RS: Clube da Bolinha em Seguros comemora mais um ano de integração total 1665

RS: Clube da Bolinha em Seguros comemora mais um ano de integração total

Entidade conta com trajetória de mais de 6 décadas

O mais tradicional clube de executivos do mercado gaúcho de seguros comemorou o fechamento de 2019 com integração total entre os membros da confraria. O Clube da Bolinha em Seguros do Rio Grande do Sul conta com mais de 6 décadas de atuação e o encontro aconteceu na sede da Fundacred, em Porto Alegre (RS) e o JRS registrou em imagens especiais, clicadas pelo fotógrafo Bernardo Souza.

Todas as imagens – Encontro de final de ano do Clube da Bolinha (RS):

MAG Seguros apresenta soluções inteligentes aos corretores 2017

Companhia lançou produtos voltados para proteção financeira e bem estar

A MAG Seguros promoveu um workshop especial para anunciar as novidades da companhia. O evento ocorreu no Auditório Miguel Junqueira Pereira, junto a sede do Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul (SindSeg RS) e contou com a apresentação da Superintendente Comercial da companhia, Alejandra Stratta.

A executiva relembrou dados históricos da companhia e a alteração do nome Mongeral Aegon para MAG, ressaltando que a mudança se deve ao fato de que os colaboradores já chamavam a companhia carinhosamente de MAG, e que também a simplificação busca facilitar a comunicação com os clientes.

Uma das novidades apresentadas foi o MAG Finanças, que possui as funções de um banco virtual na forma de aplicativo para smartphone. Lançado em janeiro, o produto conta com facilidades como cartão de crédito internacional, por exemplo, mas está disponível somente para corretores cadastrados na companhia e funcionários. A empresa está realizando testes pretende lançar o produto para o público geral em breve.

O programa de formação de corretores oferecido pela MAG também trouxe novidades. O curso que é ministrado 50% presencial e 50% a distância, agora possui uma nova formação onde o aluno pode ficar 30 dias em sala de aula, intitulada Formação 3.0. O treinamento é composto pela parte teórica e a prática, onde os treinandos recebem monitoria full time dos gerentes comerciais.

A companhia, que possui mais de 40 produtos são voltados para os três riscos sociais que são Morte, Invalidez e Previdência, trouxe a grande novidade do dia com a criação de produtos voltados para o risco do Bem Estar. “O risco de Bem Estar nada mais é que ter a vida prejudicada por problemas de saúde. Por isso precisamos desse produto, pois precisamos ter atendimento em vida”, explicou Alejandra.

Criada em janeiro, a categoria de Bem Estar, trata especificamente de câncer e outras doenças graves, transplantes, diário de internação hospitalar, UTI e cirurgias. As coberturas possuem preços acessíveis para os clientes, e a MAG oferece a menor carência do mercado, de apenas 60 dias.

Para doenças graves, foi realizado melhorias no produto, possibilitando que o cliente o contrate em combos, pelos seguintes módulos: Doenças Graves Essencial, Doenças Graves Plus e Doenças Graves Premium.

Para cirurgia, o produto oferece pagamento de benefício para 917 procedimentos cirúrgicos. “Esse produto chega para preencher uma lacuna deixada pela oferta e alto custos dos planos de saúde no país”, afirmou a superintendente. Doenças como câncer, Mal de Alzheimer, Mal de Parkinson, entre outras doenças graves, a cobertura passa a ser mantida até os 80 anos, além de oferecer outras facilidades para o cliente.

Também foi apresentado a plataforma de venda digital, que visa facilitar a procura de informações de clientes, onde o corretor poderá fazer uma consultoria através dos dados do cliente já inseridos anteriormente.

Ao final do workshop foram divulgadas as informações sobre o Prêmio Galo de Ouro 2020, que levará os corretores de seguros ganhadores para a Austrália com todas as despesas pagas e mais 15 mil reais para gastar como quiser. Também foi realizado um sorteio que entregou cinco prêmios aos participantes.

Imagens: Filipe Tedesco/JRS

Guilherme Bini toma posse da presidência do SindSeg RS 1539

Evento foi marcado por homenagens e uma despedida emocionante de Guacir Bueno

O Sindicato das Seguradoras do Rio Grande do Sul tem uma nova direção. Guilherme Bini assume a presidência e substituirá Guacir Bueno nos próximos dois anos. Alberto Muller, diretor da Sompo Seguros, e Rubens Oliboni, diretor da HDI Seguros, assumem as vice-presidências. A cerimônia de posse aconteceu nesta quinta, dia 12, durante o Almoço do Mercado Segurador no Salão Nobre da Federasul, em Porto Alegre.

