Associação Médica diz que é urgente o início da vacinação no Brasil 814

Associação Médica diz que é urgente o início da vacinação no Brasil

Confira posição da Associação Médica Brasileira sobre Covid-19 e vacinação

A Associação Médica Brasileira, AMB – em conjunto com todo o seu quadro de Sociedades de Especialidades, em particular as Sociedades abaixo signatárias – vem a público comunicar seu posicionamento relacionado aos aspectos preventivos, diagnósticos e terapêuticos da doença Covid-19. Damos ênfase à importância da vacinação da população contra o Sars-CoV-2 e, para tanto, apresentamos como fundamentos as mais sólidas e atualizadas evidências cientificas da Medicina.

Legitimada por representar todo movimento médico associativo e em cumprimento a sua missão, a AMB conclama os cidadãos do País a aderir à programação oficial de vacinação a ser definida pelas autoridades sanitárias nas próximas semanas, bem como manter as conhecidas medidas preventivas que reduzem a transmissão do novo coronavírus.

O ano de 2021, felizmente, começa com perspectivas. Estão chegando as vacinas para Covid-19 no Brasil. Elas têm potencial de ser um divisor de águas no combate à pior crise sanitária mundial dos últimos cem anos.

Nos próximos dias, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) avaliará os resultados das pesquisas referentes à eficácia e à segurança das vacinas de Oxford/AstraZeneca e CoronaVac contra o SARS-CoV-2, atendendo a solicitações de uso emergencial da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e do Instituto Butantã, respectivamente.

A agência reguladora nacional merece credibilidade da comunidade científica e a confiança da sociedade brasileira, pois, desde a sua criação, em 26 de janeiro de 1999, atua adequadamente na avaliação de novos medicamentos, vacinas, testes laboratoriais e dispositivos médicos, apenas permitindo o uso no Brasil quando demonstram qualidade, eficácia e segurança.

Enfrentando a triste realidade de mais de 200.000 brasileiros mortos pela Covid-19 – somos o segundo país com maior número de óbitos no mundo – temos a certeza de que a Anvisa saberá avaliar com qualidade e celeridade a solicitação de autorização para uso emergencial e/ou o registro destas vacinas.

É urgente o início da vacinação no Brasil. Só assim evitaremos mais mortes causadas pela Covid-19. Desde 8 de dezembro de 2020, quando a primeira dose da vacina foi ministrada no mundo ocidental, já são 23 milhões de aplicações realizadas com segurança em mais de 50 países.

A maioria das pessoas vacinadas não apresenta efeitos colaterais. Os que apresentam geralmente têm sintomas leves. Nenhuma morte relacionada à vacinação para Covid-19 foi descrita até o momento, enquanto a doença já causou mais de 1.900.000 óbitos globalmente.

Uma vez autorizadas ou aprovadas pela Anvisa, as vacinas poderão e têm de ser oferecidas aos brasileiros com segurança e eficácia.

É imperioso que os gestores públicos nos três níveis (federal, estadual e municipal) atuem com organização, interação e rapidez na aquisição, disponibilização, armazenamento e aplicação das vacinas. Cada dia de vacinação terá impacto progressivo para salvar centenas de vidas de brasileiros.

Aproximadamente de 2 a 4 semanas após a vacinação, o organismo humano inicia a produção de anticorpos eficazes para evitar a Covid-19 ou reduzir o risco de evolução para formas mais graves da doença. Por isso, há a necessidade urgente de termos vacinas disponíveis, e assim, mudarmos o atual cenário desolador e recorrente de mais de 1.000 mortes por dia pela Covid-19 no Brasil.

Vivemos um momento de demasiada desinformação, desserviço e fake news. É relevante conscientizarmos a população brasileira da importância fundamental das vacinas para controle das mais diversas doenças infecciosas, entre as quais a Covid-19.

Orientamos e clamamos que não se repassem vídeos e mensagens que desinformam sobre a real eficácia e segurança das vacinas.

Reconhecidamente, as vacinas representam um dos maiores feitos da humanidade. Quem recebe uma vacina se protege e protege também as pessoas de seu convívio social, incluindo familiares, amigos e colegas de trabalho.

Com as vacinas conseguimos erradicar doenças como a varíola, reduzimos mortes como as causadas pelo sarampo e pela meningite, além de sequelas graves como as da poliomielite. Do mesmo modo, conseguiremos controlar a maior pandemia dos últimos 100 anos, a Covid-19.

