Falece Gumercindo Rocha Filho, presidente do Ibracor, aos 72 anos 6665

Falece Gumercindo Rocha Filho, presidente do Ibracor, aos 72 anos

Trata-se de um dos maiores nomes do mercado brasileiro de seguros

Faleceu na noite desta quinta-feira (05) o presidente do Instituto Brasileiro de Autorregulação do Mercado de Corretagem de Seguros, de Resseguros, de Capitalização e de Previdência Complementar Aberta (Ibracor), Gumercindo Rocha Filho, aos 72 anos.

A cerimônia de despedida de um dos grandes nomes do mercado de seguros acontecerá neste sábado (07), entre 8h e 12, no Cemitério da Penitência – localizado no bairro Caju, no Rio de Janeiro (RJ).

A Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor) classificou o advogado Gumercindo Rocha Filho da seguinte forma: “Sempre foi uma referência para todo o mercado, com uma extensa e primorosa folha de serviços prestados a Fenacor, aos Sincors, a ENS, em suma, a todo o mercado de seguros e, particularmente, em especial, à categoria dos Corretores de Seguros, que devem a ele algumas ações e alguns memoráveis pareceres que foram a base para relevantes conquistas no âmbito da Justiça e no Congresso Nacional”.

O comunicado, também destacou a atuação do “Doutor Gumercindo” – como era carinhosa e respeitosamente conhecido no mercado de seguros – nos últimos três anos, quando liderou o Ibracor. Gumercindo comandou todo o processo de estruturação da entidade para a autorregulação dos profissionais da corretagem de seguros. “A diretoria, funcionários, colaboradores e amigos da Fenacor externam o seu reconhecimento e a sua eterna admiração e gratidão ao querido ‘Doutor Gumercindo'”, finalizou a Federação.

A Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg) emitiu um comunicado onde afirmou que “junta-se à família e à legião de amigos e admiradores de Gumercindo Rocha Filho para lastimar a irreparável perda de um dos maiores expoentes do mercado segurador brasileiro. Homem dotado do mais completo conhecimento dos seguros e de grande sabedoria e sensibilidade, Gumercindo escreveu ao longo de sua dedicada vida páginas importantes do desenvolvimento do sistema securitário. Fica a saudade e o reconhecimento àquele que merece todas as homenagens”.

A Escola de Negócios e Seguros somou-se aos que lamentaram o falecimento. “Era reconhecido e admirado não somente pela evidente sabedoria e competência profissional, mas, também, pela simplicidade e generosidade no trato com todos. Dr. Gumercindo deixa um legado inestimável para o nosso setor, de lutas e conquistas obtidas com muita dedicação e competência. E deixa também muita saudade. Neste momento tão difícil, manifestamos o nosso apoio e solidariedade aos familiares e amigos”, informou a ENS.

A Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), através do presidente Antonio Trindade, comentou que “manifesta seu profundo pesar pelo falecimento desse profissional, que ajudou a engrandecer o nosso setor”.

Mineiro de Aimorés, o executivo foi consultor e autor de diversas obras relacionadas ao mercado de seguros. O Clube de Seguros de Pessoas de Minas Gerais (CSP-MG) também se posicionou diante do acontecimento. “(Lamentamos) profundamente a perda desse excelente profissional, reconhecido pela seriedade e gentileza no trato com as pessoas, além de ser um grande incentivador do nosso setor. A sua liderança nos fará muita falta ainda mais neste momento de transição pelo qual passa o mercado na questão da autorregulação da classe dos corretores de seguros. Nossa solidariedade aos familiares, amigos, colaboradores e parceiros do setor. Siga em paz, querido Gumercindo!”, disse o informe.

A diretoria executiva e os conselheiros do Clube Vida em Grupo (CVG-RJ), seus associados e amigos lamentaram profundamente a morte de uma das personalidades mais marcantes e dedicadas do setor de seguros. “Externamos os nossos sentimentos aos familiares e amigos do líder de atuação firme e notória”, comentou o Clube.

A diretoria do Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro (CCS-RJ) e seus associados se manifestaram através de nota. “Uma das lideranças mais notáveis do mercado de seguros se destacou por sua determinação e firmeza na defesa do desenvolvimento do setor e pelas causas dos corretores de seguros, deixando um imenso legado de contribuições e melhorias para todos”, classificou. “O CCS-RJ presta solidariedade neste momento difícil para os familiares, amigos e colaboradores desse grande profissional e líder de mercado”, encerrou.

