Regina Lacerda é coordenadora e coautora do livro Mulheres no Seguro 1342

A corretora de seguros Regina Lacerda, proprietária da Rainha Corretora de Seguros / Divulgação

Corretora de seguros há 30 anos, quando pediu exoneração do judiciário do Distrito Federal para se dedicar à missão de proteger, a executiva é referência no cenário nacional, especialmente no empreendedorismo feminino

A corretora de seguros Regina Lacerda, proprietária da Rainha Corretora de Seguros, sediada há 30 anos em Brasília-DF, é a responsável pela publicação que tem dado o que falar no setor. O livro Mulheres no Seguro terá lançamento oficial no dia 25 de novembro, pela editora Leader, mas já está à venda em livrarias online.

A editora Leader criou uma série de publicações sobre mulheres empreendedoras em diversos setores, e para desenvolver o trabalho sobre a ascensão feminina nos seguros convidou Regina Lacerda. Foram selecionadas mulheres com papel de destaque no setor em todo o Brasil para apresentarem suas histórias inspiradoras, e a obra demorou um ano para ser concluída. “Fizemos uma grande pesquisa de nomes para compor o livro, iniciamos com 200 para chegar às 30 coautoras finais. Foi um grande trabalho, e consegui realizar, mesmo com minha rotina agitada, pela estrutura montada pela editora, o que me deu muita tranquilidade e permitiu que a obra tivesse um aspecto editorial muito denso e profissional – este é um dos melhores livros do segmento feminino no Brasil”, garante Regina.

O trabalho foi coroado com a participação da escritora Lya Luft como prefaciadora. “Foi justamente por se tratar de um trabalho dedicado e de qualidade que uma escritora de renome como Lya Luft aceitou nosso convite”, comemora.

Com uma inspiradora trajetória profissional, Regina Lacerda também é uma das 30 coautoras. Seu capítulo é o primeiro, intitulado “O mercado abre as portas para a feminilidade”, onde ela conta sua história. Carioca, chegou a Brasília aos 12 anos de idade, na década de 70, com os pais e cinco irmãos para ajudar a construir a cidade. “Para o meu pai, servidor público, foi um marco chegar em Brasília. Como a cidade gira em torno do serviço público, eu também desejei essa atuação e aos 18 passei no concurso para o Tribunal de Justiça do Distrito Federal”. Exerceu sua atividade no judiciário por 10 anos, quando conheceu a área de seguros, em 1988, através do convite de um amigo para atuar como inspetora de produção da Sasse, seguradora da Caixa, que estava abrindo seu escritório em Brasília. Regina pediu uma licença sem vencimentos e trabalhou por dois anos lá, onde conheceu e se apaixonou pela missão de proteger.

Habilitou-se corretora de seguros em 1989, quando a então Funenseg levou o curso a Brasília, com professores do Rio de Janeiro. “Meu diretor na Sasse me aconselhou a fazer, disse que era uma oportunidade única, pois não saberíamos quando haveria nova turma. Eu estava no último semestre de pedagogia, precisei trancar a faculdade para focar no curso de corretora, uma das poucas mulheres estudando seguros na época”. O envolvimento foi tamanho que ela pediu exoneração do cargo público vitalício para se dedicar a empreender como corretora de seguros, e hoje a Rainha Seguros é referência não apenas em Brasília, mas em todo o Brasil.

A atual Escola de Negócios e Seguros (ENS) convidou Regina para ser testemunho de credibilidade na campanha “Seguro, uma vocação da mulher” que visibilizou quatro mulheres do Brasil que eram referência na profissão. Essa campanha foi realizada em 1993 e circulou em todas as revistas femininas nacionais à época, incluindo a Domingo, do Jornal do Brasil, e a Veja. A partir daí o tema empreendedorismo feminino começou “a seguir” Regina. “Não fui eu quem levantou essa bandeira, há mais de duas décadas, foi esse tema que me chamou para ser porta-bandeira dele”, diz.

“O livro Mulheres no Seguros é formado por mulheres apaixonadas pelo seguro. O convite para coordenar o trabalho caiu no meu coração de forma especial, tive um sentimento tão forte de pertencimento ao setor, que aceitei de pronto, com muito prazer e muita responsabilidade”, conta.

Regina é corretora de seguros, pedagoga, pós-graduada pela FGV em Administração Pública, teóloga e pós-graduada em Ciência da Religião. É acadêmica titular da Academia de Letras e Música do Brasil. Além de coordenadora do trabalho e uma das 30 coautoras, Regina também fez o texto de introdução, onde destaca que não há limite para as mulheres. “Segundo o mais recente Estudo de Mulheres no Mercado de Seguros no Brasil, realizado pela ENS, atualmente as mulheres compõem 55% do setor de seguros. Já somos maioria no setor em geral, mas em cargos de liderança ainda estamos desbravando. Nosso objetivo é que todas essas mulheres, que já são mais do que homens, possam ocupar cargos de lideranças e, assim, construir um mercado de seguros mais igualitário”.

