Edição 237 da Revista JRS destaca 30 anos do CVG RS 8530

Três décadas da entidade comemoradas no final de junho traduzem o momento em que o mercado de seguros respira inovação

 

O aniversário de 30 anos do Clube de Seguros de Vida e Benefícios do Rio Grande do Sul é digno capa da Revista JRS deste mês. A homenagem é merecida não somente pelos serviços prestados pelo CVG RS ao mercado gaúcho, mas também porque a missão e a visão da entidade, retratadas no novo slogan do Clube, crescem em importância neste momento em que a Vida está sobrepujando qualquer outro valor para as pessoas, ainda impactadas com a pandemia da Covid-19.

Por falar em pandemia, ações, inovações e projeções que operadores do mercado de seguros estão procedendo como reação à crise sanitária estão, também, em destaque nesta edição. Mas o leitor não pense que irá encontrar nas páginas da revista lamentos ou negativismo. Mesmo sem deixar de registrar o momento delicado que afeta o Brasil, a tônica das notícias publicadas na Revista JRS ressalta um mercado resiliente e até otimista.

Vale a pena conferir no detalhe. Até porque, parafraseando o slogan de 30 anos do CVG RS, nós jornalistas especializados em seguros estamos, juntamente com os demais agentes do setor de seguros, Unidos num novo pensar!

 

Praticar exercícios após os 50 anos traz inúmeros benefícios, alerta médico 433

Praticar exercícios após os 50 anos traz inúmeros benefícios, alerta médico

Geriatra explica a importância de fazer atividades com o corpo nessa fase da vida

Muitos mitos e suposições cercam o processo natural de envelhecimento. Mas se tem algo que é unânime é que, para manter uma vida mais tranquila acima dos 50 anos, bons hábitos são fundamentais e fazem toda a diferença. “Nunca é tarde demais para começar uma atividade física. Tem gente que pensa que, se não começou até agora, não dá mais tempo. Mas dá”, garante Felipe Bozi, geriatra da startup Nilo Saúde.

O médico explica que os benefícios de realizar atividades físicas existem independentemente da idade em que se inicia a prática, contribuindo para a melhora da qualidade do sono e do humor, maior controle de doenças como hipertensão e diabetes, melhora da atenção e das funções cardiovascular e respiratória, promovendo mais qualidade de vida e saúde física e mental.

A partir da terceira e quarta década de vida, as pessoas apresentam uma redução natural de massa muscular. A prática de exercícios físicos na juventude consegue impedir ou ao menos atrasar essa perda. Mas, mesmo que esse hábito não venha desde cedo, o início da prática de atividade física é capaz de melhorar a saúde muscular e óssea.

“A perda da massa muscular está associada a um maior risco de quedas, maior desequilíbrio, o que pode aumentar as hospitalizações, reduzir a velocidade e a força da pessoa, tirando a sua qualidade de vida. Hoje em dia se sabe que a atividade física está associada também à prevenção de Alzheimer”, completa.

Para essa faixa etária, o recomendado é que, antes de iniciar os exercícios, a pessoa procure um médico para que seja feita uma avaliação minuciosa, identificando se existe algum tipo de risco ou restrição, além da orientação do melhor tipo de exercício a ser realizado.

Segundo o geriatra, de forma geral, é indicado que os exercícios sejam feitos cinco vezes por semana com duração de 30 minutos, intercalando entre atividades físicas aeróbicas, com intensidade moderada, treino resistido, com o auxílio de pesos e elásticos – para que haja uma resistência muscular -, e exercícios de equilíbrio, que buscam manter o balanço do corpo.

Os exercícios aeróbicos incluem caminhada um pouco mais acelerada, bicicleta ou atividades na água, por exemplo. Os treinos resistidos devem ser feitos pelo menos duas vezes por semana, alternando entre os grandes músculos dos membros inferiores e superiores. Quanto às práticas de equilíbrio, indispensáveis para evitar que as quedas ocorram, são indicados Tai Chi Chuan, yoga, pilates, entre outros. Mas vale lembrar que os treinos devem acontecer sob supervisão de um profissional educador físico que possa ajustar a prática para a especificidade de cada pessoa.

Falece o corretor Francisco Orlando Chiomento, ex-diretor de Benefícios do Sincor-SP 516

Francisco era associado ao sindicato há mais de 40 anos e ocupou diversos cargos

Na manhã desta segunda-feira (19), o Sindicato dos Corretores de Seguros de SP (Sincor-SP) comunicou o falecimento do corretor de seguros Francisco Orlando Chiomento. O profissional era associado ao sindicato há mais de 40 anos e ocupou diversos cargos.

Chiomento atuou como diretor de Benefícios do Sincor-SP e integrava a AR Daschi, autoridade de registro que compõe a ID Seguro.

“O Sincor-SP se solidariza com familiares e amigos”, comentou a entidade em uma rede social.

A cerimônia de despedida acontece hoje até às 13h, em sala reservada do Funeral Tatuapé (Rua David Zeiger, 330 – Quarta Parada – SP).

B3 e Pottencial Seguradora realizam o 1º Registro de Seguros da Susep 485

B3 e Pottencial Seguradora realizam o 1º Registro de Seguros da Susep

Pottencial Seguradora realizou na data de hoje o registro de suas primeiras apólices com o objetivo de atender as exigências da Susep para o registro de apólices eletrônicas estabelecido pelo Sistema de Registro de Operações (SRO)

A Pottencial Seguradora realizou hoje, 16, o registro das suas primeiras apólices para atender a nova exigência regulatória da Superintendência de Seguros Privados – Susep. A B3 foi credenciada e homologada pela Susep para operar o Sistema de Registro de Operações (SRO) através do seu sistema InsurConnect e foi escolhida pela Pottencial Seguradora como sua parceira.

Um dos objetivos do SRO é implementar a apólice eletrônica no Brasil e acelerar a digitalização dos contratos de seguros, tornando o processo mais ágil, transparente e com custos menores.

Com os registros realizados na data de hoje, B3 e Pottencial Seguradora dão o primeiro passo em direção à digitalização do mercado, bem como no aprimoramento da supervisão securitária.

Além do registro de apólices, a B3 está trabalhando, junto ao mercado segurador, para entregar uma plataforma completa de produtos e serviços que auxiliem os participantes no cumprimento de demandas regulatórias e que, do lado do regulador, auxiliem o processo de supervisão e diminuam os custos de observância para o mercado como um todo.

Cursos livres da ENS oferecem capacitação em Seguros de RC 548

Cursos livres da ENS oferecem capacitação em Seguros de RC

Estão abertas inscrições para dois programas sobre este segmento

Dentre os variados assuntos abordados nos cursos livres da Escola de Negócios e Seguros (ENS), um tema está em destaque na programação: Seguros de Responsabilidade Civil. No momento, estão abertas as inscrições para dois programas sobre este segmento, na modalidade online com aulas ao vivo.

Um deles é Seguro de Responsabilidade Civil Geral, que terá início em 21 de outubro. Composto por 24 horas/aulas, o conteúdo abordará as considerações preliminares, fundamentos legais e ativação deste tipo de seguro. Também serão apresentadas as formas de operacionalização e uma análise das condições gerais de uma apólice padrão. Outras questões como Riscos Profissionais e Riscos Ambientais, além dos Serviços Públicos e guia de cálculo do prêmio tarifário, estarão em pauta.

Já o curso Direito e Responsabilidade Civil do Corretor de Seguros visa debater a realidade instaurada pela pandemia do novo coronavírus e os reflexos sobre o Direito brasileiro, principalmente sobre o Direito do Seguro, especificadamente sobre a Responsabilidade Civil do corretor de seguros e a tendência da adequação dos precedentes nas interpretações dadas pelos Tribunais Superiores sobre o tema. Com 8 horas/aula, o início será em 10 de novembro.

Temas diversificados

Os cursos livres da ENS fundamentam, aprimoram e ampliam a formação do aluno com conhecimentos teóricos e práticos nas diferentes áreas do Seguro e de Negócios. São indicados principalmente àqueles que desejam se destacar no mercado de trabalho ou buscam requalificação profissional.

Outras opções de cursos livres com início em outubro são: Estratégias de Marketing e Comercialização de Seguros; Regulação e Liquidação de Sinistro de Automóveis; Introdução ao Compliance, Gestão de Riscos e Controles Internos; Auditoria Interna Baseada em Riscos; Marketing Pessoal; Seguro Garantia; e Inspeção de Riscos para Seguros.

Todos têm como pré-requisito ensino médio completo. A carga horária e o investimento variam de acordo com o programa.

Mais informações podem ser acessadas no site da Escola, que também é o canal para matrículas.

Bradesco Saúde presta homenagem aos médicos da rede credenciada 583

Bradesco Saúde presta homenagem aos médicos da rede credenciada

Empresa reconhece dedicação dos profissionais, fundamentais no combate à Covid-19

No próximo domingo, 18 de outubro, é celebrado o Dia do Médico e a Bradesco Saúde presta uma homenagem aos seus mais de 46 mil médicos da rede credenciada que cuidam da saúde dos 3,6 milhões de beneficiários da seguradora em todo o País. Especialmente nesse ano de 2020, esses profissionais, que estão sendo fundamentais no combate à Covid-19, também são reconhecidos pelo acolhimento e o cuidado integrado na atenção à saúde de seus pacientes.

Divulgação/Bradesco Saúde
Divulgação/Bradesco Saúde

Desde o início da pandemia, a Bradesco Saúde e a Mediservice criaram uma rede de apoio, por meio da rede de clínicas Meu Doutor Novamed, consultórios do programa Meu Doutor e clínicas referenciadas. Na rede Novamed, por exemplo, as clínicas ampliaram o horário de funcionamento, sem a necessidade de agendamento prévio, para atendimento por livre demanda. Até o momento, foram registrados mais de 5,5 mil atendimentos de Covid, ou suspeita da doença, realizados em todas as doze unidades, em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Além do atendimento presencial, a rede também disponibilizou videoconsultas para os beneficiários durante a pandemia.

Para o médico de família Stephan Sperling, que trabalha na linha de frente atendendo casos de suspeita de Covid-19 nas unidades da Novamed em São Paulo, o acolhimento por livre demanda foi fundamental para o cuidado ao beneficiário. “Esse acolhimento é mandatório e extremamente importante para a melhora do desfecho clínico. No primeiro momento, os casos de Síndrome de Respiração Aguda Grave foram os mais requisitados, mas também recebemos demandas de pacientes com doenças crônicas que sofreram descompensação durante o isolamento, afetando também a saúde mental. O profissional, portanto, está disponível para cuidar de forma integral a saúde de seus pacientes” afirmou Sperling.

Segundo o especialista, o papel do médico vai muito além de tratar da doença do paciente. Nesse contexto de pandemia, o profissional passou a ser a referência para tirar dúvidas sobre uma doença ainda pouco conhecida, além de acolher em um momento de fragilidade e preocupação. O médico de família reforça também a importância da atenção primária e do monitoramento dos beneficiários em seus tratamentos. “A maioria dos atendimentos realizados na rede Novamed foi resolutiva, sem a necessidade de encaminhar para o pronto atendimento em hospitais, por exemplo. Esse monitoramento, presencial ou a distância, foi essencial para garantir assistência contínua e evitar a evolução da doença. A boa prática da atenção primária e o uso correto dos recursos digitais certamente são lições aprendidas que ficarão pós-pandemia”, conclui.

Nessa data que celebra o dia do médico, a gestora médica Mariana Jordão, também da rede Novamed, acredita que o momento é de reconhecimento do esforço e dedicação dessa categoria que tanto faz pela saúde da população. “Estamos cuidando do próximo, mas também de nós mesmos. Nenhum médico está trabalhando para fazer menos do que tem sido feito. E o desejo é de fazer ainda mais, o quanto é possível. Se doar, compreender o outro e ser ainda mais forte”, finaliza Jordão.

Mais ações no combate à pandemia

Em outra frente, a Bradesco Saúde e a Mediservice elaboraram uma série de ações para atender e apoiar os beneficiários. Além da criação de um hotsite contendo informações práticas sobre a doença, foi disponibilizada uma central de orientação médica, por meio do canal 0800, que já recebeu mais 60 mil ligações. Em junho, foi lançada a plataforma Saúde Digital, disponibilizando o atendimento por vídeo para casos de suspeita de Covid-19, assim como consultas a distância para diferentes especialidades médicas da rede referenciada.

“Com o atendimento por vídeo, ampliamos o serviço digital durante a pandemia, proporcionando ao beneficiário mais conforto, agilidade, qualidade e eficiência. Esse é o nosso compromisso com a saúde e o bem-estar do segurado”, ressalta Thaís Jorge, Diretora da Bradesco Saúde e Mediservice. Já foram contabilizados mais de 45 mil videoconsultas até o momento.