A diretoria executiva da Aconseg-RJ e suas empresas associadas também juntaram-se às manifestações de pesar e consternação pelo falecimento do líder da Ibracor. “Grande colaborador do mercado de seguros”, adjetivou a associação. “Nossa solidariedade e sentimentos aos familiares e colegas de trabalho”, concluiu.

O JRS lamenta profundamente pelo ocorrido e presta condolências aos amigos e familiares.

Prudential do Brasil fecha parceria inédita com Nathalia Arcuri 527

Nathalia Arcuri é especialista em finanças e fundadora da plataforma de entretenimento financeiro Me Poupe! / Reprodução

Ação com influenciadora digital busca reforçar a importância do seguro de vida na educação financeira dos brasileiros

A Prudential do Brasil – a maior seguradora independente do país no mercado de seguros de pessoas – acaba de fechar uma parceria com a especialista em finanças Nathalia Arcuri, que comanda o Me Poupe!, considerado o maior canal do mundo sobre finanças. O projeto representa um novo passo da seguradora nos caminhos do desenvolvimento da educação financeira no Brasil, o que contempla apresentar para as pessoas a importância de contar com a proteção do seguro de vida em um planejamento financeiro amplo, além da desmistificação do uso e objetivos do produto.

A parceria engloba uma série de ações importantes, como um episódio sobre seguro de vida no ‘PoupeCast’ – podcast da Me Poupe! no Spotify e em outras plataformas – , que irá ao ar no dia 4 de novembro. A seguradora realizará, ainda, no dia 11 de novembro, às 19h, o Prudential Talks, com o tema ‘Mitos Nunca Mais’, em que Arcuri responderá dúvidas sobre seguros recebidas pelas redes sociais. O painel será realizado em uma plataforma fechada, a ser divulgada em breve nas mídias sociais e no site da Prudential. O evento virtual, que também contará com a presença da vice-presidente de Parcerias Estratégias Multicanais da Prudential do Brasil, Patricia Freitas, será gratuito e aberto ao público, mediante inscrições prévias.

Além disso, a aliança contou com outras iniciativas, como um vídeo sobre o que é o seguro de vida, publicado no último dia 21 de setembro no YouTube do canal Me Poupe!, além de posts e stories no Instagram da empresa e no pessoal da Nathalia Arcuri.

“Estamos muito entusiasmados em realizar essa parceria tão importante com a Nathalia Arcuri, uma das mais relevantes especialistas em finanças do Brasil. Em um país como o nosso, em que apenas 15% dos brasileiros possuem seguro de vida e o percentual do mercado no PIB ainda é inferior a 1% , é fundamental que ações como esta elucidem cada vez mais o debate sobre o tema entre as pessoas”, destaca a gerente de Marketing Institucional da Prudential do Brasil, Fernanda Riezemberg, que completa: “Somos especialistas em proteger vidas e temos o compromisso em ajudar a construir a cultura da educação financeira no país, mostrando como a proteção dos seguros de vida faz toda a diferença para o agora e o futuro, em busca de um amanhã mais tranquilo e seguro”.

“No Brasil, estamos começando a falar mais disso agora, mas as pessoas precisam saber a importância do seguro de vida. Seguro não é só pra quem é rico e, ao contrário do que muitos pensam, pode ser utilizado em vida, com pagamento de despesas emergenciais, por exemplo. Quem não tem reserva de emergência pode ser quem mais precisa, pra não precisar pedir emprestado e se endividar no caso de um imprevisto. O seguro também é uma ferramenta de planeamento pra te ajudar a não passar sufoco com uma eventualidade. Eu tenho seguro desde os 18 anos e sou cliente da Prudential há mais de quatro. Estou feliz em firmar essa parceria que está tão alinhada com o nosso propósito de levar a educação financeira a cada vez mais pessoas”, afirma Nathalia Arcuri, CEO da Me Poupe!.

Antes da parceria com a especialista em finanças Nathalia Arcuri, a Prudential do Brasil também realizou, em maio deste ano, uma série sobre a importância do seguro de vida no planejamento financeiro com o renomado economista Ricardo Amorim.

Programe-se:

Episódio PoupeCast – podcast da Me Poupe! no Spotify e nas principais plataformas de streaming.
Tema: Por que não pensamos na morte?
Data: 04 de novembro.
Prudential Talks com Nathalia Arcuri.
Tema do Painel: “Mitos nunca mais”.
Em plataforma fechada.
Data: 11 de novembro, às 19h
Inscrições gratuitas: Divulgação nas mídias sociais / site Prudential.

