Revista JRS apresenta retrospectiva do mercado segurador em 2020 104941

Edição especial da publicação mensal aborda os principais acontecimentos do ano

Editorial: Agradecer para renovar em 2021

Desafiador é como podemos definir o que foram os últimos 12 meses. A equipe do JRS procurou reinventar-se. Continuamos disseminando a cultura do setor, com presença ainda mais forte no universo digital. Um exemplo disso são as mais de 4,5 milhões de impressões em buscas no Google nos últimos três meses.

No mês de setembro, conseguimos reunir o mercado de seguros no Troféu JRS Drive-in, seguindo todos os protocolos de saúde e segurança. Isso é a prova de que não há barreiras para o JRS quando o assunto é estar ao lado de um dos segmentos mais importantes para a proteção das famílias brasileiras. Além disso, é claro, estamos sempre juntos de cada um dos profissionais que constroem o ecossistema de seguros, sejam corretores, seguradores ou prestadores de serviços.

Aproveitamos para apresentar nossos votos de renovação e prosperidade neste novo ciclo que inicia-se com a chegada do final de mais um ano. Por todos que ficaram em nossas memórias, por todas as histórias incríveis que ainda vamos viver juntos e por todo amor do mundo, desejamos que 2021 seja recheado de bênçãos e realizações para nossos amigos, parceiros de negócios, espectadores e entusiastas do setor de seguros.

Como “ninguém faz nada sozinho”, a nossa equipe, que orgulhosamente celebrou a marca de 20 anos de trabalho em 2020, é extremamente grata a todos que diariamente confiam no nosso trabalho e estão juntos na grande missão, que é disseminar a cultura do seguro. Obrigado por mais um ano de parceria!

Excelente leitura!

Amil Dental relança linha estética com dois novos produtos, preços e serviços diferenciados no mercado 370

Amil Dental relança linha estética com dois novos produtos, preços e serviços diferenciados no mercado / Foto: Divulgação

Operadora de plano odontológico com 2.2 milhões de beneficiários oferece 4 opções de produtos para pessoas físicas e PME – todos com clareamento dentário

A Amil Dental anunciou na última segunda-feira (18), durante uma live para mais de mil corretores, o relançamento de sua linha estética com quatro novas opções de planos odontológicos para pessoas físicas e PME. Os produtos conciliam cobertura, carência e preço diferenciados, a partir de R$ 63,90, com opções focadas na colocação de aparelho, próteses e cobertura de facetas de porcelana. Ao todo, a rede credenciada da operadora reúne 13 mil locais de atendimento e 36 mil dentistas cadastrados, sendo 7 mil especializados em ortodontia, prótese e clareamento. Em São Paulo, os clientes contam ainda com a praticidade e segurança de cinco clínicas que oferecem atendimento exclusivo a clientes Amil Dental.

Robert Wieselberg, diretor de Produtos da Amil Dental, explica que toda essa estrutura garante alta qualidade assistencial, equipamentos modernos e segurança nos tratamentos, atendendo a demanda de clientes exigentes. “Essa nova linha de produtos é resultado de um ano de pesquisas e testes com os consumidores. Aprendemos que, cada vez mais, o brasileiro quer ter uma boca não apenas saudável, mas também bonita. Isso significa dentição completa, dentes alinhados e na coloração adequada. E é nossa obrigação entender e atender as necessidades dos consumidores, pois esse é o caminho para alcançarmos um crescimento sustentável, aliando vendas e satisfação do cliente, o que é excelente para todos: beneficiários, corretores, dentistas e operadoras”.

Ele ressalta, ainda, que essa é uma grande oportunidade para os corretores incrementarem as vendas. De 19 de outubro a 31 de outubro, os corretores que mais venderem os planos da linha estética para pessoa física e para PME ganharão uma Alexa Echo Dot. Os novos planos começam com o E60, que foca nos clientes que precisam de próteses e de tratamento para bruxismo. Seus preços variam de R$ 63,90 (PME a partir de 6 vidas) a R$ 115 (planos individuais pagos com cartão de crédito). O E80, por sua vez, foca na parte de manutenção ortodôntica e colocação de aparelho, com valores que variam de R$ 68 a R$ 122. Já o plano E90 inclui faceta em porcelana, além de prótese parcial removível, total e fixa, e coroas unitárias, saindo por valores que variam de R$ 76,90 a R$ 169,85. Por fim, o plano E170, que reúne todas as coberturas, variam de R$ 109,90 a R$ 220,90, dependendo do número de vidas do contrato.

