CCS-SP reúne associados para discutir MP 905 e autorregulação 731

No encontro, foram discutidos o empenho das lideranças para manter em vigor a lei que regulamenta a profissão e os benefícios da autorregulação.

O primeiro almoço do ano realizado pelo Clube dos Corretores de Seguros de São Paulo (CCS-SP), no dia de 4 de fevereiro, no Terraço Itália, foi exclusivo para associados. Desta feita, os assuntos em pauta foram a Medida Provisória 905/19 e autorregulação da atividade de corretagem de seguros.

Convidado pelo CCS-SP, Paulo Meinberg, diretor do Ibracor, primeira autorreguladora autorizada pela Susep, comentou a trajetória da entidade que já completou 7 anos de existência. Ele explicou que o Ibracor surgiu como alternativa ao Conselho Federal dos Corretores, um antigo anseio da categoria, seguindo o modelo de autorregulação estabelecido pela Lei Complementar 137/2010.

Atualmente, o Ibracor já conta com mais de 13 mil associados, dos quais 5 mil em São Paulo. De acordo com Meinberg, o Instituto é responsável, hoje, pelo registro de novos corretores, somando até o momento 249 novos registros. Caso a MP 905/19 seja reprovada no Congresso Nacional, ele observou que os corretores voltarão para a supervisão da Susep. “Temos essa consciência, mas estamos atuando para que o mercado não fique desatendido”, disse.

O mentor Evaldir Barboza de Paula aproveitou a ocasião para explicar porque não acredita na aprovação da MP 905. Segundo ele, vencido o prazo de vigência de 120 dias, a MP perderá a sua eficácia. “É difícil porque além do recesso ainda existem alguns recursos no STF e depois haverá o Carnaval. O prazo expirará em 12 de abril”, disse.

Autorregulação é uma conquista

O presidente do Sincor-SP, Alexandre Camillo, avaliou como positiva para a categoria a autorregulação. “Agora temos a possibilidade de uma autorregulação mais eficiente e eficaz”, disse. Ele lembrou que antes da edição da MP 905 as autorreguladoras não eram valorizadas pelo mercado. Entretanto, as lideranças do setor souberam reconhecer essa importância a ponto de firmarem consenso em torno de uma única autorreguladora, o Ibracor.

O compromisso foi expresso em um termo de ajustamento de conduta (TAC), assinado em 2015 pelos sindicatos de São Paulo e Rio de Janeiro, pela Susep, Fenacor, CNseg e Abecor. Após a MP 905, Camillo resgatou o TAC e o levou à Susep. Em seguida, a CNseg voltou a divulgar o TAC para lembrar aos seguradores o compromisso firmado. “O propósito foi coibir o que poderia ser uma catástrofe”, disse ele, referindo-se à possibilidade de alguma companhia ignorar a existência do canal corretor de seguros.

Entre a reprovação da MP 905, que faria os corretores voltarem à situação anterior, permanecendo sob a fiscalização da Susep, e a alteração do texto para evitar a revogação da Lei 4.595/64, Camillo prefere a segunda opção. Para ele, “o melhor dos mundos” seria a alteração do texto da MP, porque além de criar a oportunidade de modernizar a lei, também daria à categoria a chance de se autorregular. “Poderíamos tomar conta de nós mesmos”, disse.

Em relação a adesão gratuita ao Ibracor até 2021, cujo prazo se encerrou no final do ano passado, Camillo informou que os Sincors de todo o país estão estudando a possibilidade de subsidiarem seus associados. “Os associados que manifestarem o desejo e autorizarem terão o valor de adesão ao Ibracor subsidiado pelas entidades”, disse.

A ausência dos corretores paulistas nos cargos de liderança da categoria em nível nacional, uma das questões levantadas pelos associados e respondida por Camillo, foi também comentada pelo mentor Evaldir. “É hora de buscarmos o nosso espaço. Mas, tudo tem o seu momento, que precisa ser construído com tranquilidade e de forma articulada”, disse.

Em seguida, ele comentou alguns projetos pendentes e comunicou que em agosto terminará o prazo para apresentação de chapas para eleição de diretoria no CCS-SP, que será realizada em setembro, com a posse em outubro. “A renovação é importante”, concluiu.

