THB Brasil anuncia novo gerente de transportes 583

THB Brasil anuncia novo gerente de transportes / Divulgação

Régis Oliveira retorna à empresa para assumir gerência da área de transportes da THB

Régis Oliveira é o novo gerente de transportes da THB Brasil / Divulgação
Régis Oliveira é o novo gerente de transportes da THB Brasil / Divulgação

A THB Brasil, empresa especializada em Gestão de Riscos, Consultoria de Benefícios e Corretagem de Seguros e Resseguros apresenta Régis Oliveira como novo gerente de transportes da companhia.

Régis, que já teve uma passagem pela empresa de 2008 a 2010, é formado em administração de empresas, com ênfase em comércio exterior e possui 23 anos de experiência no mercado. O executivo trabalhou em corretoras de grande porte como VVD Volkswagen, Marsh, Securitas, JLT e, também, teve sua própria corretora, sempre focado em seguros de transporte.

“Meu projeto é posicionar a THB como um importante player no mercado de transportes e crescer em torno de 40% ao ano. Para isso, trabalharei com muita transparência, parceria, ética e comprometimento”. Diante do desafio de crescimento, o executivo explica que o primeiro passo é aproximar o mercado para mostrar que possui um time especializado e capaz de trabalhar qualquer risco. Haverá também um alinhamento interno com a área comercial para prospectar novos clientes.

Régia afirma que será uma honra voltar a trabalhar com o time da THB. “Tenho muito carinho por todos e formaremos uma grande e duradoura parceria. A corretora já é muito forte em diversos ramos e quero colocar o transporte nesse seleto grupo. Com muito trabalho e comprometimento chegaremos lá”, conclui.

Solange Guimarães relata trajetória no mercado de seguros em livro 412

A jornalista Solange Guimarães / Divulgação

Jornalista tem uma carreira de 20 anos relacionada ao universo segurador

A jornalista Solange Guimarães lança nesta quarta (25), em evento transmitido pela internet, o livro “Mulheres do Seguro” no qual relata sua experiência pessoal e os caminhos que a levaram a construir uma carreira de 20 anos relacionada ao universo segurador.

“A indústria de seguros é fascinante e a comunicação tem uma importância central para o negócio. Ao longo dessas duas décadas o mercado de seguros e o de comunicação passaram por grandes transformações. É uma honra fazer parte dessa história”, afirma a jornalista.

O livro “Mulheres no Seguro” é uma obra coletiva de 30 executivas das mais diferentes áreas do mercado de seguros e aborda por diferentes ângulos os desafios da atuação feminina no setor de seguros. “Entendo que o caminho da inclusão e da diversidade é inexorável. O mercado de seguros só tem a ganhar com a presença feminina em postos-chave e as coautoras, que desbravaram nestas posições trazem lições valorosas para outras mulheres e o mercado em geral”, comenta Solange Guimarães.

Após longa trajetória em grandes veículos de comunicação e de 12 anos comandando a área de Comunicação Institucional e Relações com a Imprensa da SulAmérica, Solange dedica-se atualmente ao campo acadêmico e científico como doutoranda em Economia Política na Universidade Federal do ABC, à consultoria para seguradoras e à diretoria da Associação das Mulheres do Mercado de Seguros (AMMS).

“As mulheres estão ocupando os mais destacados ambientes sociais e profissionais. Isso enche o nosso coração de alegria. Quando há restrições femininas para ocupar cargos e outros espaços, o mundo perde oportunidades de crescimento e desenvolvimento. Nosso projeto busca mostrar, justamente, como a presença da mulher é importante em diferentes aspectos”, conta Andréia Roma, coordenadora geral do projeto e CEO da Editora Leader.

São 30 coautoras: Regina Lacerda, Alessandra Monteiro, Andrea Mathias, Camila Davoglio, Carolina Vieira, Daniela Paschoal, Ellen Oliveira, Enir Junker, Eva Vazquez, Fabiana Resende, Francesca Bianco, Gisele Christo, Graziella Castilho, Guadalupe de Andrade, Isabel Alves Azevedo, Isabel Barbosa, Liliana Caldeira, Linda Bessa, Margo Black, Patrícia Campos, Paula Lopes, Rosana Techima, Rossana Costa, Simone Cristina Fávaro, Simone Ramos, Simone Vizani, Solange Guimarães, Stephanie Zalcman, Vanessa Capua e Vanessa Rocha.