Prêmio de Jornalismo em Seguros tem categoria inédita neste ano 503

Prêmio de Jornalismo em Seguros tem categoria inédita neste ano

Estão aptas a participar matérias veiculadas entre 11 de novembro de 2019 e 15 de novembro de 2020

Reiterando seu papel de fomentar o conhecimento e levar capacitação aos agentes do mercado de seguros, a Escola de Negócios e Seguros (ENS) é uma das organizadoras do Prêmio Nacional de Jornalismo em Seguros, idealizado e promovido pela Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor).

Neste ano, a grande novidade fica por conta da categoria especial Formação e Qualificação Profissional. O objetivo da nova categoria é reunir trabalhos com foco exclusivo na qualificação, capacitação e treinamento dos profissionais do setor de seguros, previdência e capitalização.

Poderão concorrer reportagens e artigos veiculados na mídia impressa, rádio, TV, websites e na imprensa especializada, que abordem as ações desenvolvidas por instituições e empresas do mercado com o objetivo de preparar os profissionais do setor.

Contando ainda com o apoio institucional da Confederação Nacional de Seguros (CNseg), o Prêmio tem outras quatro categorias, já conhecidas dos jornalistas: Mídia Impressa, Audiovisual (incluindo Rádio e TV), Webjornalismo e Imprensa Especializada do Mercado de Seguros.

Estão aptas a participar matérias veiculadas entre 11 de novembro de 2019 e 15 de novembro de 2020. Os três primeiros colocados de cada categoria receberão, respectivamente, R$ 15 mil, R$ 6 mil e R$ 3 mil. Os jornalistas podem submeter trabalhos até 16 de novembro.

As inscrições devem ser realizadas neste site, onde é possível consultar mais informações.

Diretora da Icatu Seguros: Vulnerabilidade em xeque 625

Luciana Bastos é diretora de produtos de Vida da Icatu Seguros / Arquivo JRS

Confira artigo de Luciana Bastos, diretora de Produtos de Vida da Icatu Seguros

O avanço do coronavírus em todo o mundo desencadeou um processo de mudança na sociedade, do cenário econômico às relações sociais. O fato de um vírus invisível e desconhecido ter atingido todos os continentes em poucos meses desde seu surgimento, gerando mortes, recessão econômica e tantas outras consequências, vem fazendo com que as pessoas entrem em contato com o risco e a incerteza e reflitam sobre formas de proteção, seja da própria saúde ou da vida financeira.

A pandemia nos lembra que não somos invencíveis e traz à tona nossa vulnerabilidade, algo que é incerto, arriscado e que nos expõe emocionalmente. E esta nova realidade nos obriga a refletir sobre nossas prioridades e a fazer uma pausa para entender se estamos em dia com o nosso planejamento financeiro que guarda relação direta com a saúde e bem-estar da família, em um momento em que as conexões afetivas se intensificaram.

Ao longo de cinco anos, o Laboratório de Inovação da Icatu Seguros realizou pesquisas de profundidade que resultaram em um mapa mental do seguro de vida e aponta os principais motivos que orientam a decisão de contratar ou não um seguro. As entrevistas revelaram que a visão imediatista, o mito do seguro como algo caro, a crença de que nunca será afetado por uma tragédia e a burocracia para contratação são alguns pontos que fazem o consumidor evitar o produto. Já os que optam por contratar, geralmente o fazem porque já viveram uma experiência prévia com pessoas próximas em que puderam comprovar a importância da proteção ou possuem filhos pequenos e um estilo de vida de maior exposição ao risco.

É preciso entender que o seguro não se torna importante apenas em uma situação extrema. Apesar do seguro ainda estar muito associado à morte, 25% das coberturas existentes atualmente podem ser usadas em vida. Um diagnóstico de uma doença grave, uma invalidez total ou parcial, são acontecimentos que podem afetar diretamente a capacidade do provedor de uma família de gerar renda. Nesses casos, o valor da indenização do seguro pago em vida pode ser usado de diversas formas, mantendo o padrão financeiro existente ou até mesmo para a readaptação da casa, em caso de necessidades especiais.