O tempo de carência desses planos também é um diferencial: são 30 dias para iniciar o tratamento de preparo de boca, que consiste em possíveis restaurações, tratamentos de gengiva, remoção de tártaro, entre outros procedimentos, 60 dias para iniciar a colocação do aparelho dentário e 120 dias para prótese. Uma outra vantagem é que os planos podem ser adquiridos por meio de boletos bancários e cartão de crédito.

19º Troféu JRS acontece nesta sexta-feira e revela os Destaques do Mercado Brasileiro de Seguros em 2021 2995

19º Troféu JRS acontece nesta sexta-feira e releva os Destaques do Mercado Brasileiro de Seguros em 2021

Cerimônia de reconhecimento contará com transmissão através do Canal do JRS no YouTube

Nesta sexta-feira (29) acontece a 19ª edição do Troféu JRS, a partir das 20h. A tradicional cerimônia de reconhecimento aos Destaques do Mercado Brasileiro de Seguros contará com a transmissão de todos os detalhes através do Canal do JRS no YouTube, além de todas as redes sociais do Grupo de Comunicação.

Serão revelados os 38 nomes que destacaram-se entre outubro de 2020 e outubro de 2021, além dos 4 destaques de votação popular nas categorias Prestador de Serviços, Personalidade do Ano, Corretor de Seguros e Seguradora do Ano. O evento acontece em formato híbrido, com a presença dos homenageados em uma noite mágica na Casa Vetro, em Porto Alegre (RS). Além disso, mais de 1 mil pessoas devem participar da plateia virtual e receberam kits especiais para celebrar o momento direto de todo conforto e segurança de suas casas.

“No ano passado, mesmo com os desafios de restrições por conta da pandemia, o evento foi realizado no formato Drive-In – no estacionamento do Aeroporto Internacional de Porto Alegre. Agora, com o avanço da vacinação, o encontro acontecerá em formato híbrido e com mais de 1 mil pessoas na plateia virtual – que poderão interagir durante a entrega dos Troféus e desfrutarão de mimos em kits especiais enviados pelos patrocinadores”, explica Júlia Senna Carvalho, CEO do Grupo JRS.

Patrocinadores Diamante: Icatu, Rio Grande Seguros e Previdência, Bradesco Seguros, Omint Seguros, MAPFRE, HDI Seguros, MAG Seguros, SulAmérica, Gente Seguradora, Grupo Life Brasil, Grupo Caburé, Anjo App, Agrifoglio Vianna – Advogados Associados, Fracel Corretora de Seguros, TopMed e DOC24. Patrocinadores Prata: Grupo Aspecir, Aspecir Previdência e União Seguradora. Patrocinadores Bronze: Capemisa Seguradora, Porto Seguro, Sancor Seguros, GBOEX, KSA Corretora de Seguros, MBM Seguro de Pessoas, Expermed Perícias Médicas e C. Josias & Ferrer – Advogados Associados.

Saiba mais sobre o evento no hotsite especial.

Susep divulga projetos selecionados para segunda edição do Sandbox Regulatório 372

Susep divulga projetos selecionados para segunda edição do Sandbox Regulatório / Foto: Diz Play / Unsplash Images

21 projetos trarão inovação para o setor de seguros brasileiro

A Superintendência de Seguros Privados (Susep) divulgou os projetos selecionados para participar da segunda edição do Sandbox Regulatório. A partir de agora, as empresas iniciarão o processo de autorização para poderem atuar, por até três anos, com menor custo regulatório e mais flexibilidade para inovar. Foram selecionados 21 projetos voltados à inovação no setor de seguros.

O Sandbox Regulatório é um ambiente experimental constituído com condições especiais, limitadas e exclusivas, e busca reduzir barreiras a novos entrantes. O ambiente tem como objetivo reduzir os custos e facilitar os processos para os consumidores, com foco na melhoria da experiência do usuário.

No ano passado, na primeira edição do Sandbox, foram selecionados 11 projetos inovadores, dos quais quatro já estão em operação.

Rafael Scherre, diretor técnico da autarquia, explica que uma das principais ações da Susep dentro da construção do novo marco regulatório do setor de seguros é a redução de barreiras à entrada, o que aumenta a concorrência e cria um ambiente mais favorável à inovação. “O Sandbox Regulatório é uma iniciativa fundamental nesse contexto. Esperamos resultados que beneficiem diretamente a vida dos consumidores, com produtos e serviços mais simples, de fácil uso e mais intensivos em tecnologia”, afirma.

Novos produtos e serviços

Scherre ressalta que foram selecionadas propostas de modelos de negócios com várias características aderentes ao ambiente regulatório experimental e que vão ao encontro do seu efetivo objetivo, que é possibilitar, sob a supervisão da Susep, a introdução de novos serviços, novas formas de prestar serviços tradicionais no mercado de seguros ou novos produtos, sempre com foco no benefício ao consumidor e sua experiência com seguros e, dessa forma, aumentar sua cobertura e a penetração no país.

Os projetos incluem a oferta de seguros em formato pay-per-use e coberturas intermitentes não só para proteção de automóveis, mas também para proteção residencial e para a prática de esportes. Há também propostas que atendem, em formatos inovadores, demandas reprimidas de mercado como seguros agrícolas paramétricos e com uso de tecnologias avançadas para monitoramento e regulação de sinistros, focados na inclusão de produtores rurais de pequeno e médio porte; microsseguros de danos; seguros para caminhões; seguros de fiança locatícia em formatos simples e inéditos; seguros para passageiros que busquem reduzir perdas com cancelamento e remarcação de passagens aéreas e hotéis.

Os projetos selecionados trazem novidades para o mercado. Além da customização das coberturas, seguros intermitentes e a cobrança de prêmios considerando o perfil do segurado, os projetos fazem uso de tecnologias como telemetria, geolocalização e imagens de satélite para melhorar a cobertura e a regulação dos sinistros. As propostas incluem ainda produtos alinhados a tendências como o trabalho em regime de home office e iniciativas ASG (Ambiental, Social e Governança) como estratégia.

As seguradoras que entrarão em operação a partir dos projetos selecionados terão autorização temporária para atuação por até três anos dentro do modelo Sandbox. Abaixo, a lista dos participantes selecionados (ordem alfabética):

Empresa Linhas de negócio 
ClubfixCelular
DarwinAutos: passeio
FinxMicrosseguros de danos para pequeno empreendedor
FulôCelular | Bicicletas
InnTechAgrícola: soja
InteligenteAutos: passeio
JustosAutos: passeio
LTIAutos: passeio
MeeBicicletas
ModeloAgrícola paramétrico: diversas colheitas
NeoAutos: passeio | Celular | Pets
NovoAutos: passeio
NWFiança locatícia
Oon DigitalAutos: passeio
Pet SegurosPets
PicselAgrícola: soja, milho e trigo
RedeFiança locatícia
RodosegCaminhões
TITIPassagens aéreas e hotéis
TrocafoneCelular
UrbantechEsportes | Fiança locatícia | Residencial

A publicação da Lei Complementar nº 182, de 2021 foi um incentivo adicional à utilização do Sandbox Regulatório como instrumento de fomento à experimentação de modelos de negócios inovadores e novas tecnologias, com acompanhamento do regulador. Nesse sentido, “trata-se de um ambiente experimental que servirá também à própria inovação regulatória, em razão das flexibilizações inerentes ao modelo de operação das novas empresas, que oferecem uma experiência totalmente digital, com o uso de várias tecnologias para simplificar o uso e melhorar a jornada dos segurados”, destaca Andrés Côrtes, gestor do projeto estratégico Sandbox na Susep.

Além de permitir a introdução de produtos e processos inovadores no mercado de seguros brasileiro, o Sandbox Regulatório é, também, uma oportunidade de aprendizado para o órgão regulador.

Mercado de Capitalização cresceu 7,4% até julho, com desempenho positivo nas cinco regiões do País 397

Marcelo Farinha é presidente da FenaCap / Divulgação

Setor demonstra resiliência ao longo de nove décadas com bons números

No ano em que comemora 92 anos de atuação no Brasil, o setor de Capitalização demonstra a resiliência conquistada nessas mais de nove décadas com números positivos. De janeiro a julho, o mercado cresceu 7,4% sobre igual período de 2020, com receitas que totalizaram R$ 13,6 bilhões. Para a Federação Nacional de Capitalização (FenaCap), o resultado ainda não permite comemoração em razão do impacto econômico que a pandemia da Covid-19 provocou na renda dos brasileiros, mas já é possível vislumbrar um cenário animador para 2021.