Em 2014 recebeu convite para ser candidata a deputada estadual pelo Distrito Federal e hoje Regina é deputada distrital suplente pelo PODEMOS. Nesse momento está também fundando o CESB – Clube de Executivas de Seguros de Brasília, do qual será a presidente.

Além do livro Mulheres no Seguro, Regina escreveu sua história recentemente no livro “Empreendedoras de Alta Performance – Brasília” com a participação de outras 29 empresárias de sucesso da cidade, de segmentos diferentes. Regina foi a única representante da área de seguros no livro.

Mulheres do Seguro

O livro “Mulheres no Seguro” será lançado pela editora Leader no dia 25 de novembro, às 19 horas, pelo canal no YouTube. A obra, indo além da história do seguro, chama atenção para outra questão que precisa ser discutida: a equidade de gênero.

Com 30 depoimentos femininos, apresentando o perfil de executivas que atuam neste setor, nas principais cidades brasileiras, o livro promove amplo debate sobre o assunto. As 30 coautoras são: Regina Lacerda, Alessandra Monteiro, Andrea Mathias, Camila Davoglio, Carolina Vieira, Daniela Paschoal, Ellen Oliveira, Enir Junker, Eva Vazquez, Fabiana Resende, Francesca Bianco, Gisele Christo, Graziella Castilho, Guadalupe de Andrade, Isabel Alves Azevedo, Isabel Barbosa, Liliana Caldeira, Linda Bessa, Margo Black, Patrícia Campos, Paula Lopes, Rosana Techima, Rossana Costa, Simone Cristina Fávaro, Simone Ramos, Simone Vizani, Solange Guimarães, Stephanie Zalcman, Vanessa Capua e Vanessa Rocha.

Ficha técnica

Título: Mulheres do Seguro
Lançamento: 25 de novembro, 19 horas, organizado pela TV Gestão RH
Editora: Editora Leader
ISBN: 978-65-88368-11-4
Páginas: 360
Formato: 22,8 x 15,4
Preço: R$ 69,90
Vendas virtuais: Submarino, Americanas.com, Shoptime, Extra, Casas Bahia, Ponto Frio e Amazon
Vendas físicas: Saraiva, Cultura, Travessa, Livraria da Vila, Martins Fontes, Livrarias Curitiba

CVG RS celebra 32 anos com reencontro em feijoada especial 948

Encontro, realizado no último sábado, recolheu alimentos e donativos para a Confrasol

O Clube de Seguros de Vida e Benefícios do Rio Grande do Sul (CVG RS) realizou, no último sábado, a sua já tradicional feijoada. E em 2022, a celebração foi ainda mais especial. É que o CVG RS está comemorando seus 32 anos de fundação.

Com casa lotada, a presidente do Clube – Andréia Araújo – demonstrou a satisfação em poder reencontrar todos no primeiro evento presencial do CVG RS após a pandemia de coronavírus. “Por isso trazemos em nossa camiseta a questão do abraço. É muito emocionante”, disse ao lembrar do fundador do JRS, Jota Carvalho, um grande apoiador da Feijoada do CVG RS – iniciada na gestão do ex-presidente do CVG RS, Eder Oliveira. “Este é um momento muito importante e este encontro ainda promove uma campanha de donativos à Confrasol – onde as pessoas trouxeram a partir de 1kg de alimento não perecível”, completou ao agradecer e também enfatizar a campanha Educação, um Caminho Seguro – promovida pela Federação Nacional dos Corretores de Seguros (Fenacor) e Sindicato dos Corretores (Sincor RS), representado na ocasião pelo presidente André Thozeski.

Confira as imagens – Fotos: Filipe Tedesco / JRS: 

ExperMed completa nove anos de sucesso 666

Empresa vai muito além da medicina e busca sempre inovar no mercado de perícias médicas

De um sonho compartilhado entre amigos à transformação do mercado de perícias médicas e técnicas, apresentando uma nova forma de gerar resultados e êxitos. Assim, surgia a ExperMed – há 9 anos atrás – sempre com o intuito de ir muito além na medicina.

A CEO da ExperMed, Nadine Della Giustina, explica que a empresa é genuinamente e tem, além da inovação, foco na valorização contínua dos colaboradores e parceiros para proporcionar a entrega de resultados incríveis para os clientes.