Ficha técnica

Título: Mulheres do Seguro
Lançamento: 25 de novembro, organizado pela TV Gestão RH
Editora: Editora Leader
ISBN: 978-65-88368-11-4
Páginas: 360
Formato: 22,8 x 15,4
Preço: R$ 69,90
Vendas virtuais: Submarino, Americanas.com, Shoptime, Extra, Casas Bahia, Ponto Frio e Amazon
Vendas físicas: Saraiva, Cultura, Travessa, Livraria da Vila, Martins Fontes, Livrarias Curitiba

Delphos disponibiliza solução de BPO para auxiliar seguradoras 392

BPO cresce na pandemia e favorece empresas do mercado de seguros potencializando a qualidade dos serviços, reduzindo prazos de entregas e otimizando os procedimentos

A pandemia trouxe grandes prejuízos e dificuldades para vários setores da economia mundial, incluindo o setor de seguros. Com as retrações do mercado e perda de poder de compra por parte dos consumidores, as margens de resultado diminuem, o que determina a necessidade de redução dos custos operacionais e das despesas administrativas. A afirmação é da diretora Comercial e de Marketing da Delphos, Elisabete Prado.

A executiva observa que, nesse cenário, contratar serviços de BPO’s, é uma das vertentes seguras para reduzir esses custos, mantendo a qualidade que se tem com os serviços realizados de forma verticalizada, e, por consequência, melhorando os resultados.

Elisabete Prado é diretora comercial e de marketing da Delphos / Divulgação
Elisabete Prado é diretora comercial e de marketing da Delphos / Divulgação

Elisabete Prado revela que a Delphos disponibiliza uma solução de BPO que pode auxiliar justamente naquilo que as seguradoras buscam, que são as “vantagens de uma terceirização”: liberar a seguradora para concentrar esforços nos seus principais processos e que tenham ligação direta com sua atividade-fim, garantindo ainda o cumprimento de prazos e excelência na qualidade. “A solução alivia o estresse da seguradora nas pressões do dia a dia e que acabam consumindo a energia da equipe, que deve estar focada no “pensar” e no “desenvolver”, como, por exemplo, o desenvolvimento de novos produtos e no crescimento da produção para melhorar e ampliar sua participação no mercado”, acentua.

A executiva ressalva ainda que, ao contratar uma empresa com serviços especializados, a seguradora estará potencializando a qualidade dos serviços, reduzindo prazos de entregas e otimizando os procedimentos. Com isso, terá maior garantia de satisfação de seus clientes, uma vez que poderá dar foco ao seu negócio, sem se preocupar com as atividades que não sejam intrínsecas à sua finalidade principal: o “negócio”.

A companhia também poderá se libertar da pesada carga de investimentos em infraestrutura tecnológica, já que esse investimento será da empresa contratada. “A gestão de uma equipe interna mais focada no seu core, certamente será mais eficiente”, observa.

Outro ponto destacado por Elisabete Prado é que seguradoras de qualquer porte podem adotar essa solução. Isso porque a terceirização dos serviços de BPO (total ou parcial), não guarda relação com o porte da seguradora, mas, sim, com a estratégia definida pelo corpo diretivo.

Dessa forma, uma seguradora de pequeno porte, por exemplo, pode trabalhar apenas com uma equipe de desenvolvimento de produtos e de vendas, deixando todo o trabalho para uma empresa terceira como se fosse um departamento seu, fora de sua estrutura de custos. Já as seguradoras de médio ou grande portes podem fazer o mesmo, setorizando por áreas de interesse e terceirizando aquilo que não gera valor agregado.

Elisabete Prado estima que as seguradoras que optam pela contratação de um BPO total ou parcial conseguem uma redução de 10% a 30% de seus custos administrativos ou investimentos tecnológicos.

Sobre as principais tendências de BPO de Seguros para o pós-pandemia, especialmente na sua utilização em segmentos que irão manter o home office e pretendem investir na terceirização, Elisabete lembra que o mercado segurador trabalha por “ondas” e que o processo de avaliação de resultados é contínuo, e as variáveis dependem do momento da economia.

Para a executiva, no pós-pandemia, o rescaldo das perdas ainda interferirá nos resultados dos negócios, o que levará as seguradoras a buscarem as soluções mais econômicas e eficientes. “Nesse aspecto, a contratação de BPO’s pode ser um forte aliado na busca da recuperação. A manutenção do home office também é outro fator que facilita a reflexão sobre a terceirização: se a operação pode estar fora do ambiente da empresa em função de um empregado, porque não em função de uma empresa?”, questiona.

