Segmento de Seguro de Vida se consolida durante a pandemia 713

Ronaldo Dalcin, Superintendente Comercial Nordeste da Tokio Marine

Confira artigo de Ronaldo Dalcin, presidente do Sindicato das Seguradoras Norte e Nordeste (Sindsegnne)

Recentemente, foram divulgadas informações sobre o crescimento expressivo na contratação de seguros de vida no mercado brasileiro. Segundo levantamento da Brasilseg, do Banco do Brasil, a contratação de apólices do produto pelos clientes de 18 a 20 anos cresceu quase 205% em janeiro deste ano, na comparação com igual período do ano passado. Já a pesquisa realizada pela Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi) mostra que houve um acréscimo de 26% nessa mesma modalidade em 2020, quando comparado ao resultado de 2019. No primeiro bimestre de 2021, o ritmo de crescimento se manteve com avanço de 24,9%.

Considerando que em 2020 vivenciamos nove meses de isolamento social com graves efeitos sobre a economia, superar patamares anteriores ao período de crise deve ser motivo de muito orgulho e comemoração. E quando verificamos essas performances podemos fazer algumas interpretações. A primeira, que já citei em outros artigos, é que a pandemia evidenciou a responsabilidade de revistarmos diversos conceitos. Entre eles, o planejamento financeiro familiar que alçou uma condição de importância não percebida nessa proporção anteriormente.

Nessa linha, a pandemia também acelerou nosso conceito de necessidade de proteção, o que certamente contribuiu sobremaneira para que aumentasse a busca por um esteio securitário. E quando escrevo proteção, aí vem um ponto muito importante, pois se anuncia o imperativo de uma proteção ampla e familiar.

Dito isso, é importante perceber que o ecossistema segurador está em constante processo evolutivo, trazendo as mais diversas possibilidades para os produtos de vida. Além das tradicionais coberturas de morte e invalidez, por exemplo, podemos optar pela cobertura de doenças graves que são benefícios utilizados em vida. Algumas seguradoras trabalham com combos para essas situações que vão desde um AVC, um transplante e a esclerose múltipla.

Estamos aqui falando não somente de um leque diverso de possibilidades que o seguro de vida apresenta em termos de coberturas, mas também um ponto que o torna ainda mais atrativo sob o ponto de vista de serviços agregados: a telemedicina. Ela foi autorizada em caráter emergencial pelo Ministério da Saúde nesse período e disponibilizada por algumas empresas seguradoras em seus portfólios.

A facilidade e segurança de ter um médico disponível por vídeo, sete dias por semana, vinte e quatro horas por dia, é realmente um grande atrativo, especialmente nesse cenário pandêmico em que o isolamento social se torna imprescindível. Esse diferencial tem demonstrado sua relevância, como mostram dados divulgados pela Doctoralia, uma das principais plataformas de consulta de especialistas e centros médicos do Brasil: cerca de 86% dos brasileiros aprovam o uso da telemedicina e 81% afirmam que vão continuar utilizando a ferramenta pós-pandemia. Portanto, é algo que já foi incorporado ao nosso ambiente.

Ainda no que se refere à proteção ampla familiar, reforço veementemente que o setor segurador tem feito uma contribuição indispensável para a consolidação desse conceito que tem tudo a ver, também, com planejamento financeiro. Sim, isso mesmo! Ter apólices de seguros previstas em seu orçamento passa a ser uma condição sine qua non para quem considera assunto sério a vulnerabilidade da vida, os riscos dos negócios e sua continuidade.

E aqui, mais uma vez, a pandemia nos trouxe à tona essa conscientização. Quem pode me ajudar a fazer a avaliação de riscos, necessidades e me trazer alternativas? Sem dúvida, um corretor profissional de seguros, devidamente lastreado por uma seguradora oficial. Corretores, segurados e seguradoras formam uma tríade imprescindível ao desenvolvimento desse país, com contributos de grande valia para a sociedade e a economia.

Sandy dá voz a homenagem da Bradesco Seguros a todos os profissionais de seguro 455

Seguradora convidou a cantora para interpretar o jingle ‘Com Você Sempre’, criado especialmente para agradecer essa parceria no Mês do Seguro

Para comemorar o Mês do Seguro, o Grupo Bradesco Seguros quer reforçar a parceria com toda a sociedade que, há mais de um ano e meio, vem enfrentando momentos desafiadores. Sabendo isso, a seguradora convidou a cantora e compositora Sandy para dar voz a uma bela homenagem a todos os profissionais de seguro que seguem com o objetivo de proteger a Saúde, a Vida e o Patrimônio dos brasileiros.

A intérprete que marcou a juventude dos anos 90 e 200 gravou, diretamente do estúdio da sua casa, o jingle ‘Com Você, Sempre’, destacando o poder do agradecimento e a importância de se contar com alguém em todos os momentos. Lucas Lima, marido de Sandy, foi o responsável por produzir musicalmente o conteúdo.

Para Alexandre Nogueira, Diretor de Marketing do Grupo Segurador, ter a cantora para prestar essa homenagem é um presente. “Sem dúvida, Sandy é uma estrela da MPB, com grande poder de mobilização dos mais diferentes públicos. Ela é uma protagonista que simboliza cuidado, proteção e família, elementos fundamentais para a Bradesco Seguros”, destaca o executivo.

“A ideia de construir algo verdadeiro e que pudesse despertar nas pessoas bons sentimentos foi o norte da comunicação para esse momento que estamos vivendo. Com a parceria da Musickeria, responsável pela composição do jingle, construímos uma campanha que emociona e mostra a importância do seguro na vida das pessoas”, complementa Christiano Bock, Head de Atendimento da AlmapBBDO.

Os conteúdos estão disponíveis no canal oficinal da Bradesco Seguros no YouTube e nos perfis da seguradora nas redes sociais.

Produto inovador da Fator Seguradora tem mercado potencial superior a R$ 700 bilhões 880

Produto inovador da Fator Seguradora tem mercado potencial superior a R$ 700 bilhões / Reprodução

Seguro Garantia Arbitral trata-se de solução inédita no Brasil

Um produto inovador cria um novo segmento para a indústria de seguros. O inédito Seguro Garantia Arbitral, lançado recentemente pela Fator Seguradora, foi explicado detalhadamente aos parceiros de negócios da companhia em webinar nesta segunda-feira (10). O momento contou com mediação de Juliana Lopes, Diretora Jurídica Adjunta e de Regulação de Sinistros da companhia. Pedro Mattosinho, Diretor de Garantia da seguradora, explicou tudo sobre a novidade ao lado de Cassio Gama, sócio do escritório de advocacia Mattos Filho; Carolina Jardim, Superintendente de Garantia da Marsh Brasil; e do professor e árbitro, Walter Polido.

“Esperamos o surgimento de uma demanda represada por este produto. Fico feliz com o otimismo diante desta novidade – com a qual também estamos nos acostumando. Quero deixar nossos parceiros corretores tranquilos, até mesmo os que não possuem tanto conhecimento sobre este tipo de solução. Nossa equipe comercial está preparada e qualificada. Os advogados que ajudaram a criar este produto também estão à disposição para ajudar na missão de disseminar essa cobertura no mercado”, disse Pedro Mattosinho ao convocar os profissionais da corretagem de seguros a conhecerem mais sobre este tipo de proteção.

Durante o bate-papo ficou evidenciado que o novo produto é fruto também da atualização do ambiente regulatório proposto pela Superintendência de Seguros Privados (Susep). “Este é um momento de mais autonomia e esperamos um ano muito promissor para os negócios. O estímulo da Superintendência em termos de contratação, liberdade e impulsão para soluções desejadas por um mercado que é carente de maior atenção. Este lançamento possibilitará precificação e alternativas mais justas”, analisou Juliana Lopes.

A morosidade do sistema judiciário convencional no Brasil demonstra a importância da arbitragem como “uma alternativa importante para dirimir conflitos e negócios”, conforme explicou Cassio Gama. “É o seguro cumprindo com sua função social e criando mercado. A aplicabilidade deste produto transborda para diversas possibilidades. Trata-se de um mercado bilionário e extremamente relevante”, completou ao explicar que uma apólice de Garantia Arbitral visa salvaguardar decisões liminares em que se exige uma espécie de caução – atualmente fornecido unicamente pela Fiança Bancária. “Isso dá maior liberdade ao árbitro e também protege as partes envolvidas no caso de uma reversibilidade de uma decisão liminar”, acrescentou Gama ao demonstrar a aplicação deste tipo de situação em uma obra que está em andamento ou em uma discussão societária, por exemplo. “Isso garante parcialidade e diminui possíveis prejuízos. O árbitro sente-se mais livre para julgar com muito mais tranquilidade”, afirmou.

As atuais discussões sobre concessões estatais de aeroportos, rodovias, o Marco do Saneamento Básico, a própria Lei das Licitações e diversas outras são diretamente beneficiadas pela existência do Seguro Garantia Arbitral. “Isso representa a continuidade da execução de um contrato ao invés de uma paralisação que pode demorar anos até que se resolva determinado conflito, como disputas por reequilíbrio econômico financeiro do contrato ou discussão sobre matriz de risco”, embasou Gama ao destacar a perspectiva de R$ 700 bi no Programa de Parcerias e Investimentos (PPI).