Nadine conta que a ExperMed surgiu devido a uma lacuna existente no mercado. “Em 2013, os médicos ainda faziam laudos à mão, além de utilizar uma linguagem muito técnica. O resultado era uma baixa eficiência na esfera judicial, no sentido de potencializar o êxito das seguradoras”, comenta em entrevista especial para o Jornal do Seguro (JRS).

A empresa calcula a realização de mais de 150 mil perícias desde 2013. Hoje, a Expermed conta com 45 colaboradores, mais de 2 mil médicos, engenheiros e dentistas parceiros. “A ExperMed nasceu em 2013 com software próprio, equipe administrativa especializada em seguros e orientações prévias enviadas aos médicos. Era o começo de uma nova era no mercado de perícias médicas”, explicita a executiva ao mencionar os mais de 450 clientes ativos entre seguradoras, empresas e operadoras de saúde.

Com atendimento em todo o território nacional, a ExperMed tem entre seus diferenciais aliar alta qualidade na entrega ao cliente com busca constante por inovação. “Contamos com 7 sistemas próprios e tecnologias operacionais para melhorar, cada vez mais, a eficiência operacional e – ao mesmo tempo – gerar mais economia e assertividade para os clientes, buscando sempre a excelência na entrega das demandas recebidas”, acrescenta Nadine.

A executiva conta ao JRS sobre os planos para a primeira década de atuação da ExperMed e também os projetos para os próximos anos. “A Expermed se prepara para os próximos anos buscando sempre inovar nos mercados onde atua, sempre atenta aos movimentos e necessidades dos clientes, valorizando muito os colaboradores e parceiros para que o trabalho seja feito sempre com a alta qualidade, que é marca registrada da empresa, de modo a buscar crescimento constantemente”, cita a CEO.

Nadine Della Giustina lembra de um dos pontos mais marcantes ao longo dos últimos anos, na memória dos fundadores da ExperMed. “A história que mais marca a memória dos fundadores foi um contrato nacional fechado com uma das maiores seguradoras do País, por telefone e em minutos.Isso aconteceu em 2015 e foi a prova de que o nosso modelo de negócios havia conquistado o mercado. Os anos seguintes confirmaram a nossa convicção de que, com inovação e qualidade, era questão de tempo ser a líder do nosso mercado”, finaliza.

Confira as imagens – Filipe Tedesco/JRS:

Capgemini apresenta insights e aposta no relacionamento com o ecossistema de seguros 445

Head of Solutions for Insurance, Gustavo Leança destaca participação da companhia no Insurtech Brasil 2022

O Head of Solutions for Insurance, Gustavo Leança, destacou a participação da Capgemini no Insurtech Brasil 2022. O evento, realizado na última terça (21), contemplou programação recheada com conteúdos voltados para as transformações em curso na indústria seguradora.

Na ocasião, a Capgemini apresentou seus insights e cases de sucesso. “Contamos com estudos, como os mais recentes – um voltado para ASG – e outro voltado para o Open Insurance, que trazem visões teóricas e práticas para o mercado. É muito bom termos este contato com as seguradoras, insurtechs e demais agentes que integram este ecossistema do mercado de seguros brasileiro”, contou Leança em entrevista ao Jornal do Seguro (JRS.digital).

Veja também: Pesquisa da Capgemini indica passos para expansão dos benefícios da saúde conectada.

Prudential estreia no mercado de seguro de vida massificado com o objetivo de democratizar a proteção no Brasil 434

Prudential estreia no mercado de seguro de vida massificado com o objetivo de democratizar a proteção no Brasil / Foto: Noah Silliman / Unsplash Images

Seguradora lança portfólio de produtos específicos para o segmento com coberturas acessíveis e que podem ser personalizadas de forma simples e totalmente digital

A Prudential do Brasil, maior seguradora independente no segmento de pessoas do País, estreia no mercado de seguros massificados para oferecer produtos de seguro de vida de forma acessível, digital e simplificada, levando proteção financeira a um número cada vez maior de brasileiros. Batizado de Prudential Proteção para Todos, o novo negócio marca a entrada da seguradora no segmento de massificados, uma área dinâmica, diferenciada e com uma expectativa de crescimento promissora no Brasil, que ainda não possui a cultura do seguro de vida consolidada. De acordo com pesquisa realizada pelo Ibope a pedido da Prudential, apenas 15% da população conta com a proteção financeira.

Os primeiros parceiros da Prudential do Brasil nessa estratégia de democratização do seguro de vida são Mercado Pago, braço fintech do Mercado Livre, Klimber, plataforma tecnológica para seguros digitais, e a resseguradora Swiss Re. Com um portfólio desenvolvido especialmente para esta parceria, a intenção da seguradora é focar em um modelo de venda menos complexo, por meio de tecnologias acessíveis e ágeis, como os aplicativos de celular.