 

 

Presidente do Sincor-SP atualiza categoria e reforça atendimento ao corretor de seguros 902

Segundo Alexandre Camillo, o Sincor-SP está operando perfeitamente em home office

Com o tema “Corretores de seguros na luta contra o coronavírus”, o presidente do Sindicato de Empresários e Profissionais Autônomos da Corretagem e da Distribuição de Seguros do Estado de São Paulo (Sincor-SP), Alexandre Camillo, apresentou a 14ª edição do Direto & Reto com Camillo nesta quarta-feira (25/03), pelo canal da TV Sincor-SP no YouTube.

Diante da pandemia mundial do novo coronavírus, Camillo atualizou a categoria sobre os canais de atendimento da entidade durante a quarentena, o apelo da Fenacor às seguradoras, com relação às coberturas do seguro, além de orientações sobre as leis, decretos e medidas que afetam os corretores no cenário atual.

“Desde quinta-feira (19/03), o Sincor-SP está operando totalmente, e perfeitamente, em home office. Continuamos, colaboradores, diretoria e eu, à disposição dos associados para sanar dúvidas e prestar o atendimento de excelência que sempre prestamos”, declara.

Em relação às coberturas securitárias para o coronavírus, Camillo explicou que a Fenacor solicitou as seguradoras para que não apliquem nos contratos de seguros quaisquer cláusulas de exclusão ou restritivas de direitos relacionadas às epidemias ou pandemias, permitindo a cobertura para eventuais casos de sinistros. “Esse foi um pedido para a sensibilidade das seguradoras para quem não faltem aos nossos clientes e a toda a sociedade. Nesse momento, temos que nos desdobrar e ir além do possível. É um momento de sacrifício para todos”, completa.

Sobre as recentes leis, decretos e medidas divulgadas pelas autoridades de todas as esferas, federais, estaduais e municipais, Camillo destacou que em momentos de crise é preciso tomar providências emergenciais. “Medidas governamentais fazem parte de uma crise. O que fazemos hoje, pode não servir para amanhã. A crise exige dinamismo”.

O presidente ainda anunciou que o Sincor-SP vai disponibilizar todos os documentos das decisões governamentais que afetam os corretores de seguros no site da entidade. “As Comissões técnicas do Sincor-SP, assim como as Assessorias Técnica e Jurídica da entidade vão prestar um atendimento aos corretores de seguros. Além disso, estamos atualizando constantemente nossos canais de comunicação (site, JCS, newsletter e redes sociais) com o objetivo de esclarecer as dúvidas e levar orientação à categoria”.

As atualizações sobre a Medida Provisória 905, cujo relatório retoma a Lei 4.594 e foi aprovado pela comissão, Camillo diz que Câmara e Senado são capazes de votar, mesmo diante do cenário atual. “Eles possuem recursos para prosseguir com a votação. No momento, a situação é favorável aos corretores, em relação à aprovação do relatório. Precisamos torcer para que vá a votação. Vencemos uma etapa. Mas temos que estar atentos às próximas”.

Camillo ainda tranquilizou a categoria com relação à Resolução 382, da Susep, ressaltando que as lideranças da categoria estão avaliando os aspectos técnicos e jurídicos do documento. “Fenacor e Sincors estão atentos a isso, assim como estivemos na MP. Continue a nos dar apoio que produziremos resultados positivos”.

Para assistir ao programa na íntegra clique aqui

Sincor-SP lança campanha de orientação no combate ao coronavírus 919

Iniciativa oferece materiais de divulgação para que o corretor de seguros compartilhe com seus clientes, amigos e familiares por meio digital

Como agente do bem-estar social, o corretor de seguros tem um papel fundamental na proteção da sociedade diante do cenário em que o mundo vive. Pensando nisso, o Sindicato de Empresários e Profissionais Autônomos da Corretagem e da Distribuição de Seguros do Estado de São Paulo (Sincor-SP), através do programa “Corretor de Seguros Agente do Bem-Estar Social”, lança a campanha Coronavírus – Saiba como se manter SEGURO.

A iniciativa oferece materiais de divulgação para que o corretor de seguros compartilhe com seus clientes, amigos e familiares. Diariamente, o Sincor-SP envia aos associados um e-mail com instruções de texto e post sobre o tema tratado, além de disponibilizar uma cartilha com dicas de saúde, informações sobre fake news e orientações sobre serviços dos planos de saúde.

“A cartilha contém sugestões e orientações daquilo que nós, corretores de seguros, podemos fazer para os nossos clientes e para a sociedade em geral. Para o primeiro tema, abordaremos os idosos, aqueles com mais de 60 anos”, explica o 2° secretário e responsável pela área social do Sincor-SP, Álvaro Fonseca.