“Vamos ser surpreendidos com a demanda que vai surgir para este produto, ainda mais diante do conforto que este tipo de medida representa para o árbitro. A aplicabilidade é muito ampla e o clausulado é de fácil compreensão. Riscos cobertos ou excluídos estão expressamente identificados”, justificou Carolina Jardim. “Quanto mais claras as cláusulas, maior a liquidez nessas demandas e maior a democratização do acesso a este tipo de seguro. Sentimos, como corretora, que há um aumento nas demandas de nossos clientes por este tipo de garantia. E, até então, não existia um produto específico para isso”, complementou ao enfatizar o apoio técnico de um dos maiores escritórios de advocacia do País.

Carolina lembra que a novidade representa uma importante oportunidade de cross selling para os profissionais da corretagem de seguros. “Não vejo este como um produto de nicho. Ele é bem democrático, inclusive. Encorajo e acredito na revisão dos guidelines. A arbitragem pode envolver distintos valores, não necessariamente cifras bilionárias”, recomendou.

Além do amparo garantido pela parceria com o resseguro, o professor e árbitro, Walter Polido, demonstrou o caráter inovador e preventivo deste produto. “O árbitro sempre é a figura mais ‘fragilizada’ em disputas. Diferentemente de um juiz estatal – que tem proteção por parte do Estado – o árbitro tem preocupação muito grande ao expor-se. Este tipo de seguro vem em uma hora mais que esperada. Muitas vezes, exige-se de um requerente um caução justamente para fomentar uma contracautela ou um gravame”, exemplificou. “O aumento destes mecanismos faz-se mais que necessário. Um segurado não pode esperar mais de 10 anos para ter uma solução de indenização. Além do que, psicologicamente, este produto funciona muito bem para o árbitro”, finalizou.

‘O Estágio tá On’ na Porto Seguro em 2021 454

'O Estágio tá On' na Porto Seguro em 2021

Companhia abre inscrições para seu Programa de Estágio com mais de 20 vagas em diferentes áreas de atuação

“O Estágio Tá On”. Assim, em suas campanhas, a Porto Seguro avisa aos jovens que já estão abertas as inscrições para seu Programa de Estágio 2021. São mais de 20 vagas em diferentes áreas e os interessados, que buscam uma jornada de aprendizado e novas experiências, têm até o dia 31 de maio para realizar a inscrição. No site Estágio Porto Seguro estão todos os detalhes, como as descrições das vagas e as etapas do processo, além de depoimentos de estagiários da Porto.

Carolina Zwarg, diretora de Pessoas e Sustentabilidade da Porto Seguro, destaca que o programa pretende atrair estudantes de diversos cursos, que tenham sede de aprendizado, inovação e possam contribuir também para a evolução da empresa. “Buscamos por pessoas conectadas, que estejam dispostas a trocar conhecimentos e que, acima de tudo, valoriza fazer a diferença na vida das pessoas”, ressalta Carolina.

A diversidade de produtos oferecidos pela companhia e o mercado de atuação são diferenciais para o desenvolvimento dos jovens. “Quando eles conhecem nossos negócios e se dão conta que somos muito mais que uma seguradora, percebem como podem impulsionar sua trajetória com desafios e novas vivências, e como temos muitas oportunidades para que eles contribuam para a nossa evolução também”, afirma a diretora.

Com duração de até dois anos, o programa oferece vagas nas áreas corporativas e de produtos, como: Comunicação Interna, Comunicação Institucional, Diretoria de Pessoas, Riscos Cibernéticos, Controles Internos, Inteligência da Produção Comercial, Inteligência de Dados, Preços e Gestão Analítica de Seguros, Resseguros, Informações Gerenciais – Jurídico, Vida e Previdência, Serviços Financeiros entre outras. Todas as vagas são para atuação na matriz da companhia, em São Paulo, mas neste momento o trabalho é remoto.

Além de atividades práticas e projetos da área, a proposta de desenvolvimento do programa de estágio conta com treinamentos e processo estruturado de autoconhecimento. A companhia ainda oferece aos estagiários plano de saúde, seguro de vida, vale-refeição, descontos em produtos e em academia in company, convênio com farmácias, ações de qualidade de vida, oportunidade de voluntariado, biblioteca, semanas temáticas e incentivo à inovação por meio de ações em parceria com a Oxigênio Aceleradora, a aceleradora de startups do grupo Porto Seguro.

Podem se candidatar estudantes com conclusão de curso superior prevista entre julho de 2022 e julho de 2023, com disponibilidade semanal de 20 a 30 horas. O processo seletivo será 100% digital e dividido em cinco etapas: inscrição, testes online e fit cultural, dinâmica de grupo (online), painel e entrevista online.