A executiva aponta também que a Delphos é uma empresa de serviços, mas tem um viés muito ativo em desenvolvimentos tecnológicos com soluções sob medida, ou na oferta de sistemas prontos que podem ser adquiridos pelas seguradoras com baixo nível de customização.

A especialista cita, como exemplos, o SegDelphos (ERP para gestão operacional), o SinDelphos (sistema para avisos e controles de sinistros), o ApiDelphos (portal para análise de pessoas e imóveis visando processos de subscrição), o VinDelphos (BI para visão de negócios), o SvrDelphos (sistema de vistorias remotas) e o SajDelphos (sistema para gestão de ações judiciais).

Além disso, frisa que dada à sua longa atuação no segmento de seguros, a Delphos pode oferecer consultoria especializada e ajudar as seguradoras a encurtar os caminhos para a solução de suas dificuldades ou para as suas análises de melhorias de processos ou inovações.

Por fim, Elisabete Prado lista as principais evoluções que aconteceram nesse mercado nos últimos anos. De acordo com a diretora da Delphos, sobretudo nos aspectos ligados à tecnologia, os avanços foram imensos, até porque, em um mundo cada vez mais digitalizado, os gestores tiveram que buscar meios para garantir agilidade e eficiência nos seus processos. “O uso de recursos de Big Data e Inteligência Artificial, ou ferramentas para explorar as informações públicas disponíveis em mídias sociais e sites na internet, tiveram papel fundamental para ajudar a traçar o perfil de clientes em potencial, visando criar e ofertar produtos direcionados para nichos ou necessidades específicas”, conclui.

Seguro e ações de acolhimento em casos de doenças graves, estão entre as ações da Edenred 503

Seguro e ações de acolhimento em casos de doenças graves, estão entre as ações da Edenred

Por meio de iniciativas de sua plataforma de saúde interna, o Grupo promove conjunto de ações que vão do pré ao pós-tratamento

A Edenred, líder mundial em soluções transacionais para empresas, comerciantes e empregados, que integra as marcas Ticket, Ticket Log, Repom, Freto e Edenred Soluções Pré-Pagas, tem a saúde como um importante pilar de suas práticas de gestão de pessoas. Por meio de sua plataforma, chamada Viva Melhor, conta com uma série de ações para 2.000 colaboradores que contemplam o acesso a uma equipe multidisciplinar composta por médico do trabalho e da família, nutricionista, fisioterapeuta, educador físico, enfermeiro – que mantiveram o atendimento no formato remoto – e ainda compreende o apoio no acompanhamento de doenças graves como as que demandam tratamento oncológico.

O último levantamento da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH), sobre práticas de prevenção, acompanhamento e tratamento de câncer nas organizações, revelou que 60% das empresas não contam com iniciativas nesse sentido. Um cenário no qual boas práticas como as endereçadas pela Edenred são referências para o mercado, com frentes que contemplam desde o amparo emocional até o suporte financeiro para seus colaboradores.

“Sempre tivemos uma grande preocupação em atuar na identificação precoce e na prevenção de doenças de nossos profissionais, e temos obtido uma resposta positiva nos últimos mapeamentos realizados. Entre as iniciativas, sem dúvidas uma de extrema importância está no amparo aos casos de doenças graves, entre elas oncológicas, como abordamos de forma tão importante em campanhas de conscientização à prevenção ao câncer de mama, em outubro, e do câncer de próstata, em novembro. Mas esse cuidado precisa ir além de ações pontuais, e compreender o acolhimento que o colaborador precisa durante todo o tratamento”, destaca o gerente de Recursos Humanos da Edenred Brasil, Carlos Cavequi.

No último mês de outubro a equipe de saúde atuou em um intenso trabalho de conscientização para a realização de exames preventivos para o câncer de mama, e para novembro também replica esse rastreamento para fomentar a realização preventiva do diagnóstico do câncer de próstata, convidando ainda médicos especialistas para realizar lives sobre a importância do acompanhamento preventivo.

Entre os benefícios oferecidos pela Edenred Brasil está um seguro em caso de doenças oncológicas, com um auxílio financeiro de R$ 35 mil, que também contempla o colaborador e seus dependentes. No sentido de minimizar os impactos de gastos inesperados, o recurso pode ser acionado no momento do diagnóstico para cobrir eventuais despesas não cobertas pelos planos de saúde.

Outra frente está no apoio psicológico por meio do Conte Comigo, uma central de atendimento disponível 24 horas, com psicólogos, e que também podem direcionar os colaboradores e familiares dependentes para uma consulta presencial. Especialistas, como médico da família e enfermeiros, estão à disposição para auxiliar desde consultas preventivas, até no caso do diagnóstico, com o apoio na intermediação de processos com o plano de saúde e hospital. A central de atendimento compreende o apoio a diferentes necessidades dos colaboradores, e neste ano de mudanças inesperadas na rotina, a procura teve alta em maio, ápice da pandemia de Covid-19 e isolamento social no país.