O evento teve início com homenagens a educadora Jane Manssur, que em um breve discurso se mostrou emocionada, e também entregou um voucher simbólico no valor de 3 mil reais para o diretor da Escola de Ensino Fundamental Brigadeiro Silva Paes. A doação arrecadada servirá para a aquisição de materiais escolares para alunos da escola.

Guacir Bueno também discursou, e lembrou dos desafios e conquistas dos seus dois mandatos, além de parabenizar seu sucessor. Em conversa com a equipe do JRS, Guacir Bueno fez um apanhado do que foi estar a frente do sindicato por dois mandatos. “Cumprimos ao longo desses quatro anos de modo adequado, participamos de uma lamentável CPI das seguradoras veiculares realizada na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul, que ao fim comprovou a idoneidade das atitudes das nossas seguradoras veiculares, já que nada foi provado. Participamos de momentos tumultuados como no final do ano passado, que houve a decisão governamental abrupta de suspensão da obrigatoriedade do seguro DPVAT, já recolocado. Mas tivemos neste período também muita satisfação de ter propiciado às nossas filiadas, momentos agradáveis, de cultura e qualificação das operações. Proporcionamos diversas palestras, workshops, divulgamos e compartilhamos conhecimento. Então posso comprovar neste período a capacidade, o comprometimento e a eficiência dos colaboradores do nosso sindicato”.

Bueno também deu as boas vindas ao novo presidente: “Estou passando o meu cargo ao Guilherme Bini com um sentimento muito agradável, com a alma lavada. Ele é uma pessoa altamente qualificada no mercado e tenho certeza que não lhe falta vontade e capacidade. Desejo muita sorte para Guilherme Bini”.

O agora ex-presidente da SindSeg-RS afirmou que vai descansar nos próximos meses, mas continuará presidindo uma entidade de pessoas com deficiência, e atuando como conselheiro no Grupo MBM, além de outras atividades. “Estarei sempre à disposição de todos os membros do nosso setor de seguros do estado, em especial ao nosso amado Sindicato das Seguradoras”, ressaltou Bueno.

Guilherme Bini possui 23 anos de experiência no mercado. Ele começou a sua carreira como digitador e movimentador de apólices de vida, passou pelas áreas de sinistro e atendimento de corretores, e como assessor comercial na Mapfre. Também ocupou o cargo de Gerente Especialista de Vida e Previdência, e cuidou da sucursal da companhia em Curitiba nos últimos seis anos. No ano passado assumiu a diretoria territorial da Mapfre no Rio Grande do Sul e no sul de Santa Catarina.

O novo presidente da SindSeg-RS também conversou com a nossa equipe e nos contou suas expectativas para assumir a gestão: “É uma alegria e um grande desafio estar à frente do SindSeg-RS, um dos sindicatos mais antigos do Brasil. Mas eu também vejo como uma grande oportunidade para disseminar o nome seguros para o nosso mercado consumidor e para os nossos profissionais. Vamos trabalhar muito pautados com as determinações da CNseg”.

Bini também disse ser um desafio estar à frente da gestão do sindicato em outro estado. Mas o paranaense afirmou estar se sentindo acolhido pelos colegas, e explicou a composição da sua chapa. “Nós pegamos os nossos principais parceiros, os presidentes e diretores que já estavam nas chapas anteriores. Conversamos com todos, e aqueles que nos apoiaram permaneceram na chapa”, comentou.

O novo presidente ressaltou também a importância da parceria entre os sindicatos do mercado segurador. “Tanto o SindSeg-RS quanto o Sincor-RS, são duas instituições e entidades importantes para o mercado, precisam estar lado a lado, pensando no crescimento do mercado”. afirmou, ao ressaltar que tem como meta principal a difusão do mercado de seguros.

O presidente do SindSeg-SC, Waldecyr Schilling, também estava presente no Almoço de Mercado Segurador, e falou sobre a importância da união dos sindicatos: “SindSeg de Santa Catarina é um sindicato, que tem como objetivo elevar o nome do seguro para todo o mercado, e em especial para o mercado do Sul. Paralelamente, os sindicatos dos três estado do Sul vamos trabalhar em conjunto e elevar ainda mais o seguro para o nosso mercado”.

Ronaldo Dalcin presidente do SindSeg Norte/Nordeste, deixou um recado emocionado para o amigo Guilherme Bini: “Quero desejar muito sucesso, eu sei que eu posso contar com esse mercado. Nós precisamos discutir e compartilhar boas práticas. Tenho certeza que nós faremos um trabalho de muita união e de muita união por parte da CNseg”.