Tokio Marine anuncia mudança na Diretoria Comercial 570

Valmir Rodrigues é Diretor Executivo Comercial da Tokio Marine / Divulgação

Valmir Rodrigues vai dedicar-se à projetos pessoais

A Tokio Marine Seguradora comunica ao mercado a mudança de sua Diretoria Executiva Comercial. Após 30 anos de serviços prestados à companhia, Valmir Rodrigues vai dedicar-se à projetos pessoais e passa a gestão para quatro Diretores de Canais que já faziam parte do time: João Luiz de Lima, Diretor Comercial Nacional Varejo; Marcia Silva, Diretora de Canais Especiais; José Luís Franco, Diretor Comercial Corporate; e Marcos Kobayashi, Diretor Comercial Nacional Vida. A partir do dia 30 de junho, os executivos responderão diretamente ao Presidente José Adalberto Ferrara.

“Com muito orgulho, dedicação total e eterna gratidão, passei uma grande parte da minha vida dentro da Tokio Marine e tomei a decisão de seguir novos rumos pessoais com muita tranquilidade porque tenho absoluta confiança de que o caminho está pavimentado para que a área comercial continue prestando o melhor atendimento aos nossos Corretores e Assessorias. Esta não foi uma decisão abrupta, uma vez que desde 2018 venho trabalhando a minha saída com um forte trabalho de coaching, pelo qual comecei a delegar cada vez mais as atribuições para os Diretores de Canais. Sob o comando destes quatro excelentes profissionais, a companhia está preparada para os grandes desafios e oportunidades que estão por vir”, pontua Valmir Rodrigues.

Presidente da Tokio Marine, José Adalberto Ferrara
Presidente da Tokio Marine, José Adalberto Ferrara / Divulgação

Em nome de todos os times da companhia, o Presidente José Adalberto Ferrara destaca a importância do trabalho desenvolvido ao longo dos anos por Valmir e reforça que o novo corpo diretivo comercial dará continuidade às melhores práticas estabelecidas pelo Diretor Executivo Comercial ao longo de sua trajetória na Tokio Marine, iniciada em 1991.

“Agradeço muito ao Valmir por toda a sua dedicação à companhia ao longo de sua trajetória. Tenho a plena convicção de que a nossa área comercial está preparada e plenamente motivada para dar continuidade ao trabalho desempenhado por ele, que sempre foi um líder muito próximo das equipes. Seguiremos com o mesmo foco em manter o forte relacionamento junto aos Corretores e Assessorias, que são nossos principais canais de distribuição, e a quem devotamos o maior respeito e devemos os excelentes resultados que temos obtido nos últimos dez anos”, afirma Ferrara.

Atualmente, a Tokio Marine conta com mais de 33 mil Corretores e Assessorias em sua base, cujo trabalho como consultores de proteção é fundamental para a expansão da cultura do seguro no País.

AXA reforça apetite no mercado de Vida Corporate 434

Anelisa Fortes é Superintendente de Subscrição, Pricing e Proposta de Valor da área de Afinidades, Vida e Parcerias da AXA / Divulgação

Companhia reposicionou oferta com a inclusão de aceitação para Covid-19 e demais condições comerciais

Para reforçar sua presença no ramo de seguros de vida empresariais, a AXA no Brasil reformulou o produto Vida Corporate, com foco a partir de 501 vidas. A companhia reposicionou sua oferta, incluindo aceitação para Covid-19, e revisou as condições comerciais para aumentar a competitividade do produto.

“Estamos com uma ambição mais clara para essa carteira e pretendemos ser protagonistas no mercado de Vida também. A reformulação do produto vai ao encontro das demandas de corretores e clientes e reforça nosso posicionamento no segmento, especialmente nesse momento de incertezas, que faz com que as pessoas busquem âncoras de segurança e tenham percepção mais acentuada de riscos”, afirma Anelisa Fortes, Superintendente de Subscrição, Pricing e Proposta de Valor da área de Afinidades, Vida e Parcerias.

Nos próximos meses, a companhia vai entregar ainda uma solução com diferencial claro para PMEs, com o Vida Flex. “Nosso time de marketing está conduzindo conversas com corretores parceiros para ouvir o que valorizam nesta oferta, sempre numa postura de cocriação, que já é uma marca da AXA”, finaliza a executiva.

O Vida Corporate, que permite a inclusão de cônjuges e filhos, oferece aos segurados coberturas para morte e invalidez, despesas médicas e odontológicas, doenças congênitas de filhos, além de assistência funeral, cesta natalidade e assistência residencial para serviços como chaveiro, encanador, eletricista e vidraceiro.