido a sua capacidade ampliada de rastreamento e localização, segundo o especialista, as chances de buscas bem-sucedidas em casos de veículos furtados/roubados aumentam significativamente. “Isso se deve, em termos práticos, ao novo avanço tecnológico de cobertura dual operadora. Ele acumula possibilidades maiores de soluções de rastreamento. É um grande avanço em termos de precisão de leitura”, finaliza.

SulAmérica é destaque em sete categorias no Prêmio Inconfidência Mineira 627

Representantes da SulAmérica exibem troféus conquistados no prêmio - Foto: Sincor-MG/Divulgação

Anúncio dos vencedores aconteceu no dia 11 de novembro

A SulAmérica foi agraciada com o Prêmio Inconfidência Mineira, promovido pelo Sincor-MG, em sete categorias. Por meio de escolha dos corretores, a companhia recebeu reconhecimentos que comprovam a excelência do relacionamento com o corretor e o cuidado com as pessoas por meio dos parceiros de negócios (confira na tabela a relação completa de prêmios). O anúncio dos vencedores ocorreu na noite de segunda-feira (11), em Belo Horizonte (MG). O prêmio tem como objetivo valorizar as seguradoras e seus profissionais, além de contribuir para a melhoria na qualidade do atendimento prestado aos corretores de seguros que atuam no estado de Minas Gerais.

“Este reconhecimento demonstra o foco e comprometimento de nossas equipes, que sempre entregam as melhores soluções e experiências para corretores e clientes — para estes, por meio da atuação dos parceiros. Temos um profundo relacionamento com os profissionais da região, o que é fundamental para que a companhia possa atingir bons resultados e manter o nível de excelência”, disse Marco Neves, diretor Comercial de Minas Gerais e Centro-Oeste da SulAmérica.

Confira a relação completa de prêmios conquistados pela SulAmérica:

Divulgação
Divulgação

Celulares pré-pagos de 17 estados devem ser recadastrados até segunda 404

Celulares pré-pagos de 17 estados devem ser recadastrados até segunda

Ação é necessária para evitar bloqueio dos serviços

Titulares de linha telefônica pré-paga em 17 estados têm até a próxima segunda-feira (18) para recadastrar e atualizar seus dados, sob risco de ficarem com o serviço bloqueado. A medida faz parte do projeto da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para a criação do cadastro nacional de usuários dos serviços de telefonia celular pré-paga.

A exigência vale para os moradores dos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Pará, Paraíba, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Roraima, Sergipe e São Paulo. Os demais estados e o Distrito Federal já concluíram essa etapa de recadastramento.

Esta é última fase da campanha de comunicação aos consumidores com cadastros desatualizados, realizada pelas prestadoras Algar, Claro, Oi, Sercomtel, Tim e Vivo, dentro do Projeto Cadastro Pré-Pago.

Segundo a agência reguladora, o objetivo da iniciativa é assegurar uma base cadastral correta e atualizada, para evitar a ocorrência de fraudes de subscrição (linhas associadas indevidamente a CPFs) e, dessa forma, ampliar a segurança dos consumidores.

Recadastramento

Os usuários de pacotes pré-pagos serão acionados pelas operadoras por canais como mensagem de texto, ligações ou pop ups em sites. O procedimento é aplicado apenas aos usuários com pendências cadastrais. As operadoras também disponibilizaram canais de atendimento para fornecer mais informações sobre o recadastramento, como páginas específicas nos sites e números.

Pessoas que tiverem a linha pré-paga bloqueada poderão atualizar os dados cadastrais junto à sua prestadora por meio dos canais de atendimento disponíveis, como call center e espaço reservado ao consumidor na internet. Nesse contato, devem ser informados o nome completo e o endereço com o número do CEP. No caso de pessoa física, é necessário informar o número do CPF e, para pessoa jurídica, o CNPJ. Também poderão ser solicitadas informações adicionais de validação do cadastro.

Para evitar fraudes, os usuários podem confirmar se o SMS de solicitação de recadastramento recebido foi, de fato, encaminhado pela prestadora contratada.

Confira os números utilizados pelas prestadoras para envio das mensagens: