Seguradoras de vida se reinventam e já colhem resultados 2701

Faturamento da Capitalização atinge R$ 3,7 bilhões na Região Sul

Live do CVG-SP revela que a receita de sucesso das seguradoras do ramo é composta por rápida adaptação, novos produtos e apoio aos corretores

Na 2ª Rodada do Almoço com Especialistas, evento virtual do CVG-SP realizado no dia 29 de julho, com transmissão ao vivo pelo YouTube, três seguradoras descreveram suas ações para o desenvolvimento do seguro de pessoas. Em comum, MAG Seguros, Mapfre e Seguros Unimed registraram bons resultados no primeiro semestre e vendas em alta.

Sob a mediação do presidente do CVG-SP, Silas Kasahaya, as três seguradoras também revelaram que o bom desempenho, em plena pandemia, foi conquistado graças à reinvenção de seus processos e produtos. Todas se adaptaram rapidamente ao trabalho remoto, customizaram e desenvolveram produtos e, principalmente, apoiam o canal corretor de seguros.

Ajuda aos corretores
Além de migrar suas operações para o meio remoto, a MAG Seguros enfrentou o desafio de ajudar os seus parceiros corretores de seguros durante o isolamento social. A solução veio de uma ferramenta em uso há quatro anos e também dos próprios corretores. “O Venda Digital era usado como apoio às vendas presenciais. Por outro lado, alguns corretores já usavam Skype e WhatsApp para se comunicarem com os clientes. Juntamos essas experiências para estruturar um bom treinamento de venda remota”, disse o presidente da Comissão Fiscal do CVG-SP Marcio Batistuti, diretor nacional de Varejo na MAG Seguros.

Hoje, a MAG comemora os resultados. “Não tivemos queda no seguro de vida e mantivemos o mesmo volume de vendas do ano passado”, disse. Também influenciaram os resultados, segundo ele, a popularidade do seguro de vida durante a pandemia, a tecnologia e a customização de alguns produtos. Batistuti conta que especialmente para os corretores, a seguradora criou um pacote de benefícios que garante, entre outros, suporte financeiro em caso de internação por covid-19.

Em seguida, a empresa lançou a nova Linha Vida Toda Bem-Estar, produto com uma série de benefícios para problemas de saúde. Posteriormente, colocou no mercado o Master Acidentes Domiciliares, seguro de vida voltado para pessoas entre 61 e 85 anos com foco na proteção dentro da própria casa. Outro diferencial, segundo Batistuti foi o programa de leads da empresa. “Ajudar os corretores a encontrar clientes foi o maior gol que fizemos nesse momento”, disse.

Venda consultiva
Ninguém acorda pesando em comprar seguro de vida, analisa Andre Serebrinic, diretor Técnico de Vida, Previdência, Capitalização e Odonto na Mapfre Seguros. Embora a aceitação do seguro de vida tenha aumentado, ele observa que “incomoda as pessoas falar sobre riscos, sobre o imponderável”. Diante disso, o corretor pode fazer a diferença. “Ele é peça fundamental. Não adianta digitalizar processos e ter as melhores ferramentas porque o cliente não comprará sozinho”, disse.

Na Mapfre, segundo Serebrinic, a venda consultiva é importante para oferecer as soluções adequadas para cada perfil de cliente. Além de microsseguros e affinity, a seguradora dispõe de todos os tipos de seguro de vida, incluindo o Dotal. “Nenhum planejamento financeiro estará completo sem um seguro de vida”, disse. A empresa também se preocupa em gerar conteúdo. Um estudo da Mapfre Economics aponta não apenas o potencial do seguro de vida na América Latina, como também os caminhos para o seu desenvolvimento.

Ele informou que a seguradora aumentou seus lucros em 23% no primeiro semestre, atingindo R$ 334 milhões, apesar da pandemia. Com parte de seu pessoal retornando ao trabalho, a seguradora prepara uma série de lançamentos. Um deles é o Bien Vivir 4.0 e, outro, um portal para os corretores. “Estamos superpreparados para ficarmos junto ao corretor nesse momento de desenvolvimento do seguro de vida no Brasil”, disse.

Cem por cento digital
Na 13ª posição no ranking de seguro de vida e com uma carteira de mais de 6 milhões de clientes, a Seguros Unimed deu um salto de evolução nos últimos meses. Segundo Flávio Sá, gerente nacional Comercial dos produtos de Vida, a seguradora precisou se reinventar. “Implantamos uma frente tecnológica 100% digital para o seguro de vida individual. Hoje, não temos nenhum produto que não seja comercializado de forma eletrônica”. O maior desafio, entretanto, foi a mudança em tempo recorde. “Desenvolvemos entre três a quatro meses o que estava previsto para acontecer em quatro anos”, disse.

Flávio Sá relata que a empresa também se preocupou com a eventual queda de faturamento dos corretores. Para tanto, aumentou o agenciamento. O executivo reconhece que vender seguro de vida no Brasil nunca foi uma tarefa fácil, mas este seguro conseguiu mudar o foco. “Deixamos de falar em seguro de morte para falar em benefícios que os segurados possam usufruir em vida”, disse.

Outra iniciativa da empresa foi customizar produtos, como o seguro de renda por afastamento do trabalho, em que a idade limite foi aumentada para 70 anos e a importância segurada para R$ 40 mil. O mesmo produto ganhou cobertura para diagnóstico de covid e renda por afastamento em caso de contaminação pela doença. Apesar do provável aumento de sinistralidade, Flávio Sá afirma que o objetivo foi garantir a renda dos médicos que estão na linha de frente do combate à covid.

Chubb promove treinamento sobre seguros de propriedade 859

Educação e treinamento

Nesta quinta-feira, 6, ocorre a primeira transmissão de agosto da série Chubb Digital

A Chubb Seguros promove, nesta quinta-feira, 6, às 9h30min, a primeira transmissão do mês da série Chubb Digital, criada pela companhia com o objetivo de levar informações de produtos e do mercado para os corretores de seguros. Outros três treinamentos, programados sempre para as quintas-feiras, no mesmo horário, já estão programados para agosto. O tema do mês são os seguros de riscos empresariais.

Na programação da primeira edição, estão assuntos relacionados às necessidades de grandes e médias empresas no segmento. Na live seguinte, o foco será sobre necessidades das pequenas empresas. O encontro posterior irá abordar o seguro de condomínio. Agosto encerrará trazendo detalhes sobre oferta de seguro de property a pequenas indústrias.

A iniciativa da Chubb visa atender a uma demanda dos próprios corretores, ávidos por conhecimento que lhes permitam ampliar seu repertório e a capacidade de oferecer soluções aos clientes. O Chubb Digital foi lançado em março deste ano e já contou com a participação de milhares de corretores. A cada mês a seguradora mapeia os temas relevantes para esses profissionais e coloca seus especialistas para desenvolver e participar das transmissões realizadas ao vivo.

Para acompanhar os próximos treinamentos, basta seguir a Chubb no LinkedIn e procurar o post de cada edição, com o link de inscrição, sem qualquer custo.​

Pós-pandemia trará impactos no mercado de seguros 2482

Executiva da Smartia Seguros aponta o desenvolvimento de novos produtos como uma das repercussões do período de pandemia

O pós-pandemia pode impactar no mercado de seguros, assim como em muitos outros segmentos, que terão que se adaptar à nova realidade financeira dos trabalhadores, pois muitos destes passaram meses sem salário ou com os vencimentos reduzidos. Porém, há pessoas otimistas quanto à recuperação das finanças, conforme. Em pesquisa realizada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), em junho, 49% dos entrevistados acreditam que as finanças voltarão ao normal em até um ano. Os mais otimistas (21%) acreditam que isso acontecerá em apenas seis meses.

Em outro levantamento, entende-se que, num primeiro momento, os gastos principais serão relacionados com a moradia, pagamento de aluguel e contas de água e luz. Os serviços ficarão em segundo plano, mas eles serão consumidos.

O cenário esperado deixa claro que, em pouco tempo, deve haver uma retomada das atividades e que as pessoas conseguirão voltar a ter renda para utilizar não apenas em contas essenciais, mas em despesas diversas. As dívidas devem ser postergadas para quem deseja se recuperar financeiramente mais rápido, porém, algumas despesas podem ser vistas como investimentos ou uma maneira de se proteger em uma nova crise, como é o caso dos seguros.

O mercado de seguros foi bastante impactado pela pandemia. Enquanto o seguro Auto registrou quedas no período de isolamento, o seguro de Vida teve grande aumento na procura. Essa mudança de cenário reflete a necessidade das pessoas de acordo com o momento. E elas entenderam que ter um seguro de vida em um momento que em as pessoas estão correndo risco é necessário para amparar os familiares caso venha a ocorrer algo.

Quem desejou um seguro durante a pandemia não teve dificuldade em contratar, pois os corretores passaram a exercer as suas atividades em home office, o que impediu que houvesse uma queda maior no setor. A pandemia pode impactar mercado de seguros principalmente em 2020, mas já é esperado que em janeiro de 2021 o setor comece a se recuperar.

Demandas pouco conhecidas

Na retomada das atividades deveremos notar que algumas práticas que foram intensificadas ou iniciadas na pandemia estarão presentes no cotidiano das seguradoras. Com a normalidade voltando, o mercado segurador deve estar preparado para atender a demandas antes pouco conhecidas ou procuradas, pois as necessidades da pandemia fizeram com que se descobrissem novos seguros.

Um exemplo claro é o seguro de Vida, posto que as pessoas se viram expostas a um risco e sabiam que poderiam serem afetadas por um vírus. Outra preocupação que surgiu é com relação aos perigos cibernéticos. Com mais tempo conectadas e realizando todas as atividades online, isso ficou bastante evidente. As empresas precisaram deslocar seus colaboradores para suas casas e as informações corporativas ficaram mais expostas.

O seguro cibernético, antes pouco conhecido, passou a ganhar notoriedade e deve ser consumido ainda mais, principalmente pelas empresas, assim que a economia começar a se estabilizar.

Seguros intermitentes
Revendo as contas, é possível perceber que não há necessidade de pagar por algo que não está sendo utilizado. O seguro Auto foi um exemplo claro para aqueles que deixaram seus carros na garagem por um longo período. Os seguros intermitentes, ou seguro auto pay per use, que até então eram desconhecidos, geraram interesse. Com eles é possível pagar apenas pelo tempo em que se precisa do produto. Exemplo: o seguro do carro será cobrado apenas enquanto o veículo estiver sendo utilizado. Apesar de ainda não haver essa modalidade de seguro para todas as coberturas, é possível que em um futuro próximo a demanda alta faça com que surjam novidades.

Negociações online
Vendas, informações e outras operações do setor de seguros estão sendo cada vez mais digitalizadas. Contudo, o corretor ainda terá um papel essencial. Ele deverá prestar um serviço mais consultivo, mesmo que remotamente. A internet deve ser o local em que consumidores e corretoras se encontrarão para fechar as negociações. Os corretores deverão estar atentos às necessidades dos consumidores e as seguradoras dispostas a criar novos produtos com rapidez para atender as demandas que venham a surgir.​

Allianz Partners inova durante o home office 1108

Empresa adaptou comunicação, investiu em assistência psicológica, promoveu ações de reconhecimento e criou guia para liderança

Allianz Partners, líder em assistência 24 horas e cuja equipe trabalhar na área de atendimento ao cliente, na maior parte dos casos, adaptou 100% suas operações em uma semana, quando foi deflagrado o período de pandemia no Brasil. “Nos bastidores, a equipe de TI trabalhava o tempo todo para configurar a tecnologia que tornaria tudo possível. Os líderes e técnicos foram incansáveis e tiveram que pensar como preparar toda estrutura, em um prazo muito difícil de cumprir”, narra a gerente de Comunicação e Treinamento Corporativo, Karina Bertolla, Além disso, a Comunicação Interna foi redesenhada para maximizar o engajamento interno

“Nós sempre incentivamos um clima de interação, com foco no bem-estar dos colaboradores. Por isso, desenvolvemos métodos para otimizar essa comunicação, fazendo com que ela chegasse rapidamente a todos e sem obstáculos para sua leitura. E isso englobou o envio de uma carta do presidente, após todos estarem seguros em casa, a criação de um boletim extraordinário de notícias, a ‘virtualização’ de programas de reconhecimento e a criação de manuais para esse novo momento”, completa Karina.

Quanto ao trabalho remoto, de acordo com a executiva muitos colaboradores ainda não tinham experiência de trabalhar em casa e a condição atual impulsionou o desenvolvimento de um material com dicas simples e práticas de como atuar em home office. “Nós criamos um guia para o trabalho em casa, mas não com o objetivo de tentar padronizar a rotina dos colaboradores ou criar regras. A ideia foi, sim, dar dicas e lembretes para as pessoas, falar sobre a importância de pausas para o cafezinho ou alongamento, de interagir com as crianças e ajudá-las a compreender os diversos momentos do dia. Estimulamos a integração da família em alguns programas e comunicações e compreendemos que a separação absoluta do espaço casa e trabalho não é real”, destaca a gerente. “Os líderes precisam ter empatia e aceitar imprevistos de forma mais natural e leve. Em linhas gerais, trabalhamos muito a confiança em nossos materiais”.

Conte Comigo!

O Coral Corporativo, coordenado pela regente e professora Sheila Souza, do Instituto de Voz Sheila Souza, também ganhou novos contornos. Os ensaios que ocorriam antes ou após o expediente com 31 colaboradores, passaram a ser virtuais. O coral está ativo desde 2014 e esta é a primeira vez que os ensaios ocorrem de maneira remota. “A atividade exige cooperação e disciplina, despertando o espírito de equipe e emoções positivas para nos conectar novamente às pessoas e ao mundo”, ressalta Karina.

O investimento mais recente da Allianz Partners é o programa Conte Comigo!, que oferece assistência psicológica, jurídica, financeira e social aos colaboradores, incluindo estagiários, cônjuges e filhos. A executiva ressalta que o objetivo com a iniciativa é amenizar os impactos causados pelo distanciamento social e, também, aqueles previamente existentes, como depressão, ansiedade, questões relacionadas à separação conjugal, entre outros. Tudo feito pelo telefone, gratuitamente e de forma sigilosa.

Em agradecimento, os profissionais de TI, Operações e Suporte Administrativo receberam em suas residências uma caixa com mimos especiais, uma carta de agradecimento assinada pelo CEO da empresa, uma bonificação e a oportunidade de celebrarem com a família em um jantar com pizza. O resultado foi surpreendente e, inclusive, os familiares se sentiram acolhidos”, finaliza Karina.​

Sompo Seguros destaca ligações emocionais e ensinamentos de valores em campanha em comemoração ao Dia dos Pais 943

Criado pela agência REF+, o filme enaltece o papel daqueles que têm papel fundamental ao compartilhar sentimentos e transmitir princípios que contribuem com a formação de cidadãos que adotam atitudes positivas em favor do próximo

Para celebrar os Dias dos Pais, a Sompo Seguros S.A, empresa do Grupo Sompo Holdings – um dos maiores grupos seguradores do mundo –, apresenta uma campanha em que destaca o real significado de termo paternar: compartilhar experiências, sentimentos e emoções e contribuir com a formação das pessoas como cidadãos conscientes. Para a marca, essa figura é qualquer pessoa que transmita esses sentimentos, pode ser uma mãe solo, um avô ou até mesmo um tio próximo.

Com o mote “Parabéns a todos que nos ensinaram valores”, o filme aborda a importância dos ensinamentos passados e reforça o conceito de que os exemplos adquiridos nas relações construídas na base do afeto e carinho geram cidadãos com atitudes positivas. No roteiro, histórias de pessoas comuns que, em meio ao isolamento social causado pela Covid-19, fazem sua contribuição para que o próximo fique bem.

Entre os exemplos, há o do avô, com quem Julia aprendeu sobre o respeito, o que a fez compreender a importância de cumprir com o isolamento social. Há também a mãe solo, com quem Pedro aprendeu o carinho, que o levou fazer compras para o seu vizinho idoso. “A Sompo Seguros é uma companhia que tem como missão gerar bem-estar e proteção às pessoas. Com essa mensagem, a empresa estende a homenagem feita a todos que cumprem esse papel de nos ensinar valores para a vida. É importante reconhecer o papel transformador das pessoas com quem estamos emocionalmente ligados em nossa formação como cidadãos”, afirma Francisco Caiuby Vidigal Filho, presidente da Sompo Seguros.

Criada pela agência REF+ e produção da Black Door Filmes, a ação ressalta o posicionamento institucional da companhia, o “Você Sempre Bem”, desenvolvido para orientar a comunicação da companhia junto aos diversos públicos com os quais se relaciona e que busca estimular atitudes positivas na sociedade. “A ação tem o objetivo de levar a sociedade à reflexão sobre como os nossos comportamentos podem contribuir com o bem-estar do próximo e, nesse caso, com o desenvolvimento de pessoas com um olhar coletivo, respeitoso e generoso para com os demais”, explica Fernando Grossi, diretor Comercial e de Marketing da Sompo Seguros.

De acordo com Renato Pereira, sócio e CCO (Chief Creative Officer) da REF+, a estratégia buscou sair do lugar-comum e estereotipado de retratar a data apenas com a figura masculina. “Esse filme é uma maneira de homenagear todas as pessoas que assumem a responsabilidade de paternar e que transmitem os seus valores e ajudam na formação de pessoas com mais respeito e amor ao próximo”, complementa.

O plano de mídia engloba filme de 30” com veiculação em TV aberta e ações em mídias sociais.

Para assistir ao filme, acesse o link: bit.ly/SompoCDP

‘Desafios e oportunidades em tempos de crise’ é capa da Revista Corretora do Futuro 1119

Publicação é da rede Lojacorr

A 32ª edição da Revista Corretora do Futuro traz, como matéria de capa, os ‘Desafios e oportunidades em tempos de crise’. Após esses primeiros meses de adaptações, a Rede Lojacorr, maior rede de corretoras de seguros independentes do País e responsável pela revista, mostra que com bastante esforço, criatividade, análises e pensamento resiliente, é possível manter o ritmo de trabalho, de produção, crescer e criar alternativas de sucesso. Entretanto, para que as ações deem resultado, é necessário entender que o tempo das coisas mudou bastante, que os formatos hoje são bem mais híbridos e que erros podem ocorrer. Mas essa matéria de capa aponta que todas as áreas podem trabalhar em sinergia para desenvolver projetos que façam a Rede crescer em todo o Brasil.

A revista traz ainda a importância do equilíbrio emocional e da comunicação assertiva; conteúdos ricos sobre seguro para médicos, telemedicina e seguro garantia; novas parcerias e inovações no atendimento às corretoras, além do impulsionamento dos negócios da empresa, novos projetos e aceleração digital da Rede. A entrevista exclusiva ficou por conta da CEO da AXA no Brasil, Erika Medici, que trata dos desafios, realizações e como a diversidade é fundamental para uma grande empresa. Essa edição possui ainda conteúdo produzidos por articulistas especializados, como o palestrante e cofundador da plataforma AAA Inovação, Allan Costa, que aborda “Consequências não-óbvias da crise.

A revista é institucional e já está em sua 32ª edição e possui 72 páginas. Tem o projeto gráfico e diagramação realizado pela Ctrl S Comunicação, Ana Clara Baptistella, como Jornalista Responsável e Diretor Comercial, Geniomar Pereira. São impressos cinco mil exemplares, distribuídos gratuitamente para todos os integrantes da Rede Lojacorr e para o mercado segurador. Além da versão digital, por meio do leitor digital https://bit.ly/32RevistaCorretoradoFuturo ou por meio do aplicativo, disponível para Google play: https://goo.gl/Z9VBHo e Apple: https://goo.gl/UiCAGY