Pedrinhas gaúchos reforçam importância da união da categoria 988

Presidente do Sincor-RS foi palestrante de encontro, que também contou com a apresentação da chapa candidata para presidir o Clube pelos próximos dois anos

No primeiro encontro de 2020, o Clube do Pedrinha do Rio Grande do Sul convidou o Presidente do Sindicato dos Corretores do Estado (Sincor-RS), Ricardo Pansera, para palestrar sobre o mercado de seguros. O evento ocorreu no restaurante Casa do Marquês em Porto Alegre.

Guilherme Bini, presidente do Sindicato das Seguradoras (SindSeg RS) ressaltou a importância da proximidade dos sindicatos. ˜É o momento de nós levarmos informações, estarmos próximos do sindicato e dos corretores. Os nossos sindicatos precisam andar lado a lado de mão dadas”, afirmou Bini.

Ricardo Pansera iniciou a conversa com os pedrinhas em tom descontraído, em que agradeceu e elogiou a forma de integração entre os presentes. Ele contou um pouco da história do Sincor-RS e da profissão de corretor de seguros. Ele também criticou a Medida Provisória 905, que extingue 13 profissões, incluindo a de corretores de seguros.

“Não só os corretores de seguros, mas as outras categorias também estão unidas trabalhando. Estamos reunindo aos sindicatos das outras categorias para homologar o texto que retira essas profissões da Medida Provisória, que ninguém entendeu a ideia do Governo de querer gerar emprego extinguindo categorias, a exemplo a dos corretores de seguros, que possui 100 mil profissionais pelo país”, explicou Pansera.

Durante o seu discurso também foi abordado a importância Escola de Negócios e Seguros que profissionaliza os corretores de seguros, e diversos pontos históricos foram relembrados como a parceria feita em 1995, com o DPVAT, em que o sindicato investiu no atendimento ao público, ressaltando a importância da parceria e da comunicação entre seguradoras e corretoras, para beneficiar os clientes. Outro dado apontado por Pansera, mostrou uma estatística interna realizada pelo Sincor-RS, em que 89% dos casos de reclamação levados até a Ouvidoria, são solucionados através de uma conciliação.

Em entrevista para a nossa equipe, o presidente da Sincor-RS, destacou a importância do evento: “O pedrinha já é um encontro mensal tradicional com jantares, palestras, então para mim é um privilégio estar aqui fazendo a abertura do ano, conversando com o pessoal sobre a entidade que a gente representa, que é o Sindicato dos Corretores de Seguros, e também falar sobre o momento atual, as perspectivas desse ano. Mas não é uma palestra, é uma conversa entre amigos”.

Pansera também afirmou estar confiante na economia para este ano. “Eu acredito muito numa reviravolta da economia, porque a economia é um termômetro para o mercado de seguros, muito embora o nosso mercado está num momento interessante, já que terminamos 2019 com dois dígitos de crescimento, acima da inflação. Isso é uma perspectiva muito interessante para todos para todos os seguradores e corretores de seguros”, contou.

A noite também foi palco da apresentação da chapa da candidata para presidir o Clube do Pedrinha nos próximos dois anos. Em entrevista, Suellen Castro, atual Diretora Jurídica do Clube, contou um pouco sobre as suas propostas para presidir a próxima gestão. “Para compor a chapa, eu trouxe pessoas que não faziam parte da diretoria ainda, agradeci muito a contribuição de pessoas que já estavam há muito tempo com a gente, que com toda certeza foram fundamentais para o crescimento do Clube. Também quero aumentar o número de pessoas novas e manter aquelas pessoas que são a essência da fundação. Então eu tentei fazer uma mescla, a ideia é fazer uma gestão moderna, mais inovadora. É um desafio gigante mas tem tudo pra dar certo”, contou.

A atual Presidente do Clube do Pedrinhas, Ana Maria Pinto, também falou sobre a sua indicação para a próxima gestão. “A Suellen é a candidata que inscreveu a chapa dela, mas até o final do mês qualquer pedrinha pode apresentar a sua chapa. Não havendo outra chapa, a Suellen passa a presidir a gestão”, disse.

