Centro Clínico Gaúcho aposta nos Corretores de Seguros para democratizar acesso à saúde 2696

Centro Clínico Gaúcho aposta nos Corretores de Seguros para democratizar acesso à saúde

Empresa tem planos de duplicar número de vidas seguradas

Na última quinta-feira (24), o Centro Clínico Gaúcho convocou parceiros de mercado para anunciar novidades e uma campanha especial para fomentar relacionamento com profissionais da corretagem de seguros. O CCG vai apostar no diferencial dos corretores de seguros para consolidar a nova fase de expansão da companhia.

“O acesso à saúde não necessariamente precisa ter uma conta cara”, explicou Fábio Rosseto, diretor executivo financeiro do CCG.

Rosseto ainda revelou que o projeto do CCG é proporcionar uma visão baseada em valor. “Nossa ideia é de, em menos de 4 anos, mais que duplicar o número de vidas seguradas e mais que triplicar a receita”, afirmou ao contextualizar que apenas 23% da população tem plano de saúde – um desejo para 57% dos brasileiros. “Nosso modelo é diferente e traz mais atratividade às empresas”, completou.

Já Mauro Medeiros Borges, diretor executivo de operações, informou que os investimentos e esforços do CCG estão acontecendo em virtude das oportunidades existentes no setor de saúde. “A partir do segundo semestre de 2020 teremos um hospital com 220 leitos, 20 leitor da UTI”, anunciou ao informar que trata-se do primeiro plano de saúde de Porto Alegre a ter um hospital. “Nas próximas semanas lançaremos um produto executivo, com rede diferenciada, mas nunca fugindo de nosso modelo de referência”, evidenciou.

O Gerente Comercial, Daniel Treiguer, anunciou a campanha de incentivo para corretores. “A cada 200 vidas o CCG+Você dará um iPhone ao profissional da corretagem. A cada 500 vidas um cruzeiro na costa brasileira. A cada 1 mil vidas o inventivo é o ClubMed, em Trancoso. Por fim, com 2 mil vidas, um carro Ônix”, informou Treiguer. “Os números são cumulativos. Quem atingir 2 mil vidas leva todo roll de prêmios”, finalizou ao reforçar que “cada corretor vai ter sua estratégia. Nós estaremos juntos e abertos a negociações para visar crescimento conjunto”.

Toda política da campanha e de comissionamento estão disponíveis no Portal do Corretor do CCG.

Confira as imagens – Anúncio de novidades do CCG

CCS-RJ: equilíbrio entre o virtual e o presencial 776

O presidente do Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro acredita que os encontros presenciais também serão mais valorizados que hoje no pós-pandemia.

Para Fabio Izoton, presidente do Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro (CCS-RJ), “a tecnologia mostrou, nesta pandemia, todo o seu lado produtivo para o nosso dia adia”. Ele conta que, desde o primeiro dia de isolamento, a entidade manteve o atendimento a associados e parceiros 100% em home office, com a mesma qualidade. Além disso, criou um grupo de trabalho que acompanha a fundo os acontecimentos do mercado referentes às coberturas no caso de Covid-19, tanto para seguro de Pessoas, como em ramos elementares, para auxiliar e orientar aos corretores associados no caso de sinistros.

“Os corretores de seguros, como profissionais facilmente adaptáveis que são, já assimilaram que a tecnologia abriu portas de aprendizado em quaisquer áreas da vida, e principalmente que podemos ter, através do vídeo, approach com empatia com clientes e parceiros de negócios”, diz Izoton.

A primeira reunião virtual do Clube foi realizada recentemente, conduzida pela diretora Sonia Marra, com grande participação dos associados. Outros encontros neste formato já estão confirmados para as próximas semanas: com convidados da nova parceira Argo Seguros e também da Capemisa, apoiadora do CCS-RJ desde janeiro deste ano.

“Esse nosso início de experiência online certamente não substituirá os nossos eventos presenciais, como o nosso tradicional Almoço com o Mercado, quando eles puderem voltar a serem realizados – e sim vai somar um novo tipo de contato que iremos passar a ter com os associados e com o mercado em geral”, afirma Izoton.

Ele acredita que as relações virtuais serão, sim, expandidas, até porque a realidade já caminhava para isso antes da pandemia. “Nossa atual diretoria foi eleita virtualmente, em processo totalmente eletrônico, a primeira experiência desse tipo no mercado, lá em dezembro de 2018”, relembra.

Ele aposta que os contatos presenciais podem voltar a ser mais valorizados. “Podemos tirar a lição de não exagerar no uso da tecnologia, que pode causar o afastamento das pessoas quando elas estão frente a frente, e poderemos voltar a dar o devido valor ao contato pessoal”, opina.

Sabemi promove pesquisa interna sobre home office 4000

Foco nas pessoas, conteúdos de formação e aproximação entre líderes e equipe são ações citadas como positivas na consulta

A Sabemi implementou o formato de home office desde o início do período de distanciamento social, há cerca de três meses. Para garantir a qualidade de trabalho dos mais de 500 colaboradores que aderiram à modalidade, bem como a continuidade das operações e do atendimento aos segurados, a companhia reorganizou sua estrutura operacional e promoveu uma série de ações que, periodicamente, são avaliadas por meio de pesquisas e metodologias internas.