Para o presidente da FenaCap, Marcelo Farinha, o desempenho positivo conquistado em todas as regiões brasileiras é um importante parâmetro de avaliação do comportamento do mercado neste período de distanciamento provocado pela pandemia. “As empresas de Capitalização têm realizado grandes investimentos em plataformas digitais. Isso diminui a distância com o cliente. O resultado é uma maior agilidade nos processos, trazendo uma experiência positiva do consumidor com o produto. Permite ainda que o cliente faça um título de qualquer lugar pela internet e não apenas presencial como há dois anos. E ainda facilitou os pagamentos de prêmios”, explica o presidente.

Por regiões, o Centro-Oeste apresentou maior crescimento (17%), seguindo do Sudeste (7,8%), Norte (5,12%), Nordeste (4,35%) e Sul (3,85%). As reservas técnicas, que medem a robustez financeira do setor, totalizaram R$ 32,8 bilhões, alta de 4,7%. Mesmo diante de tamanha crise, os resgates se mantiveram estáveis: R$ 11,2 bilhões, alta de 6,3% sobre igual período do ano passado.

Outro ponto importante verificado no período foi o aumento nos recursos pagos em sorteios, um relevante incremento e injeção de recursos à economia, cujo montante superou R$ 758 milhões, alta de 34% em relação ao registrado de janeiro a julho de 2020.

Os títulos tradicionais de Capitalização continuam liderando as vendas, com 71% da receita, seguidos pela modalidade de Instrumento de Garantia (13%) e de Filantropia Premiável (12%). As modalidades de Incentivo, Popular e Compra Programada somam os 4% restantes. Destaque novamente para a Filantropia Premiável, que apresentou alta de 88% em comparação a janeiro/julho do ano anterior.

Nos títulos de Filantropia Premiável, o consumidor cede o direito de resgate de sua reserva para uma instituição previamente credenciada pelas empresas de Capitalização, permanecendo com o direito de concorrer a prêmios. De janeiro a junho deste ano, esses produtos contribuíram com um apoio de mais de R$ 716 milhões às entidades que realizam ações voltadas ao trabalho social.

César Saut participa de dois painéis do World Coop Management; Icatu é seguradora oficial do evento 379

César Saut é vice-presidente corporativo da Icatu / Divulgação

Encontro é considerado o maior do cooperativismo mundial

O vice-presidente corporativo da Icatu, César Saut, é um dos convidados do World Coop Management (WCM’21) – considerado o maior evento do cooperativismo mundial – que será realizado no Brasil nos dias 25 e 26 de outubro, em Belo Horizonte (MG).

Nesta segunda-feira, 25, o executivo participa do painel Empreender, que irá abordar o empreendedorismo com viés no Cooperativismo de Crédito e Seguro de Vida. Já na terça-feira, 26, César falará sobre a atuação da seguradora como forma de amparo da sustentabilidade socioeconômica na sociedade, reforçando a atuação de 23 anos da Icatu junto ao cooperativismo.

Com experiência de mais de 20 anos como associado do sistema cooperativo e de 30 anos como executivo do mercado segurador, Saut é um dos executivos brasileiros mais proeminentes em distribuição de seguros de pessoas e previdência junto ao sistema cooperativo.

“Os sistemas cooperativos e o mercado segurador são formas de mutualismo organizado e têm essências análogas. O espírito coletivo é a `espinha dorsal` que une essas duas associações, nas quais a interação entre as partes beneficia a todos os envolvidos. Por isso, ambos cumprem papéis sociais relevantes como agentes de estabilização econômica de pessoas, famílias e da sociedade”, observa Saut.

Como uma seguradora de pessoas, a Icatu tem por princípio diminuir as consequências de certos riscos sociais. No ano passado, beneficiou mais de 90 mil famílias com a distribuição de R$ 900 milhões entre pagamentos de rendas, benefícios e sorteios. A cada 5 minutos, a Icatu ajudou uma família a estar financeiramente assistida em 2020.

O WCM’21 vai reunir CEOs, líderes, diretores e pensadores de todo o mundo para discutir questões importantes como liderança, estratégia e gestão de alta performance. Todo o evento será realizado de forma híbrida, com palestras transmitidas pela internet.

Serviço

World Coop Management (WCM’21)

Participação Icatu

Dia 25 de outubro | Palco Live
Painel Empreender
Horário: 17h – 18h

Dia 26 de outubro l Palco 360º
Momento Icatu Coopera
Horário: 09h40min – 10h20min