Confira os componentes da chapa de Suellen Castro:

Presidente: Suellen Castro
Vice Presidente: Yara Bolina
Secretária: Daniela Zimmer
Diretor financeiro: Luiz Felipe
Diretor social: Giovani Menger
Diretora Social Adjunto: Gislaine Rodrigues
Diretora de Marketing: Júlia Senna
Diretor de Marketing Adjunto: Marcelo
Diretor de Relacionamento com o mercado: Fernando Menezes
Diretor de Relacionamento com o mercado adjunto: Luis Felipe Paradeda
Diretora Jurídica: Niris Cunha
Diretor jurídico adjunto: Lorenzo

Imagens: Matheus Pé/JRS

 

Cleverson Veroneze é o novo superintendente da Sucursal Porto Alegre da Bradesco Seguros 4386

Executivo completará 14 anos de companhia

Os corretores de seguros de Porto Alegre já podem contar com um novo parceiro: Cleverson Veroneze assumiu a superintendência da sucursal da cidade da Bradesco Seguros. Formado em Administração na PUC-PR, com estudos no Programa de Desenvolvimento Gerencial na ISE Business School, Seguros na FGV, e Gestão Empresarial na UniCesumar, o executivo somará, em 2020, 14 anos de contribuição a seguradora. Ele foi apresentado pelo superintendente Regional Sul, Altevir Prado, e equipe durante encontro com cerca de 60 corretores de seguros na quinta-feira, 05.

Veroneze estava a frente da sucursal de Cascavel, no Paraná, e conta como está sendo a transição para a Capital dos gaúchos, que é a maior sucursal da companhia em toda Região Sul: “É uma satisfação imensa retornar para o Rio Grande do Sul, uma das maiores e mais importantes das sucursais do país, o que torna a responsabilidade muito grande”.

A ideia do executivo é a continuidade do trabalho feito pelo antigo gestor, Carlos Rodrigo Dias da Silva, e a aproximação ainda mais intensa dos corretores de seguros parceiros de negócios. “Queremos fazer com que o corretor veja ainda mais valor na Bradesco Seguros, na nossa marca, equipe e sucursal. Melhorar a comunicação e aproveitar a oportunidade de melhoria tecnológica que nós fizemos nos últimos anos, e fazer com que o corretor veja na Bradesco Seguros uma casa de negócios, que ele consiga colocar de forma tranquila os negócios dele e dos seus segurados”, comentou.

Em Cascavel, ele considera que o maior legado deixado foi conseguir fazer com que a equipe e os corretores se transformassem e fechassem ainda mais negócios. “Fizemos muito isso, transformamos pessoas em profissionais que hoje conseguem ter uma carreira no seguro, vimos corretores que não gostavam da gente e hoje gostam muito da Bradesco, eles veem valor nisso”, contou.

Imagens: Filipe Tedesco/JRS

Bradesco Seguros apresenta novos executivos em sucursais no RS e no PR 2847

Felipe Fleury assume Novo Hamburgo e Josemar Ballejo liderará Cascavel

A Bradesco Seguros de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, conta com Felipe Fleury como novo superintendente. Josemar Ballejo, que ficou 1 ano e 4 meses a frente da unidade, passa  a liderança da sucursal de Cascavel, no Paraná.

“Faz parte da dinâmica da seguradora ter um modelo de carreira fechada, sempre que um profissional é destaque onde está atuando, ele é reconhecido e recebe um desafio maior. Isso é o que acontece aqui, ambos fizeram um bom trabalho, Josemar no Vale do Sinos e Felipe em Joinville”, destaca o superintendente da Bradesco Seguros na Região Sul, Altevir Prado.

Fleury é formado em administração de empresas, com especialidade em marketing, e ocupava o cargo de gerente de produção da Bradesco Seguros em Joinville/SC. Ele está há seis anos na companhia. “Eu venho para somar, com uma expectativa alta para fazer um ano espetacular como já tem sido feito, e estou aqui para ser parceiro dos corretores de seguros gaúchos, conversando e fechando o máximo de negócios que consigamos agregar para a região do Vale do Sinos”, conta.

Josemar Ballejo, por sua vez, é bacharel em ciências contábeis e já é conhecido dos corretores de seguros, pois conta com onze anos de experiência na companhia, tendo iniciado como auxiliar de escritório e atuado como gerente comercial e superintendente de sucursal. “Novo Hamburgo foi minha primeira superintendência, rápida, mas muito intensa. Durante esse 1 ano e 4 meses conseguimos colocar nossa personalidade e nosso trabalho, crescendo muitos indicadores aqui da Região em parceria com os corretores em 2019”, comenta.

Territorialmente, a sucursal de Cascavel é maior e possui peculiaridades, como produtos voltados para o agronegócio. “Vamos visitar o máximo de corretores possível e unir a equipe, que já é forte e engajada, dando continuidade ao excelente trabalho e ao volume de diferentes produções que temos lá, algo que vinha sendo desenvolvido muito bem, para termos um ano de 2020 de muito sucesso”, finaliza.