AMX Corretora de Seguros realiza planejamento estratégico de atendimento ao cliente 2642

Aimoré Maia é CEO da AMX Corretora de Seguros / Divulgação

Visando a agilidade no atendimento aos beneficiários dos planos e seguros saúde, a AMX Corretora de Seguros renovou o Planejamento Estratégico da Gestão de Atendimento ao Cliente. Essas etapas possuem grande impacto na estabilidade e no crescimento da demanda de contratos. Investir em qualificação profissional faz parte da política de expansão da corretora. E para ter uma carteira mais sólida, treinar a equipe a atender melhor, é essencial. Em tempos de transformação digital acelerada, é preciso acompanhar todas as etapas com inclusão de todo time na estratégia.

Aimoré Maia, CEO da AMX, especifica a importância de envolver todos no aprimoramento constante, no que se refere a excelência ao se comunicar com os segurados. “Estabelecer melhores práticas para administrar o processo de atendimento é uma tarefa desafiadora, que requer dedicação a todo instante. Para se destacar da concorrência, aumentar a demanda da carteira em números sem atender bem, não é o suficiente. É preciso efetuar um pós-venda onde o cliente se sinta seguro com o plano ou seguro adquirido, sabendo que terá suporte em todos os momentos. Melhorar o serviço oferecido ao público, é uma forma de buscar maneiras de oferecer experiências únicas na jornada do cliente, em todas as etapas do contato com o mesmo”, explicou.

Sincor-RS celebra 79 anos com a energia e vitalidade dos jovens 441

Ricardo Pansera é presidente do Sincor-RS / Foto: Filipe Tedesco/JRS

Sindicato comemora aniversário de fundação com sentimento de gratidão

Nesta quinta (14), o Sindicato dos Corretores de Seguros do Estado do Rio Grande do Sul (Sincor-RS) celebrou seus 79 anos de fundação. O presidente da entidade, Ricardo Pansera, revela que é uma alegria comemorar a data ao lado dos amigos profissionais da corretagem de seguros. “Temos um grande legado, nossos ex-presidentes fizeram um belíssimo trabalho e conduziram muito bem nosso Sindicato. Eu estou concluindo meu segundo mandato como voluntário à frente da Entidade, com muita satisfação e a certeza do dever cumprido”, revela o líder sindical.

Ao rememorar a trajetória do Sincor-RS, Pansera enfatiza a força e disposição da entidade para atuar ao lado dos operadores da corretagem. “Chegamos aos 79 anos com a energia e vitalidade dos jovens. Já passamos por tantas crises, por tantas dificuldades, e sempre demos a volta por cima. Será assim novamente no pós pandemia, seremos fortalecidos pela experiência”, conta.

Ricardo Pansera considera que as palavras solidez, perseverança e dedicação são chave no legado do Sindicato. “Nossa entidade é um exemplo de sucesso, de solidez financeira. Temos sede própria, um belíssimo patrimônio construído ao longo de muitos anos de trabalho. Nossa entidade nunca esmoreceu diante das dificuldades, sempre foi perseverante na defesa dos Profissionais Corretores. Nossa entidade é totalmente dedicada aos seus sócios, aos Corretores Profissionais de Seguros que acreditam que a união da classe é fundamental”, explica.

O presidente do Sincor-RS também demonstra que essa é uma festividade de todos os profissionais da área. “Os verdadeiros Profissionais estão unidos em torno da sua Entidade, desejam-na forte e aguerrida. Hoje somos reconhecidos como imprescindíveis, como conselheiros especializados dos nossos clientes. Foi o trabalho incansável de qualificação e de valorização do Profissional Corretor feito pelo Sincor que nos posicionou assim”, diz.

Pansera enfatiza que o Sindicato dos Corretores de Seguros do Estado do Rio Grande do Sul se prepara para uma grande comemoração alusiva aos 80 anos da entidade, no próximo ano. “Essa celebração vai gerar grande visibilidade para o Sincor e valorização aos seus Corretores Associados. Estamos no “aquece” para o marco dos 80 anos”, projeta.

O líder do Sincor-RS demonstra gratidão a todos que contribuíram com a história de quase oito décadas da instituição. “Somos muito gratos a todos os voluntários que contribuem e já contribuíram com o nosso Sincor-RS, que dedicaram suas experiências, seus saberes, que muitas vezes abdicaram dos seus próprios negócios para estar à disposição da Entidade. Nosso abraço, nosso carinho, nosso reconhecimento a cada um que se doou, que se dedicou para construir e manter esta Entidade tão sólida, tão querida, e tão respeitada”, finaliza.