“Quem melhor que o corretor de seguros, que além de consultor, é também um agente do bem-estar social, para orientar a população em um momento delicado como o que estamos vivendo? Esse é o nosso papel e essa é a hora de mostrar que somos especialistas em proteção”, declara o presidente do Sincor-SP, Alexandre Camillo.

Tokio Marine registra 9,2% de crescimento na Regional Centro-Oeste 935

Comercialização de produtos para PJ aumentou 16,9%, impulsionada principalmente por seguros voltados ao setor do agronegócio

Uma das maiores Seguradoras do País, a Tokio Marine segue em ritmo de crescimento no Centro-Oeste. Entre janeiro e dezembro de 2019, as operações da empresa nesta região registraram aumento de 9,2%, totalizando mais de R$ 382 milhões em prêmios emitidos.

O bom desempenho foi impulsionado, principalmente, pela carteira de Produtos PJ, que obteve um crescimento de 16,9%. “Só na modalidade de seguro Agro Safras foram emitidos mais de R$ 40 milhões em prêmios”, explica Jean Brunetto, diretor comercial Varejo Centro-Oeste da Tokio Marine.

Brunetto conta que a Regional Centro-Oeste realizou, no ano passado, um ciclo de palestras que abrangeu todas as suas sucursais, com grande adesão dos Corretores. “Na ocasião, esclarecemos dúvidas sobre produtos como o Auto Popular”, acrescenta, ao mencionar que a carteira de Auto cresceu 5,8% na região.

Também contribuiu para a capacitação de Parceiros da Regional a realização em Goiânia, do Expertise PJ, evento que teve como foco explicar melhor os produtos que compõem a carteira voltada ao público PJ, destacando os diferenciais e benefícios de cada modalidade. “Essa iniciativa foi bastante elogiada pelos Corretores locais e, sem dúvida, contribuiu para diversificar os nossos negócios no Centro-Oeste”, finaliza Brunetto.

Ao longo do período, as sucursais ligadas à Regional também receberam o reconhecimento de entidades do setor por seus produtos e serviços em votação feita pelos Corretores de Seguros, ao que o diretor comemora e agradece. “Esse reconhecimento é fruto de uma forte aproximação com os 1,8 mil Parceiros com os quais nos relacionamos diariamente. Nos orgulhamos de manter uma equipe altamente qualificada na linha de frente com esses profissionais, oferecendo os melhores programas de capacitação e oportunidades de vendas”, conclui.

Generali lança vistoria prévia online 522

Serviço de Vistoria Prévia Online é voltado para os produtos Generali Auto e Caminhões

A Generali e seus parceiros estão atuando fortemente para facilitar a rotina dos clientes e corretores no período de contingência. É por isso que a seguradora acabou de lançar o serviço de Vistoria Prévia Online para os produtos Generali Auto e Caminhões.

Agora, os clientes podem acessar um link, inserir as fotos do veículo e ter o retorno da vistoria na tela do celular, sem sair de casa. O sistema é prático e fácil, garantindo agilidade e segurança durante todo o processo.

Para saber mais acesse https://www.generali.com.br/

Kuantta Digital auxilia corretores com suporte nas vendas 610

Empresa vai disponibilizar artes sem logo, para que todos os corretores possam compartilhar nas redes sociais e no aplicativo Whatsapp

Com objetivo de dar suporte aos corretores de seguros neste momento delicado, a Kuantta Digital, empresa de marketing que atua junto a Kuantta Consultoria, vai disponibilizar artes sem logo, para que todos possam compartilhar nas redes sociais e no aplicativo Whatsapp, para prospecção das vendas. Através do portal, é possível preencher um formulário e os arquivos são enviados em seguida.

Arley Boullosa ressalta que em um momento de pandemia, todos precisam se ajudar. O momento é de união. “A Kuantta Digital, braço de marketing da Kuantta Consultoria, entende a gravidade do momento com a crise do Covid-19 e criou algumas imagens exclusivas, sem logo, para ajudar os corretores a continuar prospectar clientes. Sabemos que é uma pequena ajuda, mas se todos puderem colaborar de alguma forma, teremos menos impactos nas operações das corretoras e menor será a chance de ocorrer desempregos em massa”, explicou.

Para receber as imagens basta acessar o site www.kuanttadigital.com.br, enviar uma mensagem no formulário de contato e mandamos as oito imagens de produtos que foram criadas. .