O isolamento de novas cepas do SARS-CoV-2, principalmente a variante B.1.1.7, traz alertas. Apesar de ser transmitida mais facilmente, esta nova cepa não parece causar doença mais grave. Porém, com o aumento da transmissão, temos mais casos e, consequentemente, mais mortes. Os estudos iniciais sugerem que as vacinas existentes também são eficazes para evitar a Covid-19 causada por cepas mutantes.

No contexto de prevenção de doenças infecciosas, nenhuma medida isolada tem eficácia máxima. Portanto, se deve aliar à vacina as “6 regras de ouro”, medidas já comprovadamente efetivas na prevenção da Covid-19. São elas:

  • Uso de máscaras;
  • Distanciamento físico de pelo menos 1,5 metro;
  • Higienização frequente das mãos com água e sabão ou álcool 70%;
  • Evitar aglomerações;
  • Permanecer em isolamento respiratório domiciliar, desde o 1º dia de sintomas suspeitos de Covid-19. Procurar atenção médica para o diagnóstico correto e seguir a orientação recebida e apropriada para cada caso em sua individualidade. Não se automedicar;
  • Manter os ambientes arejados e ventilados.

Com o controle da pandemia, teremos a perspectiva de enfrentar com melhores resultados as graves consequências sociais que esta devastadora pandemia causa ao Brasil e ao mundo, inclusive retomando a vida produtiva, o crescimento econômico, gerando empregos e construindo um futuro de progresso coletivo.

Signatários:

ASSOCIAÇÃO MEDICA BRASILEIRA e suas afiliadas

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ALERGIA E IMUNOLOGIA

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE HEMATOLOGIA, HEMOTERAPIA E TERAPIA CELULAR

ASSOCIAÇÃO DE MEDICINA INTENSIVA BRASILEIRA

SOCIEDADE BRASILEIRA DE ANGIOLOGIA E DE CIRURGIA VASCULAR SOCIEDADE BRASILEIRA DE INFECTOLOGIA

SOCIEDADE BRASILEIRA DE PNEUMOLOGIA E TISIOLOGIA

Bradesco Seguros estimula relacionamento digital mais humanizado 436

Valdirene Soares é Diretora de Recursos Humanos do Grupo Bradesco Seguros / Divulgação

Seguradora desenvolve ações no ambiente online para apoiar funcionários, parceiros e clientes

Em tempos de novas tendências de comportamento e tecnologias disruptivas, o relacionamento digital mais humanizado tornou-se um diferencial dentro das organizações. Apesar da distância física imposta pela pandemia, a Bradesco Seguros manteve um contato ainda mais próximo com equipes, parceiros comerciais e clientes da companhia. A seguradora tem investido em uma série de iniciativas digitais para engajamento e apoio às áreas. Todas as ações presenciais foram adaptadas para o meio digital. E o grupo também identificou oportunidades de trazer novas soluções e conteúdos aderentes ao cenário.

Para Valdirene Soares, Diretora de Recursos Humanos do Grupo Bradesco Seguros, a pandemia exigiu uma rápida adaptação as transformações, atrelada a um olhar mais empático ao ser humano. “Em meio ao distanciamento, e em todo o processo de adaptação à pandemia, apoiamos e oferecemos todo o suporte para os profissionais por meio das ações online. Em momentos como este, sabemos que o mais importante é cuidar das pessoas! E esse período requer compreensão e empatia por parte das empresas e líderes”, comenta.

Além disso, a companhia desenvolveu ações exclusivas para trabalhar a importância da complementariedade entre o humano e o tecnológico, reforçando a preocupação da empresa com as pessoas para acelerar cada vez mais a transformação no digital.

Pensando em estabelecer e estimular essa conexão entre as Relações Humanas e a Transformação Digital, em 2020, a companhia juntou, pela primeira vez, os Programas “Você em Foco” – ações em prol do autoconhecimento e desenvolvimento, e “Você conectado” – iniciativas para fomentar a transformação Digital, e promoveu uma live especial com Rossandro Klinjey e Martha Gabriel, abordando como esses dois assuntos se conectam e como é preciso haver um equilíbrio entre essas duas atmosferas: o digital e o humano. Desde então, a seguradora vem trabalhando fortemente os programas e fazendo a intersecção dos temas.

A primeira live de 2021, foi marcada por mais um encontro dos dois programas. Na palestra, que aconteceu em fevereiro, os convidados Tiago Mattos e Allan Dias Castro conectaram futurismo à poesia, propondo uma discussão sobre a evolução digital por meio da arte.