Rodrigo Barros é o novo diretor de Vida, Previdência e Capitalização da Zurich 706

Rodrigo Barros é diretor de Vida, Previdência e Capitalização da Zurich no Brasil / Divulgação

Profissional conta com mais de 25 anos de experiência

Rodrigo Barros é o novo Diretor Executivo de Vida, Previdência e Capitalização da Zurich no Brasil. Com mais de 25 anos de experiência, Rodrigo está na Zurich desde 2017 e, até então, respondia pela diretoria executiva de Estratégia, Canais Digitais e Marketing. Na nova função, o profissional terá como missão expandir ainda mais a presença da seguradora nos segmentos de seguro de vida, individual e em grupo, além de previdência complementar para pessoas físicas e jurídicas.

Formado em economia pela Universidade de São Paulo (USP), possui MBA em administração pela Ibmec/SP e especialização em finanças na Universidade da California, em Berkeley.

O executivo já atuou em grandes companhias, como o grupo Citibank, Banco ABC Brasil, Banco Real ABN AMRO e Banco Santander, com gerenciamento e liderança em diversos negócios de atacado e varejo no setor bancário.

Executivos disputam reconhecimento como Personalidade do Ano em Seguros no Troféu JRS 2021 5610

Executivos disputam reconhecimento como Personalidade do Ano em Seguros no Troféu JRS 2021

Operadores estão em plena campanha em mais uma das categorias com votação do público na cerimônia de reconhecimento promovida pelo Jornal do Seguro (JRS)

Os operadores e operadoras do mercado brasileiro de seguros estão em plena campanha na disputa da categoria ‘Personalidade do Ano em Seguros’, do Troféu JRS 2021. A 19ª edição do evento já tem escolhida a empresa ‘Prestadora de Serviços Destaque do Ano’, oriunda de enquete promovida através do hotsite especial da cerimônia de reconhecido. Nas próximas semanas também será escolhida Corretora de Seguros e Seguradora Destaque do ano com votação do público.

É possível votar na categoria ‘Personalidade do Ano em Seguros’ até às 23h59min do próximo sábado (16 de outubro) e podem ser votados executivos e executivas com atuação no mercado nacional de seguros entre novembro de 2020 e outubro de 2021. O Jornal do Seguro (JRS) também disponibiliza alguns materiais de divulgação para os participantes realizarem suas campanhas. Nesta quinta (14), na sexta (15) e no sábado (16) serão divulgadas prévias diárias com os resultados parciais da votação. O regulamento completo da Votação Popular está disponível no hotsite especial do Troféu JRS 2021.

Materiais de Divulgação

Exemplo de aplicação da máscara / Divulgação
Exemplo de aplicação da máscara / Divulgação

A 19ª edição da tradicional cerimônia de reconhecimento aos destaques do mercado brasileiro de seguros acontecerá em formato híbrido, na noite do dia 29 de outubro, com transmissão pelos canais digitais do JRS a partir das 20h.

Patrocinadores Diamante: Icatu, Rio Grande Seguros e Previdência, Bradesco Seguros, Omint Seguros, MAPFRE, HDI Seguros, MAG Seguros, SulAmérica, Gente Seguradora, Grupo Life Brasil, Grupo Caburé, Anjo App, Agrifoglio Vianna – Advogados Associados, Fracel Corretora de Seguros, TopMed e DOC24. Patrocinadores Prata: Grupo Aspecir, Aspecir Previdência e União Seguradora. Patrocinadores Bronze: Capemisa Seguradora, Porto Seguro, Liberty Seguros, GBOEX, KSA Corretora de Seguros, MBM Seguro de Pessoas, Expermed Perícias Médicas e C. Josias & Ferrer – Advogados Associados.

Investimentos em InsurTechs e BigTechs aceleram maturidade digital do mercado de seguros 470

Investimentos em InsurTechs e BigTechs aceleram maturidade digital do mercado de seguros / Foto: ThisIsEngineering / Pexels

Movimento conquista preferência do cliente, diz World InsurTech Report 2021

O World InsurTech Report 2021 da Capgemini e da Efma, publicado recentemente mostra que as InsurTechs e BigTechs estão fazendo investimentos significativos para impulsionar o desenvolvimento tecnológico e a inovação no setor de seguros, aumentando a pressão sobre as seguradoras estabelecidas. Os players digitais da nova era oferecem maior personalização e ênfase na experiência do cliente, conquistando a confiança de cada vez mais pessoas. Em resposta, as seguradoras estão tentando fortalecer seus recursos de tecnologia por meio de parcerias no ecossistema ou da aquisição de InsurTechs, mudando sua realidade de “fazer digital” para “ser digital”.