“A chegada da Prudential ao canal de massificados é um passo muito importante dentro do propósito da seguradora de levar proteção financeira para todos. Com o lançamento de um portfólio especial, queremos atender a demanda dos brasileiros que procuram um produto moderno e descomplicado, mas com a qualidade e a segurança que só uma companhia especialista em seguro de vida como a Prudential pode oferecer”, afirma a vice-presidente sênior de Parcerias Estratégicas Multicanais da Seguradora, Patricia Freitas.

Outro ponto que corrobora a entrada da seguradora neste novo mercado é o crescimento expressivo da presença online dos brasileiros e o volume de compras por meio de plataformas digitais. De acordo com o recente relatório da Comscore intitulado “Tendências e Comportamentos Digitais 2022”, o número de pessoas acima de 18 anos conectadas no País chegou a 131,8 milhões no primeiro trimestre de 2021, uma alta de mais de 4% em relação ao mesmo período no ano passado, quando eram 126,5 milhões.

E além de estarem conectados, o acesso e uso da internet via mobile chega à marca de 84,6 milhões de brasileiros, o que reforça a necessidade de criar e adaptar produtos e modelos de negócio que funcionem nos ambientes digitais e atendam à demanda desses novos consumidores conectados.

Por meio do aplicativo do Mercado Pago, o cliente poderá contratar dois tipos de coberturas básicas seguradas pela Prudential do Brasil: morte natural ou acidental e assistência funeral, sendo que a cobertura assistência funeral pode ser estendida para cônjuge e filhos. Também é possível ampliar a proteção com adicionais como cobertura de diária de internação hospitalar em caso de acidentes e cobertura para doenças graves, que também contempla cirurgias. Os novos clientes receberão ainda como benefícios atendimento via telemedicina, assistência odontológica emergencial e desconto em farmácias conveniadas.

Porto estreia como patrocinadora oficial do Festival de Parintins 542

Porto estreia como patrocinadora oficial do Festival de Parintins / Divulgação

Apoio faz parte da estratégia da empresa de valorizar a cultura brasileira e marca muda de cor pela primeira vez para homenagear os dois bumbás Garantido e Caprichoso

A retomada dos eventos presenciais criou uma forte expectativa para a volta das grandes festividades ao redor do país e, no Amazonas, esse espaço é ocupado pelo Festival Folclórico de Parintins, um dos maiores eventos populares do Brasil. A festa volta ao seu formato original após dois anos de pandemia e a atual edição, que acontece entre os dias 24 e 26 de junho, será patrocinada pela primeira vez pela Porto.

Umas das expressões culturais mais tradicionais do país, o festival acontece todos os anos na cidade de Parintins (AM) na última semana de junho, desde 1965, e é reconhecido como Patrimônio Cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Estima-se que, todos os anos, mais de 100 mil pessoas participam dos três dias de festividade no Bumbódromo. Outro fato histórico é que para participar da festa, a Porto vai mudar a cor da sua logomarca pela primeira vez, adotando o vermelho e mantendo o tradicional azul, alinhando-se com as principais cores da festa, representando respectivamente os bois Garantido e Caprichoso, cuja disputa dão o tom do festival.

Durante a realização do evento, a companhia vai reforçar os benefícios de um dos produtos que melhor se relaciona com o evento, o Seguro Viagem da Porto Seguros. A ilha de Parintins fica a 420 km da capital Manaus, às margens do Rio Amazonas. É possível chegar ao destino por meio de lancha, barco ou avião, porém quem quer acompanhar os desfiles durante o fim de semana, precisa se organizar.

“É um orgulho para nós podermos participar desse grande evento que reforça a cultura nacional. Além disso, a parceria é estratégica para mostrarmos ao público a experiência com a marca Porto, que busca promover proteção, cuidado e liberdade para as pessoas aproveitarem ao máximo o evento. Parintins é uma festa que exige um bom planejamento dos viajantes justamente por existirem formas diversas de chegar e se hospedar na ilha. Contratar um bom seguro faz parte desse planejamento porque traz tranquilidade para as pessoas em situações de imprevistos que qualquer viagem pode trazer”, destacou Carlos Eduardo Gondim, diretor de Vida e Previdência da Porto.

O seguro conta com 25 coberturas para destinos nacionais e internacionais, como danos ou extravio de bagagem, pagamentos de despesas com dentista e remédios, assistência médica integral no mundo todo e muito mais. Além disso, o seguro cobre situação emergencial em saúde, decorrente ou não de doenças preexistentes, inclusive para acionamentos de Covid-19.

Para conhecer mais detalhes sobre o Seguro Viagem da Porto Seguros, clique aqui.