Exemplo disso é o estudo desenvolvido em parceria com o Great Place to Work, que apontou índice de satisfação de 95% por parte dos colaboradores em relação às medidas adotadas pela empresa, referentes ao home office. A pesquisa, dividida em duas dimensões – “Cuidado com as pessoas” e “Incentivo aos negócios” –, traz em todos seus indicadores resultados acima da média em relação às demais empresas participantes.
Segundo nota da Sabemi, a atenção e o cuidado com cada um dos colaboradores da empresa têm sido redobrados, durante este período. A área de pessoal reestruturou seu planejamento estratégico anual e investiu em ações para ajudar seus profissionais a enfrentarem a pandemia e o trabalho remoto.

A Sabemi passou, por exemplo, a investir em cursos online. A oficina “Home office & Produtividade” foi a primeira a ser transmitida ao vivo virtualmente pela empresa, ainda em março, e teve como objetivo apresentar metodologias de organização e priorização de tarefas, esclarecendo dúvidas a respeito do novo modelo de atuação.
A empresa também customizou a plataforma de aprendizagem gratuita Hub Edu, destinada a profissionais e parceiros, com cursos de inteligência emocional e saúde mental. Para completar, ela lançou o quadro “Faça Você Mesmo”, estimulando os próprios colaboradores a compartilharem dicas sobre aulas de automaquiagem, decoração criativa e até tutoriais para a produção de máscaras.
“Desde o início, buscamos promover ações que servissem como uma válvula de escape, como ponto de equilíbrio. O foco é sempre no cuidado com as nossas pessoas, na valorização do autocuidado e da integração entre as equipes”, explica Paula Bizzi, gerente de Recursos Humanos.

Para complementar a oferta de cursos de formação aos seus profissionais, a Sabemi também promoveu uma apresentação online, em parceria com a StartSe. O Sabemi Live! trouxe discussões importantes sobre transformação digital, continuidade dos negócios mindset

Criançada

Com o olhar atento às famílias dos colaboradores, a companhia firmou parceria com a Cia Lúdica, empresa especializada em atividades infantis, que disponibilizou uma série de vídeos com atividades interativas para a criançada. “Buscamos trazer conteúdos que, mais do que promover diversão, incentivam laços entre pais e filhos, à medida em que despertam, também, a criatividade. Ficamos muito felizes com o resultado deste projeto, que até hoje segue repercutindo e apoiando a rotina nas casas dos nossos profissionais”, complementa Paula.

Segundo o estudo, ao serem questionados sobre o desempenho no home office, 91% dos profissionais responderam que conseguem manter a produtividade em suas tarefas diárias. Além disso, 99% deles afirmaram estar cientes das suas responsabilidades e 94% indicaram manter boa comunicação com o gestor durante o trabalho remoto.

Toda Ajuda Conta

“As medidas adotadas neste período também foram importantes para aproximar mais os gestores das suas equipes, o que aumentou, de forma significativa, o engajamento dos colaboradores com o trabalho e com suas responsabilidades”, destaca a gerente de RH.

Para mostrar alguns rostos do time da Sabemi e reforçar aos clientes que eles não estão sozinhos neste período de pandemia, a companhia criou uma série de posts nas redes sociais, com o slogan “Toda Ajuda Conta – Conte com a Gente”. Ao convidar os colaboradores a enviarem imagens de seu local de trabalho, a campanha ganhou adesão com entusiasmo. A série de imagens, que ainda pode ser conferida no Facebook e no Instagram da Sabemi, reúne integrantes de diferentes áreas da seguradora, que mantêm o atendimento a centenas de milhares de clientes de Norte a Sul do país.​

Sabemi faz alerta contra fraudes 2483

Nota oficial da empresa chama a atenção a golpes que indicam contas de pessoas físicas para pagamentos e transferência de dívidas

A Sabemi está alertando clientes e parceiros sobre possíveis golpes relacionados a seguros e assistência financeira. Há registros de fraudes envolvendo a falsificação de documentos oficiais e a atuação de criminosos que se passam por funcionários da empresa. “Por isso, toda a atenção ao efetuar o pagamento do saldo devedor ou receber propostas falsas que sugerem a transferência de dívidas em troca da suposta capitalização de investimentos, para fazer o dinheiro render mais”, reforça nota da seguradora, que ressalta os cuidados com o sigilo de senhas.

“É importante que as pessoas se condicionem a questionar e duvidar de propostas fáceis e contatos inesperados. Buscamos orientar sempre nossos clientes nesse sentido, garantindo a segurança e evitando transtornos”, destaca Ana Carolina Tavares Torres, gerente jurídica da Sabemi.

Em caso de dúvidas, acesse sempre os canais oficiais da Sabemi. Caso tenha recebido o contato e a oferta de falsos produtos e serviços, acesse imediatamente a empresa pelo telefone 0800 880 1900.

Antes de pagar, verifique!

Como funciona o golpe?