De acordo com o estudo, as gigantes de tecnologia e as InsurTechs garantiram acesso sem precedentes à alocação de capital de investidores e estão reforçando seus recursos digitais, o que aumenta sua liderança como vanguardistas da inovação. Entre 2018 e 2020, as 5 maiores empresas de tecnologia do mundo e um famoso fabricante de automóveis – que oferece serviços de seguros – alocaram quase 2,5 vezes o investimento total nas 30 maiores seguradoras em 2020 (Análise financeira da Capgemini com base em dados do Yahoo Finance e CompaniesMarketCap). No final de 2020, o valor de mercado total das InsurTechs listadas ultrapassava US$ 22 bilhões (Análise Financeira da Capgemini com base em dados de CompaniesMarketCap). As InsurTechs estão se tornando rapidamente o investimento do momento, com uma ampla gama de investidores apoiando e injetando capital. Os capitalistas de risco, os oportunistas e os parceiros de private equity estão implantando capital inicial, enquanto as resseguradoras estão desempenhando ativamente duas funções críticas: habilitar InsurTechs por meio de investimentos e fornecer capacidade de subscrição essencial.

CARE se torna o ingrediente secreto do setor

A pandemia de COVID-19 fomentou a intenção do cliente de adquirir seguro em até 7% e, cada vez mais, os segurados estão sendo atraídos pelas seguradoras que oferecem melhor ‘CARE’3, onde Conveniência, Aconselhamento e RElevância estão no centro da percepção de eficácia na jornada do cliente. Hoje, os segurados não hesitam mais quando se trata de abandonar um provedor em busca de outro CARE mais atrativo. Pela primeira vez, 50% dos clientes hoje em dia estão dispostos a considerar a cobertura de um player da nova era.

“CARE”

  • C. Os clientes desejam conveniência: disponibilidade 24 horas por dia e 7 dias por semana, resposta rápida e acesso multicanal a informações de apólices e gestão de contas.
  • A. Clientes querem aconselhamento personalizado: produtos customizados de acordo com suas necessidades, bem como a capacidade de gerenciar seu perfil de risco em todo o ciclo de vida da apólice.
  • RE. Os clientes esperam ter relevância para as seguradoras: que elas se envolvam de forma significativa com suas expectativas (por exemplo, por meio de propostas de prevenção de riscos ou suporte não-intrusivo em momentos de necessidade).

As tecnologias digitais fazem a diferença para os players da nova era com alto potencial de investimento. As InsurTechs estão aproveitando a entrada de capital para melhorar ainda mais suas ofertas de CARE por meio de tecnologias digitais, incluindo IA/modelagem preditiva, análise avançada de dados, APIs (seguro aberto) e IoT (dispositivos conectados). As InsurTechs estão atentas às expectativas dos clientes e, embora a conveniência esteja no centro das propostas da InsurTech há um bom tempo, as prioridades agora estão mudando em relação à relevância. Embora as empresas tradicionais estejam enfrentando desafios de análise de dados – apenas um quarto das seguradoras estão confiantes em suas habilidades de processamento de dados -, não estão ociosas. Para contornar e superar essas limitações, muitas seguradoras tradicionais estão comprando e firmando parcerias com players digitais para aprimorar suas capacidades e proposição de valor como parte da equação de CARE, com foco especial na relevância.

“O setor de seguros está evoluindo, a palavra-chave para seu futuro é modularidade. As seguradoras devem estar preparadas para enfrentar uma ampla gama de cenários futuros. As ofertas modulares, sistemas e estruturas organizacionais serão indispensáveis ​​para criar uma mudança de valor robusta e responsiva. Nos próximos anos, as empresas do setor serão definidas por sua força em uma cadeia de valor hiperespecializada, e o papel das seguradoras se tornará cada vez mais de orquestração”, comentou Anirban Bose, CEO de Serviços Financeiros e Membro do Conselho Executivo do Grupo da Capgemini.