Outro papel importante do seguro é atuar como um componente no planejamento sucessório. Como ele não é considerado um bem do segurado, seu pagamento é um procedimento rápido e descomplicado. Muitas vezes, parte do valor da indenização é utilizada para arcar com os custos do inventário, sem que a família precise mexer em seus investimentos ou até mesmo realizar empréstimos. Ou seja, o seguro de vida traz uma liquidez financeira para um momento de vida sensível que é o de uma perda familiar.

O aumento da procura pelo seguro de vida é o reflexo do despertar da consciência que este é um instrumento relevante para a reorganização financeira familiar e que cumpre um papel social relevante. O desafio que teremos como agentes de transformação social será manter essa consciência ativa depois que isso tudo passar. O seguro de vida, como pilar importante, porém não único, de um planejamento financeiro sustentável ganhou ouvintes curiosos e que transformaram sua curiosidade em ação, servindo de exemplo para outros.

A crise do coronavírus vem acelerando esse processo e cabe às empresas estarem preparadas com soluções flexíveis e inovadoras para atender a essas novas demandas, contribuindo para formar um país onde cada vez mais pessoas estejam assistidas e protegidas financeiramente em todas as fases da vida.

Executiva da SulAmérica participa de webinar sobre prevenção à lavagem de dinheiro 398

Executiva da SulAmérica participa de webinar sobre prevenção à lavagem de dinheiro

Encontro foi realizado no dia 6 de outubro

A superintendente de Compliance e Prevenção à Fraude da SulAmérica, Cassia Sousa, participou do webinar ‘Melhores práticas de mercado e a nova circular 612′, no dia 6 de outubro, ao lado do assessor técnico da Susep, Paulo Miller, tendo como promediador o Head de Vendas da Neoway, Mario Misk. A iniciativa, cujo tema foi a prevenção à lavagem de dinheiro, faz parte da trilha de webinars do setor de seguros da Neoway, desenvolvedora de soluções big data analytics e inteligência artificial. O conteúdo na íntegra pode ser acessado neste link.

No evento, foram discutidas as inovações trazidas pela circular, que entra em vigor a partir de março de 2021, e como a tecnologia pode ser uma aliada no combate á lavagem de dinheiro. Cássia destacou que a companhia investe em em inciativas de proteção nesse sentido desde 2004 e conta com o modelo integrado de Governança, Riscos e Compliance (GRC) como suporte às decisões de negócio. “Muito mais do que prevenir riscos, o GRC protege e gera valor para a companhia, que reflete em seus beneficiários e principais stakeholders”.

A executiva comentou que para criar um ambiente de trabalho consistente é necessário investir em treinamento, no cumprimento de regras e na confiança e integridade em toda a cadeia de relacionamento da empresa. “Estamos falando de um crime que movimenta 6 bilhões de reais no Brasil e que tem um enorme impacto social. Na SulAmérica, desde a Circular 445, trabalhamos alinhados ao Grupo Ação Financeira contra a Lavagem de Dinheiro e o Financiamento ao Terrorismo – GAFI – e temos agora o desafio do aprimorar o programa da companhia de prevenção para tangibilizar ainda mais nossa avaliação de risco”.

Buonny Chile participará de “Congresso Latinomericano de Seguros Marítimos” 616

Buonny Chile participará de "Congresso Latinomericano de Seguros Marítimos"

Congresso, que este ano será virtual, reunirá os principais executivos do mercado latino-americano para falar sobre seguros de cargas, entre outros temas

Nos próximos dias 27, 28 e 29 de outubro, a Buonny Chile participará do VIII Congresso Latinoamericano de Seguros Marítimos, promovido pela Alsum – Asociación Latinoamericana de Suscriptores Marítimos.

O congresso será virtual e reunirá mais de 500 participantes, incluindo seguradoras, corretores, ajustadores, gerentes de riscos, agentes de carga, operadores logísticos, autoridades, advogados e organizações sindicais de toda a América e Europa.

O ponto principal da maioria das discussões será sobre o impacto da Covid-19 no transporte, nos negócios, na economia, nas operações logísticas e mercado de seguros.

Rene Ellis, diretor da Buonny Chile participará do painel “Riscos no transporte e manuseio de vacinas, medicamentos e suprimentos químicos associados à pandemia: precauções de subscrição”, que terá introdução de Erika Schoch, da Swiss Re, além dos painelistas Federico Peraza, da Assa Panamá e José Luis Anselmi, da AssistCargo.

Além das palestras, os participantes também poderão participar da feira, que reunirá os principais produtos e serviços das empresas patrocinadoras.

Para saber mais sobre o evento, acesse este endereço.