As iniciativas de gestão da saúde da Edenred evoluíram e foram ainda mais relevantes neste momento de pandemia e distanciamento social, no qual a rotina das pessoas foi impactada. O conjunto de ações de cuidado aos colaboradores, que antes eram realizadas de forma presencial, foram adaptadas para a nova realidade de trabalho remoto com o atendimento de profissionais como fisioterapeutas, educador físico e enfermagem por videoconferência, e também contaram com a ampliação de alguns recursos que compreenderam o acompanhamento integral do estado de saúde de funcionários e seus familiares, até a disponibilização de consultas no formato de telemedicina.

Cliente Agente lança nova plataforma de vídeos para as redes sociais 318

Cliente Agente lança nova plataforma de vídeos para as redes sociais

Plataforma oferece conteúdo para Facebook, Instagram, WhatsApp e stories, além de Landing Pages e E-mail Marketing

Muitos corretores estão inovando e para estes a startup Cliente Agente está com um produto inédito no mercado, chamado Studio Play, que tem como finalidade auxiliar os que ainda não possuem uma presença freqüente nas redes sociais, através de vídeos personalizáveis. A plataforma oferece conteúdo para Facebook, Instagram, WhatsApp e stories, além de Landing Pages e E-mail Marketing.

Kleber de Paula é CEO Cliente Agente / Divulgação
Kleber de Paula é CEO Cliente Agente / Divulgação

O recurso conta com peças para datas comemorativas, mensagens motivacionais e ações engajadas, que auxiliam na aproximação constante com o segurado no ambiente digital. Os conteúdos incluem a divulgação dos produtos, considerando as necessidades dos clientes junto a sua comunicação. Ao aderir aos recursos do Cliente Agente, como o Studio Play, é possível acelerar a interação, de acordo com o perfil da corretora. Os valores de contratação são de R$ 54,90 mensais para o Studio ou R$79,90 para acesso ilimitado aos vídeos. Os corretores interessados em conhecer a solução devem acessar este endereço.

De acordo com o CEO do Cliente Agente, Kleber de Paula, a Startup oferece ao corretor o acesso a um calendário com datas importantes e uma área interativa, voltada para sugestões, que são lidas e desenvolvidas quando fazem sentido, comprovando a essência colaborativa da startup. “Sabemos que os vídeos tem imenso poder de atração da atenção das pessoas nas redes sociais. O que fizemos, é ajudar os corretores disponibilizando vídeos personalizáveis com a logo da corretora e com legendas sugeridas que cada corretor pode adaptar se achar melhor”, explicou.

Kleber informa ainda que mesmo para as corretoras que possuem agencia ou tem uma pessoa exclusiva para o marketing, ter a plataforma é essencial. “Usar a Studio Play é fácil e ajuda a manter a frequência nas redes a baixo custo. E como a proposta da Startup é ser a melhor solução do mercado, outras plataformas que atendem diversos públicos não tem como acompanhar o Studio que “vive” em função do Corretor de Seguros”, concluiu.

Comissão Feminina do Sincor-RJ realiza evento online 493

Natália Medeiros é Coach Executiva/Empresas e Carreiras / Divulgação

Será no dia 25 de novembro, às 19h, pelo Zoom

Com objetivo de dar continuidade as atividades e manter o contato com as integrantes, a Comissão Feminina do Sincor-RJ promove um encontro através de uma transmissão remota, que acontece no dia 25 de novembro, às 19 horas, pelo Zoom. Com o tema “Como se posicionar no digital para alavancar suas vendas de fim de ano”. O evento conta com a participação da Coach Executiva/Empresas e Carreiras, Natália Medeiros.

As emponderadas convidam todas as corretoras de seguros para participar das atividades realizadas pela Comissão, que é formada pela Presidente Claudia Fontenelle, pela Vice-Presidente Cintia Arruda, por Aparecida Correa, Ana Cecília Lavor, Rosângela Melo, Rosângela Garcia, Roseli Rosa, Ingrid Orosa e conta com o apoio da Diretora de Tecnologia do Sincor-RJ, Íris Sampaio.

Divulgação
Divulgação

Para confirmar presença, é só entrar em contato através do telefone (21) 99507-7701, para receber ID e senha de acesso ao Zoom.

New Report

Close