Além disso, por meio do “Você em Foco”, a seguradora vem abordando temas, como: gestão emocional; humanização nas relações à distância; a importância da sensibilidade e atenção aos aspectos humanos e emocionais; comunicação em tempos de crise, entre outros assuntos.

Até março deste ano a seguradora já soma mais de 300 mil participações em ações online, com a presença ativa da liderança, funcionários e corretores. Todas as práticas têm sido desenvolvidas pela área de Recursos Humanos da Seguradora, com o apoio da UNIBRAD (Universidade Bradesco) e da Universeg (Universo do Conhecimento do Seguro).

Speed Training: dinamismo, qualidade e baixo custo 336

Speed Training: dinamismo, qualidade e baixo custo

Trata-se da nova categoria de cursos da ENS

Agilidade, ótima relação custo-benefício e conteúdo de excelência. Nos tempos atuais, esses são importantes fatores a serem considerados na hora de escolher uma capacitação. A ENS uniu essas características ao criar uma categoria inédita de cursos: Speed Training.

Voltados para quem pretende se manter competitivo nos ambientes de Negócios e Seguros, que passam por constantes transformações, os programas fornecem conhecimentos objetivos e compactos sobre um determinado tópico, visando a impulsionar a carreira do aluno em um curto espaço de tempo.

Com duração de duas horas, os cursos têm investimento acessível, de R$ 50,00, e serão realizados na modalidade online com aulas ao vivo. O catálogo conta com 17 opções e as aulas começaram no último sábado, 17 de abril. Não são exigidos pré-requisitos.

Em abril e maio, os temas abordados serão: Entendendo a Terminologia de Benefícios; Previdência Complementar Aberta e Fechada – PGBL e VGBL; As Regras do Seguro de Vida; e As Regras dos Planos de Saúde. A partir de junho, outros assuntos estarão em pauta, como Insurtechs, LGPD, Seguros Cibernéticos e Seguro Paramétrico.

A relação completa de cursos pode ser acessada neste endereço, onde também é possível realizar inscrições.

Omint lança e-book sobre os cuidados para lidar com picos de transmissão da Covid-19 371

Omint lança e-book sobre os cuidados para lidar com picos de transmissão da Covid-19

Material apresenta informações sobre o atual cenário da pandemia

O novo pico de contágio pelo coronavírus, que, segundo especialistas, teve início em meados de novembro de 2020, resultou em um grande crescimento de casos e óbitos em todos os Estados do Brasil, e as novas variantes do SARS-CoV-2 têm sido responsáveis tanto por reinfecções como também pela maior transmissibilidade entre pessoas.

Mediante esse cenário, a fim de prestar esclarecimentos sobre as novas cepas, os cuidados redobrados para evitar contaminação, além da atenção à vacinação e os mitos e verdades sobre a pandemia, a Omint, assumindo seu protagonismo na gestão de saúde e cuidado com as pessoas, elaborou um e-book gratuito sobre o assunto.

“Seguindo nossa vocação de cuidar de pessoas, estamos sempre oferecendo informações de utilidade pública, fundamentais para compreender e lidar com cada etapa da pandemia. A Omint é referência neste tema desde o início, quando disponibilizamos vídeos e lives com os médicos e diretores dos mais importantes hospitais e laboratórios do Brasil, que fazem parte da rede de prestadores da Omint”, destaca Marcos Loreto, diretor Médico Técnico da Omint. “A fim de apoiar a tomada de decisão de pessoas e empresas de forma responsável e segura, lançamos, em 2020, o e-book de retorno ao trabalho, com três edições já publicadas. Agora, com os avanços da doença, elaboramos este material atual, repleto de orientações sobre o atual momento da pandemia”, acrescenta.

Com este novo e-book, a Omint oferece um serviço de utilidade pública ao apoiar gestores de empresas e pessoas com orientações sobre os cuidados a serem tomados com as novas variantes que estão em circulação, a atenção redobrada às informações que são amplamente divulgadas e reforçar a compreensão sobre a importância da imunização. “Nosso compromisso em contribuir com a prevenção do coronavírus ultrapassa o nosso papel de gestora da saúde de nossos clientes. Queremos também fomentar o aspecto consultivo e de educação para levar informação técnica e embasada cientificamente para os gestores de RH, apoiando-os nas ações de prevenção, e simultaneamente mantendo os colaboradores atualizados sobre os desdobramentos da pandemia”, completa Loreto.