Criminosos emitem saldos devedores extremamente semelhantes aos da Sabemi, mas na indicação da conta registram os dados bancários de uma empresa laranja. Para evitar o transtorno, confira sempre se o CNPJ é o mesmo a constar no contrato firmado com a empresa.

Fácil demais? Desconfie!

Outra fraude registrada consiste em, após a solicitação de assistência financeira, ser contatado por um suposto funcionário da Sabemi ou de empresa parceira sugerindo a transferência do valor para outra conta em troca da capitalização dos valores do empréstimo, com a promessa de fazer o dinheiro render mais. Fique esperto, não assine contratos sem ler e não aceite negócios que soem “fáceis demais”.

Na noite de 29 de junho, tem webinar gratuita sobre Gestão de Riscos Financeiros 1461

Argo Seguros anuncia novos colaboradores

Promovido pelo ISAE, em parceria com a FGV, o seminário online tem por objetivo fomentar uma discussão sobre gestão de riscos e aspectos do mercado de capitais durante a pandemia

Com a intenção de fomentar uma discussão crítica sobre os principais aspectos do mercado de capitais, no que tange ao gerenciamento de carteiras, o ISAE Escola de Negócios, conveniada da Fundação Getulio Vargas (FGV), vai promover o webinar gratuito “Gestão de Riscos Financeiros em meio à crise”. A atividade, com inscrições gratuitas, será realizada na próxima segunda-feira, 29 de junho, a partir das 19 horas. Durante o seminário online, os participantes poderão acompanhar de perto exemplos de gestão, para que a empresa esteja em conformidade com os riscos avaliados.

O webinar contará com a participação de grandes nomes do mercado nacional: Gibran Felippe, head of Trading Desk em Operações Financeiras, no âmbito da Diretoria de Finanças de uma grande instituição financeira brasileira, e Andriei Beber, professor dos programas de formação executiva da FGV. O encontro será mediado por Fabiano Coelho, coordenador do MBA em Gestão Financeira, Mercados Financeiros e de Capitais da FGV.

Inscrições pelo site: Clique aqui.

Índice de Percepção de Segurança dos Turistas Internacionais pelo Brasil tem grave queda 1474

Seguro viagem: entenda sua importância para os dias de turismo

A interrupção da conectividade aérea do Brasil com seus principais mercados já é muito grande

A plataforma Mabrian Tourist Intelligence e a Interamerican Network divulgaram, recentemente, um estudo sobre os efeitos dessa crise nos indicadores de confiança e conectividade do país, em relação aos seus principais mercados internacionais. A plataforma da Mabrian é capaz de analisar milhões de menções espontâneas de turistas, de visitantes e de visitantes em potencial para um destino nas redes sociais. Com esses dados e através das técnicas de processamento de linguagem natural e inteligência artificial, eles calculam toda uma série de indicadores de percepção, satisfação e interesse em relação a um destino turístico.

Entre eles, o Índice de Percepção de Segurança (PSi), que mede o nível de confiança demonstrado pelos diferentes mercados com um destino e como ele é afetado por eventos de segurança (violência, atentados, insegurança, ameaças à saúde, etc). Na situação atual, o PSi do Brasil é seriamente afetado pela situação gerada pela pandemia no país. A partir de uma avaliação máxima de 100 pontos nesse índice, todos os mercados analisados caíram mais de 40% em sua confiança entre 1º de fevereiro e 17 de junho.

Porém, nem todos os mercados são afetados igualmente. Argentinos e chilenos são os que mostram maior sensibilidade à situação, com uma queda maior no PSi. Os americanos são os que apresentam menor sensibilidade, entre os mercados analisados, embora a queda na confiança seja muito relevante (-42%). No caso dos espanhois, destaca-se o profundo impacto que sofreu este mercado em termos de confiança no início de fevereiro e em março, para posteriormente se posicionar como o segundo mercado menos afetado dentre os analisados.

Outro dos grandes efeitos da crise gerada pela Covid-19 é a interrupção da conectividade aérea do Brasil com seus principais mercados. Este é um aspecto essencial para o renascimento do turismo, que a plataforma Mabrian Tourism Intelligence monitora constantemente. Considerando os 11 principais aeroportos do Brasil e os horários de voos publicados pelas companhias aéreas em 16 de junho de 2020, a conectividade aérea foi praticamente nula em junho, em comparação ao ano anterior. Em julho, há uma ligeira recuperação, que no caso do mercado espanhol é claramente maior, em comparação com julho de 2019.

A partir de agosto, a programação marca uma clara recuperação em praticamente todos os mercados analisados, embora permaneça entre 20 e 40% abaixo de 2019. A exceção é o mercado argentino, que apesar de se recuperar em agosto, permanece em níveis de queda de mais de 70% em relação a agosto de 2019.

O monitoramento desses tipos de indicadores em tempo real é uma das chaves para poder medir o impacto da COVID-19 no setor do turismo e preparar a melhor estratégia de recuperação possível. A análise global de dados pode ajudar a reduzir a incerteza no ambiente em rápida mudança que o setor de turismo enfrenta.