O seguro está mudando da venda de produtos para CARE e proteção do cliente e, à medida que as linhas entre os participantes do setor de seguros se confundem, o relatório prevê dois cenários emergentes possibilitados pelo acesso contínuo ao capital:

  • Seguro integrado como um valor agregado em ecossistemas de terceiros: a cobertura é incorporada no ponto de venda ou de prestação de serviço, tornando-se imperceptível. O modelo de negócios evolui em direção a uma proposta de B2B2C, na qual os parceiros do ecossistema controlam o relacionamento com os clientes.
  • Valor agregado no âmago de ofertas complexas: as seguradoras evoluem da venda de produtos para a “CAREing” (cuidar) dos clientes, por meio de propostas de previsão e prevenção habilitadas por IA e análises.

“À medida que as seguradoras tradicionais expandem seus ecossistemas para permanecerem competitivas, devem cada vez mais considerar o valor que podem alcançar por meio de parceiros confiáveis, incluindo BigTechs, InsurTechs e participantes não tradicionais como fabricantes de equipamentos originais (OEMs). Os números sugerem claramente que o crescimento exponencial das InsurTechs veio para ficar, portanto, oferecer um CARE superior ao cliente é essencial. O sucesso futuro no setor dependerá dos recursos dos players em toda a cadeia de valor, da vontade de investir e do desejo de criar relacionamento com o cliente”, disse John Berry, CEO da Efma.

Metodologia de Relatório

O World InsurTech Report (WITR) 2021:baseia-se em percepções de pesquisas de vários estudos, mesas redondas e entrevistas: as Discussões em mesa redonda do Relatório Mundial de InsurTech de 2021, as Entrevistas Executivas do World InsurTech Report 2020-2021, a Voz do Seguro Global da Pesquisa de Satisfação do Cliente, a Pesquisa de Satisfação do Cliente de Covid-19 da Capgemini 2021, o Estudo do Ambiente da InsurTech da Capgemini de 2020-2021, a Parceria InsurTech e Análise Crítica de 2021. O relatório inclui uma análise de mais de 900 InsurTechs com foco nos Estados Unidos e na Europa, divididas em três grandes categorias como transportadoras, distribuidores e facilitadores. A análise extrai insights sobre a taxa de crescimento das InsurTechs entre 2020-2021 e os recursos financeiros obtidos para o período 2020-2021.

Fabio Remer é o novo Diretor de Fusões e Aquisições da Madalozzo Seguros 33402

Fabio Remer é Diretor da Madalozzo Seguros, no novo escritório da empresa em Curitiba (PR) / Foto: Divulgação

Executivo soma experiência no setor, com passagens pela Bradesco e Sancor

A Madalozzo Seguros acaba de contratar Fabio Remer para assumir a Diretoria de Fusões e Aquisições (M&A). O novo diretor soma longa experiência no mercado segurador, tendo sido executivo em seguradoras renomadas do cenário nacional, como Bradesco Seguros e Sancor.

Fundada em 1932, a Madalozzo figura como um dos principais players do setor brasileiro. O trabalho do diretor Fabio Remer e equipe se dedicará a expandir a atuação nacional da empresa. “Como recusar o convite de uma corretora quase centenária que continua crescendo com espírito de startup?”, destaca.

“Durante minha trajetória profissional, pude viajar pelo país representando grandes seguradoras e essa bagagem me ajudará a encontrar bons empreendedores e profissionais de seguros que tenham valores compatíveis com os da Madalozzo”, complementa o executivo.

Além da expansão, Fabio liderará as equipes de soluções para o Agronegócio, considerado tema prioritário para a Madalozzo, que, nas últimas décadas, se especializou nos seguros de caminhões pesados e transporte. “Temos presença em seis estados brasileiros, com 26 filiais, na sua maioria em regiões agro. Além de vasta experiência no seguro de frotas e transporte. Então, investiremos muito no agrobusiness”, comenta.

Rumo aos 100 anos e presente em pontos estratégicos de todo território brasileiro, a Madalozzo Seguros está em sua quarta geração de executivos. “Apesar das mazelas que enfrenta o país, temos conseguido superá-las muito bem. A receita do semestre aumentou em 34% comparado ao ano anterior, o que nos permite continuar os investimentos”, salienta o diretor Alcides Madalozzo. “Cada geração precisa da sua receita para continuar relevante no mercado. E vejo que a nossa quarta geração, representada pelo Daniel e o Lucas, tem combinado com sucesso o melhor da tecnologia e das pessoas”, finaliza Alcides, otimista com relação ao papel do corretor de seguros na proteção dos segurados.