Enquanto a vacina não é disponibilizada para toda a população, os principais meios de evitar a propagação e o contágio pela Covid-19 permanecem os mesmos: sair de casa apenas para tarefas fundamentais, mantendo sempre 2 metros de distanciamento social, usar máscaras cobrindo corretamente o nariz e a boca e higienizar as mãos com água e sabão, ou sanitizante próprio, por no mínimo 20 segundos, toda vez que elas tocarem superfícies potencialmente contaminadas.

Para saber mais, acesse o e-book completo neste endereço.

Hotsite da Bradesco Saúde sobre pandemia completa um ano 327

Sede da Meu Doutor Novamed em Porto Alegre (RS) / Arquivo JRS

Com mais de 1,5 milhão de acessos, plataforma dá dicas de autoproteção e cuidados essenciais

Em seguida à oficialização da pandemia do coronavírus no país, a Bradesco Saúde e a Mediservice, empresas do grupo Bradesco Seguros, lançaram um hotsite com informações atualizadas para a assistência à saúde de seus beneficiários e informações gerais sobre a doença para a sociedade. Após esse primeiro ano, foi registrado 1,572 milhão de acessos ao hotsite. As áreas mais procuradas pelos clientes são “Saúde Digital”, “Exames de Covid” e “Download da Cartilha”.

O hotsite segue reforçando a importância da autoproteção e de todos os cuidados necessários para evitar o contágio da Covid-19. Disponibilizam, ainda, dados sobre o 0800 – orientação médica por telefone; informações sobre exames de PCR e sorologia, além dos laboratórios que oferecem os exames; vídeos com dicas de prevenção e informações sobre reembolso 100% digital; listagem de clínicas para redes de apoio – atendimento primário; lista de serviços assistenciais durante a pandemia; orientações sobre prevenção; plano de contingência para empresas e cartilha atualizada com a frente de médica da empresa.

“A pandemia ainda é um grande desafio. Nosso compromisso é compartilhar um conjunto de orientações constantemente atualizado para promover a assistência à saúde junto aos nossos beneficiários. Um alerta importante: vacinados e pessoas que já tiveram a doença devem manter os cuidados para evitar uma nova contaminação. Por meio do hotsite, estamos monitorando também a busca por informações sobre as sequelas da Covid-19”, revela Thaís Jorge, diretora da Bradesco Saúde.

A Bradesco Saúde já registrou a marca de 215 mil atendimentos online em diversas especialidades, desde o lançamento do aplicativo Saúde Digital, serviço de consulta a distância, em julho passado. A teleconsulta é um dos serviços oferecidos aos mais de 3,6 milhões de beneficiários da seguradora em todo o país, com, aproximadamente, 30% dos beneficiários realizando duas ou mais consultas, o que evidencia satisfação quanto ao atendimento.

Rede Meu Doutor Novamed

Além do hotsite destinado à pandemia, a Bradesco Saúde e a Mediservice disponibilizam toda sua infraestrutura para o combate à doença. Os profissionais da rede de clínicas Meu Doutor Novamed, que faz parte do Grupo Bradesco Seguros, reforçam a importância de observar os sintomas sugestivos de Covid-19, lembrando que há casos de pacientes com sequelas, após o fim do quadro infeccioso.

Dentre os sintomas mais comuns pós-Covid, destacam-se sinais como fadiga/cansaço, dor de cabeça, perda de olfato e paladar por período mais prolongado, perda de memória e/ou dificuldade de concentração e queda de cabelo acentuada.

“Torna-se, portanto, extremamente necessário o acompanhamento médico regular após o término da fase aguda da infecção, nos casos de sintomas evidentes. A rede Meu Doutor Novamed é a opção para esse atendimento, permitindo o monitoramento adequado e evitando aglomeração em pronto-socorros de hospitais”, conclui Thais Jorge.

A rede de clínicas Meu Doutor Novamed, presente em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba e Belo Horizonte, registrou 135 mil atendimentos no ano passado, tendo como diferencial as consultas por livre demanda devido aos casos de suspeita de Covid-19. As 20 unidades em operação no país realizaram mais de 19 mil atendimentos não agendados, o que representou 14,5% do total das consultas no ano passado. Desse total, apenas 4,8% dos casos precisaram ser encaminhados para hospitais para tratamentos agudos.

A rede conta com equipe multidisciplinar, somando mais de 400 profissionais, entre médicos, psicólogos, nutricionistas e enfermeiros. Em suas unidades, são oferecidos exames de baixa complexidade e consultas médicas nas especialidades disponíveis neste endereço.

Todos os planos da Bradesco Saúde e Mediservice são aceitos na rede de clínicas Meu Doutor Novamed.

O agendamento de consultas é realizado via site, aplicativo Bradesco Saúde ou mesmo pela Central de Agendamento (4004-2734). E a rede Meu Doutor Novamed também está habilitada para o atendimento via telemedicina, inclusive, com a possibilidade de acompanhamento das consultas realizadas presencialmente. Para agendamento, o beneficiário deve ligar para o contato exclusivo de marcação de consultas: (11) 3930-4444. Em seguida, receberá um e-mail para preenchimento de cadastro e, posteriormente, um link para a consulta.

Bradesco Saúde: liderança consolidada

A Bradesco Saúde é líder consolidada do mercado de planos e seguros privados de saúde, com maior destaque no segmento de planos coletivos, para empresas de todos os tamanhos, atuando em todas as regiões geográficas do país. Hoje atendendo cerca de 3,6 milhões de beneficiários, e presente em aproximadamente 1,4 mil municípios do país, a Bradesco Saúde e sua controlada Mediservice contam com ampla rede médica referenciada composta por mais de 46 mil prestadores médico-hospitalares, mais de 1,7 mil hospitais e cerca de 10,5 mil serviços de diagnósticos e análises laboratoriais. Em 2020, as duas empresas apresentaram, em conjunto, faturamento superior a R$ 26,5 bilhões, crescimento de 4,46% em relação ao mesmo período do ano anterior.

MetLife cria programa interno de mentoria para colaboradores negros 360

MetLife cria programa interno de mentoria para colaboradores negros

Programa servirá como inspiração e apoio no desenvolvimento profissional

A MetLife, a partir de seu Comitê Presença Afro, está iniciando um programa interno de mentoria, liderado por gestores negros para colaboradores negros. Com início no mês de abril, líderes e colaboradores terão encontros voltados a estimular o desenvolvimento e o progresso desses talentos até o nível de gestão dentro da empresa. O objetivo é expandir a cultura inclusiva e relações significativas de trabalho.

A jornada terá duração de três meses e será dividida em três fases. A primeira será descoberta de talentos; a segunda aspiração, anseios e objetivos dos profissionais na empresa; e a terceira evolução e aplicação dos pontos da mentoria e direcionamento profissional para o crescimento. Durante todo o projeto, os mentores estarão disponíveis para orientar e dar feedbacks aos selecionados.

O programa conta com autoavaliações periódicas, conteúdos de desenvolvimento de carreira, sessões virtuais com o mentor, feedback sobre o desenvolvimento e uma trilha do MyLearning (Degreed), plataforma interna que permite acesso a conteúdos digitais intuitivos e focados no autodesenvolvimento. Ao todo, serão cinco reuniões, duas vezes por mês, com uma hora de duração cada, em horários combinados entre mentor e mentorado.

Os participantes também terão algumas responsabilidades: participar plenamente das sessões e atividades, aplicar os aprendizados no dia a dia, expandir recursos de liderança, ter progressos nos cursos virtuais de desenvolvimento e se comprometer com o processo e a organização de sua agenda durante a jornada. Além das reuniões e interações entre os participantes, também está no escopo do programa um encontro informal com o CEO Raphael de Carvalho.

“Diversidade, equidade e inclusão são premissas na MetLife. Trabalhamos para criar um ambiente aberto e inclusivo, onde todos tenham oportunidades iguais de desenvolvimento. Estamos felizes com este novo projeto, pois a companhia acredita que, de fato, esses programas estimulam o engajamento dos colaboradores e traçam uma perspectiva positiva de projeção de carreira na empresa. Temos vários talentos e vamos desenvolvê-los”, comenta Daniela Dall’Acqua, Diretora de RH da MetLife.

Além do Comitê Presença Afro, a MetLife conta com os comitês Mulheres de Atitude, GLAM (LGBTQIA+) e MDA (MetLife Diverse Abilities, voltado para Pessoas com Deficiência). Todos se reúnem periodicamente para identificar situações, propor iniciativas e discutir temas de interesse dos funcionários que promovam melhorias na companhia e na sociedade, possibilitando novos olhares e percepções entre trabalhadores e instituição.